Princesa Sofia


Click to Download this video!


Conheci M. num grupo do FB, ela tinha acabado de se separar e eu já havia me separado tinha pouco mais de um semestre. Fiquei com uma amiga dela e a mina falava mal pra caralho de mim, mas depois de me conhecer, ficou se perguntando se a moça falava sobre a mesma pessoa.
Passado alguns meses, já havia deixado de ficar com a moça, ela já havia deixado de falar com a moça por várias razões, mas eu e a M. acabamos tendo boas conversas e criando um vinculo legal. Certa feita, em um jogo (naipe verdade ou desafio) perguntaram se eu era sub ou dominador, assim, na lata. Sou sub e foi isso que respondi. M. guardou tal informação e usou em momento oportuno, perguntando se tinha alguma restrição como sub e mencionei que não curtia spanking.
Nossas conversas se tornaram mais frequentes, descobri que ela era Domme e tinhamos muitas taras e fetiches em comum. Marcamos de sair pra trocar ideia e, se rolasse a vontade, correr pra algum lugar mais intimo. Chegando no dia, acordei com uma mensagem no cel "você vai de calcinha hoje. não me importa como você vai fazer pra ir vestido com calcinha, mas vá.". Nem saímos e já está assim...pensei em relutar, mas a ordem falou mais alto e eu, como sub, tinha que obedecer. Dei meus pulos, fui numa loja de departamentos com o cu na mão de encontrar algum conhecido, mas comprei a tal peça. Fui no banheiro do shopping, entrei no reservado e coloquei. A partir daí já sabia que era melhor não enrolar, mas precisava de anunencia da Domme. Cheguei, começamos a conversar. Papo agradável, trivialidades..até que vem a pergunta "me obedeceu?", respondi afirmativamente e tive que mostrar parte da peça. Fechamos a conta e bora pra um lugar mais íntimo.
A primeira ordem foi pra eu trocar de roupa e aguardar no banheiro. Sim, ela me deu um vestido. Fiz o pedido e fiquei aguardando até a próxima ordem. Saí e ela estava com um roupão e uma protuberancia na região pubiana. Me pediu pra sentar e começou a me maquiar e assim que terminou me mandou ajoelhar virado pra parede. Não sei quanto tempo fiquei assim, mas parei apenas quando ela aproximou aquele volume que estava na região do pubis (sim, um strap-on) e disse "chupa". Comecei um pouco tímido, mas fui relembrando como era e peguei o jeito. Não era muito grande, mas já fazia a alegria de quem gosta. "A partir de agora não existe mais Guilherme. Princesa Sofia é você, mocinha obediente. Deite no chão que agora você vai chupar é outra coisa." e assim fiz. Começando pelos pés, subindo a cada ordem e a partir das coxas, algumas partes foram puladas. Seios, barriga (minha perdição), até quando era pra descer mais, mandou parar. Deitei na cama, pela ordem dela, fui vendado e ela brincou um pouco com meu tato pelo corpo e quando se cansou disso, falou secamente "fica de quatro". Nessa hora só pensava "espero que ela lubrifique e não me arrombe tanto.." mas, ainda vendado, começou a me xingar "sua putinha, gosta de liberar esse brioco, né", "princesinha quenga, vou te arrombar toda", entre outros..particularmente, tudo já estava me dando tesão pra caralho desde o início e não foi diferente. Sinto um toque molhado no meu cu, era a língua de Minha Senhora me explorando..putamerda, como estava gostoso e eu nem podendo gemer até segunda ordem. Rolou a liberação e sim, gemi e gemia alto. Que lingua!
-Princesa Sofia..é melhor você relaxar, porque esse cu será deflorado por bem ou por mal.
Obviamente tu tranca nessa hora, mas senti um dedo com gel me explorando e fui relaxando. Entrou o próximo dedo e já estava gemendo novamente..até que parou. Achei que viria o terceiro dedo, mas foi a cabeça do consolo. Deslizou com um pouco de dificuldade pra dentro, ficou um pouco parada para me acostumar com o tamanho, até que recebi o primeiro tapa na bunda e a ordem 'rebola'. Obedeci e fui gemendo, enquanto Minha Senhora elogiava minha bunda "se tu tivesse essa visão, também comeria essa bundinha" e começou com movimentos firmes e lentos, aumentando gradativamente a velocidade, puxando meu cabelo e me xingando. Claro que minha prostata estava sendo estimulado e claro que estava gemendo alto..até que eu gozei. Sem tocar no pau, gozei.
Caí na cama com a perna toda mole e Minha Senhora ficou feliz demais e pediu pra deitar no meu peito. Fiquei fazendo cafuné até ela ver que eu tinha me recuperado e voltou a me ordenar. Minha boca no seios, barriga, até a boceta. Alí eu tenho certeza que eu dominei. Fiz ela gozar e ordenou "mete" e não me fiz de rogado. Demorei um pouco pra gozar, mas a camisinha estava cheia e eu satisfeito. Minha Senhora estava satisfeita e me Princesa Sofia
Conheci M. num grupo aqui do FB, ela tinha acabado de se separar e eu já havia me separado tinha pouco mais de um semestre. Fiquei com uma amiga dela e a mina falava mal pra caralho de mim, mas depois de me conhecer, ficou se perguntando se a moça falava sobre a mesma pessoa.
Passado alguns meses, já havia deixado de ficar com a moça, ela já havia deixado de falar com a moça por várias razões, mas eu e a M. acabamos tendo boas conversas e criando um vinculo legal. Certa feita, em um jogo (naipe verdade ou desafio) perguntaram se eu era sub ou dominador, assim, na lata. Sou sub e foi isso que respondi. M. guardou tal informação e usou em momento oportuno, perguntando se tinha alguma restrição como sub e mencionei que não curtia spanking.
Nossas conversas se tornaram mais frequentes, descobri que ela era Domme e tinhamos muitas taras e fetiches em comum. Marcamos de sair pra trocar ideia e, se rolasse a vontade, correr pra algum lugar mais intimo. Chegando no dia, acordei com uma mensagem no cel "você vai de calcinha hoje. não me importa como você vai fazer pra ir vestido com calcinha, mas vá.". Nem saímos e já está assim...pensei em relutar, mas a ordem falou mais alto e eu, como sub, tinha que obedecer. Dei meus pulos, fui numa loja de departamentos com o cu na mão de encontrar algum conhecido, mas comprei a tal peça. Fui no banheiro do shopping, entrei no reservado e coloquei. A partir daí já sabia que era melhor não enrolar, mas precisava de anunencia da Domme. Cheguei, começamos a conversar. Papo agradável, trivialidades..até que vem a pergunta "me obedeceu?", respondi afirmativamente e tive que mostrar parte da peça. Fechamos a conta e bora pra um lugar mais íntimo.
A primeira ordem foi pra eu trocar de roupa e aguardar no banheiro. Sim, ela me deu um vestido. Fiz o pedido e fiquei aguardando até a próxima ordem. Saí e ela estava com um roupão e uma protuberancia na região pubiana. Me pediu pra sentar e começou a me maquiar e assim que terminou me mandou ajoelhar virado pra parede. Não sei quanto tempo fiquei assim, mas parei apenas quando ela aproximou aquele volume que estava na região do pubis (sim, um strap-on) e disse "chupa". Comecei um pouco tímido, mas fui relembrando como era e peguei o jeito. Não era muito grande, mas já fazia a alegria de quem gosta. "A partir de agora não existe mais Guilherme. Princesa Sofia é você, mocinha obediente. Deite no chão que agora você vai chupar é outra coisa." e assim fiz. Começando pelos pés, subindo a cada ordem e a partir das coxas, algumas partes foram puladas. Seios, barriga (minha perdição), até quando era pra descer mais, mandou parar. Deitei na cama, pela ordem dela, fui vendado e ela brincou um pouco com meu tato pelo corpo e quando se cansou disso, falou secamente "fica de quatro". Nessa hora só pensava "espero que ela lubrifique e não me arrombe tanto.." mas, ainda vendado, começou a me xingar "sua putinha, gosta de liberar esse brioco, né", "princesinha quenga, vou te arrombar toda", entre outros..particularmente, tudo já estava me dando tesão pra caralho desde o início e não foi diferente. Sinto um toque molhado no meu cu, era a língua de Minha Senhora me explorando..putamerda, como estava gostoso e eu nem podendo gemer até segunda ordem. Rolou a liberação e sim, gemi e gemia alto. Que lingua!
-Princesa Sofia..é melhor você relaxar, porque esse cu será deflorado por bem ou por mal.
Obviamente tu tranca nessa hora, mas senti um dedo com gel me explorando e fui relaxando. Entrou o próximo dedo e já estava gemendo novamente..até que parou. Achei que viria o terceiro dedo, mas foi a cabeça do consolo. Deslizou com um pouco de dificuldade pra dentro, ficou um pouco parada para me acostumar com o tamanho, até que recebi o primeiro tapa na bunda e a ordem 'rebola'. Obedeci e fui gemendo, enquanto Minha Senhora elogiava minha bunda "se tu tivesse essa visão, também comeria essa bundinha" e começou com movimentos firmes e lentos, aumentando gradativamente a velocidade, puxando meu cabelo e me xingando. Claro que minha prostata estava sendo estimulado e claro que estava gemendo alto..até que eu gozei. Sem tocar no pau, gozei.
Caí na cama com a perna toda mole e Minha Senhora ficou feliz demais e pediu pra deitar no meu peito. Fiquei fazendo cafuné até ela ver que eu tinha me recuperado e voltou a me ordenar. Minha boca no seios, barriga, até a boceta. Alí eu tenho certeza que eu dominei. Fiz ela gozar e ordenou "mete" e não me fiz de rogado. Demorei um pouco pra gozar, mas a camisinha estava cheia e eu satisfeito. Minha Senhora estava satisfeita e me deixou dormir ao lado dela na cama. Descansamos um pouco e encerramos a sessão. Fomos embora e voltamos a conversar trivialidades, ela levou minha calcinha e ficou aquele gostinho de quero mais. Rolaram outras, mas ela começou a namorar. Ela continua sendo minha amiga, mas não rola mais nada...por enquanto.
Foto 1 do Conto erotico: Princesa Sofia

Foto 2 do Conto erotico: Princesa Sofia

Foto 3 do Conto erotico: Princesa Sofia

Foto 4 do Conto erotico: Princesa Sofia

Foto 5 do Conto erotico: Princesa Sofia


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


59969 - Uma cerveja despretensiosa e uma boa foda - Categoria: Travesti - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil manosafo
manosafo

Nome do conto:
Princesa Sofia

Codigo do conto:
81613

Categoria:
Fetiches

Data da Publicação:
09/04/2016

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


conto erotico gay motelso contos eroticos comi minha sogra na sala e minha esposa no quartoultimos contos sadoconto erotico ilustrado cornosdominadoras gostosas contoscontos eróticos minha vizinha na praialevei minha mulher na casa de swing contosconto erótico dando o cu por 50reaisfiz sexo com meu cunhado contos gaybuceta melada conto eroticotransa inesquecível no transito conto eroticoconto erotico novo 2017corno e fotoas bucetudawww.nora tarada contos e fotoConto fudendo a kailaContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiahentai lucia e arthur quadrinho completocontodebucetonaConto erotico cinquentona amigos do filhogay hentaiContos de cedezinhas sendi iniciadaquadrinhos inseto hentai violentei imazinhavirei transex contos eróticosContos encontrei minha filha no puteiroxvideo gay capoeira 2 o gingado do sexomae enbedou pai e filha pra os dois fuder vidio sexoconto novidade swingContos eróticos enfiando a vara na bucetinha da sobrinha gostosa na cachoeiraconto erótico marido compreensivocontos eróticos machão é transformado em viadinhocdzinhas onlineContos eroticos fantasias secretasminha sogra gaucha quer namorador fodedor no dwollandContos com fotos de negões gozando dentro das bucetas das vovozinhasmamae.putamerens chupando fudendo calcinha molhadadei a buceta pro meu sogro bem na frente do frouxo do filho dele kkzoofilia.com.canhoros.pasudos.gratisbucatao da ruteconto erotico coroa do interiorcasada que fes zoofilia pela primera vesEstória em quadrinhos euroticos de vovó tranzando com netaMulher pede pro marido do pinto pequeno trazer um negao bem pauzudo cheio de veias grossas pra matar seu tesãocontos papai descobriu que sou boqueteiraa filhinha do papai contosconto erótico maridogostosas capixabas contos eroticos fotosconto me masturbo bastante minha xotacontos eroticos gay dei pro meu tio e pro meu paifamília pervertidaconto erotico o cabaco da noiva do meu amigoesposadopada.contoo velhinho e a mocinha contos erotico natalcontos eroticos de negao fudeu eu e minha namoradasobrinha casada conto eroticochupei meu irmao contostia fazendo limpeza na cozinha pelada sobrinho bate punhetacontos eróticos de gay comi meu padrinhoultimos contos sadocontos eroticos irmao fode irmao e irma com seu cacete de 27cmmulher gosta de fuder com gigante igozanetinha safadinha no colo do vovô contos eróticos de incestocontos eroticos esposa ensiminada pelo comedorwww entiada safada com namorado fudendo la no se kitinete. comfilho cozando na boca da maecontos eroticos mariano baccardicontos eroticos de meninas que perdeiro a virgendadedeixaram minha esposinha toda baguncada contos cornoscontos zoofilia na fazendaconto erótico de casal com secretariaconto erotico com cunhadoconto com entregador da farmáciaconto erotico fui chupada dormindosobrinha casada conto eroticocontos.eroticos biquini punheta incestobriguei com minha namorada no meu quarto e ela na reconciliação mideu a buceta contos eróticos