O ÔNIBUS DO PRAZER - PARTE 2


Click to Download this video!


Era uma sexta-feira quente do mês de novembro e eu havia me atrasado por ficar fazendo uma prova na faculdade. No caminho até a parada vinha pensando: "putz! Vou pegar o ônibus no pior horário, o horário de pico".
Subi no ônibus e me sentei no corredor ao lado de uma senhora muito recatada e séria. Ao chegar no centro assustei-me com a fila que aguardava para subir no ônibus, deviam ter umas duas ou três filas esperando os próximos ônibus. Logo que o ônibus arrancou lotado, foi quando o incrível aconteceu, senti um toque sutil no meu braço esquerdo e imediatamente virei para ver o que era, e que visão maravilhosa, estava de pé ao meu lado, uma moreninha pele bronzeada, com um vestidinho branco tão curto que deixava amostra um par de coxas grossas e com alguns pelinhos loiros arrepiados. Meu pau começou a subir me causando um certo desconforto, pois não tinha como esconder a minha excitação. Com aquele roça-roça e empurra-empurra suas coxas esfregavam no meu braço e meu cacete estava a ponto de estourar o zíper da calça e saltar pra fora de tão duro. Preocupado em alguém perceber que eu estava de "pau duro", pensei pegar minha pasta que estava aos meus pés e colocar sobre o meu colo. Quando me abaixei pude me maravilhar com todo o comprimento daquelas pernas morenas. No seu tornozelo havia uma correntinha dourada e ela calçava sandálias de salto, daquelas transparentes e tinha os pezinhos lindos, a tentação foi tão grande que ao levantar não consegui ser discreto e olhei quase que por debaixo de seu vestido, e numa fração de segundos vi aquela xoxotinha linda escondida por detrás de uma calcinha branca e bem fininha, parecia transparente, que deixava perceber o escuro de seus pentelhos. Coloquei a pasta no colo e imediatamente com a mão por debaixo da pasta puxei meu pau pra cima e o deixei em posição mais confortável. Mas eu não conseguia olhar a moça da cintura pra cima, pois ela estava praticamente colada em mim, quando alguém passava por ali e pedia: “licença", ela apertava seu corpo contra o meu e eu sentia a sua bucetinha encaixar no meu ombro. Procurei outra forma de enxergar a gatinha e pelo reflexo do vidro pude observá-la: tinha cabelos escuros, compridos e lisos, estilo índia, um decote que deixava seus peitinhos bem amostra, imaginei que estivesse sem sutiã, seus mamilos escuros e durinhos transpareciam pelo tecido. Também não pude deixar de perceber que os homens a sua volta estavam praticamente a comendo com os olhos: os que estavam ao seu lado, olhavam por cima do seu decote, os que estavam atrás só secavam a sua bundinha, eu sentado admirando suas coxas torneadas, e ela com olhar fixo pra frente se fazia de desentendida. Mas era mesmo o meu dia e pra minha sorte subiu uma senhora com uma criança no colo, e eu prontamente ofereci o meu lugar, e fiquei de pé junto à mocinha. Foi quando percebi que estava lotado mesmo e eu havia perdido minutos preciosos, pois a turma estava empolgada em enconchar a gatinha, e ela silenciosa e séria nada fazia. Numa reação meio que de defesa, fugindo das bolinações daqueles homens, ela se colocou bem próxima a mim, mas eu estava tão excitado com aquela situação que não consegui evitar meus olhares maldosos. Quando enxerguei o "V" de sua calcinha "atoladinha" naquele bumbum empinadinho pedindo pica, não consegui resistir e no balanço do ônibus me coloquei atrás dela, e com o pau que era estaca aproveitava as curvas para encochar aquele rabinho. Com certeza ela sentia meu cacete em pé entre as suas nádegas pelo fino vestido que toda hora ela puxava para baixo. Ficamos nesse "roça-roça" por uns 10 minutos e ela apesar de quietinha parecia mesmo é estar gostando. Eu já estava louco de tesão para passar a mão por debaixo daquele vestido alisando aquelas coxas morenas e apalpando aquela bundinha empinada, mas não podia arriscar, pois todos estavam observando. Foi quando o ônibus fez uma curva rápida e eu não me contive e balbuciei ao seu ouvido: "ta apertadinho putinha!". Nossa! Ela virou e me olhou na hora, eu gelei dos pés a cabeça, ela não disse nada e foi passando pra frente. Descemos na mesma parada e eu fui seguindo ela, quando ela entrou em uma rua mais calma, eu tomei coragem e me aproximei pedindo que ela me desculpasse pelo que eu tinha feito, porque eu estava muito excitado. Ela continuou andando e me disse: "tu é muito sem vergonha!" E parou de caminhar: "eu moro aqui, vamos aproveitar que meu pai está dormindo".
Nossa, eu fiquei sem reação, ela veio em minha direção e me deu um beijo profundo, queria entrar para dentro de mim, com a mão apertava me pau por cima da calça até que afobada, abriu a calça pegou meu pau pelo talo e começou a punhetá-lo dizendo baixinho ao meu ouvido: "que loucura eu estou fazendo, se meu pai nos pega, nos mata!", foi me puxando pelo pau para dentro da garagem, segurando seus cabelos pela nuca puxei seu rosto de encontro ao meu pau e ordenei: "chupa putinha! Esse pau é todo teu!" Ela se ajoelhou na minha frente e chupava me cacete com uma vontade de dar gosto. Eu estava quase gozando com aquele boquete quando ela se levantou e disse: "me come como se estivéssemos naquele ônibus", virou de costas, abaixou a calcinha até a altura dos joelhos, se apoiou no carro e me olhava com uma cara de sem vergonha. Eu trouxe me pau até a entrada daquela grutinha que estava escorrendo de tão suculenta, dei umas pinceladas e comecei aquele vai-vem delicioso enquanto murmurava baixinho em seu ouvido: "vem gatinha! Rebola gostoso putinha safada...vou enterrar esse caralho todo em você" E ela rebolava com se estivesse no cio choramingando: “ui, ui, que gostoso, me come gostoso, to gozando! Assim nos acabamos, peguei o telefone dela e sumi na noite. Namoramos por quase dois anos, sempre regado a aventuras picantes. Mas são outras histórias”.

Espero que tenham gostado de mais um conto.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario aventura.ctba

aventura.ctba Comentou em 27/04/2015

Adorei seu conto, fiquei toda molhadinha enquanto lia, parabéns, votado. Leia meus contos, comente, vote se gostar irei adorar sua visita na minha página. Ângela: Casal aventura.ctba




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


62584 - DEDOS MÁGICOS - Categoria: Masturbação - Votos: 1
62854 - FELIZ DOTE (MINHA BUCETONA) - Categoria: Fantasias - Votos: 2
62929 - FLAGRAS QUANDO NAMORAVA A LUCIANA - Categoria: Exibicionismo - Votos: 4
62974 - O SOBRINHO TARADO DE MINHA ESPOSA - Categoria: Fantasias - Votos: 4
63288 - A EMPREGADA PUTINHA - Categoria: Fantasias - Votos: 4
63728 - MINHA ESPOSA COM OUTRO HOMEM - PARTE I - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
63790 - MINHA ESPOSA COM OUTRO HOMEM - PARTE II - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
63940 - MINHA ESPOSA COM OUTRO HOMEM - PARTE 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
64064 - O ÔNIBUS DO PRAZER - Categoria: Fetiches - Votos: 4
64227 - PLUTÃO: AMOR DE CÃO - Categoria: Zoofilia - Votos: 1
64641 - ENCOXADA E GOZANDO GOSTOSO NUM CAMPO DE FUTEBOL - Categoria: Fetiches - Votos: 2
64694 - ÔNIBUS MAIS QUE LOTADO, CONVITE À ENCOXADA - Categoria: Fetiches - Votos: 3
64943 - ACONTECEU NO ÔNIBUS - Categoria: Fetiches - Votos: 11
65228 - ESPIANDO A CUNHADA, FUDENDO A ESPOSA - Categoria: Exibicionismo - Votos: 3
66423 - FUDENDO O AVIÃO - Categoria: Fantasias - Votos: 1
67635 - FUDENDO A EMPREGADA MASSAGISTA - Categoria: Fantasias - Votos: 10
68343 - SEDUZINDO O CUNHADO NA BOATE - Categoria: Fantasias - Votos: 2
68841 - EXIBICIONISMO DE MINHA PUTINHA NA SAPATARIA - Categoria: Exibicionismo - Votos: 10
69930 - PRESTANDO ASSISTÊNCIA A UMA AMIGA DE TRABALHO - Categoria: Fantasias - Votos: 3
71273 - EXIBICIONISMO DE MINHA PUTINHA PARA O VIZINHO - Categoria: Exibicionismo - Votos: 3
72890 - EXIBICIONISMO DA MINHA PUTINHA NO SUPERMERCADO - Categoria: Exibicionismo - Votos: 7
75229 - FIZ O CURRÍCULO DA NEGRA E GANHEI UMA BOA FODA - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
75367 - DESCOBRINDO AS TARAS DE MINHA ESPOSA - Categoria: Fetiches - Votos: 4
77677 - FUDENDO A MULHER DO PORTEIRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
80014 - MÈNAGE COM O CASAL SAFADO DA ZONA NORTE - Categoria: Fetiches - Votos: 3

Ficha do conto

Foto Perfil conselheirorn
conselheirorn

Nome do conto:
O ÔNIBUS DO PRAZER - PARTE 2

Codigo do conto:
64071

Categoria:
Fetiches

Data da Publicação:
25/04/2015

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


historia em quadrinhos meu selvagem e atrevido filhocontos eroticos velhinhos taradoscontos eroticos caseiros com fotos de esposa gostosa dando o cu pro vizinho na frente do marido corno manso que adora ver bem de pertoconto erotico os padres chuparm minha bucetinhaconto erotico maninha funkeiraconto esposa pensa sacanagemfiquei com as pernas abertas enquanto ele me comia/contoconto erotico di novinha casadanamorada tio contoconto erotico luciene crenteComtos erotico na chuvacontos eroticos com animaisursao gay de rola dura fotoContos erótico d novinha a conduzir cm um vestido mostrando a sua calcinhaconto erotico o cabaco da noiva do meu amigoContos Eróticos De Gay Comi.a Bundawww.contos minha nifetinha no incestoconto de homens heteros entre homens heteros trazandoConto erotico primaGoiânia conto entregador gayMinha mãe nua contosConto erotico de meninaconto erótico o marido da minha filha mim comeu e minha filha participoumae filho filha conto pornocontoerotico fudido pelo porcocontos dei pro meu patrao do estagio gayContos eroticos cofrinho aparecendotitio metendo com sobrinhanininhapornocontos eróticos nóia gayComtos erotico casada e putaComtos namorada fodida pelos amigos do namoradoConto erotico cinquentona amigos do filhosentado no colo papai incesto contos Minha irman quer ver minha pica.conto pornoférias com vovó na roça metendover porno erotico em quadrinhos negao engravidndo a mulher do cornocontoerotico desde de pequena meu vôcontozoofilia cachorro fodendo garotinhasconto erotico esposa pelada na frente da galeraConto ai ai ui ui incestoconto erotico prima dando para o primobig penis toon gaydownload dos capitulos da professora subimissaCachorrao com paugg adora fuder cuznho da safadaconto porno mulher gosta pau 25cmcontos de fodas inesqueciveisContos fiquei de pau duro madrastacontos eroticos shemele comeu policial feminina contos eroticos reais dividindo o quartode hotelContos eroticos gays irmao pai e tio dotados trasandobuceta gostosa da josinha contos erotico e fotosMeu enteado negro dotado. Conto hetersexual.Www.bucetabraquinha.com.brRelatos e contos de incesto e zoofilia consentidoContos eroticos de professora bate cinco punheta pro alunominha esposa com meu amigo pauzudoquadradinhos erotico fodendo a entiada negrinharelatos encoxando a mae na praiaContos trai meu marido com velho negao pedreirodesafio pescina coroasMinha esposa pegou o gel ky ela disse pra minha sogra viuva ficar de quatro na cama pra eu fuder seu cu virgem conto eroticoquadrinhos pornô minha damaquadri nho porno escritoriogay+sentando+na+rola+grossacontos heroticos de casada chantageadas a fodercontos eroticos mamae mandou eu chuparconto erotico gay com pai e irmaocontos fudendo a irmazinhagorotinhos gayminha irma casada conto eroticocontos inxesto mae e filho piroculdo veridicoconto erotico borracheirocontos eroticos de gravidasContoeroticoporcoconto gosando na pica do cunhado2Gugamraphistórias de sexo em quadrinhosconto erotucos de virgens categoriasHQ pai e filha pornôContos porno Japonês dotadao rasga o cu de homem casado.o cara sarrou na mulher no onibus e ela gostou e gozou conto eroticomeu pai pai dos meus filhos contos eroticosConto porno desdi pequena pai e mae me comevelhos gordos gays contosxoxotas em perigo cabaçotive a vagina alargada contocontos erotico maê fingindo que esta dormindoContos eroticos adestrando o viadowww.contos eroticos quadrinhos eroticoshd.com.brgay novinhos relatam q da o cu doiporno novinha rica se oferece pra negao da pica gigante ela nao sabia mas gemiaconto erótico aposta mãecontos eróticos metamorfoseflagrei minha esposa com seu primo na lavoura contoscontos eroticos cabacinhos da familiacontos eroticos desde de novinho adoro me vestir de mulherquadrinho erotico fazendo fila para foder a jennifer