Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 5


Click to Download this video!


SEMPRE GRATO PELAS VISITAS, VOTOS E COMENTÁRIOS... NOS RELATOS ANTERIORES CONTEI COMO MEU TIO, UM CARA ENORME E CACETUDO VEIO MORAR COMIGO E MINHA ESPOSA, UMA LOIRAÇA CAVALONA, RABUDA E SAFADA... E DE COMO ELA SE INSINUOU E COMEÇOU A DAR PRA ELE SEMPRE QUE PODIA...

Na manhã seguinte a que Carol deu novamente a buceta a meu tio estávamos nos arrumando no quarto quando ouvimos umas batidas na porta, fui abrir e meu tio estava completamente nu na porta chamando minha esposa, engoli a seco, achei que ele ia querer meter nela ali mesmo, mas ele veio perguntar por suas cuecas, pois disse que não estava encontrando nenhuma, a vadia mais que depressa correu em sua direção, estava apenas com uma calcinha branca enfiada e mais nada.
- Mas o que seria de mim sem vocês hein? Por que não fica sem... hein pintudo! - dizendo isso segurou a rola dele e deu umas duas punhetadinhas e riu safadamente falando que devia ter alguma limpa na lavanderia e que iria procurar para ele, saiu rebolando e meu tio deu um tapinha em sua bundona quando passou por ele.
- É um doce essa menina – falou olhando pra mim e piscando o olho, depois saiu atrás dela balançando aquele cacetão que já dava sinais de que iria ficar duro.
Esperei no quarto uns dois minutos e tirei meus sapatoos para ir atrás deles, ao chegar perto da porta já ouvi aquele barulho típico de chupada, ficquei escondido e espiei lá para dentro: eles estavam de lado pra porta e minha cavalona agachada mamando aquela vara, meu tio enfiava o que podia na boca de Carol e segurava, ela engasgava e tirava, mas em seguida ela mesma abria a boca pedindo mais, era realmente uma puta.
Ficaram nisso uns dois minutos, até que meu tio fala:
- Ah gostosa, para que já estou quase gozando, empina ai pro tio que eu vou meter um pouquinho em você!
Como uma cadelinha obediente Carol recostou-se na máquina de lavar e empinou o rabão para ele, que ainda deu algumas punhetadinhas no pau e um tapa na bunda dela, depois afastou a tanguinha pro lado e começou a empurrar aquela cobrona para dentro da buceta de minha mulher, que agora já começava a agasalhar aquele mastro com mais facilidade, depois que enfiou tudo ele segurou ela pela cintura com as duas mãos e começou um vai e vem acelerado, que chegava a balançar a máquina.
- Ain... ain.. ain... safado, devagar com esse pintão gostoso! - protestava ela, meu tio não queria nem saber e metia como um louco, puxou Carol pelos cabelos e falou:
- Tá adorando a minha pica né gostosona? E se prepara que de hoje a noite não passa, você vai no meu quarto ver o filme e vai ter que me aguentar no cu sua safada! - ao ouvir isso ela não aguentou e gozou como uma cadela.
- Gostou da ideia né vadia? Agora vem tomar leitinho vem! - Carol prontamente ajoelhou na frente dele e de boca aberta ficou esperando enquanto ele batia uma punheta e apontava a rolona dele em direção do seu rosto, até que veio o primeiro jato direto na testa e mais três, enormes, direto na boca de minha putinha que engoliu tudo e ainda mamou mais um pouco o pau dele.
Sai dali e fui para o quarto fazer de conta que ainda estava me arrumando, dali a pouco Carol chegou, estava toda vermelha e descabelada, e ainda com um pouco de porra no rosto, fingi que não vi nada e procurei agir normalmente. Eu estava excitadíssimo com o que tinha visto, e queria mais ainda, decidi que estaria presente a noite, quando ela liberasse o cu para tio Jorge.
O dia se arrastou e esperei ansioso pela noite, na hora do jantar meu tio jogou a isca, dizendo que ia ver um filme, Carol é claro concordou na hora, e meu tio ficou meio surpreso e meio decepcionado ao me ouvir dizer que dessa vez eu também ia assistir com eles, quando a ela, nem ligou e aceitou prontamente.
Fomos para o quarto e ela foi tomar banho, estávamos os dois de sunga vendo um filme porno com loiras e caras dotados, do tipo que eles viam sempre, meu tio deitado na cama e eu num sofá ao lado... quando minha esposa veio para o quarto ficamos boquiabertos, ela estava com os peitos de fora, com uma calcinha rosa escandalosamente pequena, dos lados tinha umas correntinhas bem fininhas, e o triangulozinho malmente cobria sua buceta e seu cuzinho.
- que foi? Nunca viram rs – debochou ela deitando-se na cama com os pés e a bunda virada pro nosso lado e para cima, de modo a ficar de frente para a tela, meu tio olhava hipnotizado, e ela ainda acrescentou – e como somos todos adultos aqui eu não ligo se quiserem bater uma tá rsrs
Na hora meu tio se livrou da cueca e ficou alisando aquele pintão apontando pro teto, fiz o mesmo para não bancar o chato, Carol olhava para a vara dele a cada momento... dali a pouco, vendo que nos masturbávamos, ela deu uma leve empinadinha e põs a mão por dentro da calcinha, que em pouco tempo estava toda molhada, o clima no quarto era de puro sexo.
Em uma das cenas, um ator bastante caralhudo enrabava uma loirinha, Carol comentou:
- Poxa essa é guerreira rs – depois olhou pro meu tio e disse – Tio.. o senhor deve ter dificuldade em fazer anal em alguém com esse pauzão não é?
- Até tenho querida... mas com a técnica certa eu sempre consegui, inclusive as mulheres sempre gozam comigo sodomizando elas!
- Que coisa hein... eu quando faço com o Wag sofro um pouco, será que o senhor podia nos dar umas dicas? Nos mostrar como o senhor faz?
Fiquei boquiaberto com a cara de pau dela, meu tio mais ainda. Porém ao ver que eu não esboçei nehuma reação ele ficou mais confiante e passou a tomar conta da situação.
- Pra começar tem a posição... de quatro com a cabeça encostada num travesseiro ajuda, deixa a mulher mais abertinha rs – a puta da minha mulher na mesma hora já ficou de quatro com aquele traseiro divino e encostou a cara no colchão.
- Assim tio?
- Isso... assim mesmo, o próximo passo é uma boa lubrificação – continuava ele em tom didático, como se desse a mais normal das aulas do mundo – se não tiver lubrificante usa saliva e a lubrificação natural da vagina.
- Usa então tio – pediu Carol com a maior cara de puta, meu tio ainda me deu uma olhada, mas como eu continuava dócil apenas assistindo ele perdeu totalmente o pouco pudor que tinha de mim e baixou a calcinha dela até os joelhos, fiou maravilhado com aquela buceta e cuzinho depiladinhos e abriu um sorrisão... depois passou os dedos em sua bucetinha encharcada e lentamente em volta de seu buraquinho, o que a fez gemer como uma quenga, fez isso uma cinco vezes, indo com os dedos cada vez mais fundo e arrancando ondas de prazer da minha esposinha, eu apenas olhava e me masturbava, depois de um tempo ele se levantou e continuou sua “aula”.
- Agora que está um pouco relaxada e lubrificada tem que ir colocando aos poucos – ficou em pé na cama e masturbou bem o seu caralhão, a fim de que ele ficasse duro como uma pedra, eu não acreditava que ia ver em detalhes a minha gostosona de quatro ser deflorada por aquele pau descomunal do meu tio grandalhão. Meu tio deu uma cuspida na cabeça do pau e apontou a cabeçorra no cuzinho de Carol.
- Pisca o cu agora lindinha! - mandou ele com voz safada, ela odedeceu e mordeu a pontinha da cabeçona com o cu – Ah, isso assim mesmo, agora vai piscando vai! - ela piscava repetidamente o cuzinho, e a cada piscada meu tio forçava um pouco mais, até que passou a cabeça e ela deu um berro, tentou abaixar a bunda mas meu tio a segurou pela cintura.
- Calma querida, já entrou a cabeça que é a parte mais difícil, agora vou pondo aos poucos pra você ir se acostumando tá? - Carol apenas assentiu com a cabeça, dando pequenos gemidos, mal conseguia falar com aquela rolona dura rasagando suas entranhas.
- Ain... ain... ain tio – sofria ela enquanto meu tio enpurrava lentamente seu pintão dentro dela.
- Relaxa Carolzinha... se masturba enquanto eu enfio tá! Ajuda um pouco a passar a dor!- Ela apenas gemia e obedecia tudo que ele dizia... era uma cena extremamente excitante ver minha cavalona ali toda empinada oferecendo a bunda pra ser enrabada por aquele monstro... em pouco tempo meu tio conseguiu enfiar toda aquela tora no rabo de minha mulher, que deu um gemido mais alto ao se sentir toda preenchida de carne.
- Viu como eu faço Carolzinha? Cabeu tudo no seu cuzinho... agora eu vou deixar um pouquinho pra você acostumar e depois vou socar bem devagarinho até você gozar tá? - só de ouvir isso a safada já teve seu primeiro orgasmo se tremendo toda, ao fazer isso relaxou um pouco o esfincter, o que incentivou meu tio a dar lentas mas vigorosas estocadas no rabinho da minha loirona, tirava quase tudo e quando a cabeçona ia passar do anelzinho do cu dela ele enfiava novamente até o fundo, fazendo ela ter um orgasmo após outro.
- ain, ain, ain tio... que pinto enorme e gostoso...vou gozar de novo, ain, ain...
- Agora que você está relaxadinha dá pra mudar de posição – sugeriu ele, e sem tirar o pau do cu da minha esposa ele a virou num frango assado, inclusive a simples sensação daquele colosso girando dentro dela a fez gozar mais uma vez... em seguida ele colocou as pernas dela sobre seus ombros e começou com umas bombadas mais fortes, fazendo ela gritar de prazer e dor... vi quando ele sussurou “minha puta” e ela sorriu satisfeita levando no cu... ficaram nisso uns dez minutos, ai meu tio gozou encheu o cuzinho de Carol com seu leite... quando puxou o pau lá de dentro e a cabeça passou fazendo barulho ela emitiu um “ah... que pau gostoso”... não aguentei também e gozei com uma gostosa punheta... o rabo dela estava enorme e inchado, demorou um tempinho ainda pra fechar e vazava muita porra lá de dentro, Tio Jorge levantou e deu tapinha na bunda dela dizendo:
- Matou a curiosidade de como faço sobrinha? Rs – ela concordou e sorriu, estava exausta, ele foi cantarolando até o banheiro e ouvimos ele ligar a ducha, pulei em cima de carol já de pau duro.
- No cu não tá amor! - pediu ela – o Jorge me arregaçou...
Obedeci e soquei em sua xaninha... de tão excitado que estava logo anunciei o gozo, que a safada pediu todo na boca, enchi sua boca com meu leite, que ela engoliu tudo; dormimos ali mesmo e meu tio dormiu em nosso quarto... todos sabíamos que tudo havia mudado drasticamente a partir desse dia... e que mais coisas ainda estavam por vir... CONTINUA

Foto 1 do Conto erotico: Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 5

Foto 2 do Conto erotico: Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 5

Foto 3 do Conto erotico: Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 5

Foto 4 do Conto erotico: Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 5

Foto 5 do Conto erotico: Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 5


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario gege

gege Comentou em 22/02/2016

Parabéns aguentou tudo nesse cu gostoso agora tem dar todo dia

foto perfil usuario srcharada

srcharada Comentou em 21/02/2016

A melhor parte,tesão puro pqp

foto perfil usuario gigio579

gigio579 Comentou em 22/01/2016

Aguardamos a continuaçao anciosos

foto perfil usuario loiradoculargo

loiradoculargo Comentou em 18/01/2016

Dar o cu é maravilhoso,belo conto

foto perfil usuario morata17

morata17 Comentou em 17/01/2016

Bom demais,no aguardo pra saber as putarias q vieram dps disso

foto perfil usuario manovicente

manovicente Comentou em 16/01/2016

muito boomm não pare por favor .

foto perfil usuario aninhafelipe

aninhafelipe Comentou em 13/01/2016

Delicia de conto... depois da um pulo no nosso perfil e leia os nossos

foto perfil usuario 96silva01

96silva01 Comentou em 12/01/2016

muito bom

foto perfil usuario dr.carvalho

dr.carvalho Comentou em 12/01/2016

muito bom vc tem uma esposa muito gostosa que rabo maravilhoso ela tem

foto perfil usuario meliodafu

meliodafu Comentou em 12/01/2016

Dlç de conto,agora teu tio vai fazer o serviço completo na tua frente.

foto perfil usuario voyspmen

voyspmen Comentou em 12/01/2016

quero foder esse cuzão, votado, parabéns

foto perfil usuario manovicente

manovicente Comentou em 12/01/2016

poderia fazer um video de uma foda deles para nos apreciarmos, sem mostrar rostos lógico .oque acha ?

foto perfil usuario manovicente

manovicente Comentou em 12/01/2016

ótimo cada história melhor que a outra .não pare de contar agora que eles perderam o receio de vc, ficou melhor .

foto perfil usuario jagan

jagan Comentou em 12/01/2016

Muito bom amg,por mim pode ter mais 100 partes ainda,aguardando a continuação ansiosamente.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


75359 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 66
75467 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 55
75769 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 62
76332 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 44
78009 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 6 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 48
79184 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 7 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 55
80450 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 8 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 36
81533 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 9 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 40
83869 - Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 10 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
87688 - Minha esposa cavalona e a família torpedão 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
87937 - Minha esposa cavalona e a família torpedão 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico wagcornodacarol

Nome do conto:
Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 5

Codigo do conto:
77124

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
11/01/2016

Quant.de Votos:
45

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


xvidios mulher do mey amigofogosas do dwollandcontoerorico fiqei surpreso ela centou o cú no paudui estrupado por paipai e seus amigos conto erotico gaycontos erótico sexo na cadeia incertoesposa na praia de nudismoIrmao trasand com a prim a fors na camacontos eroticos porq muitos homens negam sentir vontade de chupar ou ser chupado por outr homemconto erotico de cabo frio com fifotonovela erotica cdzinhacontos pornos mamae carenteContos eroticos gordas e fudidaxvideos papai comendo filunhasúltimos contoseroticos morro por minha sobrinhaConto erotico eu uma empregada velha de 65 anosos ultimos contos porno coroa na zoofilia minha bucta e do cachorrosConto tia com sobrinhporno quadrinhos putaMarido.duvido que esposa daria pra.pauzudo e viro corno videocontos de vovozinhas dando o raborevista pornomamae tem sonhos eroticos e acorda o filho com uma chupadacontos eroticos dando pra geral na favelaContos erotico orgia no meu cubiancamontenegro putinha casadanoras nos contos eroticosarmei p foderem minha esposa honesta contos eroticosConto erotico - Estuprei a empregada da minha mãeCasa dos contos eróticos Minha vida com meu filho pt10pego a enteada estudando de sorti curto e frocho pornocontoerotico filihas sapecaspai fica com tesão da filha na praiapornocontoincestoscasal liberal de alta floresta mtconto erot adestramentocontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu a forca quando eu tinha oito anosbuceta da angelica do huckContos e fotos de tias e sobrinhos pauzudoscontos genro roludo pegando sogra a noite de camisola na feebre do sogroContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casacontos de estrupo com entregador de águaa maior pica contosvirgens perdendo o capacoerotismo contosContos eroticos mae e filho Incesto fica gravida porno totalContos de madarastas safadasconto gay irmaos gemendo no pirocao do irmao c fotoultimos contos sadopedreiro pelado,negao me cohomem corno nao satisfaz a mulher ela vem fazer tudo no sexo comigocontos eroticos esposa coloca coleira no maridoengeado cagou no meu pau contocontoseroticos cagueinopaudo meufilhomeu marido me ixibi pros estranhos contos efotoscontos eroticos incesto chupei a bucetinha da minha filhapai eu nao quero contos pornoContos eroticos de travecos avantajados.conto erotico dormindo incestoEu raspo minha buceta pro meu marido fuder minha buceta e meu cu conto eroticoconto erotico 24/7relatos eróticos reais incesto mãe sentada no coloporno sou amante do sogro contoconto pica ni cu da minha filha cabaconegão pelado da BiquinhaConto Incesto Meu Irmaoquadrinhos eroticos gay chiquititascontos eroticos noratia peladacontos eroticos juvenisbuceta primahistórias em quadrinhos acampando com o vizinho safadocontos de fodas com pai e mãe e filhos travestisporno brinquinho co a picona na buseta da mulherContos erotico corno dos cavalo