O namorado da minha mãe comeu minha namorada part3


Click to Download this video!


Quando eu estava na frente da choupana me preparando para sair, minha mãe já vinha chegando, eu numa espécie de mecanismo de defesa para protegê-la e evitar o pior, tive como reação, ir ao encontro dela chamando-a bem alto alertando eles e tentando atrasá-la para que o que quer que Bia e Ed faziam naquela cozinha e eles ficarem cientes da presença de mamãe ali, lhe perguntei algumas amenidades, mas era inútil, pois ela respondia entrando na choupana, novamente não entendia minha reação de ir atrás dela para evitar algo, eu estava exercendo um comportamento alcoviteiro, acobertando algo que sabia que estava errado, quem dera eu soubesse o que logo em breve saberia, que na verdade Ed além de um mestre da sedução, era também um grande estrategista psicológico e o que ele estava fazendo na verdade era testando meus limites, dosando meus atos, me doutrinando para ser o que ele queria que eu fosse.
Ao adentrarmos a casa, Bia ainda estava na pia lavando algo, mas estava toda vermelha e seu cabelo despenteado, minha mãe ao vela disse-lhe que dentro de casa ela poderia vestir algo que ela gostava, não precisava ficar nua, ela respondeu a minha mãe dizendo que já havia se acostumado a ficar pelada e que tinha de aproveitar já que amanha iríamos voltar para casa, minha mãe sorriu e foi atrás de Ed, Ed havia entrado no banheiro e mamãe foi perguntar a ele se sabia sobre o luau que haveria naquela noite, ele disse que sim que seria muito bom que nos fossemos, em quanto Ed conversava com mamãe na sala, não pude deixar de notar que o cuzinho de Bianca estava meio avermelhado e que parecia que algo tinha tentado entrar ali a base de força quando tentei questionar Bianca sobre o ocorrido, ela me lembrou da encomenda de Ed.
Fui ate a recepção meio desacreditado que houvesse algo lá, mas qual minha surpresa quando me repassaram um pacote com o nome de Ed como destinatário, quando eu voltei mamãe e Bianca não estavam, entreguei o pacote para Ed e perguntei o paradeiro delas, ai ele me disse que elas teriam ido a cidade fazer compras para a festa, nesse momento resolvi aproveitar que estávamos sós, decide confrontar Ed sobre tudo que estava havendo.
Meio gaguejando fui contando a ele tudo que sabia que estava achando tudo muito estranho e perguntei quais eram suas reais intenções e nesse momento ele começou a rir, disse-me que eu havia demorado a lhe propor esta conversar, mas que de acordo com o que ele havia previsto eu estava ate em tempo, me contou que gostava muito de minha mãe, mas que só se interessou em se aproximar dela mesmo quando viu Bianca com aquela carinha de inocente e aquele corpão de mulher quando ambas estavam fazendo compras juntas no supermercado, que a principio pensou que fossem mãe e filha e assim daria um jeito de enrolar a mulher para comer a filha, mas depois sabendo da ausência de parentesco procurou um jeito de seduzir minha mãe, pois só assim se soubesse jogar bem como namorado de minha mãe, conseguiria seduzir a menina, pensou que eu poderia ser um problema, mas ele ficou com muito tesão nela e depois percebeu que eu era lento em relação as coisas, então planejou essa viagem e que quando viu a bucetinha mimosa e virgem de Bianca nua na sua frente e sua bunda carnuda e empinada que ele já cobiçava a tempos, seu tesão em come-la só aumentou e que já havia passado do ponto sem retorno, pois já havia brincado muito com a comida e já estava no ponto e decidiu que logo mais, ele estaria cravando seu cacetão nela, fazendo-a mulher, ele disse que ate já poderia ter feito isso, mas sempre surgiam eventualidades, mas que dessa noite não passava e ele iria comer minha namorada durante o luau, ele ainda me disse que eu não levasse para o lado pessoal e que ele já tinha me dado o toque que ela estava no ponto e já que eu não aproveitei e come a menina, ele não podia deixar passar uma bunda daquela e um priquitinho mimoso e virgem como o de Bianca sem levar uma carga do seu canhão que é como ele gosta de se referir ao seu pênis e que eu não me preocupasse e nem me metesse, pois ele comeria Bianca muito bem comida e sem camisinha e só a soltaria depois de descarregar toda a porra que estava acumulada em seus ovos dentro do priquitinho dela.
Depois de tudo que ele me disse eu ate pensei em partir pra cima dele, mas achei melhor não, pois quem podia acabar com o cu rodando era eu, depois de nossa conversa ele me mostrou o conteúdo da caixa, que era uma coleira de couro com uma placa de aço escrito Bianca e saiu rindo e balançando a rola e eu fiquei lá na sala com um semblante triste, resolvi preparar minhas malas para a viagem no outro dia.
A chácara estava sendo toda preparada o espaço de palco e umas tendas, como era um evento as pessoas teriam de usar roupas leves, tipo biquínis camisas leves e bermudas, Ed como era da casa usaria uma espécie de toga que era um tipo de saia onde por baixo ele ficava nu e uma gravata, isso era para identificar os organizadores, mas todos deveriam ficar vestidos no local do luau, pois teria uma banda de fora, tal de Savage Gardem que eram amigos do dono da chácara, tava tudo muito bonito.
Quando elas chegaram, mamãe foi tomar banho e Bia ficou comigo ali no sofá ainda vestida com a roupa que saiu, Ed estava no quarto, ao terminar o banho mamãe foi descansar um pouco antes do evento e Ed veio para a sala, nisso sua pica estava mole, ele então chamou Bia para tomar banho, daí Bia começou a tirar a roupa ali mesmo parecia que já estava dominada por ele e o pau de Ed começou a endurecer, eles foram meio que abraçados para o banheiro com ele segurando a bunda dela com o braço que a abraçava, eu dei um tempo e fui ver o que eles estavam fazendo, em quanto o chuveiro estava ligado, Bia pagava um boquete do caralho em ED, chupando com muita vontade, parecia faminta, ele só gemia segurando sua cabeça e murmurava dizendo que hoje ele ia comer ela todinha, ela começou a manipular o grelho e chupar bem forte forçando sua garganta a ir mais fundo, babando todo o caralho, então ele começou a segurar por suas orelhas e a fuder sua garganta, o olho dela parecia de uma morta todo revirado, logo Ed não se conteve e deu um urro, seu testículo estava se contraindo o que mostrava que ele estava enchendo a garganta da Bia de porra, ele gozava e dava algumas bombadas em sua garganta em quanto ela batia uma siririca freneticamente, quando terminou ele a largou lá no chão e ao passar por mim na porta do banheiro, disse que agora eu podia usar o banheiro.
Me aproximei de Bia e ela deitada no Box, parecia curtir um gozo que acabara de ter, de sua boca babada saia um pouco de sêmen, seu corpo se contraia e ela ria, eu a levantei e dei um banho nela, passei minha mão por todo seu corpo que ainda tremia, meu pau estava duro e ela ao perceber começou a bater uma punhetinha pra mim, aquilo foi muito bom quando eu estava prestes a gozar ela me deu um selinho na boca e direcionou meu gozo para o ralo do Box, eu gozei e ela saiu.
Quando sai do banheiro Bia estava deitada em seu quarto de bruços e Ed estava deitado no sofá quando cheguei na sala ele tipo olhou atrás de algo, então foi ate o quarto de Bianca e deve ter visto o bumbum empinado dela de bruços ali e voltou ate mim dizendo que não ia aguentar ate mais tarde não e voltou ao quarto, logo ouvi uns barulhos e uns gemidinhos dela, eu fique com vontade de ir ate lá, mas o medo de alguma coisa me segurou algo que eu não sabia o que era e novamente me perdi em meus pensamentos, devo ter me perdido por tempo demais, pois fui despertado com Ed vindo lá de dentro com Bianca suspensa em seus braços, que novamente estava na posição onde ele segurava suas pernas por trás dos joelhos, de costas para ele e ela estava com um braço cobrindo seus seios e com a outra mão cobrindo seu rosto, ao que parecia seu cu e toda sua bunda estavam babados e a piroca de Ed estava duro feito aço e a cabeçona inchada, presa na entrada do cu de Bianca, foi quando ele disse que tinha trazido aquela putinha ate a sala por que iria me mostrar como é que se comia um cu e ia ser agora, então ele começou a força sua pica no cu de Bianca e a cabeça foi ganhando espaço e Bianca foi gemendo ainda suspensa e mordendo o dedo, acho que para não gritar eu via a cabeçona da pica dele sumir no cu da minha namoradinha, ele fazia força ate que a cabeça passou, Bia deu um gemidinho que parecia uma éguinha no cio, então ele disse que pronto o cogumelo já havia entrado, agora o resto é mais fácil, Bia arfava com aquilo em seu cu, sua cara estava pálida e eu assistia a tudo com os olhos vidrados e o coração na boca, então ele agarrou os ombros dela com força sem sair da posição e começou a enterrar seu caralho rasgando o cuzinho dela, ela já começara a emitir um gritinho agudo, quando rapidamente eu tapei sua boca para que com seus gritos não acordasse minha mãe, com isso Ed não teve pena e afundou seu caralho ate o talo no cuzinho dela tirando sangue do rabo de Bia, então voltou a segura-la como antes e começou a socar nela, não tinha como segurar sua boca, mas ela não estava gritando, só gemendo um pouco e sua boca estava aberta constantemente babando como se ela estivesse drogada, Ed socava e repetia “toma sua fedelha foi brincar com pau agora aguenta, dentre outras coisas como putinha, vadia e cadela”, virava pra mim e dizia como o cuzinho de Bianca era maravilhoso, quentinho, acolhedor e guloso, que estava mamando seu pau tão gostoso, que tinha valido a pena esperar para fuder aquele cuzinho e arrancar suas pregas, dava risada e dizia que estava rasgando as preguinhas do cu da minha namorada, logo Ed começou a bombar o cu dela com mais força e rapidez de uma forma muito vigorosa e Bia começou a gemer gostoso e a apertar seus próprios seios ela estava dominada por aquele macho, nisso ele dizia a ela “geme quenguinha, geme no cacetão do titio Ed, escuta Leandro como essa putinha geme gostoso no meu pau” ele continuava socando forte e ela gemendo, com uma das mãos esmagava o peito e com a outra manipula sua vagina, logo ele não aguentou mais e deu uma socada forte pra dentro do cu dela dando uma tremenda esporrada e urrando, estava enchendo o cu dela de porra, isso parece ter tido efeito em Bianca que gozou nesse mesmo momento, tão forte que sua vagina expeliu algo na minha testa, pensei ate que fosse mijo, mas não era outra coisa, algo com um cheiro adocicado, logo ela ficou toda molinha nos braços de Ed, que estava curtindo em quanto seu pau lançava jatos e mais jatos dentro do cu de Bianca, ele a levantava e descia em seu pau só para curtir a maceis de sua bunda em quanto gozava, ambos pareciam viajar de olhos cerrados e bocas abertas com as sensações do pôs-gozo.
Após terminar de encher o reto de Bia de sêmen, Ed jogou ela em cima de mim no sofá pôs a piroca na boca dela para limpar, deu uma cuspida na cara dela e foi pro quarto dormir mais minha mãe, ela ali jogada em cima de mim parecendo uma morta e com seu cu vermelho, vertendo porra eu de pau duro, me aproveitei e soquei minha piroca em sua boca, fiz ela chupar um pouco e logo quis gozar então soquei com vontade em sua boca e gozei, só que ela não engoliu a porra, se levantou e cuspiu a porra a minha cara e voltou para seu quarto com o cu ainda inchado pingando porra, limpei o chão e resolvi tirar um cochilo na sala para me recuperar de toda aquela atividade.
Mais tarde nos arrumamos para o evento, minha mãe com uma camisa branca e uma saia grande também branca, Ed com sua toga e uma camiseta branca, eu fui de camisa e short brancos também e Bianca pôs um top branco com a parte de baixo de um biquíni branco que ela tem que é estilo fio dental aza delta, o que deixou sua bela bunda em evidência de forma que só tapava mesmo o buraco do cu e o capo de fusca da frente, chegamos estava tudo arrumado com palco a banda ainda não tinha chegado, tendas muito bonitas espalhadas pelo local, mesas com um serviço de Buffet constante e todo mundo de branco e com roupas leves, parecia ate um réveillon na praia, pegamos uma mesa para nos e começamos a curti o evento logo Ed pegou uns drinques para ele e minha mãe, eram uns Martines de maçã, como minha mãe não esta acostumada a beber com dois drinques ela já estava altinha e Ed disse para pegarmos algo para beber também, tinha um cara na mesa de drinques e Bia foi e pegou o mesmo que Ed tinha pegado pra minha mãe e o cara não disse nada ai quando eu fui pegar ele disse que não dava bebida para menor que eu podia pegar um refrigerante no freezer, eu disse que ela tinha a mesma idade que eu e ele tipo ficou rindo de mim e acabou que por não me dar o drinque e Ed veio ate a mesa e disse que era melhor mesmo eu num beber, pois tinha que ajudar minha mãe caso ele ficasse bêbado, falando isso pegou mais um drinque para ele e outro para Bianca que também já estava altinha com o primeiro copo, agora já ia ficar meio bêbada, olhei para a mesa e minha mãe já ria feito menino e ficava meio despercebida das coisas, pois nesse meio tempo Bianca fingindo que tinha derrubado algo debaixo da mesa estava demorando a emergi sua cabeça, então fui olhar e ela estava era pagando uma senhora gulosa na pica de Ed debaixo da mesa onde sua toga estava afastada e sua rola a mostra e ele segurando a cabeça dela quando eu subi ele ate piscou o olho para mim, minha mãe já muito alegre disse que ia mais para próximo do palco, pois a banda já estava tocando e ela queria dançar no meio das pessoas, no que ela saiu pouco depois Ed fez uma careta e deu um gemido e alguns segundos depois Bianca levantou com o canto da boca ainda sujo de porra e visivelmente bêbada, aquele Martine parece que sobe muito rápido, pois logo da efeito.
Ed olhou pra ela e perguntou se ela tinha curtido a bebida, no que ela respondeu rindo muito com a cabeça que sim, ele disse que ela estava com a cara meio mamada, dando ênfase à palavra mamada, ele a pôs o colo e a segurava pela nuca e com a outra mão brincava com os peitos dela por cima do top eu olhei para o publico procurando minha mãe e não a via, fiquei preocupado ate mesmo pelo fato dela esta alcoolizada, então disse a eles que ia procurar minha mãe, ambos trocavam um beijo de língua nesse momento e pareceram não ter dado muita atenção, logo a vi meio derrubada próximo ao palco, quando eu olhava para a mesa via Ed e Bia se agarrando, ele dava uns malhos nela apertando-a contra seu corpo em quanto enfiava sua língua na boquinha de minha namorada, mas eu tinha de ajudar minha mãe não podia ir ate lá, ate mesmo por que a minha presença lá não era garantia disso não acontecer, então tratei de levar minha mãe ate uma das tendas e deixá-la confortável.
Quando voltei à mesa eles tinham sumido, perguntei ao cara dos drinques e ele disse tinha os visto indo em direção aos bancos de areia, este era o mesmo lugar aonde Ed ia conseguindo inaugurar o cu de Bia daquela vez, mas não deu certo por causa do horário, mas agora com todos no evento era o local perfeito para o abate.
Fui correndo ate o lugar, onde já tinha uma tenda pronta para ele, mas foi como se tivesse chegado só a tempo de assistir ao que seria o desfecho desta historia, ambos estavam nus, Bia estava deitada de bruços nas almofadas da tenda com suas pernocas bem abertas e Ed estava em cima dela dominando-a com seu corpo másculo e com sua cabeçorra na portinha da bucetinha de menina dela, parecia apenas aguardar minha chegada, pois antes de começar a penetração ele olhou para trás como se quisesse constatar minha presença, pegou a coleira, pôs no pescoço dela e então segurou forte sua cintura e começou a enfiar sua tora na bucetinha mimosa de Bianca, esta que por sua vez gemia tão gostoso nesse momento e emitia uma espécie de chorinho, mas era evidentemente visível o tesão estampado em sua cara, cara essa que seria a descrição física do próprio prazer.
Sem sombra de duvida minha namorada estava irremediavelmente dominada e apaixonada pelo namorado calhorda de minha pobre mãezinha, as pernas dele faziam pressão em suas pernocas e seu corpo cobria o dela, dava para ver que sua pica descomunal havia alargado a bucetinha de Bianca e ele agora que havia rompido seu hímen, começou a gritar “olha corninho, num disse que ia tirar o cabacinho dessa putinha, te avisei, te avisei agora curte.”, gritava varias vezes isso e dava gargalhadas e socava a pica cadenciadamente dentro dela, enquanto Bia se desmanchava de prazer, gemendo e dando gritinhos agudos, nesse momento Ed a pegou nos braços virando-a de frente pra ele e continuou socando em sua vagina, trocando beijos de língua com Bia.
Os olhos dela brilhavam e seus corpos se mexiam muito rápido e em total sincronia, eu não consegui resistir àquela cena tão envolvente e comecei a bater uma punheta sentado na areia, assistindo de camarote a todos os lances deles, ele virando ela de quatro e socando com vontade em sua buceta e a pegando pela cintura e metendo com força, por fim suspendendo-a nos braços de frente para ele e após algum tempo de um sexo intenso onde Ed alisava todo o corpo dela e a comia forte, ambos muito suados, de repente, ambos dão um grito anormal que parecia ate uma canção de coro com perfeita harmonia entre as vozes, foi ali que notei que Ed lavava a buceta dela de porra e Bia estava gozando feito uma desvairada na pica dele, após um gozo que parece ter se prolongado por alguns minutos, ambos caem deitados nas almofadas exaustos, sem contar que assistindo essa transa deles, eu gozei umas três vezes batendo punheta e acabei cochilando por ali também.
Acordei algumas horas depois já amanhecendo o dia, com Bianca já vestida com a roupa que estava e me chamando para voltarmos, perguntei por Ed, no que ela respondeu que ele já tinha ido há algum tempo, eu tinha certa vergonha de olhar ela nos olhos e ela estava falando baixo, parecia que também estava envergonhada, seguimos para a choupana, lá encontrando ele e minha mãe já arrumando tudo para a viagem de volta, Ed perguntou se eu tinha gostado da noite, eu apenas fiz que sim com a cabeça e ele respondeu que tinha adorado tudo, minha mãe disse que bebeu tanto que nem lembrava de nada, coitada e Bia disse que ia tomar banho para irmos, depois que ela saiu e se arrumou eu fui e fiz o mesmo e saímos dali, cheios de novas lembranças e algumas duvidas.
Voltando ao nosso ambiente, eu só fiquei com Bianca mais umas duas semanas e terminei o namoro, ela fez uma cara de quem já sabia, mas ela continuou frequentando minha casa, lógico quando nem eu e nem minha mãe estávamos, nessas idas, ele deve ter comido ela de verdade sem pena, mas seus pais não sabiam que tínhamos terminado, e na rua os meninos tipo sabiam que ele estava pegando a Bianca, pois me apelidaram de manso e viram algumas vezes Ed passear com Bianca como namorados por alguns lugares, mas um dia cheguei da escola e ela não havia ido para aula, havia varias roupas jogadas no chão da sala, o bermudão de Ed e a farda colegial de bianca, composta por uma saia de pregas e a camisa do colégio e próximo a porta do meu quarto uma calcinha de renda rosada, quando me aproximo do meu quarto a vejo de quatro na minha cama e Ed fudendo sua bunda, os pais dela ainda devem pensar que ela é virgem, minha mãe nunca desconfiou de nada e ainda vive pregada no pau do Ed e ainda me apareceu com uma tatuagem na nadiga esquerda tatuado “ED” como se fosse uma vaca marcada, conversando com ele ficou claro que ele gosta mesmo é do jogo psicológico que ele faz com as pessoas, mas que com Bianca tinha sido sedução pura e que ela também tem uma tatuagem na testa do priquito escrito “ED”, já eu aprendi a duras penas sobre cuidar do que é meu e ficar esperto, ter mais atitude e ate hoje ainda não arrumei outra namorada, pois fiquei traumatizado e tenho medo de que se eu arrumar alguma garota e Ed a vir, ele queira comer ela também (:P).Um abraço do Canalha.
Foto 1 do Conto erotico: O namorado da minha mãe comeu minha namorada part3

Foto 2 do Conto erotico: O namorado da minha mãe comeu minha namorada part3

Foto 3 do Conto erotico: O namorado da minha mãe comeu minha namorada part3

Foto 4 do Conto erotico: O namorado da minha mãe comeu minha namorada part3

Foto 5 do Conto erotico: O namorado da minha mãe comeu minha namorada part3


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario liacasada

liacasada Comentou em 15/11/2016

Muito bpm, votado

foto perfil usuario voyspmen

voyspmen Comentou em 05/11/2016

isso com certeza aconteceria, vc nasceu pra ser um corninho, com ela ou com outra, kkk, votadíssimo adorei todas as partes

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 25/10/2016

Ué delícia de namorada e esse coroa, que fode sua mãe, huummmmmmmm! Betto

foto perfil usuario ingredcajaty

ingredcajaty Comentou em 25/10/2016

amei o desfecho, super excitante a sua historia com a putinha e que padrasto hein, quero pra mim rsrs.

foto perfil usuario mich

mich Comentou em 25/10/2016

Muito boa a serie, deliciosamente contada, parabéns!!!

foto perfil usuario guto_poa_rs

guto_poa_rs Comentou em 25/10/2016

Parabens pela Historia. Voce foi o corninho perfeito. Submisso. Adorei a historia mesmo. Só faltou a sua namorada chamar voce de corninho enquanto estava perdendo os cabacinhos. Que namorada putinha e gostosa vc arrumou. Votado




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


71147 - Meu vizinho roubou a inocência da minha noiva - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
71289 - Meu vizinho roubou a inocência da minha noiva 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
71331 - Tirei o cabaço de mamãe 01 - Categoria: Incesto - Votos: 25
71366 - Tirei o cabaço de mamãe 02 - Categoria: Incesto - Votos: 30
71641 - Tio roludo arregaçou minha jovem esposa bunduda 01 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 35
71642 - Tio roludo arregaçou minha jovem esposa bunduda 02 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
71643 - Tio roludo arregaçou minha jovem esposa bunduda 03 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
71645 - Tio roludo arregaçou minha jovem esposa bunduda 04 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
71647 - Tio roludo arregaçou minha jovem esposa bunduda 05 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
71649 - Tio roludo arregaçou minha jovem esposa bunduda 06 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
73854 - Meu Amigo Pintudo Estourou A Buceta da Minha Namor - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
73855 - Esposa nova é foda - Categoria: Fantasias - Votos: 26
89249 - Minha esposa abusada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 33
90565 - O namorado da minha mãe comeu minha namorada part1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
90572 - O namorado da minha mãe comeu minha namorada part2 - Categoria: Virgens - Votos: 19

Ficha do conto

Foto Perfil scanalha
scanalha

Nome do conto:
O namorado da minha mãe comeu minha namorada part3

Codigo do conto:
91015

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
25/10/2016

Quant.de Votos:
13

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


contos lesbicas conteacoes incestoentiadacontoeroticocontos eroticos filha casada fode com seu pai que tem um pau de 27cmscontos eroticos novinha espiando seus tios transaremcontoeroticovaqueiroConto erótico de filha que ficou gravida do paiTio indo no parquinho com as sobrinhas curiosas contos eroticoscontos minha irmazinha punheteiratio fudendo a rabudacontos eróticos de gay comi meu colega de trabalhocontos eroticos gay cheiro de rolacontos eroticos de incesto: meu filho me arrombou todaconto erótico deu para um estranho com meu marido no cinemaconto erotico esposa entalada até o sacocontos eroticos ilustrada comi minha irma dormindodesabafos de incestoVOVO NETAS PORNO FAVORiTOcontos eroticos de coroas cagando no pauConto erotico cavalo pequenoContos virgens peludasconto erotico maconheiro boqueteContos erótico d novinha a conduzir cm um vestido mostrando a sua calcinhaquadrinho erotico estupro emocionante 3vídeo meu cunhado me Pegou de surpresaconto erotico femdom traiçaocontos eróticos só dos corno que gosta de se castigado pela a rapariga da esposaconto erotico em quadrinho encostando no onibusporno quadrinho professorascontoerotico.esconto erotico gordavidio d sexo com tio comendo a sobrinha brincando com elacontos de filhos espiando a maedando o cuvaginas mais gostosas de moziniciacao e castigos bdsm contosbaixar novinha sentindo pau porno mozconto erotico agarrada a forçacontos gozei gostoso dando o cuminha tia peladamibha amiga travesti conto eróticocontos eróticos hipnotizei minhamãe parte2Conto erotico fui fagrada brincando de esconde esconde X vidio fraguei minha irmã sendo estrupada pelo meu padrasto quadrinhos insestos matando a saudadeultimos contos eróticosquadradinho erotico de travesteconto erotico passei a mao na tia na multidaoconto erotico tia lucia parte 4conto erotico peitudaporno rijoLactofilia com tia pornCamila minha enteada e******** ainda tireigozando so no cu da Veronicagrupal contocontos de incesto modelo para meu filholevando uma encoxada no ônibusporno em quadrinho minha mae dando pro meu amigo negro na festamamae putinha contoMeu tio e carreteiro sou menina viagei cm ele n hr de dormi um delcia senti seu penis em mincontoerotico com velho safadoconto erotico minha namorada disse que era virgemContos eroticos de travestis do dote avantajado.conto de encesto sou filho único mamae e casadametlendo na filha no hentaifotos em quadinhos porno vigindadexvideos de nifesta teno priqueto rasgado pelo negãoconto erotico consolo2017 as delícias do incesto quadrinhos caseirosconto a pregadora da igreja safadaporno sofucado ate desmairvirei femeaconto erótico assedio de fio dentalcontos comi minha filha de menocontos veridico incesto eu e minha esposa e meu irmao fodendo e bem dotadoultimos contos sadoconto erotico bundudaconto de não aguentei a pica grande no meu cu apertadoConto erotico.bebe roludoentrei no quarto errado e me fudi contos de incestocontos eroticos mae e filho no hotel fazendacontos erotico de estradaConto erotico novinha grita no cavalomulher fica emgatada com cachorroConto erotico de Recife com video