FODIDO PELO MEU IRMÃO E MEU CACHORRO


Click to Download this video!


Meu último conto fictício foi sobre quando fiquei sozinho com meu irmão e ele tirou minha virgindade e até sangue do meu cú. Essa é uma continuação. Ainda estamos sozinhos pois meus pais estão viajando.

Acordei pelado com metade do corpo sobre o meu irmão deitado no peito definido e gostoso dele, que está com os braços em volta de mim, o que me deixa muito confortável. Sinto o cheiro de sexo da noite passada misturado com cheiro forte do quarto bagunçado dele. O corpo quente em baixo do meu e o pau grande e mole encostado na minha perna direita. Sinto a respiração dele na minha cabeça. Meu cú está um pouco dolorido por causa na noite passada. As lembranças dela me vem a cabeça: Meu irmão abrindo meu cú pela primeira vez sem dó, colocando a meia suja e a cueca usada com pré gozo na minha boca para eu não gritar, me mostrando o sangue do meu cú no dedo dele enquanto metia na minha bunda com força, a gozada na minha garganta, boca e rosto e o beijo maravilhoso que ele me deu compartilhando a porra que lambeu da minha cara. Imediatamente fico excitado e meu pau lateja na perna dele, que acorda com um gemido. "Nossa, maninho! Já está animado?", ele pergunta e me dá um beijo carinhoso sobre a cabeça, o que é totalmente diferente da brutalidade com que ele meu fodeu ontem. "É que estou sobre você. E você me deixa assim", respondo. "Vem cá", ele diz passando a mão nas minhas costas. Levanto a cabeça e ele me beija. Um beijo demorado e molhado. Depois me vira de costas e ficamos de conchinha, o abraço dele é aconchegante. Estou sentido sua respiração no meu pescoço e a ereção matinal na minha bunda. "Ainda estou com sono. Dorme comigo mais um pouco", ele diz, me da um beijo no pescoço e me aperta em seus braços. Pra mim isso é incrível, estar com ele assim.

Mais ou menos uma hora depois ele me da mais dois beijos no pescoço e se levanta. Olho pro pau dele que está a poucos centímetros do meu rosto, da pra sentir o cheiro de pênis maravilhoso. Ele coloca uma cueca samba-canção branca que mede um palmo e é extremamente sexy. Depois ele abaixa, coloca a mão direita no meu rosto, me da um selinho e sai do quarto. Me levanto e coloco uma cueca vermelha no meu quarto e vou tomar café com ele. Comemos assim: Os dois de cueca ele com o braço direito em volta do meu pescoço e as vezes me dava beijos no rosto. Os pelos sexys da axila dele encostavam no meu ombro. "Hoje vou te abrir mais um pouco... Talvez muito", ele sussurrou no meu ouvido me dando arrepio. Fiquei com medo porque ainda estava um pouco dolorido e ele não mete devagar nem na primeira estocada.

Estávamos no sofá, eu no colo dele enquanto ele me evolvia com os braços. Ele colocou em um canal erótico da TV a cabo. Tinha um cara fodendo o cú de uma mulher com toda força enquanto o outro metia fundo na garganta dela. Eu não estava nem um pouco interessado, era broxante pra mim na verdade. Já ele ficou excitado na hora, senti o monumento dele crescendo embaixo de mim até que ele não aquentou mais. "Sai do meu colo, tá doendo de tão duro", ele disse. Eu saí e dei um sorrisinho malicioso pra ele, que tirou o pau de 20 centímetros e começou a massagear. "Quero essa boca no meu pau agora, irmãozinho", ele ordenou. Eu, claro, obedeci. Imediatamente fiquei de quatro no sofá e comecei a chapa-lo. Ele me segurou pelo cabelo e começou a foder minha boca enquanto assistia o pornô na TV. Fiquei chupando por uns 15 minutos aquele pau que ainda não tinha sido limpo da foda de ontem. O gosto era maravilhoso. Depois ele me colocou de joelhos no sofá com os braços apoiados no encosto. Então ele começou a chupar, lamber e babar muito no meu cú. Depois começou a enfiar um dedo, no segundo eu comecei a gemer e nosso cachorro ouviu e ficou parado na porta, porque ele não entra em casa, enquanto meu irmão me fazia gemer nos dedos dele e quando ia meter o pau em mim ele viu o cachorro na porta olhando. "Tive uma ideia", ele disse. Então pegou o cachorro e levou pro quarto, fui atrás dele. Quando cheguei ele já estava lambendo meu irmão que gemia encima da cama. "Bate pra ele", meu irmão disse. Sentei na cama e comecei a masturbar o pau do cachorro, que rapidamente começou a crescer na minha mão enquanto meu irmão gemia e falava: "Isso, agora você é minha putinha e a cadelinha dele." Eu parei de bater pro cachorro e fui pro lado do meu irmão, que começou a enfiar dois dedos no meu cú enquanto gemia na língua áspera do cachorro, que eu já experimentei. Depois de uns 5 minutos assim ele me colocou de quatro e falou que ia fazer o cachorro me foder. Fiquei com medo pois sabia do nó que cresce na base do pau dos cachorros e ia me machucar, expliquei pra ele. "Não tô nem aí, eu quero que ele te rasgue mesmo", ele respondeu. O cachorro me viu de quatro e subiu nas minhas costas e tentava penetrar em mim com aquele pau mais ou menos grosso, pra um cachorro médio como ele. Meu irmão passou lubrificante em mim e o cachorro subiu de novo. "Aahhhh", gritei e mordi o travesseiro quando o cachorro meteu a pica inteira em mim com força na primeira estocada e começou os movimentos no meu cú. Meus olhos já estavam cheios de lagrimas quando meu irmão foi pra minha frente, tirou o travesseiro da minha boca e começou a fode-la. Além da dor pelo cachorro ter entrado rápido no meu cú, eu ainda estava dolorido da foda com meu irmão. O pau dele entrando e saindo da minha garganta me deixava sem ar e abafava os urros de dor enquanto as lagrimas escorriam pelo meu rosto. A dor da entrada passou e a dor que sentia pela foda de ontem era excitante, mas estava bom de mais pra ser verdade. Senti algo crescendo dentro de mim. "Está crescendo, tem que tirar", disse tirando o pau do meu irmão da boca, que me mandou ficar quieto e meteu na minha garganta de novo. O nó não parava de crescer, a dor começou a aumentar e meus olhos se encheram de lágrimas de novo. O cachorro parou de se mexer e o nó atingiu o tamanho máximo, aquilo me rasgava por dentro, senti a porra dele me inundando. Eu estava preso na pica no cachorro enquanto meu irmão soltava aquele pré gozo maravilhoso na minha boca. O pau dele começou a latejar, eu sabia a maravilha que estava pra sair daquele monumento de 20 centímetros dele. Ele começou a gemer e enfiou fundo na minha garganta começando a gozar. Senti muito líquido quente indo direto pro meu estomago enquanto ele gritava de prazer puxando meu cabelo. "Limpa minha pica, putinha", ele ordenou e eu obedeci. Depois ele foi ver o cachorro engatado no meu cú e disse: "Vou tirar". "Não, por favor, não tira. Vai doer muito", respondi. "Eu quero mesmo que saia mais sangue desse cuzinho", ele disse tirando o cachorro das minhas costas e ficamos em lados opostos, com o pau dele ainda na minha bunda. Peguei o travesseiro e mordi, pois sabia o que estava por vir. "Rrrrrrrrrrrr", urrei no travesseiro quando aquele bola, um pouco menor que uma de baseball, saiu de dentro de mim deixando vazar a goza do meu cú e molhando o lençol do meu irmão. Foi uma dor inexplicável. Meu irmão me empurrou e virei de barriga pra cima na cama olhando pra ele, que estava sorrindo. "Adoro te ver chorando de dor", ele me disse. Passou a mão no meu cú e me fez limpar a goza com sangue dos dedos dele com a boca. Me pegou pelo cabelo e me fez lamber a goza do cachorro na cama. Depois colocou o cachorro encima de mim e me fez chupar o pau do cachorro. O gosto da goza com sangue era ótimo, limpei todinha aquela pica. Depois ele deixou o cachorro ir e me beijou. Mais um beijo longo, forte e gostoso dele. "Que gosto bom", ele me disse sorrindo. "Você está sendo incrível irmãozinho, merece um boquete meu. Estou mesmo afim de experimentar sua porra", ele falou descendo direto pro meu pau e meteu tudo de uma vez até sua garganta. Eu segurei o cabelo dele e gemi. A sensação do meu pau na garganta do meu irmão era incrível. "Não acredito que meu irmão está me chupando", pensei. Ele me chupava com força e eu gemia muito. Senti que ia gozar e segurei mais forte o cabelo dele. Ele sentiu a dilatação e tirou um pouco o pau pra ficar na boca dele, queria sentir o gosto do meu esperma. "Aaahhhh", gemi quando enchi a boca dele de porra. Ele engoliu quase tudo e compartilhou o resto comigo em outro beijo incrível enquanto roçava o pau em mim e apertava minha bunda.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario luiz carlos5254

luiz carlos5254 Comentou em 26/04/2016

ADOREI ESSE CONTO TAMBÉM, É TUDO QUE EU QUERIA QUE FIZESSEM COMIGO, TENHO UM SONHO INCRÍVEL DE SENTIR O NÓ DO CACHORRO DENTRO DE MIM E FICAR COM A BUNDA TODA ESPORRADA,IRIA AMAR....




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


76941 - MEU IRMÃO GOZOU NA MINHA GARGANTA - Categoria: Gays - Votos: 19
77107 - MEU IRMÃO ME ESPANCOU E ME FODEU - Categoria: Gays - Votos: 6
77465 - MEU IRMÃO FODEU MEU CÚ COM A MÃO - Categoria: Gays - Votos: 2
80067 - ABUSADO PELO TIO E O CAVALO DOTADO - Categoria: Zoofilia - Votos: 12
83792 - ABUSADO PELO TIO E O CAVALO DOTADO II - PORRA - Categoria: Zoofilia - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico rodrigodogfuck

Nome do conto:
FODIDO PELO MEU IRMÃO E MEU CACHORRO

Codigo do conto:
77049

Categoria:
Zoofilia

Data da Publicação:
09/01/2016

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos ninfetastodo dia espero meu marido dormir e vou mamar o mastro de nosso filho contos eroticosencoxada na esposa do cara contosconto erotico raquel morena deliciosaporno fotonovelacoto erotico equadrinho de mae vadiavovo peludo gay contosconto erotico a coroa gostosaboquete da coroa contoContos lésbica esfregando lutinhaultimos contos sadocontos eroticos de suruba com minhas irmas e minha mãenegra viciada em porra na gargantavideos sexo incesto filha desfila nua pela casa enquanto pai a olha ate nao aguenta mais de tezao e fude elakelly e jenny porno parte 3contos eroticos de lactofilia[email protected]contos eroticos mega surubaEu minha irmã e minha sobrinha Robertaoldmengirlspornominha ideia deu certo minha mulher me fez corno.com.contogibi porno estrupoporn casal mozambicanoconto erotico abri as pernas para o professormeu padrasto disse que me ama contos eroticoshistoria erotica minha mulher deu cu para nosso cazeiro parte2Contoeroticoo Estuprada pelo papai e vovonamorada tio contoconto erótico sozinha com papaifio terra casadoscontosMulhe mijano gala depois q tira a picamae fode com filho contos eroticosaluna conto eroticocontos eroticos fodendo minha sobrinha de menorCasada leva marido bebado e o sogro fode a gostosa contoquadrinhos eroticos troca de casais em viagemxvideo familiaporno moz ponta finasconto erotico corno fudidopapai sarado e tesudo me comeu de ladocontos pornonarradocasada deu pro primo roludo que saiu daprisao contocomto herotico comendoa cadelinha virgemCorno sissy historias em quadrinhocontos erótico baianinhaconto erotico dominação velhosexo bizarro zoofilia Contos animais e tigresquadrinhos eróticos lactofiliamuler se a seusta com pirocao no cucontos de assalto com incestomeu pai fez amor comigo na piscina conto erocticoconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupaUltimos contos de coroacasa dos contos gay incesto o filhinho do meu compadreContos eroticos filmando minha maecontos minha filha dando cucontos eroticos com mendigos dotadoscontos eroticos adolecente grarvida incestocontos eroticos comi a biscatinhaminha mae e o empregado conto eroticocomto eroticochupando os peitos da vizinha tdconto erotico minha amiga de presente pro meu maridoContos eroticos meu irmãozinho d é um profissional em chupar bctcontos eroticos de incesto: mamae me ajudogenroscontoeroticocontos eroticos minha ginecologistasacanagem em quadrinho erotico pai fudedo com a sua filhadoce nanda contos eroticosconto virgem piscina termaissexo vovócontos eroticos fio dendal da esposa com tesaotraicao nora e sogro conto eroticocontodevaginaconto erotico aliviarcontos eroticos um casal passando férias na casa de um casal de amigosconto erotico de agronomoHq incesto enrolada com papaidezenho porno en quadrinho dos frisdoscontoeroticomulhervadiakomik xxxsexo em quadrinhosogra velha safada conto eroticsafadezas no pique esconde conto eroticoporno conto enrrabadaRasgarao meu cu quandi eu era novinha contorevista em quadrinhos pai chupando a b***** da filha até ela se ela todinho e Mexe só no c* delaconto erotico metrocalcinha para o sobrinho contoshistórias em quadrinhos acampando com o vizinho safadoconto erotoco dei meu cu e minha buceta para pagar a compraconto erotico da titia rabuda do rabao no carnaval