EU E MEU IRMÃOZINHO – 2


Click to Download this video!


Olá pra todos, desculpa a demora em mandar a segunda parte do meu conto. Vamos continuar. Depois de ficarmos totalmente sem roupa, eu e meu mano começamos a estudar o corpo um do outro. Tudo foi novidade. O Jr. Parecia mais a vontade do que eu, pois ele me mandou subir na cama e requebrar bem sensual. Comecei a imitar uma dança do ventre bem pertinho do rosto dele. Meu irmão me segurou pelos quadris e foi me puxando pra perto dele, deu um cheiro bem suave na minha bocetinha e disse, Carol que cheiro gostoso. Eu me tremi, o Junior abraçou minha bundinha e veio lentamente beijar minha xana. Quase sem querer abri um pouco minhas pernas e senti pela primeira vez uma lingua no meu grelinho. Segurei pela cabeça do Jr., forçando a contra mim. Quando meu irmão chupou meu grelo eu quase desmaiei e fui lentamente deitando na cama já com as pernas abertas, e o Juninho demonstrou ser um craque chupando uma buceta. Eu delirava de tanto prazer. Certa vez ele tentou enfiar o dedo na minha bocetinha que já era só prazer. Senti uma leve dor, tentei me afastar do meu irmão, pois aquilo doeu um pouco. O Juninho perguntou, mana te machuquei? Eu disse só um pouquinho. Aí o Jr. Falou, tá bom vou fazer com mais carinho. E voltou a chupar minha xaninha e quando dei por mim ele já enfiava todo um dedo dentro de mim. Eu era só prazer. Depois de gozar várias vezes eu pedi pro meu irmão deixar eu chupar o pau dele um pouquinho. Foi aí que fiz meu primeiro sessenta e nove. Mal eu coloquei na minha boquinha o pau do Juninho ele foi logo gozando e de novo encheu minha boca do leitinho dele, e desta vez não deixei escorrer nenhuma gotinha. O Jr. Continuou me chupando e me fazendo gozar. Eu continuava com o pau dele mesmo mole, metido na minha boca. Derrepente eu senti o dedinho do Jr., alisando meu buraquinho e isso me levou a ter arrepios e o Juninho pediu pra meter na minha bucetinha e eu disse, não mano, eu não estou prevenida e posso engravidar, aí Juninho voce tem camisinha? Ele disse que não tinha nenhuma e pediu pra comer minha bundinha, eu falei que não porque uma colega minha uma vez que doia bastante. Ele fazia uma pausa nas chupadas no meu grelinho e dizia deixa mana eu comer sua bundinha vai, eu prometo fazer bem devagar. Nessa altura já haviamos desmanchado o 69 e estavamos nos beijando e o meu irmãozinho vez ou outra chupava meus peitinhos que pareciam querer soltar os biquinhos e tocava no meu cuzinho. E ele continuava me pedindo pra dar meu rabinho e eu não queria porque iria doer. Então eu perguntei, mano alguma vez voce já comeu o cu de alguem? De gay não vale, eu quero saber de alguma mulher. Então ele falou, Carol deixa eu te falar uma coisa. Se algum cara disser que comeu um cuzinho, isso é de gay. Quando é uma gata como voce, bem gostosa. Todo homem pede a bundinha e a sua sempre me deu um tremendo tesão. Lembra quando na piscina do sítio voce me pede pra passar protetor em voce? Se voce nunca notou eu sempre fico de pau duro, voce tem uma bundinha deliciosa que já me fez bater muitas punhetas pensando em voce. Me dar essa bundinha, eu enfio bem devagar e não vai doer nenhum pouquinho. A maneira como meu irmãozinho pediu não me deixou opção. Fiquei toda derretida e disse, tá bom, mas se doer voce pára tá. Meu irmão que eu achava que era inocente e sem maldade, me surpreendeu. Me fez virar de costas e ficar de quatro pra ele (eu só obedecia) e começou a lamber meu cuzinho e descia até minha bucetinha e as vezes tentava enfiar um dedinho. Eu tentava sair e ele voltava a lamber meu buraquinho me pedindo pra deixar ele meter um dedinho no meu rabinho. Eu que já estava sem controle da situação e quase implorando aquilo, disse, vai mano põe só teu dedinho. Quando ele me enfiou o dedo, já não me importava com nada que acontecesse. O Juninho tentou meter no meu cuzinho, senti uma dor enorme e me afastei dele dizendo que não daria meu cu porra nenhuma porque doeu pra caralho. Meu irmão mais uma vez me surpreendeu dizendo, já sei, espere aqui. E foi no quarto dos nossos pais voltando com uma pomada e disse que um dia procurando algo na gaveta da mamãe encontrou vaselina e sabia pra que ela queria aquilo. Eu disse, Jr., voce é muito sacana. Ele voltou a chupar minha xaninha que nessas alturas estava em brasa, depois me ordenou literalmente a ficar de quatro pra ele, deu umas lambidinhas no meu rabinho, passou a vaselina e disse, mana agora não vai doer nada. Senti algo penetrando meu cuzinho, era um dedo do Juninho que falou deixa eu acostumar um pouquinho, agora vou meter dois dedinhos neste cuzinho. Meu irmão então pegou a vaselina, lambuzou meu cu e disse, mana relaxa que não vai doer. Quando senti a cabecinha do pau do Jr entrando, dei uma afastada pra frente, ele me segurou pela coxa e quando eu voltei pra perto dele parecia que meu cuzinho pegava fogo, o cacete ele entrou de uma vez, dei um grito e comecei a chorar tanto era a dor que eu sentia. Meu irmão pediu pra eu relaxar que parava de doer. Minha bundinha encostou na virilha do Juninho que lentamente iniciou um vai e vem. O que antes era dor agora era puro tesão. Eu pedi, Juninho fica paradinho, deixa que só eu mexo, e fiquei indo pra frente e pra tras. Ficamos assim até a madrugada. Nós sabiamos que horas nossos pais voltariam da festa. Hoje me tornei uma expert em dar meu cuzinho pro meu irmão. Na outra sexta-feira, meu irmãozinho arrancou meu cabacinho, mas depois eu conto. Garotas que já trasaram com seus irmãos me escrevam pra trocarmos idéias. Meu e-mail é [email protected]

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico ka

Nome do conto:
EU E MEU IRMÃOZINHO – 2

Codigo do conto:
7671

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
06/04/2006

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


eu e meu irmao contoscontos eroticos casal sendo revistado pelo policial gaycontos porno meu pai arregassou minha bucetaeu e a evangelica casada da minha esposa conto eroticocontos eroticos ninfomaníacapicas veiudas arrombando cuzinhosconto erotico sobre gordinhaCONTOS EROTICOS DE NOVINHAS FUDIDAS PELO CAVALOconto erotico. menino de dez anos dandona bundaAjudei uma cega na rua conto eróticosexo signos zona eroticaquadrinho eroticos de desenho animados em hentai o pirocudo gozando dentromulher fica emgatada com cachorrominha esposa gordinha puta no bar contoconto eurotico gay rabaocontos eu e meu irmao fazendo suruba com nossa maecontos+eroticos+portugalConto d esposa safadinha fico d pau durocontos e quando ele gozou em minha garganta ele tirouperdi as preguinhas do cu quando era pequenaContos eroticos com fotos de meu gay favoritoconto erotico meu primeiro orgasmogenroscontoeroticocurrado pelas travestisprincesa de conto de farda pornoentiadacontoeroticoconto aventura no onibusporn netinha na mesacontos eroticos gay dando pro irmaoconto erotico filha e sogra e ex presidiariocontos eroticos de noiva rabuda estuprada na praia por garotos cacetudos e noivo vendoConto erotico taradaconto erotico comi duas lactantesce1 14 a grande viagempapai roludo comeu meu cuzinho eu falei ai papaiconto erotico nora grávida no matocontos eróticos gay pedreirosconto porno mulher safadahentai hq engravidandocontos eroticos da filhinha manda a mae examinar seu cuzinho que esta doendomãe nuasprocurar imjem mulher agachada mostra a lingua da bosetaovelho comedo cadela no cioconto eróticosConto erotico - machuquei a mina bebadasexo com çdu filho novinho conto eroticocasada engravidou favela contospeguei meu marido comendo minha filharelatos íntimos incestos mãe gravidaconto erotico lesbica escada escuracontos eroticos olhano meu marido jogando trucofui chantageada e tive que bater uma punheta para meu patraomae safada= professora putacontos eroticos de melar a bucetaMenininha de calcinha de bruço fotosquadrinhoseroticos droguei minha mae para comelacontos eróticos incesto filho e mãe praiameu irmão me fode feita puta vaca me esporro como uma cabra contosbuceta arrobadinhasComendo a velha cadeirante contosenrabada pelo negao contoscontos seduzido pela sogracontos eroticos minhas amiguinhas peladasQuadrinhos sraexplicitaComtos recem casada fodemdo com o irmaopornô conto erótico dando um trato na vizinhaChupo bucetinha da filinha confessofAmiliA favela porno contAs prA pAgar parte 2vidio.de.sexo.com padroto.castigado a entiada com denda dedada no cuquadrinho erotico_favelaContos.eroticos.zoofilia.a.enorme.e.inchada.buceta.de.minha.cadela.