sexo com a cunhada separada 1


Click to Download this video!


Tudo começou quando conheci a família da minha namorada, que tinha duas irmãs sendo uma mais velha, na época uns 33 anos. Desde aquele momento achava ela um tesão, sempre linda, seis medios durinhos cinturinha fina, pernas grossas bem torneadas, quadril largo,uma bunda deliciosa, empinada, grande e bem redondinha e uma buceta bem carnuda, secava muito ela na praia. porém era casada e bastante séria. Mas tudo mudou quando ela se separou, depois de bastante tempo sem homem, começou a sair com as amigas, festas, e alguns pilequinhos.
Então certa vez nessas saidas ela acabou passando na bebida e para não preocupar a família, acabou me ligando para ir buscar ela. Já tinha uma relação boa com ela. Cheguei na festa onde ela estava, ela entrou no carro e fomos pra casa dela, cheguei la deixei ela na porta, ela me deu um beijo no rosto me agradeceu e entrou. Uma semana depois a mesma coisa, ela me liga para ir buscar ela.
Cheguei la ela entrou no carro ajudada pelas amigas, e no caminho falava que a festa estava boa, ria muito, dizia que estava curtindo a vida de solteira. Chegamos na casa dela e tive que ajuda-la a entrar. Perguntei se ela precisava de mais alguma coisa. Ela ria disse que estava muito bem, cambaleava um pouco, tirou seus sapatos e sentou no sofá e falou:
-Preciso de um banho.
Ela se levantou e tentava abrir o ziper do vestido, bem curtinho por sinal que mostrava as pernas gostosas dela e não conseguindo pediu:
-Me ajuda aqui a abrir. Tá dificil.
Ela se virou de costas pra mim ajeitou o cabelo mostrando o pescoço e eu fui abrindo o ziper, revelando as costas nua dela, inda até a bunda, deixando aparecer uma calcinha fio dental. Aquilo me deixou com muito tesão e pensando besteira, mas me controlei. Ela fez o que eu não esperava abaixou o vestido empinando aquela bunda gostosa e foi caminhando para o banho. Eu estava na sala de pau duro e resolvi dar uma passada na frente do banheiro que estava com a porta aberta. Vi ela no banho deliciosa e ela não percebeu, me contive voltei pra sala e esperei ela que saiu com um babydoll, falei que já ia e ela me abraçou deu um beijo no rosto e agradeceu:
-brigada por ter me buscado, não ia conseguir sozinha.
Fui embora pensando mil coisas.
Foi então que 2 semanas depois aconteceu a mesmo coisas.
Ela me chama fui buscar ela, ela bem alegre e falante, entrou no meu carro e fomos pra casa dela.
Perguntei a ela como estava as paqueras e ela desse:
-tá legal mas ninguém bom, e estou louco por um macho.
Fiquei louco quando ouvi aquilo
Ela estava com um vestido branco bem colado que deixava a marca da calcinha bem pequena, e também com ziper. Chegamos a casa dela tive que ajudar ela a entrar de novo. Ela fui andando agarrada no meu pescoço dizendo que eu era o cunhado preferido dela. Na sala ela me deu um beijo no rosto e perguntou:
- não queres me ajudar a abrir meu vestido?
Eu falei – sim tudo bem.
Fui abrindo o vestido até a bunda dela e ficando de pau duro. Pude ver a calcinha fio dendal preta sendo engolida pela bunda dela. Na mesma hora ela foi abaixando o vestido, dando uma roboladinha, mostrando todo aquele corpo gostoso. Ela estava cambaleando muito, pediu para que eu ajudasse ela a ir para o banheiro. Chegando no banheiro ela se encostou na pia e pediu para eu ligar o chuveiro. Foi quando ela pediu:
- me ajuda a tirar minha calcinha, não consigo me abaixar.
Nessa hora fiquei louco, mas estava com tanto tesão que aproveitei. Fui abaixando a calcinha dela bem devagar até eu ficar de joelho na frente dela, olhando aquela buceta bem carnuda e lisinha enquanto ela se apoiava na pia. Segurei ela pela cintura e coloquei ela debaixo do chuveiro.
Fiquei ali vendo aquela gostosa tomando banho, louco pra bater uma punheta e ela me olhava com uma carina bem safada. Ela terminou e pediu ajuda para se secar.
Fui passando a toalha no corpo dela, ela apoiou a mão na pia de novo, enquanto eu passava a toalha naquela bunda linda. Quando ela foi pra cama pediu para eu levar ela, peguei ela no colo ainda nua e levei ela pra cama. Nessa hora ela me puxou e me deu um beijo na boca, e eu aproveitei pra passar a mão pela cintura dela. Ela embreagada foi abrindo minha bermuda e pegando meu pau.
Perguntei o que ela tava fazendo. E ela disse:
-estou te agradecendo por tudo e matando minha vontade.
Ela tirou meu pau da cueca e colocou na boca, chupando bem gostoso e batendo uma punheta me deixando eu com mais tesão. Ela parou e falo:
- eu vi que tavas de pau duro e vejo como tu me come com os olhos, agora vem me comer, quero sentir teu pau dentro de mim.
Deixei ela deitada e cai chupando a buceta dela, que já estava bem molhada. Passava a língua bem devagar na buceta carnuda dela, fui subindo beijando ela, quando ela pegou meu pau e colocou na entrada da buceta dela. Não aguentei e fui metendo enquanto ela robolava encaixando bem.
Eu falei:
- tu é muito gostosa, estava doido pra te comer.
Ela disse:
- então vem me fuder bem gostoso que estou louca pra dar pra ti. Come a tua cunhada vai.
Aquilo me deixou loco. Bombei forte na buceta carnuda dela, bem fundo enquanto ela agarrada em mim gemia alto e gostoso. Ela rebolava no meu pau e eu segurava na cinturinha dela, prendendo ela e metendo fundo. Um momento ela falou:
- vem me comer de quatro e meter esse pau gostoso na tua cunhadinha puta.
Ela ficou de quatro, empinado aquela bunda gostosa e mostrando aquela buceta. Logo coloque nela, e segurando pela cintura comecei a bombar forte. Meu pau entrava bem fundo sentindo o fim da bucetinha apertada dela. Ela rebolava junto gemendo e falando:
-isso vai, me come assim, mete forte esse pau gostoso.
Eu abria ela com meu pau que é grosso, vendo aquela buceta bem abertinha, e resolvi mexer na buceta dela pela frente enquanto comia ela de quatro. Ela gemendo disse:
- faz assim, faz que eu vou gozar, não para de me comer, me chama de puta, vai.
Apertei o grelo dela, e bombe forte falando:
-Vem gozar sua gostosa, rebola no pau, faz assim sua putinha, sei que tu está louca pra gozar.
Ela dava bundadas fortes em mim e eu metia forte, quando ela começou a estremecer seu corpo e gozar e sem dar tempo, fiz ela ficar deitada de bruços na cama, e falei:
- agora empina bem essa bunda gostosa que eu quero gozar nessa putinha.
Ela fez, e rebolava, gemendo e urrando, meti sem pena, apenas querendo gozar.
Ela falava:
-vai, me come seu safado, mete tudo na minha buceta, fode a tua cunhada putinha, goza em mim.
Ouvindo aquilo acabei gozando bem gostoso na buceta dela, beijei as costas dela e cai para o lado.
Ficamos abraçados até ela pegar no sono bom depois de uma foda que ela não tinha desde que tinha se separado.
Depois me arrumei e fui embora, esperando acontecer de novo e esperando o dia seguinte.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


92266 - sexo com a cunhada separada 2 - Categoria: Incesto - Votos: 9
92267 - sexo com a cunhada separada 3 - Categoria: Incesto - Votos: 9
92610 - tentando a irmã. - Categoria: Incesto - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico natinho

Nome do conto:
sexo com a cunhada separada 1

Codigo do conto:
92264

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
21/11/2016

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto erotico inesperadoconto do cornocomi uma menina de 12 conto eroticoconto erotico ajudei meu primo e virei cornoConto porno desdi pequena pai e mae me comecomo me tornei prostitutafilha virgem contoconto erotico desvirginadaver o pau do meu irmao doro contoconto erotico de patricinhaPokémon sexocontos eroticos gays com homens de 25 cmcontos eroticos estupro vovo e netoေအာစာအုပ္contos eroticos minha cunhada dava pra mim sempre que minha esposa dormia pois ela mora conoscocontos+eroticos+portugalcolocando a cadelinha na jaula pornoAsemana do saco cheio 3 quadrinho eroticoconto gay melhor.amigofui forçada c eroticoPorno de irma voila irmao se pensar de problemacontos eróticos meu primo comeu minha b***** no carrobara otaku o melhor dia dos pais gay pornConto erotico linguadinha no cuzinho da sograhentai gay pt brlevei chifre contocontos foryes de mastubatcasado hetero fraga sublinho nu sedus o novinhoconfesso que ccontos eroticos chupando minha betasou loirinha dei o cu aem parar no beco escuro contos eroticoscontos eroticos estuprada pelo sorveterozecoa o bem dotadoconto erotico estuprada de mini saiacontos eroticos minha mulher nao aguento o roludo no cinemaFudi meu tio no jardim contos eroticos de gayscontos heroticos sou corno e chupo minha esposa com porrachantagiei minha irmã parte 2Contos erotico nora na piscina com biquini minusculo mostrando os pentelhos e e arrombadaporno encoxada na balada sentindo pau na mao e ela gostacontos eroticos tirei sangue do cu virgem da minha sobrinhacantoerotico dei para negrão na praia de nudismopedindo pru amante gosar denntrro ds busetaquadradinho porno bbarhistoria ti sogra transando com genrocontos.bebedor.de.urinadona dalva conto eroticocontos eróticos de filha ficou gafida deavo pelada e cu de margarinahistoria em quadrinho mae e filho pornocontos+de+casada+querendo+pau+de+negroxvideos.mobile.com/cinquentoes peladoscontos eroticos de muleque dando o cuirmão e irmã eu meu irmão e ele me ama incestos contos eroticoscontos eróticos minha vizinha na praiainiciacao e castigos bdsm contosme enganou e me comeu. pornoloiras procurando negoes pirocudos quadrinhos eroticosfudendo minha mae e irma contoscontoeroticodevirgemcontos eroticos fotosgemendo e fritado como loco pau novinho gay fotoscontos do mamador de banheirovedeo porno chupei a rola do meu padrasto ater sai leitinconto erotico com meninasNatercia porno videoscontos eroticosconto eroticos a filha do pastor trai o maridinhocontos eroticos sou gordinha e me exibo sem calcinhaultimos conto sadocotoerodico de cornoConto Gay o machão pegador de gatinhas que virou pegador de pauBundao conto eroticoContos eroticos com motorista macho do uberContos éroticos caseiro taradão da rolona grossa rasgando o cusinho da patroa loirinhaqual a senssao q a mulher sente na buceta peluda quando e estrupadaincesto contos eroticos dora sinsuporno as brasileira casada da o cu apedadiho pro amate