DEPOIS DO FUTEBOL, ROOOOOLAAAAAAA


Click to Download this video!



A galera do bairro sempre se reunia nos fins de semana pra jogar bola. Fizemos até um campeonato no fim de ano. Desde então o negócio ficou sério, a quadra do campo nem dava mais conta, e aqueles jogos do pessoal mais próximo nem rolava direito, por que era muita gente.
Resolvemos então marcar um outro lugar, afinal o futebol era só pra se divertir. Começamos a frequentar o campinho de um clube que alugávamos, começávamos umas 3 da tarde e íamos até a noite. Depois tomávamos banho no vestiário do clube mesmo, rolava muito bagunça mesmo, já tinha desejo por rola, mas só ficava na punheta, nessa época estava com 19 anos, sem mulher pra comer, então batia muitas no tempo livre. Puta não rolava, porque ou pagava a puta ou pagava as contas. Então o jeito era gozar com a ajuda da mão mesmo.
Os caras que tinham a rola pequena tomavam banho de sunga mesmo ou calção os que tinham um cacetão faziam questão de mostrar andando pra lá e pra cá com eles balançando. Eu ficava de olho na discrição, pra ninguém não notar, não queria ninguém curtindo com a minha cara. Mas faltava só um incentivo pra eu soltar a putinha tarada por rola de dentro de mim.
Numa dessas idas ao clube, seu Paulo meu vizinho da frente, resolveu me dar carona, geralmente eu ia de bike, como os dois filhos dele e seu irmão não iriam tinha bastante espaço no carro. Paramos pra buscar um outro cara, Diogo. Seu Paulo tem 1,80 de altura, mas magro e sarado. Diogo, musculoso de academia, mais baixo um pouco que seu Paulo.
Diogo entrou no carro e já foi falando:
--- Porra hoje não tem...
---Tem não, veio. Respondeu seu Paulo
--- Esse aí (falando indicando pra mim), já tá dentro?
---- Ainda não, mas vai tá. Rsrs de seu Paulo
Não liguei muito, pensei que era idiotice.
Depois da bola, tomamos banho e Diogo convidou seu Paulo e eu pra tomar umas cervejas, eu disse que não podia que tinha que trabalhar cedo. Seu Claudio disse que também não iria. Diogo olhou pra gente e disse:
--- Sei, sei...então divirtam-se. Usa camisinha pra não emprenhar esse aí.
--- Pode deixar, já comprei uma caixa.
--- Vocês são loucos. Falei.
Seu Claudio ligou o carro e fomos embora. Disse pro seu Claudio:
--- Esse Diogo é um gaiato.
--- Não é não, hoje vou usar essas camisinhas, a não ser que você queira que eu meta sem capa mesmo.
--- Como assim?
--- Bem, eu tô afim de te fuder, te transformar na minha próxima puta fixa.
Fiquei calado um tempo depois falei:
--- Seu Paulo eu não sou viado não.
--- Me chama só de Paulo, ou de seu macho.
--- Não seu Paulo...
--- Paulo ou seu macho.
--- Que isso, eu não gosto de homem...
--- Mas vai começar desde hoje, sou viciado em cu de homem, quando pego um só paro de meter quando esvazio a gala do meu saco dentro do cu. Já tem tempo que venho desejando te comer. Gosto de bundinha pequena, porque quando ficam de quatro e empinam o cuzinho fica bem amostra piscando.
--- Não Paulo, peraí...
--- Olha, já tá até me chamando de Paulo, mas de quatro vai me chamar de macho. Escuta, muleque, fica só entre nós dois, eu te levo pra minha casa, como teu cu, se você gostar de sentir teu cu com um pau dentro a gente parceiros, Hein?
Fiquei com medo.
--- Ninguém vai saber?
--- Só se você contar!
--- E seus filhos, não estão em casa?
--- Relaxa, o mais velho e chegando num cu também, tá comendo um velho que paga a faculdade dele. E o Leandrinho é a putinha do Diogo.
---Como?
--- Eh! O Leandrinho que me apresentou o Diogo. Disse que gostava de dar a bunda, aí perguntei se ele tava dando pra alguém, disse que sim e me falou do Diogo, disse que era casado, mas que tinha feito ele delirar na pica dele. Bem o cu é dele, ele dá pra quem quiser. Uma vez cheguei em casa e escutei uns gemidos cheguei na cozinha vi meu filho de joelhos chupando o Diogo, olhei pra bunda do meu filho tinha dois dedos de abertura.
--- Você fez o que?
--- Ora me apresentei e disse pra eles ficarem a vontade. Bati uma punheta e depois que ele fez meu filho gozar enfiando três dedos no rabo dele, fomos ver futebol na TV e beber cerveja. Como eu já fudia uns caras a relação lá em casa só ficou melhor.
Chegamos na frente das nossas casas, ele olho pra mim e disse:
----Seguinte se quiser experimentar põe me pau pra fora agora e começa a chupar.
Fiquei parado. Ele botou dois dedos na boca tirou e enfiou na minha, tirou e enfiou, ficou tirando e metendo como se estivesse fudendo a minha boca com os dedos.
--- E aí, vai deixar eu te comer ou não?
Botei o pau dele pra fora que já estava meio dura, não era grossa, mas comprida, 17,5 cm.
--- Isso! Muito bem garoto.
Quando fechou a garagem e foi falando:
--- Aqui teu dono sou eu, quem entra aqui é pra servir de depósito de esperma meu.
--- Cara, vai com calma no meu rabo.
--- Pode deixar, mas é o seguinte se gostar tem que voltar. OK?
Eu só fiz rir.
Fomos pro quarto dele, tiramos a roupa,
--- Fica de quatro que vou te preparar.
Fiquei ele começou a chupar meu cu, primeiro leve lambidas e depois começou a beijar e a enfiar a língua.
--- Tá gostando?
--- Tô sim.
--- Pera aí.
Trouxe uma bisnaga com um líquido quase transparente enfiou a pontinha dentro do meu cu e espremeu. Senti algo geladinho.
---- Aaaai, é geladinho.
--- Te prepara que depois vai esquentar. Abre mais as pernas. Isso, empina. Olha pra cá.
Olhei, me mostrou o dedo médio.
--- Isso aqui vai começar a entrar teu cu.
--- Pode enfiar.
--- Sente só
--- Sssssss, ai tá doendo um pouco, ai devagar, aiiiii.
--- Relaxa, relaxa mais, muito bom, assim mesmo...
--- Começou a ficar gostoso.
--- Então lá vai o outro, toma.
--- Puta que pariu, devagar...aaaahhhhh, aaahhhhhh, aiiiiiii. Hummmmm, AAAAAIIIIIII!
--- Pronto tão os dois dentro, sente as juntas dos dedos passando pelas tuas pregas.
--- Tá gostoso, muito gostoso, mete, mete, meeetteeeee. Tô com muito tesão.
--- Ótimo, agora vou te deflorar. Põe esse travesseiro debaixo de você. Pega mais um. Segura a tua bunda e abre. Abre mais. Assim mesmo.
--- Chupa mais meu cu.
--- Então pisca ele pra mim.
--- Mas você ainda nem tirou os dedos de dentro dele.
--- Pisca logo, putinha. Muito bem! Deixa ele aberto pra eu meter a língua dentro do teu cu.
......
--- Ai como isso é gostoso, mete mais fundo, cospe mais, bem lá dentro, ai, ai, ai.
--- Tá pronto?
--- Tô.
--- Lá vai, sente a cabecinha entrando. Hummmm. Passou. Isso aperta a cabeça do pau do teu macho.
--- Ai, ai, ai...
--- Calminha, vou começar a empurrar. Toma. Aguenta.
--- Empurra. Noooosssssaaaaaaaaa! Tá me rasgandooooooo. Pera!
--- Pera é o caralho! Toma o resto.
E enfiou tudo.
--- AAAAAHHHHHH, porraaaaaaa, meu cuuuuu.
--- Isso, teu cu tem um pauzão dentro, sente só.
Paulo deitou por cima de mim e começou a me fuder. Me chamava de putinha. Vadia. Viado.
--- Isso minha putinha, chora na pica do teu macho.
--- Ahhh, ahhh, ahhh, ta me rasgandoooooo.
--- Mas é isso mesmo, vou te deixar todo fudido.
Depois de muito meter no meu cu, e eu já estar até rebolando, ele sentou numa cadeira e falou segurando no cacete dele:
--- Senta aqui, no pau do teu macho.
--- Ouvi dizer que dói muito assim.
--- Dói só um pouquinho. Vem logo.
Virei de frente pra ele e comecei a sentar, até sentir o saco na minha bunda.
--- Pronto tá tudo dentro, nem doeu, tá vendo? Você já acostumou, não vai mais parar de dar o seu cu pra mim, e eu vou meter até deixar ele bem esfolado.
Passou cada braço por baixo das minhas pernas, me dando apoio pra levantar e sentar e ele empurrando de baixo pra cima, eu descia ele empurrava.
--- Toma no cu, toma filho da puta, tá gostando?
--- Tô, tá muito bom, meu cu tá todo ardido, ai, ai, ai, sssssssshhhh, aiiiiii. Mete mais, aaaaiiiii.
Daí em diante só foi só socado de rola no meu cu. Flop, flpp, flop. Ele só tirou quando foi gozar.
--- Já quer experimentar o sabor do teu macho.
--- Não sei nunca fiz isso!
--- Então vai saborear logo, abre bem a boca.
Deu três bombadas no pau e acertou bem no fundo da minha boca.
--- OOohhhhh, toma a o leite do teu macho sua puta, tomaaaa. Ahhh, hummm. Mostra pra mim. Essa tá bem grossa, tá guardada há dias. Agora faz como se estivesse bochechando .
Aquilo começou a espumar na minha boca misturado com a saliva, quando não coube mais começou a vazar pela boca.
--- Abre de novo, deixa eu ver.
Começou a escorrer pelo queixo.
--- Agora engole, bem devagar saboreando. Muito bem deixa eu ver. Boa putinha. Não ficou nada, prometo que da próxima vou inundar teu reto de esperma. Deita de bruços aí na cama.
--- Você vai me enrabar mais?
--- Ainda não, quero ver como ficou teu cu. Hummm, que delícia.
Deu uma cuspida generosa que acertou dentro do meu cu. Enfiou dois dedos e mandou ficar de quatro.
--- Bate uma com meus dedos dentro de ti.
Comecei a bater e quando ele sentiu que eu tava gozando enfiou mais um dedo. Apertei os dedos dele com o cu, minha porra voou longe.
---Ahhhhh, ahhhh, ahhhh.
--- Isso minha puta goza, goza mais, goza com três dedos te alargando.
Cai na cama sem forças.
--- Eentao, gostou de ser putinha.
--- Gostei.
---Tu quer ser minha putinha pra ser arrombado por mim mais vezes?
--- Quero.
--- Então vai no banheiro e lava bem teu cu.
Quando voltei ele tava de pau duro.
--- Fica de quatro, agre bem a bunda...Empina bem.
Ele começou outro cunete, como eu estava arrombado e aberto a língua dele ia bem lá dentro me lambendo. Sentia como era áspera, ele literalmente estava dando um beijo de língua no meu. Depois, de quatro mesmo me comeu, gozou dentro de mim, e quando tirou o pau a porra escorreu. Tomamos um banho, no banho paguei um boquete enquanto me masturbava, bebi a porra e saímos. Na porta:
--- E aí, vai virar minha putinha?
--- Bem, se você prometer que sempre vai ser gostoso assim?
--- Vai ser sim, principalmente quando teu cu já tiver bem alargado. Vou poder meter com muita força.
--- Mas não vai doer?
---Não, com o tempo teu cu vai dilatar só em pensar em pau dentro. Amanhã passa depois do trabalho.
--- Mas meu cu vai tá todo dolorido.
--- Relaxa, eu passo um gel anestésico no teu rabinho, tu não vai nem sentir dor, só prazer.
--- E porque você não passou hoje?
--- Porque eu queria que você sentisse suas pregas se rompendo. Agora vai putinha, senão vou te botar de quatro de novo e parar de meter só quando amanhecer.
Me deu um selinho e pegou na minha bunda.
---Ah, amanhã o Diogo vai passar aqui pra comer o Leandrinho. Como não comeu hoje, amanhã vai estourar o cuzinho dele. Vem pra gente fazer um sexo grupal, quero que você veja o que o Diogo faz com o cu do meu filho, pra depois eu fazer no seu.
Fiquei louquinho. A noite sonhei que dava pra três. Isso tudo despertou uma puta dentro de mim. Pela manhã acordei com o cu doendo. Fui trabalhar na volta parei na casa do meu macho. Quando ele abriu a porta escutei unas gemidos, meu macho estava nu de pau duro. Fomos pro quarto, quando cheguei lá ele falou:
--- Olha quem chegou pra ser arrombado!
Olhei pra cama e Digo enfiava um pau enorme na boca do Leandrinho que lagrimava e na bunda dele quatro dedos, na verdade só o polegar tava de fora. Fiquei parado olhando.
--- Vem, tira a roupa e fica de quatro pra eu preparar teu cu.
Gargalhando Diogo falou.
--- Te fudeu viadinho, assim que ele vai deixar teu cu.
Ele abriu a bunda do Leandrinho e me mostrou, estava arrombadaço. Leandrinho falou:
---Ai, não tira.
Ele voltou a enfiar os dedos e Leandrinho continuou a chupar o pau do Diogo.
---E aí tá pronto?
--- Você vai fazer aquilo no meu cu também?
--- Sim. Se você for ser realmente minha putinha, vou arregaçar seu cu. Se você quiser é só ficar pelado e abrir a bunda pra eu te anestesiar as pregas. Senão vai embora daqui.
Vi como Leandrinho estava curtindo aquilo tudo sua cara de prazer. Tirei a roupa.
---Muito bem, bem vindo. Fica de quatro do lado do Leandrinho. Abre a bunda.
Passou algo gelado no meu cu. Esperou depois começou a penetrar meu cu com os dedos enfiando creme. Enquanto isso Diogo já socava o pau no Leandrinho.
--- Porra, filho teu cu engole pomba com maestria, é faminto.
--- Ssssss, ai pai, é tão bom dar o cu, se pudesse andava com uma dentre do cu o tempo todo.
--- Tomara que minha putinha seja tão gulosa por pica como você.
---Ai, ai, ai pai é só, aiiii, fuder bem gostoso que ele aaaaiiiiii, vicia, ai, hummmmm.
--- Pode deixar, filho vou comer.
E começou a meter, e com muita força. Diogo no Leandrinho e Paulo estraçalhando meu cu.
Passamos umas três horas fudendo em várias posições. Diogo foi embora. Acabei dormindo lá. Acordei com Paulo enfiando o pau no meu cu, dei um grito:
--- AAAAAAiiiiii, porra, meu cu.
--- Calma, é só o pau do teu macho.
Ele me comeu por uns 10min. O quarto cheirava a porra. Tomamos um banho. Passei em casa e troquei de roupa. Ele me deu carona e no estacionamento do trabalho paguei um boquete.
--- Você aguenta mais hoje a noite.
--- Acho que não.
--- Tudo bem, mas sábado o Diogo quer levar o Leandrinho pra comê-lo na piscina de um amigo e chamou a gente. Vamos?
---Vamos.
--- É assim que eu gosto não recusa pombada.
Viramos amantes e ele realmente me arrombou e quase chegou a enfiar a mão inteira no meu alargado cu, Leandrinho conseguiu dilatar seu cu a ponto de receber o punho do Diogo no cu e pedir mais. Depois de um tempo Pedro, irmão do Paulo se separou da mulher e foi morar com Paulo. Pra nossa farra continuar tivemos que introduzir Pedro na sacanagem, o que não foi difícil, sem mulher e um saco cheio de gala. Paulo contou tudo pra ele e perguntou se não queria experimentar o cu de outro macho nem precisou perguntar duas vezes, no mesmo dia me comeu junto com o Paulo. Como fiquei todo ardido o Leandrinho resolveu me substituir. Decidimos que íamos ter que arranjar um cuzinho pro Pedro. Mas enquanto não encontramos Leandrinho e eu demos muito o nosso cu.
Pedro acabou conhecendo um cara casado que gostava de ser passivo num site, se encontraram e o cara deixou o Pedro louco tem que comer o cara pelo menos três vezes por semana, viciou em cu.
Hoje na casa do Paulo é só assim:
---Ai pai, o meu cu ta atolado com a pomba do Diogo, ai,ai, ai, ai, ai aiiiiiiiii.
---Isso filho aguenta porque você nasceu pra dar o cu, hummmmm, pisca o cu, pisca. Aperta o meu pau, delicia.
--- Soca mais Paulo, soca me deixa aaaiiiiiiiii, arrombadoooooo, ai com força, isso, isso, caraaaaaalhooooo, me deixa todo alargadoooooo.
--- Porra se soubesse que comer cu de homem era bom já tinha deixado de comer buceta há muito tempo, pega no seu cu viadinho, bebedor de porra, pega hoje seu cu vai virar do avesso. Pula no pau do teu dono, pela, até arrancar o coro.
--- Eu quero que tu arranque o coro do meu cu, eu quero ficar todo arrombado, soca, socaaaaa, porra, eu quero mais pombaaa.
Sexo grupal, trocamos o futebol por bola no cu. AAAAiiiiiiiii.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


78621 - O início do meu treino - meu padrasto - Categoria: Incesto - Votos: 18
78633 - O início do meu treino - meu tio - Categoria: Incesto - Votos: 9
78634 - O início do meu treino - o próximo passo - Categoria: Incesto - Votos: 9
78670 - Rola no rabo - Categoria: Gays - Votos: 16
78862 - Casado enraba melhor - Categoria: Gays - Votos: 10
78865 - eu quero pau, pau, pau - Categoria: Gays - Votos: 8
80003 - DOU O CU PARA MEU EX-PADRASTO - Categoria: Incesto - Votos: 15
82207 - Vou esfolar teu cu: primeiro dia. - Categoria: Incesto - Votos: 10
82333 - Segundo dia: no motel conheci um pentelhudo 1 part - Categoria: Incesto - Votos: 5
84659 - Segundo dia: no motel conheci um pentelhudo 2 part - Categoria: Incesto - Votos: 3
84660 - Incesto rápido - Categoria: Incesto - Votos: 10
84794 - Na igreja descobri minha vocação: dar o cu, o cu.. - Categoria: Gays - Votos: 19
85037 - Adoro comer cu - Categoria: Gays - Votos: 17
85038 - Incesto com quase sobrinho - Categoria: Incesto - Votos: 9
85149 - Puta pai e putinha filho - Categoria: Gays - Votos: 26
85151 - Sou submisso do meu sogro - Categoria: Gays - Votos: 13
85386 - Comendo o cu da minha namorada e do meu enteado - Categoria: Incesto - Votos: 16
85393 - Minhas aventuras com minha puta - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
85703 - ex-presidiarios que nos fodem - dei o cu - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
85705 - Meu irmao e eu comendo o cu do meu enteado. - Categoria: Incesto - Votos: 10
85964 - Meu pau no cu da namorada, do filho e do enteado - Categoria: Incesto - Votos: 11
86340 - Quero dar até o cu ficar dormente - Categoria: Gays - Votos: 8
86342 - Putaria familiar - Categoria: Incesto - Votos: 14
86818 - Comendo o cu do professor do meu filho - Categoria: Gays - Votos: 19
86819 - Papai noel, meu padrasto e meu cu - Categoria: Gays - Votos: 13
87284 - Meu cu pro papai - Categoria: Incesto - Votos: 8
87291 - Levando meu enteado pra dar o cu pro treinador. - Categoria: Incesto - Votos: 9
87294 - Ajudei ele a comer o cu do filho - Categoria: Incesto - Votos: 9
88599 - Levar no cu é bom demais - Categoria: Incesto - Votos: 7
88768 - Argemiro, nem o cu do filho escapou. - Categoria: Incesto - Votos: 8
88770 - O Lobo e o lenhador no cu de Bonezinho Vermelho - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
90885 - Mae viciada, filho viado: pau no cu dos dois - Categoria: Incesto - Votos: 13
92191 - Por que meter em cu é muito bom - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2
92456 - Aprendendo a gostar de cu. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
92462 - Viadinho dominado por um coroa roludo-cu arrombado - Categoria: Incesto - Votos: 3
92619 - Orgia - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
94569 - Passei a adorar dar o meu cu - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
94573 - Meu amante comendo meu cu e o cu do meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 5
94677 - O padrasto do meu filho me fez comer meu filho. - Categoria: Incesto - Votos: 6
94678 - Patrao e empregado, fudendo seus filhos. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
94679 - irmaos virao putinhas dos velhos pauzudos. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
94680 - meus filhos agora tem macho em casa - Categoria: Incesto - Votos: 3
94681 - começou com papai noel, terminou com o vo no cu - Categoria: Incesto - Votos: 5
94682 - dando o cu pro vovô, 23 cm no cu do netinho. - Categoria: Incesto - Votos: 4
94684 - orgia, muita rola no cu, ate minha mulher aderiu - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
102419 - Vovô enrabaou meu cu só com meias pretas. - Categoria: Incesto - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico kkchorrao

Nome do conto:
DEPOIS DO FUTEBOL, ROOOOOLAAAAAAA

Codigo do conto:
79350

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
21/02/2016

Quant.de Votos:
14

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Conto eroticoesposas c.travestovidio porno erotico em desenho porno mae safada vom seu filhocontos esposa e o negaocontos gay de sendo arrombado por um garoto negro de ruavoce e meu tio nao posso dar a bucetacontos sexo minha tia grávidacontos de negra maniaca por sexoconto erotico com padreFoto picudo fudenos as casadaquadrinho erotico corno negro espwrmaquadradinho da crente inocente safada em conto eróticosconto porno da casada enrabada por cacete de 30cmcontos eroticos teho quinze anos e dou gostoso a bucetiha pro meu paiv videos encooxou e ela pegoucontos eróticos sua revista grátismeninos gay trabsamdoconto vai fode a bucetona da sograconto chupando buceta de bebadafilho tadoendo tira docu contos eroticoscontos de casadas o caminhoneiro brutocontos eroticos peidando no pau do velhoquadrinhos eroticos joaozinhoa minha cunhada e o cavalointerracial step father moiarte comik xxxsexogosto corno manso contos erroticoscontos eroticos de lactofiliaMinha primeira traição conto eroticocontos são muito bem dotado engravidei minha tianovinha viu umpau muito grandepai metecontos eróticos gay entre irmãos/de sandro virei sandrinhacontos eroticos estupraram minha esposaBuceta e c aadas pelo pau do papai negao. Conto erotico heterossexual.Conto erotico titia taratacom meu colega de trabalho conto gayquadrinhos pornor filho atrevidocontos eu comi minha sobrinha de 6fudendo a sogra quadtinhodConto erotico fui fagrada brincando de esconde escondeleitinho do papai contos inocenteviadinho meu pai tem um bar contos eróticos conto erotico psicologa tirou minha virgindadeContos vinguei do meu marido com um big dotadoContos jovem faz anal varios homens e cuzinho fica dilatado e dilaceradoperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos eroticos incesto na cachoeiracontos eroticos mae e filho Mozcontos c**** manso obedientecontos ele mandou tirar meu penis eu virei fêmea do pauzudocontoerotico esposa e o mulequeconto erotico furou a camisinha e gozei dentroContos eroticos com fotos de podolatria no carroaconto erotico viadofilhaputacontoencoxada no onibus conto eroticoconto erotico orgiacontos eroticos oegando meu pintinho insesto gaypai adimirando o bucetao carnudo ixado da filha dormindocontoseroticos minha mulher de o cuzinho para o capataz roludocurrado pelas travestisconto erotico minha esposa adora conta as foda dela e eu flaguei elaconto erotico em quadrinho sexo Mt gostosocontos gay na infânciaWww.videopornoestoriatransando com o chacareiro conto heroticoConto erotico primasexo emquadrinhodei na favela contos eroticosfilho que fode na mãe o pai estando aicalcinha para o sobrinho contoscontos reais eroticos velhinhofuderam com minha esposa na casa da minha cunhadacomi minha irma bebadacontos eroticos bandido me fez comer a maeCONTOS EROTICO CHANTAGEANDOpornô pai e filho em quadrinhosFoto pornôconto erotico tia e tia buceta toda escancarada putariaimagenes porno de mujeres tetonas con negros comicPosiçoes alucinante para menage masculinoconto de mocinho com assadura pornoultimos conto sadocontos menage masculinoAğızconto comeu a mãehentae mae e filho 3dpintudo deslizou na buceta mais entroucontos eroticos ta doendo padrinhoxupei pau no cinema contoMãe boqueteirá contoseroticosperdi as preguinhas do cu quando era pequenaconto gay uber