Parando pra mijar no posto de beira de estrada


Click to Download this video!


Era uma sexta-feira, cinco da tarde eu e um amigo iríamos viajar juntos para a casa de outros amigos nossos pra passar o fim de semana. Nada demais, só algumas baladas e passeios na própria cidade mesmo.

Saindo do trabalho, mando uma mensagem para o meu amigo avisando que já estava a caminho da casa dele. Eu vestia uma calça jeans, camisa e sapato social. Apenas soltei a camisa de dentro da calça e segui rumo a casa dele. Eu havia batido uma punheta na noite anterior, antes de dormir. E, como acordei atrasado pro trabalho, não tomei banho de manhã. Subia aquele cheirao de rola cada vez que eu sacava o pau pra mijar, sem exagero, mas o suficiente pra dar um tesao do cacete.

Cheguei a casa de meu amigo e colocamos suas malas no porta-malas junto com as minhas. Ele trouxe algumas músicas para ouvirmos e fomos conversando normal. Alguma sacanagem de vez em quando (a gente só tinha ficado uma vez, mas nos dávamos muito bem como amigos). Ele é um ano mais novo e um pouquinho mais alto que eu, magrinho, vestia uma camiseta branca e bermuda colorida.

Depois de uma hora e meia de viagem mais ou menos, decidimos parar pra mijar e tomar uma água em um posto. Após estacionar, fomos direto para o banheiro, nos mictorios, ele ficou ao meu lado. Colocou a rola pra fora e eu em seguida fiz o mesmo. Banheiro vazio até então. Ele começou a mijar antes de mim e olhou pra minha rola, zuando o cheiro

Porra, teu pau tá podre?! Puta cheiro de pica
Oloco, sério que dá pra sentir daí?
Lógico, mas tá um cheiro bom, de rola gostosa.
Ah, que você acha gostosa eu sei, né. Já mamou pra caralho…

Nisso meu pau ficou duro e eu não consegui mais mijar, mostrei pra ele e ele disse que me ajudava, já metendo a mão e começando a bater uma e eu correspondi também pegando no seu pau que ainda estava um pouco molhado de mijo. Quando ele ia se curvar um pouco pra mamar, ouvimos a porta do banheiro abrir. Tentamos disfarçar muito rápido, mas não teve jeito. O cara sacou. Sei disso pelas atitudes dele a seguir.

Nós dois ficamos muito nervosos, meu pau até amoleceu um pouco. O cara se dirigiu ao mictorio ao lado do meu amigo e sacou a rola dando uma cuspida no pau e tossindo pra chamar atenção. Ele estava de camisa social, barba muito bem feita e uma maleta dessas de ombro no braço esquerdo e aliança de casado. Aparentava uns 35 anos (nos contou depois que é representante comercial). Tudo foi muito rápido, mas lembro do meu amigo fitando a rola dele e logo eles estavam se beijando e meu pau começou a subir de novo.

O cara se mostrou conhecedor do lugar e disse pra irmos pra uma das últimas cabines que era espaçosa e que não tinha como ninguém ver a não ser que olhasse por cima na cabine ao lado. Disse que o lugar era muito frequentado por caras procurando sacanagem. Eu falei pra eles irem na minha frente porque eu realmente precisava muito mijar e ia esperar meu pau abaixar pra fazer isso. Nisso, meu amigo cochichou alguma coisa no ouvido do cara e só vi o cara responder que sim com a cabeça e dar um risinho safado. Entrou um outro cara, deu uma mijada nas cabines e sai logo, sem nem lavar as mãos. Ficamos os três parados e logo que ele saiu meu amigo perguntou se eu topava mijar nele. Eu nunca esperava isso dele, mas fiquei muito animado com a ideia e topei na hora, claro.

Fomos para a cabine e meu amigo sentou no vaso, eu e o outro ficamos em pé, com as calças e cuecas já arriadas. Perguntei pro cara se ele também ia encher ele de mijo e ele respondeu com um “claro que sim” e uma risada safada. A porta ia até o chão, então ficamos despreocupados. Apesar de espaçoso, ficamos muito perto um do outro por estarmos em três. Ele começou a mijar primeiro, forçando meu amigo a abrir a boca pra segurar um que podia lá dentro e o resto escorria pela camiseta, eu demorei um pouco pra conseguir, mas vendo a cena comecei a mijar tb, primeiro direto na camiseta, na região do peitoral, molhando muito ela e respingando um pouco, depois o cara disse pra eu mijar na boca do meu amigo também.

A camiseta dele ficou ensopada e ele veio nos dar um beijo com o gosto dos mijos. Nos beijamos com muito tesao e meu amigo voltou a sentar no vaso, dessa vez pra mamar e punhetar nós dois. Eu beijava o carinha e às vezes soltava umas cusparadas na cara do meu amigo.

Perguntei se o cara tinha camisinha e ele abriu a maleta e mostrou que sim, perguntei pro meu amigo se ele topava sentar na rola dele e lógico que o safado topou. Apesar de muito tesão, fazíamos de tudo pra fazer menos barulho possível e às vezes ouvíamos um passo ou outro. Nenhum cara demorava mais que 3 minutos lá dentro, para nossa sorte.

O cara sentou no vaso com a rola encapada e apontando pra cima. Ele pediu pro meu amigo tirar a camiseta pois não podia correr o risco de sujar a camisa que estava usando. Meu amigo me entregou a camiseta e eu joguei ela na lixeira falando pra ele relaxar que depois eu buscava outra pra ele na mala dele que estava no carro.

Encostado na porta, eu via meu amigo sentar devagarinho até toda aquela rola entrar por completo em seu cu. Nessa hora tive a impressão de que alguém na cabine ao lado nos ouvia e batia uma punheta porque ouvi um barulho de cinto batendo meio rápido (mas não posso confirmar com certeza porque a hora que saí não tinha ninguém mais).

Meu amigo rebolava devagar naquela rola e eu batia uma com seu rosto muito perto do meu pau. Às vezes ele dava uma mamada, mas o tesão de levar rola era tanto e o espaço tão pequeno que eu dizia pra ele relaxar e aproveitar a foda com o cara que não demorou muito pra gozar (acho que coisa de 10 minutos) enchendo a camisinha de porra e eu gozei em seguida na boca do meu amigo que engoliu tudo.

Eu saí primeiro pra buscar uma camiseta pra ele e o cara saiu em seguida, esperando nós dois na lanchonete do posto. Trocamos uma ideia bebendo uma água e ele passou seu celular pra nós, mas disse que só poderíamos falar com ele em horário comercial durante a semana.
Eu e meu amigo seguimos viagem relembrando e rindo. Ele, como não tinha gozado e o tesão ainda estava a mil, pediu pra socar uma dentro do carro, lógico que eu deixei e o cheiro de rola começou a se espalhar rapidamente, mas ele logo gozou sujando mais uma camiseta, dessa vez com sua própria porra.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario beto50

beto50 Comentou em 27/02/2018

tesão esse relato cara !

foto perfil usuario beto50

beto50 Comentou em 27/02/2018

tesão esse relato




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


97898 - Pai e filho em minha república - Categoria: Gays - Votos: 26
98110 - Casal de bears provocou e convidou pra sauna - Categoria: Gays - Votos: 12
98211 - Com o fiscal do concurso - Categoria: Gays - Votos: 9
98212 - Pai e filho em minha república 2 - com o professor - Categoria: Gays - Votos: 14
99150 - Ouvindo a putaria no banheirão e gozando junto - Categoria: Gays - Votos: 9
99167 - O padrasto bombeiro do meu amigo - Categoria: Gays - Votos: 25
99182 - Pai e filho em minha república 3 - presente de formatura - Categoria: Gays - Votos: 7
99203 - O padrasto bombeiro do meu amigo 2 - Categoria: Gays - Votos: 18
101579 - Punhetando no banheirão depois da academia - Categoria: Gays - Votos: 9
103792 - Barracas armadas no camping de praia - Categoria: Gays - Votos: 11
107492 - Barracas armadas no camping de praia 2 - Categoria: Gays - Votos: 4
112385 - Punha a dois no sábado à tarde - Categoria: Masturbação - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico lucasjoao

Nome do conto:
Parando pra mijar no posto de beira de estrada

Codigo do conto:
98536

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
25/03/2017

Quant.de Votos:
13

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


casa de swing porno contocontos eróticos vou te arrombar toda sua vagabundaconto erotico esposa fielfilho conto eróticocontocontoeroticosconto erotico filha de empresario ajudano mendigofotos de mulheres com minuscula saia erotica no sexo anal bem rabudascontos chupada no banco da praçaconto - gorda esfomeada por porracontos eroticos de meninas que perdeiro a virgendadeNovinha safada da academia conto eroticocontoeroticoburroconto ervangelico incesto comi minha filhaconto sexo caminhoneiroaté que... num súbito segundo de orgasmo absoluto, César derrama em forma de líquido econtos eroticos gay de dando uma mamada no moleque moreninho clarocontos minha amiga vou ensinar meu marido ser corno hoje na marrameu filho mamau meu pau contos gaygorotinhos gaywww.alyamirantinane.comsou madame e louca por peao negro pauzudocontos herotico namoradasobre o cuckoldquadrinhos eroticos de bbccontos eroticos menage femininocontos minha cunhada viu eu mijanocontos meu marido gosta quando chamo ele de corno viadinhoconto erotico mãe rabudaeu quero ver vídeos do feriado da cachorra lambendo o pau duroconto. erotico. meu. irmaolzinho. dormiu. na. minha. camacontos sexo peguei minha cunhada sobrinha me espiandonamorada vingativa conto eroticoCúmplices De Um Resgate Contos GayContos eróticos cavalo goza boca novinhaconto erotico incistindo fudendo tiacontos minha esposa fudendo com pedreiro negaomenininhaxvidiocontoeroticoirmãoscontos eroticos de travestis com fotos ,e cdzinhaswww.contovirei/punheteirabrasileira casada noviha draido seu marido aida da o cu apedadihoquadrinho porno sograconto erotico negao pirocudo na praia de nudismo e o corninho manso e humilhadoirmao furioso contos eroticosmeu amante tem uma rola emorme me deixa toda inchada contoscontos eroticos peidandohomem malhado visido de homem aranha com tesão e com voutade de dár o cu porno gayconfesso chantagiei minha irmãzinha pra ela me masturbaconto de não aguentei a pica grande de meu avôconto gay hóspede gayquadrinho erotico estupro emocionante 3Conto gay amigodopapaiNamorado vendo namorada emrrabada por dois ao mesmo tempocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosfomos ao cine pornocontos erotico Gay padrinho Jegaoquadrinhopornotraicaobucetas de malaka fotoscontos porno violentadasporno fotonovelaconto erotico virgindade pai e filhaxoxotimha.meu capataz fudeu minha esposa e encheu a buceta dela de porraquadrinho erotico-a mulher do marceneiroMinha mulher disse pra eu fuder a buceta da minha filha na frente dela eu fudi a buceta da minha filha e fudi minha mulher elas duas juntas eu depois eu levei minha filha pro motel pra eu fuder seu cu virgem conto eroticoporno gay pai e filho quadrinhosflagrei minha cunhada cheirando minha cueca contos eroticosquadrinhos eroticos de bbcconto mae pornowww.dog tarado por meninas de doze contopau e xana peludos contos eróticosconto erotico vivianeconto erotico porno gay thomaz costacontos erroticos de incertos filha amante pai 2017 ltimos contos massagens heroticasContosToda fudidaPerdi minhA virgindade num estrupo contocontos eroticos negrasamadores pauzudosconto erotico perdi minha namorada virgemcontos de sexo em praia de nudismo com negaofui chantageada e tive que bater uma punheta para meu patraodoce nanda contos eroticosquadrinho erotico cristina e o jumentocontos de rasguei o cuzinho da minha avócontos veridico de incesto cunhada casada fode com o cunhado pra pagar dividaconto esposa pelados piscinaquadrinho MEUS 2 MACHOS sobrinho coemdo titiafui no quarto do meu irmaozinho e dei a buceta pra elebarbara conto eroticovideo fogoma porno 2017meu Marido quer que eu foda com um negro contos.comjacarés de loiro bem dotado com cena de sexo da gente assistirconto erotico de marido gosta de rolaContos eróticos enfiando a vara na bucetinha da sobrinha gostosa na cachoeiraporno desenho em cuadrinhover a velha trepamo de65 amos