A minha vizinha ainda era virgem


Click to Download this video!


Olá,este conto é verídico,tenho uma vizinha que aos quarenta e tal anos de idade ainda era virgem,eu vivo num prédio, num res do chão e a Zeza a minha vizinha no primeiro andar,eu tenho 38 e lembro-me desde pequeno que aqui vivo,que nunca a vi sair com alguém a não ser a família,com ela viviam o irmão,a mãe,o pai e a avó,a avó faleceu e pouco tempo depois faleceu a mãe,o irmão foi embora viver com a sua mulher,e ficou só a Zeza e o pai que também já está um pouco velhote,mas ainda sai de casa,ainda conduz e às vezes até saem os dois de carro,fazer compras,acho que tem uma horta algures porque às vezes vejo-os a vir com coisas da horta.Eu um dia estava a janela,estava de férias tinha ido à praia da parte da manhã e à tarde estava em casa mais à fresca,e vi a Zeza sair sozinha subiu a rua eu deduzi que fosse a um café que tem logo no cimo da nossa rua, mas que da minha janela não vejo esse café, esperei mais cinco minutos e pouco depois lá veio ela,passou por mim enquanto eu estava a janela entrou no prédio e foi para sua casa.A Zeza nunca me tinha chamado muito a atenção,não sei porquê,era um pouco presa aquela casa,mas eu fiquei a pensar,vivemos ali à tantos anos e nunca a vi com um homem,ela era virgem de certeza,fiquei com tesão de comê-la. No dia a seguir foi a mesma coisa, fui à praia de manhã e à tarde aquela hora lá foi s Zeza beber café,só que naquele dia pus um filme de foda no iPad com o volume um bem alto junto à porta de minha casa,como vivo no res do chão a minha porta e logo a primeira quando se entra no prédio,sobe-se umas escadas e é a minha porta logo ali antes de chegar aos elevadores,quando ela passou a minha porta eu estava a espreitar pelo óculo da porta com o iPad junto à porta com o ponho no máximo de modo que ela ouvisse os gritos da putas a foder no filme,vi que ela ouviu até fez um compasso de espera antes de ir para casa,estava um pouco assustada mas acho que foi para casa a pensa.Foi assim durante alguns dias nas minhas férias,mas um dia quando eu pensava que ela ia beber o seu café ela saiu do prédio eu a janela como sempre,mas ela primeiro foi aos contentores do lixo do outro lado da rua,trazia uns sapatos seus que ia por no lixo,eu vi porque não levava num saco,levava-os mesmo na mão e estavam até em bom estado,e pôs os sapatos mesmo ali ao lado do caixilho lixo mas cá fora,eu fiquei com a pulga atrás da orelha porque se a coisa que eu adoro é pés e calçado femenino,ela depois foi beber o café e eu fui despejar o meu lixo só com o pretexto de trazer os sapatos e trouxe,levei um saco vazio e trouxe os sapatos.Em casa fiquei com uma tusa só de ter os sapatos dela ali comigo,cheirosos roçei o meu pai neles e até me esporrei neles,no dia a seguir quando ela foi beber café fui lá a cima a porta dela e pus lá um dos sapatos com esporra do dia anterior e com a daquele dia,só sei que passado um bocado depois de ela entrar no prédio subiu até à porta de casa dela e ver aquele sapato que ela mesmo tinha ido por aí lixo tinha ido parar ali e banhado de leite,ouvi a porta da entrada a abrir ela a sair com o sapato na mão,olhou para mim eu a olhar para ela mas não me disse nadinha como sempre,a única vez que ela falou comigo tinha sido a alguns quinze anos atrás,apanhei-a a fumar nas escadas do prédio e pediu-me para não dizer nada à família dela e eu pus-a à vontade nesse dia.Ainda tinha o outro sapato e no dia a seguir quando ela foi beber café eu já tinha um plano em mente,um belo filme no plasma a passar de trios com dois homens para uma mulher em todas a cenas,eu já estava com o caralho bem teso e com ânsia de tirar a virgindade à Zeza,andava cego com aquela ideia de ter uma virgem a minha beira a tantos anos e não me tinha apercebido,quando ela viesse do café ia abrir a porta e aparecer-lhe à frente todo nú de pissa tesa,e assim foi,quando ela abre a porta do prédio sobe as escadas eu abro a porta ela por instintiva para mim e vê o meu caralho teso à frente dela olhou para baixo fitou o meu naco olhou-me nos olhos e saiu,foi a subir para sua casa eu fechei a porta e fiquei meio atordoado com aquilo mas não ouvi a porta lá em cima a fechar,pois nem um minuto a seguir a Zeza bate á minha porta,eu abro ela agarrou no meu caralho ainda teso e perguntou:
-Posso vir cá à noite quando o meu pai já estiver a dormir?Eu disse que claro que podia vir,que ficaria à espera dela nessa noite.Por volta das onze da noite apareceu como combinado,a Zeza estava tão nervosa tremia como uma vara e até gaguejava com medo de ser apanhado pelo pai,mas eu pus-a sempre confortável e à vontade...
-Não tenhas medo Zeza vai correr tudo bem, na televisão passava um mega filme porno com vários homens e mulheres numa grande orgia,ela olhava espantada nunca tinha visto nada daquilo.
-nós nunca falámos muito,não sei porquê...disse ela,deixa lá não faz mal disse eu.
-Senta-te aí no sofá Zeza está à vontade,queres beber alguma coisa?
-Não não,obrigado!!!
-Estás a gostar do filme,nunca tinhas visto nenhum pois não Zeza?
-Não,é a primeira vez que vejo e sim estou a gostar.Passados uns cinco minutos de estarmos a ver o filme tirei o caralho já todo teso,a Zeza ficou de boca aberta.
-Queres tocar-lhe Zeza,podes mexer à vontade.Ela meio acanhada esticou o braço tocou com a ponta dos dedos na cabeça do caralho e foi-se chegando com a boca á minha verga.
-Chupa pra aí a vontade Zeza,tira a barriga de misérias,delícia-te com o teu primeiro pénis,não tenhas vergonha.
-Mas eu nunca fiz isto,não sei como fazer!!!
-Faz assim então Zeza,agarra-o,aperta e vai movimentando para cima e para baixo e vai acelerando o movimento.Ela assim fez,eu estava com tanta tesão que as veias pareciam que iam arrebentar.
-Mete na boca Zeza beija esse pau...isso aaaahhhhh que bem que sabe.Fui tirando a roupa à Zeza,que tinha um corpo escultural,como é que eu nunca tinha reparado nela...-belas mamas Zeza,és mesmo boa...e o cú dela maravilhoso com pele de bebé a cona mais peluda que eu já tinha visto alguma vez na vida,e que bem que cheirava,rapidamente me esqueci da pureza da Zeza,e lambi aquela cona sedenta e húmida,olhei para a Zeza que mordia os lábios para não fazer barulho,contorcia-se toda,eu chupava-lhe o grelo vorazmente e deitei-me sobre ela para lhe por o nabo na boca e começámos num sessenta e nove,eu mamava de uma maneira que a Zeza mal me conseguia chupar o caralho,disse-lhe para me esgalhar o pisso com rapidez e chupar ao mesmo tempo,disse-lhe para olhar para o filme,na altura estava uma vaca a fazer um grande broxe e a levar com outro na cona,a Zeza lá começou a chupar já de outra maneira,com mais vontade mais gana,já quase engolia o caralho todo e ficamos ali uns dez minutos até que lhe perguntei se estava preparada para o que estava pra vir,ela disse que estava mas para eu ir com cuidado,com jeitinho pra não magoar,eu disse para que não se preocupasse que eu ia devagar,fui buscar o meu frasco de gel lubrificante,este era mesmo para fisting,pus um pouco na ponta dos dedos e esfreguei na ratinha da Zeza,e fiz o mesmo na cabeça do meu caralho começei a esfregar primeiro um pouco os dedos naquela cona,enfiei um dedo lá dentro e a Zeza soltou logo um gemido meti mais um,estava tão molhada que não aguentei mais,encostei o caralho na cona dela e empurrei devagar a Zeza até gritou e começei a dar marteladas mas devagar a Zeza veio-se logo e eu começei a dar com mais força,a Zeza abria as pernas e dizia para não o tirar.
-Estás a gostar Zeza,estás?
-Sim,estou a adorar continua por favor,dá-me tudo.
-Eu vou-te dar tudo,tudinho o que tens direito,toma Aaaahhhh uussss aaahhh já não és virgem Zeza.
-Agora és um putinha,ouviste.
-Então fode a minha cona de putinha,fodes?
-Fodo sim minha cabra,até te vou foder o cú,mas agora chupa esse sumo da tua rata...A Zeza lambeu aquele caralho todo molhadinho,já se tinha entregue à putaria pôs-se de gatas e espetei o pau todo na sua cona apertadíssima,e martelei mais uma meia hora a Zeza só se vinha em orgasmos múltiplos,Gui buscar mais um pouco de lubrificante e massajei o buraquinho do cú d meti um dedo logo lá dentro,eu estava co tanta tesão que levei o dedo a boca e chupei de modo que a Zeza visse que eu não tinha pudor nenhum nem nojo sequer de provar o cú dela fodi-lhe o cú com o dedo indicador uns minutos mas depois meti a verga com jeitinho fui empurrando,a Zeza gania,eu empurrava até que a cabeça da pissa finalmente entra,aí a Zeza mandou um grito que não sei se o pai dela não ouviu lá em cima,disse-lhe para ter calma que o pior já estava,ela implorava para tirar deixei ficar sem mexer mas mantinha a cabeça do caralho lá dentro cruzamos um olhar dei sinal que ia continuar e continuo a empurrar a verga para dentro daquele rabinho virgem,ia fazendo força na verga para inchar ao máximo e ia fodendo aquele cú tinha tanta tesão que tive ali só dez minutos a foder-lhe o cú,virei-me de frente para ela e ela mantinha-se de gatas e esporrei-me todo na boca e na cara dela...
-Aaaaahhhh toma Zeza aaaahhhhhh que bom, gostas Zeza o teu primeiro banho de leite.A Zeza engolio a que tinha na boca e passou na cara toda a que havia com as mãos,fomos pro banho e tivemos ali um pouco a conversar,depois foi para casa e disse-lhe sempre que quisesse podia cá voltar.Para a próxima vou-vou contar como fiz chantagem com a senhora que faz limpezas no meu prédio,isto porque ela fuma às escondidas e eu apanhei-a...
Espero que gostem, beijinhos

Foto 1 do Conto erotico: A minha vizinha ainda era virgem

Foto 2 do Conto erotico: A minha vizinha ainda era virgem

Foto 3 do Conto erotico: A minha vizinha ainda era virgem

Foto 4 do Conto erotico: A minha vizinha ainda era virgem

Foto 5 do Conto erotico: A minha vizinha ainda era virgem


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario

Comentou em 14/12/2016

PARABÉNS, MUITO BOM RELATO VISITE MINHA PÁGINA LEIA MEUS RELATOS VOTE SE GOSTAR GOSTEI E VOTEI MEUS MELHORES CONTOS DE VIRGENS ESTÁ NA 1ª PAGINA DE, MELHORES CONTOS DE VIRGENS TIREI O CABAÇO E O SELO DO CU, MAS LEVEI DEDADA FOI ARRUMAR A CASA, PERDEU O CABAÇO E AS PREGAS NAMORADA CONTOU COMO FICOU SEM AS PREGAS AINDA ÉRAMOS VIRGENS NA BOQUINHA DA GARRAFA




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


89050 - O meu filho deu-me uma tareia de pissa - Categoria: Incesto - Votos: 6
89173 - Eu,o meu filho e dois transexuais - Categoria: Incesto - Votos: 13
89316 - Levei a minha mãe a uma casa de swing - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
89675 - Surpresa para o meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 20
89739 - O meu filho fez-me entrar num gangbang - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 7
90227 - Chantagem com a porteira - Categoria: Coroas - Votos: 4
90499 - Obriguei a minha mãe a foder com um cão - Categoria: Zoofilia - Votos: 2
97572 - Eu e a minha mãe na Áustria - Categoria: Incesto - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil loucolouco
loucolouco

Nome do conto:
A minha vizinha ainda era virgem

Codigo do conto:
89946

Categoria:
Virgens

Data da Publicação:
02/10/2016

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


pornocontoincestocontos eroticos mostrei a buceta pro filhoconto erotico em taubatequadrinhos eróticos com fotos reais cornoscontos eroticos gay sendo estuprado por taradossexo conto banda desenhadameu padrinho me comeipretinha deu o cu apertdo pro negao chorou e gritoupsicologas rabudas contosconto com foto de entregador de gas comndo um gorotodor doendo virgindade primeiro nojo pregas "porno"Contos sexo com mãe e filhacanto erotico preto dotadoquadrinho porno pai e filhocontos eroticos o meu avôcontos de estrupeigayzibho gemendo loucamente contos heroticoscasas dos contos novinha gabi e padrasto Henriqueconto erotico confudiu minha amiga comigoPorque o homem e viciado a bater punhetacontoerotico com velho safadoContos eroticos tia em surub familiaContos eroticos com fotos de podolatria de mulheres com os pes por de baixo da mesaocontos eroticos gay bebendo leite de pica ensebadacontos eroticos com videos. deichei meu marido fuder a minha amigaXvidio encoxatriz de frente em conducaoGay dando em Alagoasdotado do bate papo contocapoeira com capoeira conto gaysexo incesto em casa abertamente em famíliacontos porno tio tirando a virgindade da sobrinhaconto erotico mostrando pau pra meninaContos erotico travesti ta me comendoconto dei a bucetinha para o tioMulheres virgem gostosasconto erotico gabrielacontos.bebedor.de.urinaconto erotico a excurssao 3xvideos gay como comer um viado por conhecidencia com prazecontos eroticos de submissa vendidaConto eroticos gay fui fodido pelo entregadorcontos encoxadasContoeroticoabusosabaixa vidio de sexo corno pega a mulher de supresa com outroconto erotico o tio da portariaconto de madrasta taradasedutoras e marrentas parte doze contos eroticosconto erotico bisex 2017 curitiba[email protected]Vestida de noiva traindo com negao contos filhanao aguenta a geba d pai no cuseu roludo, - contos eroticosmae e filho conto heroticocontos sexo estupro e sadomasoquismoamantes de buceta mozcontos eroticos corno e amigoMinha,sogra Rabudasconto erotico fui a praia com meu marido e um desconhecido me fudeu ele era bem dotadobanda desenhada pornozexo forçado com nviados e novinhoconto erotico aliviarquadrinho porno gay tedysexo desenho super heroiscontos encoxando no showconto zoofilia o pone me quando cai estrupoucontos eroticos adoro leite delesconto erotico gay peludoNegão conto eróticowww.alyamirantinane.comcontos eroticos filha casada fode com seu pai que tem um pau de 27cmsContos enfiano coiza grossa no cuconto erotico pai me fodeEu e minha mae gorda conto eroticoquero vídeo de conto erótica de lésbica mamando no seios como um bebê na praiacontos eroticos roupa transparentecontos eroticos fio dendal da esposa com tesaofui estuprada egostei contoerooticocontos erotiicos de insesto inwditoquadrinhos porno mulher ficando pelada na fremte do homemContos eroticos com fotos de moleques de dez anos dando cu para tios caminhoneiros na viagemultimos contos sadomazoquistaContos eroticos empregada do vizinhocontos eroticos chantageada pelo cunhadoboafoda69.comcontos eroticos dei para os amigos de meu marido no jogo de baralhoconto gay com fotos a boquinha do meu filhocontos eroticos eu minha amiga e meu maridocontos bucetinha pauzaopapai e vov¨® abusam de mim conto eroticoconto erotico gay viado safado procura piroca no carnaval na lapaBucetas charmosa