Matando a fome da viúva


Click to Download this video!


Estava louco para relatar esta transa que aconteceu a poucas semanas atrás.

Devido a crise que o país vive eu perdi meu emprego, assim como milhões de trabalhadores da área de construção naval, com o passar do tempo nada de surgir uma outra oportunidade de trabalho, até que a três semanas atrás meu cunhado que é pedreiro perguntou se eu queria pegar um serviço com ele e assim faturar algum, topei na hora, já que estava de saco cheio de ficar em casa.

O serviço era a reforma de alguns cômodos na casa de uma senhora viúva. A dona da casa é uma senhora de 63 anos, loira, pele clara, olhos claros, e o corpo normal para a idade, mas não acabado.
Meu cunhado me apresentou a dona Rosa como seu ajudante e que na ausência dele eu é ficaria tocando o serviço.E assim foi a primeira semana, a obra andando de forma tranquila, e entregaríamos antes do prazo previsto. Até que na segunda semana meu cunhado disse que precisaria ficar fora uns dias porque tinha pego outro serviço, e me deixou com a parte final de pintura.
Assim fui tocando o serviço e pegando mais intimidade com dona Rosa. ela sempre estava por perto fazendo perguntas, puxando assunto, falava dos filhos e netos, do falecido que tinha sido seu único homem e amor de sua vida.
Até que um dia ela me chamou para almoçar e conversávamos sobre tudo até entrar no assunto sexo. Ela dizia que nunca pensou ou desejou outro homem a não ser seu marido e que ele tinha ensinado tudo para, eu de pronto perguntei,Tudo mesmo?
Dona Rosa ficou quieta por alguns segundos e me olhou bem séria e disse, tudo! Nunca neguei nada ao meu marido, o que ele pedia eu dava.
Aquela afirmação foi como acender uma fogueira em mim, meu pau levantou na hora.
e ela continuou, desde que ele morreu a oito anos nunca mais tive ninguém, estou á oito anos sem saber o que homem.
Foi o sinal de avanço. Levantei da cadeira e mostrei para ela o tamanho da minha excitação. Ela levou a mau até meu pau e apertou,fechou os olhos e apenas disse que queria matar a fome.

Puxei dona Rosa para junto de mim e beijei sua boca com carinho e tesão, encostei seu corpo junto ao meu e deixei que a suas mão me apertasse, tirando minha roupa com rapidez. Assim que tirou minha bermuda já foi caindo de boca na pica, e que mamada gostosa. ela sugava a cabeça, o saco, lambia de cima até a base do cacete, colocava tudo na boca, um boquete feito com maestria.
durante uns vinte minutos dona Rosa mamou minha rola com vontade, mas agora era minha vez de retribuir a chupada. Coloquei ela sobre e mesa, abri suas pernas e comecei a chupar a buceta melada da viúva. Ela tremia a cada linguada que dava na buceta e no cu.
Chupava o grelo, mordia suas coxas, passava a língua na virilha, e ela gozou muito. Um gozo farto.

Do posição que ela estava eu a penetrei. Pincelei a cabeça da rola naquela rachada rosada, com alguns pelos bem aparados, meu deslizou fácil na sua buceta.
Metia sem pressa, metendo e tirando tudo. Olhava para ela e via o prazer. Mordi e suguei seus seios. Os bicos estava duros,pontudos, pedindo minha boca. Fui acelerando o ritmo das socada e Rosa mais uma vez gozou.

Tirei ela de cima da mesa e caímos no chão da cozinha. Dona Rosa veio por cima e sentou com vontade na minha pica. Ela quicava de forma gostosa, eu não acretiva que uma senhora ainda tinha tanta energia. Sentava, rebolava, fazia sua buceta morder meu caralho, aquilo estava me deixando doido. Senti meu gozo chegando e pedi para ela sentar mais, assim fez e enchi sua buceta com minha porra.

Ficamos abraçados no chão da cozinha,com a respiração forte, apenas trocando carinhos.
Depois de recuperados fomos tomar banho juntos e maliciosamente perguntei se o falecido metia muito no seu cuzinho, ela ri e responde que ele não passava um dia sem meter no seu rabo, era o vício dos dois.
Mais alguns minutos e já estava recuperado, dona Rosa começa a mamar meu pau de novo e deixando bem duro. Coloquei ela contra a parede encostei meu pau na sua bubda, mordendo sua nuca, meti a mão na sua buceta que estava melada. Peguei um frasco de condicionado de cabelos e passei o creme na cabeça da rola e no cuzinho dela, a penetração não foi difícil. Segurei pela cintura e metia tudo, até o talo.
Dona Rosa se soltou de vez, olhava para trás e mandava eu meter com força, pois era assim que seu marido fazia. Me chamava de puto gostoso, de safado, de arrombador de cú, e isso só me excitava mais. A cada socada ela se tremia e pedia mais.
ela diz para parar porque queria sentar com o cú no meu pau. Fomos para o quarto e na cama ela fez o que quis. Posicionou a caceta no cu e sentou. Caralho, quase gozo na hora.
Eu estava apenas de espectado, me deliciando com aquela cavalgada.
Dona Rosa sentava sem medo, queria era sentir a piroca toda dentro do seu rabo. gozava dando o rabo.
eu apertava seus seios, tocava uma siririca na sua buceta que estava bem inchada e melada demais.
Como ela gritava a cada gozada que dava, até que eu avisei que iria gozar, ela só fez dizer, goza filho da puta, enche meu cu com essa porra, enche o cu da velha com porra grossa. E assim fiz. Gozei forte no rabo da viúva tarada e safada.

Mais uma vez ficamos abraçados, apenas sentindo meu pau amolecer e sair do seu rabo.
Depois disso fui tomar outro banho enquanto ela pegou no sono. Voltei ao meu serviço e ela só acordou depois de suas horas. Me trouxe um bom café da tarde e antes do fim do meu expediente ainda fez um delicioso boquete me fazendo gozar na sua boca.

Por mais duas semanas ainda trabalhei na casa de dona Rosa e todos os dias trepávamos. O café da manhã dela era me fazer um boquete até que gozasse em sua boca.
Entreguei o serviço, ganhei um bom dinheiro, e ainda tinha sexo com um senhora que sabe fuder gostoso.
Ela quer que eu vá até sua casa pelo menos duas vezes na semana, afinal tenho que dar assistência pelo serviço.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario boxboxbox

boxboxbox Comentou em 24/10/2015

Gostei muito do conto. Interessante e excitante. Votado. Leia também os meus contos.

foto perfil usuario duetto

duetto Comentou em 23/10/2015

Parabens belo conto, panela velha faz sexo gostoso tbm.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


70159 - Rede de encontro - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
70313 - Minha melhor amiga - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
77334 - O mal que veio para meu bem - Categoria: Heterosexual - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico grisalho45

Nome do conto:
Matando a fome da viúva

Codigo do conto:
72799

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
23/10/2015

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto bunda gigante carnudaconto esposa quer emprenharerótico travestisWww.videopornoestoriacont erot mandei pode minha filhacontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos de pirocudoconto erotico filha a força incestoCONTOS EROTICO CHANTAGEANDOcontoeroticodevirgemconto encheu o cu de porra cavalogordinho encochado contos gaycontos eróticos gay cumplices se um resfatecontos eroticos incestos trai meu marido com meu filhoteporno real em quadrinhos imagensver contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionárioscontos de putaria sou safada meu cunhado e seu amigo me fuderaocontos de incesto com fotoConto erotico priminhacontos veridico me arrombaram, mas me vinguei do meu maridocu grande conto eróticobombadinha mete a boca em pica suculentaFotos incesto bixesualSogra viciada no genro contos eroticosconto esposa aluguelcontos eróticos tesao na sogracontos de cdzinhasContos eroticos com fotos de podolatria com a professoraquadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filho parte 1gaterrima metendoultimos contos eroticos meu dindo me ajudando a passar o tesaocontos ensinando minha sobrinha dirigir acabei comendo a gostosaConto erotico - machuquei a mina bebadacontos eroticos/de guei novinhoContos eróticos chwpa bocetaconto erotico,carona pro lekeQuadrinhoseroticosirmascontos gay na pescaria com os padrinhospropria porra dedo cu conto esposameu primo travesti com pau de 28cm tirou cabacinho da minha xota, videos de incestosContos eroticos papaichupou filhA virgemconto erotico de mae e filho com fotosconto gang bang velhos na noraconto erotico sala de aulacontos eroticos adoro chupa rolamerens chupando fudendo calcinha molhadaconto erotico tia pousada jacuzzi pornomeu filho me fodeu gostoso com fotosconto erotico estrupada no onibuscontos eroticos cunhada e sogrAArmando a saia da empregadinha e metendonaruto gay fudendoContos enquanto meu pai foi tomar banho comi o bucetao peludo da mi nha maedesejo de Hannah 5Comtoserotico msnirmãos franceses gay incestocontos de submissao de cornos pormachoscontos eroticos enteado chantageando madrastameu sogro arrombo minha chana contoscontos sexuais esposa na farracontos eroticos corno por acasoconto estuprado por varias travestimeu filho atrevido e selvagem pornmulher gozando no casete do maridoConto erotico meninasconto erotico: punheta em grupoContos monica putinha da ruaidosa gozando contoconto erotico gay tecnico[email protected]conto erotico sou uma coroa carentevejo porno e transando dentro do banheiroconto erotico ensinando a neta a dirigirhistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezcdzinhas onlineconto erotico vivianecorno de caminhoneiro contos