Vou esfolar teu cu: primeiro dia.


Click to Download this video!


Essas são as vantagens de se estar só em casa. Já estava peladinho, de banho tomado, rabo empinado e bem lubrificado com hidratante. Ele chegou no quarto dele e me viu de bruços na cama, com dois travesseiros por baixo de mim pra eu ficar com o rabo bem a mostra. Ele se aproximou, dedilhou meu cuzinho, quando de repente se abaixa e começa a lambê-lo. Eu deliro com aquilo.
--- Nossa, como eu gosto disso! Chupa mais, chupaaaaaaa! Isso, maisssss, maaisss. Hum, aaaaiiii.
O safado sabe que adoro a barba por fazer porque fica arranhando minha munda, e quando deixa o bigode então, meu cu já pisca quando vejo. Ele tira a boca do meu rabo, deixa muito melado, escorrendo de tanta saliva, ouço ele abrindo o zíper da calça social, me preparo.
--- Bebê, temos uma semana inteirinha, quero meter muito no teu cu. Adoro cu.
Ele dá uma risadinha safada, ouço uma cuspida, acho que foi no pau dele. Encosta a cabeça daquela pirocona bem na entradinha que faço questão de piscar pra mostra que estou com tesão. Ele segura pela minha cintura e empurra rola cu a dentro me puxando pra trás.
--- Aaaaaaiiiiii, siiiiissss, issoooooo!
Ele meteu tudo. Tudo. Sinto os pentelhos fartos e grossos dele na minha bunda. Ele Tira toda a pica de dentro. Eu empino mais minha bunda.
--- Lá vai novamente.
--- Aaaaaiiiiii, huuuummmmm!
Vai até a metade, para, da outra risadinha, me segura firme e soca tudo novamente. Até os pentelhos. Deixa alguns segundos dentro do meu arrombado cu, enquanto eu pisco ele pulsa o pau, muito gostoso. Começa novamente a tirar e a meter tudo, as vezes até a metade, as vezes tudo, quando ele vê que meu buraco já tem bem redondinho ele enfia tudo e se deita sobre mim.
--- Nossa, como eu gosto disso!
E começa a me socar rola e chupar minha orelha, o que me dá mais tesão, enquanto rebolo de baixo dele o quanto posso.
--- Eu também gosto muito disso papai. Huuummmm.
--- Não via a hora da sua mãe viajar pra gente poder se divertir a vontade.
--- Essa semana você tá bem pentulhudo papai, quero chupar muito teu cacete sentindo o cheiro dele.
--- Sua mãe já tava reclamando, mas como sabia que logo ela ia viajar não aparei. Sente só.
--- Aaaaaaiiiiiii, empurra mais pra eu sentir. Aaaaaaiiiiiiiii, ai.
--- Você é uma boa putinha! O quê que eu vou poder fazer esta semana contigo? Hein, fala minha cadelinha viciada em rola no cu.
--- Huuuummmm, ai, pode fazer tudo, tudo, tudo.
--- Ha, ha, ha, então vou te esfolar. Toma, toma, toma...
--- Ai, ai, ai...
Depois disso me botou de quatro, levantou minha perna direita e acelerou as estocadas no meu cu. Só ouvia o flop, flop do pau entrando e saindo do meu cu cada vez com mais força, meus gemidos de putinha, ai, ai, ai, ai e as sacanagens do papai.
--- Quem nasceu pra dar o cu não dispensa uma boa rola. Toma viadinho, putinha. Geme, geme. Vou arrombar teu cu.
Ele gozou. Senti os jatos de porra, contei quatro, como era a primeira sabia que estava grossa e farta. Papai se deitou sobre mim até sua rola escorregar do meu cu. Ele foi tomar um banho. Sabe que eu gosto de curtir a porra escorrer de dentro do meu cu. Não tenho pressa, temos uma semana, pra como papai falou, esfolar meu cu.
Enquanto isso fico recordando como tudo isso começou há dois anos atrás. Meu namorado já tinha inaugurado meu cu, morávamos no mesmo condomínio só que em torres diferentes. Nós trepávamos escondidos pelo condomínio, até que um dos vigias me abordou dizendo que tinha visto nas câmeras em dando pro Beto, fiquei com medo, mas ele disse pra eu ficar de boa porque ele curtia fuder homem também.
Disse também que se eu quisesse ele deixava eu transar no quartinho que os vigias usavam pra trocar de roupa e comer. Que se eu quisesse podia ir lá conferir, enquanto isso segurou na mala dele. Entendi o recado. Fui no outra noite como quem não quer nada. Conversamos coisas sem valor, até que ele perguntou se dava o cu há muito tempo, disse que não que só quem tinha me comido até aquele momento tinha sido o Beto. Então ele abaixou a calça e me mostrou uma rola escura, não chegava a ser preta, com a cabeça bem roxa e grande e falou:
--- Então tu nunca sentou numa dessa.
--- Nunca!
--- Porra, tu não sabe o que tá perdendo. Tá vendo como ela é bem envergada pra cima? É pra dar bastante tesão no cu que eu meto.
Comecei a ficar inquieto na cadeira. Ele continuou de pau de fora, saindo um liquido da cabeça. Fiquei olhando aquilo. Ele catou uma gota daquilo com o dedo médio e levou até minha boca e enfiou todo o dedo dentro. Eu fiquei chupando o dedo dele.
---Gostou?
Balancei a cabeça afirmativamente.
--- Quer mais?
Balancei afirmativamente a cabeça novamente. Ele tirou o dedo e meteu o pau, já mais babado ainda, ele segurava minha cabeça e socava, me engasgava, ele ria dizendo:
--- Calma, você ainda não tá pronto pra fazer garganta profunda, mas com bastante treino você engole até as bolas.
Fomos pro quartinho e lá ele me enrabou. Muito, com vigor, as vezes chegava ou saía um carro ele parava atendia e voltava pra me fuder. Quando gozou, disse que podia usar o quartinho pra dar para o Beto quando ele tivesse lá, mas que sempre que possível era pra eu dar pra ele. Assim fiz. Disse pro Beto que Jair era meu amigão e que podíamos usar o quartinho, e como usamos.
Mas contando como passei a dar pro papai.
Mamãe trabalha como consultora e sempre precisa viajar, essa viagens chegam a durar 15 dias e isso deixava papai muito irritado. Sempre soubemos que papai tinha amantes, só não sabia que muitos eram homens que papai currava, já que é vidrado numa putaria e não dispensa nada.
Numa dessas, antes de mamãe viajar, eles brigaram. Papai saiu fulo pra trabalhar. Nesse dia chegou umas 22h. Eu tinha acabado de dar pro Beto, ainda curtindo a ardência e o vazio que fica quando tira o rola. Escuto papai chegar, tá muito bêbado. Vai pro quarto, ouço o chuveiro...
Levanto, olho pro relógio 22h30, vou beber água, quando passo pela sala sinto um cheiro forte de maconha, quando vejo meu pai peladão, e quando digo isso é com o rolão dele pra fora, 17cm, mas grosso e fino na base, que é pra entalar no cu. Assistindo uma suruba na TV, uma cerveja na mão e na outra um baseado já quase no fim. Ele me vê e fala:
--- Êh filhão!, senta aqui.
Hipnotizado por tudo aquilo fui.
---Não vai contar pra sua mãe do meu amiguinho aqui, puxo um só quando tô puto da vida, pra relaxar.
--- Tudo bem pai, e esse filme?
--- Gostou? Já participou de uma?
--- Rsrs, ainda não.
--- É muito bom, sempre que dá eu vou numa, saio com a cabeça do pau toda dolorida, como sua mãe não dá aquele cu, quando posso arregaço. Puta que pariu tô na maior vontade de fuder, sempre que puxo um tenho vontade de dar muita pombada, tem um cara no escritório que tem uma bundinha que é uma delícia, já soquei nele duas vezes no banheiro do banco, ele nem reclama é no seco.
Fico olhando pra aquele cacetão duraço ali. Ele termina o baseado e a cerveja e começa a bombar o pau. Rindo.
--- Tô lembrando, só faço esfregar meu pau no ombro dele, em 2 min já tá no banheiro apoiado na parede, meto tudo, tem que ser rápido, mas tô a fim de marcar com mais dois amigos pra gente fazer uma festa com ele. Aguenta pica como putinha. Que ir com a gente filho?
--- Pode ser pai.
--- Como assim? Não gosta de fuder?
---Gosto pai e gosto muito.
Falei isso sem tirar os olhos do pau do meu pai. Ele notou.
--- Kkkkkk, tô vendo que gosta. Gosta é de rola no teu cu.
Me assustei.
---Não pai, que isso!
--- Relaxa filho, se não fosse viadinhos como você o que seria de caras como eu viciados em cu? Topa dar esse cu numa suruba?
--- É sério isso pai?
--- Claro! Com a vontade de meter num cu que eu tô só não te como agora porque ainda não tô doidão.
Não sei o que deu em mim. Levantei, peguei outra cerveja pro meu pai e voltei pelado, sentei do lado dele, ele viu, enrolou outro baseado, olhou pra mim e disse:
--- Agora eu tô bem doidaço. Tu aguenta ferro no cu a noite inteira?
--- Não sei pai, só vou saber tentando.
Ele me comeu no sofá mesmo, ainda bem que já tinha dado naquele dia, porque ele meteu com vontade e como tava sobre efeito de droga demorou a gozar. Deixei ele dormindo no sofá e fui tomar um banho, tava todo fodido, papai mete bem, e como mete.
Acordei próximo das 2h da tarde. O almoço tava pronto. Almoçamos com poucas palavras. Não sabia se papai lembrava de alguma coisa, meu cu sim pois ainda ardia. Quando papai passa perto de mim pra deixar a louça na pia ele para me olha de cima, segura meu queixo e fala:
---Quero te pedir desculpa por aquilo tudo, foi mal.
--- Por aquilo o quê?
--- Como assim?
--- Ué! Você não fez nada do que eu não tenha gostado.
Ele me olho, se aproximou um pouco mais deixando seu pau bem próximo ao meu rosto, estava vestindo um calção bem folgado, sem cueca que dava pra ver o desenho do seu cacete. Abracei suas pernas e dei uma mordiscada por cima do calção em sua rola.
---Isso sua putinha, era o sinal que eu precisava.
Botou a rola já meio bomba pra fora e meteu na minha boca.
--- Chupa safadinho, chupa essa pomba, iiissssooo, assim, ahhh, na cabecinha. Mais, mais. Delícia, eu com um cu em casa tava estourando prega por aí. Toma, toma, toma, chupada profissional, engole tudo, tudinho, isso.
Tirei o pau da boca.
--- Adorei tudo o que fizemos ontem.
--- Quer mais?
--- Quero.
--- Quer ser minha putinha? Minha fêmea?
--- Quero.
---Mas eu vou deixar teu cu todo arregaçado. Quer?
--- Quero, mas hoje ainda tô todo ardido.
--- Mas se quiser ser minha putinha vai ser sempre assim, vai ficar arrombado. Vamo pro meu quarto pra eu te fuder mais, putinha.
--- Eu quero dar papai, mas tá doendo meu cu, seu pau fez um estrago.
--- Olha, te acostuma que é assim mesmo, depois teu cuzinho vai ser um rombo só que vai quere é duas bem grossonas. Faz seguinte me espera no quarto que vou lá embaixo e volto.
Fui. Vinte minutos depois chega com uma sacola na mão com alguns produtos, me dá dois analgésicos, passa um gel anestésico nas minhas pregas e enfia com a ajuda dos dedos no meu rabo um lubrificante. Passa no pau dele também. Começa a meter.
---Olha aí, passou a dor né vadia?
--- Passou pai tá uma delícia, ai, ai, ai, aaaaaiiiiiiii, não tira pai.
--- Espera, tem mais uma coisinha.
Quando vejo, ele passa um gel vermelho no pau dele que em segundos parece ficar mais duro e muito vermelho.
---Caralho que sensação é essa, porra, vou estourar tuas últimas pregas.
---Que isso pai?
---É a porra de um gel pra dar mais tesão. Deixa eu passar no teu cu?
---É gostoso?
---Experimenta pra saber, olha como tá meu pau, parece que a cabeça vai estourar. Deixa eu passar, deixa.
---Só um pouquinho.
---Pode deixar.
Ele botou o bico do tubo no meu cu e espremeu, depois enfiou dois dedos pra espalhar bem, no começo foi geladinho, depois começou a esquentar meu cu e eu comecei a pedir rola.
--- Ai eu quero pica pai, mete pai, mete.
Ele passou mais gel no pau dele, me pôs de quatro e socou tudoooooo.
---Toma filho da puta, toma, sente isso.
--- Aaaaaaiiiiiiii, caraaaalho isso é muito bom, ai, ai, ai, ai. AAAAAAAIIIIIIIIII.
---Nossa! Tu nunca mais vai ter pregas no cu. KKkkkk
---OOOOOHHHHH, isso, mais, mais, ahhhhhhh.
Isso tudo de quatro, no outro dia não podia nem sentar e o pau do papai inchadão, o que não impediu uma boa chupada. Desde então, viramos amantes. Mamãe viaja. Meu pai me arregaça. Isso já dura dois anos.
--- Porra teu cu tá cada vez mais guloso.
---Ele já tem o formato do teu pombão. E eu passei um creme pra deslizar mais gostoso.
--- Tu tem que aprender a sentar e pular em cima do meu pau pra eu meter de baixo pra cima.
---kkkkkk, assim vou ficar todo arrombado.
Ele acendeu um cigarro.
---Que nada, tu vai é delirar só vai querer assim.
--- Vem aqui, deixa eu te chupar.
---Não, eu vou socar na tua garganta. Lembra que você deixou eu fazer tudo.
Ele segurou minha nuca com a mau direita enquanto com a esquerda segurava o cigarro. Meteu o pau já duro na minha boca e empurrou, quando chegou na minha garganta, tentei tirar, ele manteve.
---Calma, é só o começo, deixa eu terminar meu cigarro...
Depois de uns cinco minutos, seu pau na minha boca, a saliva escorrendo porque eu não conseguia engolir.
---Pronto terminei, huuummmm, delíicia. Hummmmmm. Relaxa pra cabeça passar. Lembra do que o Sérgio te ensinou. Se você não relaxar não tem como eu empurrar meu pau na tua garganta. Vamo, hummmmmm, só mais um pouco. UUUUUUUhhhh. Quase!
---Acho que nunca vou conseguir engolir.
---Vai sim, continua.
--- Pai fode minha boca!
--- Tá bom, mas não pede pra eu tirar, só vou parar hoje quando eu gozar. Lá vai.
Segurou com a mão direita minha nuca e a esquerda meu cabelo, e mandou ver.
---Glof, glgof, glof...
---Isso, adoro esses olhinhos cheios de lágrimas.
--- Uhgllle, glof, glof gloooof.
---kkkkkk, não adianta agora só quando eu terminar.
.....
---Toma, toma...deixa eu ver. Muito bem, engole tudo. Hum quer brincar! Sabe que não pode brincar com a comida, isso de pouquinho, saboreia, agora vem limpar meu pau. Hummmm, desse jeito vai ficar duro de novo.
--- Chupa meu cu pai!
---Vira. Nossa, ainda tá com a minha gala.KKKKK, essa semana promete.
Dormimos. Continuo isso nos seis dias restantes em que mamãe esteve viajando. Aguardem.



Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario sandrinhajapa

sandrinhajapa Comentou em 23/04/2016

Hummmm.... muito bem escrito e contado. Como tb gosto muito de dar o cu, praticamente senti tudo o que vc descreveu. Parabéns e espero que continue o restante da história :) .. Sandrinha Japa: bit.ly/SandrinhaJapa (copie e cole este link e depois me add no )

foto perfil usuario dibinhocarinhos

dibinhocarinhos Comentou em 23/04/2016

muito bom




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


78621 - O início do meu treino - meu padrasto - Categoria: Incesto - Votos: 18
78633 - O início do meu treino - meu tio - Categoria: Incesto - Votos: 9
78634 - O início do meu treino - o próximo passo - Categoria: Incesto - Votos: 9
78670 - Rola no rabo - Categoria: Gays - Votos: 16
78862 - Casado enraba melhor - Categoria: Gays - Votos: 10
78865 - eu quero pau, pau, pau - Categoria: Gays - Votos: 8
79350 - DEPOIS DO FUTEBOL, ROOOOOLAAAAAAA - Categoria: Gays - Votos: 14
80003 - DOU O CU PARA MEU EX-PADRASTO - Categoria: Incesto - Votos: 15
82333 - Segundo dia: no motel conheci um pentelhudo 1 part - Categoria: Incesto - Votos: 5
84659 - Segundo dia: no motel conheci um pentelhudo 2 part - Categoria: Incesto - Votos: 3
84660 - Incesto rápido - Categoria: Incesto - Votos: 10
84794 - Na igreja descobri minha vocação: dar o cu, o cu.. - Categoria: Gays - Votos: 19
85037 - Adoro comer cu - Categoria: Gays - Votos: 17
85038 - Incesto com quase sobrinho - Categoria: Incesto - Votos: 9
85149 - Puta pai e putinha filho - Categoria: Gays - Votos: 26
85151 - Sou submisso do meu sogro - Categoria: Gays - Votos: 13
85386 - Comendo o cu da minha namorada e do meu enteado - Categoria: Incesto - Votos: 16
85393 - Minhas aventuras com minha puta - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
85703 - ex-presidiarios que nos fodem - dei o cu - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
85705 - Meu irmao e eu comendo o cu do meu enteado. - Categoria: Incesto - Votos: 10
85964 - Meu pau no cu da namorada, do filho e do enteado - Categoria: Incesto - Votos: 11
86340 - Quero dar até o cu ficar dormente - Categoria: Gays - Votos: 8
86342 - Putaria familiar - Categoria: Incesto - Votos: 14
86818 - Comendo o cu do professor do meu filho - Categoria: Gays - Votos: 19
86819 - Papai noel, meu padrasto e meu cu - Categoria: Gays - Votos: 13
87284 - Meu cu pro papai - Categoria: Incesto - Votos: 8
87291 - Levando meu enteado pra dar o cu pro treinador. - Categoria: Incesto - Votos: 9
87294 - Ajudei ele a comer o cu do filho - Categoria: Incesto - Votos: 9
88599 - Levar no cu é bom demais - Categoria: Incesto - Votos: 7
88768 - Argemiro, nem o cu do filho escapou. - Categoria: Incesto - Votos: 8
88770 - O Lobo e o lenhador no cu de Bonezinho Vermelho - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
90885 - Mae viciada, filho viado: pau no cu dos dois - Categoria: Incesto - Votos: 13
92191 - Por que meter em cu é muito bom - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2
92456 - Aprendendo a gostar de cu. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
92462 - Viadinho dominado por um coroa roludo-cu arrombado - Categoria: Incesto - Votos: 3
92619 - Orgia - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
94569 - Passei a adorar dar o meu cu - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
94573 - Meu amante comendo meu cu e o cu do meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 5
94677 - O padrasto do meu filho me fez comer meu filho. - Categoria: Incesto - Votos: 6
94678 - Patrao e empregado, fudendo seus filhos. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
94679 - irmaos virao putinhas dos velhos pauzudos. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
94680 - meus filhos agora tem macho em casa - Categoria: Incesto - Votos: 3
94681 - começou com papai noel, terminou com o vo no cu - Categoria: Incesto - Votos: 5
94682 - dando o cu pro vovô, 23 cm no cu do netinho. - Categoria: Incesto - Votos: 4
94684 - orgia, muita rola no cu, ate minha mulher aderiu - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
102419 - Vovô enrabaou meu cu só com meias pretas. - Categoria: Incesto - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico kkchorrao

Nome do conto:
Vou esfolar teu cu: primeiro dia.

Codigo do conto:
82207

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
22/04/2016

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


quadrinhos eroticos a cu invocante 1contos eróticos suruba de cu arrombado pelo dog e seu donoconto erotico gay maconhaainda bebe meu papai me deu mamar contos eroticoconto erótico gay amador primeira vez lekesconto de suruba caseira insestuosaultimos contos sadoconto incerto o dia em que peguei minha própria mãe transando com meu filho021 997180802quadrinhos eroticos bruna surfistinhacontos eroticos de maaturbaçao gay na adolescenciamuhler acho negao roludo demais tento fujirConto erotico gay amigo do meu paiminha esposa minha puta contoconto erotico cagandominha puta conto eróticoconto erotico meu queridinho pauzudo me fez um filhoconto erotico ninfetinhaa vingança do corno conto eroticoconto erotico de caralho do tamanho de um bracoporno desenho dos simpsonsconto erotico patriciagrampinhos nos mamilosHQ porno justinContos eroticos so as novinhas adventistasContos eróticos de gay fui comido pelo colega de trabalhocasas dos contos novinha gabi e padrasto Henriqueconto gay pai e filhocontos eroticosexoBucetas novas com pelinhosporno xxv mae manda filha chupa sua bisetaconto acordei com meu filho chupando minha bucetaninfeta desenhomulher gozando no casete do maridoconto tirei o cabaço da doente mentalquadrinhos hentai cartoonconto erotico meu primeiro orgasmoconto erotico bailemarido pega sua gordinha tranzando com pintudoquadrinhos eróticos shemale negra emrabado casaisPORNO DE MÃE E FILHO E ÉLA FICA ESCITADA DE TRES MINUTOScomi mamãe bebada contoscontos eroticos ilustrada comi minha irma dormindoCarlos dando cuconto erótico chocolate enfiado no ânusCú arregaçado.com/sadomazoquismo.comendo a cunhada antes do casamentomeu padrasto me estrupou e eu me vingueinoracontoeroticocontos eróticosde quadrinhos chorando na picamamei na patroa contosconto erotico gay ultimoseu corno e minha esposa safadacontoseroricoscomfotosultimos contos sadohttp://comtos eroticos de estuprocontos de incesto iniciandofui enrabada ao lado d meu marido no escurocontos eroticossexo incesto em casa abertamente em famíliapsicologas rabudas contoscontos eroticos caminhonera bonecaviolada pelo patrao contoconto erotico incesto mama e as fraldasfudi minha priminha novinha contocontos erotico empregada de brasiliaconto erotico mao inteiraesposa da buceta lindaporno gay quadrinho mozto rudormindo 3 na mesma cama (contos eroticos).contos eroticos comi minha irma agatalembrancinha de pornô de mulher de pornô da irmã da Fazenda de pornô para baixarConto erotico priminhameu chefe tesao sexo prazer contocontos eroticos na praiaconto erotico gay viado afeminado vira escravo do coroa pirocudoContos eroticos secretaria gulosa mamando no pirocao de todos os machos do escritorio na hora do almoço em uma grande orgiaporno/japones/pai/comendi/mae/filha/sogra/cunhada