o negao rebelde dominador da novinha brincalhona


Click to Download this video!


o negao rebelde e a novinha brincalhona

ola meus amores quanto tempo
obrigado pelo carinho de voces
e pelos convites de amizade
e pelas mensagens fogosas e tesudas
bom venho lhes narrar minha mais recente aventura
mas antes vou me apresentar pra quem nao me conhece
e desde ja convida los a lerem meus outros relatos
sao todos veridicos
sou soldier black
tenho 33 anos sou de sv
com 1,80a e 90k olhos castanhos signo de capricornio
negao de cabeça raspada sempre bem arrumado
e perfumado de carro ou de moto
onde vou gosto de marcar presença maioria das vezes roupas sociais
com camisa aberta
pra mostrar o peito peludo
tenho um pau que despensa comentarios mas sem exageros
mas que deixa muita mulher satisfeita
bom nao utilizo nomes para nao expor ninguem
como disse é muito facil de me encontrar no litoral
logo se podem perceber as pessoas que conheço
vamos ao relato
durante o expediente de trabalho me deparei com novas pessoas
que transitavam pelo setor regional
entre nos e essas pessoas
havia um vinculo de competição
afinal sao dois corpos querendo ocupar o mesmo espaço
e essas pessoas criaram essa barreira de distancia dificultando os vinculos de comunicação
traduzindo nos na nossa eles na deles
mas comigo isso nao existe e logo fui me aventurar tentando explorar esse novo territorio
e conheci um rapaz que de certo modo FOI com a minha cara
e nestes intervalos de trocadilho de palavra ou outra
ele apareceu com uma mulher
estagiaria 18 aninhos
ADOROOO
bom e essa pessoa assim como as demais do grupo dela nao demosntrava muita simpatia nao
ate que em uma das investidas de brincadeira com meu amigo
eu dizia me passa o numero da sua colega brother
a resposta era
NAO E NAO
ela nao quer
puts e o tempo foi se passando ja que eu estava sendo ignorado
tambem nem fazia questao de dar bom dia
outra vez eu falei com o vento
mas certa vez
ela precisou de uma carona em carater de emergencia
pois poderia comprometer o serviço dela
bom eu ajudei de bom grado
vi ela la
ela me reconehceu chamei ela veio
e mal conversamos
mas depois de uma semana eu passei a receber bom dia
e depois ja ate almoçavamos juntos
e tirando proveito disso ela passou a pegar caronas frequente comigo
pra vir trabalhar e pra ir embora
eui sempre pegava ela num ponto e deixava ela no mesmo
bom vou descrever essa novinha
morena clara deve ter 1,70a 70k por ae
cabelo cacheado olhos castanhos
peitinho medio duro mas tipo ainda em formação
uma bundinha discreta mas que chama atenção por causa das calças que ela usa
resumindo bonita e gostosa
uma boquinha pequena e um sorriso infantil
como ja criavamos esse vinculo de intimidade e interatividade
ja trocavamos mesnagens antes da carona e depois da carona
e depois de tempao de vai e vem ja nos despediamos com beijos no rosto
ela por ser prematura me chamava de pipoca e coca cola
kkkkkkk
tambem pensei que porra é isso
mas resolvi entrar no jogo com ela
e uma das caronas de retorno tinhamos saido do horario de verao
e o mesmo percurso que faziamos
por lugar claro
agora estava escuro
entao eu encostei o carro embaixo de umas arvores
sem iluminação
ate esse dia eu sempre fui gentil com ela
ela me olhou naquela inocencia e me disse que vc vai fazer pipoca
kkkkkkkkk
se era pelo desafio eu tinha uma reputação pra honrar
puxei ela pelo cabelo de forma bruta e tasquei lhe aquele beijo na boca
que ela ate fechou os olhos e sorria enquanto beijava
eu tava euforico e furioso beijava segurando o cabelo e enforcando ela ao mesmo tempo
apertando o pescoço e deixando ela arrepiada
ela ficou animada e sentiu a pressao
mas ver ela assim languida entregue apreensiva me deu um tesao danado
nunca nem tinhamos falado de relacionamento
e ali no carro comecei a dar tapas na cara dela
ela arfava e rangia os dentes
obediente aceitando o castigo ou encarando o desafio
ali mesmo puxei o pau pra fora e puxei o cabelo dela de novo
conduzindo ela pela cabeça
ela ja caiu de boca
na primeira bocada meu pau foi no fundo da garganta
ela engasgou e babou toda minha calça
puxei ela novamente pelo cabelo e voltei a dar tapas na cara dela
eu minisrava alguma força
acho q na hora ela via estrelas e eu pensava em mais nada
mas nos olhos dela era evidente a confissao que ela gostava
entao eu enforcava ela beijava aquela boca
e colocava ela pra chupar de novo
conduzindo a cabeça dela controlando a medida de como ela engolia minha rola
dei um tempo pra ela recuperar o folego
e ela ficava arfando punhetando meu pau
meio que nao entendendo porque foi tudo muito repentino
ela alisava o pau e ficava com olhar fixo considerando a dimensao do tamnho daquela jeba
as veias pulsando a cabeçorra vermelha e quente por causa das investidas da garganta dela
eu dizia ta gostando puta
sua puta do caralho
ta gostando vadia
e toma tapa na cara
responde
ela olhou pra mim mordendo os labios com olhos baixos e segurando meu pau
disse simmmmmm
nossa aquilo me encheu de tesao senti que eu ia gozar
ela me disse que ninguem nunca fez isso com ela
ninguem nunca me tratou assim
e tava entrando naquele clima emotivo peguei ela pelo pescoço de novo
e falei entao eu sou pipoca esbofetando aquele rosto angelical
puxei o cabelo dela de novo e ela ja veio com a boca aberta engolindo a tora
quando ela tentava tirar a boca eu empurrava com força
eu queria gozar na boca dela mas nao tava conseguindo
no lugar estavamos parados dificilmente passava algum carro
eh quase como se fosse um terreno baldio de acesso de serviço de funcionarios
mandei ela ir pro banco de tras puxei os bancos pra frente
fiquei ali beijando ela na boca e os peitos
fui la sentei tirei a roupa dela e amarrei as maos dela com a camisa dela
enfiei a calcinha dela na boca dela
e coloquei meu cinto no pescoço dela
e puxei ela pra fora do carro
coloquei ela na capo do carro ja com a camisinha no meu pau
enfiei um dedo naquela bucetinha ja tava encharcada
eu respirando freneticamente falava baixinho no ouvido dela
vou te fuder com força sua vagabunda
e soquei naquela bucetinha por traz puxando o sinto no pescoço dela
que senti ela se requebrar com as perninhas bambas
fazendo grunhidos de humm humm hummm
eu socava nela e puxava o cabelo batia com o cinto nas costas dela
ahhh que tesao ela com as maos amarradas e o olhar assustado
hora ou outra eu dava tapas fortes na cara dela
enforcava e continuava metendo e xingando e perguntando ta gostando
ela tinha gozado umas duas vezes
soltei as maos
dela tirei a calcinha da boca tirei o cinto do pescoço
e falei nao fala nada sua puta
e fui beijar ela
ahhhh agora ela beijava apaixonada a lingua dela na minha
me abraçava puxando meu corpo
ela tava quente e descontrolada
respirava de boca aberta
uauuuu que delicia
coloquei ela na capo de frente pra mim
com as pernas abertas
levantei ela de modo que ela ficava coma cabeça no parabrisas
abri as duas pernas dela e chupei aquela buceta rosada
tava muito molhada nas linguadas ela ficava em transe
melava meu dedo naquele mel enfiava o dedo no cuzinho dela
ela tava tao descontrolada que arranhou minha cabeça
o que me deixou furioso e me fez enforcar ela de novo
agora dando tapas na cara dela de frente e empurrando meu pau na buceta dela
ela sorria chorava gozava gritava gemia
que tesao meu cacete parecia estar ficando inchado
coloquei ela de quatro no banco e fudi sentei no banco ela veio por cima
e quebrou um pouco o ritmo acelerado deixei ela curtir o prazer dela
mas assim mesmo eu apertava aqueles peitinhos beijando e mordendo o bico
e castiguei tanto o rosto dela a bunda e o peito que ja tavam mudando de cor
ate que eu senti que ja estava ficando tarde
ja estavamos ali a quase 1 hora e o risco de passar alguem e nos ver
acho que isso dava um certo tesao
entao coloquei ela de quatro de novo como no começo no caqo
nao amarrei as maos dela mas torci o braço dela de modo que ela nao pudesse se mexer
dei umas estocadas fortes na buça e me centrei naquele cuzinho
agora eu apertava os dentes rangendo dizendo calma vadia fica quieta vagabunda
e foi entrando escorrendo
ahhhh que gostoso
eu enfiava tao fundo e tao forte que minhas bolas batiam na buceta dela
tirava tudo e enterrava de novo
ela gemia gozava eu puxava o cabelo dela enfiava a mao na boca dela
chamava ela de puta arrombada
e quando meu coração acelerou disparado
puxei ela sentei ela no chao perto da roda arranquei a camisinha e gozei na cara dela
muita porra deixando ela toda lambuzada
depois voltei a fuder a boca dele mas ali com ela de joelhos
no meio fio o gozo escorrendo pela boca dela e eu empurrando o pau ate a garganta
depois esfreguei meu pau na cara dela recolhi o gozo e dando pra ela chupar
e gritava engole vadia
depois peguei uma toalha e dei pra ela se limpar
depois ela antrou no carro e ficamos escutando musica ja vestidos nos beijando
e ela alisando meu pau
por cima da calça mas eu sabia que ali tava muito arriscado pra ter mais
entao passou um carro e resolvi ir embora
deixei ela no ponto como das outras vezes mas agora com despedida do beijo na boca
atualmente nao to conseguindo ficar a sos com ela
uma outra pessoa do grupo tambem esta vindo de carona conosco
e eu nao posso negar a carona porque tambem ja precisei um dia
mas entre mensagens
agente lembra daquela loucura e estamos combinando de pegar um motel
pra fazer mais gostoso e mais intenso
em particular ela me chama de mestre de dono de senhor
diz q nao ve a hora de ser novamente deflorada e devorada dominado sadomizada arrombada
que tesao que essa menina me da
descobri que ela namora
mas isso aumentou meu desejo por ela
espero que tenham gostado meus amores
as vezes eh necessario ter uma dose maior de violencia e desejo com certa brutalidade
isso nos oferece outros prazeres
e nos faz refletir sobre sentimentos
porque o medo é um barreira que quando voce ultrapassa
voce se fortalce e passa ter novas compreensoes
é claro que é perigoso
mas é tudo no meu nome
obrigado por terem lido este conto beijo minhas gatas maravilhosos
e abraços pra quem gostou dos relatos
e podem mandar os convites de amizade
adoro o contato com vcs e saber tambem das suas historias


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


66085 - o negao e baixinha - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
66208 - o negao e a novinha - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
66259 - o negao e a preta - Categoria: Fetiches - Votos: 2
66344 - o negao e a novinha da bahia - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
66457 - o negao e a novinha cigana - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
66668 - o negao vingador do puteiro - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
66797 - o negao e a loira - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
67121 - o negao dominador e pacificador da fera - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
67234 - o negao caçador de androids - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
67955 - o negao mal assombrado e a gostosa tatuada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
71417 - o negao conselheiro e a putinha execultiva - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
72095 - o negao oportunista e a desempregada desesperada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
72733 - o negao generoso e a viuva carente - Categoria: Coroas - Votos: 2
73493 - o negao tropeiro e a novinha trepadeira - Categoria: Interrraciais - Votos: 6
73819 - o negao vs o baixinho marrento e a loira encantada - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
74310 - mulher - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 0
75751 - o negao safado ataca de novo - Categoria: Interrraciais - Votos: 5
77566 - o negao violento e a putinha safada - Categoria: Interrraciais - Votos: 1
79317 - o negao especialista e a princesa sedutora - Categoria: Interrraciais - Votos: 1
84886 - o negao e a enfermeira gulosa - Categoria: Interrraciais - Votos: 4
87456 - o negao safado e a priminha iniciante - Categoria: Incesto - Votos: 4
92483 - o negao em, o novinha vc eh td de bom - Categoria: Heterosexual - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil soldierblack33
soldierblack33

Nome do conto:
o negao rebelde dominador da novinha brincalhona

Codigo do conto:
67562

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
10/07/2015

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos de rasguei o cuzinho da minha avóvideos porno concurso entre mulheres de quem da o chute mais forte na buceta uma da outravideo porno sequestrou minha filha e comeu ela a forca. gozando nelaconto erotico gay jeferson o menino gatinhoconto erotico com irmaoconto erotico comendo a sobrinha mal humoradaver fotos das mulheres dos cornos de ourihos de2017contos eroticos novos com fotos meu cunhado roludo me fodeu meu marido dormia"MINHA 1ª VEZ FOI NO CUZINHO (FOI ÓTIMO)"conto eroticomeu filho atrevido e selvagem pornsedutoras e marrentas parte doze contos eroticosquadrinhos eroticos eu no quarto com meu irmaoc.erotico virei puta do meu chefe gayenganada quadrinho eroticoCont erot fragante de mamaeporno amador novinha tendo orgasmo prolongadovideo porno di qeutirequadrinhos pornoConto erotico incesto novinho filhinhoajudei um amigo a ser corno contos veridico de incesto irmao novinho bem dotado seduz sua irma casada e fode elacontos eróticos deixei minha esposa meter com genro dela na minha frentecontos travesti dividindo um apê em toronto canadaMinha mulher e da pro vizinho roludo cu e buceta Roludoo 23 cm contos eroticoscontos eroticos e vidios padrinho coroa enrraba afilhadoconto erotico cunhada cristina mgContoeroticofodiconto erotico transwi no tremhttp://contos eroticos esguichei com o pau do meu sobrinho no meu cuSO IRMA NEGRA DE MINI VESTIDO EM VIDEO PORNO GRATIS DEITADA COM O IRMAO NA MESMA CAMApau grande conto eroticoperdendo a virgindade com um coroa contoavozoofiliacontos porno de menage masculinacontos gay apartamentosexo vovóvideo eroticotraindo o namorado com o amigoum touro gozou fundo no meu retocontos eroticos peguei minha esposa crente com pauzudocontos eroticos macho domina o cornomulher gosando no pipinocontos eroticos podolatria com a madrasta dormindoconto gay rabudo do meu amigoprono quadrinhos últimos contos de incestowww toquei uma puneta e gozei no sapato dela com brmulher transando com cachorocontosminha tia vizinha bem novinha da buceta gorda e grande taradinha em contos eroticos caseirocantoerotico belinhacontos eroticos dando meu cuzinho para o padrinhoconto erotico rapidinha putinhafatima garcia conto eroticoconto.eroticos.2017novinha.safadaxvidioempregadasporno de quadrinhos o amigo negro do meu filho 2conto erotico vendo.a.minha filha gemendo toquei siriricameu pai se mastubano con minha calcinha contoporno em quadrinho traicaoconto erótico ilustradovirgenspornoemquadrinhoconto mastubando com meu paiaté que... num súbito segundo de orgasmo absoluto, César derrama em forma de líquido eConto heroticosexocontos eroticos comendo a vendedora de bijuteriaseu sou do riu de Janeiro e a minha mamãe pediu pra que eu gozace dentro da buceta delaconto erotico comendo um cuzinho dormindocontoeroticodfpsicologas rabudas contoscu da família conto erótico