o velho alazão e sua potranca putinha


Click to Download this video!


Estava no sítio da família cuidando do gado quando tocou o telefone. Era o Nestor, amigo de longa data de meus pais. Nestor era um coroão de uns 60 anos do jeito que eu gosto...meio gordo, peludo, cara de tarado constante. Vivia falando da mulherada que pegava pois era divorciado.

Na verdade eu sempre achei que ele me olhasse diferente, mas como sou taradinha por coroas, penso isso de todos. Mas nunca rolou nada.

- Fala Nestor, beleza?
- Beleza...tô indo num leilão de gado...vai ter uisque na faixa e uma muierada pra olhar...vamos lá? De repente vocês compram um lote também.
-Ótima ideia, vamos nessa.

Deu meia hora ele passou lá pra me pegar. Eu acho que ele nunca desconfiou que sou viadinho, pois não convivemos muito e não dou bandeira, embora tenha um corpinho bem do gostoso, como vocês já sabem de outros contos.

Chegamos, tomamos uisque, Nestor deu uns lances e arrematou um pequeno lote de 10 garrotes que seriam entregues naquele mesmo dia no final da tarde.

- Vamos lá no sítio? Tô fazendo umas coisas lá e depois podemos tomar umas breja e cair na cachoeira...calor brabo!
- Putz, tô de jeans...não trouxe sunga nem bermuda...que porre!
- Esquenta não...entra lá no quarto das crianças e pega qualquer coisa...algo deve servir em você.

Crianças eram um moleque de 20 anos e uma menina de 23 que era daquela que todo homem quer fuder...bunduda, pernuda, peitos redondos...de parar o trânsito.

Chegamos, ficamos lá de bobeira arrumando algumas coisas e tomando umas...já já ia ficar balão e nessas horas o cuzinho começa a querer levar vara...perigoso!

Decidimos então ir até a cachoeira do sítio, com prainha de areia e tudo...um tesão de lugar.

Fui até o quarto e não vi nada do moleque...hummm...mas quando vi o guarda roupa da filha gostosa, coisas tesudas começaram a rolar na minha cabeça. Encontrei a calcinha de um bikini vermelho que era grande o suficiente pra se passar por uma sunguinha, porém com o corte feminino que na hora já valorizou meu bumbum...fiquei me olhando no espelho e nem liguei no que o Nestor poderia pensar...foda-se pensei...sou viado mesmo...se ele se assustar problema dele. Achei um shortinho jeans que serviu como uma luva...como ela era gostosona e grande, o shortinho entrou gostoso e ficou meio no limite da bunda...meu bumbum é arrebitado e redondo e encheu o shortinho. Coloquei uma camiseta e fui a luta.

Quando o Nestor me viu, seus olhos não esconderam um certo brilho de satisfação. Deu uma olhada e só falou...tá mais gostoso agora né? Meu cuzinho piscou 3 vezes...tava na cara que ele gostou do que viu.

Ele pegou uma caixa com umas brejas geladas e mandou...vamos nessa que tá quente aqui.

Ele me fez ir na frente e era isso que eu queria...pegamos uma trilha estreitinha e eu ia dando uma reboladinhas de leve...podia sentir seus olhos comendo minha bunda no shortinho da filha.

Chegamos na cachoeira e de pronto o bixo já ficou de sunga, com a barriga inchada de cerveja bem a mostra...dei uma olhada leve e vi que o mastro era de bom tamanho e estava acomodado de lado...a brincadeira prometia.

Como sou uma putinha safada, me virei e fiquei de bunda pra ele pra tirar o shortinho...aprendi a técnica vendo as meninas na praia...uma rebolada de leve, mãos nas ancas pro shorts descer...ele escorrega pelas pernas e empino o bumbum pra pegar...pronto...qualquer maxo de verdade fica de pau duro. Tirei a camiseta ainda de costas e tenho certeza que ele soltou um gemidinho, pois a calcinha vermelha não deixava dúvidas.

Então ele convidou: pega duas e vem pra água...de novo eu dei aquela abaixada pra pegar as cervejas que deixava minha bunda absolutamente arrebitada e redonda.

Ficamos lá de bobeira, falando bobagem, bebendo, jogando água um no outro...então, depois de 4 longnecks, as inevitáveis brincadeiras de agarrar começaram...eu estava indo na direção da cascata e ele veio por detrás e lascou um beliscão delicioso na minha bunda, falando que se eu estivesse no vestiário da turma dele de futebol eu iria levar tapão na minha bunda carnuda o tempo todo...olhei pra trás, dei uma risadinha e joguei água...depois ele sentou numa pedra perto da cascata e pra eu passar tive de dar uma esfregadinha de leve no joelho dele...acontece que a tal joelhada encaixou direitinho no meio da minha bunda...mas perdi o equilíbrio e ele pra me segurar, me pegou pela cintura e quando vi sentei direto na piroca dele que se acomodou perto do cuzinho...isso tudo durou uns 5 segundos mas foi suficiente pro tesão ir a mil.

então, como eu já estava meio passadinha com as brejas, falei pra ele que minhas costas me incomodavam por causa de uma dorzinha chata...tudo enrolação lógico...eu queria eram aquelas mãozonas calejadas me apalpando, isso sim. Então ele disse: vamos lá pra prainha que eu sou bom em desentortar as pessoas...

Fui feliz da vida e deitei de barriga pra baixo, de modo que minha bunda ficava lá pra ser apertada, apalpada e fodida a hora que ele bem entendesse. Mas o véio era malaco. Ele primeiro sentou do meu lado e foi perguntando...dói onde? aqui? aqui? aqui? cada apertada eu dava uma suspirada e ficava enrolando...mais pra baixo...pro lado direito...aí...aí...mais pra cima.

Então ele disse: acho melhor me sentar em cima de você pois assim consigo fazer mais força...então num movimento rápido ele sentou sobre minha bunda e ficou apertando minhas costas...eu lá só gemendo e sentindo a trolha dele dura e querendo entrar no meu cu.

Ele vinha desde o pescoço, apertando e massageando, e descia lentamente até o início da bunda...depois voltava subindo...só não gozei porque estava muito a fim de levar a rola e gozar que nem uma vadia com ela atolada.

O canalha então mudou de posição...ele se sentou de pernas abertas me envolvendo, de modo que seu pinto e bolas ficavam praticamente na altura minha boca...ele dizia: nessa posição eu consigo fazer melhor os movimentos de vai e vem nas suas costas.

Sim...mas toda vez que ele fazia o movimento, seu pau vinha na direção da minha boquinha vagabunda...até que na quinta vez eu beijei seu pau sobre sua sunga.

Ahh...então você quer mamar sua puta? eu levantei a cabeça e praticamente supliquei com os olhinhos...ele então mudou até de fisionomia...tirou a piroca pra fora e num movimento brusco enfiou quase todo na minha boca.

Então chupa, vagabunda...me pegou pelas orelhas e começo um movimento de entra e sai...meus olhos arregalaram com as estocada e eu comecei a balançar as pernocas num estado de submissão total.

Comecei a fazer meus barulhos tradicionais grhgharf...ahhhgrf,...slopslopslop...iffss...grgglrlgrls...parece que quanto mais eu me afogava na pirocona dura mais ele alucinava...meu pescoço doía um pouco pois ele forçava a entrada do pinto até quase eu perder o fôlego...depois tirava olhava pra mim e ordenava...abre a boca cadela...eu abria e tomava mais vara...

Hora de dar essa bunda...eu só disse...vem meu cavalo, fode até as bolas...ele me levantou a cintura e fez com que eu ficasse de bunda pra cima arrebitada...cuspiu, salivou, enfiou um dois três dedões no meu cuzinho e decretou...agora você vai ser minha...vai tomar nesse cu lindo...eu esperei a trolha e ele entrou quente...dei um grito...aiaiaiaiaiai...mas estava uma delícia e comecei a rebolar que nem égua...ele mandava...relincha égua...eu rebolava alucinadamente e relinchava...ele colocou dois dedos de cada mão uma em cada lado da minha boca como um freio de cavalo e gritava...rebola e relincha égua vagabunda...geme sua puta...toma essa vara...eu só gritava, urrava, relinchava e pedia...mete mete mete até as bolas seu porco tarado...então ele estocou sem dó nem piedade e caiu sobre mim...golfadas de porra inundaram meu cu e bunda.

Ele ficou ali enganchado uns minutos sobre mim, eu desfalecida e feliz pela foda e toda lambuzada de porra...ele então teve forças de sair de dentro da minha bunda, colocou seu pau perto da minha boquinha e decretou: chupa e limpa, égua.

Apaixonei.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 09/08/2016

Nossa! Preciso do Nestor, para ser uma CAVALA dele! Betto

foto perfil usuario

Comentou em 03/12/2015

Delícia de conto!

foto perfil usuario ursinhomadurosp

ursinhomadurosp Comentou em 02/12/2015

Isso que é macho.... Maduro safado e putão

foto perfil usuario ursinhomadurosp

ursinhomadurosp Comentou em 02/12/2015

Isso que é macho.... Maduro safado e putão




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


41545 - Final de semana com meu coroa - Categoria: Gays - Votos: 9
41546 - baby sitter sapeka - Categoria: Gays - Votos: 10
41547 - cavalgada com o coroa - parte 1 - Categoria: Gays - Votos: 6
41548 - passesndo com o consolo no bumbum - Categoria: Gays - Votos: 6
41549 - cavalgando com o coroa - parte 2 - Categoria: Gays - Votos: 10
41551 - a empregadinha cdzinha - Categoria: Gays - Votos: 18
44669 - noitada com dois coroas - Categoria: Gays - Votos: 20
46212 - barco do amor - Categoria: Gays - Votos: 9
49099 - Passando a Copa de quatro e ajoelhada - Categoria: Gays - Votos: 10
54547 - O vendedor de fertilizantes me fertilizou! - Categoria: Gays - Votos: 6
58396 - Virei brinquedinho do padeiro safado - Categoria: Gays - Votos: 13
63082 - Cdzinha chupeteira - Categoria: Gays - Votos: 11
75601 - cdzinha puta amadora dando prum gringo - Categoria: Gays - Votos: 4
78333 - Coisas eróticas - Posições deliciosas - Categoria: Gays - Votos: 9
83772 - a puta, o cavalo e o coroa adestrador - Categoria: Gays - Votos: 8
88383 - A festa da salsicha - Categoria: Gays - Votos: 3

Ficha do conto

Foto Perfil gula
gula

Nome do conto:
o velho alazão e sua potranca putinha

Codigo do conto:
74960

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
30/11/2015

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


bebezinho pistoludocontos eroticoas a professora submissaconto para excitar uma mulhercontos eroticos tarde especialCris_sto_modelcomeram minha mãe contoContos eroticos trio de travestiscomtoerotico pastorhttps://mozto.ru/conto/17246/694838/quase-minha-tia-safada-gostosa-do-grelo-gigante-1p.htmldeitada de brucos e aparecendo a bucetaconto erotico reuniaocontos real comendo cu da filhacontodevaginacontos eroticos castidade masculinatravesti com mulher contosconto erótico estrupo na lua de meuputaria punheta sem experiênciacontos de como comi a bucetinha da minha filha tomando banhopornosogrotesaodominadora chupando pau seu preçocoroa puta quadradinho eróticocontos eróticos de gay comi meu padrinhocontos eróticos amigo novinhoEngravidei a mulher do meu vizinhoconto erotico no mato em portugalcontos erotico casada com entregadorconto erotico pai e filhaconto erotico: meu pai e seus amigos me comeram gostosocontos eroticos exibindoContos eroticos de como dei a buceta na surubacontos de fetiches eroticos de incesto entre tia e sobrinhocontoerotico vaqueiro negro velhoso as tarada dolecente quebrando a sua virgindade de mini saia sem tirar a calcinhamolhada.contos fudendo minha tia tatuada gostosacontoerotico esposa e o mulequeconto erotico gay fofinhoconto engravidando minha filha parte2porno gay cdzinha afeminado teencontoeroticoabusofoto de tia transando com sobrinhocontos eroticos dei.o.canecoassistir filmes gratuito cornos ponodoido negão gozando nas mulheres dos cornoscontos eroticos de homem transando com o padrinho militarcontos gay ciclistaporno esposa gritano na fremte do corno no pau de outrocontos eroticos entiada guloza e dengoza carol ninfetasexo cacaContos eroticos fudendo com o empregado do maridoconto erotico meu filho novinhoSua uma empregada exibicionista para meu patroa contos feminino[email protected]Conto erotico teen gay free mulatocontos eróticos o negao da academiacontoeroticodfcontos comi a mulher do meu enteado novinhacontos eroticos gay guardacontos fantasia de minha esposa cheirar calcinhaconto erotico minino fazendo troca trocacontos eroticos mulher do amigo se tornou orgia.Massagem masculino contosconto sou novinha e adoro uma picaadministrador velho cacetudosHistórias reais de incestos com mulheres gordinhas com idade 45anos ou mais e com fotos peladasver contos eróticos transei com minha sogra taradaconto erotico ilustrado cornosHq Ay papi porn pics[email protected]Conto erotico cavalo pequenocontoseroticos minha mulher de o cuzinho para o capataz roludoconto erotico amiga da minha mulherConto Escrava Lillaporn moz esta me machucarcontos eroticos peguei minha cunhada dormindoVirei lesbica com minha irma conto eroticoincesto sendo encoxada e rebolando gostoso contos pornofodendo na águafogosas do dwollandFotos arredou minha calcinha e me comeuAgora foi a vez do titio luiz me foder. Conto eróticoViado chupando pau na roca de cafe contosbucetinha da Maria Joaquina do carrosselvivo na roça c. eroticoo dog picudo arrombou a coroa conto ilustradoUi ui ui mete contofez sogra gozar duas vezes e mulher frAgou