Corno pela primeira vez


Click to Download this video!


Eu e minha esposa Pati, sempre nos curtimos muito. Ela é uma mulher insinuante, bonita e com um belo manequin 44 e 1,75 alt. Cabelos na cintura, sempre muito bem arrumada. Várias vezes leva cantada, mesmo estando comigo. Claro que eu adoro, um mulherão desse, despertando desejo em outro homem, quer dizer que estou bem servido. E claro que também faz a imaginação ir longe...

Temos uma vida bem agitada, muito trabalho, mas também aproveitamos bastante, saímos, dançamos, bebemos, e adoramos viajar. Em um final de semana desses, saímos para uma baladinha, dançar, beber ... E na danceteria, já meio alto, fui buscar mais uma bebida pra nós. Quando voltei, deparei um cara dançando e se exibindo pra ela. por sinal, dançava bem colado. Dei um tempo, olhando a cena e imaginando como seria qualquer coisa que pudesse acontecer... Nunca havia acontecido, nem nunca falamos sobre essas coisas, mas realmente senti prazer em ver aquilo.

Me aproximei, e percebi que ela estava meio sem graça... Entreguei a bebida pra ela, o cara se tocou, mas antes de sair, disse algo no ouvido dela. Enfim, continuamos bebendo, dançando, e depois de certo tempo, resolvemos ir ao banheiro. Quando eu entrei no banheiro, vi o cara fazendo xixi e encostei ao lado. Era um cara forte, da minha altura, 1,85 cm mais ou menos, e bem vestido... Comecei a fazer meu xixi, e olhei pro lado... Nem preciso dizer que fiquei meio envergonhado... Não sou nenhum bem dotado, mas achava que era normal, que estava na média... Mas quando vi o membro do cara, realmente me senti mal. Era Gigante! Enfim, virei rapidamente e continuei meu xixi.

Quando terminei, fui dar uma lavada nas mãos, e o cara veio conversar comigo. Perguntou se ela era minha namorada, que ela era bem bonita, e que tinha um belo corpo. Na hora, meio bêbado, fiquei puto e feliz... Disse que era esposa, que agradecia e continuei lavando as mãos. Quando saí do banheiro, ela estava me esperando la fora e o cara perto, falando no ouvido...

Percebi que dessa vez ela já não estava tão sem graça... Minha imaginação ferveu... Peguei ela, fomos para o outro lado, e começamos a conversar. Ela disse que o cara havia achado ela linda, que era educado, que havia curtido ela, mas que sabia que era casada... Eu, com a cabeça bem louca, disse que ele havia puxado papo comigo, e que havia visto o membro dele...

Ela sempre foi muito discreta, fez alguns comentários, e voltamos a dançar... Passado mais uns minutos, bêbado, e com a cabeça a mil, passei a mão no meio das pernas dela... estava ensopada... Cheguei no ouvido dela e perguntei se estava com tanto tesão assim... Ela também alta, encostou no meu ouvido e disse que sim, mas que se eu não achasse ruim, era pelo cara. Brinquei dizendo que podíamos pela primeira vez, tentar algo novo...

Ela me olhou, me beijou, e disse que não tinha coragem, mas que se eu tomasse a iniciativa, ela acompanhava. Na hora fiquei ereto... Meu Pau pulsava, duro ... E ela claro, percebeu...

Pedi 2 minutos, saí e fui atrás do cara que não muito longe, estava de olho em nós. Troquei uma idéia, deixei um cartão e saí. Voltei, comentei com ela que na hora ficou pálida... Nunca havia imaginado... Enfim...

Após uns 10 min, o Cara ( Daniel ), se aproximou e disse para nós, que já estava terminando a festa, já era madrugada, e que se podíamos dar uma carona.

Saímos, ele veio junto, e entramos no carro. Ela precisava dirigir, pois eu estava sem condições... Eram quase 4 hs da manhã, e la fomos nós deixar nossa carona, que por sinal, morava no meio do caminho que faríamos. ele muito educado, cavalheiro... falando coisas inteligentes, até que colocou a mão no meio das pernas da Pati... ela quase bateu o carro! Ficou branca, virou estátua! Ele percebeu o mal estar, se desculpou, e tirou a mão... Só que aí, ela começou a falar... Falar... Que nunca tinha feito isso, que nunca havia tido outro homem, que estava nervosa...

Pedi pra ela parar o carro em uma farmácia, que ele descesse um pouco... Conversamos, ela agitada... Até que el chegou e disse que não tinha nada haver, que iria a pé, e que nós o desculpássemos. Ela pegou no meu braço e disse que não ia perder a oportunidade...

Entramos no carro, ela tomou o rumo que achou melhor... Resumindo, fomos parar em um Motel. Entramos, ela estacionou na garagem muito mal, e fomos para o quarto.

Ele muito gentil, foi para o banheiro, tomar um banho, e nós ficamos... Ela estava bem nervosa, mas extremamente excitada... Escorrendo pelas pernas... Uns 10 min depois ele saiu, de toalha, exibindo aquele corpo todo, e ela correu pro banheiro... Enquanto isso, conversei um pouco com o Daniel, expliquei que jamais fizemos isso, que tínhamos medo, enfim... Ele vendo que ela demorava, pediu licença, se eu realmente aceitava, e que já voltava... Não demorou pra ela soltar um grito, o qual eu me desesperei! Corri, mas não era grave... ela havia tirado a toalha de banho... Eu assustei mais uma vez, pois já achava grande mole, mijando... Ereto era realmente imenso! Ela então, quis ir embora a qualquer custo...

Saíram do banheiro, ela toda presa na toalha, assustada, branca... e começaram a conversar... Saí, deixei os dois a sós, e fui tomar meu banho. Demorei de propósito... Não escutava nada, achei que estavam na conversa... Para surpresa minha, ao adentrar no quarto, ela estava com a cabeça no meio das pernas dela, chupando, gostoso, e ela se retorcendo, gemendo, de olhos fechados... Entrei no quarto, me sentei em uma cadeira e deixei rolar... Ele me viu, e continuou...

Quando ela quase estava gozando, ele parou, e foi até ela... Ofereceu a Geba para ela... Foi aí que ela me viu e ficou sem ação... Mas dei um sorriso pra ela, e ele gentilmente colocou em sua boca... Mesmo por que, mal cabia a cabeça! Ela fechou novamente os olhos e foi se soltando... Logo já lambia a Geba de cima em baixo, alisava... As duas mão dela era pouco... sobrava um pouco ainda...

Até que ele foi massageando ela, acalmando, e se posicionou por trás, tipo conchinha... Os dois me olhando, e eu apreciando... O Pau dele era tão grande, que no meio das pernas dela, sendo um manequim 44, saía na frente... eu conseguia ver mais que a cabeça...

Ele foi acariciando ela, alisando... e logo ela estava entregue... louca de tesão... Eu sem querer atrapalhar, lembrei da camisinha. Pedi e logo entregaram...

A camisinha ficou pela metade no pau dele. Ela fez questão de colocar... doida... Voltaram na posição de conchinha, e vi ele passando a cabeça da Geba na portinha toda melada... foi passando, até que entrou... Ela gemeu tão forte, ofegante, que ele ficou quieto... esperando... Passando o susto, ela começou a mexer devagar, e empurrar o traseiro... Foi entrando, entrando e logo estava quase todo dentro. Ela estava louca! Perdeu a cabeça! Passou a rebolar e empurrar cada vez mais... Eu pedi calma pra ele, que entendeu... Não demorou muito, ela começou a gritar, gritar, e quando ia gozar, parou! Pediu que ele saísse, e deitou de bunda pra cima... Pediu que ele a penetrasse novamente... Ele o Fez! E foram variando posições... Ficaram mais de horas transando...

Até que em determinado momento ela me chamou e disse que faria a maior loucura da vida dela, mas que se não fizesse, não teria sentido tudo aquilo.

Fiquei na minha, aceitei e sentei para curtir a tal loucura...

Ela colocou ele deitado, Geba Monstro pra cima, tirou a camisinha dele bem devagar, beijou e lambeu... Veio até eu, fez eu lamber ela, deixar ainda mais melecada, e foi...

Subiu em cima do Daniel, foi encaixando a Geba dele, e sentando... Ficou por cima dele e começou a cavalgar... Forte, sem medo e sem dó! Cravou as unhas no peito másculo do Daniel, pediu que a segurasse com força, e fodesse sem medo. Que não parasse mais... Ele atendeu... Segurou ela com força e transaram... Muito! Eu não tinha palavras... Estava de pau duro, pulsando...

Não demorou, e ele tentou tirar ela de cima dele, dizendo pra parar, mas ela ignorou e continuou... Ele me olhou assustado, mas continuou... Ela começou a gritar, a gemer, a chorar... e foi amolecendo... sem saber o que dizer, fui olhar... A porra escorrendo... muita por sinal... ele ainda dentro dela.

Fiquei parado, olhando... Ele foi tirando aquela geba imensa, mole de dentro dela, e a porra saindo aumentou... Ela continuou em cima dele e pediu que eu a possuísse, que era pra misturar tudo!

Desejo atendido! Fui por trás, ela empinou o quadril, e eu a possuí... Soquei! Ela pediu que eu gozasse ... O que não demorou muito.

Ela saiu, levantou, e foi tomar um banho... Ao voltar pediu que nos trocássemos, e fôssemos embora... Nos despedimos, e nunca mais aconteceu nada com ninguém ! Nenhum comentário, nada! Foi uma única vez... Mas foi maravilhoso!

Foto 1 do Conto erotico: Corno pela primeira vez


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico cornodapati

Nome do conto:
Corno pela primeira vez

Codigo do conto:
66887

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
24/06/2015

Quant.de Votos:
27

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


minha mulhe nuaContos gay pau pequenoContos monica putinha da ruahomenagem conto erotico filhaconto erotico em casa shortinho polpa bunda cuzinhoconto erotico fiz corno vesti a roupa da mulherContos eroticos com fotos de podolatria chupando pes de primas novinhas e acordadasContos Eróticos. Vizinha Coroa Veraporno história de experiência conjugaishistorietas porno gratis milftoonconto com foto bundudacontos erotico nora e enteadaporno/japones/pai/comendi/mae/filha/sogra/cunhadaNo cuzinho doi loirinha novinha conto eroticoay papi quadrinhosvideos porno tia bunduda deixando sobrinho passa mão na bundaPegqui minha hitiada no banhi i x video pornovideo sexo minha esposa com negao pintor me traindodominadora chupando pau seu preçoedinara gostosa peladacontos pra relaxar gostoso bucetavideos menina dando cu virge grita manda tira tira aiiiii meu cuuuu porracontos eroticos incesto. papai ahhhhh pai o que é isso?contos eroticos novos com fotos meu cunhado roludo me fodeu meu marido dormiasogra velha safada conto erotica vovo bundudatio do pinto grande e grosso estorando o cabaso da buceta da sobrinhanovinhaorgia de viados encubados no barxvideos pono com novinhas ninssei analconto erotico mamada tugaQuadrinhoseroticossobrinhasfoi tomar banho no rio com irmao e fuderam gostoso incestoscontos de casadas pedindo ao marido pra realizar suas fantasiasconto erotico acordando com uma bela chupadaconto gay uber Recifecontos eroticos mimha mae gostozonaconto porno foi trair e se deu malchantagiei minha irmã parte 2xvidui porno a morena mas o mordo da casa delaSexo com Beto Papakuentiadacontoeroticoporno o pai da minha amiga me estrupouCasa dos contos eróticos Minha vida com meu filho pt10contos erotico-de costas pra vocêcontos eroticos de putinhoscontos eróticos em quadrinhos lésbicoquadrinho real porno cornocontos eróticos gay cagandobaixa filha foi morar com pai virou putinha dele pornovideo eroticotraindo o namorado com o amigoa caminho da scanagemvelho comedo cadela no cioconto eróticosburbuja bombon bellota comic pornoconto erótico rádio gay o c* da minha noraquadrinho erotico pai fudedo com a filhaIncesto contos mamaes e papais iniciando suas filhinhas com suas bonecas nas camas e banhosContos eroticos trio de travestisbatendo punheta de chinelo contoscontos de putinhasConto erotico irmãzinho nuatia carente conto eróticogenro pega sogra n mara dotadocontos eroticos fudendo minha bisavoConto porno de meu avo me comeu e papai viuFotos sexo vovo novinhasTio indo no parquinho com as sobrinhas curiosas contos eroticostocando punheta rapidinho porque ta atrasadoPorño Penis frisos na boceta xoxotacontos mozto.rudei a buceta pro meu sogro bem na frente do frouxo do filho dele kk