COMI A ESPOSA E A FILHA VIRGEM DO MEU PEDREIRO 3º


Click to Download this video!


COMI A ESPOSA E A FILHA VIRGEM DO MEU PEDREIRO 3º PARTE
Bom como prometi sobrou um tempinho então vou contar a parte 3º deste conto, quem já leu o 1º e a 2º vai entender melhor e quem não leu eu o convido a ler vale a pena até porque meus contos são todos reais, sou um advogado e bem sucedido então o que mais gosto e sexo então uso o meu dinheiro minha posição para conseguir sexo, casos amorosos muitas pessoas precisa de empregos trabalhos dinheiro eu preciso de sexo então dá uma relação boa, por isso tenho muitos contos e outra coisa dês de bem novo eu viciei em sexo, mas vamos lá relatar como eu tirei as pregas da filha virgem do meu pedreiro, que na realidade aqui já não era mais virgem eu tirei sua virgindade no conto passado, e ai resolvi que tinha chegado a hora de arrombar o seu cuzinho como eu fiz com sua mãe gostosa e deixando meu pedreiro um grande corno. Bom depois que comi a filhinha eu passei umas duas semanas sem aparecer na casa do meu pedreiro porque sabia que a esposa ia brigar comigo por ter tirado o cabacinho da sua filhinha ela sem querer foi minha cúmplice, mas um dia eu muito tarado doido para sair com a mãe ou com a filhinha novamente eu aproveitei que o marido ainda estava na chácara minha fazendo reformas sabia que elas estaria sozinhas em casa na parte da tarde já que o irmão vai à escola eu criei coragem e fui lá, chegando lá estava as duas, muito calor a garota com um mini short e uma camisete quase nua sem sutiã e suada, e a mãe com um vestidinho curto e solto e percebi que também não usava sutiã, sua mãe me recebeu mandou eu entrar e logo falou vai trocar essa roupa menina, ela foi para o quarto com um sorriso safado no rosto, mas antes pegou na minha mão para me cumprimentar e riu, saiu eu não resisti e fiquei olhando aquele rabo delicioso, sua mãe limpou a garganta e já me falou meio sussurrando, bonito o senhor sabe o que o senhor fez, como pode ela e moça de família se o pai descobre imagina o que ele vai fazer, eu disse mas eu não fiz nada, ela falou e só tirou a virgindade dela você acha que nós somos puta, eu disse não só que ela ia um dia perder de qualquer forma, e como que você sabe que eu tirei a virgindade dela, ela falou oras eu sou mãe e apurei ela e ela falou que o senhor fez ela de mulher, espero que não tenha contado que o senhor me fez de puta também, eu disse lógico que não, ai a garota veio com calça e uma camiseta maior, eu falei olha está muito calor e eu preciso conversar com sua mãe dá para você ir ao mercado comprar um refrigerante gelado para nós ela sorriu e disse claro patrão, dei o dinheiro, ai ela saiu eu encostei a porta, sua mãe disse para que fechou a porta eu disse vem cá minha putinha estou morrendo de tesão por você ela falou você está doido e se chega alguém e se ela volta eu disse ai eu como vocês duas juntas, ela falou se está louco mas fui em sua direção ela não revidou e já me abraçou e me beijou e falou no meu ouvido seu cafajeste safado tarado eu estava brava com você mas estava com saudades como pode arregaçar minha filhinha eu disse fica tranquila pense em nós, ai peguei na sua mão e levei para o quarto ela de pé eu arranquei sua calcinha e coloquei de quatro na cama e abaixei as causas e mandei ver enfiei gostoso na buceta estava peludinha e apertada eu soquei rápido sabia que afilha não ia demorar então tirei o cacete da buceta e passei cuspe no rabo dela e enfiei tudo de uma vez o cuzinho ainda apertado ela gritou mas eu segurando em sua cintura atolei até o saco e gozei lá dentro ela saiu debaixo de mim e falou nossa você quer me arregaçar você pensa que eu sou essas putas eu disse não você é minha putinha, e antes da filha chegar eu beijei e deu uma grana para ela, e falei vou levar sua filha, ela vai fazer uma faxina em casa ela falou vai nada eu não vou deixar, eu disse vou sim e você vai deixar porque eu já te comi e já matei meu tesão e você sabe que hoje realmente vou levar ela para fazer faxina, ela falou não, ai a garota chegou meia desconfiada eu disse olha se arruma que você vai em casa fazer uma faxina sua mãe que ia mas ela está meio cansada então mandou levar você, a mãe olhou com raiva e a garota já sorrindo correu para o quarto, e a mãe falou eu não vou deixar eu disse se você não deixar eu digo que você não deixou por ciúmes, ela falou você está doido eu disse então tenta para você ver, ai a garota voltou eu despedi de sua mãe ela também, a mãe disse você não venha muito tarde, era mais ou menos duas horas da tarde, eu disse não se preocupa não lá pelas sete da noite eu trago ela, e saímos ela entrou no meu carro e falou nossa o que você e mamãe fizeram eu disse porque ela disse vocês dois estava com uma cara de safados, eu só dei risada, e já peguei o celular e liguei para um amigo coroa de uns cinquenta anos empresário amigo meu, e disse e ai beleza olha lembra daquilo que conversemos mais cedo, ele disse lembro eu disse deu certo estou indo para lá, você está onde ele disse estou perto mas pode ir que chego antes de você lá, eu combinei se desse certo eu ia levar ela para o apartamento dele a esposa está viajando e ele faz tempo que não comi uma novinha então ele ia assistir eu arrebentar o cuzinho dela e depois eu ia deixar ele comer a bucetinha dela, o velho tem um pau que dá dois do meu e grosso, ai ela me perguntou sobre o que era eu disse nós vamos namorar hoje, eu quero comer seu rabo você deixa ela falou deixo sim, e perguntou você comeu o da minha mãe, eu disse sim ela gostou e sabe rebolar gostoso, ela disse eu sou melhor que ela eu disse então quero ver, e você vai dar para meu amigo ela falou se você deixar e quiser eu faço o que o senhor quiser, eu disse sim quero ela falou então ta, eu disse olha mas ele e coroa ela disse ta bom, eu fico olhando para você deu risada, chegamos lá ele já estava lá, então fomos para o quarto eu pedi uma toalha para ele dei para ela porque não deu tempo dela tomar banho na casa dela ai ela entrou no banheiro e tomou banho nos já arrancamos a roupa ficamos pelados ela saiu do banheiro enrolada na toalha eu falei deixa cair ela deixou ficou peladinha o amigo que já estava de pau duro, ela ficou impressionada com o tamanho do cacete dele não tirava os olhos ai eu fui até ela beijei chupei seus peitos e ele sentou na cadeira no quarto eu pedi senta no colo dele ela sentou ele com o cacete no meio das pernas dela roçando na sua bucetinha, ele delirava eu fui de pé em frente dela ela começou a me chupar enquanto ele roçava o pau na bucetinha e acariciava seus peitinhos ela me chupava gostoso engolia babava no cacete eu mandei ela deitar na cama de barriga para cima e disse a ele vai lá chupa a bucetinha dela ele chupava loucamente ela gemia e eu batendo punheta ai mandei ela ficar sentada na cama e chupar o pau dele mas ela só conseguia engolir a cabeça e engasgava, ai eu enquanto ele estava de pé ela chupando eu abaixei nos meios da perna dele e comecei a chupar a bucetinha já toda molhada parece que ela estava com tanto tesão que já tinha gozado eu percebi que ela era uma puta nata e que estava adorando aquilo tudo, eu já estava doido para gozar então eu falei agora sou eu mandei ele sentar e assistir então falei para ela pronto agora quero seu rabinho ela falou ta bom patrão, ai mandei ela deitar de bruços peguei a vaselina e passei no rabinho dela enfiava com o dedo dentro e lambuzei meu pau o amigo ficou olhando e vibrando estava batendo punheta ai deitei em cima dela de um jeito que ela não ia escapar agarrei e falei então você quer ferro no rabo igual a putinha da sua mãe então toma e enfiei a cabeça ela retorceu reclamou para ir devagar mas eu já estava decidido nem escutar e fui enfiando ela gritando eu socando e quando eu cheguei ao fundo tinha enfiado tudo no rabo fiquei quieto em cima dela que por várias vezes tentou sair de baixo de mim sem sucesso ai ela falou nossa isso dói muito e chorava baixo, eu esperei e recomecei a socar ela gritava e chorava pedindo por favor pare eu nem ai socava e socava sabia que ia gozar logo e ai logo veio o jato de porra enchi seu rabo de porra quente ela se encolheu se contorcia e chorava baixo agarrada ao travesseiro, olhei para o amigo que já tinha gozado batendo punheta ai fui para o banheiro e falei essa putinha e toda sua mas ela não vai aguentar esse cacete na bunda não vai judiar dela coma só sua bucetinha e não goze dentro não quero que a garota engravide, e fui ao banheiro tomar um banho ele nem esperou minha porra esfriar e foi até ela quando eu sai do banho ele estava lambendo a bundinha dela e chupando seu cú e sua bucetinha com ela ainda de bruços mas agora ela já estava esticada na cama, e pelo jeito gostando da língua dele no seu cuzinho, então fiquei escondido perto da porta só observando ele virou ela de barriga para cima e chupava sua bucetinha quando viu que ela estava hesitada ele abriu suas pernas e pegou aquele mostro e começou a pincelar na bucetinha dela ela arreganhava as pernas abrindo e fechando gostando daquilo então ele não aguentou e foi fazendo aquela tora sumir dentro daquela bucetinha que ia alargando ele enfiou tudo mas ela estava com muito tesão então ele socou por uns cinco minuto ela se agarrava nele gozando ele também não aguentou tirou o cacete para fora e gozou no rosto dela encheu seu rosto de porra que escorria no rosto a fora, então eu cheguei disfarçando mas tinha visto, ai fui para a sala assistir tv eles tomaram banho e foram para a sala eu fiquei calado ela veio e se sentou do meu lado me dando um beijo e me abraçando meio assustada, ai depois ele me chama e diz quero comer o cú dela eu disse ela não vai aguentar e nem deixar ele falou se eu consegui eu disse olha a responsabilidade de levar a garota são e salva e minha e dei risada, ela veio e disse o que vocês estão falando eu disse para ela que ele queria comer o rabo dela ela falou está louco nem o seu eu não aguentei, ai ele piscou para mim e falou para ela vem aqui no quarto quero conversar com você então ela foi e eu fiquei na sala pensei o velho vai chupa-la novamente vai querer tirar o atraso uma bucetinha novinha, ai passado uns dez minutos escuto ela gritando desesperadamente, e quando eu vou ver ele está deitado de barriga para cima e ela sentada em cima dele tentando enterrar todo aquele pau no cú ela ia até a metade e gritava caia na cama ficava parada e voltava, até que vi aquilo tudo sumir saia agua dos olhos ela gritava gemia saia e colocava, ai ele não aguentou colocou ela de frango assado com o travesseiro em baixo da bunda e foi enfiando tudo ela urrava de dor, e não contentou saiu ela falou desisto ele falou nossa logo agora que está no fim, só mais um pouco e você já ganha ela então balançou a cabeça positivamente e ficou de quatro o velho encheu o pau de vaselina e enfiou tudo no rabo da garota e socou umas cinco vezes e encheu o rabo dela de porra escorreu porra até pelas pernas e merda junto ela caiu na cama gemendo e tremendo e o velho caiu em cima dela gemendo e suspirando, ai ficaram lá por uns cinco minuto e eu bati uma boa punheta vendo aquilo o velho arregaçou o cú dela ai eu cheguei e falei pra ela vamos tomar um banho, ela saiu me segurando ainda tremendo e chorando toda suja fomos ao banheiro eu o lavei e vi que estrago o velho fez no cú dela nossa que arrombo fiquei com dó da garota, ai ele saiu foi no outro banheiro tomou banho fiquei com ela na sala até ele voltar isso já estava beirando as dezoito horas ai ela sentada do meu lado eu disse nossa mas garota o que convenceu você deixar um cavalo desses a comer seu cú é porque eu vi você sentando no cacete dele e obedecendo as ordens dele o que ele te falou para acontecer isso estava admirado, ai ela falou eu sempre quis um celular e ele falou que me daria um iphone se eu desce gostoso o rabinho pra ele até ele gozar ele me daria o celular, e deu uma risadinha dolorida, eu dei risada e falei para ele você e um velho tarado e cafajeste mesmo e caímos na risada, ai despedi ele prometeu para ela que compraria o celular e daria para mim entregar a ela e cumpriu o prometido deu o celular e ela inventou que ganhou em uma rifa que compro, bom para resumir levei ela para a casa dela cheguei lá umas sete e meia da noite o pai não estava, certo quando veio do serviço lá na minha chácara passou no bar e estava enchendo a cara ela entrou meio tipo mancando a mãe perguntou ela falou que ao esfregar o chão tinha escorregado e caído de bundas no chão, e entrou para seu quarto dizendo que o dia foi difícil e que ia deitar sua mãe desconfiada me perguntou se procedia eu disse acho que sim eu só deixei ela em casa e fui apara o escritório e só peguei ela e trouxe para cá, ai eu gritei da sala viu filha eu vou deixar o dinheiro da faxina com sua mãe ok ela respondeu tudo bem pode deixar, ai tirei cento e cinquenta reais e deixei com sua mãe e disse fica tranquila hoje foi só serviço mesmo não quero mais ter relação sexual com ela, só quero você, ela disse é mas quis eu disse oras fazia tempo que não comia um cabacinho antes de acabar recebi um tapa no rosto eu segurei sua mão com raiva mas em seguida eu entendi e beijei ela, ela falou nossa você e doido meu esposo está chegando eu disse ainda vou te roubar desse bêbado ela riu e disse vai nada eu disse você vai ver, mas ai vou querer a mãe e a filha ela me xingou meio rindo eu sai despedi e fui embora, quem sabe vem mais conto sobre essas duas por ai só esperar até mais beijo para todos.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario aventura.ctba

aventura.ctba Comentou em 22/10/2016

Que delicia de conto amei!! Votei. Adoraria sua visita na minha página, eu e meu marido temos contos novos postados. Beijinhos, Ângela: Casal aventura.ctba

foto perfil usuario scanalha

scanalha Comentou em 19/10/2016

gostei da parte em que o velho escroto arromba o cu da mocinha kkkkkkkk

foto perfil usuario franthesca

franthesca Comentou em 19/10/2016

Vou adorar chupar a bucetinha da filha do seu pedreiro




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


78280 - COMI O CASAL DE NOIVOS - Categoria: Fantasias - Votos: 23
79955 - COMI A CATADORA DE RECICLÁVEL PARTE 1° - Categoria: Virgens - Votos: 14
80390 - COMI A BUNDA VIRGEM DA CATADORA DE RECICLAGEM 2º - Categoria: Virgens - Votos: 11
84833 - FIZ A CASADINHA DE PUTA RASGUEI SEU CUZINHO VIRGEM - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
85298 - FIZ ELA TRAIR O MARIDO PARA NÃO PERDER O EMPREGO E - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
86310 - MINHA PRIMEIRA VEZ COM UM CASAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
90353 - COMI OUTRO CASAL - Categoria: Fantasias - Votos: 8
90431 - COMI A ESPOSA E A FILHA VIRGEM DO MEU PEDREIRO 1º - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
90436 - COMI A ESPOSA E A FILHA VIRRGEM DO MEU PEDREIRO 2º - Categoria: Virgens - Votos: 11
90841 - ARREGACEI AS PREGAS DO RABO DO MEU ESTAGIÁRIO NOVI - Categoria: Virgens - Votos: 8
91637 - A CASADA TRAIU O MARIDO PARA TIRAR DA CADEIA parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
91911 - A CASADA TRAIU O MARIDO PARA TIRAR DA CADEIA parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
92391 - O NOIVO TRAIU A NOIVA, E A NOIVA TRAIU O NOIVO NA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
93011 - COMI A ESPOSA DO MEU TIO COM ELE DENTRO DE CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
93323 - ARREGACEI O CÚ DA ESPOSA DO MEU SOBRINHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
94615 - COMI A CUNHADA NO QUARTO AO LADO E VOU COMER AS FI - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
94781 - COMI A CUNHADA E AS FILHAS VIRGEM PARTE 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
94970 - COMI A CUNHADA E AS FILHAS VIRGEM PARTE 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
96286 - COMI O NAMORADINHO DA MINHA SOBRINHA - Categoria: Virgens - Votos: 15
103732 - EMPREGADA CRENTE DA CCB - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
104310 - A CASADA TRAIU O MARIDO PARA TIRAR DA CADEIA PARTE 3 - Categoria: Virgens - Votos: 4
104519 - ARREGACEI O CÚ DA ESPOSA DO MEU SOBRINHO parte 2. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
105036 - EMPREGADA CRENTE DA CCB parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
106373 - EMPREGADA CRENTE DA CCB parte 3 - Categoria: Virgens - Votos: 12
106856 - ARREGACEI O CÚ DA ESPOSA DO MEU SOBRINHO parte 3. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
107199 - ARREGACEI O CÚ DA ESPOSA DO MEU SOBRINHO parte 4. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9

Ficha do conto

Foto Perfil marcussex
marcussex

Nome do conto:
COMI A ESPOSA E A FILHA VIRGEM DO MEU PEDREIRO 3º

Codigo do conto:
90746

Categoria:
Fantasias

Data da Publicação:
18/10/2016

Quant.de Votos:
15

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Conto erotico corno capixabacontos eróticos fui fudida pelo meu pai e seu amigomeu selvagem e atrevido filhohistorias eroticas de tritãocontos de cdzinhasso cassetao duro fotoBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAconto erotico meu pau entra folgado na buceta da minha esposa será q ela me trai?Cu arrombado.com/sadomazoquismo.historias porno desenhosContos eróticos gay comeram meu cu quando gurique novinha safada contoconto erotico meu filho armou pra mequadrinho erotico mais picantes de traiçaocontos eróticos vale do Paraíba spvideos engravidei minha tia aforca contos de seximenina viciada em gozarcomi o cu da minha esposa a forca contos eroticoscontos erotico sogra no colocontos erotico com fotos tio e as meninasrelatos minha sogra anda pelada en casa con a buceta cabeludaas novinhas brancas filunhas de papai sexofotos de buceta japanase maturecontos de sexo bebada depiladasafadinha contoler contos tio comendo sobrinha virgem de 2017Conto erotico neguinho pintudomulher chupando cu do marido sexomeu neto com um pirocudo comeu o meu cu e a buceta conto.Minha mulher rabuda adora roçar nos machos de micro vestidinhokixx40contos eroticos ilustrada comi minha irma dormindominha mae pedio pra depilar minha xaninha i acabamos nos chupando filme brasileiroContos eroticos adestrando o viadoconto porno mulher safadacontosgays incestoultimoscontos fotos minha amiga no cinemanegras dargostozoconto erótico de gordinha cavalacunhadinha linda gostosa me dando o cuzinho e gritando de dor e tezaoContos estrupada pelo soblinho na cadeiacontos eroticos dando meu cuzinho para o padrinhoContos eroticos adestrando o viadoconto erotico gay mudei de sexo e virei putaConto porno desdi pequena pai e mae me comehentai+oh+famíliaquadradinho de erotico bom de lercaseiro conto gaycontos-eroticos-afilhada-padrinhocom fotocontos de dois heteros juntosconto erotico menageprima damo chota pro primocontos erótico incestos desde muito pequena papai me ensinou tudocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoconto erotico no dia seguinte eduardo veio me buscar pela manhaIncesto 7 em nome da mae e do filho phcontos eroticos meninas jogando volei nuasQuadrinhos porno dpcontos erotico dia que fui ao quiosqe com meu marido em santoacontos de encoxadas nos ônibus em fortalezacontos de madrasta catigando enteada com penis de borrachahistoria ti sogra transando com genrorotico bebezinho incesto 4guadinho tarado ponoeu e minha amiga nos mastubarmos conto eroticoContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casacontos eroticos gay putinhaestoria do rapaz bate ponhetaensinei meu filho de dez anos a bater punhetaesposa putA CORNO FELIZ DE ARAXAmulher maravilha fudendoConto erótico vizinha inocentecontos eroticos de sexo com pai da amigavideo porno de mae tentando acarmar o filho tarado