Duvida deliciosa


Click to Download this video!


Olá, estou aqui novamente para relatar através de um conto erótico mais uma peripécia que eu e meu marido Marcos vivenciamos recentemente, fiquei feliz e surpresa com as mensagens e elogios que recebi sobre meus relatos, sejam nos comentários, nas mensagens in box e no numero de vezes que meus contos foram lidos, muitos que leram nossos relatos nos perguntavam quando iriamos postar mais contos oque nos deixava muito contentes, mas explicamos que a demora e por conta que apenas postamos relatos em forma de conto pois nossos relatos são sempre verdadeiros, pois bem vou descrever oque de legal aconteceu desta vez!
Como disse em contos anteriores começamos a nos liberar sexualmente do inicio deste ano de 2016, depois do episodio com o sobrinho do meu marido nosso tesão e libido subiu muito ate acontecer oque aconteceu em nossa primeira e única troca de casal pouco tempo depois, nosso relacionamento não esfriou em nada continuamos sendo muito amigos e dividindo tudo isso ate melhorou, mas parece de que aquele ímpeto de buscar coisas novas deu uma certa diminuída com tudo nosso sexo continuava 100%, levamos os ocorridos como experiência de vida, pois bem com o passar do tempo vinha percebendo que Marcos já não tinha ciúmes de antigos namorados como tinha antes e comentava também sobre mulheres comigo naturalmente e eu também já passei a me sentir mais à vontade em comentar sobre sexo e homens perto dele oque aos poucos fui percebendo gerar um certo tesão nele e isso fazia nossas transas ficarem muito intensas, Marcos também renovou nosso estojo de brinquedos sexuais com mais um consolo bem dotado que volta e meia insiste em me fuder e me fazer gozar com ele, oque não acho nem um pouco ruim, vejo que isso lhe da muito tesão e acabo entrando no jogo, no entanto comecei a perceber alguns sinais acho que subliminares de Marcos como por exemplo muitos contos de ménage masculino e vídeos também que colocava pra gente ver junto, ela ficava cheio de tesão e eu me babava muito e ele me comia muito gostoso. Ai começou minha duvida será que ele estava fazendo aquilo pra ver se eu toparia um ménage masculino declaradamente ou se ele queria me ver com outro homem acho que se fosse essa a ideia não faria sentido uma vez que ele já tinha consentido me ver dando pro Beto sobrinho dele, resolvi então tirar a duvida falaria algo do tipo com ele na hora em que estivéssemos transando.
Certo dia em que tinha certeza que iriamos transar já tinha pensado em tudo, quando estivéssemos nas preliminares particularmente quando ele estivesse chupando minha buceta, (coisa que ele não me come sem fazer) ira pedir a ele um pauzão grosso do nosso brinquedo, já tinha ate ensaiado a frase que usaria: “Amor quero aquela rolona grossa do nosso amiguinho roçando minha buceta por dentro”, e iria ver a reação dele, bem dito e feito a noite numa sexta-feira tomamos umas cervejas o clima esquentou e fomos pra cama nos beijamos muito, nos saramos chupei fui chupada dos pês a cabeça e quando Marcos tocou em minha buceta ela já estava inchada e escorrendo de tesão, comecei a rebolar em seus dedos tomando coragem para dizer a frase que havia tanto treinado, quando estava quase dizendo Marcos me surpreende dizendo: __Nossa amor você esta igual uma cadela no cio com esse bucetão babado, quer um macho pauzudo pra foder ela?”
Nossa minha barriga gelou e minha buceta esquentou mais ainda, só saiu um “quero” tremulo de minha boca e ele começa a pincelar o tal consolo na boca de minha vagina, ele se deitou ao meu lado com seu pau encostando-se à lateral do meu quadril beijando meu pescoço e orelha enquanto ia enterrando devagarzinho o consolo todo que é bem realístico na minha buceta quando o saco encostou no meu grelo rebolei gostoso ao passo que ele começou a fazer movimentos de vai e vem lentos e potentes ate sentir minha buceta pulsar, neste momento senti jatos de porra em cima da cintura e barriga ele também havia gozado, me verei, ainda com aquele pauzão dentro de mim nos beijamos enquanto ainda sentia os tremores dos espasmos do orgasmo, tomamos banho e fomos dormir não tocamos no assunto me deu ate uma certa vergonha da situação.
Essas fantasias eram maravilhosas apenas na hora da transa mas não passava em minha mente este tipo de coisa pura e simplesmente por medo do que Marcos iria pensar de mim, não queria um amante, amo meu marido, mas Marcos começo a insistir sempre jogando uma indireta e tal começou ate a ficar um pouco chato esse tema, mas nunca o repreendi apenas tentava mudar de assunto ou dizendo que determinado conto ou vídeo não era legal, porem volta e meia aceita entrar nas fantasias mesmo que não dizendo nada diretamente um ao outro e como diz o ditado água mole em pedra dura tanto bate ate que fura, e este tipo de situação serviu também para levantar meu ego sentia-me cada dia mais gostosa e desejada as semanas foram se passando e sempre liamos um conto ou víamos um vídeo de ménage, mas sem nunca tocar diretamente no assunto de forma direta, certa vez quando Marcos estava fora de casa a trabalho me mandou uma mensagem no zap que dizia: “Você aguentaria?”, e logo abaixo um vídeo de um novinho muito bem dotado se masturbando, dei rizada, disse que sim e perguntei se ele deixaria, ele riu também e disse que não sabia, no dia que ele retornou pra casa saímos para tomar umas num barzinho perto de casa perguntei a ele sobre o vídeo que ele havia me enviado ele sorriu sem graça e disse que havia recebido através de um grupo de putaria que ele tem no zap dele e desconversou e logo em seguida me perguntou se poderia me fazer uma surpresa, disse logico que sim, ele sorriu novamente e disse: “__então tá”, se passaram mil e uma possibilidades na minha cabeça mas não rendi assunto, durante nosso papo no barzinho disse que ele que a Sheila uma amiga minha de um antigo trabalho me havia convidado para sair para dançar, coisa que não faço com a frequência que eu gostaria mas adoro Marcos se animou mas disse a ele que o convite era apenas para mulheres, ela levou na esportiva e concordou plenamente pois não temos problemas quanto a isso devido a nossa excelente relação ate combinamos que ele levaria agente ate a casa de shows e buscaria também. Chegado o dia combinado enquanto me aprontava conversávamos Marcos disse:
___Nossa pra que isso tudo?
___Ficou com ciúmes?
___Logico que não, confio em você plenamente e desse jeito também você não da pra ninguém!
___Como assim, estou tão feia assim, por que não?
___Não esta depilada! Hahahahahahaha!
___Filho da puta!
Rimos da brincadeira afinal a ideia era apenas um encontro de amigas mesmo, não tinha nada de erótico nem em minha mente nem na situação, saímos apanhamos a Sheila e Marcos nos deixou na porta da tal balada, encontramos lá outras duas amigas nossas e logo entramos procuramos uma mesa bem localizada para não perder nada a noite foi ótima rimos muito dancei como a tempos não dançava, pra falar a verdade desde que era solteira a casa de shows é de um bom nível de frequentadores e tudo transcorria na mais perfeita paz dançamos com rapazes simpáticos e as vezes entre agente mesmo, e numa destas musicas estava eu dançando com a Sheila quando de repente somos abordadas por dois rapazes extremamente simpáticos e cheirosos nos convidando para dançar na hora tomei o maior susto a ponto de sentir minha barriga fria o cara que pegou a Sheila para dançar era a cara de um ex-namorado meu nossa o formato do rosto o jeito de sorrir os dentes o jeito tudo sempre que podia tentava olhar mas devido aos movimentos do forro não conseguia fixar a visão enquanto dançava com o rapaz perguntei a ele o nome do seu amigo e ele disse ser Sandro, respirei aliviada não era o dito cujo, mas ele me indagou o porque da pergunta, disse que por nada que apenas era muito parecido com um conhecido e o assunto morreu, tão logo a musica terminou nos apresentamos e antes de retornamos a mesa a Sheila muito falante monstra aos rapazes a mesa em que estávamos olhei pra ela com ar de espanto e ela apenas caiu na gargalhada, sorri sem graça e fomos sentar, pedimos mais uma e logicamente comentamos sobre nossos pares de dança que apesar de muito respeitosos e dançarem muito bem eram uma delicia comentei com Sheila sobre a semelhança física entre ela na hora concordou me olhando com um ar malicioso, mas já fui cortando:
___Pode parar...
___Está certa né amiga depois de tudo que ele te fez passar!
Sheila não poderia ter dito nada melhor, mas a verdade e que estava estranhamente mexida com o rapaz, mas não demonstrei de forma alguma logo chegam a Josiane e a Helena com dois caras nos apresentam e sentam com a gente, cutuquei a Sheila e disse:
___Ué não a noite só das mulheres?
___Pois é Laura, mas também né ninguém e de ferro!
E realmente eram rapazes extremamente lindos também, e as duas eram solteiras e nos não estão nada melhor que deixar as meninas aproveitarem e os caras eram super gente boa também não nos atrapalharam em nada, a musica subiu novamente Josiane e Helena caíram na pista com seus respectivos pares e de repente a gentil dupla chega a nossa mesa Sandro e Wagner eram seus nomes, e nos convidam para dançar mas desta vez foi o Sandro que me convidou nossa passou muita coisa minha cabeça me arrepiava toda enquanto me tocava dançava muito colado então começou então a passar mil coisas na minha cabeça por ele estar me xavecando o tempo todo depois de segunda musica senti um volume bem considerável em sua calça, nossa ate nisso era igual meu ex-namorado, bem dotado tentou me beijar algumas vezes nada forçado mas apenas me esquivava e curtia aquele pintão roçando na virilha e barriga quando dei conta a Sheila estava no maior beijão com o Wagner, nossa resolvemos ir sentar acompanhadas dos dois machos, olha pra Sheila sem acreditar no que via mas o papo estava ótimo bebemos e Sandro só falando comigo ao pé do ouvido, quando ele me tocou no pescoço arredando meu cabelo nossa pirei, mas não correspondi embora minha buceta disse-se outra coisa, tomei coragem e peguei em seu pau por baixo da mesa sem que ninguém visse e pude ver que era grosso e cabeçudo mesmo após a constatação retirei a mão disse a ele que era igual ao meu ex, ele me perguntou se isso era bom ou mal sinal, nada respondi apenas sorri, e ele tentava me beijar a todo custo mas expliquei a situação e ele entendeu afim de recompensa-lo levo minha novamente em seu pau por baixo da mesa tento desabotoar a calça sem sucesso, Sandro entende o recado e se encarrega de por seu pauzão pra fora, nossa massageei aquela rola gostosa um bom tempo, mentalizava aquilo e como deveria comer uma buceta gostoso olhei para seu braço e vi os pelos começarem a se arrepiar, nisso ele me lasca um beijo, não pude reagir o beijo foi rápido, durou o tempo de seu pauzão latejar na minha mão o safado estava gozando.
Nisso as outras duas chegaram acho que não viram o beijo, pois nada disseram o fim da noite foi extremamente agradável apesar da minha buceta ter ficado extremamente gulosa.
Marcos chegou pouco depois de ligarmos pra ele deixamos a Sheila em sua casa e tão logo ele arrancou o carro parti pra cima dele, Marcos estava de short e camiseta passava a mão no meu macho louca para dar, mas Marcos me perguntou o porque daquele fogo todo nossa percebi que estava dando bandeira desconversei e pus a culpa na bebida, me pediu para esperar chegar em casa, ao chegar fui tomar um banho enquanto meu marido preparava um café pra gente, o ocorrido não saia da minha cabeça ainda estava com muito tesão, sentamos na sala enquanto tomávamos café Marcos massageava meus pês começou ele então a me perguntar de como foi o passeio, relaxada na poltrona comecei a contar tudo oque rolou pra ele que só me respondia com “e oque mais”, observei que seu pau estava como uma barra de ferro de tanto tesão, quando não tinha mais nada pra contar de como tinha sido a noite abri meu roupão me arreganhei pra ele o convidando para dentro de mim, mas mesmo morrendo de tesão Marcos apenas disse passando o dedo no meu grelo foi bom saber desta historia a surpresa vai servir direitinho deixa pra amanha já são quase 04:00, nossa fiquei sem entender nada mas fui dormir, com aquele historia de surpresa na cabeça.
No sábado de manha o dia transcorreu normalmente acordamos tarde, fiz meus afazeres e a noite saímos para jantar o clima estava ótimo estava doida para fuder e via na cara do meu marido que ele também, questionei ele novamente sobre tal surpresa e ele apenas riu e me disse eu ter calma sorriu, tentávamos mudar de assunto mas sempre voltávamos a sexo já estava louca, nisso seu celular toca ele se levanta e se afasta um pouco da mesa mas pude ouvir o seguinte: “já chegou esta onde?”, “estou indo”, perguntei a ele quem era ele disse que iria ali buscar uma coisa para nossa noite, fiquei assustada mas não questionei mas na minha cabeça chegou a passar que ele tinha ido buscar alguém ou seja outro homem e que isso seria a tal surpresa minha cabeça foi lá na Lua e voltou, Marcos não demorou nem 5 minutos e ao retornar a mesa pediu apressadamente a conta e fomos embora, eu com as pernas bambas quando fui entrar no carro havia uma caixa de papelão no banco do carona perguntei a ele:
___Oque é isso?
___Sua surpresa!
___Hummm, disse eu respirando aliviada da surpresa não ser oque eu achava que fosse.
___Calma...
Fomos direto pro motel, isso eu adorei, pois quando ele me leva pro motel é porque vai me foder muito e isso era oque eu mais queria ao fechar a porta do quarto já fomos nos pegando a esta altura nem me lembrava mais da caixa ou da surpresa já estava nua sendo beijada e chupada com a buceta piscando de tesão, meu marido então se posiciona atrás de mim abre minha bunda coloca seu pau no meio dela e massageando meus seios me manda abrir a caixa que estava sobre a cama, quando abri tinha lá dentro uma venda, uma algema de aço igual as de policiais e uma garrafa de whisky, fiquei empolgada entreguei as algemas a ele que colocou minhas mãos pra traz prendendo meus pulsos nessa posição saiu de traz de mim e tomou uma boa doze do whisky e já veio esfregando a cabeça do pau no meu grelo, só no meu grelo enquanto me beijava fui a loucura então ele parou e disse:
__Quer pau na buceta?
__De mais!!
Então vou te dar, disse ele colocando a venda em mim, senti ele se afastando e abrindo a porta do quarto, perguntei aonde ele iria, me respondeu que iria buscar a surpresa, nossa gelei escuto o porta malas abrir e passos de mais de uma pessoa na escada, não queria acreditar perguntei a ele se tinha alguém ali Marcos nada respondeu de repente escutei e toda sua disse ele com a mão na minha bunda, começo a sentir um cheiro de perfume de homem muito bom e quando senti quatro mãos me tocando tiver a certeza que minha suspeita no restaurante estava certa, estava com um misto de tesão e medo, Marcos me pegava gostoso mas as outras duas mãos pareciam tímidas, escuto então meu marido dizer:
___Laura nada de tirar a venda, e você camisinha e sem beijo na boca, vou deixar vocês a vontade!
Quando a porta do banheiro se fechou e pude ouvir o barulho do chuveiro sendo ligado, aquele macho que ali estava se transformou agora não mais tímido me chupava de cima em baixo roçava seu pau na minha bunda, na minha coxa chupava meus seios muito gostoso e aquilo tudo estava me deixando louca a mistura do tesão com a adrenalina chegava a juntar as pernas de tanta vontade de levar rola, escuto sapatos sendo jogados, barulhos de zíper se abrindo e roupas sendo jogadas e então um corpo extremamente viril, musculoso me envolvendo por traz o pau ainda não estava totalmente duro e tocava minhas coxas por traz e conforme o nosso sarro foi aumentando aquilo ficou totalmente duro e grande meio curvado pude sentir me lembrei da Sheila na hora pois segundo ela pau bom e pau meio torto, mesmo algemada pude pegar e sentir a grossura do pau daquele desconhecido pra mim pude perceber que era meio cônico com a cabeça normal apesar de grande mas a base meus dedos não conseguiam circundar aquele homem se pôs a minha frente e beijava meu pescoço enquanto eu escutava o barulho da camisinha se abrir me sentei na cama e ele caiu de boca na minha buceta estava tão bom que tive apertar sua cabeça com as coxas para eu não gozar, me levantou então e soltou meus braços imediatamente levei as mãos ao seu tórax bem definido, peludo e muito cheiroso ele me conduziu para que ficasse de pé na cama e assim com a bunda em seu rosto não curto anal mas confesso que as linguadas que recebi do grelo até o anus estava maravilhoso, dei um passo a frente e senti ele se deitar me pegou pela mão e fui sentando devagar no seu pauzão enorme minha buceta encharcada começou a engolir seu pau gostoso bem devagar e quanto mais eu descia mais a base grossa do seu pau esticava e preenchia minha buceta pressionando deliciosamente meu grelo não queria que aquela noite acabasse nunca já totalmente relaxada soltei de vez o peso do corpo e minha buceta engoliu aquilo tudo gritei de tesão com as mãos naquele peito peludo, cavalguei um bom tempo mas queria dar de quatro e assim fiz dei muito gostoso estava ótimo mas ai o safado me fez deitar de barriga pra cima obedeci imediatamente já arreganhando minhas pernas ele me deu um longo beijo de língua no grelo e me mandou esticar as pernas, pelo que senti se agachou em cima de mim com as pernas esticadas e começou a me comer assim o tamanho e a curvatura do seu pau permitiam essa posição e safado estava igual um cachorro senti seus calcanhares em meus quadris metia nem rápido nem devagar, comecei a perceber que a camisinha não cobria seu pau todo e quando ele enterrava mais fundo podia sentir o fim da camisinha e minha buceta pele com pele na base do seu pau grosso nessa posição não aguentei muito tempo e gozei fortemente com ele mantendo o ritmo das penetrações foi maravilhoso após eu gozar ele tirou o pau da minha buceta lentamente, me senti oca por dentro me virou e gozou na minha bunda e me algemou novamente, fiquei ali recuperando as energias escutei ele e meu marido conversarem alguma coisa escutei se vestindo me deu um beijo no rosto e foi embora, meu marido veio e me soltou novamente olhei pra ele e disse que não acreditava naquilo que tinha acontecido insisti mas ele não me conta ate hoje quem era, que ideia foi aquela ele apenas riu e me mandou tomar banho passamos a noite no motel foi maravilhoso Marcos me comeu também ele adora me comer arrombada mas depois de dar para um pauzão dar pra um dote normal é como enfiar o pé de um bebe numa meia de adulto, bom gente peço desculpas do relato ter ficado um pouco extenso mas não achei outra forma de relatar o ocorrido, beijos e até a próxima.
Foto 1 do Conto erotico: Duvida deliciosa

Foto 2 do Conto erotico: Duvida deliciosa

Foto 3 do Conto erotico: Duvida deliciosa


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario cesar imperador

cesar imperador Comentou em 06/10/2016

maravilhosa as historia de vcs!parabéns para casal!

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 05/10/2016

Que deliciosa que é essa Ninfeta... sortudo o Marcos em ter uma mulher putinha assim! Sonho de todo marido! Betto




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


73765 - Reinventando um casamento - Categoria: Fantasias - Votos: 24
79170 - Viagem Perfeita - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
79411 - Viagem Inesquecível ( a reação do marido) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
82210 - Primeira troca ( Relato Veridico) - Categoria: Fantasias - Votos: 29

Ficha do conto

Foto Perfil argento
argento

Nome do conto:
Duvida deliciosa

Codigo do conto:
90071

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
04/10/2016

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


contos eroticos br fudendo no onibus lotadobucet dese 17porno contos puta dominantepornocontos heroticos cinco contra umConto erotico pivete pintudo erodocos quadrinho cunhadasconto de encesto filho rasgou abucetinha da sua maecontos eroticos minha tia caboetacontos eroticos levei minha mulher para fuder com negros roludosContos errotico com fotos marido leva chifre na festa de formatura da esposa cavalonameu pai me fez de putinha gayconto de uma putacontos erotico com vizinho velhinhoMinha mãe de bucera reganhadaminhas bebes pequenas conto eroticoconto erotico descobri que minha esposa estava me traindo com dois roludos fotoscontos eroticos tio insemina sobrinhameninas arrombadasveiadobucetaocontos transando com vôvôconto erotico menina senhor barbudoComi a coroa sessentona conto eroticocontos eroticos de melhores amigos heteros transandoconto erotico femdom traiçaocontos eróticos gay-meu tio tirou minha virgindadecontos eroticos gay brincando de escondecomendo a cunhada antes do casamentovizinho conto realcontos erotico minha mae me chamando pra transarminha esposa e puta contodando a mulher pra negoes contosConto erotico porno dp com marido e amigomeu marido tem uma pissa muito grande nao consegue imtruduzir na minja conaContos eroticos sendo domada por um, rapaz ai ui ohcontos transei com vovôComi a filha do amigo contoúltimos contoseroticos morro por minha sobrinhameu filho mamau meu pau contos gaymarandro colocou a calcinha de de lado e meteu fundo na bucetacontos erótico acabei indo pela primeira vez num sítio de naturistaAi ai meu cu conto incestomãe e filha rabudas contosConto porno com forto o fazendeirominha bucetonae e muito apertadinha contoseroticoscontos aparescendo os seios de minha namoradaconto gay com fotos a boquinha do meu filhocontos erotico empregada de brasiliaconto. erotico. meu. irmaolzinho. dormiu. na. minha. camaFui traido por um negao relatoscontos eroticos meu primo doente mental comeu minha bucetashow completo gogoboy pauconto tirando o atraso da sograconto de marido cedi mulher para viziho.Conto erotico de medicokomik porn illustratedvelho comedo cadela no cioconto eróticoscontos reais minha mae gostosacontos eróticos professor sendo enrabado e gostandoconto gay fui estuprado pelo meu domContos erticos de lia traindo o máridoboquete "veias salientes" contosContos50 cm minha picaContos com fotos novinha peituda de baby dollhomem fudendo o cuzinho do compadreperdi as preguinhas do cu quando era pequenaviciei dar a bucetinha pro meu dog. adoro ficar. engatada contos eroticosoh familia 8 parte 4 hentaiPorno contos punheteira queria ver saircontos eroticos casal bi enpaladoconto do cornosexo sogracontos eroticos gay quando eu tinha oito anos esperei meu pai ficar bebado e dei o cu pra eledando um trato a vizinha do lado quadradinho eróticopornô hentais o filho bebado comedo a mãe em desenhocontos erotico em sarandi prContos coroa estrupou gordinho