No trilho do trem...


Click to Download this video!


Me chamo Daniel, tenho porte atlético, um pau grosso e grande, não sou afeminado, mas adoro sair com travestis, e vou contar como conheci a Carla, uma loira deliciosa que descobri num barzinho.

Tudo começa numa sexta a noite. Tava afim de relaxar e curtir um lance diferente. Fui a um barzinho aqui na minha cidade, tomar uma cerveja e relaxar um pouco. Até que meus olhos viram: Loira, estatura média, cabelo bem comprido, bunda bem durinha. Estava vestida com uma saia jeans curtinha, uma blusinha preta com leve decote. Perfume discreto e maquiagem na medida.

Percebi que estava meio pra baixo, e fui puxar assunto. Ela, muito educada, se chama Carla, tinha uma voz muito feminina e me contou que estava namorando e o cara terminou com ela quando eles foram pra cama. Disse que ele era muito certinho e não queria novidades. Ela riu quando eu disse que ele era um babaca e não merecia a companhia dela. O papo foi melhorando, e lancei um convite pra ela: vamos a uma balada? dançar, rir, beber, etc.

Convite aceito, fomos até meu carro rindo, conversando, mas já olhando com intenções mais safadas. Chegando lá, ja rolava um eletronico muito bom, a pista tava bem cheia, e pra melhorar, a iluminação tava bem fraca, clima apropriado pra aprontar na balada. Começamos a dançar e ela me agarrava e se rebolava no meu pau, e ai eu levei ela pro lado mais escuro da balada, onde alguns casais ja aprontavam (tinha um trio perto da gente que 02 caras tavam recebendo uma mamada deliciosa de um rapaz bem novinho enquanto se beijavam, duas lésbicas se pegando, enfim... o clima tava otimo: aquele cheiro de foda que te deixa louco. Carla estava excitada, com um copo de vodka na mão, até que ela fez uma loucura: abriu o ziper da minha calça, jogou vodka na cabeça do meu pau (que ja tava bem molhada e dura) e começou a me pagar um boquete delicioso. Fui a loucura, me deu vontade de tirar toda a roupa, mas segurei a onda pq a noite ainda estava começando. Ela se levantou e falou : "voce seria capaz de realizar hoje todos os meus fetiches e desejos?". Na hora respondi que sim, e essa foi a deixa para saírmos. Fomos rapido para o carro, ela já estava bem excitada. Quando chegamos no carro, ela disparou: "nada de motel, quero trepar em um lugar bem deserto! vamos ficar 100% sem roupa e voce vai me fazer gozar!". Feito!

Fomos para os trilhos, onde ficam alguns trens parados as vezes por semanas, onde não passa "gente normal" e alguns casais as vezes vão lá pra trepar. Quando estávamos perto de chegar, com o carro em movimento, ela tirou meu pau pra fora da calça, e começou outro boquete delicioso. Chegamos, saímos do carro, ela começou um strip maravilhoso, até que, na hora que ela tirou a saia, ela me falou: "meu namorado não me comeu por causa disso!" e saltou uma rola linda, grossa, bem depiladinha. Ela foi chegando perto e falou: "amo meus fetiches, mas preciso de um cara que tenha peito e pica pra encarar". Ela começou a tirar minha roupa e em segundos, estavamos sem uma peça de roupa, e ai começou a noite de foda mais perfeita que ja tive.

Ela se abaixou com o meu pau duro e começou a me chupar, até que depois de uns 2 minutos, ela me virou e começou a lamber meu cu, me penetrando com a lingua. Aquilo me deixou louco, meu pau pingava porra de tanto tesão. Ai ela me virou e falou assim: "hoje seremos um a puta do outro, então sua puta ajoelha me chupa!". Caí de boca deliciosamente naquele pau cheiroso, bem grosso e grande. Ela começou a foder minha boca, até que, comecei a sentir a porra saindo da rola dela. Ela falou: não engole! deixa cair pelo seu corpo, pra vc ficar com a minha marca!. Em seguida, ela virou, empinou a bunda na minha cara e pediu pra que eu chupasse aquele cuzinho lindo, e foi assim até ela me deitar no chão (sim, o chão estava cheio de terra), ir tirando a sandália e mandando chupar seus pés. Pés deliciosos, limpos, perfumados e bem feitos. chupei os 02 até que ela falou que precisava ser comida. num movimento rápido, ela sentou no meu pau duro e melado, e descia e subia facilmente. ficamos uns 15 minutos fodendo e ela começou a cavalgar num ritmo intenso, e quando anunciei que ia gozar, ela me levantou rapidamente e falou que queria um banho de porra. Gozei na cara, no cabelo, nos peitos e ela ficou toda gozada. Pensei que ia parar ali, mas ela me botou de quatro, enfiou a lingua no meu cu, e depois de lubrificar, começou a empurrar aquele cacetão no meu cu, mas como ja tinha saido outras vezes com travestis, não doiria tanto. Depois de 2 forçadas, ela começou a foder com força. ficou nessa uns 10 minutos até que me deitou e virou de frente, e empurrou no meu cu denovo. ai ela falou que iria gozar, e ficou em pé e gozou na minha cara, na minha boca, no meu corpo. Ambos estavamos ainda excitados, quando ela falou: "hora do meu fetiche que nenhum homem conseguiu fazer. Ela se ajoelho na minha frente e falou: "Mija na minha boca... meu fetiche é esse!" Na hora meu pau ficou meio duro, pq nunca tinha recebido esse pedido, e soltei uma mijada com força, e ela se banhava no peito, na boca, no rosto. A sensação foi maravilhosa, até que veio a surpresa. Ela me ajoelhou, e, com o pau meio mole, ela começou a forçar minha boca, e deixei, pensando que ela iria gozar. Eu abri a boca e, ela com o pau la dentro, começou a mijar com força, e segurando minha cabeça, pra que eu não saísse. A sensação inicial foi de nojo e surpresa, mas depois de 10 segundos, eu tirei o pau dela da minha boca e ela continuou mijando em mim, até que ela ficou excitada e falou que iria gozar. Abri minha boca e ela gozou, só que desta vez, eu engoli tudo. Estava quase gozando sem nem encostar no pau, ela me levantou e eu gozei deliciosamente na boca dela.

Sentamos no capo do carro, e dei minha camisa pra ela se limpar, e depois me limpei. Fui deixar ela em casa, e depois disso saímos mais 02 vezes, e os fetiches ficaram mais pesados, mas fica pro proximo conto. Até a proxima.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario olavandre53

olavandre53 Comentou em 22/02/2016

Adoro chuva dourada. Votei. Bjus

foto perfil usuario jimi236sm

jimi236sm Comentou em 30/01/2016

Legal




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


77970 - Saindo dos trilhos... - Categoria: Travesti - Votos: 5
79125 - Uma noite fora da realidade - Categoria: Travesti - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico dsheavyload

Nome do conto:
No trilho do trem...

Codigo do conto:
77769

Categoria:
Travesti

Data da Publicação:
22/01/2016

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos incesto na praia de nudismoHq de sexo mulher velha dando pro negaotirei o cabaço da minha enteadaquadrinhos zooskoolquero ler conto erótico de primo come a mãe um do outro sendo sua tiapodendo com a sogra pornômãe nuascontos eroticos mulher casada do seu primeiro orgasmogozando quentinho na buceta da maninhacontos eroticos traicao praia suruba gangbangcantos fotos de gay novinho virgem com negao pirocudocontos no cu do pai e da mãeMulheres casadas q adoram fuder com novinhos pirocudos nos contos eroticosconto viado corno putacontoeroticonovinhocontos homem bissexualwildcat conti eroticoContos.eroticos.com.fotos de.sobrinhos comendo tias safadas na casa dos.cornosxvideo familiafogosas do dwollandmarido frouxo contos eróticosMinha cunhada chifra meu irmão e me ensinou a ser putawww.xxvideo Bomelaconto erotico arib jrperdi as preguinhas do cu quando era pequenaconto erotico de incesto com enteada,e fotocontos eroticos primeira dp sem meu esposocontos porno de mulheres que não aguentarao pau enormeContos eroticos a tia gorda da minha esposaicesto.com mulheres comenta sobre pau do mindigoContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangcoroas crentes fudendo o cu contos reoticosTeacher e cavalo contos eroticoscomto herotico comendoa cadelinha virgemcontos gay de sendo arrombado por um garoto negro de ruacontos eróticos fui fudida pelo meu pai e seu amigoContos eroticos duas irmas em apurosFRANCISCA PUTA BUCETAbalconista lambeu minha xotaconto erotico gay imperadoruhmm filme so mulher fofendo no onibos com negaocomto herotico titio me coconto sexo em quadrinhos incesto 3dconto erótico meu marido ê minha femia e meu veadocaldo de buceta sujaver o pau do meu irmao doro contoO velhio descabaçador de mocinhas virgemdesenhos porno negros em quadrinhosquadrinhos insestos matando a saudadevideos de sexo tv com sogro incentivando ás noras a trazar com elexxv so novinhas dado cu e nao aguerta dar por que ele tem pal grade mais ele perga aforcaContos eroticos zoofilia fui estrupada pelo cachorroquadrinhos porno madura rabudacontoeroticominhasobrinhacontos eroticos demenor e tiodiarista gostosa e safada no predio do bairro portãocontos gay tio iniciador os sobrinhos da familia gratiscontos e encoxando a tia5 sado contos eroticosconto vibradorpriminha lésbica contosquadrinho porno cu invocantefreira o'malley 2 hentaiConto erotico caminhoneirasuruba com minha mae contoscontos eroticos gay cheiro de rolazoofiliaboy dog machotravestis com maridos em praia de nudismoporno conto mae novocontos eróticos de incestos com avó bebendo pora do netoSexo penis contoconto erotico gay com sogro