A bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada


Click to Download this video!


Comi a bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada.
By aventura.ctba

Esse conto é verídico, aconteceu já faz alguns anos e me dá muito tezão quando me lembro. Vou tentar resumir para não ficar muito cansativo de se ler.

Na época trabalhava em uma estatal que sempre contratavam estagiarias para o serviço burocrático.
Em um dia tive a grata surpresa de ver trabalhando na empresa a Carol, recém-casada com meu sobrinho, filho da minha cunhada.
Carol uma loirinha linda, 1.60m, 18 aninhos na época, olhos azuis, cintura fina, bundinha redondinha e durinha, peitinhos na medida com biquinhos que parecia querer furar o tecido fino das camisetinhas que usava, enfim um corpinho escultural com tudo no lugar por ser uma menina ainda.

Sempre tive o maior tezão por aquela menina desde que namorava meu sobrinho. Quando nos encontrávamos nas festas de família, por mais que tentasse disfarçar não conseguia tirar os olhos daquela pérola. Carol percebia meu olhar guloso, mas não me dava trela, pois minha fama entre as mulheres da família era de ser muito galinha, mas todos me adoravam por ser o tiozão aventureiro, pois faço parte de moto clube e adoro viajar de moto.

Assim que vi a Carol, rapidamente arranjei um jeito de trazer para minha gerência e passávamos a maior parte do tempo juntos. Levava ela para almoçar comigo todos os dias, e ela aos poucos foi se soltando e percebi que de santinha ela não tinha nada.
Ao conversarmos no dia a dia, comecei a dar indiretas de como achava ela gostosa, e com o passar do tempo ficamos bem íntimos e a coisa foi progredindo. Trocávamos mensagens, sempre que ficávamos longe dos olhares dos funcionários arranjava um jeito de dar uma encaixadinha na sua bundinha fazendo questão de que ela sentisse como me deixava.

Carol com um sorrisinho cínico no rosto dava um jeito de se afastar, mas sem antes dar uma sacadinha no volume que fazia na frente da minha calça, até que um dia após encoxá-la ela levou a mão pra trás e apertou verificando a circunferência do meu pau, deu uma apertadinha e disse:
- Tudo isso é por minha causa? Quando ia responder, apareceu um funcionário na nossa sala e ela disfarçou indo pra sua mesa.

Em pouco tempo percebi que ela me desejava tanto quanto eu a desejava. Percebia isso quando ficávamos a sós, nas saídas que dávamos a noite eu, minha esposa, ela e meu sobrinho para comer pizza e tomar um bom vinho, pois ela adorava. Meu sobrinho sequer desconfiava que estava louco para meter a rola na sua mulher e ela estava cada vez mais receptiva aos meus assédios.

Na época tinha 34 anos, 80 kg e um corpo legal já que sempre pratiquei esportes. Lembro que em um dia no serviço disse a ela que quando ficasse sozinha a noite era pra ela passar uma mensagem que estava louco de tezão de comer ela na sua cama. Carol como sempre me olhava com uma carinha de safadinha e um sorrisinho cínico no rosto que me deixava com mais tezão ainda.

Em um belo dia após ter chegado em casa e tomado um refrescante banho, assistia o jornal das sete enquanto saboreava uma cervejinha gelada, recebo uma mensagem da Carol dizendo que seu marido tinha saído para uma eleição no clube que participava e voltaria bem tarde, e se eu a desejava de verdade, e se estivesse mesmo a fim de realizar a fantasia de comer ela na sua cama, essa seria a oportunidade.
Carol ainda escreveu: se fosse até sua casa não iria me arrepender pois estaria me esperando de banho tomado, perfumada e sem calcinha.
Pensei muito e confesso que fiquei com receio, pois se descobrissem seria um escândalo na família e a separação de dois casais seria inevitável, mas o no fim a cabeça de baixo falou mais alto e decidi ir até a casa dela.

Chegando lá, toquei a campainha e ela me recebeu na porta com um vestidinho preto todo colado no corpo revelando todas as suas curvas. Carol foi me puxando pra dentro e assim que fechou a porta eu fui levantando seu vestidinho para conferir se estava mesmo sem calcinha, enquanto ela ligava para meu sobrinho perguntando como estava a eleição, eu apertava sua bundinha linda e dedilhava sua bucetinha toda meladinha. Dava para ouvir seu marido no telefone falando que estava dura a apuração e que demoraria pra acabar.

Neste momento coloquei uma perninha dela no sofá e comecei a chupar sua bucetinha que parecia ser selada de tão pequena e totalmente sem pelos. Chupei muito aquela delicia até sentir seu néctar em minha boca, minha sobrinha gozou muito, pois seu corpinho tremia enquanto sugava com força todo o liquido que saia daquela bucetinha suculenta, era tão pequenina que parecia de criança.

Levantei-me e naquele ímpeto de enfiar meu pau naquela grutinha, Carol me empurrou com carinho e sem falar nada segurou no meu pau mesmo por cima da bermuda e me levou até seu quarto. Chegando lá ela abaixou minha bermuda e meu pau saltou pra fora batendo em seu rostinho angelical de tão duro que estava. Minha sobrinha parou alguns segundos olhando minha pica que até eu me surpreendi com a rigidez e o tamanho que ficou sem contar a grossura.

Acho que ela não tinha visto um daquele tamanho ainda, após admirar se levantou e me empurrou sobre sua cama e começou a chupar meu pau com tanta vontade que às vezes chegava a me machucar. Carol engolia o que podia chegava até fazer ânsia quando atingia sua garganta, depois descia até meu saco e chupava minhas bolas uma por uma e repetia tudo novamente.

Antes de meter na sua bucetinha, deitei-a de costa e comecei a chupar seus peitinhos com os biquinhos super duros e seu corpinho se arrepiava todo. Subi até seu pescocinho e chupava tomando o cuidado para não deixar marcas, Carol se contorcia toda quando sentia minha língua no seu ouvidinho.
Meus dedos não paravam de tilintar seu grelinho, e Carol gemia quando enfiava os dedos no fundo da sua bucetinha. Fui para seus peitinhos novamente, e fui descendo por sua barriguinha dando um trato especial no seu umbiguinho lindo, seu corpinho de menina se contorcia a cada caricia que recebia.

O cheiro de sexo que emanava da sua bucetinha me deixava embriagado e não teve como não cair de boca naquela xaninha pequenina e sugar com loucura até sentir novamente seu gozo enchendo minha boca que engolia cada gotinha, como se fosse o líquido mais precioso do mundo.

Carol não conseguia nem falar o tanto que gemia quando gozava, alucinada ela pegou minha cabeça que estava entre suas pernas e me puxou pra cima dela enquanto pegava em meu pau e direcionava para a entrada da sua bucetinha e me dizia:

- Me come, mete na minha bucetinha, não estou aguentando mais!

- Me fode seu puto! Não era isso que queria? Me comer na minha cama?

- Então me coma caralho! Fode minha bucetinha, fode!

Ajeitei meu pau na entrada da sua bucetinha e fui forçando, mesmo totalmente lubrificada meu pau foi entrando justo, alargando o máximo aquela rachinha que parecia de uma criança de tão pequena. Carol não parava de gemer. Quando meu pau alcançou seu útero, vi em seu rostinho certa preocupação, pois acho que ninguém tinha chegado até ali. Logo estava com meu pau inteiro dentro daquela grutinha, é incrível a capacidade que as mulheres têm de suportar um pau gigante em suas bucetinhas tão pequenas.
No começo parecia impossível aquela bucetinha conseguir agasalhar meu pau todo dentro dela. Até Carol ficou com receio quando viu o tamanho e a grossura do meu pau. Agora estava ela ali com meu pau inteiro atolado na sua bucetinha e ela mesmo me pedindo para foder sua xaninha.

Comecei a tirar e por devagar e aos poucos fui aumentando a intensidade dos movimentos. Minha sobrinha me puxava de encontro e me apertava para sentir meu pau no fundo da sua bucetinha, após uns cinco minutos fudendo aquela xaninha, Carol cravou os dedos na minha costa e me apertou de encontro ao seu. Suas perninhas não paravam de tremer. Carol graninha e dizia que estava gozando e eu continuei socando na sua bucetinha, até que para retardar meu gozo, pus ela de quatro e comecei chupando seu cuzinho e sua bucetinha alternadamente.
Abri sua bucetinha e percebi que tinha feito certo estrago nela, pois estava toda abertinha e vermelha de tanto levar pau.

Vendo aquela gatinha de quatro na minha frente com sua bucetinha toda vermelha e um cuzinho rosadinho, molhei os dedos na sua bucetinha toda gozada e levei até seu cuzinho e enfiei dentro e fui fudendo com o dedo seu cuzinho, logo estava com dois dedos no seu buraquinho. Quando me preparei pra comer aquele cuzinho e Carol percebeu minha intenção tentou se escapar, mas a segurei forte em sua cintura e fui forçando. Carol se debatia e dizia:

- Pare seu louco, sofri para aguentar seu pau na minha buceta imagina no meu cu!

- Mal aguento o pau do meu marido que é bem mais fino e curto, imagina com esse trambolho!

- Vai comer o cu da minha tia, caralho!

Logo vi que teria de ter muita paciência para comer aquele cuzinho, e o momento não seria aquele.

Vendo aquela gatinha de quatro com sua bucetinha toda arreganhada pra mim, não perdi tempo e meti com muita força meu pau na sua grutinha. Enquanto metia, segurava em seus peitinhos, não demorou muito e gozamos juntos. O tesão era tanto que inundei sua grutinha. Era tanta porra que escorria da sua rachinha que foi molhando o lençol deixando uma marca enorme sobre a cama. Antes de ir para minha casa, minha sobrinha ainda chupou meu pau deixando-o limpinho.

A visão de ver aquela menina loirinha deitada com a bucetinha vermelha e toda gozada, me fez voltar e chupar aquela delicia até deixa-la limpinha como ela deixou meu pau, dei mais um beijinho na bucetinha dela e fui pra minha casa pensando na deliciosa loucura que tinha acabado de cometer.
Enquanto dirigia ia pensando no risco que corremos. Imagina se meu sobrinho me pega comendo sua esposa na sua casa, na sua própria cama! Que desculpa daria pra minha mulher, pois disse a ela que ia comprar cigarros e voltaria logo.

No fim tudo acabou dando certo e a vida continuou. Eu e a sobrinha tivemos muitos encontros em motéis no horário de almoço. Hoje nem eu e nem ela trabalha no mesmo lugar, nossos encontros foi diminuindo e ainda hoje, esporadicamente nos encontramos em alguns motéis sempre na hora do almoço.

Até hoje não consegui comer o seu cuzinho. Fizemos várias tentativas, mas via o sofrimento dela e então parei de forçar a barra. Na sua casa foi a primeira e ultima vez que cometemos aquela loucura, mas foi a melhor loucura que cometi na minha vida.
Se gostou do conto vote, deixe seu comentário, pois esses pequenos gestos fazem que continuamos a contar nossas aventuras.
Carlos: Casal aventura.ctba.

Foto 1 do Conto erotico: A bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada

Foto 2 do Conto erotico: A bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada

Foto 3 do Conto erotico: A bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada

Foto 4 do Conto erotico: A bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada

Foto 5 do Conto erotico: A bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario safadex1978

safadex1978 Comentou em 11/03/2018

Caraca que conto tesudo! ahhh ninfetas! sempre doces!! votado

foto perfil usuario outrosergio

outrosergio Comentou em 18/09/2017

Adrenalina de tesão

foto perfil usuario

Comentou em 15/09/2017

Bom conto.

foto perfil usuario hottnts

hottnts Comentou em 22/07/2017

No começo parecia impossível aquela bucetinha conseguir agasalhar meu pau todo dentro dela. Até Carol ficou com receio quando viu o tamanho e a grossura do meu pau. Agora estava ela ali com meu pau inteiro atolado na sua bucetinha e ela mesmo me pedindo para foder sua xaninha.

foto perfil usuario wilson.metler

wilson.metler Comentou em 06/06/2017

Que conto excitante, quem nunca teve uma sobrinha que despertou o seu tesão, ou uma tia louca pelo sobrinho. Eu mesmo sempre fico louco com uma sobrinha delicinha que eu tenho.

foto perfil usuario marcos28

marcos28 Comentou em 03/06/2017

Com uma sobrinha dessa, o incesto é ainda mais tesudo!

foto perfil usuario morenoctba11

morenoctba11 Comentou em 05/05/2017

Que delicia de conto... adoro essas safadezas...

foto perfil usuario bahianinhoo

bahianinhoo Comentou em 22/03/2017

Bem excitante esse conto, nossa uma sobrinha como essa todos queriam ter!!!

foto perfil usuario skarlate

skarlate Comentou em 06/01/2017

muito bom

foto perfil usuario morenodecholate

morenodecholate Comentou em 03/11/2016

muito bom..

foto perfil usuario cristina23livre

cristina23livre Comentou em 02/11/2016

otimo votado

foto perfil usuario coroa70

coroa70 Comentou em 30/10/2016

Querida angela reli este relato me deliciando e gozando .infelismente so podemos votar 1 vez .muitos bjssss em sua bucetinha .

foto perfil usuario rb1978

rb1978 Comentou em 29/10/2016

Gosando em segundos!!! Muito bom!!! Quero mais!!!

foto perfil usuario safado65

safado65 Comentou em 24/10/2016

Sensacional. Muito excitante

foto perfil usuario dotadosp27

dotadosp27 Comentou em 23/10/2016

Adorei...que delicia de conto!!! To com tesão só de imaginar!!!Bjs

foto perfil usuario

Comentou em 15/10/2016

Realmente para uma foda bem gostosa tem que ter paciência e essa valeu a pena !!!!

foto perfil usuario coroa70

coroa70 Comentou em 15/09/2016

Que delicia de relato .me senti em seu lugar comendo sua sobrinha e gozando na bucetinha dela.ja li muito dos seus relatos e da sua esposa mas era com o nik de coroa 66, gostaria de ter o casal como amigos novamente .continuem a pubricar .votei

foto perfil usuario gersal607

gersal607 Comentou em 21/08/2016

Muito excitante seu conto lindas fotos .votado

foto perfil usuario suzylee

suzylee Comentou em 11/08/2016

conto delicioso e fotos lindas e sensuais fico molhadinh tb bjos Su

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 25/07/2016

Santa delícia! Mulher assim, é para se ter junto de si, a vida toda! Betto

foto perfil usuario julioalves

julioalves Comentou em 18/07/2016

Vc não perde tempo amiga

foto perfil usuario

Comentou em 08/07/2016

Delicia de sobrinha seu sortudo...rs ... legal o texto!

foto perfil usuario henrykh3

henrykh3 Comentou em 05/07/2016

Lembranças de Curitiba.

foto perfil usuario bianor

bianor Comentou em 03/07/2016

Boa noite:gostei muito di conto e da loucuras q vc fez ao comer ela na cama dela bju na piriquita dela.

foto perfil usuario dibinhocarinhos

dibinhocarinhos Comentou em 03/07/2016

Nossa, muito bom mesmo....................................................... Esta de comer na cama dela, dá mais tesão ainda............porque existe o medo.................................., O Tesão mesmo dá em ver esta bucetinha, tão apertada......................imagino tentando comer aquele cuzinho e não entrando de jeito nenhum...............................vc deve ter ficado maluco.......

foto perfil usuario laureen

laureen Comentou em 03/07/2016

calcinha molhada dá um tesão ne? bjos Laureen

foto perfil usuario laureen

laureen Comentou em 03/07/2016

Esta Carol e demais adorei o conto e fotos bjos lindos amigos Laureen

foto perfil usuario mauriciodangra

mauriciodangra Comentou em 02/07/2016

Parabéns pelo conto. Muito bem escrito e bastante excitante. Sabe aquele ditado: água morna em pedra dura tanto bate até que fura,pois é, é o que deve continuar fazendo, vai chegar uma hora que quando ver o pau estará totalmente enterrado dentro dela.Votado




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


596 - ESPOSAS TROCADAS (Incesto, Prazer a quatro) - Categoria: Incesto - Votos: 591
601 - CAMILA, UMA GRATA SURPRESA - Categoria: Heterosexual - Votos: 111
611 - Flagrei minha esposa com meu irmão (continuação) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 120
612 - Flagrei minha esposa com meu irmão - Categoria: Incesto - Votos: 125
616 - NÃO ACREDITEI NO QUE VI - Categoria: Incesto - Votos: 167
617 - Já que o marido não quer - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 129
618 - Comi minha cunhadinha grávida - Categoria: Incesto - Votos: 92
621 - RAPIDINHA COM A CUNHADA COM O IRMAO NO BANHO - Categoria: Incesto - Votos: 102
10411 - COMO DESCOBRI UMA VERDADEIRA PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 48
10412 - AO SR. JOSÉ COM CARINHO (Eternas Recordações) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 47
10413 - ARMADILHAS DO DESTINO - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 25
10414 - O IMPORTANTE É GOZAR E SER FELIZ (Ninguém é de nin - Categoria: Traição/Corno - Votos: 39
10416 - QUEM AMA TRAI? (Um doce engano) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 42
10597 - Flagrei meu cunhadinho se masturbando - Categoria: Masturbação - Votos: 118
13853 - Dando o troco no Maridão(Uma história Incestuosa) - Categoria: Incesto - Votos: 115
15519 - Eu, meu marido e o Sr. José. (Eternas Recordações) - Categoria: Heterosexual - Votos: 136
32529 - Descobrindo o Prazer com o Sr. Augusto ( Final ) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 113
32531 - Descobrindo o prazer com o Sr. Augusto. ( parte 3) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 92
32532 - Descobrindo o prazer com o Sr. Augusto. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 141
32554 - Descobrindo o prazer com o Sr. Augusto. ( Parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 90
35394 - Obsessão por papai final - Categoria: Incesto - Votos: 145
35395 - Obsessão por papai parte 2 - Categoria: Incesto - Votos: 111
35396 - Obsessão por papai - Categoria: Incesto - Votos: 169
38267 - NA BARRACA COM O MARIDO BÊBADO E DOIS AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 285
45880 - Minha comadre linda e gostosa dando o troco no mar - Categoria: Traição/Corno - Votos: 67
47042 - Dividindo a esposa novinha com um Sr de idade - Categoria: Traição/Corno - Votos: 102
47348 - Casadinha dando no pomar vendo o marido jogar fute - Categoria: Traição/Corno - Votos: 157
56311 - Comendo a comadre bêbada enquanto todos dormiam. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 45
56471 - A jovem esposa mal amada e o hóspede adolescente - Categoria: Traição/Corno - Votos: 68
56944 - SE MEU MARIDO SOUBESSE!!! Verídico) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 115
57947 - ESPOSAS TROCADAS II (Prazer a quatro, a viagem) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
59012 - EU, MINHA ESPOSA E UM CASAL AMIGO NO CÂMPING - Categoria: Traição/Corno - Votos: 69
59926 - ENQUANTO NOSSOS PAIS TRABALHAVAM!!! - Categoria: Incesto - Votos: 93
60539 - Meu marido não sabe que fui mulher do meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 79
61030 - Eu meu marido e o Sr, José(Eternas recordaçãoes) 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 42
62439 - Como era apertada a bucetinha da minha cunhada! - Categoria: Heterosexual - Votos: 46
63006 - Perdi minha virgindade com um pau enorme - Categoria: Heterosexual - Votos: 50
63408 - FUI CHANTAGEADA PELO PATRÃO DO MEU MARIDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 73
65180 - O CANALHA ALÉM DE TIRAR A CAMISINHA GOZOU DENTRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 133
65807 - QUANDO O DESEJO FOI MAIOR QUE A RAZÃO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 56
67010 - O TIO DO MEU MARIDO ME COMEU E AINDA GOZOU DENTRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 118
67284 - DESVIRGINANDO A SOBRINHA NO ANIVERSARIO DE 18 ANOS - Categoria: Incesto - Votos: 60
72275 - FINGIU QUE DORMIA SÓ PARA ME DAR O CUZINHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 52
74652 - SOBRINHA "DORMINHOCA" um conto veridico de incesto - Categoria: Incesto - Votos: 81
76246 - Mesmo Grávida dei para o filho do meu compadre. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 88
81876 - O safado me comeu com meu marido dormindo ao lado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 129
82961 - MINHA PRIMEIRA NAMORADA DAVA O CU PARA SEU IRMÃO - Categoria: Incesto - Votos: 36
83110 - APAIXONEI-ME PELO PAU DO MEU SOGRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 55
90327 - UMA VIRGEM. 4 IRMÃOS E UM TIO TARADO (verídico) - Categoria: Incesto - Votos: 86
95218 - O safado do meu sogro gozou dentro do meu cuzinho enquanto meu marido cortava a grama - Categoria: Traição/Corno - Votos: 130
103147 - ENQUANTO NOSSOS PAIS VIAJAVAM (Verídico) - Categoria: Incesto - Votos: 84
110065 - Nunca consegui dar meu cuzinho para seu Antonio - Categoria: Traição/Corno - Votos: 63
112350 - Papai gozou dentro da minha bucetinha enquanto meu marido bêbado dormia no mesmo quarto (Verídico) - Categoria: Incesto - Votos: 112

Ficha do conto

Foto Perfil aventura.ctba
aventuractba

Nome do conto:
A bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada

Codigo do conto:
85584

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
01/07/2016

Quant.de Votos:
61

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


contos eroticos minha primeira inversaocontos eroticos dei o meu cu para meu filhoc.erotico comido pelos camioneros gayhentai shemale fuckingConto gay novinho provocando o pastor da igrejaContos eroticos incesto de carnavalcontos irma mais velha visiada no meu pauconto porno saiu sangueContos eroticos de perdendo as pregas do lado da namoradaconto de incesto fodi a mulher crente.macrinhaporno meu pai pediumenininha safadinha conto eroticoa minha cunhada e o cavalaovideo de sexo bi com incestoisedutoras e marrentas parte 4 contos eroticosContos de incesto gravidavideos pornos de homens colocando vibrador interno dentro da glande e ficando loucos gozando varias vezesboquete da coroa contocontoeroticoputacontos/casada fode com garoto cacetudoconto erotico syberconto erotico de vizinhacOntos minha tia mepegou na punhetafoto de buceta pifado de tesaoconto erotico psicologa tirou minha virgindadecontos eroticos primeira dp sem meu esposocontos eroticos incesto mae corpinhocontos estrupada por drogadosconto de casada tesudaconto erotico minha namorada dançando forro com meu tioporno conto eroticom com a netachiquititas mosca e duda porno gaytia e sobrinha acariciando-se, beijam-se, mamam seiosconto erótico gay, flagrado de calcinhaConto inseminando a sobrinhaconto erotico a excurssao 3contos eroticos de flagasconto erotico foda com policialsipisons albom de imagens pornoeu meu marido corno e o nativo na praiacontos sexo comi minhas 2 empregadinhasdesenho em quadrinho sexoConto erotico papai filhinha novinhaContos erotico de medica em quadrinhocontos erodicos banco de esperma 2contoeroticosafadinhaContos erotico travesti ta me comendoconto erotico mama dos priminhoscontos eroticos de avo e neta levando uma chupada no grlocontos eroticos experimentei viado amigo gayconto eurotico amigo pouzano junto com casalbucetamarlenecontos eroticos mulher de saia sozinha no cineporno e da a buceta para variosvi meu concunhado quase matando minha cunhada com uma rola enormerecepcionista pauzudocontos eroticos 8aninhoscontos minha mae me ensinou a xupa pauporno fiz 18 anos papai me comeuflagrei o amigo do meu pai batendo punheta com minha callcinha usada/contosconto erotico faveladawww.contoerotico.pai e filha no pomarzoofilua novinha linda feu o cuzinho pro cachorromamei o pau do amgo do marido conto eróticovariedades de conto quadrinho nacional corno manso pornôContoeroticobanhocontos eroticos comendo uma dona de casa de bikiniWww.conto eroticomorena no tremconto erotico estrupada pelo vocontos minha sogra certinha e comi seu cufamília ea sim hentai conto erotico de incesto.minha mae flagrou eu e meu irmaoContos eroticos de travecos avantajados.Filha da puta comeu meu cu contowww.entiadacontoeroticoConto porno putinha do velho desde de novinhacontos mãe bêbadasexo e traição contosvideo porno di qeutireultimos contos sadoscontos de chantagem com fotos e coroas fodendo com garotostirei o cabaço da minha enteadaMeninas boqueteiras contoscontos de sexo com a fran mulher do meu amigo fotosconto arebentei cu traveste novinha