MENDIGO COMEDOR – PARTE 05


Click to Download this video!


Como eu tinha me excitado com o olhar do Tonhão, era assim que ele era conhecido, o mendigo, ja tinha botado na cabeça que ia visitar ele, passado uns dias, esperei uma tardezinha, e me preparei, arrumei uma desculpa para ir la, peguei uns pacotes de bolacha e uns doces pra levar la, coloquei na mochila meu short curto, uma camiseta branca básica, e tbm a peruca, mas somente isso, a calcinha já botei por baixo, para sair de casa tava com um shorts mais longo normal, para não chamar atenção de ninguém em casa, sai então por volta das 18 horas.
Peguei minha bicicleta e sai, passei pelos campos, eram no total de três, sendo dois, um de frente para o outro, com a BR cortando no meio, e um mais distante, que era aonde morava ele, inclusive esse campo futebol foi aonde o Andre me comeu a primeira vez, a casa do mendigo não era ao lado campo, tinha um carreador que descia ate onde ele morava, cheguei no tal carreador, e parei numa arvore, embaixo dela tirei o shorts largo e botei o curto e soquei no rabo, ajustei a camiseta e fiquei com duvida se colocava a peruca ou não, resolvi não por, o shorts mantive socado, sentei na bicicleta, arrebitei a bunda e fui descendo o carreador, a casa dele ficava perto de um bambuzal que circundava toda região.
Cheguei finalmente, e um cachorro grande veio me dar oi com latidos fortes, parei a bicicleta, fiquei com medo, sentado na frente da casa de madeira, estava ele, fumando um cigarro de palha, so com uma bermuda, sem camisa, ele gritou com o cachorro e mandou eu chegar, desci da bike e fui andando, o cachorro claro me acompanhando, o Tonhão disse então:
- oi, que surpresa vc aqui, ta perdido ou veio me visitar?
Eu, - vim trazer umas bolachas e doces pra vc!
Ele numa baforada do cigarro de palha deu um sorriso maligno, e engordou os olhos nas minha cochas lisas, já percebendo meu shorts socado, apesar de já estar anoitecendo, estava calor, ele falou então:
- entra ai, vamos sair desse calor!
La dentro era dois cômodos, uma cozinha aonde tinha panelas e pratos pendurados, com um ventilador em cima de um balcão, e um quarto com o mesmo nível de bagunça, la dentro estava melhor que la fora devido ao ventilador, ele falou:
- oque vc me trouxe pra comer?
Que pergunta insinuante essa, puxei a sacola com os doces e bolachas, que tava dentro da mochila, e sem querer minha peruca veio junto e caiu no chão, ele viu ela:
- que isso, uma peruca?
Eu confesso a vcs, não foi intenção minha que caísse, mas caiu, então porque ser santinho agora, - sim, minha peruca!
O pilantrão gostou, disse, - põe ela, deixa eu ver!
Peguei ela do chão e coloquei, ele deu uma olhada daquelas, isso tudo com aquele cigarro de palha soltando fumaça na cozinha dele, ajeitei ela na cabeça e dei uma voltinha, falei, - e ai, oque achou?
Ele, - hum, vc parece uma menina assim!
Disse isso já com a mão na bermuda, alisando o pau, eu já estava no maior tesão, me aproximei dele, e fui direto pegar no pau dele, senti o volume por baixo da bermuda, o cheiro dele era uma mistura do cigarro de palha com um odor forte de suor, e como vcs sabem, eu adoro, ele não disse nada, pegou na minha cabeça e empurrou pra baixo, fiquei de joelhos na frente do zíper da bermuda, puxei ele e abaixei sua bermuda, ate sem zorba ele tava, seu caralho tinha veias grossas, cheio de cabelos no saco, a cabeça estava coberta com pele, o pinto dele era meio torto, cheguei perto com meu nariz e senti o cheiro vindo dele, de suor e ainda com a fumaça do fumo no ar, fazia tudo me dar mais tesão, sem nem pensar, botei na boca, e comecei a sugar seu pinto.
Conforme eu sugava o pau dele, ia ficando mais grande, minha boca já estava cheia, o gosto era ótimo, eu olhava pra cima e ele fumando e me olhando, com uma mão no cigarro e outra na minha cabeça empurrando, um detalhe, o cachorro dele ao lado olhando eu fazer chupeta, o Tonhão então sentou numa cadeira que estava atrás dele, eu fiquei com uma mão em cada perna dele, e tudo isso sem tirar o pau da boca, com ele sentado, eu conseguia dar bocadas mais gulosas no caralho dele, minha baba escorria por toda vara, so soltei a cabeça da rola para ir no saco dele, e suguei gostoso aquele saco cabeludo, o Tonhão então puxou minha cabeça, e disse, - vem aqui, fica de quarto nessa cadeira!
Eu me levantei e tirei o shorts, fiquei de quatro na cadeira com calcinha, ele foi la atrás, puxou de lado ela, e enfiou um dedo no meu cu, passou um pouquinho, enfiou outro dedo, deu uma alargada no meu rabo com dois dedos, pegou o caralho e já foi enfiando então, ele nem passou muito cuspe no pau e já mandou ver, minha sorte e que eu tinha lambuzado bem ele na chupeta, doeu um pouco mas entrou, tava na cara que ele fazia um tempo que não fodia alguém, tamanha fome e força que socava no meu cu, claro que como boa putinha, so me cabia gemer e rebolar naquela vara.
O cachorro em volta abanava o rabo como se quisesse participar, o Tonhão nem dava bola pra ele, o negocio dele era comer meu cu com força, depois de foder sem parar, tirou o pau pra fora e veio na minha boca, fiquei de quatro mesmo mamando na rola dele, comecei a mamar bem forte, não demorou e ele soltou porra na minha boca, e de todas gozadas que já tinha levado no rabo e na boca, essa foi a mais forte, sem duvida, o pau dele parecia uma bica, realmente tava acumulado, impossível pra mim engolir tudo, escorria porra pela minha boca, ele so tirou o pau depois que saiu a ultima gota, tinha um sofá velho, ele foi e se sentou nele, me levantei tbm e procurei um pano ou toalha pra me limpar de toda aquele porra, depois de me limpar, coloquei minha roupa, tirei a peruca e fui guardando tudo, ele do sofá olhou pra mim e disse:
- espero que volte logo!
Eu, - vamos ver, so peço que vc guarde isso e não conte a ninguém!
Ele, - de boa, vc vindo aqui mais vezes, eu fico tranquilo!
Senti naquela frase uma certa pressão, uma certa chantagem, tipo, “se vc não dar de novo, falo pra todo mundo”, fiquei meio intimidado com aquilo, não disse mais nada e fui embora, será que tinha feito errado dando o cu pra aquele cara.
Passado uns dias, eu estava no meu quarto, e ouvi palmas no portão que dava pra BR, minha mãe gritou e pediu pra eu atender, fui la na janela, e era ele, numa cara de safado falou pra mim, - tem algo pra comer?
Dei uma gelada na barriga, fui na cozinha de casa, disse que era o cara de sempre que pedia comida, minha mãe deu uma vasilha com comida e fui levar, eu estava com roupa normal, sem me mostrar muito, cheguei no portão, e so daí vi uma surpresa, tinha outro com ele, me gelou mais ainda, passei pra ele a vasilha, e disse, - não sabia que tinha outro com vc, isso da pra vcs?
O Tonhão bem safado, - sim, de boa, ele e um chegado meu, de outra cidade, vai fica la em casa uns dias!
O cara claro que sabia que o Tonhão tinha me comido, não falava nada, so olhava eu de cima em baixo, puta que pariu viu, eu fiquei em pânico, o Tonhão vendo minha cara de assustado, disse:
- vai la hoje a tarde, vamos ficar ti esperando!
Falou isso e foi saindo, os dois com cara de safado, eu não disse nada, fechei o portão e cheguei no meu quarto que nem vi, deitei na cama e fiquei pensando, “e agora”, vou ou não vou?
O tesão me dominava, era simples saber oque eu faria!
Fim desta parte, na próxima continua, votem e comentem, beijos.
Foto 1 do Conto erotico: MENDIGO COMEDOR – PARTE 05


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario celo24

celo24 Comentou em 18/07/2017

Show!!!

foto perfil usuario brunace

brunace Comentou em 29/06/2017

adoro ser chantageada, ja aconteceu comigo rs, me senti forçada rs e isso me deu muito tesao

foto perfil usuario silveirasilva

silveirasilva Comentou em 02/05/2017

O Tonhão se deu bem e ainda vai presentear o amigo kkk

foto perfil usuario tutinhacd

tutinhacd Comentou em 28/12/2016

hummm...que delicia de chupeta ...adorei amiga...voltou lá né safadinha ?

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 27/12/2016

Eu quero ser acariciado e dedado assim também! Betto




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


93025 - A primeira experiência. - Categoria: Travesti - Votos: 26
93153 - GOZADA NA BOCA E VARA DE NOVO - PARTE 2 - Categoria: Travesti - Votos: 14
93274 - CAMINHONEIRO COMEDOR NA BR – PARTE 03 - Categoria: Travesti - Votos: 14
93447 - DANDO PRO OUTRO AMIGO - PARTE 4 - Categoria: Travesti - Votos: 8
100304 - Programas na BR - PARTE 10 - Categoria: Travesti - Votos: 12
102935 - Trepada na oficina e uma insinuação de zoo - PARTE 12 - Categoria: Travesti - Votos: 18
107971 - O vagabundo intimidador me pega de novo e me faz pagar sua divida. - PARTE 13 - Categoria: Travesti - Votos: 17

Ficha do conto

Foto Perfil tiffanycrossdresser
tiffanycrossdresser

Nome do conto:
MENDIGO COMEDOR – PARTE 05

Codigo do conto:
94761

Categoria:
Travesti

Data da Publicação:
26/12/2016

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


contos eroticos de gordas carenteswww conto erotico gay de primo com primo com brnovinhas so gost de negraopornoSou puta um muleke contos gayvirei transex contos eróticosenteada nuagozando na mamae quadrinhoContos eroticos marido voyeur esposa pede quero da para outror u s mexendo no glilinho ela gozao meu chefe ta mi fasendo de escrava sexual contos erotcontos eroticos coletania traiçaoconto erotico cunhado maconheiro gaycontos eroticos panela velhaconto esposa vadia adora ser chingada e marido corno chupador de porrapego a enteada estudando de sorti curto e frocho pornoescravizei minha nora contos erotiçosmeu pai pai dos meus filhos contos eroticostravestim chupando gravidasxvideo impinotisa a familia depois comíMateriais heroticos para mulhereswww.quando o corno sai minha inquilina poem um shortinhos e fica se mostrando fui pescar com amigos e marido fuderao meu cuporno zoo Tio sobrinha e cachoro em contos eroticos contos dei minha esposa pra um comedorcontos eroticos de comeram minha esposacheiro da bucetinha da minha filhinhacantoerotico dei para negrão na praia de nudismoContos comendo a vizinha casada barraqueirapenetrei minha mãe bêbadaso bucetudas chorando quando a pica entroubuceta+grandeconto erotico comi duas lactantesdei para o meu pai e para meu irmao contos eroticoscontos eroticos chupando a rola do novinhocontos eroticos com bem dotados fudendo sogravendo foto da minha mae pelada que eu tireiconto erotico minha empregada travestiEsfreegando a pica na maninha inocenti contos eroticcoscontos eroticos xilocainaConto erotico comendo a noiva e estrupandoConto erotico engravidei minha mãeContos eroticos com minha maeconto erotico dopei minha esposa pra ser cornoengeado cagou no meu pau contoemfiei un pipino no cu contoshomem fode a anã carceleiraComtos eroticos com a amiga da minha filha de 15 amosconto erotico apostou e me pagou com boquetecontos com fotos esposas loba de cornopecador usuarioporno mulheres que chaman palavroes na hora de fuder com dotadoscontos papakuera pra ser so uma massagem mas minha esposa agarrou o massagistacontoeroticoburrodoce nanda conto eroticoultimos contos sadocomendo a mae contoscontos eroticos botei um macho pra desvirginar minha filha maeLiga da justiça porno gaykmilinha heitaiwww.contos+de+zoofilia+minha+mae+com+meu+cachorro+de+rols+gg.com.brxoxota dos meus sonhosvideo porno do casal vodikSeiren Contos erotico Ousadias de casal 4contos eroticos gravida de paicontos eroticos comendo a vizinha e o marido olhandoinquilina paga aluguel mama maior pica sexo videosContos eroticos gays com peludomoca transando com avo neto tvconto erotico travesti namorandoconto erotico com nora puta e gostosaconto eroticos gay dei meu cu a meu irmãocontos minha amiga vou ensinar meu marido ser corno hoje na marraformas de cariciar as virgens na camaconto erotico de incesto.minha mae flagrou eu e meu irmaoquero ouvir conto erótico do garotão da farmácia da rola de jumentofoto negra favelada nuaconto gay dominador estupra submissocontos+eroticos+sogra do meu amigo preta gordacoroa casada contoscontos sou uma sobrinha safadinha e putinhacontos minha empregada euma travesti morenacontos eroticos com vendedora de cocada baianaconto erotico de inserçãoirmãs gozando fundaboy sex xxxi futoconto compartilhei minha esposaConto dr estrupo na mesa de sinucaTiazinha Popozuda