Achei que corneava, fui triplamemte corneado 2


Click to this video!


Olá sou Vítor e vou continuar a segunda parte do terceiro conto meu aqui,relatando a história da minha vida, onde o foco principal é minha enteada.Sugiro que leiam os dois primeiros pra que possam entender melhor.
Depois de avisar a vadia da minha esposa Flavia, eu parti rumo a cidade da mjnha enteada Lavinia e sua amiga Rafaela. No caminho Liguei pra minha enteada, que atendeu já me dizendo:
Oi Vítor, saudade meu lindo.
Eu:oi minha delicinha, adivinha pra onde eu tô indo?
Ela: ebaaaaaaaaa, ta vindo aqui claro, paizinho lindo! eu saio do estágio as 18 hrs, mais prometo não atrasar, vou ligar pra Rafa, ela tá na casa e te faz companhia, e peço também pra ela por umas cervejas pra gelar, bjsssss até mais.
Ela desligou, e eu fiquei de pau duro na hora, por estar falando com ela, e saber que iria mais uma vez avançar um sinal, mais um degrau em busca daquele corpinho lindo, que antes eu respeitava, mais agora já via com outros olhos.E também pelo fato de saber que rafa estaria sozinha, aí já viu né.
E não deu outra, cheguei 13 hrs ainda e fui recebido por Rafa, que ao abrir a porta, me fez deparar com seu corpo nu, nuzinho mesmo.A putinha falou:
Oi tio, que saudades, quando a Lavinia me ligou que vc estava vindo, pensei em mil maneiras de te recepcionar, achei está a útil!
Eu: sorte sua que vim sozinho, sua loucaaa.
E aí abracei ela forte, apertando seu corpo todo, e já fui metendo 3 dedos pra dentro daquela chana arrombadinha,o tesão foi a mil, ela gemia alto, fechamos a porta e nos jogamos no carpe da sala, e ali mesmo começamos a nos chupar, mamei naqueles peitos gostosos enquanto ela ia tirando meu pau pra fora, e dizendo que não parava de pensar no dia em que arrombei ela com minha pica grossa,a bucetona dela nessas alturas já estava babando, resolvi não judiar nem de mim e nem dela, nem deixei ela chupar e já fui botando o pau todinho na chana dela, bombei gostoso durante uns 25 minutos, gozamos duas vezes cada, não tirei de dentro hora nenhuma, a beijei muito durante as estocadas, mordiscava sua orelha e via ela ir a loucura a cada bombada mais funda, sentindo a rola arromba-lá ainda mais.Fiquei dentro dela até o pau amolecer por inteiro e senti ao mesmo tempo a porra que ia escorrendo da buceta dela, caindo e sujando o carpe.Sai de cima, sentindo que tinha me aliviado, como se fosse um desafogo esse papai e mamãe intenso que tivemos, que jamais imaginei ter com outra mulher que não a Flávia.A safada quebrou o clima quando levou a boca no carpe e lambeu toda porra que estava no chão, aí já peguei nos cabelos dela e voltei à trata-lá como putinha, fudi seu cuzinho um pouco e dei outra gozada, desta vez na sua cara de safada.
Chamei ela pra tomar um banho comigo,ficamos sossegados debaixo do chuveiro,nos tocamos muito, dedilhei ela muito e chupei bastante seus peitos e buceta, nada além disso e beijos.
Antes que minha enteada chegasse, trocamos altas idéias e eu não só me abri com ela a respeito da minha esposa, como mostrei trechos do vídeo, já que havia trazido o pen drive comigo.Ela ficou surpresa, mais questionou o fato de eu tbm ter traído e disse que eu tentasse relaxar, que aquilo ali não seria o fim do mundo, e que se eu quisesse poderia descontar tudo com ela, sempre que eu quisesse.
Falei o quanto ela estava sendo legal comigo, compreensiva, e que estava adorando meter com ela.Eu lembrei do fato que ela mencionou na outra vez que estive passeando por lá e indaguei:
Oh Rafa, na outra vez que estive aqui vc insinuou coisas sobre minha enteada comigo, e deixou no ar algumas dúvidas, naquela ocasião não tive tempo de te perguntar sobre, mais gostaria que vc me dissesse já que estamos levando um papo legal.
Ela: Vítor! impossível que vc não perceba que a Lavinia é louca por vc, e que existe um climão entre vcs dois, quando estão juntos.
Eu: claro que existe, a gente se ama como se fossemos pai e filha, existe carinho e respeito acima de tudo.
Ela: kkkkkkkkkkkk, Corta essa Vítor, dexa de ser safado, até ela que é mais retraída já assumiu que sente um tesão incontrolável por vc, vai querer me enrolar que não tem nada da sua parte.
Eu: como assim Rafa, oque ela te disse?
Ela:falou que tudo que ela não encontrou nos poucos homens (rapazes) com ela se relacionou até hoje, ela encontrou em vc, e que ela sente que o relacionamento de vcs a cada dia que passa, fica mais forte e ultrapassa os limites da normalidade que antes existia.
EU:então vc quer me dizer que ela teve decepções amorosas, e ve em mim um alguém que ela traça como perfil de homem ideal mais que no fundo não pode ter nada a mais?
ELA:isso, isso. A lavinia ficou uns meses com um carinha aí, ele dizia que curtia ela e tals,mais quando quer comer ele vem atrás, quando pinta mulher diferente na area, ele da uma desculpinha qualquer.Ela não tem tido muita sorte no amor, aí a gente até andou se pegando algumas vezes, pra trocarmos carícias
EU: vcs oque, não me diga que?
ELA: sim, kkkkkk, nada demais.A gente se dá bem, ela é minha única amiga, e eu curto meio de tudo, vc nem imagina.Mas foi 4 ou 5 vezes, quando a gente bebe e tá sem ninguém, largadas aqui, aí a gente tem uns briquedinhos de sex shop, a gente fica zuando uma com a outra.
Eu estava tendo surpresas atrás de surpresas, mais esta sem dúvida superava minha imaginação.Minha enteada toda gostosinha, além de dedo podre no amor, tirando a zica com sua amiga doidinha, por essa eu não esperava.
Continuei:
Rafa,eu vou ser sincero com vc, eu estou sentindo algo inexplicável sim pela minha enteada, mas forte que eu até, eu quero muito ela como mulher, mas tenho medo do que possa acontecer depois, é diferente de vc por exemplo que eu quero tbm, mais consegui uma sintonia rápida, vc é solta, descolada e mete pra caralho, é safada e gostosa, tem minha mulher que já meio que desanimei tbm, a essa hora pode tá fazendo outra suruba daquelas, mais quer saber nem me importo, estou confuso.
Ela: relaxa Vítor, vou te ajudar com a Lavinia, vou sair hoje amanhã, vou pra casa dos meus pais e deixar vcs dois sozinhos, aí vc mostra o vídeo da mãe dela com outros caras, aí vc consegue o que quer,vai tirar dela o peso de estar traindo a mãe dela, isso que as vezes impediu que ela já tivesse dado pra vc, ela não é tão bobinha, vai por mim.
EU: mais e quanto a eu ter traído a mãe dela contigo, não seria justo jogar a mãe dela no fogo e eu ficar acobertado, ela ficaria com raiva de mim se descobrisse depois que menti pra poder come-lá.
ELA: faz assim,não mostra o vídeo então, eu viajo deixo vcs dois sozinhos, e vc vê se rola de vcs ficarem juntos, aí depois disso dificilmente vcs se largam, e vão querer outras vezes, aí nas suas visitinhas eu aproveito pra tirar uma casquinha, e também quem sabe não rola da gente fazer um sexo nós três.
Eu respondi a ela:
A primeira ideia é boa, vou fazer.
A segunda também é boa, e no que depender de mim a gente pode dormir sempre na mesma cama, mais eu não quero assustar ela agora.Quanto a nós dois e a casquinha, se eu disser não estarei mentindo a mim mesmo, então a gentempode continuar sempre que tivermos oportunidade.
Ok combinado!
Minha enteada chegou no horário combinado, e como sempre pulou no meu pescoço feito doida, me beijando e abraçando com o carinho de sempre, perguntou por sua mãe, eu disse que ela viria sábado pela manhã, Rafaela também comunicou que no outro dia (sexta feira) iria pra casa dos pais, e a gente aproveitou aquela noite de quinta feira pra ir num barzinho de universitários, nós três!
Conheci os amigos delas, amigas também, inclusive o sujeito que fez minha enteada sofrer.Ela me pareceu agir naturalmente perto dele, meio com indiferença, talvez pela minha presença sentiu-se protegida, Rafaela também me mostrou seus peguetes, antigos peguetes, possíveis peguetes e tudo mais, rimos a noite toda.Eu realmente estava gostando daquele clima ali com as duas, principalmente mudando meu conceito sobre rafa, que parecia ser mal compreendida, além de um puta mulherão.
Chegando em casa, as duas já meio alegres pelas bebidas (vodca),um pouco soltinhas mais não bêbadas,já nem perguntei e fui entrando no quarto da minha enteada, e pedindo a toalha pra tomar banho.Ela como no outro dia, pediu que eu entrasse que ela levaria depois.Antes que eu terminasse ela adentra com duas toalhas nas mãos e o corpo nu,e me olha sorrindo, antes que vc termine paizinho, ajuda a esfregar minhas costas.
Quando eu vi aquele monumento na minha frente com aqueles peitos de médios a grandes, firmes e com bicos durinhos apontados pra cima, uma barriguinha chapada e uma bucetinha carnudinha, estufada e lisinha por falta de pêlos, eu quase cai pra trás.Meu cacete respondeu imediatamente e ela me zuou: Vitor seu safado, é pra vc esfregar minhas costas, não pra ficar com essa rola dura aí apontada pra mim, kkkkk
Eu: Lavinia, se quer me matar né, vira aqui deixa eu te ajudar e sair logo desse banheiro que eu não sou de ferro. Ela então virou de costas, eu a ensaboei e fiquei acariciando suas costas como quem está dando banho em alguém,eu encostava nela e deixava que ela sentisse a vara dura e grossa esfregar na sua bundinha gostosa.Ela então não resistiu e agarrou a rola e ainda de costas pra mim à punhetou umas quatro vezes, dizendo:
Nossa paizinho, esse trem não amoloce não? como é que minha mãe aguenta tudo isso?
Eu:menina não provoca,sua mãe quando não aguenta da duas viagens.Ela riu, e eu então aproveitei para acariciar seus peitos e ensaboa los sempre passando meu dedinho nos biquinhos.
Virei ela de frente pra mim, nossos corpos pegavam fogo, e então a beijei nos lábios profundamente, beijei como quem quisesse engolir, ela da mesma forma me agarrou e unhou minhas costas, me falando que não estava aguentando mais, eu falava no ouvido dela, beijava seu pescoço e dizia que queria chupa-lá todinha, e dar carinho pra ela de uma maneira diferente.Ela retribuia minhas carícias e palavras, ao mesmo tempo que punhetava minha rola, agarrava com força, tateando e sentindo a grossura da rola que iria arromba-lá.Desci meus lábios nos seus peitos, mamei com vontade, abocanhava um dos peitos, engolindo quase todo e com a língua fazia carícias até quando me faltava ar, aí ia pro outro peito, ela delirava e eu ia passando minha mão sobre seu corpo todo, até chegar na sua bucetinha.Comecei a tocar uma siririca na buceta dela, ela gemia alto, sem se importar se Rafa ia ouvir ou não, eu novamente virei ela bem de frente e colada a mim,inclinei-me um pouco pra baixo e posicionei a rola na entrada da sua buceta, encostei ela na parede levantando um pouco a sua perna e deixei a rola preta caçar aquele buraquinho tão desejado, a rola foi entrando devagarinho, enquanto a água do chuveiro caia sobre minhas costas, respingando nela.quando eu introduzi quase todo meu pau dentro da buceta dela e preparava o vai vem de uma maneira mais acelerada, eis que surge batendo na porta do banheiro a Rafaela.
Toc, toc toc toc....
Desculpa incomodar, mais a Flávia já ligou 6 vezes, no telefone de vcs, eu não atendi por que não sei oque vou dizer, e ela ta mandando whats pra mim aqui e não visualizei ainda, oque faço?
Lavinia então fica sem palavras, e começa apavorar-se, eu então me antecipo a ela e digo:
Já, já estamos indo Rafa, é rápido, não atende e nem manda nada no whats, a Lavinia passou mal aqui da bebida, já saímos
Lavinia então pede que eu pare, se desespera.Eu ainda dou umas quatro estocadas, mais ela pede que eu pare de verdade, pede até por favor, eu então tiro de dentro o meu pau ainda muito duro, ela sai rumo ao quarto, se enxuga e se veste, com os olhos lacrimejados e vai pegar o celular na sala.
Saio depois, e chego quando ela está falando com a mãe (Flavia)no celular, meio aos prantos e justificando que bebeu um pouco demais, que havíamos acabado de chegar e estava passando mal, mas que à amava, pra não se preocupar.
Ela desliga então, e sai em direção ao quarto.Quando vou atrás, ela se vira e me olha nos olhos com um olhar de culpa, e pede desculpas e diz que ela é a culpada, pede que eu não entre no quarto, pois vai chavear a porta, e que no outro dia conversamos. Eu saio meio triste e vou dormir no quarto de visitas, Rafaela então deita comigo,não fazemos nada, apenas dormimos de conchinha um com o outro trocando carícias um pouco mais afetivas.
Próximo conto continua o desfecho!
Abraços.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


93422 - Enteada e eu, surgindo um sentimento diferente. - Categoria: Incesto - Votos: 16
93526 - Alisando a enteada e comendo sua amiga - Categoria: Incesto - Votos: 7
94629 - Achei que corneava, mas fui triplamente corneado - Categoria: Incesto - Votos: 7
94813 - Metendo com a enteada o dia todo - Categoria: Incesto - Votos: 9

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico vitor17rs

Nome do conto:
Achei que corneava, fui triplamemte corneado 2

Codigo do conto:
94630

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
23/12/2016

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


quadrinho assedio pornoConto erotico meu aproveitei do meu pai bebadoconto erotico pai e filhaquadrinhos eroticos bdsmConto erotico sogra e sogrorasgando a buceta conto eróticorelatos eróticos reais incesto mãe sentada no colocontos eroticos flagrei minha esposa seduzindo meu amigocontos eróticos de casal que marido e gay e corno de fortaleza ceno conto erotico melho tramsa d minha vida foi com minha mae e minha tiacasa dos contos eroticos minha filha mim pediu para chupalacontos eroticos um negao tirou minha virgindade e fiquei gravidacontos eroticos minha vizinha me chamou pra seu amantecontos eróticos de nerds gayschupando no onibus conto eroticoconto erotico bisex 2017 curitibacontos porno jumentoconto erotico sexo escondidocontos de pau meladoContos bundas de franguinhasconto erótico meu namorado adoro meu pingalocontos eroticos meu tio pegou meu primo me fudendo e me fudeu tambemPorno contos incesto mamaes ensinam tudo as ninfetinhas inicio orgiasmeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhoConto erotico de primanamorada traicao submisso conto eroticosogra gostosa metendovcom o genroeu sou do riu de Janeiro e a minha mamãe pediu pra que eu gozace dentro da buceta delaconto corno chora esposa gemendocontos erotico com fotos tio e as meninasultimos contos sadomazoquistacontos eróticos comi o cu do filho da mendigacontos comi a mulher do meu enteado novinhacontos eróticos de brigas e reconciliaçãocontos eroticos esposa e o andarilhoirmã boa contoHq porno gayconto erotico tia lesbicacontos papakuporno contos eroticos filhasexo gay fora do normalapaixonei pela Minha Irmã e fiz sexoflagras de mulheres andando de taxi de saia sem calcinha doida pra fuder 2017conto erotico pegando no pausexo gay piratascontos erotico mestre de obra.pauzudocontos eroticos chantageada pelo cunhadogaymozpornocdzinhas nuas fotos no clo do coroapsicologas rabudas contoscontos de corno deacailandiaconto erotico engravidei minha maeMadrasta e antiado sex foto quadradinhosconto erotucos eu esoosa e familia nuscotoerodico de cornochiquititas mosca e duda porno gayContos eroticos churrasco em casa pros amigosContos guey oralTrai meu marido com um garoto roludopornô hentais o filho bebado comedo a mãe em desenhoconto erotico meu tioporn em quadrinhos pegando a tiaContos eróticos chwpa bocetaengravidei conto erotico2017HQ porno gay brasil x-men Evolutionconto erotico encontro excontos negaocontos eroticos vi minha esposa me traiContoeroticoo Estuprada pelo papai e vovocontos erotico surpresa pra minha mulher troca de casaiso primeiro chifre do meu maridotransei com pica gostoso do meu aluno deliciacontos eroticos fudendo minha bisavoxvideos.incesto.pauzudo.arrebentandoA Cu Invocante completoconto erotico filha e sobrinhamae e filha lesbicas esfregandoganhei punheta enteada contosConto erotico mae dando bucetaconto erotico de neta sendo castigado pelo avo taradoEroticotomeu irmao mete a rola com força na minha buceta contoquadrinhos eróticos emrabado a viúvacontos eroticos chantageada pelo megadotadoComi meu irmao com uma protex de pau conto eroticode calcinha e suutian no carnaval contos gayconto erotico esposa na baladaconto meu amigo comeu minhaesposa a forçaconto erotico sobre gordinhameu cunhado abusa de mim