A filha da empregada


Click to Download this video!


Numa época em que nossa empregada ficou doente, pediu à filha, Maura, que a substituísse, pois teria de ficar de repouso por duas semanas. Não nos opusemos, é claro. Conhecíamos a filha, que de vez em quando aparecia por lá. Era lourinha, tinha já seus 20 anos e, segundo a mãe, costumava dar “muito trabalho”.
Ela ficou em nossa casa pelas duas semanas. Trabalhava sempre de camiseta e shortinho ou bermudinha. Não pude deixar de olhar, lógico. Ao final do período, achei que deveria recompensá-la financeiramente, pagando a metade do salário da mãe. Evidente que a mãe não seria descontada!
Sentamo-nos no sofá da sala e quando fui fazer o pagamento, ela me surpreendeu.
– Seu Rodrigo, não precisa me pagar, pague à minha mãe mesmo!
– Mas não é justo que você não receba nada, Maura. Você trabalhou duas semanas!
– Eu sei, mas não precisa.
– Eu insisto!
– Então vamos fazer o seguinte. O senhor paga o mês da minha mãe normal e me dá um presente.
– Que presente você quer?
– Me leva para conhecer um motel.
– Não acho isso certo, Maura!
– Seu Rodrigo, eu sou de maior. Só quero conhecer, o senhor me leva, eu conheço, e depois voltamos! E ninguém precisa ficar sabendo disso!
Fiquei de pensar. Naquela noite, depois de uma boa transa, consultei a Nina, ver o que ela achava. Ela deu de ombros.
– Faz a vontade da menina, qual o problema? Se você acha que pode rolar alguma coisa, e é provável que role, pois já conhecemos a fama dela, deixa rolar. Só não vamos contar para a mãe, né?
O meu receio era justamente esse, de rolar alguma coisa. Mas já que a “patroa” achava que não teria problema, lá fui eu levar a Maura para conhecer. Levei num motel bacana, com hidro, afinal, aquilo seria o pagamento por 15 dias de trabalho!
Ela prestava atenção em todos os detalhes. Desde a recepção até o quarto, olhou admirada para a banheira de hidro. Sentou-se na cama, sentiu a maciez do colchão, deu uns pulinhos, conferiu as colchas, foi ao banheiro, depois sentou-se ao meu lado numa poltrona e ficou me olhando. Perguntei se ela queria tomar um suco, ou refrigerante, comer alguma coisa, mostrei o cardápio e falei que ela podia escolher o que quisesse.
Ela escolheu cerveja, então fiz o pedido. Enquanto esperávamos, ela me perguntou se poderia usar a hidro.
– Claro, fique à vontade!
– Como é que funciona?
– Espere um pouco, vou encher e ligar.
Enquanto eu me agachava para abrir as torneiras e esperar que a banheira enchesse, a cerveja foi entregue. Brindamos e tomamos, estava geladíssima!
Com a banheira cheia, eu mostrei a ela o botão que teria de apertar para que o motor funcionasse.
Aí, ela tirou a roupa. E eu fiquei babando. Que corpo! Que gostosura! Fiquei olhando, não estava ainda certo de que poderia rolar alguma coisa, apesar de ter quase certeza…
Ela caminhou, sorridente, provocante, até perto da banheira. Colocou o pé para ver a temperatura da água. Aprovou e então entrou, sentando-se numa das pontas. Liguei o motor e ela se encantou com os fluxos de água massageando seu corpo. O motel oferecia uma pequena vasilha com aqueles produtos que provocam um mundo de espuma, então joguei tudo na água e ela ria, pegando a espuma, passando em seu corpo, protegendo os seios. Olhava para mim com um olhar brilhante, da mais profunda alegria.
– Está gostando do presente? Era o que você imaginava?
– Estou adorando. Melhor do que isso só se o senhor entrar aqui comigo!
– Maura… olha o que você está me pedindo!
– É exatamente isso que estou pedindo, seu Rodrigo! Entra aqui comigo! Estou morrendo de vontade!
Não dava para resistir. Concordam, leitores e leitoras? Uma moça linda, comigo dentro de um motel, me pedindo para entrar na banheira com ela. Não havia como não atender ao pedido!
Tirei a roupa, sempre observado pelos atentos olhos da Maura. Quando me aproximei da banheira, ela ergueu o corpo e me pediu para esperar um pouco. Pegou em meu pau, examinou-o detidamente. O toque de suas mãozinhas fez com que ele começasse a ficar duro. E ela sorriu e me chupou. Uma chupada lenta, calma… deliciosa!
Enfiava meu pau na boca e seus olhos me encaravam, gulosos, apetitosos. Lambeu todo o meu pau, engoliu, segurou nas bolas, acariciou-as, beijava o tronco de alto a baixo, tornava a engolir, maravilhoso boquete. Comecei a entender porque ela dava “tanto trabalho” para a mãe! Era uma expert, devia deixar os rapazes loucos de tesão por ela!
Entrei na banheira, nos beijamos, demos muitos amassos. Depois saímos, eu a enxuguei, ela me enxugou, fomos para a cama. Deitei-me de costas e ela entendeu que eu queria ser cavalgado. Não se fez de rogada, sentou-se em meu pau, de costas para mim. Segurei em sua cintura e ela começou a pular freneticamente. Depois foi diminuindo o ritmo até que parou. Levantou-se e, em silêncio, tornou a sentar-se em meu pau, mas agora de frente para mim. Ela mesma enfiou meu pau em sua xotinha.
Apoiou as mãos em meu peito e voltou a pular, mas sem pressa. Subia e descia compassadamente, olhos fechados, boca entreaberta, gemendo baixinho. E foi assim, mansamente, que ela gozou, apertando meu pau e dando um largo sorriso.
Saiu de mim e eu a coloquei de quatro na cama e mergulhei meu pau na xotinha dela e comecei a bombar. Os gemidos voltaram, agora mais fortes. Pelos espelhos eu via os seios dela pulando ao ritmo das bombadas. Senti que ia gozar também, tirei o pau e gozei nas costas dela.
Fomos ao chuveiro, tomamos um banho demorado. Tive o prazer de lavar-lhe o corpo por inteiro, da cabeça aos pés. Ela retribuiu e da mesma forma que eu lhe beijara os seios e a xotinha, ela beijou meu pau. Olhei para ela, ela olhou para mim. Saímos correndo do chuveiro e pulamos na cama de novo. Desta vez eu a coloquei de costas e me deitei sobre ela. Papai e mamãe sempre é gostoso!
E o gozo foi na boquinha dela, que, sedenta, engoliu todo o leite que derramei.
Quando voltávamos, ela me confessou que gostaria muito de se encontrar de novo comigo, mas eu disse a ela que isso não iria acontecer. Não gostaria que a mãe dela viesse a desconfiar, seria muito chato! Tomei essa decisão, mas foi difícil. Aquela tarde fora algo sensacional!
Foto 1 do Conto erotico: A filha da empregada

Foto 2 do Conto erotico: A filha da empregada

Foto 3 do Conto erotico: A filha da empregada


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


52829 - Casada em busca do prazer - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
52830 - Para comer ela, Tive que comer ele - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
52839 - Meu amigo me comeu na praia - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
52840 - Minha Mãe puta - Categoria: Incesto - Votos: 13
52841 - MEU MARIDO NÃO SABE QUE TIREI FOTO DA BOCETA - Categoria: Fetiches - Votos: 23
52866 - Corno obediente - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
52868 - DE MULHER CASADA A PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
52869 - ARREGAÇADA POR UM PAU E UM CONSOLO - Categoria: Fantasias - Votos: 6
52870 - O AMANTE DA MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
52871 - ARROMBADA - Categoria: Fantasias - Votos: 6
53112 - PERDENDO A VIRGINDADE DO CUZINHO PRO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
53113 - MEU MARIDO ME VIU DANDO PRO NEGÃO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
53139 - COMENDO A PRIMA DA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
53141 - VINGANÇA GOSTOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
53142 - MINHA MULHER TRANSOU APROVEI MAS NÃO GOSTEI - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
53184 - MINHA ESPOSA CADA VEZ MAIS PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
53185 - QUE PICA GOSTOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
53186 - FANTASIA DO AMIGO DE TRABALHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
53188 - ESTREANDO O BRINQUEDO COM MEU MARIDO - Categoria: Fantasias - Votos: 9
53241 - Minha prima casada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
53242 - A casada do condomínio - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
53246 - O colega da esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
53248 - Esposa exibida demais... - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
53412 - Paguei o preço pela traição - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
53478 - Casada do interior - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
53479 - Gata safada - Categoria: Fantasias - Votos: 4
53616 - Realizei meu desejo com ninfeta - Categoria: Fantasias - Votos: 8
53618 - Comida pelo tio - Categoria: Incesto - Votos: 14
53619 - Violentada... adorei. - Categoria: Fetiches - Votos: 8
53621 - Traição...procuramos e encontramos. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
53761 - Fui putinha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
53762 - Coroa gozando loucamente - Categoria: Fantasias - Votos: 4
53763 - O marido bêbado....corno. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
53807 - Comi minha vizinha bebada - Categoria: Fantasias - Votos: 19
53830 - Me descobri - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
53832 - Deixei a putinha acabada - Categoria: Fantasias - Votos: 4
53833 - Comida de todos os jeitos - Categoria: Fantasias - Votos: 2
53834 - Comendo a coroa - Categoria: Fantasias - Votos: 1
53837 - CUNHADA CURIOSA E SAFADA - Categoria: Fantasias - Votos: 7
53905 - DA MESA PARA O SOFÁ - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
53906 - Traçada na mesa - Categoria: Fantasias - Votos: 2
53907 - Eu permiti o chifre - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
53908 - SURPESA NA MUDANÇA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
53997 - Minha cunhada gostosa - Categoria: Fantasias - Votos: 4
53998 - Uma mulher inesquecível - Categoria: Fantasias - Votos: 2
53999 - Garota deliciosa - Categoria: Fantasias - Votos: 2
54000 - A esposa do diretor - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
54001 - Adoro minha secretária - Categoria: Fetiches - Votos: 2
54002 - Meus vizinhos - Categoria: Fantasias - Votos: 4
54364 - Só atrás viu! - Categoria: Fantasias - Votos: 6
54481 - A mulher do primo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
54483 - Ela tava louca por um pauzão - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
54537 - Meu amigo é corno manso - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
54538 - O amigo do meu marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
54608 - Um amor de vizinha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
54656 - Currada pelo sobrinho do marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
54657 - Minha puta - Categoria: Fantasias - Votos: 5
54830 - ENRABEI A GERENTE - Categoria: Fantasias - Votos: 3
54888 - Eu e a vizinha - Categoria: Fantasias - Votos: 2
54891 - Aventuras de uma casada safada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
54892 - Minha mulher e sua mãe querem cacetes grandes - Categoria: Fetiches - Votos: 12
54954 - A filhinha do meu amigo - Categoria: Fantasias - Votos: 6
54956 - Mulher normal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
55212 - Esposa de um grande amigo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil jota202356
jota202356

Nome do conto:
A filha da empregada

Codigo do conto:
53243

Categoria:
Fantasias

Data da Publicação:
12/09/2014

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


xivideos pequenininha mais aguenta pau grandecontos eroticos cunhada e sogrAmocinhacontosquadrinho porno a cu-invocanteimagens de pai filho e avo macho transando em quadrinhosquadrinho erotico a construaofilha da namorada conto eroticocontos eroticos peguei minha esposa com os negoesconto erótico peguei a marcilenemeu maridinho me deixou fuder na madrugadahq de sexo entre familiascatvedeokixx40contos eroticos com fotos:defloraçãocontos eroticos estou ficando louca de vontade de chupar meu cunhadoVadia com os Africanos contos eroticosnegan meteno no cu novinhalarguei esposa e sai com.com amigo contosgaysgranfina no boquetecontos fazendeira casada dá o rabo por Capatazcontos erotico cu sujoarrombada no quarto contos cornosConto erotico tia conta como deu ao sobrinho roludo Pornocontos com fotos cdzinhasfudendo a policial gordinha em contos eroticosContos eroticos de roludos fudendo ascunhadas e sograscheirei a tanguinha usada da minha,tia safada contosler contos eróticos de sogras que choram na rola de negros bem dotadosContos eroticos de roludos fudendo ascunhadas e sograscontos eróticos realizando desejo da esposa grávidaCasada safada narra conto metendo em casa com ex noivoconto erotico com vizinho de 60 anosConto erotico gay comi o cu do mendigoso cuzudas contos eroticos de sexoConto mete ai ui ui uiContos eróticos selecionadosconto erotico em quadrinhõcontos eroticos super gostososconto herotico homen crossdresserTrepando com um transman - contos eróticosContos eroticos gays irmao pai e tio dotados trasandoO patrao do meu irmao me fudeu no motel conto eroticoconto erotico trai meu marido no ônibusnaturista contoseroconto erotico gay com goianosjacarés de loiro bem dotado com cena de sexo da gente assistirmichele safada traindo o troxacontos eroticos de gays novinhos afeminados que amam levar pau no cusiririca para o filho contoQuando meu cu piscou dei logo contoscoroa biquini menor na praiaconto erótico no cuSercarlos01Cantos fotos eroticas de cazeiros pirocudo com patroa e a filhas virgemconto erodico de quadrinhohetaTirei os dois cabaços da buceta e do cu da minha sobrinha fiz ela ser mulher ela era minha amante conto eroticoConto erotico de evangelicaporno conto erotico no onibusConto boquete escondido em quadrinhoContos erotico com fotos menageultimos contos sadocasada safada dupla contoquadrinhos eroticos oh familiacontos escrava sexualporno contos negao da mandiocaconto erotico gay harry pottermeu padrasto me assedia sexualmentequadrinho erotico pai fudedo com a filhacontos eroticos gay putinhaCheirei calcinha da cunhada i cumedo ela história contos evangelicas sendo abusadas em coletivosaprontando em casa com meu irmão chiclete de menta sabor porra conto erotico