quando eu era mais novo 2

Click to this video!


Olá, como prometido irei contar como foram as minhas aventuras quando eu era mais novo.
Depois de minhas primeiras aventuras com meus amigos da rua na cabaninha no matagal do campinho, eu virei a Putinga do grupo. Todo dia tinha um ou mais garoto querendo me comer. Como disse no conto anterior, depois de uma tarde de pirocada, uns caras mais velhos que jogavam bola no campinho nos viram fazendo a festa e quiseram participar também. Eles eram mais velhos, sendo 5 no total, o Rogério um mulato de quase dois metros de altura bem corpulento, deveria ter uns 25 anos, o Pedro, moreno escuro quase negro, um pouco gordo, deveria ter uns 20 anos, Mateus um loirinho lindo todo Malhadinho, era o garanhão do bairro, deveria ter por volt de 28, jorge outro negão de quase 30 anos e o mais velho, betão de quase 40 anos, betão era pedreiro daqueles bem grosseiros moreno claro queimado de sol corpo trabalhado no serviço pesado, todo peludo, coxas grossas e um volume de assustar qualquer puta de esquina. Eles haviam flagrado nossa brincadeira e quando eu estava de quatro levando a rola do paraibinha eles entraram na cabaninha já fazendo algazarra. Alguns garotos assustados correram me deixando sozinho com o paraibinha atolado no meu cu. Nao deu tempo de fazer nada. Eu morto de vergonha comecei a chorar querendo sair dali. Mas como sair se eu estava pelado com um pau socado no rabo? O Rogério já foi falando: então quer dizer que temos uma putinha no bairro? Mateus falou: bom saber, agora temos como nos divertir depois do futebol. Betão mais, o mais safado, já me comia com os olhos, já foi abaixando o shorts e me mostrando seu pau. Fiquei nervoso tentei pegar minhas roupas e correr mas eles nao deixaram. Pedro foi me tranqüilizando dizendo que eu nao precisava ter medo pois eles também queriam brincar comigo, e já foi esfregando a minha cara no seu pau por cima do shorts. Senti que o pau dele era pouco maior que o do neguinho mais tao grosso quanto o do paraibinha. Aquilo foi me dando um tesão sem tamanho. Entrei no clima e abaixei seu short liberando sua pica, que por sinal era bem gostosa e sacuda. Os outros também entraram na brincadeira e foram tirando a roupa. Logo eu estava com 5 caras adultos pelados de pau duro ao meu redor. Fiz o melhor que pude. Chupei um a um. Eles adoraram minha chupeta, disseram que era melhor que de mulher. Aquilo me deixou mais vaidoso e eu caprixei mais ainda. Chupei todos, chupei muito. Betão tinha um pau delicioso, grande grosso, sacudo, reto, macio... Uma delicia. Me dediquei a chupada enquanto o paraibinha ainda me comia. Logo o Mateus que tinha um pau de mais ou menos 18 cm, quis me comer. O paraibinha tirou o pau do meu cu e o Mateus meteu toda de vez, vi estrelas, apesar de acostumado com a pica do paraibinha, o Mateus meteu sem ajustar. Socou fundo, forte e por muito tempo. Eu estava adorando. Depois do Mateus foi a vês do Pedro e seu pau grosso. Foi uma delicia pois o pau dele era bem duro e fazia massagem nas paredes de meu cu. Seu saco balançava e fazia aquele barulho maravilhoso. Ele metia suave, ritimado. Depois dele foi a vez do Jorge. Jorge tinha um pau grande mas nao muito grosso. Ele metia forte, me agarrava com força e socava fundo, me fez ver estrelas também. Nao sei por quanto tempo ele socou no meu cu, mas foi por muito tempo. Depois do Jorge foi o Rogério a tomar a vez de meu cu. Tive medo dele pois ele era muito grande, achei que nao iria aguentar, o pau dele deveria ter no minimo uns 22 cm, mas ele meteu devagar, com carinho, deixou meu cu já alargado se acostumar com seu tamanho. Seu saco também era bem pesado e quando ele meteu todo, seu saco ficou pousado em cima do meu. Senti seu pau latejando dentro de mim foi uma delicia. Eubja estava deitado de bruço com o pau donrogerio atolado no rabo e a rola do betão no fundo da garganta, os maiores paus da roda. Os outros assistiam a tudo batendo uma. Depois de acostumado com a pica do Rogério começou o meu primeiro tormento. De carinhoso ele se transformou em uma maquina de foder. Metia muito fundo e forte. Me senti perdendo as forças naquela rola, quase desmaiei de tesão. Ele socava como se eu fosse adulto. Socava muito forte e rápido me dando tapas na bunda e me chamando de cadela. Eu estava em êxtase quase em transe. Ate que fui acordado pelo pau do Mateus em minha cara. O betão já havia dado a vez de minha boca a ele e eu nem tinha percebido. A pica do Mateus ia fundo em minha garganta me fazendo quase vomitar. Enquanto o Rogério socava o pau em minha Bundinha branquinha já vermelha de tanto tapa que ele havia me dado, os outros esfregavam AA picas em mim. Já nao sabia mais quem era quem. Só sentia o pau do Rogério dentro da bunda o do Mateus na garganta e os outros esfregando o pau pelo meu corpo. Rogerio socou fundo e forte gozando bem no fundo de mim. Me senti inundado de tanta gala. Quando ele tirou a pica, achei que fosse me virar ao avesso. Senti meu cu muito aberto e vazando porra. Mas nao deu tempo de fexar. Assim que ele tirou a pica, betão já estava posicionado pra meter. E meteu com tudo. Nessa hora quase desmaiei novamente. O pau do betão entrou rasgando o resto das minhas pregas. Senti meu cu dilatar ao extremo. Ardeu muito, mas eu fiquei firme e aguentei tudo sem reclamas. Mas também nao tinha como reclamar, pois a rola do Pedro estava agora batendo com a cabeça no céu de minha boca e seu sacão balançando no meu queixo. Só deu tempo de gemer. E eu gemi muito. Betão também me comia como gente grande. Metia fundo, com força. Segurava em minha cintura e socava firme. Me senti uma puta. Foi maravilhoso. O paraibinha colocou a pica na minha cara para eu chupar junto com a do Pedro. Eu chupava duas rolas ao mesmo tempo enquanto era arrombado pelo maior pau que au já havia enfrentado ate o momento. E o betão me comeu por muito tempo. O Mateus me pedio pra chupar que ele queria gozar em minha boca. Nao contei conversa e chupei muito. Ele socava sua rola branca na minha garganta e me dava tapas na cara. Socou muito ate gozar tudo no fumdo de minha garganta me fazendo engolir tudo. Era muita gala pra pouca boca. Tanto que boa parte escorreu pelo canto e ele recolheu com o pau e me fez tomar tudo. Depois ficou sentado do lado assistindo o betão me rasgar o cu. O Pedro voutou com o pau na minha boca e me fez engolir tudo de novo. Socou fundo na minha garganta ate gozar lá no fundo também. Dessa vez deu pra beber tudo pois ele gozou bem menos que o Mateus. Mas a porra dele era mais grossa e mais saborosa. Depois foi a vez do Jorge me dar mais mamadeira. Chupei com gosto ate ele gozar também. Já estava quase de barriga cheia de tanta gala. Enquanto isso betão castigava meu rabo. Rogerio que assistia a tudo já estava com o pau duro novamente e resolveu me dar de mamar também. Chupei aquele pau como nunca. Ele gemia alto com sua voz grossa. Ele tentava enfiar no fundo de minha garganta mas nao dava. Seu pau era muito grande. Chupei ate ele encher minha boca de porra grossa. Engoli tudo também. Depois de muito tempo socando no meu rabo, betão resolveu que também queria gozar em minha boca. Tirou o cacete de minha bunda e veio ate minha cara. Começou a bater com a pica em minha cara enquanto me chamava de puta, safada, cachorra entre outros. Se masturbou oi um tempo e lotou minha boca de porra. Era tanta porra que eu quase me afogo. Bebi tudo. Agora sim estava saciado e com o cu arrombado. Fiquei um tempo deitado com o cu aberto e eles me olhando com Caras de safado. Quando acabamos nossa festinha já estava escuro. Fui pra casa esse dia todo lascado, mas feliz. Depois desse dia, eles sempre me procuravam para matar a minha fome de pica. Ai descobri que era de rola que eu gostava. Todas as tardes haviam 2 ou 3 deles querendo me comer. Fora os garotos que já me comiam. Fiquei viciado em cacetes. Teve uma tarde que todos os caras mais velhos que jogavam no campinho foram brincar comigo. Mas esse é outro conto e depois eu conto pra vcs. Bjus na cabeça da rola.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


45771 - Quando eu era mais novo - Categoria: Gays - Votos: 15
52166 - Quando eu era mais novo 3 - Categoria: Gays - Votos: 5
67138 - Quando eu era mais novo 4 - Categoria: Gays - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil tzaopnegro
queronegaopauzudo

Nome do conto:
quando eu era mais novo 2

Codigo do conto:
52126

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
20/08/2014

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto porno pai tocando a buceta da filha menor no metro lotado 2017contos eroticos no metroxvedeo no portao vizinhacontos veridico como minha esposa aguento o pau dotado do travesti na boceta e no cuconto erotico traveco dengosacknto mastro pica jeba jegue rola cobra arrombar caralho cuzinhodengozinha sentando gostoso xvideoscontoeroticodfrabuda viajante contos eroticosquadrinho erotico Outra chanceconto erotico tirando o atraso da tia e da maecoroaconfissoes e relatos swing brasilcontos-comi o cú da sobrinha na chanagemvelho com novinhos conto eroticosporno hentai amigo negro do meu filmeIncestospagConto virgem dei so o cuzinho para cunhadoputinho afeminado dando escolacontos eróticos aulas com maestrobanho conto erotconto minha esposa e amiga travesti super roludoirmao.coloca a irma de juelho para foder a sua buceta virge e ela chora e grita de dorcomtos eróticos meu pastor mivil me masturbadocontos erotico dopei minha sogra e a depileicontoerotico.com/quadrinhos.cfmconto erotico de negao xeirando xanaContos eróticos picantes de gays com fotos ilustrativascu da família conto eróticoIrma e irmao numa viagem de feriado de carnaval no hotel conto eroticocontos erotico vo netinhasProfessora e o jovem conto eroticodoce nanda contos eroticosconto erótico marido compreensivoporno gay quadrinho mozto rubuceta da angelica do huckminha sgra.rabuda.vaii me da leitinhoconto incesto o dia enque eu.cominha sogra filha excitada seduz padrasto na cozinhaconto erotico consolofamilia sacana "tomando banho com papai"contos meninos bobinhos meti a rola sem dò021 997180802conto flagracontos eroticos minha calçola fez meu filho me comecontoseroticosdpvaginalvídeo pornô das molequinha mais comentadoporno em quadrinho entre familiapolicial feminina contos eroticosPorno incesto fodendo a força irma conto real erotico angolanoconto de sexo aventura. de cornocontoseroticos gratis de pai bicontos porno menininha indefesapegava calcinha pequenacontoContoeroticofodicomto erotico levi minha esposa no puteiro e ela acabou fazendo programa piranhaporno quadrinho familiacontosou casada e meu irmao do pauzao me comecontos excitantes de mulheres loiras gauchas novas lindas casadas bucetudas que gostam de trairem seus maridos com negros do pau grande.inbilino pornopai xoxota da mae e doce contos eroticosConto erotico de virgemtio mete no cu da subrinha de chortinho na cuzinhablog lindas sexcontos eroticos vou ao culto e meu cu fica piscandoconto erotico comendo coroa casadacontos de flagrascomendo a bucetinha da lucinha e o cuzinho da ritinha contos eroticosconto erotico pastorhentai engravidando a maecontos com fotos cdzinhasmister malas contos eróticoscontos eroticos q o marido pegou a esposa fudendo com outro e sentiu foi tesao e participou tbm da festahentai moms conto erotico gay iniciando incesto enganei inocenteconto maconheiro roludoNovinho do cuzinho ardido contos eróticos gayspornô mulher grita posso mexer minha vagina dentro e fora regaço tudo com a mãocontos eroticos adoro leite deles 2