eduardo e eu! parte 2


Click to Download this video!


Bem a um tempo atrás eu contei o conto de minha primeira experiência gay, com meu amigo de infância Eduardo, dessa vez venho contar outra experiência nossa que tivemos nesse fim de semana.
Bem como de costume toda a sexta feira a noite qnd chego da faculdade o eduardo me liga, costumo chegar smp por volta das 22 hrs em ksa, mas smp chego mt cansado para pensar em fazer algo, no telefonema o eduardo me falou sobre seu trabalho e que queria dar um pulo na praia no sabado de manhã, concordei e disse q iria ver com meu pai se ele liberaria para irmos de carro, moro em copacabana mas passaria na ksa do eduardo para busca lo.
No dia seguinte acordei as 7 da manhã coloquei uma sunga qlq, uma bermuda, peguei a chave do carro e sai para buscar o Eduardo, chegando em sua ksa ele desce com uma bermuda branca meio caida e sua sunga preta aparecendo por cima de sua bermuda, oq ja me fez respirar fundo, ele entrou no carro e me lançou um sorriso que msm de oculos escuros eu conseguia imaginar seus olhos verdes brilhando por estarmos indo praia juntos sem mais ninguém.
Curtimos a praia o dia td, so saimos pq o sol ja havia se posto e qnd entro no carro recebo uma ligação de minha madrasta avisando que ela e meu pai iriam dar um pulo na ksa de minha avó que fica em niteroi e que não voltariam hj, falei que tudo bem mas que eu ficaria em ksa dessa vez.
Chegando em ksa fui tomar banho para tirar o sal e refrescar um pouco, pois um dia td na praia é de cansar qlq um, sai do banho e deitei na sala de cueca box branca, dps de um tempo acordo assustado com alguem tocando a campainha, qnd abro a porta mais uma vez é eduardo sorrindo, falando que decidiu me fazer uma surpresa para que eu não ficasse sozinho de noite (odeio passar noite sozinho).
Pedimos uma pizza, jogamos vídeo game uma boa parte da noite, ate que deitamos no tapete da sala e começamos a conversar sobre nossas vidas em geral. Qnd o assunto acabou e dps de um longo momento de silêncio eduardo me pergunta oq esta acontecendo com a gente, somos grandes amigos mas dps de nossa primeira vez e de arraial do cabo (contarei outra hr) nunca mais haviamos nos falado como antes, e realmente era vdd, smp que eu e o eduardo ficavamos mt tempo em silêncio um constrangimento batia em nos 2 como se estivessemos errados em fazer oq fazemos, afinal n somos assumidos para ninguém.
Eu sinceramente não soube responder a ele oq estaria acontecendo pq tb era novo pra mim... E então novamente o silêncio tomou conta de nós, simplesmente nos olhamos dentro dos olhos me levantei e fui para o quarto de meus pais dormir, ja que haviamos combinado que eu dormiria la e ele no meu quarto.
Aproximadamente as 3 da manhã eu levanto pois n conseguia dormir e vou na cozinha pegar un pouco de água, e qnd chego lá o eduardo, que pelo visto tb n havia conseguido dormir, estava la olhando pela janela da cozinha analisando a rua. Qnd ele me viu tomou um susto e me falou que ele ja iria me acordar pois ele havia pensado mt e tinha achado melhor ir embora, fiquei sem entender oq estava acontecendo e qnd ele passou por mim eu segurei em sua nuca fazendo ele se virar para mim, olhei dentro de seus olhos verdes mais uma vez e dava para ver que ele entendia isso tudo menos que eu, e o beijei, mas não foi um bjo como das outras vezes que estavamos bêbados, dessa vez era sem desculpas e sem nada nos fazendo tomar o primeiro passo (foi a primeira vez que fiquei com um homem sobrio) simplesmente era eu e ele, o joguei contra a parede fazendo nossos corpos se precionarem ao maximo, ambos estavamos morrendo de desejo, eu respirava mas n sentia o ar entrando nos meus pulmões, ele tremia de desejo, e dava para sentir ossos corações batento forte e descompensados em nossos peitos, nossos paus duros se roçando por de dentro das bermudas, ambos sem camisa e por isso sentiamos o suor de nossos corpos se misturando.
Fomos para o quarto dos meus pais e ja entramos tirando as roupas que nos restava, eduardo deitou e me joguei entre suas pernas, o quarto estava escuro mas uma pequena abertura na cortina deixava uma penumbra que dava para ver exatamente seu rosto lindo olhando para mim, beijei seu pescoço desci ate seu peitoral onde dei uma leve mordida em seu peito, fui descendo pela barriga ate chegar em seu pau, estava duro feito pedra e pulsando de tanto tesao, comecei a chupar com vontade por um tempo, colocando td pau dele em minha boca oq fazia ele gemer mais alto ainda, qnd ele avisou para eu parar se não ele iria gozar eu subi ate sua cabeça, sentei em seu peito e o coloquei para mamar em mim, havia esquecido como ele chupava bem, fui na lua e voltei, ate q n aguentei e falei que precisava comer ele dnv, ele concordou e ficou de 4, me posicionei em pe ao lado da cama e meti nele aos poucos, pois o eduardo é mt apertado, so coloquei ate a metade para ele se acostumar e dps fui metendo cm por cm, ate meu pau ter entrado até o talo, bombei forte dentro de seu cu, e eduardo gemia que nem uma menina, isso so me deixava mais louco nele, coloquei ele de frango assado coloquei suas pernas em meu ombro e meti tudo de uma vez, e mais uma vez ele soltou um grito que so me instigava mais a comer ele, sua cara de safado me dizia oq precisava saber, a cama sambava no chao pela força que eu estava metendo nele, trocamos dr posição denovo e ficamos em pé, ele apoiou a perna na cama e pediu pra eu comer ele ali msm, me posicionei por tras dele e meti com tudo, puxei seu cabelo em minha direção com força e lasquei um bjo nele, comecei a gemer de prazer na hr do bjo e gozei litros dentro dele e foi no msm momento que senti seu cu pulsando em meu pau, oq dizia que ele tb estava gozando. Caimos na cama mortos, olhei no relogio e eram 4:30 da manhã, levantei e peguei um pano para limpar a porra que estava no chão e eduardo foi no banheiro tirar oq eu tinha colocado nele, dps de tudo limpo, nos deitamos lado a lado, o eduardo deitou de bruços e nu na cama ao meu lado, qnd reparei ele ja havia dormido, a luz da rua estava exatamente em cima dele entrando pela cortina, dei um beijo em sua testa o abracei e dormimos.
Acordei por volta das 9 da manhã morrendo de sede, corri na cozinha para beber água e qnd coloco a garrafa na geladeira sinto alguem me abracando pelas costas e me beijando a nuca, dei um grande sorriso e ja virei dando bom dia, eduardo me respondeu e assim fizemos um bom café da manhã para nos dois, ainda nus. Entramos no banho juntos para refrescar um pouco, la nos chupamos mais um pouco, batemos punheta, gozamos mt, colocamos uma cueca e fomos dormir mais um pouco pois teriamos que levantar antes das 14 pois meus pais chegariam por volta das 16. Qnd eduardo estava indo embora mais uma vez ficamos em silêncio, mas esse era diferente, era um silêncio confiante e sabiamos que a partir desse dia nossa relação so se fortaleceria, aprendemos a deixar o silêncio guiar nossas mentes, nos beijamos, e ele foi embora pra ksa dele. Meus pais chegaram por volta das 16:30 da ksa de minha avó felizes por terem visitado-a, passei o dia td pensando no que havia acontecido e um pouco antes de eu dormir recebo uma msg dizendo:
Espero que ontem tenha sido especial para vc tb, muito obrigado por ser meu amigo, irmão e amante. Espero que não tenhamos mais momentos constrangedores. Bjs.
Sorri, o respondi e fui dormir e aonda continuo pensando em como será a proxima vez que noa encontrarmos.
Bem aqui está mais uma de minhas experiências gente, espero msm que estejam curtindo e dêem a sua opinião sobre esse meu caso, Bjs e Abraços!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario boybumbumgg

boybumbumgg Comentou em 17/06/2015

Perfeito

foto perfil usuario boy_nadador

boy_nadador Comentou em 16/06/2015

mto maneiro. Vcs ficaram juntos no final?




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


64022 - eduardo e eu! - Categoria: Gays - Votos: 43
64106 - taxista mulato - Categoria: Gays - Votos: 19
65219 - Junior, meu primo de niteroi! - Categoria: Gays - Votos: 33
69602 - Surpresa em arraial do cabo! - Categoria: Gays - Votos: 10
75289 - Eduardo e eu! (Arraial do cabo) - Categoria: Gays - Votos: 9
75958 - Eduardo e eu! (Despedida) - Categoria: Gays - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil rodrigomello991
rodrigomello991

Nome do conto:
eduardo e eu! parte 2

Codigo do conto:
66126

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
09/06/2015

Quant.de Votos:
20

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eróticos mamãe e eu no carnavalsou casada dormindo de calcinha de lycraporno gay hq mendigocontos erotico Gay padrinho Jegaoporno na praia em quadrinhosconto real meu vizinho me agarrouporno gay em quadrinnhos Contos Eróticos MEU BUNDAOPorno contos avos iniciando ninfetinhas no incesto maes paisnovinha foi nada na casa do tio e liberopraconto erótico amo meu papaiquadrinhos pornôs - novinhas arrombadas por iper dotadoscontos erodicos minha colega de karatêcoroas metendo no forum eróticoscontos estou de cuzinho ardendocontoerotico sobrinha cabacinhacontos eroticos gays de dotado quicando na rola do amigoconto erotico de fio terrafunckstonesconto porno mulher buceta pau 25cmmeu tio me fudeu no mato contos eróticosesposa santinha sem calcinha contoscasado sendo penetrado no seu cuzinho pelo amigo,devagar e suave.conto erotico mostrando pau pra cobradoraPunheta traveco tezudo conto eroticoporno quadrinho cunhadacontos eroticos fudendo com uma travesticonto erotico ensinando a neta a dirigircontos eróticos o negao da academiacontos eróticos minha esposa e minha filha na baladaconto porno saiu sanguerasgando a buceta conto eróticocontocasadasafadacasa dos contos eroticos sou a femea do meu cachorro gayContos eroticos de esposa e marido cadeirante pedindo ajuda a um negao da pica de 30 cmmangaerotico/mobileComi a filha do amigo contoContos eroticos estourei a bucetinha da minha filhaperdi as preguinhas do cu quando era pequenaMenininha de calcinha de bruço fotoscontos eroticos picante de coco e xixime comeram eu dormindoconto erotico com foto de mulher casadacontos eroticomeu padrasto me cumeu na casa de praia na praiacontos gays casado e comido feito sanduicheincesto pai fode filha de oito anos depois do balletcontos eroticos gay pag 114Contos eroticos mulher chorando no pau do filho roludo que come sem do a buceta da sua mae e da sua irma e sua amiga virgemcontos/dei o cabaco para meu manoconto de sexo com bem dotadocalcinhas de npvinhas meladimhascontos eroticos sendo posuida por um novinhoconto erotico gozei cu da amigaquadrinhos porno reforma na mansaoCorno sissy historias em quadrinhocontos eroticos gay. violentadocontos erotico dei calmante a minha maê para lhe comerconto erotico cunhado maconheiro gaysexo prazeroso. loira corpo gostoso mamae. coroa deu bucetinha pro neguinhoconto eroticobucetinha erregou para um pinto muito grandecontos eroticos gay putinhafui estuprada egostei contoerooticocontos eroticos a crente do fretadovvideo mulhe da buceta mais qabiluda melada de porrecontos de como comi a bucetinha da minha filha tomando banho사정contos eroticos virei cadela latindoConto erotico de garçom do jebao e meninacontos erotico casada com entregadordominadoras gostosas contosConto erotico nossa que cu arrombadocontos de mulheres viuvas sendo rasgadas pelo penis grandecontos erótico sogra bucetuda só de calcinhacontos eróticos com vizinha viúvacontos eroticos dei gostoso para o meu tio e fui chingada de vadia putaver conto erótico de coroas de 50 anos de idadecontos eroticos da filha do pastor trai o maridinhoconto erticos quebrei a perna minha irma mim ajudou a tomar banhoputaria moz desenhosporno quadrinho sograContos erotico eu minha tia na casa de praiaesposa vadia contosCotos com foto comi o cu do meu irmao gaycontos eróticos nóia gaycontos eroticos de mae cuzudas com fotosfudeno a minha cunhada bebida vdeo caseiro em no Par contos eroticos gays encubados