A enfermeira safada e o advogado cretino


Click to Download this video!


Olá !!!
Sou enfermeira e vou contar a estória que quero que aconteça comigo e o meu amigo advogado!!!!
Em um determinado dia precisava entregar uns documentos em um escritório de advocacia. Chegando lá encontrei o advogado, vamos chama-lo de Marcos. Quando olhei fiquei imediatamente fascinada, geralmente tenho preferência por homens mais velhos.
Conversamos e de repente ele me diz pra sentar no sofá para olhar os papeis que levei, levantei da cadeira e me sentei no sofá.
Ele sentou do lado e fiquei admirando aquele corpo delicioso. Percebi que ele olhava para minhas pernas, vi pelo canto dos olhos que ele se dividia entre os papéis e minhas coxas. Não resisti e me insinuei pra ele passando a mão na perna, ele olhou e discretamente passou a mão que estavam os papeis,na minha coxa .
Não resisti e levantei, já estava ficando molhadinha só de imaginar como seria o beijo dele.
Fiquei de pé do lado dele, enquanto ele analisava aquelas folhas eu analisava seu corpo. Até que ele não aguentou e disse.
–Vc está provocando, não brinca com fogo. Respondi ele com uma risadinha sarcástica .De repente em um movimento rápido ele simplesmente me agarrou, me puxou forte pela cintura, e me deu um beijo como há tempos não era beijada.
Na hora ainda tentei resistir, mas ele me dominou e me puxou pra ele enfiando sua língua na minha boca e então cedi, estava muito tempo sem brincar e não era de ferro, então nos agarramos, ele se sentou no sofá e me pediu para subir em cima dele, o que fiz rapidamente, suas mãos passavam pelo corpo inteiro e eu me aproveitava que estava sentada em cima dele e me esfregava o tempo todo em seu pau, que pude sentir já estar latejando de tesão, ficamos assim, ele tocava meus seios, me beijava com volúpia, me deixa com mais tesão ainda, pensei comigo nossa vai rolar, mesmo havendo mais pessoas lá fora, nos beijamos ardentemente, esfregava meu corpo todo, ele abriu minha blusa e passou a chupar meus seios, estava louca de tesão, passei a acariciar seu pau, que latejava, mas para nossa infelicidade, bem nessa hora chega a chata da secretária para saber se doutor Marcos estava precisando de algo e estragou a nossa festa, ele respondeu para a secretária que não precisava de nada, nos recompomos e descemos para o andar de baixo do escritório!
Marcos me pediu desculpa e foi me conduzindo à uma despensa do escritório, abriu a porta e foi me empurrando para dentro, eu disse que não pois alguém poderia nos pegar ali, ele não quis saber e me agarrou, me dando um longo beijo, que correspondi na hora, não queríamos parar de nos beijar mais, sua mão tocava meu corpo inteiro, tocava meus seios, percorria minhas pernas, coxas, minha bucetinha, que ele esfregava por cima da minha calçinha, e eu automaticamente passava minha mão em seu pau, por cima da calça, que nesse altura já latejava de tão duro que estava, e eu não via a hora de tê-lo em minha boca, então abri seu ziper e coloquei seu pau para fora.
Ah que delicia, minha mão acariciando seu pau delicadamente, sentia ele todo molhado de tanto tesão, parei de beijar o Marcos e cai de boca no seu pau, ele gemeu baixinho segurando minha cabeça, dizendo:
- Nossa que delicia de boca, quentinha, ah chupa gostosa, estava louco pra sentir sua boca no meu pau chupa vai, ahahhaha hummmm, chupa.
E eu chupava, passava a lingua em sua cabeça daquele pau, engolia, chupava, lambia toda a sua extensão, chupava aquele pau maravilhoso, grosso, divino, lambia sua bolas, chupava, enquanto Marcos colocou minha calçinha de lado, metendo seu dedo dentro dela, que nessa hora já estava ensopada de tanto tesão, quando percebia que Marcos ia gozar eu diminuia o ritmo, e depois voltava a chupá-lo com intensidade, estava louca de tesão, acabaria transando com ele ali dentro mesmo.
Continuei chupando ele, queria seu pau inteiro dentro da minha boca, enquanto ele metia seu dedo cada vez mais dentro da minha buceta, eu chupava, chupava, ate que Marcos não aguentou e anunciou que ia gozar, me pedindo para não parar pois gozaria na minha boca, mas mal sabia ele que era isso mesmo que eu queria e continuei chupando seu pau, com mais intensidade, ate que ele não aguentou e gozou gostoso, senti aquela porra quente escorrendo pela minha garganta, enquanto ele dizia:
- Enfermeira safada, engole o leite do seu macho!
Ele ainda me puxou para perto dele, me agarrou e foi passando sua mão por todo meu corpo, queria sentir aquele homem dentro de mim, minha bucetinha estava cada vez mais encharcada, queria seu pau dentro de mim, enquanto Marcos me chupava o pescoço, fui tirando sua roupa e ai então empurrei ele para o um sofá que havia ali, em pé na sua frente comecei a me despir, quando fiquei de calcinha e sutian, já pudia ver o pau de dele dando sinais de vida novamente, ele me puxou pra junto dele, me agarrando, me jogou no sofá, subindo em cima de mim, arrancou meu sutian e caiu de boca nos meus seios, chupando deliciosamente, eu gemia baixinho, ele foi beijando minha barriga, minhas coxas, virilha, arrancou minha calçinha, parou por um momento, colocou minha calçinha em seu nariz sentindo o aroma dela, olhou para minha bucetinha, passou suas mãos em cima dela e já foi caindo de boca nela, lambeu, soltei um gritinho de prazer, e gemendo pedi:
- Ahahah delicia, chupa minha bucetinha gostoso, quero sentir sua boca nela, chupa, me faz gozar na sua boca, faz, ahahhah hummm, boca gostosa, chupa, me faz gozar na sua boca, ahahah chupa, chupa. Ele chupava divinamente, lambia ela toda, metia o dedo dentro dela, me fazendo gemer de prazer e tesão, chupava, chupava e eu pedia:
- Isso chupa, chupa gostoso, ahhha chupa, delicia, chupa gostoso.... Eu segurava firme a sua cabeça, empurrando ele cada vez mais pra minha bucetinha e ele ali chupando deliciosamente, chupava, até que não aguentei mais e gozei, meu corpo estremeceu todo, ele me segurou firme, sem tirar a boca da minha buceta e ficou ali sugando, que sensação maravilhosa, depois eu disse:
- Quero você dentro de mim, me come, vai mete seu pau na minha buceta, mete.
Ele começou a brincar com minha bucetinha, esfregando seu pau nela, fazia que ia enfiar e tirava, esfregava mais, aquilo estava me matando de tesão, queria seu pau dentro de mim, minha buceta queimava pelo seu pau, eu implorava, mete, me come Marcos, quero seu pau dentro de mim, gemendo continuava implorando e ele me torturava mais ainda, dizendo:
- Quero sentir sua bucetinha gostosa piscar de desejo pelo meu pau, assim só esfregando meu pau nela.
E ele esfregava mais ainda, até que não aguentei mais, puxei ele pra cima de mim, dando-lhe um beijo forte, e nessa hora seu pau entrou com tudo dentro da minha buceta, soltei um gemido alto, pedindo ao seu ouvido:
- Mete safado, mete gostoso na minha buceta, mete, me fode, arregaça minha buceta com seu pau, vai me come, cachorro, mete.
Ele me olhou, me beijou forte e disse:
- Então toma sua safada, é pau que você quer, é pau que você vai ter, toma sua putinha, sente meu pau te fodendo gostoso, cachorra, safada, assim safada geme no meu pau, geme pra mim, geme enfermeira safada.
E eu gemia e pedia:
- Mais, mete mais, mete, ahahaha hummm delicia de pau mete, fode sua putinha, fode, me come gostoso, ahahhaah humm tesão, que delicia.
Ele metia cada vez mais, me fazendo delirar com seu pau delicioso, nós dois ali gemendo de tesão e prazer, ele metia, me beijava, então me colocou de ladinho e voltou a me penetrar, apertando meus seios, mordendo meu pescoço, e metendo mais ainda, sua mão foi descendo até minha bucetinha e ele começou a brincar com o meu grelinho, aquilo me fez delirar de prazer eu pedia pra ele meter cada vez mais.
- Mete gostoso, mete, sua enfermeirinha esta adorando seu pau, mete safado, que delicia, isso é bom demais, mete, mete mais, ahahah pau gostoso, mete estava louca pra sentir seu pau dentro de mim, mete, mete mais, ahahhah me faz gemer gostoso nesse pau, faz, ahahha hummm.
E ele metia, metia, ate que não aguentei a pressão no meu grelinho e gozei no seu pau gostoso, e ele continuou metendo e bombando forte sem parar, ele apertava meus seios, segurou na minha cintura e me ajudava a empurrar minha bocetinha em seu pau:
- Isso safada, mexe gostoso no meu pau, mexe, assim safada, que delicia, delicia de buceta, hum gostosa, vai, mexe gostoso, mexe, assim, ahahha humm, tesão, delicia...Elê me apertava, me beijava, então ele não aguentou e me disse:
Fica de quatro fica, quero meter gostoso em você.
Me levantei na hora e fiquei de quatro pra ele, ele alisou minha bunda, deu umas palmadinhas, lambeu meu cuzinho, depois chupou minha bucetinha, encostou seu pau na entradinha da meu cuzinho e foi metendo bem devagarzinho, eu gemia baixinho e pedia:
- Hum assim bem gostoso, mete no meu cuzinho, mete, me come safado, quero seu pau inteiro no meu cuzinho, mete, mete, ahah hummm, mete vai, mete no cuzinho, fode, me come vai me faz uma enfermeira putinha....E ele meteu tudinho, soltei um gritinho de prazer, e ele socava tudo, dava tapas na minha bunda, me chamava:
- Enfermeira safada, gostosa, cachorra, ta gostando sua putinha, ta gostando do meu pau te fodendo putinha, então toma, sente meu pau te fodendo, sua putinha, ahahahah hummm que delicia foder o teu cuzinho, toma meu pau, toma putinha, ahahha humm, leva pica, toma sua safada!
E eu gemia ahahha hummm delicia gostoso, mete safado, mete, cachorro to adorando, vai soca tudo, mete na sua putinha, arromba o meu cuzinho, safado, cachorro, ahahah humm mete mete mais, delicia, mete mais, ate que ele não aguentando mais de tanto tesão anunciou que ia gozar...
E eu me virei pra ele e disse:
- Então goza safado, goza na boca da sua putinha, goza vai....
E num gemido anunciou que ia gozar, eu engoli toda a sua porra quentinha e depois chupei e lambi todo aquele pau delicioso !!!!
Fim!!!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


98320 - Meu amigo colorido no hospital! - Categoria: Fantasias - Votos: 3

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico saymons2saymon

Nome do conto:
A enfermeira safada e o advogado cretino

Codigo do conto:
98321

Categoria:
Fantasias

Data da Publicação:
21/03/2017

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


peludoe pauzudo conto corno mansocontos eroticos trepando com o sograo 2contos casada encoxada no chou perto do maridocontos pornor lebian incestuoso com enteadasConto erotico irmãzinho nuavideos mulher e empinotizada para fazer sexoContos gay negroParte 2 conto erotico comi o cu da minha prima porque ela nao aguentou meu pau fundendo sua bucetaultimos contos xxxcontos heoroticos novinhosnua na rua contocontos eroticos meu marido cumeu minga amiga e enfiou a maoconto erotico dei em cima do meu alunoconto erotico namorado nao deu conta dei pro papaias buceta sussurrantedando p meu irmão. conto eroticocomercuegostosoconto erotico filho fode mae.contos comi minha mae e engravidei elaConto erotico louca para dar a xoxotahetay gay melhor dia dos paisconto porno me separei da minha mulher depois que peguei ela com o amantemeu corninho gosta de ver sua mulher espetada numa picona pretaconto erotico desenhi despedidaquadrinho porno de pokemonconto incesto ajudandominha sgra.rabuda.vaii me da leitinhocontos marido vai tomar banho e esposa da a buceta para o amigo deleconto erotico de mulher que transou com negao do paul grandconto bebi porratia banho peladaConto erotico priminhaconto erotico meu primo me enganou e comeu meu cuFoto pornôconto erotico tia e tia conto real meu vizinho me agarroucOntos minha tia mepegou na punhetagay onibus calça de moleton contos eroticiscontos eroticos papai é meu cafetaoConto erotico a promocao da esposacasal inversão contocontos eroticos de mamae rabudaconto erotico menina senhor barbudoContos eroticos avo e netachuprarcontos erotticos bebendo espermaContos eroticos fodi a bucetinha da minha subrinhaContos erotico com fotos menageconto erotico a forçawww.contos de lactofilia com caes.netcontos erótico de massagitas dotados comendo madames e ninfetasContos Eróticos. de Minha Madrinha Veracontos eroticos/comeu novinha peludinhaconto erótico evangélicas gostosasPerdi a aposta do meu irmao contos eroticosperdi as preguinhas do cu quando era pequenaporno gay quadrinho mozto rucontos a menina crente puta por acasocontos eróticos lésbicos mulatas casadas comendo sobrinha com consultasContoeroticonotrabalho[email protected]conto erotico as difíceisketmarinacintia lamark contos eróticoscontos eróticos traição concedidapsicólogo para casal corno fetiches zapConto erótico chorando na varaincesto sendo encoxada e rebolando gostoso contos pornocontos eroticos incesto forcadocontos irmazinha nossa punheteiracomi o cu da minha madrasta safada. contoscontos eroticos gosadas no ginecologista