Minha iniciação com Senhor Marcos


Click to Download this video!


Minha histórica começa logo após eu completar 18 anos.

Eu morava com os meus pais em um quintal grande, que media de uma rua a outra. Minha família sempre foi muito amiga da família vizinha. Meu avô era padrinho de casamento de dona Marta e Senhor Marcos.
Certo dia, eu estava no quintal de bobeira, e senhor marcos veio me perguntar se eu podia ajuda-lo a limpar seu barracão de ferramentas. Eu respondi que poderia sim, mas que primeiro eu iria ver com a minha mãe se ela precisava de alguma coisa. como os terrenos eram separado apenas por cercas, o acesso era quase livre de um lado pra outro. Sr. marcos, atravessou para o outro lado e foi junto comigo falar com a minha mãe.

Sr. marcos - Deise, o Julio vai me ajudar a arrumar o barracão, não se preocupe com o almoço pois a marta já deixou comida pronta e saiu com a minha nora e as crianças.

Minha mãe - Tudo bem, melhor ainda, como estou dando faxina não precisarei me importar com comida.

Sr. Marcos - se a senhora quiser eu posso pedir ao julho que traga um prato aqui.

Minha mãe - não precisa não, eu me viro aqui, tenho muita coisa pra fazer e acho que vou ficar ocupada o dia todo, tenho que aproveitar que a casa vai ficar vazia pra limpar tudo.

Sr. Marcos - Tudo bem, qualquer coisa é só chamar.

Então fomos. O barracão ficava nos fundo do terreno. na minha opinião, um lugar bem estratégico, pois dava pra ver quem vinha e de longe não dava pra ver nada.

era de manhã quando começamos a arrumar as coisas. Eu sempre tive muita atração por homens mais velhos. Sr. Marcos era aquele tipico senhor de 60 e poucos anos, grande, tipo caminhoneiro, careca e com aquela barriguinha de chopp bem desenhada.
Já se passavam horas que tínhamos começado a arrumar, quando de repente eu acho uma caixa cheia de revistas prono, tinham umas que eram de desenho e já estão amareladas pelo temo, deviam ser muito antigas. Fiquei de pau duro na hora.
Quando Sr. Marcos viu, ficou meio sem graça e falou:

Sr. Marcos - menino, vc achou meus segredinhos, rssrsrrsrsrs. eu escondi essas revistas tão bem que até eu não sabia mais onde estavam. Se a Marta souber que eu ainda tenho elas, ela me mata.

eu - Ummm senhor marcos, eu não imaginava que o senhor gostava dessas coisas.

Sr. marcos - somos homens. desde rapaz eu gosto de bater um boa punheta. vc quer saber de algumas histórias da minha época de caminhoneiro?

eu - sim, claro!!!

Sr. marcos - Eu sempre levava essas revistas comigo quando eu fazia viagens muito longas, nas paradas eu batia muito punheta. As vezes até umas 3 por dia. Nos banheiros do Postos sempre tinha um marmanjo socando uma bronha. As vezes agente até socavamos em grupo. Meus amigos adoravam quando eu chegava, pois eu trazia as revistas e eles se saciavam. srsrsrrs

eu - Sério, poxa deveira ser muito legal. Eu nunca fiz isso com os meus colegas, tenho vergonha.

Sr. Marcos - Vamos dar uma pausa pro almoço, eu vou tomar um banho, vc quer se refrescar antes de almoçar?

eu - Sim, muito, estou todo empoeirado.

entramos na casa do senhor marcos e nos dirigimos ao banheiro dos fundo para tomar banho. senhor marcos entrou primeiro e eu fiquei esperando. o banheiro não tinha porta, só uma cortina de boxe. enquanto eu esperava, eu ficava imaginando como seria o o corpo do senhor marco sem roupa. Já havia visto ele de camiseta e shorte largo. minha imaginação ia fundo, e comecei a sentir um tesão incontrolável. logo em seguida eu pedi para entrar no banheiro, com a desculpa de que estava apertado e com os pés sujos, e que se eu entrasse em casa iria sujar o chão. ele logo disse que eu podia entrar. Eu entrei e fiquei sentado no vaso vendo ele se ensaboar. Ele logo percebeu meus olhares e pediu que eu tirasse a roupa, que assim que ele terminasse era a minha vez de jogar uma água no corpo. Aí ele disse:

Sr. marcos - quando vc acabar ai vem logo que agente toma banho junto pra economizar o tempo, por que eu to morrendo de fome e quero logo comer.

eu fique sem graça pois estava de pau duro vendo aquele corpo peludo, aquela barriguinha e aquela rola grossa tudo ensaboado.
eu levantei e fui em direção a ele tampando o meu pintinho com a mão. Aquela era a primeira vez que eu tinha ficado pelado com outro homem. e senhor marcos disse que eu não precisava ficar com vergonha, e que estávamos entre machos e não precisava ficar constrangido. eu fiquei meio que de lado para ele não perceber meu pintinho duro, mas não adiantou. ele olhou pra mim e riu e disse:

sr marcos - pq vc está assim moleque?

eu - é que to lembrando das revistas e de suas histórias

sr. marcos - éééé vc gostou mesmo, vou mostrar a vc como os caminhoneiros faziam. srsrsrsrrs

eu fique super envergonhado mas o tesão era incontrolável, e ele começou a contar mais histórias. a cada história eu sentia que o pau dele começava a ficar cada vez mais grosso e se balançava sozinho. aquilo me deixava em estase. até que ele contou que uma vez um rapaz entrou no banheiro dos caminhoneiro e ficou todo oferecido para eles, ele disse que tinha uns sete homens no banheiro, e que todos comeram o cu do rapaz. E eu perguntei a ele se ele tbm tinha comigo, ele disse que sim, que nunca recusou um cu guloso. aquilo foi a minha deixa. Eu deixei o sabonete cair de propósito e me abaixei de costas pra pegar. Senhor marcos deu aquela olhada na minha bunda lisinha e disse, o rapaz do banheiro tinha uma bunda igual a sua. aliais a sua parece ser mais gostosa. e riu. Aí eu me abaixei e fique de cocoras, quando eu me virei ainda abaixado eu fique cara a cara com aquela rola maravilhosa. era a primeira vez que eu estava com uma rola daquelas. eu olhei pra ele e ele foi chegando perto d aminha boca, e eu fui lambendo os meus lábios, fazendo cara de menino pidão, logo a cabeçona encostou na minha boca e eu abocanhei. e senhor marcos disse: - eu sabio o que vc queria o tempo todo. eu já vinha manjando vc a muito tempo. estou doido pra fuder vc e ser seu primeiro macho. e eu chupava alucinadamente, nunca tinha sentido um sabor tão gostoso.

Sr. marco - nossa como vc chupa deliciosamente bem, que boquinha de veludo. Nós vamos ficar o dia todo aqui sozinho. que aproveitar vc todinho.

ele me pegou no colo e saímos do banheiro, nos enxugamos e fomos para o quarto. ele me colocou de 4 na cama e disse que ia fazer uma coisa que eu ia adorar. meteu a língua dentro do meu cu. meu cu era virgem e piscava freneticamente. senhor marco fazia aqui majestosamente e eu ficava sem folego de tanto tesão. meu pintinho babava. Depois senhos marcos lubrificou bem o dedo com creme de cabelo e ficou brincando na portinha do meu cu, eu fiquei com medo de doer pois os dedos dele eram muito grosso e ásperos. Senhor marcos foi forçando cada vez mais até que a ponta do dedo abriu caminho e eu dei um grito. Doeu, mas senhor marcos tinha dito que iria parar de doer e que ficaria gostoso. eu fui me acostumando e senhor marcos foi enfiando mais fundo e dizendo: - que cu quentinho, que cuzinho maravilhoso. de agora em diante vc será a minha putinha, vou querer sentir esse cuzinho morder meu pau. ele metia o dedo e mordia meu pescoco, era a primeira vez que eu experimentava aquelas sensações, eu me contorcia e senhor marcos só me falava putarias ao pé do ouvido. eu nunca tinha imaginado que um senhor como ele poderia ser tão safado como estava sendo. não aguentei muito e acabei gozando, e senhor marcos disse que agora seria a vez dele. lambusou o meu cu de creme e me colocou de bruços na cama, foi encostando aquela rola grossa na portinha do meu cu e foi forçando a entrada, eu estava sentindo aquele membro quente me invadir e a dor começou a ficar forte, eu quase desmaiei, mas ele não quis nem saber, disse que eu tinha despertado a fera dentro dele, e começou a meter até o talo, depois de alguns minutos, eu começei a me acostumar com a rola dele atolada no emu cu. eu não podia me mexer, pois estava imobilizado, sentindo aquele peito peludo de cor grisalha sarrando nas minha costa e aquelas mãos fortes me segurando, de repente começo a snetir que meu pau ficou duro de novo, e o tesão deu lugar a dor. quando fiz uma leve força pra trás senhor marcos empurrou tudo pra dentro, aquilo me deixou extremamente louco, e ele começou a meter como mais força e mais velocidade. na quela altura o meu cu já estava todo arrombado e a cada estocada eu pedia mais. foi quando senhor marcos anunciou que iria gozar. e deu uma estocada mais forte ainda, inundando meu cu com a sua gala de macho experiente. Depois de gozar ele desabou em cima de mim, deixando até o seu pau amolecer e sair sozinho de dentro do meu cu.
Na quele dia, senhor marcos me fez prometer que aquele seria o nosso segredo, pois ninguém sabia que ele gostava de um rabinho de viado, que só quem sabia que ele gostava eram os amigos de viagem, e que as vezes encontrava com eles, e disse que gostaria muito de me apresentar a eles.

depois eu conto como fiquei conhecendo os amigos do senhor marcos.

Foto 1 do Conto erotico: Minha iniciação com Senhor Marcos


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario chaozinho

chaozinho Comentou em 04/03/2018

Marcão de sorte, em ter tirado esse cabacinho, imagino o meu cacete abrindo passagem nesse rabo gostoso.

foto perfil usuario

Comentou em 26/10/2015

Tem coisa mais gostosa de que uma foda com quem sabe comer um cuzinho.......

foto perfil usuario dinte2000

dinte2000 Comentou em 03/10/2015

Muito gostoso, bem detalhado, valeu uma punheta! Votado.

foto perfil usuario valde

valde Comentou em 02/10/2015

delicia quero conhecer o SR Marcos

foto perfil usuario raybahiano

raybahiano Comentou em 02/10/2015

UM CU VIRGEM E MUITO BOM E PRINCIPALMENTE QUANDO É TIRADA A VIRGINDADE COM UMA PESSOA QUE SABE COMER UM CU.

foto perfil usuario andre_br

andre_br Comentou em 01/10/2015

Muito bom o seu conto! Continue! Como será esse encontro com os amigos do Sr. Marcos?




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


62514 - O cracudo do ponto de ônibus - Categoria: Gays - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil juliolian
juliolian

Nome do conto:
Minha iniciação com Senhor Marcos

Codigo do conto:
71553

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
30/09/2015

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


[email protected]flagrei minha sobrinha novinha transando e chantagiei ela contosnão gozes dentro filho incestocoto chupei o cuzinho da minha cumadre novinhafudendo rapidinha a xereca lisinha ca bacinhocontos heroticos de mulheres de manauscontos duas putinhas chorando na vara prima e amigamamei na minha vizinha enquanto ela amamentava a filha conto eróticoContos gay de chulécontos eroticos de namorados enrabados pelo coroaconto erotico com foto dividindo a esposa com amigo dotadopono conta erotica de relato estrupando a velha rabugentacontos de sogras vadias e genrocontos heroticostravesti negaopicudoconto porno madrinharelatos sexuais nosso amigo comendo meu cú e meu marido filmanoconto erotico namorada praiacontos eroticos com videos. deichei meu marido fuder a minha amigacontos heroticostravesticontos eroticos rasgando a buceta da meninacine prive na band vizinho transa com vizinho corno porno brasil videoscdzinhas onlinedeixei meu filho me comer contoscontos eroticos de maes e seus filhos e esposososconto erótico minha cachorra mais molhada que minha namoradafudeno menha irma a focaconto erotico de irma e irmao transando escondido do maridocontos eroticos cunhada e sogrAnudes da amiga da minha namorada peladaquadrinhos de incestosContos eroticos com fotos de podolatria com a empregada dormindoconto sarro entre heterocontos eroticos 2017 com fotosкуколд эро комиксыquadrinhos eroticos meu sogro me comeuPirralhos fudendo casais contoscontos erotico maridos camaradahq gay primos roludoscontoerotico esposa e o mulequecontos eróticos dei para o meu próprio filho pauzudo a mando dos bandidosimagem gay nu dotado. animado em movimentosexo com enfermeira gostosa de fio dental com argola na orelhaExvideo fragei a cunhada no qarto se masturbano e fis ela goza na linguafode irma e cunhada de 25 anos a dormir peludascontos eróticos meu primeiro quando comecei a me masturbarSexo com o pai conto erotecoengravidando mamae 3quadrinhos porno engravidando mãedoce nanda contos eroticosmulhenuanocarnavalO verdadeiro marido Corno . . . Simplemente adora lamber o clitoris da esposa . . . Enquanto o amante dela enche sua buceta de Porrameu cunhado me frago tocando uma ciririca contos eroticoscontos eróticos nao aguentei o tamanho do dote do travesticontos eróticos sexo sem abrigoleomar1111Contos eroticos empresidiosquadrinho porno historinhamontando numa rola inocentemente contos pornôsexo sentei no colo do meu pai sem calcinhaconto erotico só no cuConto erotico cheirando calcinhaContos erót depilando o pau com cera em 2017Contos e vidios eroticos marido tenta convese mulher a fazelo de cornoimagens de jacira de novo mundo nua bucetalindacontos eroticos desejos de chuparconto erotico carnaval calcinhaconto erotico zoofilia a força com cadelaQuadrinhos porno a semama do saco cheioconto enfermeira safadinhasonha cm amado na pescinaconto erotico com foto pauzudo comendo a bucetaFinalmente,comi a rabuda.conto eróticoConto erotico enteada chupandocanto eróticos eu quero fude com outrocontos erótico minha sogra e sua filha virou minha p***fica de quatro vou te enrrabar contosParte 2 conto erotico comi o cu da minha prima porque ela nao aguentou meu pau fundendo sua bucetavedeo porno chupei a rola do meu padrasto ater sai leitinsedutoras e marrentas parte dozeconto moleque comeu a sograporno quadrinho mae rabudacontos eroticos pai usava vibrador para filha ficar com o grelaoPeaocontoseroticos