Uma estranha deliciosa


Click to Download this video!


Uma estranha deliciosa

Cá estou eu de novo minhas queridas...
Hoje é uma coisa diferente, mas que não foge nada daquilo que eu adoro... Mulheres!
Sabe aqueles dias em que você só quer sair do trabalho, ir pra casa tomar um banho e uma taça de vinho? Foi assim que meu dia estava acabando, quando me peguei pensando em como seria ter uma noite quente de sexo casual, mas quem eu poderia levar para minha casa naquela noite. Estava sozinha em casa, claro que por opção minha. Sempre que eu quiser tenho sempre minhas escravas Tânia e Suzy para me darem prazer. Embora Tânia nessa noite tivesse seu marido em casa não estaria disponível, mas Suzy está sempre ao meu dispor. Essa nunca me falta.
Mas voltando aquela noite...
Quem poderia me dar o prazer que eu tanto queria naquela noite? Foi quando resolvi que dessa vez eu não iria somente para casa tomar banho, jantar e chamar Suzy ou ligar a uma amiga. Naquela noite eu queria uma coisa diferente.
Afinal de contas eu sou uma mulher madura, bem sucedida e mereço ter prazer. Então, ao sair do trabalho peguei meu carro e me dirigi a um restaurante, estava sentada no balcão tomando um chardonnay e pensando em como eu era patética, pensando em como é que eu iria conseguir sexo em um lugar como esse? Quem seria a pessoa que desejaria dar prazer a uma mulher que acabara de conhecer?
Passei pelo menos duas horas no restaurante, observando como as pessoas que estavam lá pareciam ser tão vazias e monótonas, quando resolvi ir em embora uma jovem aparentando ter seus 22 anos esbarrou em mim e derramou meia taça de vinho tinto em minha blusa favorita...
– Mas que droga! Você deveria olhar por onde anda.
– Desculpa, eu não fiz por querer…
– É, ninguém nunca faz nada por querer.
– Bem… deixe me ajuda-la a tirar secar isso… a proposito meu nome é Valéria e você como se chama?
– Me chama Andréia e não, você não poderá me ajudar porque essa mancha não vai sair, era minha blusa preferida.
– Então, já que foi perda total, deixe-me compensa-la, eu posso pagar um drink?
– Serio? Você acha que pode compensar uma blusa de 150 reais com um drink de 30 reais?
– Não, eu quero pegar seu numero depois do drink e te pagar uma blusa nova!
Eu furiosa que estava nem havia percebido antes, mas ela era linda, uma morena de cabelos cacheados um corpo invejável, lábios carnudos, foi quando decidi sentar ao seu lado e aceitar a bebida, afinal era o minimo que ela poderia fazer para compensar a besteira que fez.
– Certo, eu aceito
– Realmente eu peço sinceras desculpas, não queria estraga a sua blusa
– Tá, deixa pra lá, não adianta mais nada, já manchou.
– E então o que você faz?
– Eu sou enfermeira e trabalho no Spa aqui perto, e você Valéria?
– Eu… eu sou gerente em uma empresa aqui perto também.
– Sério? me desculpa perguntar quantos anos você tem? Porque você parece ser tão jovem para ser gerente de algo.
– Tenho 26 anos e você?
– Eu tenho 38. Você não parece ter essa idade achei que tinha 22.
– Serio?!
–Sim… olha tá ficando tarde e eu tenho que ir para casa.
– Entendo seu namorado deve esta esperando por você.
– Não tenho namorado
– Namorada?
– Não…
– Hum quer ir na minha casa é aqui do lado, podemos beber mais um pouco, e eu te empresto uma blusa para não ir suja para casa.
– Pode ser!
Continuamos conversando durante o caminho, nunca imaginei que iria conhecer uma mulher em um restaurante, que sujaria minha roupa e faria amizade com ela, mas lá estava eu caminhando do lado de uma bela mulher, que a não ser que fosse coisa de minha cabeça estava dando em cima de mim, e sinceramente se eu queria sexo quem melhor que uma mulher para me satisfazer?!
Ao chegarmos em seu apartamento, ela me convidou para entrar, depois que fechou a porta ela disse:
– Não acha melhor tomar um banho para colocar uma roupa limpa?
– Não será muito incomodo? Eu não quero dar trabalho algum!
– Imagina, o banheiro fica no corredor segunda porta a direita tem toalhas limpas e sabonete, você toma seu banho e eu vou pegar uma blusa pra você.
– Tudo bem.
Quando entrei no banheiro e comecei a tirar a roupa ela bateu na porta
– você pode me entregar a blusa eu lavo, quem sabe a mancha não sai.
Depois que terminei o banho sai para colocar a roupa que ela iria me emprestar, quando me deparo com ela na sala, usando um espartilho vermelho com detalhes de rendas pretas, com uma calcinha fio dental também vermelha e sinta liga, com uma meia preta, e uma salto agulha e seus lindos cabelos cacheados soltos, ela estava linda, sensual e seu corpo, ai… aquele corpo uma tom moreno caramelo, de dar água na boca… suas curvas eram incríveis, pareciam com curvas de uma violão, nossa aquela foi uma cena difícil de esquecer. Não tive tempo de pergunta e nem de falar nada, pois assim que comecei a viajar naquele corpo, percebi que ela estava vindo em minha direção, deu um sorriso malicioso no canto dos seus lábios carnudos, passou a mão por debaixo do meu cabelo puxou de leve e me beijou, um beijo intenso e delicioso, seus lábios pareciam veludo tocando os meus, primeiro encostou ao de leve e depois colocou a sua língua em minha boca, acariciou e massageou minha língua com a sua, depois chupou meu lábio inferior e mordiscou, puxou minha cabeça virando a para o lado e sussurrou em meu ouvido: – eu prometo que vou compensar você.
Foi descendo sua mão pelo meu pescoço até que chegou em meu seios, que já estavam duros, passou a língua em meu meu mamilo e depois sugou para si tão intenso que não aguentei e gemi, o mesmo fez com o outro, depois de me deixar naquele estado me levou para seu quarto onde jogou meu roupão no chão e me deitou em sua cama, de seguida começou a lamber minha barriga até meu umbigo, quando chegou em minha boceta, ela não lambeu logo de vez, ela acariciou, depois beijou, os grandes lábios e por fim me lambeu começando com movimentos lentos, para depois aumentar a velocidade. Me deixou tão louca que eu estava toda molhada, chupou, lambeu, mordiscou, sugou até que resolveu ceder aos meus pedidos, o de me foder com dois dedos ela me penetrou sempre começando devagar e logo depois depois indo com mais velocidade, a medida que ela ia mais rápido, meus gemidos também aumentavam.
– isso… me fode… me come… aaaaai
ela me batia na cara, me xingava
– cachorra… vadia… vagabunda… geme mais alto vai.
Então me colocou de quatro meteu seus dedos em mim, me puxou pelo cabelo e enquanto me fodia metendo e tirando os dedos com força. Sussurrava em meu ouvido: - Gostosa… sua boceta tem um sabor delicioso, o seu sabor, continua gemendo sua cadela.
Depois me colocou de lado e continuou me comendo, nossa nunca tive uma pessoa tão dedicada a me dar prazer como ela estava me dando, ela colocava e tirava aqueles dedos, depois os deixava dentro de mim e mexia tão gostoso, que não podia mais aguentar e eu gozei. Respiração ofegante, batimentos cardíacos acelerados, eu estava com um sorriso, um sorriso de satisfação, de quem tinha acabado de realizar a vontade de foder gostoso, aliás de ser fodida bem gostoso, eu que sei é tão gostoso dar para uma mulher, mas como aquela e do jeito que tudo tinha começado era totalmente diferente. Geralmente sou eu que sou a sedutora, dessa vez foi ao contrário. Adorei ser deduzida por ela, foi fantástico.
Depois que eu gozei tomamos um banho, eu vesti a blusa que Valéria me emprestou dei meu telefone pois estava pensando em como seria quando eu fosse devolver a sua blusa.
Quando for devolver a sua blusa vos contarei tudo que aconteceu. Dessa vez irei preparada com alguns brinquedos, se ela não tiver já vou preparada. Mas concerteza que Valéria deve ter um monte deles. Só que minha intenção agora é inverter a situação e ser eu a foder ela.
Me aguardem...
"Andréia Felina"


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario bomderemadas

bomderemadas Comentou em 25/12/2016

Excitante ??

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 25/10/2016

Delícia de intimidade, me excitam seus contos! Betto




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


67296 - Eu Andréia me confesso - Categoria: Lésbicas - Votos: 44
67399 - A minha segunda vez. com Viviane, claro - Categoria: Lésbicas - Votos: 42
67514 - Meu sonho se tornou realidade. - Categoria: Lésbicas - Votos: 40
67517 - Com a doutora Patricia ( parte 1) - Categoria: Lésbicas - Votos: 51
67518 - Com a doutora Patricia ( parte 2 ) - Categoria: Lésbicas - Votos: 28
67583 - Com a minha nora - Categoria: Lésbicas - Votos: 48
67940 - Mãe e filha recém conhecidas - Categoria: Lésbicas - Votos: 35
68212 - Orgia a cinco - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 25
68213 - Marta e sua filha Sandra - Categoria: Lésbicas - Votos: 18
68388 - As duplas penetrações de Marta e sua filha Sandra - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 53
68794 - As minhas escravas - Categoria: Lésbicas - Votos: 13
68850 - Entreguei Sandra e sua mãe à doutora Patricia - Categoria: Lésbicas - Votos: 15
77663 - A recepcionista - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
84909 - A minha dentista linda - Categoria: Lésbicas - Votos: 10
84912 - Um final de semana na chácara da minha amiga - Categoria: Lésbicas - Votos: 8
84926 - Festinha com minha prima - Categoria: Lésbicas - Votos: 8
84969 - Minha vizinha desesperada - Categoria: Lésbicas - Votos: 15
84997 - Sobrinha carinhosa - Categoria: Lésbicas - Votos: 16
85302 - Minha cunhada carente - Categoria: Lésbicas - Votos: 14
85441 - Traí meu marido com seu amigo - Categoria: Heterosexual - Votos: 28
86940 - A esposa do Prefeito - Categoria: Lésbicas - Votos: 13
90464 - Num casamento - Categoria: Lésbicas - Votos: 6
90683 - A visita - Categoria: Lésbicas - Votos: 9
90760 - A policial - Inspeção nocturna - Categoria: Lésbicas - Votos: 10
91251 - A médica substituta - Categoria: Lésbicas - Votos: 28
91402 - Esfrega sua boquinha em mim - Categoria: Lésbicas - Votos: 10
91451 - Doutora Vanessa ( ficção) - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
91754 - Esfrega sua boquinha em mim II - Categoria: Lésbicas - Votos: 12
92001 - Esfrega sua boquinha em mim III - Categoria: Lésbicas - Votos: 12
92395 - Esfrega sua boquinha em mim IV - Categoria: Lésbicas - Votos: 10
92622 - A portuguesa carente mas muito safada - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 12
92655 - Debaixo da mesa do restaurante - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
93298 - Alberto, o amigo de meu filho - Categoria: Heterosexual - Votos: 12
93386 - Nossaaa!!! Meu tio me comeu toda - Categoria: Heterosexual - Votos: 15
93456 - Com Liliane e seu amigo - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
93459 - Um esclarecimento - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
93530 - Tímida mas maliciosa - Categoria: Lésbicas - Votos: 6
94583 - Um sonho meu - Categoria: Lésbicas - Votos: 8
94730 - Minha amiga pagou para me ver masturbando - Categoria: Lésbicas - Votos: 20
95049 - A Doutora Juíza - Categoria: Lésbicas - Votos: 18
95164 - Gozando muito com a ninfeta no Rio - Categoria: Lésbicas - Votos: 16
95704 - Com um casal da internet - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 15
95705 - Final de semana em São Paulo com Beatriz - Categoria: Lésbicas - Votos: 9
95746 - Fui cantada por uma menininha - Categoria: Lésbicas - Votos: 13
95834 - De volta à chácara da minha amiga - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 16
95873 - A filhinha virgem do casal de evangélicos - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 23
95894 - A minha cunhada carente, alguém se lembra dela? - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 13
96639 - Acabei dando para o meu filho - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 25
96782 - A esposa submissa do administrador - Categoria: Lésbicas - Votos: 9
97051 - A mãe evangélica da minha menina - Categoria: Lésbicas - Votos: 18
97170 - O meu amigo advogado - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
102941 - A minha amiga Rosa ( a mulatinha ) - Categoria: Lésbicas - Votos: 15
103035 - Começou numa noite fria - Categoria: Lésbicas - Votos: 6
103039 - O técnico da internet era uma mulher - Categoria: Lésbicas - Votos: 12
103064 - A minha amiga Rosa ( a mulatinha ) segunda parte - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 17
103153 - Meu filho comendo a titia comigo assistindo - Categoria: Incesto - Votos: 42
103272 - Comemos minha sobrinha com sua mãe dormindo ali ao lado - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 24
103340 - No escuro do cinema ela me convenceu - Categoria: Lésbicas - Votos: 16
103422 - Finalmente minha cunhada e sua filha transaram - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 21
103649 - A minha primeira vez - Categoria: Lésbicas - Votos: 7
103720 - Consegui a reconciliação entre meu filho e minha ex nora - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 26
103824 - Uma viúva me provocou... Teve o que merecia - Categoria: Lésbicas - Votos: 16
103848 - Meu tio queria me comer de novo... Mas fui eu quem comeu sua esposa - Categoria: Lésbicas - Votos: 12
104113 - Uma louca perseguição... E uma noite de sonho - Categoria: Lésbicas - Votos: 12
104607 - Ana agora é submissa... E arrombada - Categoria: - Votos: 17

Ficha do conto

Foto Perfil andreiafelina
andreiafelina

Nome do conto:
Uma estranha deliciosa

Codigo do conto:
90963

Categoria:
Lésbicas

Data da Publicação:
23/10/2016

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


www.xvidio prima neguinha virgemadoro abrir minha perna pra mostrar minha bucetaespiando o pescador bem dotado sem cuecacontos eroticos chrfaConto erotico de ménina 12 mostrando a bucetinhanegro porno quadrinhoshq porno na praia de nudismoconto erotico sogro pausudo de cuecaconto ertico sou juíza mais sou safadaenpurando o cara xvideoContos eroticos coroa izabelMeu corno gosta do meu cu bem arrombadoconto esposa vadia adora ser chingada e marido corno chupador de porraconto erotico gay esperando caminhoneiro para darconto erotico estrupando uma traveco gay e fazendo ela desmaiaconto gay bebado perdidocontos minha mulher deu no clube de nudismomamae.putaCONTOS FOTOS EROTICOS SOGRAS E GENRO PIROCUDOcontos eroticos andando de moto sem calcinhacontos papakuconto erotico maquinha gulosacontos eroticos incesto com fotos pag 50Incesto 7 em nome da mae e do filho phrevista pornoos moleques acabaram com o casado conto erótico gayconto cu abertoconto erotico fodi minha companheira de trabalhocomendo o cu do meu primo quadrinhos pornocastidade masculina contos eróticoswww.contoerotico.com/coroa gostosacamioneiro gay malandro fotoporno contos eroticos meu amigo enterrou tudo no meu cuzinhouma vez sem camisinha aconteceu acidente contocontos gays de incestos.com/ novinho fui violentado por meu pai me viciei no pau delea primeira vez que dei a bucetinha foi a forca contosrapaz exitado no moleton xvidioContos eroticos.eu e os velhinhos no grupalmeu irmao casou com uma negra eu chantagiei ela contosvireo amante do meu filhotransando com a interna contosconto erotico com foto de mulher casadacontos eroticos afilhada dando o cu pra padrinhoporno gay priminhobundudoconto+dei a bunda e meu marido ganhou empregovelho metendo em netinha porno fragante na.esposa no barzinho contos eróticospai e filho rasgando o cu filha quadrinhoconto erotico com fotos/ rabo da maeconto erotico ele nao e meu irmaorola no cuhistoriaDepois que eu fui embora da praia com a minha sobrinha eu levei ela pra um hotel eu tirei a virgindade da buceta dela e a virgindade do cu dela fiz ela virar mulher conto eroticoConto erorico comadre cinquentona chateadaconto erotico crente bebendo leitecontos erótico pique escondecontos erótico acordei taradoconto erotico minha filha pequenacontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosvelha goza no pauzao contosfotos de homem machao levando enrrabada do sograonovinha desenterra calcinha raboquadrinhos porno reforma na mansaovedeo porno inpurrou de uma vez no cu e ela chorouhq porno na praia de nudismovidio porno mãe comtezam manda o fillo come o cu e grita de dorFotos em quadrinhos de homem gozando na buceta da orcstemcurva xvideoconto erotico esposa bebadaPeguei meu filho mostrei minha vagina contos eroticoscontos gay nóiacontos erótico enquanto minha mulher dormiaconto erotico_fui comida na aposta do meu maridono cu da sobrinha conto eroticoconto comeu a mãeconto eroticos cumi minhas mulheres a força num assaltonora tarada.contos eroticosque buceta apertadatinhaconto porno saiu sangueAmor a prineira vista conto erroticocontos de uma ninfomaníacatravesti do pirocao com casal conto eroticofazendo sexo com a secretária janaira contos eróticoscontos eróticos só no cu das crentescontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anoscontoschupando bucetonaconto erotico oferenda Conto erotico de evangélicacontos bucetinha da priminha de dez anoscontos eroticos bv e virgindadeporno conto coroa insaciavel