Papaku - Maconha e piroca pro garoto curioso


Click to Download this video!


O fato é que eu estava em casa, dando aquela relaxada e tocando uma punheta, quando ouvi uma bola caindo no meu quintal. Não demorou muito e tocaram minha campainha. Quando fui atender, vi um garoto lindo, tesudo, cabelo arrepiado, só de short. Corpo gostoso, de lekão que adora jogar bola.

- Tio, dá pra pegar a bola?

- Tio, não, garoto. Meu nome é Beto Papaku.

- Pô, foi mal, Beto. Meu nome é Caíque. A gente joga bola sempre aqui na praça. Dá pra você pegar a nossa bola?

Pedi pro garoto entrar. Fui atrás, para medir aquela bunda. E que bunda gostosa, dentro daquele calção suado.
Depois daquele dia, toda vez que o via na rua, nos cumprimentávamos. Um dia o encontrei na padaria e engatamos uma animada conversa. Eu já tinha o visto dando uns amassos com uma namoradinha, e ele parecia animadíssimo. À certa altura ele deixou escapar que seus pais iam viajar e que ele ia ficar sozinho. O Papaku começou a pulsar dentro da cueca, já antevendo uma chance de foda. Joguei verde:

- Pois é, Caíque, que bela chance pra tu levar a tua namoradinha pra casa.

- Pô, nem dá, Beto. Os pais dela não deixam ela chegar tarde em casa. Eles vigiam de perto.

- Que chato, hein? Faz o seguinte: Por que você não vai lá pra casa. Eu tenho uma bela coleção de filmes, a gente assiste um filme e toma uma cerveja. Se quiser pode até dormir lá em casa

Ele não deu certeza que ia. Temi que ele não tivesse coragem. Mas, por volta das 10 horas, alguém bateu na minha porta.

- Cheguei, Betão!

Meu coração disparou. O puto estava lindo, calção e regata. Lekinho lindo, do tipo que deixa o Papaku fervendo de tesão.

Assim que ele entrou lhe servi a primeira cerveja e coloquei um filme, bem inocente. A conversa rolava solta. Quando acabou o filme, peguei outro, mas antes fiz o convite:

- Caíque, curte fumar um baseado.

- Olha... eu nunca experimentei.

- Ah, vamos resolver isso agora!

Tirei um baseado da gaveta, acendi, traguei e passei pra ele.

- Como é que faz.

- Só chupar a fumaça, devagarinho... isso, vai chupando. Agora segura...pode soltar.

Depois de umas duas tragadas ele já começou a rir feito bobo.

- Caramba, Beto... to chapadão... parece que o chão tá rodando.

- Relaxa e curte, Caíque. A noite vai ser longa.

Coloquei o segundo, esse já bem sacana, cheio de cenas de sexo. Cada vez que uma gostosa aparecia, o Caíque olhava com cara de safado.

- Caralho, Beto... esse baseado me deixou no maior tesão. Eu queria era que minha namorada estivesse aqui, pra sentar a pica nela. Mas ela é muito careta. E cabacinho. O máximo que ela já fez foi segurar na minha pica.

Era hora de atacar:

- Caíque, se estiver afim de tocar uma punheta, fica à vontade. Eu mesmo, quando fumo maconha, não resisto a tocar uma bronha.

Falei isso e comecei a me despir. Caíque, chapadíssimo de maconha, não sabia se ria ou se assustava. Quando o Papaku pulou pra fora, já semi-duro, ele não resistiu.

- Eita.... que é isso, Beto.

- Tira a roupa também, Caíque. Vamos tocar uma.

De tão travado de fumo eu tive que ajudá-lo. Fui tirando suas roupas, deixando aparecer um corpinho delicioso, liso, abdômen de garoto tesudo. E um belo pau, também meio duro.

- Pode punhetar, Caíque, fica tranquilo.

Eu comecei, movimentando lentamente a grande anaconda negra. Caíque também começou a se masturbar, mas eu notava que ás vezes ele olhava para o Papaku, já rígido como uma lança. Dei corda:

- Muito gostoso fumar um baseado e tocar uma, né?

Ele já tinha fumado muito, e estava lesado, rindo à toa.
Sentei bem do lado dele, colado. Ele notou que algo ia acontecer mas eu o tranquilizei:

- Relaxa, Caíque... tua namoradinha faz jogo duro, mas há outras maneiras de se divertir. Eu vou te ensinar umas brincadeiras bem gostosas. Você só precisa confiar em mim.

Peguei a mão do meu lekão e fiz com ele segurasse o Papaku. Ele nem resistiu. Só por um momento ele demonstrou seu medo:

- Beto... eu tenho medo que alguém fique sabendo.

- Confia em mim, putinho. Isso é só uma brincadeirinha. Hoje você vai ser a minha putinha. Você vai fazer pra mim, tudo que você gostaria que sua namorada fizesse pra você.

- Esse teu pau... porra, é enorme.

- É enorme e vai te dar muito prazer. Vem, dá um beijinho nele, dá...

Comecei a empurrar a cabeça dele pra baixo. Ele não conseguia - nem queria oferecer resistência. Fui passando o pau nos seus lábios, até que ele abriu a boca, e a trolha começou a deslizar para dentro daquela boquinha gostosa. Sem experiência, eu tinha que guiá-lo:

- Isso... mama.. mama igual um picolé... uhhh, delícia de boquinha!

Enquanto ele mamava, eu molhei meus dedos com saliva e comecei a passar em rua rosquinha. Só então ele tirou a boca do meu torpedo e disse:

- Eu sou virgem no rabo, Papaku... eu nunca dei.

- Tua namoradinha fresca também é. A diferença é que você tem mais coragem que ela. Continua chupando, minha puta.

Lentamente meu dedo foi penetrando aquele anel virgem. Entorpecido pela maconha, ele relaxou, e logo meu dedo foi ao fundo daquele reto fervente.

- Ai... ai meu cu...

- Relaxa... eu vou te dar muito prazer.

Logo o segundo dedo já fazia companhia ao primeiro. Eu me deliciava com a textura daquele canal, enquanto o safado lutava para chupar o mastro que tinha na sua boca. Aquele rabo precisava ser arrombado, mas antes era preciso dar o último trato. Saí da posição em que estava e fiz com que ele se deitasse de bruços, bunda carnuda empinada, como uma virgenzinha esperando para ser deflorada.

- Agora você é minha namoradinha, Caíque. Eu vou fazer com você tudo que você gostaria de fazer com ela. Pra começar, vou chupar essa cucetinha gostosa.

Separei aquelas nádegas e vi um cuzinho juvenil, apertadinho, rosadinho. A primeira lambida fez o meu putinho estremecer num arrepio de tesão. Quando a língua invadiu aquele rabo, minha presa não resistiu, e soltou um gemido lânguido de puro prazer.

- Ahhhhhhhhhh... que coceirinha gostosa.... hummmmmmmm

Mesmo de bruços o safado ainda esticou a mão pra dar mais um pega no baseadinho. Chapado de fumo até o talo, ele logo começou uma gostosa rebolada, empurrando a bunda pra trás, como se querendo que a língua afundasse ainda mais naquelas carnes.

- Caralho.... ahhhhhhhh... nunca pensei que fosse tão bom levar uma chupada no rabo... hummmm, delícia. Isso, lambe!

- Delícia de verdade vai ser quando você sentir essa cobra mexendo dentro do teu rabo, sua putinha - disse eu, e logo já fui pincelando a cabeçorra naquele reguinho babado. - Aguenta pica nesse cu, aguenta?

- Ai.... eu quero. Eu tenho medo... mas mete. Hoje eu quero experimentar tudo!

Foi só encostar e começar aquele árduo e prazeroso trabalho de iniciação anal. A rosquinha do meu pequeno maconheiro foi se abrindo, delicadamente, anestesiada. Um botão de rosa que se abre para receber o invasor. Quando a cabeça rompeu o anel, minha cabritinha teve um espasmo, como se quisesse fugir. Tratei de acalmá-la:

- Calma, minha gostosinha.... já entrou a cabeça, o resto entra mais fácil... toma!

Empurrei até o talo, e antes que ele gritasse, virei sua cabeça e comecei a beijá-lo, sufocando seu grito de dor. Chupei sua língua quente, fazendo com que ele relaxasse, dominado pelo macho negro.

- Ahhhh... entrou tudo! Você tá comendo meu cu!

- Teu cuzinho é um banquete, porra! Agora fala: tua namorada é o que? Fala!

- Minha namorada é uma idiota...

- E você é o que? Diz!

- Eu sou tua putinha maconheira... vem... empurra! Ahhhhhhh!

Comecei a socar gostoso, bem no fundo, saboreando o prazer de ter meu cacete coberto por um cuzinho de garoto tesudo. De bruços no sofá, ele era uma perfeita putinha dominada, arrombada por um macho feroz, que socava sem dó. Caíque, como toda putinha recém-descabaçada, delirava de prazer:

- Vai... mete! Tá tão gostoso....ahhhhhhh... dá um calor dentro do meu rabo!

Eu senti que podia gozar antes da hora. Tirei a pica e sentei numa poltrona. Ordenei à minha gazelinha.

- Senta nesse caralhão, senta! Vem rebolar no Papaku.

Meio cambaleante ele veio. Virou de costas e encaixou o tarugo na olhota, para logo depois soltar o corpo, decidido, ansioso por ser preenchido. Um espelho na sala me permitia ver a linda cena: O rabo se abrindo, feliz, receptivo, fazendo sumir, centímetro por centímetro um cilindro negro, que buscava o fundo daquela bucetinha recém inaugurada.

Assim que nossos sacos se tocaram, Caíque, de pau duraço, começou uma gostosa punheta.

- Ai... ai.... que gostoso, Beto! Como é bom tocar uma punheta com seu pau no meu cu! Ahhhhhhh.

- Rebola, safada! Rebola com meu cacete atolado... isso! Ahhhh que tesão de cu!

Caíque já subia e descia como verdadeira prostituta no cio. Quicava até o talo, sem parar de se masturbar. Babava, relinchava, fazia caras e bocas, mordia o lábio.

- Ahhhh, eu vou gozar... eu vou gozar dando o rabo!

- Segura, putinha! Segura porque você só vai gozar quando sentir meu leite quente inundando teu rabo!

- Então vem! Vem! Goza gostoso, meu negão! Enche a tua namoradinha de porra!

Eu puxava-o com força para baixo, como se quisesse o varar ao meio. Senti a força do gozo prestes a explodir.

- Vai tomar leite no cu, vagabunda... ahhhh... vou gozar... GRRRRRRRRR CARALHO! TOMA LEITE NESSE RABO! AHHHHHHHH

-Ai que gostoso!! Eu vou gozaaaarrrr. AHHHHHHH

Gozamos quase juntos. Eu sentia meu caralho atolado até o último milímetro, cercado de esperma quente. Caíque estava quase desmaiado de prazer. Trocamos um beijo febril. Quando ele se levantou, um mar de gala escorreu-lhe pelas pernas. Caímos os dois, exaustos. Quando recuperou o fôlego, Caíque confessou:

- Nunca pensei que fosse tão bom gozar com um caralho atochado no meu rabo... que tesão. Você me ensinou a fumar maconha e a dar o meu cu. Te quero, Papaku!

Acabamos dormindo abraçados. Quando ele acordou no dia seguinte, a primeira coisa que fez foi mamar meu caralho até receber o leite goela abaixo. Pura delícia! Depois disso tivemos outra aventura, ainda melhor.

Mas isso eu conto depois. Beijos no cuzinho de todos os novinhos putos!


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario jon19am

jon19am Comentou em 23/04/2017

Que delicia de conto

foto perfil usuario igord

igord Comentou em 21/09/2015

brisou o garoto pra meter o beck nele... só tu mesmo pra mostrar novos meios de prazer! votado!!

foto perfil usuario gordinhoguarulhos

gordinhoguarulhos Comentou em 16/09/2015

Oi Papaku td bem? Escrevi um conto em sua homenagem, da uma olhada lá...

foto perfil usuario queroopica

queroopica Comentou em 13/09/2015

Ótimo conto gosei horrores.. #EsperandoOProximoConto

foto perfil usuario denis123

denis123 Comentou em 12/09/2015

Bete sou louco pra da pra vc

foto perfil usuario

Comentou em 11/09/2015

Sempre delicioso Papaku!

foto perfil usuario marcelviper

marcelviper Comentou em 09/09/2015

Excelente,tambem adoro comer cús juvenis, nunca fazem cú doce pro meu pau diabetico..kkk

foto perfil usuario chup

chup Comentou em 08/09/2015

Papaku seus contos me deixam sempre com tesão e vontade de dar,mais ontem foi a um lan house e haviam dois cara uno como de 22 e outro de 35 mais jovem com pica de 19 cumprida outro 21 x 8, fui uma delicia mamar e ser comido cri que nunca iva suportar tão grossa,adorei gozarão em minha cara eu fiquei feliz.Após fui embora votado

foto perfil usuario motgalego

motgalego Comentou em 08/09/2015

adorei belo conto vou ter q bater uma agora

foto perfil usuario jeovanerosa

jeovanerosa Comentou em 08/09/2015

Cara esses contos são uma delicia, não sei se o Papaku existe de verdade mais se existir podia posta um foto do cacete dele aqui pra gente




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


55437 - Papaku - Descabaçando o missionário evangélico - Categoria: Gays - Votos: 41
55542 - Papaku - O padre gostoso levou leite no cu - Categoria: Gays - Votos: 26
55544 - Papaku - Pai e filho dividindo um caralho - Categoria: Gays - Votos: 32
55585 - Papaku - Arrombei o casado na presença da esposa - Categoria: Gays - Votos: 34
55647 - Papaku - O nerd virgem levou leite e mijo no rabo - Categoria: Gays - Votos: 18
55738 - Papaku - Ator cheirador arrombado no banheiro - Categoria: Gays - Votos: 14
55785 - Papaku - Descabaçamento coletivo de evangélicos - Categoria: Gays - Votos: 16
55848 - Papaku - Meu sobrinho quis sentir no rabinho - Categoria: Gays - Votos: 27
55852 - Papaku - O marido foi comido e humilhado - Categoria: Gays - Votos: 12
55924 - Papaku - O enteado bundudo (Sexo em família) - Categoria: Gays - Votos: 15
55926 - Papaku - O pastor deu o cu no meio da igreja - Categoria: Gays - Votos: 9
56045 - Papaku - Jornalista xereta rebolou no meu caralho - Categoria: Gays - Votos: 13
56047 - Papaku - O sobrinho mais novo também quis pica. - Categoria: Gays - Votos: 19
56137 - Papaku - Putaria no cinemão gay - Categoria: Gays - Votos: 12
56175 - Papaku - Incesto gay (Pai e filho se comendo) - Categoria: Gays - Votos: 12
56323 - Papaku - Deliciosas putarias no Carnaval - Categoria: Gays - Votos: 7
56491 - Papaku - Skatista novinho deu no banheirão - Categoria: Gays - Votos: 16
56756 - Papaku - Enrustido descabaçado nos chuveiros - Categoria: Gays - Votos: 12
56864 - Papaku - Os dois sobrinhos juntos (incesto gay) - Categoria: Gays - Votos: 10
56968 - Papaku - Um PM puto e depravado - Categoria: Gays - Votos: 16
57024 - Papaku - Novinhos flagrados no troca-troca - Categoria: Gays - Votos: 21
57186 - Papaku - O pai de família virou puta na sauna. - Categoria: Gays - Votos: 13
57479 - Papaku - Na festa de casamento, o noivo foi fodido - Categoria: Gays - Votos: 14
57746 - Papaku - Estourei as pregas do caipira inocente. - Categoria: Gays - Votos: 15
57750 - Papaku - Dando leite no cu do gaúcho machão - Categoria: Gays - Votos: 12
57924 - Papaku - Um urso gordo e bundudo com tesão no cu - Categoria: Gays - Votos: 15
57929 - Papaku - Arrombei o alemão na Copa do Sexo - Categoria: Gays - Votos: 11
58473 - Papaku - Um novinho descobrindo o prazer de dar - Categoria: Gays - Votos: 18
58794 - Papaku - Saradão, musculoso... e arrombado! - Categoria: Gays - Votos: 16
59131 - Papaku - Louca fantasia de um casado de calcinha - Categoria: Gays - Votos: 13
59720 - Papaku - Lições anais para um cuzinho juvenil - Categoria: Gays - Votos: 16
60022 - Papaku - O cunhado se revelou um puto depravado - Categoria: Gays - Votos: 20
60369 - Papaku - O sobrinho trouxe um amiguinho - parte 1 - Categoria: Gays - Votos: 13
60450 - Papaku - O sobrinho trouxe um amiguinho - parte 2 - Categoria: Gays - Votos: 12
60921 - Papaku - Não comi o pai, mas comi o filho - Categoria: Gays - Votos: 15
61182 - Papaku - Bombeiro sarado no chuveiro da rodoviária - Categoria: Gays - Votos: 27
61653 - Papaku - Os garotos do time de vôlei juvenil - Categoria: Gays - Votos: 31
62199 - Papaku - Casado traído se vingou dando o rabo. - Categoria: Gays - Votos: 16
62295 - Papaku - Lekão surfista descobriu o sexo na praia - Categoria: Gays - Votos: 19
62443 - Papaku - O médico urologista não resistiu - Categoria: Gays - Votos: 21
62570 - Papaku - Ele casou, mas passou a lua de mel comigo - Categoria: Gays - Votos: 23
62869 - Papaku - O delicioso professor de Jiu-Jitsu - Categoria: Gays - Votos: 13
62951 - Papaku - O garoto que eu iniciei virou uma CDzinha - Categoria: Gays - Votos: 12
63658 - Papaku - O filho "tímido" da vizinha. - Categoria: Gays - Votos: 18
64049 - Papaku - Suruba familiar (irmão e cunhado) - Categoria: Gays - Votos: 19
64608 - Papaku - Gozando dentro do cu do casado - Categoria: Gays - Votos: 30
65571 - Papaku - Arrombando o estudante no beco escuro - Categoria: Gays - Votos: 17
65856 - Papaku - Ele só me chamava de papai - Categoria: Gays - Votos: 26
66067 - Papaku - Dois caralhos negros pra o cu do crente - Categoria: Gays - Votos: 22
66379 - Papaku - Descarregando no cu do garoto depravado - Categoria: Gays - Votos: 17
66761 - Papaku - Um putinho no fundo do ônibus - Categoria: Gays - Votos: 30
67074 - Papaku - Um charuto quente no rabo do papai - Categoria: Gays - Votos: 22
67665 - Papaku - Traição sempre dá mais tesão - Categoria: Gays - Votos: 14
68574 - Papaku - Coroa saradão tarado pelo cheiro do macho - Categoria: Gays - Votos: 12
68890 - Papaku - O bumbum do anjinho loiro - Categoria: Gays - Votos: 27
69099 - Papaku - Casal gay experimentou o sexo à três - Categoria: Gays - Votos: 18
69872 - Papaku - A mãe dormiu, o filho aproveitou. - Categoria: Gays - Votos: 25
71517 - Papaku - Tetudo...bundudo...TESUDO! - Categoria: Gays - Votos: 14
72182 - Papaku - Festival do esperma no cu do estudante - Categoria: Gays - Votos: 21
73018 - Papaku - Machão de voz grossa rebolou no pau - Categoria: Gays - Votos: 22
73414 - Papaku - Passeando com o filho do patrão. - Categoria: Gays - Votos: 24
73794 - Papaku - O líder do grupo de jovens da igreja - Categoria: Gays - Votos: 20
74233 - Papaku - O marido da Viviane virou puta louca - Categoria: Gays - Votos: 25
77522 - Papaku - Passei o Natal comendo um bumbum novinho - Categoria: Gays - Votos: 23
77876 - Papaku - O noivo casou com o cu cheio de leite - Categoria: Gays - Votos: 27
80618 - Papaku - Entrevista de emprego acabou em sexo - Categoria: Gays - Votos: 30
80940 - Papaku - A volta do "filho" depravado - Categoria: Gays - Votos: 16
82676 - Papaku - Brincando com os primos (parte 1) - Categoria: Gays - Votos: 21
82678 - Papaku - Brincando com os primos (parte 2) - Categoria: Gays - Votos: 17
86042 - Papaku - Casado levando porra de três negros - Categoria: Gays - Votos: 22

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico betopapaku

Nome do conto:
Papaku - Maconha e piroca pro garoto curioso

Codigo do conto:
70451

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
07/09/2015

Quant.de Votos:
28

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos de primas submissa por primos no sexocontos de sexo com a minha avoQuadrinho erotico me apaixonei por um inquilinoconto erótico garotão bombado da farmácia do pau grossoconto erotico dando pro exmilftoon português brasileiroporno mae assediando filho rockeirofrutaporno sou loca pa trai meu maridocontos sexuais minha esposa na baladacontos eroticos de incesto ladroes pegando a novinha.conto erotico ahh uhh mais mete vai ahhcontos d cunhada emrrada pelo cunhado dotadocontos a menina crente puta por acasocontos heroticos cornos inversão de papéis explícitocontos:pênis do meu filho endurececontos eróticos lesbicos colando os velcrosContos eroticos sobrinho hiper dotados comendo as tias e madrastacontos loira bunduda e meu tio picudocontos eroticos dando meu cuzinho para o padrinhocontos eróticos de novinhas dando a b***** para o negãocontos eroticos marido e gravidas violencontos eroticos amo o meu maridoContos eoticos de sexo perdi a virgindade com o pausudo do pedrofiume. porno. infermero. dei. tezao pela. colega. de. trabalioconto com a patroaconto erotico esgotando o peito da maebundas+exageradas+com+marca+de+biquini+analcontos eroticos refen do prazercontos eroticos o cusinho da minha irma dinhamaegravidafilhocontocontos minha mae me ensinou a xupa paupalminhas conto eróticosa minha prima rabuda me deu seu cu conto eróticoscontos eroticos novinha chupei a rola grande e grossa do padrinhoconto erotico de fio terraQuadrinho porno negão cumendo cucontoerotico.com/tirando o cabacinho da faxineiraConto erotico casal menininha 6Contos com fotos de gozadas nas calcinhas das sograspriminha gostosa conto eroticoMateriais heroticos para mulheressexo conto erotico incesto tio padrinho avoconto erotico gay a caronaEvanglicas gostosas/desabafos recentes de incesto com fotosEu sozinha na fazenda com meu irmao ele a noite ele entrou dentro do meu quarto ele fudeu a força minha buceta eu adorei conto nmeroticocontoeroticobebecontos eroticos convenci minha mulher a fude com nosso cachorrofiz tatuagem na buceta e mostrei po meu filhono cu da sobrinha conto eroticoporno hq tampamdo olho de filha com as maosfamília favela fodendo sua madrastacontos eroticos filha brechado pai dotadoconto erótico casada vai na despedida de solteira na net e fala para o maridocontos erotico gay negro quadradinhoencoxada na esposa do cara contoscOntos minha tia mepegou na punhetaMeu genro me comeu na casa abandonada contos eroticos femininoContos eroticos relatado por mulheres dentistaconto erotico comi a mulher do meu amigocontos eróticos gay lambendo rabo peludo de machoContos.shortinho.curto.enlouquece.filhoconto erotico comi o cu de minha medicacontos erótico filha crentes com os moleques mais papai que me desviginouo padrasto de allie esta nervorso por ela esta sainso pornocontos eróticos novinho iniciado por coroajatos fortes de porra no fundo da minha bucetaContos metendo na titiaCantos eroticos alimentado o corno de porraContos de noras bem loquinha pra dar a bucetinha para osogro maias fica se fazsndo de dificelno carnaval conto eróticomeninas irmas transandoconto erotico filha e sogra e ex presidiariocontos eroticos chrfaconto roludo regacou minha esposacontos de grelos enormes gozando encaixadinhos num sabao gostosogata da noite usuaria contos eroticossentei gostoso pro velho e pro cachorro deleconto eróticoquadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filhoquadrinhos pornocontos eroticos peguei meu cunhado virgem me espiandopastor a fuder obreiras de mozcontos eroticos gay forçados 2017qri bucetasO pedreiro me estuprou contosconto de encesto sou filho único mamae e casadaconto gay papai e vovôcontos menage masculinofudi com minha nae enquanto ela dormia cintos eriticos incestiscontos erotico de mulhere que trairao seus maridosconto eroticoesposa e filhoboy gay passivo quer motoqueiro contocontos de putaria sou safada minha amiga que me ajudar fazer um dp com negrosconto herotico gay nacir para dar o cu,conto meu pai foi cornofamilia favela dando o cu zinho pro papai