Eu e meu Pokémon Treinando


Click to this video!


O conto é mistura de realidades não sendo fixada em apenas um mundo, serão vários elementos trazidos de diversos lugares para aumentar seu prazer ao ler.
Como todo mundo meu sonho era ser o maior treinador Pokémon do mundo, sempre assistia pela TV vários combates inusitados e me imaginava estar lá ao meio dos gritos dos fãs foi olhando esses combates que resolvi tomar uma atitude e capturar um Pokémon e começar minha grande jornada. O problema era como capturar já que eu não havia nenhum Pokémon para me ajudar e haviam vários boatos sobre pessoas que ficaram muito feridas por tentarem capturar um Pokémon selvagem e até casos de pessoas que acabaram morrendo.
Mas eu estava decidido que tentaria nem que tivesse que arriscar minha vida para isso, o meio primeiro Pokémon foi uma Blaziken fêmea que capturei com ajuda de um amigo que já era treinador a muito tempo. A maioria dos pokemons eram humanóides, as fêmeas apresentavam seios e órgãos genitais igual das mulheres humanas, mas ninguém ligava para isso pois as batalhas pokemons eram bem mais atrativas muitos impressionantes e além de ficar famoso o treinador ganhava muito dinheiro ganhando campeonatos e além do mais pokemons eram considerados “animais” então ninguém se preocupava em colocar roupa ou algum pano para tapar era comum ver numa batalha um Pokémon macho sacudindo se bilau para todo lado ou uma Pokémon fêmea balançando seios durante uma batalha.
Já fazia quase 2 anos que estava junto com a Blaziken nós treinávamos todos dias, ganhamos muitas batalhas e perdemos muitas outras, mas nunca desistimos, certo dia estava voltando de um árduo treinamento na floresta quando ouso uns barulhos tipo uma bufadas e gemidas, me dirijo para de onde vinha os sons esperando que fosse um Pokémon que talvez pudesse capturar chegando de mansinho e quando vejo quase tenho um treco vejo uma garota de 4 nua no chão e um Arcanine (um tipo de Pokémon canino) montado comendo a garota, ele fazia movimentos rápidos de vai e vem, eu fiquei estático assistindo aquilo e por algum motivo comecei a ficar excitado, eram bufadas do Arcanine e gemidas da garota, até que o Arcanine gozou e quando ele saiu de cima da garota começou a escorrer muita porra de dentro da buceta de menina então me arrumei e continuei olhando e a garota falou “Você já teve sua recompensa Arcanine por ter ganho a batalha, ganhe de novo e poderá repetir!”.
Os dois saíram dali e eu voltei para meu caminho ainda em estado de choque, mas extremamente excitado também excitado, chegando em casa tomei meu banho e jantei não conseguia tirar aquela cena da minha cabeça então peguei minha pokebola e chamei a Blaziken pela primeira vez comecei a olhar de uma forma diferente do corpo dela, minha Blaziken fêmea tinha grandes seios com bico rosado que parecia uma chupeta, seu corpo era musculoso mas tinha belas curvas com sua bunda pedi para ela pegar uma camisa minha que estava no canto do quarto ela quando se abaixou para pegar a roupa pude ver claramente sua buceta e seu cuzinho rosado se abrindo meu pau estava duro com aquela visão. A minha casa estava cheia de gente então resolvi dormir logo para não fazer nenhuma bobagem, coloquei a Blaziken novamente na pokebola tentei dormir mas não consegui e pensei no que faria no outro dia.
Acordei cedo e só de pensar na Blaziken já me excitou eu só consegui pensar em fuder com ela, eu nunca havia deixado ela acasalar com nenhum Pokémon. Blaziken era mais alta que eu e mais pesada também eu teria mais chances de tentar algo sem me machucar quando ela estivesse no cio ou seja disponível para relação sexual, então esperei a Blaziken entrar no cio falei para meus pais que iria treinar por 3 dias na floresta para o torneio que estava chegando eles aceitaram numa boa. Empolgado arrumei as coisas rapidamente e chamei a Blaziken fomos para floresta, ela andava na minha frente e eu apreciava aquela bunda rebolando enquanto andava. Quando Blaziken estava no cio ela ficava mais agitada então resolvi dar uma treinada para ela ficar um pouco mais calma depois de vários golpes e seqüência de poderes, percebi que ela estava mais calma mas estávamos completamente sujos.
Havia um rio raso ali perto falei para ela para tomarmos um banho Blaziken aceitou chegando rio tirei minha roupa ficando só de cueca, apesar de estar bem no meio da floresta escondido não queria arriscar em alguém acabar me vendo de pau duro. Já havia dado banho nela varias vezes comecei lavando suas costas e logo passei para frente fiquei de cara para aqueles enormes seios minha vontade era chupá-los mas resisti e comecei a lavá-los esfregava e apertava com vontade fica massageando depois passei para barriga dela. Após voltei para traz e pedi ela se inclinar para frente assim pude ver bem de perto aquele cuzinho e sua buceta rosada lentamente comecei a lavar ali fiz como sempre fazia só que mais devagar, fiquei só alisando sua buceta eu não sabia como ela reagiria então lentamente fui enfiando o dedo indicador em sua vagina Blaziken não demonstrava nenhuma reação de desaprovação e comecei um vai e vem bem na manha ficamos um bom tempo naquilo quando resolvi introduzir 2 dedos e ela saiu repentinamente da posição fazendo meu dedo sair de dentro de sua vagina achei ela iria me atacar mas não foi isso. Ela havia escutado algo e logo ouvi também devia ser alguém treinando ali por perto me recuperei do susto e percebi que estava de pau duro chamei Blaziken e subimos rio a cima entrando ainda mais na floresta.
Anoiteceu e o céu começou ficou cheio de nuvens de chuva então aproveitei peguei uns galhos para fazer uma fogueira e coloquei na mochila e foi só fazer isso que começou a chover eu e a Blaziken corremos muito até que avistamos uma caverna entramos ensopados, nos arrumamos na caverna e arrumei os galhos e Blaziken acendeu a fogueira fazendo com que a caverna que não era muito grande se iluminasse toda. Como estava todo molhado tirei toda roupa ficando pelado e deixei perto do fogo para secar já a Blaziken só aumentou a temperatura do corpo e se secou em segundos. Eu já estava matutando Blaziken se deitou de lado e eu aproveitei fiz minha mochila como travesseiro e me deitei junto dela me aproximei fazendo a gente ficar de conchinha a abracei pela cintura puxando contra mim fazendo sua bunda grudar no meu pau. Meu coração estava a mil e devagar comecei a apertar seus peitos e depois a brincar com bico dos seios ela ficou parada se movia de vez em quando mas não tirava minha mão de lá. Foi questão de pouco tempo e meu pau ficou duro que nem uma rocha, com isso meu pau ficou se esfregando naquela enorme bunda, eu fui me movimentar para me ajeitar então a Blaziken se mexeu me dando um susto com a movimentação dela meu pau parou bem entre suas coxas eu sentia a cabeça do meu pau encostada na buceta dela. Aquilo me deixou muito tenso pois apesar de me obedecer a Blaziken já tinha sido selvagem e eu não sabia como reagiria se tentasse penetrá-la. Ela estava no cio pronto para o acasalamento e isso era ponto positivo ao meu favor e ainda meu pau estava na entrada de sua xota, mas eu senti muito medo do que poderia ocorrer.
Eu estava criando coragem quando ouvi um barulho lá fora e me afastei da Blaziken e fui ver o que era dei uma olhada e vi que era apenas um galho que havia caído com a chuva, senti um alivio por não ser ninguém. Quando me virei a Blaziken estava deitada de barriga para cima onde puder olhar muito aquela bela buceta, me aproximei dela e me ajoelhei entre suas pernas com meu pau feito um mastro de tão duro novamente escutei outro barulho dali podia ver direito apenas me virei e olhei e vi que não era nada talvez fosse só coisa da minha cabeça pelo nervosismo, mas antes de virar senti algo pegar no meu pau virei para ver e era Blaziken que com sua pata em forma de y agarrou meu pau duro eu fiquei sem saber o que fazer só olhando então ela com a pata puxou a pele do meu pau para baixo expondo a cabeça do meu pau que de tão excitado que estava babava e com a outra pata ela deu umas apertadas na cabeça fazendo sair ainda mais aquele liquido.
Meu coração estava a mil ao meu ver aquilo era um sinal verde então me movi e ela tirou as patas do meu pau eu me aproximei ainda mais dela mas antes de tentar penetrá-la resolvi fazer uma preliminar fui em direção ao seus seios e com cuidado comecei a mamar neles conforme me excitava mais ainda chupava com mais forças aqueles seios que pareciam duas chupetas, Blaziken tinha uma pelagem bem curtinha, eu mamava com muita vontade aqueles dois enormes melões então resolvi descer para sua xota que parecia já estar molhada mas não me afobei fui com calma como já havia dito apesar de domesticada ela já foi selvagem e isso poderia ser imprevisível comecei a lamber sua buceta rosada. Tinha um gosto forte, porém muito saboroso brincava com seu clitóris olhei para ela que estava de olhos fechados curtindo as chupadas lambia sem dó após um tempo era evidente que estava excitada, pois escorria liquido vaginal dela de monte estava no ponto para relação sexual. Criei coragem e me posicionei entre suas pernas e comecei a pincelar com meu pau sua buceta lentamente enfiei a cabeça do meu pau naquela bucetona e olhei para ver a reação da Blaziken ela aceitou numa boa então comecei a enfiar o resto até que entrou tudo então parei.
A buceta da Blaziken era bem aperta, muito úmida e o que mais chamava atenção é que era muito quente tipo muito quente mesmo lá dentro eu sentia meu pau cozinhar dentro de sua vagina mas isso dava um prazer indescritível. Senti sua vagina musculosa apertar meu pau com força e sem demorar comecei uma vai e vem lento quando vi que ela estava gostando comecei a bombar com mais força e velocidade da para escutar umas estaladas toda vez que meu pau entrava, Blaziken começou a soltar uma espécie de gemido, a sensação estava tão boa que em cada estocada minha meu ia para lua e voltava, então agarrou minhas costas e me cravou suas unhas senti uma puta dor mas o prazer era enorme aproveitei e comecei a chupar seus peitos novamente. Após um tempo naquela meteção eu ainda não queria gozar pois queria tentar comer aquele cuzinho rosado tirei meu pau de dentro dela e pedi para ficar de 4 e prontamente Blaziken que estava de língua de fora se colocou na posição, tudo bem ela fuder com um humano ainda mais seu treinador pois estava no cio e pelo jeito só queria ser comida ter uma pau na buceta, mas não sabia se aceitaria fazer um anal ai fiquei meio tenso comecei a brincar com seu cu lambia enfiava língua e depois comecei a enfia um dedo depois 2 Blaziken se mantinha calma e isso foi o sinal para prosseguir.
Me arrumei e fui introduzindo meu pau naquele cuzinho que logo engoliu toda minha pica sem cerimônia comecei a fude-la novamente a agarrei pela cintura e metia freneticamente o cheiro de sexo preenchia a caverna e nossos corpos pingavam de suor nós 2 gemíamos de prazer eu já estava perto de gozar e de algum jeito a Blaziken percebeu então ela agarrou meu pau tirando do seu cu e colocando novamente em sua buceta ela queria que eu ejaculasse dentro de sua vagina talvez isso fosse por causa do extinto de reprodução continuei a enfiar rapidamente, a Blaziken tinha 1,90 de altura e pesava uns 100kg com isso ela tinha uma enorme força então uma hora ela me empurrou para trás fazendo eu cair de costas no chão inicialmente fiquei assustado mas logo em seguida a Blaziken subiu em cima de mim e direcionou meu pau novamente para sua buceta e sentou nele ela pula e rebolava freneticamente em cima do meu pau que ardia por causa do calor da buceta dela não demorou e gozei enchi aquela buceta Pokémon de porra ejaculei tanto que meu saco doeu Blaziken soltou um longo gemido alto, ficamos os dois ofegantes ali nos recuperando daquela foda até que ela se levantou e na hora que fez isso começou a sair muita porra de sua buceta aquela havia sido a maior ejaculada da minha vida, após isso nos deitamos e dormimos os outros 2 dias passamos o dia todo só fudendo, fudemos em quase todas partes daquela floresta.
Voltamos para casa exaustos chegando em casa minha nos olhou e falou:
—Nossa pelo visto vocês treinaram bastante!?
Eu e Blaziken apenas nos olhamos e concordamos com o que ela havia dito.
Continua....
Foto 1 do Conto erotico: Eu e meu Pokémon Treinando

Foto 2 do Conto erotico: Eu e meu Pokémon Treinando

Foto 3 do Conto erotico: Eu e meu Pokémon Treinando

Foto 4 do Conto erotico: Eu e meu Pokémon Treinando

Foto 5 do Conto erotico: Eu e meu Pokémon Treinando


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario rato tarado

rato tarado Comentou em 29/07/2014

muito bacana seu conto...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


44186 - Cuidando das Amiguinhas da Irmã Parte III - Categoria: Heterosexual - Votos: 0
51033 - Eu e meu Pokémon Treinando II - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
51135 - Eu e meu Pokémon Treinando III - Categoria: Heterosexual - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil colisseu
colisseu

Nome do conto:
Eu e meu Pokémon Treinando

Codigo do conto:
50896

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
27/07/2014

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


maridinho bobinho contos eroticosfinalmente ela me apresentou o cornosotao conto heteromae dando pro filho no banheiro, contos e fotosConto erotico de evangelicacontos eroticos das bucetinhas bem novinhascontos erotico tia viuvasou coroa mae incestuosa e gosto de me exibir de biquíni fio dental contosquadrinho erotico a filha do vizinholesbicas conto heroticoguadinho entiada erótico cotoporno incesto. Me chantagearo tomei no cú por usar minha calcinha curtaporno gay hq diario de um prostitutoconto erotico perfil lcsconto erotico encontro excõntos eroticos viado encoxado na conduçoo corno da mia cuiada saio ela fico fudeno feitContos eróticos amor a primeira vista lesbicofudendo minha sogra hentaicontos bucetinha da priminha de dez anosGeraldo o porteiro conto eróticoporno Emmylle gostozinhahentais pornoconto bebada fico taradacaminhoneiro coroa metendo gostosoconto erotico desejada e enlouquecida com manuela 1-2-8Transei com minha propria tiacontos eroticos com casal gaucho em tambabaquadrinho real porno cornovidio porno mãe comtezam manda o fillo come o cu e grita de dordominadora chupando pau seu preçonovia de 12 lerva um pau gradeporno historias em quadrinho teste para filme porno contocontos eroticos como fode a ben novinhaVOVO NETAS PORNO FAVORiTOquadrinho erotico a minha vizinha branquelacontoeroticomatomeu filho mamau meu pau contos gaycontos eróticos de gays no cinemaCorno do filho conto eroticoConto erotico com fotos de podolatria cheirando e chupando pes de primas embaixo da mesa"contos eroticos" "fotos" obrigaramcontos eroticos desde de novinho adoro me vestir de mulhercontos eróticos me comeram tanto que não conseguia nem andarcom maninho contosContos erótica, ai tio deixa eu pegar no seu paucontos eroticos ambientados no nordesteui ui picas pretas gostosas de travestiscontos eroticos piscina esposaWww.conto eroticomorena no tremcontos eroticos meu padrasto me comeu com seu pauzaoconto erotico xoxota velhabuceta azedaA vez da carla sentir a rola GG do meu primo ahhh ahhh. Contos eroticoscomeu ate o meu cuzinho contosContos picantes animalescosgayzinho safado dando com putaria para magrinho jeguinhocontos eroticos meu pai adotivo comeu a minha boceta quando eu ers pequenaDeixei meu irmão de pau duro quando sentei no colo dele contos eróticosCorno família primos contocasada de vestidinho curto na casa dos vizinhosvideo porno amador peguei a minha priminha sozinha em casa bebada e arranqei o cabaso delaarrobador. de. buceta. virgeconto quando eu via meu pai minha xota latejavaConto erótico putinha da famíliaconto erotico andrelinocontoerotico michele baixinhatio fudendo a rabudaquadrinhos entay esposa gostosa da abrigo pra vizinho negaoFODER!DOEÑte!.TRAtada!E!ORTAShentai lucia e arthur quadrinho completominhas bebes pequenas conto eroticomeu pai meu irmao minha buceta contos eroticosConto erotico amei o picudoconto eróticoengravidei minha vó cavalaver fotos das mulheres dos cornos de ourihos de2017conto minha esposa pratica nudismo em familiacontos eróticos de gay comi o meu enteadoa primeira vez com empregada conto eroticomulher muito gostosa de mini short do lado enfiado coxudacontos eroticos de zoofilia duas lesbicas e um cavalominha irma me pegou nu e fudeu comigoacordei de pau duro conto incesto cestonovinha retribuído a encaixada no buzucontos eroticos bebada estuprada dopadaconto erotico fazenda casada veterinariaContos vinguei do meu marido com um big dotadocontos podolatria vingançaporno hentai amigo negro do meu filmecontos primeira surubacontos eroticos/ chupei a rola do meu irmãozinhocontos eróticos de cenoura no cuzinhoconto minha esposa quer emprenharcontos com fotos esposas loba de cornoentiadacontoeroticohistoria com o'peão pauzudosilto a esposa na boatesexo cornovendo mamãe transar no cine porno contos eroticoscontos eroticos marido e gravidas violenconto crossdresser