degradação e estupro caloura ao curso de Puta


Click to Download this video!


adoro esse tipo de degradação, me excito muito quando estão fazendo e também, quando q me espoe em publico, Lembro-me quando passei aquela tarde de fevereiro na casa de um amigo que me comia sempre que passava por lá mas naquele dia ele tinha companhia em sua residencia

ele e mais 8 amigos passaram a tarde me fudendo me usando como uma verdadeira puta fudendo e vontade e me fazendo beber porra e mijo

e a cada humilhação e degradação que sofria mais me excitava e me sentia cada vez mais submissa todos já tinham me usado diversas vezes e já não aguentavam mais de tanto que gozaram mas prefiria pensar que estavam enjoados de uma puta vagabunda facil que vale menos de um real, que fale menos q a bosta que fazia no banheiro, bem era esss as palavras que eu ouvia enquando sentia picas entrarem e saírem de dentro do meu cu e a cada momento que olhava para traz via um sorriso diferente a me fuder

E mesmo quando tentava por alguns segundo identificar o felizardo que explorava meu cu ou lembrar o nome era interrompida da tal reflexão por um saudoso tapa no rosto e antes mesmo de dizer um sonoro AI era invadida por outra rola se alojando na minha boca e invadindo minha garganda fazendo com que eu babasse toda como uma criança sem babador, putz que nome nem mesmo hoje lembro do nome dos 9 rapazes

e diante de toda essa degradação ao cair a noite veio a grande surpresa no qual me lembro bem dos detalhes da cena pois minha euforia era tamanha apos me pincharem todos com canetões escrevendo tudo que desejavam desde Puta foda grátis, abuse-me, usa-me como desejar, vagabunda, deposito de porra, toilete, cadela, estúpida, vadia arrombada, amo rolas, entre outras e isso era o que eu conseguia ler na frente e nos braços nas costas e bunda não fazia ideia do que estava escrito

então me devolveram meu plug anal, sim nessa época saia sempre de plug anal como uma garota q resolve por um piercing no umbigo ou um alargador na orelha, não saia de casa sem meu plug anal pus na minha bunda e vesti minha calcinha mas sem antes um dos rapazes pega-la e escrega-la no chão onde havia mijo e porra então vesti e meu sultian se perdeu mas não precisava dele afinal meus micro peitos iria salientar ainda mais meus bicos doloridos que passaram a tarde sendo chupados apertados e por fim decorados com diversos pregadores de roupa vesti meu vestido daqueles que amelia de ficar em casa meio florido e meio transparente mas com um detalhe que o deixou mais excêntrico os olhos do publico que me esperava

Um dos rapazes fez questão de corta-lo ainda mais tornando-o ainda mais curto e fazendo com que a cada passo ficasse muito facil de notar aquela polpa de bunda que naquele momento estava alem de toda escrita como as pernas também e um pouco vermelha devido os inúmeros tapas disputados por mão grossas e pesadas dos machos que me disputavam

Saimos em dois carros e eu a cada farol vermelho era jogada para fora do carro e oferecia ao outro a noite já começará a aparecer os primeiros boêmios e eu lá dentro do carro saboreando rolas com minha boca levando cusparadas e tapas chingos tornará meu sobrenome e já não distinguia mais a realidade mas aquele clima de total humilhação me fazia quer mais e mesmo quando já não aguentava mais a sequencia de rolas surgirá para minha surpresa aventuras que me surpreendi comigo mesma em ser jogada em um beco próximo a mendigos e ser literalmente estrupada por todos novamente ralada e toda dolória e mijada novamente resolveram apos meus gemidos e gritos de clemencia saírem de lá pós apesar de nenhum mendigo que assistia a tudo ter um celular para ligar para policia denunciando um estrupo alguém poderia ouvir e causar problemas para eles e apesar de ter sido estrupada de verdade naquele momento depois que entrei no carro minha alma de puta sem vergonha falou mais alto e antes q alguém pedisse lá estava eu mamando novamente como um abezerra na rola dos rapazes

então passamos a noite eu usada de todas as formas e exposta a um publico estranho q sabia não veria nunca mais e a cada parada a cada bar que passávamos, posto de gasolina ou farol as pessoas não se importavam pois a conversa era sempre a mesma ela é um calouro da faculdade estamos batizando podem humilha-la que ela adora e me mandavam dizer “Me humilha por favor eu sou uma puta imunda “ novos rapazes surgiam nessa aventura querendo tirar uma casquinha mas antes que alguém se enturmasse já estávamos no carro partindo para outro ponto acompanhados de bebidas

em alguns momentos sem que perceberemos eu era tratada como se estivesse passando por uma despedida de solteira e aqueles eram meus primos, no dia seguinte acordei de ressaca, ardida machucada, bem fodida e dores na garganta, joelhos ralados marcas de chupão pelo corpo minha cabeça doía não sei se pela ressaca ou pelos puxões de cabelo e o gosto de mijo na boca parecia não sair me sentia uma privada então tomei um banho coloquei lavei do jeito que deu minha roupa e minha calcinha em baixo do chuveiro escovei meus dentes e minha boca umas 5 vezes coloquei minha roupa em um saquinho de percado e peguei emprestado um camisão com meu amigo no qual fiz um vestido amarando um cinto na cintura tomei um copo de leite gelado com umas torradas q estavam em cima da mesa e sai de fininho sem acordar os rapazes sabendo que poderia correr o risco de ter que servi-los novamente e mesmo naquele estado sabia q minha alma de puta submissa não exitaria em ajoelhar e cair de boca na rola do primeiro que mandasse eu fazer, então resolvi sair na ponta dos pés e mesmo sofrendo mesmo me sentido usada e toda machucada dolorida com algumas letras ainda no meu braço que não conseguia ter tirado todas no chuveiro olhava aqueles borrados e sentia como se todos dentro do vagão do metro me olhassem e minha excitação voltava junto com alguns flash daquela noite

e mesmo sem saber ao certo o que iria dizer ao meu noivo quando ele me visse daquele jeito me pegava imaginando se meu amigo acordar e me ligar tirando satisfação por eu sair sem me despedir eu descria na próxima estação e voltaria para ele como uma cadelinha abanando o rabo e de quatro diante dele e seus amigos me desculparia e não me importaria se de punição recebesse tapas no meu rosto e bunda, porem pela euforia da noite anterior dormiam e acredito q acordaram bem tarde e assim foi confirmada a mim em outra ocasião por mensagem e mesmo sem saber a hora exata sabia que foi tarde

e eu bem eu retornei a minha casa e minha rotina trabalhando de balconista da loja ao lado do salão de beleza que meu noivo trabalha de cabeleireiro

e quando ele me perguntou sobre aquelas marcas em meu corpo apenas disse que havia feito uma despedida de solteiro com minhas amigas e que todas tiveram castigo ele muito sonso nem argumentou e acreditou não se importando em ficar uma semana sem poder chegar perto do meu corpo

e pra falar a verdade nem eu sentia vontade tocar naquela piroquinha de corno, mas depois de 3 semanas esse meu amigo me ligou dizendo que iria fazer uma festa em seu Apé e que minha presença seria marcante e não haveria festa sem eu lá, bem é logico que ele não precisou insistir muito pra que eu fosse e naquele final de tarde enquanto o corno manso trabalhava no sábado atendendo eu servia de puta para não 9 mas dessa vez eram 20 rapazes mas irei deixar essa historia para outro dia

Foto 1 do Conto erotico: degradação e estupro caloura ao curso de Puta

Foto 2 do Conto erotico: degradação e estupro caloura ao curso de Puta

Foto 3 do Conto erotico: degradação e estupro caloura ao curso de Puta

Foto 4 do Conto erotico: degradação e estupro caloura ao curso de Puta

Foto 5 do Conto erotico: degradação e estupro caloura ao curso de Puta


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario mrpain

mrpain Comentou em 04/01/2017

Você sabe explorar os limites da sua imaginação procurando envolver todos que vão ser o quanto vc gosta de explorar seu poder de sedução. Parabéns




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


77949 - boqueteira vem ser minha privadinha (piss) - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 13
77950 - Bambi atende gang bang p Mestre (bdsm) - Categoria: Fetiches - Votos: 11
77951 - se for bem obediente deixo vc me chupar seu CORNO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
79186 - o prazer de chupar - Categoria: Fetiches - Votos: 12
81525 - o prazer de chupar 2 um estranho qualquer - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 7
81819 - Quando arde minha bunda com gosto d fruta proibida - Categoria: Fetiches - Votos: 9
82425 - Calcinha purpura no cinema - Categoria: Fetiches - Votos: 9
83144 - USADA NA MADRUGADA sissy latrina de negros - Categoria: Fetiches - Votos: 12
83412 - visita a um glory hole em um club BDSM - Categoria: Fetiches - Votos: 11
84561 - ACHO Q VIREI A PUTA DO COLÉGIO VICEI EM BEBER XX - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 9
84605 - Cup Noodles mijos e carona - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 10
85050 - USOU MINHA BOK DO JEITO QUE DESEJOU E NEM ME PEDIU - Categoria: Interrraciais - Votos: 8
85260 - Ode ao mestre com carinho (bdsm sissy) - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 4
85388 - Todo corno adora! 1 ª PARTE adestrando (bdsm) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
85496 - A puta do mercado (mais um corno no mundo ) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
86715 - minha bunda pegou fogo no inverno - Categoria: Travesti - Votos: 7
86716 - virei puta na academia - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
86717 - Hard Deep Throat GARGANTA PROFUNDA INICIAÇÃO - Categoria: Fetiches - Votos: 3
86718 - humilho meu marido e ele gosta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
86719 - Sissy pronta a servir (submissão) - Categoria: Fetiches - Votos: 8
87720 - Tornando um Toilet (bdsm piss drink ) - Categoria: Fetiches - Votos: 6
87796 - chocolate e leite D manhã ESTUPRADA na BUNDA - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 10
88345 - hipnose ao prazer *nota* prefácio - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
92333 - uma PUTA de sorte q Faz boquete (ladyboy & BDSM) - Categoria: Fetiches - Votos: 7
92606 - Fiz boquete na virada cultural em publico - Categoria: Fetiches - Votos: 7
98357 - UMA HISTORIA DE HUMILHAÇÃO - Categoria: Lésbicas - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil charlote
charlote

Nome do conto:
degradação e estupro caloura ao curso de Puta

Codigo do conto:
95079

Categoria:
Fetiches

Data da Publicação:
03/01/2017

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


www.nora tarada contos e fotoFilinha putinha dando a bucetinha pro paisinho contos eroticos com fotos e quadrinhos animadosContos eroticos com fotos de podolatria no carroacontos eroticos cheirinho de buceta na calcinhacontos eroticos gay pastorcoto erotico der pono das cazadalesbicas da bucetas grandes esfregando a buceta uma na outrafotonovela erotica cdzinhaConto erotico meu marido me acha bucetudoMinhas filnhas com minha pica conto pornochupando grelo até ferircontos eroticos incestos trai meu marido com meu filhoteconto erótico aliviei ele punhetaquadrinho erótico cunhada peitudaconto erótico traiçãoContos de estupros eroticos com segurancas de escolasmeu filho fez mulher de puta quadrinho eróticoporno quadrinho familiavideos engravidei minha tia aforca contos de sexiconto erotico prima dando para o primocontoerotico dezecho da mulhercontos eroticos gay de chacreiro comendo filhinho do patraodesafio ousado queca desafiadamamãe+mamãe.papai++nuaquissercornomeu genro contoscontoeroticocornoirmaoconto erótico roubei a calcinha da vizinhaconto erotico lua de melcontos eroticos comendo o cu da irma goticameu genro contosconto erotico mae safadagay querendo rola em.teresinaconto erotico esposa putaver conto erotico sobre padeirocavala da academia conto erotico parte2contoerotico sou uma mulher muito vulgarcontoeroticoburroContos de tias e sobrinhas safadasnovinha se perde no labirinto i faz sexo com desconhecido dentro do labirintocontos erotico-você fodendo muito meu cuzinhodei para o principe tesudo porno gaybruna lombardesexovovozinha safadihaContos bundas de franguinhascontos u caras muito bemdotado arobou a buceta da mia mulhe na mia frete contosconto incesto ajudandocoroas crentes fudendo o cu contos reoticospedreiros velhos gay contosMadrasta e antiado sex foto quadradinhosFui currada na igreja contosconto eroticos a filha do pastor trai o maridinhocontoeroticopadrastoenteadacontos eroticos gay putinhaporno brasileiro titia da o cuzinho apedadihocontos de incestos chupando a bucetinha da filhinha ainda bebepornocontoincestos[email protected][email protected]conto+eroticocomo deixei meu comer meu filho cuContos trai meu marido com velho negao pedreiroDesabafo de uma mae cap.XXIIIuma noite com o macho da minha esposacontos erotico - a cunhadinhaLoirinho novinho pausudo chegando da peladameu cunhado cheira minha calcinhacontos eróticos de traição as mulheres do pastorcontos fiquei bebada e meu frouxomenina com tezao da sonifero pro irmao e fode gostosoconto erdico karenconto erotivo ci de bebada nao tem donoerotico meu paiporno bebeu demas e foi estrupada com pepinoconto erotico fui na casa da minha sogra e so ta minha cunhadinhacontos eroticos de dupla penetraçãocontos a esposa timida do primomenininhas gozadeirascantos eroticos com maes ciumenta seduzindo filhoco/tos porno de filhos enfiando o dedo na buceta da mae sem permissaovi meu filho comendo a irmãporno de os Simpsonsloira ganha presente surpresa no hotel do marido cornocontos eroticos donaQuadrinhos eroticos incesto sexo com vovo pirocudoconto erotico de tanto ciumes meu irmao me fudeocontos de incesto proibido sograhistória de meu genro piralho me estrupou no mato