Uma onda tentação 2


Click to Download this video!


.....Não é muito fácil viver escondendo seus desejos, porque a carne é fraca e uma hora ou outra acabamos nos rendendo a eles.Nesses momentos tudo é uma pura incerteza,onde pode terminar depende da sorte,e aquele rapaz tinha muita sorte de ter me encontrado.Por experiência própria eu sei que a pessoa errada pode te ferir para sempre,no corpo e na alma.Assim foi comigo na primeira vez com um homem.
Na escola onde eu estudava tinha um inspetor que deixava as meninas de boca aberta,ele se chamava Wagner andava todo playboyzinho camisa polo, tênis de marca famosa, calça jeans escuro e cabelo todo pentiadinho. Eu sempre senti um extremo desejo nele,sempre dediquei minhas punhetas no chuveiro a memória que eu guardava dele.De forma disfarçada eu o esquadrinhava em todos os sentidos fotografando na memória a imagem do seu corpo e rosto.Pouco a pouco eu fui me arriscando cada vez mais num impulso totalmente juvenil,consegui uma foto sua na diretoria e guardava dentro do meu caderno sempre procurando encontrar o seu olhar entre as páginas.Ele costumava tomar banho num banheiro apertado dedicado aos funcionários e eu costumava sentar a escada ao lado do basculhante fingindo estudar apenas para escutar o som da água caindo e fantasiar um pouco com aquilo que eu queria ver.No fim do ano o pequeno banheiro começou a passar por algumas obras,assim os professores que tomavam banho na escola usavam o vestiário dos meninos durante a ultima aula onde ninguém podia ir até o ginásio,assim eu não podia mais escutar ele durante o banho assim foi até o fim do ano.
Quando terminou as aulas, as escolas ficavam abertas apenas para aqueles que queriam ver os resultados das provas e realizar a matrícula para o próximo ano,e eu fui até lá.
Estava tudo silencioso e vazio,muitos papéis espalhados pelo chão dos corredores.Aquele lugar não parecia o mesmo sem todo barulho e movimento,e eu procurava por ele olhando nas salas e subindo as escadas. Depois de sair da diretoria eu decidi ir até o ginásio e assim eu acabei encontrando ele andando pelos corredores.Aquele perfume era inconfundível,ele andava despreocupado com sua mochila num braço todo playboyzinho, tênis de marca famosa, calça jeans escuro e cabelo bem penteado.Da maneira 007 de ser eu o segui com muito cuidado olhando para todos os cantos do corredor até entrar no vestiário.A porta estava aberta e logo ouvi o som do zíper da mochila se abrindo, e eu me sentia extremamente criminoso.Dei uma olhada dentro do vestiário e vi ele de costas totalmente nu se equilibrando em uma perna enquanto tirava a meia da outra.Que bunda linda brilhando na luz daquele ambiente fechado,meu pau já dava sinal quase arrebentando minhas calças.Ele virou de frente e eu pude ver tão bonito corpo daquele homem,foi o primeiro homem nu que eu vi pessoalmente.Até meus 18 anos eu apenas via revistas e fitas porno,não frequentava os chuveiros coletivos ou trocava de roupa perto dos meus amigos,essa é a juventude de um adolescente gay,fugir o tempo todo do contato masculino para evitar um constrangimento como uma ereção involuntária.
A porta do reservado bateu, esse foi o sinal para me aventurar mais na situação.Entrei com todo cuidado ficando ao lado do reservado onde ele tomava banho,fui até sua mochila eu só pensava em pegar sua cueca usada. No interior da mochila algumas camisinhas tamanho grande,e eu já imaginava o pau enorme que ele tinha.Então eu encontrei aquela cueca um pouco suada com um cheiro forte de homem e pequenos pelos presos no tecido.Foi como encontrar um pote de ouro,apertei forte ela contra meu nariz cheirando forte imaginando como aquele tecido tinha se ajeitado e se esfregado naquele corpo.Quando o chuveiro desligou eu entrei no reservado ao lado e fiquei em silêncio.Pela fresta da portinhola eu o vi sair secando o cabelo com a toalha e em seguida passar por seu peito até enfiá-la entre as pernas secando seu saco virilha passando para o meio da sua bunda.O tesão era tão grande que eu não suportei e ali mesmo comecei a me masturbar, meu uniforme já estava suado e minha cueca arriada nos joelhos absorvia o suor que descia da minha virilha.Ele passou seu perfume no corpo inclusive borrifando um pouco no saco e na bunda,que cheiro maravilhoso o mesmo cheiro que saia pelo basculhante daquele apertado banheiro,assim eu pensava e fechava os olhos em êxtase.Então a porta se abriu e num extremo susto eu me joguei para trás encostando na parede era ele sem camisa com a calça jeans desabotoada e ziper aberto revelando o volume da sua cueca branca que pulava para fora.Eu tentava puxar o ar mais eu não conseguia respirar tamanho susto.

-O que você está fazendo aqui?

Seu olhar passou por toda aquela situação, eu com a calça arriada com o pau para fora duro feito pedra segurando sua cueca usada e extremamente suado.Sua expressão ficou séria e indecifrável.Seu olhar me perfurou enxergando tudo o que eu tenho lutado para esconder.E eu ainda o devorava com olhar devorando seu corpo com os olhos implorando pelo seu toque.Ele entrou sério no reservado encostando a porta atrás de si.Estufando o peito me olhando de cima parecia me entregar o seu corpo,e eu com a palma da mão ainda molhada da mistura do suor com o liquido que já saia lentamente do meu pau toquei o seu peito.Beijei seu peito e abracei seu corpo,como eu era mais baixo meu pau passou entre suas pernas tocando a calça jeans, e ele permanecia imóvel rígido como uma estátua.Eu coloquei seu pau para fora e iniciei uma punheta tentando acordar alguma coisa nele, e foi assim que ele reagiu passando as mãos por minhas costas suadas até chegar na minha bunda.Seu pau ganhava aos poucos e com dificuldade peso e tamanho enchendo minhas mãos e seus dedos alisavam lentamente meu ânus até ele enfiar a pontinha do dedo.
Ele se desprendeu de mim saindo pela porta,abriu sua mochila e procurava algo.Eu tirei minha camisa e a pendurei na porta,eu não mensurava que um homem daquele tamanho poderia me machucar.Ele voltou com uma revista e da forma mais bruta me virou de costas puxando minha bunda para trás,olhando para trás eu ví que ele era imenso para mim,não apenas cumprido mais também grosso.Sua camisinha vestia apenas até a metade de todo o seu tamanho,assim me virei vendo como ele estava diferente de antes.Seu olhar agora era de um devorador e eu seria sua presa.A revista na sua mão tinha fotos de mulheres nuas com sua bucetas abertas ou de quatro abrindo suas bundas.

-Já que você quer, eu vou te fazer este favor.Mais tem que ser gostoso pra mim também né.Abre bem esse cuzinho que eu vou te meter a rola.

Me virou e pouco a pouco eu passei a perder o tesão naquilo, eu imaginei muitas coisas menos ser usado como um objeto.

-Abre esse cú!

Eu abrí a bunda com as mãos e ele empurrou meu corpo para que eu me abaixasse,comecei a sentir que ele apoiou a revista nas minhas costas,e entre chingamentos lambia minha bunda e enfiava a limgua no meu ânus.Abaixado eu via o plástico da embalagem da camisinha colado na sua perna e na sua calça arriada eu via um pouco de polvilho na sua cueca. Ele forçou seu peso sobre mim até aquele pinto enorme ganhar um pouco de espaço na minha bunda e eu cada vez mais vermelho segurava a dor e ele com carinho rebolava e forçava um pouco mais até que aquela cabeça enorme passou na portinha entrando de uma vez metade daquele monumento e nesse momento eu chorei.

-Caralho que bucetinha apertada,você é virgim.Nem perguntei sua idade.Caralho!Você já tem 18 anos?

-Tenho.respondi entre lágtrimas

-Eu vou socar tanto nesse cuzinho, depois de mim você vai ficar profissional.

Ele olhava para a revista com aquelas putas nuas e forçava tentando entrar mais,mais ele não tinha espaço.E em uma estocada forte no meu cú eu gritei e apertei forte com a bunda o seu pau.E ele me abraçou por cima dos braços apertanto forte e estocando de baixo para cima e nesse momento gritou"AI PORRA!" e pulsou de forma frenética dentro de mim mijando porra como um cavalo reprodutor inundando meu cú e descendo como uma cachoeira pelas minhas pernas e pelos nossos sacos.
O chuveiro se abriu e a água molhou nossos corpos lavando o suor,sem nos separar fiquei alí entre os braços dele,que me apertava e respirava fundo,a revista entre nóis já se disfasia pelo suor e água e assim ficamos até........


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario arrobapeigs

arrobapeigs Comentou em 13/08/2016

Continua! Adorei.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


82297 - Uma onda tentação 1 - Categoria: Gays - Votos: 2
87298 - Arte e Sexo - FAME - Categoria: Gays - Votos: 4
87311 - Arte e Sexo 2 : Olhos azuis - Categoria: Gays - Votos: 3
87325 - Arte e Sexo 3 - Homens Homens Homens - Categoria: Gays - Votos: 3
87341 - Arte e Sexo 4 - OS DOIS NO CÚ - Categoria: Gays - Votos: 5
87435 - Arte e Sexo 5 - Ardendo - Categoria: Gays - Votos: 4
87442 - Arte e Sexo 6 - Faroeste - Categoria: Gays - Votos: 3

Ficha do conto

Foto Perfil carloslifesurf
carloslifesurf

Nome do conto:
Uma onda tentação 2

Codigo do conto:
82323

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
24/04/2016

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


bucet dese 17quadrinho erotico_favelacontos eroticos top pag 91Gay gosando e punhetiandoconto erotico de cornoContos e fotos gozadas nos peitoscontos veridico menino bem dotado conseguiu fode a professora casadaconto erotico esposa putaamigo meninos conto erotico bairrocontos porno gratis estupro submissãocontos eroticos minha sogra quis eContos eroticos emprestando a esposaconto erótico boquete chantagemhentai gravida de saposconto erotico minha mulher e seu amantecorneando o noivo na cara dele sem ele perceber contos eroticosincesto desabafo contocontos inversaofilho transando com pai historias em quadrinhostravesti enganou contoconto erotico dona de barContos eroticos de a filhinha safada amamentando o papaicontos eroticos prima com bucetinhacontos de corno triangulo amoroso de minha esposacontos eróticos com fotos cumi o cudotado do bate papo contocontos eróticos - gravida de um piveteensinando a sobrinha conto eroticoporno contos de incestos com sograse maesTransando no ônibus quadradinhohttps://mozto.ru/conto/17246/694838/quase-minha-tia-safada-gostosa-do-grelo-gigante-1p.htmlcunhadinhacontoeroticoComo e bom fuder com o velhinho contosmamei leiteno peito da gostosa contoscontos deixo meu filho passar a mão na tô cabeludaconto erotico comendo a mulher do pastorcontoeroticoburrominha esposa com meu amigo pauzudoconto erótico gay dormindo só de cuecamae incestopag 2contos eróticos banho irmãzinha irmãzinhas irmãscomi minha tia porno quadrinhotete de fudelidade videos caseiro irmão come a buceta da irmã e coza dentroo cu do meu sobrinho contos pornono cuzinho maninho na sala de aula flagra de incestoesposa da buceta lindaEsposacomnegaocontosprofebranca fotoContos eroticos de comi minha vómete na mamae conto eroticoconto incestopais bola plano e fode suas filhastia morna gostosa trazando muito lindasuruba com minha mae contoswww.sogro pauzodo comendo cu da noraO velhio descabaçador de mocinhas virgemconto erotico novinha arrombada por coroassentindo a vara do vovô contos eroticos de incestoJanaína deu cu virgemparasogronudes+das+mulheris+mais+lunda+do+mundomulher quetrasa com o amanteSexo com o pai conto erotecocontos eroticos encoxada no onibuscontos eroticos meu amigo negro e o macho da minha mulhercontos eroticos com meninas bem nivinhas bbquadrinhos eroticos bdsmConto erotico porno dp com marido e amigofuderam com minha esposa na casa da minha cunhadafotos de buceta negra molhadacontoseroticos.comcontos mamae loira bundudaConto erotico porno comendo a mãe bunduda realfotonovela quadrinho hentai porno 3d sobrinha gostosa batendo punheta pro tio taradocontos eróticos botei o pau na buceta de minha filha de sete anosconto gay carona rebolei calcinhacontos erôticos chantagiadas pelos proprio filhosconto erotico ajudei meu primo e virei cornocasada paga alugueo atrasado conto porniContos eroticos com fotos cheirando calcinhas de meninas na academiaengravidando a mamaeContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casaConto de gang bang no posto de gasolinacontos eróticos de cenoura no cuzinhoporno história de experiência conjugaisconto erotico de filho encoxando a mae em casavideo porno do casal vodik