Milico Rabão e suas farras 2


Click to Download this video!


O Retorno, continuação....

Continuo o relato do conto anterior onde falo da minha recente saída do aquartelamento.
Deixei minha esposa no Aeroporto e seguiria para a Base Aérea de Brasília. Nem café da manhã eu tomei direito. Acordei sozinho na cama, ouvi a ducha do Box sendo desligada. Fui ao banheiro de pau duro, do jeito que ele sempre acorda. Ruivinha, nua ligava o secador . Antes que ela começasse o demorado ritual de secar a cabeleira de fogo, ainda mais com aquele secadorzinho de motel, dei um beijo de bom dia, a agarrando-o por trás, e deixando as mãos brincarem com seus peitos de tamanho exato para elas. Ela diz.
-Sabia que acordar assim é coisa de menino?
-Engano seu gata, 80% dos caras que conheço acordam assim. Imagina como é engraçado o primeiro banho da tropa?
Virei seu corpo de frente e encaixei a rola entre suas pernas. Pico curtiu o quentinho macio das coxas. Fiz uma cara seria e reclamei.
-Porra é essa de me deixar só na cama sem a rapidinha matinal? Em menos de um mês já se esqueceu de como cuidar de seu Homem?
-Safado! Vi o Luizão ai vermelho, pensei que queria uma trégua.
-Tá vermelho sim, mas isso não é razão para deixar de lado seriíssimas tradições familiares.
Firmei meus braços e a levantei sentado-a no balcão de mármore, sua pele arrepiou do contato frio da pedra.
-Abre as pernas minha tesuda, adoro essa bucetinha com cheiro de sabonete.
Me ajoelhei metendo a cara naquela grutinha quente, rosada e magicamente apertada depois de uma noite inteiro me recendo de tudo que foi jeito. Ouvi um gemido ao mesmo tempo que suas coxas se abriam mais e suas mãos me seguravam a cabeça me sufocando. Tesão! Piro quando ela me demonstra seu prazer, ainda mais usando técnicas que a ensinei, como esta de segurar e guiar o mamador. Logo seus músculos se retesavam e a xoxota me dava mais de seu mel.
Levantei e vi sua mão correr a me agarrar a rola querendo que a fodesse. Curvei um pouco o corpo me afastando e mordendo cada um de seus mamilos. A beijei, roçando a rola que quase foi capturada pelos lábios rosados da xana.
-Ahh! Agora que pica minha gostosa?
-Deus do céu Luiz! Quase 10 anos de casados e vc continua me deixando doida desse jeito?
-Responde minha Tesuda. Pede rola de seu maridinho.
-Mete gostoso esse picão!
Enfiei só a cabeça babada e a segurei para que seus movimentos para me ter inteiro não surtissem efeito. Entrava e sai só com a cabeça, as vezes esfregando-a nos grandes lábios.
-Para de safadeza e mete logo, que me matar?
Dizia isso e me puxava num beijo e mordia meus ombros.
-Tá de castigo por não ter dado a rapidinha de acordar.
Segurei a trolha e repeti os movimentos fazendo-a olhar a quase-metida.
-Quer mais? Quer toda minha pica nessa xaninha peladinha?
-Por favor!
-Então desce daí,que vais tomar rola por trás que nem vadia. Vc é minha vadiazinha, não é?
-E vc meu único macho.
Rápido seu rabo branquíssimo se colava a minha tora melada de mel e baba.
-Abre as pernas tesudinha, vou meter até te deixar de pernas bambas.
Afastei minhas pernas para ficar na mira certinha. Meti dois dedos na entrada molhada e quente. Segurei firme suas ancas e iniciei a meter devagar, curtindo o desespero dela tentando se mover pra trás e ter tudo. Com ele até o talo, com uma das mãos esfreguei meu saco em sua pele. Levantei suas pernas. Ela como sempre cedendo aos movimentos com segurança em mim. Minhas mãos a prendendo pelas coxas e naquela arriscada posição que demandava a ela que se apoiasse apenas com a força de seus braços no balcão. Olhávamos pelo espelho, os dois se deliciando com nossas caras de tesão. Tirei toda a pica e soquei firme tudo de novo. Ela seria empurrada a frente não fosse minhas mãos que a firmavam.
-isso maridão gostoso, mete essa picona com força
E toma-lhe vara uns 5 minutos, até que ela não aguentava mais fazer força para continuar se apoiando nos braços. Com jeito a sentei e virei-a de frente sem tirar o cacete e abracei-a continuando a meter firme, vendo-a subir a cada socada.
Assim que ela gozou se derreteu em meus braços.
-Tem um pouquinho de fôlego ainda gata?
-Não é possível!!? Vou acabar perdendo o vôo.
-KKKK, quero cu minha Deusa! Vem pra cama de novo que vou fuder esse cuzinho contigo de 4. Vai viajar de cuzinho arrombadinho.
A levei até a cama ainda engata em mim. Com ela de 4 dei uma boa linguada no cu mais apertadinho do mundo, pois nem sempre ela libera, no máximo 1 vez na semana. Deixe-a com tesão para me receber sem frescura. Não sei se manha, cena ou truque, mas mulheres, mesmo as que dão o cu tranquilas, sempre ficam com certa boiolagem. Foi a farra do cacete feliz. Dessa vez gozamos juntos.
Pedimos o desjejum na suíte. Sai do banho e ainda nu sentei-me a mesa acompanhando minha Ruiva que me cercava de mimos. . Eu também mais relaxado, com o corpo satisfeito, a mente limpa e o coração alegre por estar com minha parceira, fui sendo atualizado sobre a rotina da família, das minhas filhas.Tomava meu yogurte e a via vestindo a meia calça. Cena tão tesuda que, olha o bicho duro de novo! Abri as pernas e pedi-lhe uma mamadinha pra desarmar. Se tem coisa que fico doido é ser mamado sentado de pernas abertas e sinto o mesmo tesão quando sou eu que mamo uma trolha nessa posição, se o cabra tem coxão então! Majorzão não larga mesmo a pica. Bom demais guiar uma mamada segurando a cabeça, puxando pelos cabelos e apertando o dono ou dona da boca entre as minhas coxas, e ser tratado desse jeito nessa hora é bom demais também.
Levei-a ao aeroporto agradecido a mim mesmo pela escolha do carro automático. Assim pude ir com dedo brincando na buceta dela, que obedeceu-me em só colocar a calcinha no banheiro do aeroporto. Despedimos-nos e no beijo a fiz provar de meus dedos lambuzados.
Segui para a Base Aérea me preparando os ouvidos para suportar o desconfortável barulho do Hércules. Já tentei usar protetor de ouvido, daqueles de silicone, usados para nadar, mas não aguentei as balançadinhas sacanas de cabeça dos aeronautas ao me verem usando-o. na verdade o barulho nem é ensurdecedor, mas fico tão ligado nele que a cada nota diferente do barulho cismo que é pane e vou virar panqueca de Major. Viadagem mesmo! Kkkkk Pois não tenho medo de voar, na época da Amazônia voava em cada aviãozinho de brinquedo que precisa de culhões monstros para encarar sem se cagar. Meu único receio de cair de avião é que a queda seja longa demais. Deve ser uma tortura a demora da chegada da morte certa. Li uma vez que aquele avião da Air France que caiu no Atlântico saído do Rio de janeiro demorou 3 minutos caindo! Foi ai que de verdade senti pena das vitimas. Por morte em si não sou de amolecer, todos vamos morrer, caminhamos para a morte assim que saímos do ventre e se ela vem rápida e indolor, ok. Foda é morte lenta, essa sim tem que o sujeito ser herói para encarar com dignidade. Nos combates de jogos ou treinos, ou em rondas militares internacionais que acompanho como observador, ou mesmo no Haiti, onde saia em rondas realmente violentas, não só pelos bandidos, mas pela miséria que parece mais medonha ainda no escuro da noite, outra coisa que dá medinho é a arma mais covarde do mundo. A porra da mina terrestre! Em Moçambique e Angola, chegava a sonhar com pica, cacete e pernas voando pelos ares, mas nunca tive nem tenho cagaço de ataques, até porque sabemos que ele geralmente vem. E sinto uma adrenalina tão forte correndo nas veias, estou tão ligado no presente, naqueles instantes que não tem espaço mesmo para sentir medo. Digo medo do tipo paralisante, o medo normal, o receio, está presente sim, é esse stress que deixa o bom guerreiro ligado e pronto para a resposta. Numa ronda no Haiti, eu estava nesse ponto quando vistoriávamos uma área comandado pelos chefes de trafico I Acreditem! O povo não tem nem comida ou casa, mas o comercio da droga segue firme. Até porque numa republica tão maluca e corrompida é ela que sustenta os políticos. Lá vai eu saindo papel neutro de diplomata! Mas é verdade, e isso creio que é verdade para o mundo todo. Não posso crer que uma espécie que acabou com a poliomielite e outras doenças, não consiga vencer o trafico. Digo o trafico, porque a droga em si é uma fraqueza humana e vai existir sempre. É maluco meu pensamento. Acho que droga devia ser monopólio do estado, quem quiser usar assinaria um termo se responsabilizando, abrindo mão da assistência gratuita de saúde do estado, pagaria uma pensão previdenciária numa taxa inserida no valor do produto e aceitaria que caso cometa um crime sobre efeito da droga a pena seja duplicada. No âmbito privado seria escolha dos capitalista se empregam ou não alguém que seja usuário, sendo que estes não poderiam trabalhar em posições que ponham vidas em risco. Essa idéia é sobre a cocaína e outras pesadas, maconha vamos combinar que nunca foi droga! Nunca soube de um delito grave provocado por alguém lombrado, como diz um amigo usuário, e tenho vários, principalmente americanos e europeus que no geral amam a maconha. Ele diz.
-Vela, vc não usa, então te explico. A onda é divertida, engraçada ou sonolenta. Se juntar 4 maconheiros para planejar um assalto a banco, planejam o roubo de século em perfeição, mas na hora de fazer bate a lombra e eles dizem. – Vamos fumar outro depois a gente faz essa porra! kkkk
É verdade, ao menos entre os que conheço. Tem um lekão de 23 anos, bom demais de foda que saio de vez em quando. Pau normal, corpo show, rabo de deixar piroca desajuizada, bichão esportista,universitário, macho e noivo de mulher, parceirona, que já participou de umas 3 fodas nossas a pedido dele, tarado em me ver comendo ela enquanto lambe minhas bolas e em dividir com ela minha pica. Ele fuma um baseado, tipo no fim do dia. Adoro quando ele fuma pra me da o cu ou mamar. EEiiita que o cara viaja, fica no mínimo meia hora mamando e mamando dando show, só para quando eu já estou doido e mando que fique pronto pra tomar vara. Morenão se joga no chão de 4, arreganha o toba, e manda. Mete sem pena cara!
Voltando......
Cheguei na base, o motorista da locadora já me esperava, devolvi o carro. Entrei na Base Aerea indo primeiro cumprimentar alguns amigos antes de ir para o embarque ou de checar o vôo. É sempre um prazer dos bons visitar uma base Aérea da Aeronáutica. Ali sim é paraíso pra quem curte Macho e milico. Como sou milico, não tenho o fetichão clássico por fardas, mas puta que pariu galera! Se tiver Piloto de Caça neste mundo que não seja gostoso, ainda não conheci, mesmo os feios de cara, ficam showzão no macacão de vôo e os típicos Ray Bans tira-onda. Num papo acompanhado por um café, derramo ele em mim mesmo. Sorte que não estava tão quente. Meu amigo me mostrou o vestiário e assumiu a tarefa de verificar meu vôos.
Já estava sem camisa quando me entra um macho para-tudo. De macacão de vôo já desabotoado e aberto de um jeito que apenas era seguro por sua cintura. Eu estava de costa virado para o espelho e de lado via a carreira de mictórios. O macho que devia ter 1,75 cm, de peito coberto por uma penugem muito escura de pelos, colou no mictório e sacou pra fora uma senhora de uma pica. E esta maravilha vi num lance de no Maximo o,1 milissegundo, nem rola da mole de manjador de pica assim fácil. Mas mesmo a rápida visão daquele feixe de nervo, e o som do mijo em jato grosso na parede do mictório, me deixou nervoso no tesão. Ele me olhou parecendo só ali perceber que eu estava no vestiário. Me cumprimentou. Vesti a camisa aberta e só ai ele viu minhas patentes. Por impulso do habito imediatamente, segurou o mijo, se virou e bateu continência. Só notou que tinha esquecido a pica de fora quando depois de responder a continência eu falei.
-Guarda a rola Tenente, ao menos tenta guardar essa porra meio dura. Kkkkkk
Serio e desconcertado, num forte sotaque gaúcho responde.
-Senhor, desculpa, senhor. Me distrai.
-Se distrai e fica de pau duro? Ou estava esperando um cu-marmita? Sei que mulheres aqui são muito poucas. Kkkkkk
Totalmente desconcertado ele guarda com dificuldade a cobra que pedia uma boca urgente. Dei um sorriso e me apresentei, afirmando estar de sacanagem com ele, fui criado em caserna e logo ele responde Sorrindo vi que deu um aperto nela. Notei que ainda tinha mijo pra sair. Justificou estar meia bomba pelo chamado tesão de mijo e que alem disso um colega de sua esquadrilha era do tipo que nas brincadeiras pega em rola amiga.
-kkkk, então esse ta querendo. Faz a rola caridosa e come logo esse sujeito. Kkkkk
Fui falando e brincando com ele ao mesmo tempo e claro! Querendo mostrar que também tenho rola e boa, saquei a minha enquanto ainda de frente a dele e virei de frente para o mictório, mais balançando que mijando.
Ele volta mijar e pergunta, agora em tom mais formal.
-Já que vi que ó senhor não dos verdes metidões. (verde =milico exército) Fosse outro superior ia fazer a maior cena de durão pelo meu fora. Posso responder com informalidade a brincadeira?
-Relaxa man, tem hora para as formalidades e respeito a hierarquia, mas dentro de um banheiro e semi-nu, somos apenas Homens. Fala.
-Notei que é safadão, então respondo falando a verdade. Esse amigo já ganhou sim o que queria, mas me negou uma mão amiga agora. Acabei de voltar de uma base na puta que pariu e a uma semana sem fuder e para completar a noiva está de greve. Poxa! Nessas horas é que a gente vê se o cara é amigo né?
Ai tem coisa, pensei. Vi uma manjada discreta dele na minha pica, eu dei uma para que ele notasse. Ele continua.
-Se deu a ideia é porque já fudeu uns amiguinhos bonzinhos, ou estou errado Major.
Isso é convite. Ou não é galera?
-Até que já tenente, e vc esta certo, se numa hora ou outra vc satisfaz o cara, ele tinha mais que dá uma força.
-Pois é, fiquei puto e vim na intenção de bronha, estava mijando para logo ir numa cabine desafogar o saco.
Balancei minha rola que apesar de usada e abusada pela esposa, já dava sinal de vida, quase completamente tesa. Notei que ele percebeu que eu já não mijava, apenas amassava a vara e com o dedo limpei uma gota de baba e limpei na parede.
-Senhor ta secura também Major?
-Que nada, fudi que nem vira-lata noite toda. Mas sabe como é pica, nunca fica satisfeita.
Olhei e o sacaninha me imitava amassando a rola que estava dura e mais tesuda ainda. Rolão grosso, uns 18 cm, lisinho, cabeção quase roxo. Olhei a minha já tão dura quanto e ele me seguiu no olhar. Ai é pra ser chamado de boiola viadão se com essa eu não chamasse o cara para um pega.
-Sacudindo perguntei-lhe.
-ta curtindo o que vê Tenente?
-Major, curto mesmo é meter, mas não nego que é uma pica de respeito.
Cheguei mais perto e não o vi se mover um militro.
-Pega.
Vi a mão forte de macho indo em direção a mim e parar de repente, ouvi-o dizer.
-Major, na boa, dou meu rabo não!
-Pedi rabo não man, mandei pegar e se gostar da pegada quem sabe não faço a mão amiga que tu queria.
Mão veloz e forte me segurou a pica, sendo que antes de se firmar no corpo do pau, raspou a cabeça me fazendo sentir o quanto o coitado tinha trabalhado noite toda, estava muito sensível.
-tem pegada boa Tenente. Usa a outra e tira meu saco fora da cueca.
-Não ganho pegada?
-Obedece tenente.
Aquele ali até podia ser que não desse o cu, mas sabia segurar uma pica com vontade. Tão gostoso que logo era eu que sentia na mão a grossona dura que nem pedra, mostrando que era realmente urgente uma ajuda.
-Vamos ali na cabine, apesar de este só ser usado por oficiais e muito pouco movimento nessa hora, se nos pegam assim estamos fudidos.
Ele entrou primeiro e espertamente o forcei a sentar no vaso e sem dar a mínima a sua pedido de calma,e a voz já confusa vendo onde tinha se metido, dizer - é só mão mesmo. Tamanho na medida do cara para que as pernas ficassem no pilares que fazia o portal da cabine. Colei no Tenente gaúcho e bati a vara na cara. Sua barba nascente me fez ver estrelas raspando a cabeça super sensível. Mesmo assim, dei uma segunda rolada e mandei que abrisse a boca. Ordem dada com a danada já colada nos lábios que ele não abriu.
-Deixa de sacanagem tenente. Abre a porra dessa boca. Sei que vc ta afim cara! Larga de onda.
Senti a ponta da língua salivada milhar a cabeça e imediatamente meus músculos se retesaram vendo o Pilotão de caças, ainda fardado, me segurando a rola dura e mesmo que sem jeito, atender a ordem.
-Mama de verdade, não vai me enrolar na ponta da língua. Abre a boca e chupa.
-Major, não estou de onda não, sou ativo, senhor, sem nem fazer isso direito.
-Bobagem cara, todo homem sabe mamar, basta fazer que gosta que faça na própria pica.
Pilotão deu um puta de um sorriso sacana e engoliu a cabeça. Era mesmo inexperiente, dália cabeça não passou. Na verdade eu estava afim mesmo era de ter a dele na minha, Olhava o cacete do cara na sua mão batendo uma bronha. Segurei a cabeça na posição que estava sem forçar a meter para não assustar o macho arisco. O cara quando é ativo e está no convencimento ainda, tem que ser na maciota.
-Tá vendo Tenente? Está fazendo legal, se tivesse mais tempo ensinava direitinho. Como não tenho vou cumprir o que prometi. Levanta, agora é minha vez.
Ele deu uma sugada de despedida e levantou enquanto eu já abaixava pra sentar no desconforto de uma cabine pequena e meu corpo grande. Nem sei se consegui esconder as pernas a contento. Logo que vi a pica tesuda que ele me oferecia e ansioso esperava, passei a língua do saco até a cabeça. Pilotão tremeu todo.
-Poxa Major, que tesão da porra, sou fissuradão em caras maduros, e machão com jeito de alfa é capaz de me fazer gozar só na intenção da sacanagem.
-Então Tenente, tira a mão da rola que vou mostrar como macho mama uma rola.
O cara gemeu alto e ele mesmo pôs a mão na boca. Puxei uma delas para que ele me pusesse a mamar segurando a cabeça. Puto mamador tem que mamar com rédeas e sob o controle do picão.
Ele estava tão na fissura que em menos de 3 minutos avisou que ia gozar. Perguntou se eu não iria também. Respondi que não, pra gozar eu iria demorar. Tempo não tínhamos. Então veio a surpresa das surpresas.
-Deixa eu gozar com a sua na boca?
-Com certeza tenente.
Levantei e tive o pau engolido só até a cabeça, tinha uma mão curtindo meu saco. Ele parecia taradão em sacão.
-Pode apertar os bagos, aposto que sabes fazer sem machucar.
Tirei a rola de sua boca e esfreguei o saco na sua cara. O pus a cheirar. Ele não parava de bater e soltar um gemido abafado. A cara serio em transe do orgasmo que se aproximava, batia violenta bronha. Abria as pernas para não ter as calças esporradas.
-Cuidado com minha farda Tenente.
-Sim senhor. Disse ele, abriu a boca e a encheu com uma das bolas.
-Delicia carinha. Agora vai ter que por as duas.
-Cabe não Major.
-Qual é Tenente?
Sorriu e arreganhou uma boca gigante, ajudei a entrar a segunda, pedi que sugasse lento e tirasse o saco melado de sua saliva, voltei e passar-lhe na cara o objeto de seu tesão.
-Agora esporra gostoso chupando o Major. Vou querer essa bocana na pica toda vez que vier a Brasília, ouviu Tenente?
Apenas balançou a cabeça concordando. Alguém já teve noticia de um macho de pau duro perto de gozar negar alguma coisa?
Um jato forte passou entre minhas pernas e morreu escorrendo na porta da cabine, ele tentou sair para gemer livre.
-Quis gozar de pau na boca, vai terminar assim caralho.
Parecia que a pica do cara não ia mais parar de jatear a parede do banheiro. Esporrador de primeira! Com certeza esse vou fazer cliente. Quando finalmente parou, ele desabou encostado na privada, arfando. Olhou pra cima e sorriu.
-Porra cara, valeu. Estava pensando em uma coisa e ganhei outra, mas foi até melhor.
Abaixei até seu rosto e dei um beijo na sua boca invadindo-a com minha língua. Vi que estava surpreso, sua língua apenas correu para um canto de sua boca para chupar a minha. Levantei e de frente a ele disse.
-Dá um beijão de despedida na pica piloto. Gostou macho?
-Major, dá até vergonha admitir o quanto. Ficando na encolha de verdade quem sabe rola mais?
-Claro que na encolha man! Sou escolado. E não duvide que terá outra, tenho muito pra te ensinar e pra curtir em vc. Tu é gostoso cara. Ainda vou comer esse rabo com essa penugenzinha de pelo.
-kkkk, ta pedindo muito. Kkkk
-Veremos! Vai logo e se despede de sua pica VERDE.
Ganho o beijo chupado, guardei a bicha na cueca, alisei a cabeça dele como se fosse uma criança, sorri e sai discretamente.
Tudo isso deve ter durado 25 ou 30 minutos no máximo. Mesmo assim o colega com quem eu falava antes, também companheiro de farra de macho e dono da maior cabeça de pica que já vi, sorriu e comentou.
-Demorou major, arranjou diversão por ai.
-Que nada cara, deixa de safadeza.
Desconfiado retrucou.
-Sei, conheço bem essa base, parece mais um puteiro.
-Com putões como vc dirigindo, seria de outra forma?
-kkkkkkkk, é verdade. Poxa vela se vc não fosse hoje ia te apresentar um carinha super hiper putinho que to no comando. Melhor boquete do mundo e um cu guloso do caralho! A gente chamava uma galera de picão e enquanto assistíamos a luta de UFC, o puto ficava mamando a galera. Queria ver ele engolir essa trolha sua. Kkkkk A minha vai toda.
Fiquei tentando imaginar como o cara conseguia engolir toda a pica com quase 60 graus de ângulo. Tanto que nunca fui passivo com ele, por achar a rola muito estranha. Ele é que curtia a minha e na encolha dos amigos ativões por 2 vezes fudeu minha pica que nem puta. No outro dia dizia que foi o álcool. –Sei. Respondia eu, já mudando de assunto. Entendo tranquilão se o cabra não curte liberar rabo sempre. Entendo que às vezes só certos parceiros despertam o tesão necessário para alguns ativos encarar o papel passivo,eu por exemplo faço passivo tranqüilo, sendo que as vezes não rola mesmo o tesão de dar o rabo a alguns, ele por exemplo, mas essa de sempre e toda vez, depois de já bem fudido ficar procurando um culpado pelo cu solto, é chato. O bom do convite. Alem da farra de um monte de ativão curtindo um passivão dos que se agradam em grupão de pica, era a certeza que depois um ou outro sempre cai na conversa e rola ao menos um esfrega show de bola, com sorte um cu e dependendo, quem sabe uma pica no meu.
Respondi ao convite.
-Convite dos bons cara, mas tenho mesmo que ir hoje, já marquei com o Figa, está todo animado planejando putaria pra logo mais.
-Ihhhh farra organizado pelo MC das fodas! Nesse caso eu que deveria ir contigo, kkkk, mas tenho uma inspeção mais tarde, um puto de um Major filho da puta que sempre arruma um defeito.
Sorri e disse fazendo o tom leve de piada que sempre rola quando uma das forças armadas se refere a outra.
-Se fosse eu esse Major seu Capitão de Puteiro, te enrabava na frente da tropa, pra aprender a respeitar patente.
-Sai fora, na frente da recrutada é demais, kkkkkkk Até gosto de alguém vendo, mas enrabado e na galera é foda! Kkkkk
-Olhei o relógio, levantei assustado com o tempo rápido. Me despedi dando um abraço fraterno antes da continência, sem esquecer de roçar a rola na dele só na sacanagem.
-Porra cara, muito sacana vc! Até mais Vela, dá um abração no Figa e no Berga. Comam um por mim.
Voltei e brincando, passei a mão no seu rabo magrelo.
-Vários kkkkk, e o seu como na próxima vinda. Kkkk
Rabo magrelo, pica tortíssima, era salvo pela cara bonita e pelo corpo que na farda fazia ótima figura e nu me parecia estranho, estilo sorvetão muito peito e ombros e da cintura pra baixo magrinho, se não tinha bunda, obvio que coxa não tinha, parecia uma experiência em juntar dois corpos. Bem.. tem que curta, eu sou apreciador de coxa grossa. Na primeira que me aproveitei de sua cachaça e soquei pica foi alem de estar fudendo coleguinha machão me vingar do tom cheio de insinuação, quando ele perguntava da minha esposa. Rolou uma paquerinha entre eles, eu sabia. Mas também sabia que nem perto de comer ele esteve. Se minha ruiva tivesse visto uma pica daquelas com certeza iria me contar. Ela só havia tido uma experiência com outra pica que não minha e segundo ela, foi das piores, os dois inexperientes e cara alem de quase virgem tinha uma rola que ela diz ser metade da minha no tamanho e na grossura. Tanto que na primeira vez que viu a minha, assustada disse que eu era anormal e que não tinha jeito que coubesse nela. Dias de convencimento a mostrar que alem de não tão fora do normal eu era, mostrei até fotos na internet pra ela e que sim ela conseguiria me ter nela sem se machucar. Até meter mesmo, foram semanas, muita punheta pela mão dela e muita aula de mamar, até que intima da jeba encarou abrir as pernas, o cu levou mais tempo ainda. Hoje tem carteirinha de profissional na minha caceta. Na época cheguei a duvidar que ficaria um dia tão a vontade com meu pau. Não nega nada que peço pra ele, e tem um ciúme danado! Se saca alguém manjando, fecha a cara! Quando não dá um piti. Uma vez num churrasco em casa para seus amigos, muitos deles gays. Estava eu de papo com uma cara casado e tudo com outro que realmente nem tentava disfarçar o tanto que me encarava o pacote na sunga. Ela chegando notou o olhar dele, agora mais escondido. Não contou até dois pra encher a mão no meu volume e perguntar pro cara.
-Nunca viu rola não Tadeu? Ou nunca viu desse porte.
Sujeito derreteu sem graça. Respondeu sorrindo dizendo que ela estava vendo coisa e que nunca mexeria com marido de amiga.
-Sei... Bom saber, cuida do seu que cuido do meu.
Nem precisa dizer que mais sem graça ainda fiquei eu mesmo. Estávamos só nós três no lugar, os outros mais distantes não ouviram. Fiquei sem jeito pelo cara se deixar ser pego num flagra desses, fora que a mão quente da Ruiva e sua super proteção de seu macho foi o que faltava pra crescer o pau. De sunga, tentando desesperadamente esconder a barraca, tive que percorrer os 20 metros passando pelos convidados. As vezes percebo olhares cobiçosos pra cima de mim, partindo dos amigos gays dela, principalmente se estou sem camisa ou de sunga, coisa comum pois ela adora recebê-los a beira da piscina. Finjo que não noto e se fica insistente passando a ser desrespeitoso com a dona da casa, fecho a cara. Uma outra vez um assistente de fotografo estava passando dos limites, chegou a lamber os beiços e fazer sorrizinho, como se estivesse que seria servido. Chamei num canto e disse.
-Fica na sua cara, não quero ser desagradável. Vc é amigo e convidado, mas respeita minha esposa, vc esta na casa dela e sou o macho dela.
-Não entendi!
-Entendeu sim cara. Tá querendo pica sim, mas essa tu não vai ter não viado.
Sai da beira e quando nos cruzamos ainda durante a festinha sorri e o tratei como se nada tivesse acontecido, pois agora estava todo na linha. O mesmo faço quando são mulheres amigas. Caralho amigos! Como mulher curte marido alheio, algumas nem ligam se o marido estiver no mesmo ambiente e só falta encher a mão, se tem uns de casada, ai se solta mesmo na sedução, parece que enjoou da personal. Com amiga de esposa nem pela melhor foda do mundo. Sacanagem máxima, alem de que eu nunca confiei em línguas femininas. Uma hora aparece o comentário “Bom de cama” “Gostoso” “Safado” ou seja, a versão feminina do “ já peguei” dos homens. Tô fora! Deixo essas mijadas fora do pinico para o Marcão, esse adora se meter em merda por não ter controle na vara e meter até em buraco de campo de golf se ele der sopa.


Continua......


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario ativomg

ativomg Comentou em 08/06/2014

Como sempre merecedor de um voto e uma bronha bem batida




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


42296 - Milico Rabão - Inicio em familia - Categoria: Gays - Votos: 41
42624 - Milico Rabão - Inicio em família 2 - Categoria: Gays - Votos: 30
42626 - Milico Rabão - Ganhando Mundo - Categoria: Gays - Votos: 18
42628 - Milico Rabão - Servindo a Machos - Categoria: Gays - Votos: 17
42747 - Milico Rabão - Chegando na republica - Categoria: Gays - Votos: 47
42884 - Milico Rabão - Orgia na republica - Categoria: Gays - Votos: 21
43059 - Milico Rabão - Epoca de estudos e putarias - Categoria: Gays - Votos: 13
43392 - Milico rabão - O feriadão com o Major 1 - Categoria: Gays - Votos: 17
43401 - Milico rabão - O feriadão com o Major 2 - Categoria: Gays - Votos: 15
43409 - Milico rabão - O feriadão com o Major 3 - Categoria: Gays - Votos: 14
43621 - Milico Rabão O Feriadão (4) A Chegada do Cabo - Categoria: Gays - Votos: 15
43688 - Milico Rabão - Feriadão Final - Categoria: Gays - Votos: 12
43835 - Milico Rabão Eu e os manos, o Reencontro! - Categoria: Gays - Votos: 19
43836 - Milico Rabão Eu e os manos, reencontro (2) Figa - Categoria: Gays - Votos: 16
43986 - Milico Rabão Adimissão e presente dos maninhos 1 - Categoria: Gays - Votos: 9
43987 - Milico Rabão Admissão e presente dos maninhos 2 - Categoria: Gays - Votos: 15
44442 - Milico Rabão O primeiro Macho Na Escola - Categoria: Gays - Votos: 12
44445 - Milico Rabão Mais uma do Figa - Categoria: Gays - Votos: 9
44446 - Milico Rabão Orgia depois da cerimonia militar - Categoria: Gays - Votos: 13
44447 - Milico Rabão Orgia depois da cerimonia militar 2 - Categoria: Gays - Votos: 12
44448 - Milico Rabão O ex da mamãe - Categoria: Gays - Votos: 18
44449 - Milico Rabão Aulas de tiro. Eu, Figa, PB, Cortes - Categoria: Gays - Votos: 9
44450 - Milico Rabão Aulas de tiro. Eu, Figa, PB, Cortes - Categoria: Gays - Votos: 2
44452 - Milico Rabão O Berga, sempre bom demais - Categoria: Gays - Votos: 8
44775 - Milico Rabão Farra com o Marcão, meu mano - Categoria: Gays - Votos: 5
44829 - Milico Rabão Lekão Tesudo - Categoria: Gays - Votos: 10
44830 - Milico Rabão Lekão Tesudo 2 - Categoria: Gays - Votos: 12
44831 - Milico Rabão Lekão Tesudo 3, e o Marcão - Categoria: Gays - Votos: 7
44832 - Milico Rabão Um Tenente do Caralho! - Categoria: Gays - Votos: 10
44834 - Milico Rabão Um Tenente do Caralho! 2 e as putas - Categoria: Gays - Votos: 9
44835 - Milico Rabão Um Tenente do Caralho! 3 Virou Orgia - Categoria: Gays - Votos: 8
44836 - Milico Rabão Irmãos Franceses - Categoria: Gays - Votos: 7
44837 - Milico Rabão Irmãos Franceses 2 - Categoria: Gays - Votos: 9
44853 - Milico Rabão Em Roma, um primo. - Categoria: Gays - Votos: 9
44951 - Milico Rabão Um Alemão danado de bom. - Categoria: Gays - Votos: 7
44957 - Milico Rabão Um Alemão danado de bom. 2 - Categoria: Gays - Votos: 8
44997 - Milico Rabão As ultimas e o retorno - Categoria: Gays - Votos: 10
45079 - Milico Rabão Policial Rodoviario na Pista - Categoria: Gays - Votos: 9
45096 - Milico Rabão Recepção das boas no apê do Berga - Categoria: Gays - Votos: 10
45134 - Milico Rabão Uma Recente Eu sendo o Tiozão. - Categoria: Gays - Votos: 10
45187 - Milico Rabão Orgia na cerimonia MIlitar 3 - Categoria: Gays - Votos: 12
45274 - Milico Rabão Festa das Boas no Apê do Berga 2 - Categoria: Gays - Votos: 8
45289 - Milico Rabão do Lekão Carioca, eu tiozão 2 - Categoria: Gays - Votos: 7
45467 - Milico Rabão Vida nova! e o italiano.... - Categoria: Gays - Votos: 8
47813 - Milico rabão e suas farras.. Voltei galera! - Categoria: Gays - Votos: 9
48237 - Milico Rabão Agora é farra! - Categoria: Gays - Votos: 6
48334 - Farrão armado pelo Figa 1 - Categoria: Gays - Votos: 6
48410 - Farrão armado pelo Figa 3 - Categoria: Gays - Votos: 3
48411 - Farrão armado pelo Figa 2 - Categoria: Gays - Votos: 4
48459 - Amanhecer tesudaço! - Categoria: Gays - Votos: 4
48532 - Ensinando aos priminhos tesudos - Categoria: Gays - Votos: 6
48641 - Os priminhos tesudaços 2 - Categoria: Gays - Votos: 9
48793 - Priminhos e muita putaria da boa! - Categoria: Gays - Votos: 6
48806 - Milico rabão No hotel, o hetero e a bixa... - Categoria: Gays - Votos: 11
49050 - Milico Rabão O Surfistão me deu um trato - Categoria: Gays - Votos: 4
49081 - Milico rabão e o Surfista, Final - Categoria: Gays - Votos: 6
49186 - Milico Rabão Sempre melhor entre irmãos - Categoria: Gays - Votos: 8
49292 - Milico Rabão Entre irmãos Final - Categoria: Gays - Votos: 5
49599 - Milico Rabão Chegando a Europa ganhei dois putin - Categoria: Gays - Votos: 9
49755 - Milico Rabão Chegando a Europa,,,,2 - Categoria: Gays - Votos: 6
49883 - Milico Rabão Noticias do Figa - Categoria: Gays - Votos: 6
50151 - Milico Rabão Festinha no Vestiario - Categoria: Gays - Votos: 3
50310 - Milico Rabão Briguei com o Berga, Tomei no cu! - Categoria: Gays - Votos: 7
50515 - Milico Rabão O boy franco-argelino - Categoria: Gays - Votos: 5
51192 - Milico Rabão e os Americanos putões - Categoria: Gays - Votos: 12
51618 - Milico Rabão Os Americanos Putões Final - Categoria: Gays - Votos: 6
51766 - Milico Rabão Eu, Figa, Marcão e viadinhos safados - Categoria: Gays - Votos: 4
51932 - Milico Rabão Outras historias safadas - Categoria: Gays - Votos: 8
52228 - Milico Rabão A Formatura em Buça, com Reco e tudo - Categoria: Gays - Votos: 12
52686 - Milico Rasbão A bronca do Jorjão - Categoria: Gays - Votos: 5
52687 - Milico Rabão Eu, Figa e dois Lekões - Categoria: Fetiches - Votos: 1
53426 - Milico Rabão Envolvido em problema alheio - Categoria: Gays - Votos: 9
53717 - Milico Rabão Marcão no divã - Categoria: Gays - Votos: 11
53868 - Milico Rabão Cuidando do mano Marcão - Categoria: Gays - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil milico rabão
milicorabao

Nome do conto:
Milico Rabão e suas farras 2

Codigo do conto:
48153

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
07/06/2014

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


madrastas bebadas contoscontoeroticomaninhocontos eroticos menino adotivo pe de mesaconto erotico fodi minha companheira de trabalhomommy+andptite+fille+love+blacklong+cockwww.contos de lactofilia com caes.netbuceta melando paucontos incestuosos grupas muito safadoconto erotico fui a praia com meu marido e um desconhecido me fudeu ele era bem dotadoconto erotico faveladacontos de menininhas que foram enganadas para fazer sexoquadrinho gay meu selvagem e atrvido filho parte 2videos de sexochupadas gostosa e profundaComo e bom fuder com o velhinho contosdeixar papai ver essa bucetinha contos incestocomtoerotico pastorfoto novela porn incesto flagra comendo cu irmãouvi um barulho estranho de noite fui olhar era meus pais trasando video pornoCaseiro bem dotado comendo a filha da patroa gostosa conto rrticoporno esteupei duas alunasmilftoon limonadas 2Conto erotico trai meu maridoporno gay em quadrinho piratashistoria de contos eroticos de negao fudendo neguinha novinhaContos eróticos eu e meu padrasto meu bem novinha padrasto bem dotadConto erotico o corno nao acreditou quando viu a esposa gorda aguentar 27 centimitros de pica dentra delacontos eroticos mozconto bebi porracontos erótico trans surpresamorena boa semana com amizade com entregador ele come ele a forca pornoporno enquadrinhos mamae vadiaconto sexo na entrevistaconto erotico meu marido quer ser cornodando banho na mocinha contos eroticosincesto contos minha mae é uma vagabundaconto erotico em quadrinhõcontos eróticos de wife sharingconto erotico minha mulher e seu amantecomendo o cu da filha em conto eroticocontos eroticos convenci minha mulher a fude com nosso cachorroconto gay irmaos gemendo no pirocao do irmao c fotomulher gosando no pipinocknto mastro pica jeba jegue rola cobra arrombar caralho cuzinhocontos erodicos minha colega de karatênovinho filho de macumbeiro batendo punhetaconto erotico vendo maninha mijar nao aguentei e bati uma unhetaContos eroticos vacilei e comeram minha esposaSou magrinha e gosto de rolas enormes contos eróticosCONTO EROTICOS FLAGUEI MEU NAMORADO TRANSANDO COM OUTRA E PRIGAMOSnoiva traindo Fui comida no dia o meu casamento porno contoconto erotico irmaos nuEu minha irmã e minha sobrinha Robertaizabele bem novinha gordinha nem pentelho temkaçador35contos de mulheres q ja deram a buceta p aitianocontos erótico sexo na cadeia incertoconto sobrinho safado da o cu para todos da famíliawww.contoerotico.com/titiaonto de encesto meu filho mora sosinhoconto erotico caralhudocontos brasil cunhadinha da pra 4minha irma me legou batendo ponheta contosfilmes porno de incesto listameu marido não da conta do meu fogo porno gay cumplices de um resgateconto erotico perdi jogoporno gozo um litro de porra na cara da sograconto erotico inesperadodei pra um cara muito gostosothalia conto travesti com fotoscaminhonheira hetaicontoeroticoirmãoshentai lucia e arthur quadrinho completoconto errotico levei minha amiga para o meu maridoporno contos dipei minha tia dundonaContos gay pau pequenoconto erotico vovocontos eróticos indo fazer entrevista e fez o teste do sofa[email protected]quadrinho porno dos simpisomxvideo de zeniho família sacana pornogordinhopassivo69contos eróticos eu bobinha tava brincando de casinha com o menino meu tio me pegou me chatagiover o pau do meu irmao doro contocontos irmazinha nossa punheteiraAsemana do saco cheio quadrinho erotico