Foda com o cara do Grindr


Click to Download this video!


Olá, esse é meu primeiro conto. Meu nome é Alejandro, tenho 20 anos, 1,79 m, 70 kg e sou versátil. Esse fato aconteceu em abril de 2016.
Hoje em dia os aplicativos de pegação tornam as coisas bem mais fácil. Uma variedade enorme de caras dispostos a foder. Ainda não tinha usado o Grindr e resolvi instalar para saber como era. Logo de cara me interessei por um cara que se dizia Engenheiro Mecânico. A foto de perfil era do peitoral dele, muito bem definido com mamilos que davam água na boca para chupar. Começamos a conversar e ele me disse que era apenas ativo e que estava louco para transar e despejar o seu leitinho. Pedi uma foto do pau dele e ele me enviou a foto de um cacete lindo, com veias, cerca de 20 cm e grosso. Bateu na hora aquela vontade de mamar e sentar naquela vara. Mandei uma foto do meu rabo e ele já ficou sedento para meter também. Como já era noite, próximo das 22 horas, passei meu endereço e pedi para que ele fosse na minha casa. Detalhe, eu não havia visto foto do rosto dele, pois estava com tanta vontade de foder que não importava se fosse bonito ou feio, eu queria era rola mesmo. Ele chegou próximo das 22:40 e mandou uma mensagem avisando que estava no portão. Fui recebê-lo, quando ele desce do carro, tenho uma bela de uma surpresa, o cara era muito gato, rosto desenhado, barba cerrada, cabelo curtinho, vestindo uma gola polo verde, bem apertada, deixando evidente o peitoral definido e braços fortes, além de estar com uma calça jeans clara que marcava aquela mala deliciosa. Nos cumprimentamos e pedi para ele entrar. Logo que fechei a porta ele já foi me encoxando e beijando meu pescoço. Aquela língua quente dele percorria meu pescoço até minha orelha e dava pequenas mordidas. Me virei e tasquei um beijo naquela boca carnuda e bem desenhada enquanto passava a mãe naquele pau que estava em ponto de bala, apertando por cima da calça, enquanto ele abria minha bermuda e já apertava minha bunda por cima da cueca. O fogo era tanto que levei ele até meu quarto aos beijos. Arranquei a camisa dele e comecei a chupar seus mamilos e passar a mãe no seu peito maravilhoso dando pequenas mordidinhas, ele adorava. Joguei ele na cama e já arranquei sua calça. Aquele homem era delicioso por inteiro, fiquei com mais tesão ainda. Comecei a lamber aquelas coxas grossas e fui subindo até parar naquele pau que já estava pulsando. Parei e dei uma cheirada e lambi por cima da cueca. Ele com uma voz grossa e autoritária fala "Chupa logo caralho, hoje eu quero fazer você gemer no meu pau". Prontamente eu arranquei sua cueca, abocanhei seu pau e comecei a mamar, chupando primeiro a cabecinha e tentei colocar aquele mastro inteiro na minha boca. O macho gemia e eu sofrendo com aquele pau, mas adorando. Ele segura minha cabeça e começa a socar, fazendo eu engasgar. Começo a babar e deixar aquele pau bem molhado e tento engolir inteiro, depois da terceira tentativa eu consigo. Meu macho vai à loucura e começa a falar palavrão me chamando de putinha e que agora iria mesmo é foder minha boca e começou um vai e vem, fodendo minha boca e eu aguentando tudo. Nisso ele para de foder minha garganta e me vira de costas dizendo que agora iria dar um trato no meu cuzinho. Ele deita por cima de mim, e começa a passar aquele pau melado na portinha do meu cuzinho e esfragar aquele peitoral delicioso nas minhas costas. Eu já estava rebolando na vara dele antes mesmo dela entrar em mim. Ele falou baixinho no meu ouvido, queria vara né putinha, então agora aguenta. E socou de uma vez aquele mastro dentro de mim, nessa hora eu quase morri de dor, tentei sair de baixo, mas ele me segurou e falou "não vai fugir não, vou te deixar arrombado" e continuou socando. Aquele macho metia muito bem que a dor foi passando e quando percebi já estava rebolando no pau dele e pedindo pra socar mais forte. Ele saiu de cima de mim e pediu pra eu ficar de 4, prontamente fiquei, ele me pegou pela cintura e e socou de uma vez só, começou a bombar e me chamar de puta, que ia me comer sempre e eu só gemendo e sentimento muito prazer com aquele macho me fodendo. O quarto exalava sexo. Sem tirar o pau de dentro de mim ele deitou e me fez ficar sentado no seu pau e me mandou cavalgar de costas pra ele. Comecei a subir e descer naquele pau. Estava muito bom sentir seu mastro me invadindo por dentro. nós dois gemiámos e suávamos. Sem sair de cima, me virei, e continuei a cavalgar, nisso ele senta na cama comigo e me dá um beijo delicioso, nossa nessa hora eu quase gozei com aquele macho dentro de mim e me beijando, parecia que éramos namorados e estávamos no maior amor nessa hora. Ele começou então a socar mais fundo me levantando pra cima com a força das suas estocadas, eu delirava de prazer. Depois de bombar muito ele disse que estava prestes a gozar, mas que queria gozar na minha boca. Eu nunca tinha recebido porra na cara, mas o prazer era tanto que aceitei de imediato. Ele socou mais um pouco e pediu pra eu sair de cima dele e ficar de joelhos do lado da cama. Me ajoelhei e abri a boca, ele levantou e veio com seu pau batendo uma punheta. Colocou na minha boca e mandou eu chupar, me pegou pelo cabelo e começou um vai e vem, fodendo minha boca novamente, ele gemia muito alto e falava palavrões e elogia minha boca que iria foder sempre a partir de agora. De repente seu pau aumentou de tamanho e sem avisar começou a esporrar na minha boca, foram jatos de porra quente e grossa, não desperdicei nada, engoli toda aquele leitinho e comecei a bater uma enquanto continuava a chupar o pau do meu macho. Gozei rápido devido o tesão que estava. Deixei seu pau limpo então ele me levantou e tascou um beijo na minha boca, chupando meus lábios e esfregando seu corpo contra o meu e disse que aquela foda tinha sido uma das melhores e que queria repetir. Fomos para o banho e logo seu pau começou a subir novamente, ele me colocou contra a parede e começou a meter novamente, enquanto beijava meu pescoço e passava a mão no meu peito. Aquele macho era tudo o que eu queria. Socava forte, parecia que queria entrar com todos os membros dentro de mim. Ficou me fodendo por uns 15 minutos e eu gemendo de prazer, logo anunciou que iria gozar, enchendo meu cuzinho de porra quente. Me virei e comecei a beijá-lo enquanto me punhetava, quando estava perto de gozar, mordi seu lábio e gozei na sua barriga. Ficamos mais um tempo abraçados em baixo da água. Em seguida ele se vestiu, me deu mais um beijo e disse que logo teríamos que repetir. Eu disse, com certeza vamos! Passamos a conversar e viramos amigos e sempre que dá nós fodemos com muito ardor e tesão. Espero que tenham gostado, comentem!
Tenho outros fatos que aconteceram comigo e logo mais contarei.
Imagem ilustrativa
Foto 1 do Conto erotico: Foda com o cara do Grindr


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario peladinho77

peladinho77 Comentou em 24/10/2016

que delicia de conto.tesao demais cara!mande outros.Tesao essa rola da foto tb.da mais tesao ainda!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil alejandrosans
alejandrosans

Nome do conto:
Foda com o cara do Grindr

Codigo do conto:
90950

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
23/10/2016

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


hetoro daddy sex video.comconto erotico negao pirocudo na praia de nudismo e o corninho manso e humilhadoxvideos de quadrinho heta meu marido madou seu amigo me fudevideos phornos nu mato moztransando com a interna contoscontoeroticoputagostosaQuadrinhoseroticossobrinhas erodocos quadrinho cunhadas[email protected]contos eroticos gay dei para o meu tio sarado em uma viajemconto pm metedormae indecisa conto erótico[email protected] contos eroticos gays,meu tio me fez mulhersinha gratisContos eroticos gays de padrastocontos eroticos gay me vestiam de menina pra me comer4 garotas virgem violão um rapaz para se desvirginarcomercuegostosoEmpregada virgem que seu patrao coroa rico dava dinheiro pra ela conto eroticoconto erotico de menino come primoConto erotico de Recife com videocontos de cú de tiacontos sexo inversaocontos eroticos irmao fode irmao e irma com seu cacete de 27cmpretinha deu o cu apertdo pro negao chorou e gritouconto de uma putacontos meu filho me viu pelada5 sado contos eroticosajudei um amigo a ser corno cumerler xvideoConto gay como que guquadrinhos porno neta.damo o cu para vocontos melei a xaninha da menininhacomeu a prima no mato porn mozmeninas arrombadas[email protected]Conto mauricinho pirocudoContos sei que meu padrasto me olha pela fschadura do banheiro ai eu provococonto erotico bundona da coroa16b contos eroticosconto erotico ilustrado cornoscontos eroticos flagrei minha namoradacontos eroticos ambientados no nordeste021 997180802dui estrupado por paipai e seus amigos conto erotico gaySexo no feriado no hotel com meu irmao conto eroticocontos eroticos transei com meu sogrocasado roludo gsscasada paga alugueo atrasado conto porniContos eróticos de incesto ai mamae que chupetinha mais gostosa é essacontos gays tio e sobrinhoirmanzonha mamando meu pauestoria eroticas de mae dando para propio filho e filha veconto erotico tindercontos eróticos de gay fui dormir na casa do meu amigo de colégioúltimos contos de incestoMinha prima teve que me dar seu cu porque ela nao aguentou meu pau na buceta dela conto eroticoconto de sexo aventura. de cornoprofessora submissa 38comercuegostosoahhh gozei bem gostoso na bucetinha da minha irmã e tia no incesto. coma liga da justiça pornbucetas mais gostosascontos erotico arrobaram meu cusinho virgem sem do nem piedade chegou sangrar sem pararcontos dopou irmã fuder guadrinhoxxxx mae e filho hqcontos eroticos tirando a virgindade da namorada santinhaconto erotico de vizinhacontos erotico-meu cu é teuContos virgens peludascontos eu e meu sogro comeu minha mulher gravidacontos eroticos gay guarda