Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 2


Click to Download this video!


Para quem esta acompanhando os meus contos, sabe que a primeira investida da minha aluna Lena, foi frustrada por mim mesmo, tudo pela ética profissional, mas o q ela não sabia era com quem estava se metendo, não é em vão que me apelidaram de o comedor de bucetas, tufutufu rs... depois de vários meses me seduzindo, já não parava de pensar na Lena, ela tinha um corpão de enlouquecer qualquer um, tantas foram as noites que bati punheta pensando nela, não parava de pensar numa maneira de comer a lena até tive vários sonhos molhados com ela rs... acordava todo suado, passava dia em casa dormindo e de noite ia para a escola dar aulas, Lena não parava de me seduzir, ela era uma delicia de mulher e eu estava louco de tesão por ela, algumas vezes Lena dava exemplo de química entre humanos só para me provocar, já a expulsei da turma várias vezes, por vários comportamentos ruins só para chamar atenção, já estava ficar louco, ela fazia coisas que vocês nem imaginam...

alguns meses mais tarde, numa noite, já na escola fui o primeiro stor a chegar, entro directo para a sala dos professores e descanso uns minutinhos, a escola já estava cheia de alunos, mas o meu olhar atrás dos vidros da janela, só procurava a Lena, mas não via aquela loira gostosa de lado nenhum, aquela hora normalmente ela ficava sempre no pátio, gostava sempre de aparecer, as suas roupas eram sempre chamativas, não eram permitidas a alunas, mas ela usava assim mesmo, deixava aquelas coxas lindas de fotografar a mostra, eram coxas que deixavam qualquer um louco, era um tesão e quando eu chegava ela corria para me cumprimentar e bater um papo, eu adorava aquela simpatia safada, quanto mais conversávamos mais eu ficava louco de tesão por ela, lena não era nenhum um pouco inteligente, era muito ingénua mesmo, eu só a olhava pelo seu ar sedutor e por ela ser linda, bem eu percorria todo corredor com os olhos mas eu não via aquela gostosona de lado nenhum, já conformado, entro para sala e saúdo os alunos, sou um cara bem higiénico e não dispenso um bom perfume, um bom relógio e uma boa indumentária e naquele dia não estava formal, tinha colocado uma camisa branca justa, calça jeans azul e um ténis converse tbm da mesma cor, que descarregada, eu estava elegante e me sentia mesmo rs... enquanto contava umas piadinhas para motivar os alunos que adoravam as minhas motivações, no meio de sorrisos oiço um sorriso safado e uma voz que disse ta gostoso hein... percorro em busca daquela voz sensual embora já desconfiado que se tratava da minha Lena, os alunos sorriam, mas eu sem parar de falar claro para eles não perceberem, dou com a cara com a dona do sorriso, sim era ela, estava linda... os lábios gotejavam de tanta sensualidade, os seus colegas machos adoravam ela e principalmente quando a mandava pro quadro, ela deixava as pernas dela a mostra, empinava o bumbum pra trás, ela sabia deixar qualquer homem louco...

eu tinha marcado avaliação naquele dia, então os alunos já estavam preparados para avaliação, Lena mesmo sendo ingénua não colava nas minhas provas, porque eu era terrível, razão pelo qual muitos alunos me detestavam, anulava muitas provas e era o preferido da direcção para cobrir provas teóricas.

Nesta avaliação percebi que lena sentava por cima de papeis então eu não tirava os olhos dela, acho que ela fez isso propositadamente, pós eu era mesmo ousado e retirava colas de qualquer sítio, mesmo no sutiã, na dentro da calcianha por trás na bunda e tal, então quando a avaliação já estava no final vejo lena olhar fixamente para o chão em baixo da carteira, ai peço-a para retirar a cola que ela tinha e me entregar,

- ela: eu não faço cola, fessor;

eu insistia... ai ela me pediu para ir confirmar, fui até a carteira, e olhei em direcção a saia dela vi uma ponta fina de papel branco, pedi-a para tirar

- ela: não é nada fessor, se tiver dúvidas pode tirar;

então baixei para retirar, fiquei pasmado com a visão que tive, senti uma vontade de cair de boca no grelo daquela loira, ela não estava com calcinha e a buceta dela raspadinha já estava meio que molhada, quando eu ia baixando ela abriu um pouco mais pernas e passou o dedo da mão entre os grandes lábios, fingindo tapar a saia, neste instante o meu pau começou ficando duro, levantei-me rápido, ela sorria sorrateiramente olhando no volume ligeiro que o meu pau fazia na minha calça, o papel era branco e não tinha escrita, pedi-a para continuar a fazer a prova e fui me sentar para evitar ser notado, em fim os alunos começaram a entregar a avaliação quando tocou a campainha só tinha já 3 alunos e dentre eles estava Lena, ai podi que ela ficasse porque queria falar com ela, neste instante ficou serena com muito medo, porque normalmente quando eu pedia para uma aluno(a) ficar era para puni-lo então já foi me pedindo desculpas e implorando para eu não castiga-la, mandei-a ficar calma e lhe disse que só queria conversar com ela, elogiei-a que estava muito gata e sexy, ela sorriu e agradeceu, perguntei-a se precisava de ajuda extra nos estudos porque estava mal nas disciplinas praticas, tais como matem, quim, fisica, trigon, probab etc que é a minha praia, ela disse que sim, como era o meu último tempo e tinha lhe pedido para ficar, perguntei-lhe se tinha carona, normalmente o meu namorado vem me buscar mas hoje ele não vai aparecer falou; perguntei poruê? porque está doente, ai me ofereci para lhe levar, pedi que ela me esperasse no estacionamento, dei-lhe as chaves enquanto eu assinava o livro de ponto, ela foi mas estava muito tímida parecia ter medo, não falava muito só me respondia e obedecia ao que eu dizia, ai fui ao encontro dela e quando subi no carro meu Deus, ela estava diferente, já tivera tirado o uniforme, estava cheirosa e com um decote, não usava sutiã alias não me lembro de a ter visto um dia com sutiã, estava com uma sainha de lã apertadinha que deixava todas as partes do corpo dela marcando, fiquei logo de pau duro, o meu pau fez um volume na calça, ai ela olhou e sorriu ai perguntei-lhe se estava pronta, ela me perguntou se estava pronta para que? a mente perversa dela, já estava imaginando coisas, mas não rs...para ir em casa, respondi, ela sorriu e disse que sim e fomos rodando até a casa dela, durante o caminho colocávamos o papo em dia, ela ia me contando os segredinhos das colegas dela que eram todas apaixonadas por mim, que me achavam um gato, mas que eu era muito rígido e que muitas só queriam ter a oportunidade de pelo menos me beijarem e tal, ai perguntei se ela tbm pensava assim de mim, ela riu-se e disse que sim e ficou me elogiando, ai comecei a passar as mãos nas coxas dela, subindo devagar em direcção a buceta ela se arrepiava toda, ela morava bem ao lado da minha rua, eu tava na 5 e ela na 3, ela morava só com a irmã e um sobrinho de 6 anos, que naquela hora já estava dormindo e a irmã com mais ou menos 31 anos trabalhava em 2 empregos de dia e noite, quase não tinha tempo para ficar com eles, e quando estivesse em casa só dormia, então nesse dia o apartamento dela era só nosso, chegamos no ap em menos de 20 minutos, porque já não havia transito era quase 11h, subimos escadas e lá estávamos nós, na sala do seu ap que era muito espaçoso e lindo, serviu-me um copo com água enquanto esquentava a comida, sentou-se ao lado no sofá e eu ia aconselhando-a, o que deveria fazer para se sair bem e tal, ela só me olhando gulosamente, ela estava muito linda, já tinha tirado a maquiagem e estava natural, sem pinturas nem óleos ela se revelava uma tesão de mulher, os seios dela endureceram na hora, as mãos dela percorriam a minha perna enquanto eu falava, ela ia se encoxando em mim, quando de repente ela me diz que esta com sono, pensei que estava me correndo e já fui me despedindo rs, - Tens medo de mim? perguntei...
- Não, não é isso.
- Então é o quê?
- Na verdade… nunca imaginei que estaria assim com o você.
- Então não imagina nada… Deixa acontecer…
- Não sei o que fazer.
- Não precisa… Deixa que eu faço tudo. ai ela me segurou na mão e me puxou até o quarto, segui ela igual um cachorro atrás de cadela no cio, no quarto ela retirou a roupa, ficando só de calcinha foi até o banheiro, mijou, lavou-se e voltou, atirou-se na cama e pediu para eu me sentar ao lado dela, nesta hora eu que estava com medo de ser acusado de assedio, mandei lixar, retirei a roupa ficando só de boxa já com o meu pau de 16,5cm duro, ela vendo o tamanho e a grossura do meu pau, encoxou-se na cabeceira da cama cobrindo a parte da buceta que já estava molhadinha, eu percorri a cama ao encontro dela e fui a beijando, lentamente enquanto enfiava minha língua no céu da boca dela, a alisava e chupava a língua dela trazendo-a para fora num beijo molhado, ela se contorcia, apertava as pernas e ia ficando molhada cada vez mais, ela gemia baixinho, com medo de acordar o rapazinho que dormia do lado do quarto, eu baixava e percorria o corpo dela com a língua, com muito carinho e sensualidade, girava lentamente em volta dos bicos dos seios dela, enquanto apertava devagar outro seio sem tocar na ponta, ela passava as mãos em minha cabeça enquanto a dominava, me abraçava, mordiscava com delicia aqueles biquinhos empinados dos seios, a cada mordiscada ela abria as pernas e mordia os labios, apertava os dentes e se lambia, ia descendo lentamente massageando e beijando o seu abdómen depois cintura, coxas, joelhos pernas e sola dos pés entre os dedos, ela estava muito cheirosa e me dava muito tesão, a esta altura ela já estava com a calcinha toda molhada, preparada para levar a minha vara na buceta, ela pedia: Ai... enfia essa piroca na minha buceta caralho! mas eu não a obedecia, queria me deliciar com cada pedaço de carne daquele corpão de loira, era a primeira loira que comia e gostosa como ela, só nos filmes porno, eu não acreditava que depois de 3 meses batendo punheta estava a comer aquela delicia de mulher, eu estava agora no comando dominando ela, ou seja ela era minha putinha, o meu pau estava durissímo, ela levantou-se, ficou de quatro e me ajudou a retirar minha boxa com muita rapidez, na hora que ela retirou, o meu pau saltou pra fora, as minhas bolas estavam cheias, as veias engrossaram, estavam cheias de sangue, a cabeça vermelha igual morango, estava melada: Nooooooooooooooossa…É mesmo escandaloso! – ela disse abrindo bastante a boca e gesticulando com as mãos. Suas unhas eram grandes e pintadas de vermelho ela, passava suavemente as mãos nele me masturbando, nesta altura pedi para ela chupar, ela disse que nunca fez isso que achava um nojo, Nojo o caralho, eu te ensinar pra um dia fazeres pro corno do teu namorado, ela me pediu para não falar no nome dele, ai encoxei meu pau nos seios dela, e ia fazendo movimentos como que fudendo ela, ela deliriva e fazia hummmmmmm...hummmmm e implorava mete essa piroca em mim, mas quanto mais gritava mais eu insistia, ela não aguentado com aquilo que eu fazia e a buceta dela molhada de tanto esperma, agarrou com força o meu pau que até dóia, cuidado para não me machucar, adverti - apontou meu pau na sua buceta que estava toda molhada, baixou a calcinha e enfiou dentro, segurando-me no rabo e me pressionando contra o corpo dela, nesta altura ela gritou aiiiiiiiiii alto que até os vizinhos poderiam ouvir, ai tapei-lhe a boca e enfiei tudo fundo, ela tinha uma buceta quente e apertada, enquanto o meu pau deslizava dentro daquela buceta ela gemia, Ai… ai… devagar, tá doendo!
- Tá doendo nada, sua piranha! Eu sei que você gosta dele dentro da sua buceta!
- Aaaaaaaai… Aaaaaaaai.
- Pode gritar, sua vagabunda… Grita que eu fico com muito mais tesão!
- Aiiiiiiiii, puta que pariu! Filho da puta, que caralhão você tem!
- Tá doendo? Vai dizer que quer que eu pare? – parei o movimento, deixando ainda meu pau dentro da buceta dela.
- Não, não, continua! – ela ordenou! pedia para fude-la rápido e com mais força e eu só obedecendo, dava várias estocadas naquela buceta que abraçava apertando o meu pau igual cadela, enquanto a penetrava loucamente igual um cavalo, ia dando umas tapas na bunda durinha dela e ela falava bate na sua aluna fessor, bate, que eu sou sua, e quanto mais falava mais teso eu ficava, ai uni o meu corpo no dela enfiando todo meu pau pra dentro dela, ela gritava Aiiiiiiiii, tapei-lhe a boca e comecei a fuder forte e rápido ela mordia minhas mãos e rebolava gostoso, de um estalo ela dizia - Puta que pariu, puta que pariu, pu-ta-que-pa-riuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu! – ela gritou, gozando como uma louca e desligando-se por completo, a minha tesão era tanta q eu nem percibi bem se ela tinha desmaiado ou não, continuei bombando aquela buceta gostosa dando tapas na bunda sem nem me importar com o silêncio dela, Acorda puta, acorda, ai ela reanimou e começou gritando - para... para, eu não estava aguentando mais, eu dizia para ela, não é isso que tu queria? então toma sua puta, vadia, vc nunca vai me esquecer safada, ela chorava, e pedia quero mijar, por favor para fessoooor, eu não aguentava de tanto tesão, ela era gostosa demais, o meu pau doia, de tão duro que estava mais eu não gozava, e já estava assim a 2h, ela chorava quando enfiava o pau na buceta e calava quando tirava e foi assim durante uns 40 minutos, chora cala, chora cala, eu sentia a buceta dela secando mas eu não gozava, tu vai me matar po... po...rraaaaa, tu... ta me...ras...gandoooo, as vozes dela saiam tremula, sa...fado, Aiiiiii... para...pa... filho da puta, nego gostoso... Aiiiiiiii, olhei para ela e retirei o meu pau ainda duro da sua buceta, ela levantou-se, olhou para mim admirada, pegou no meu pau, segurou na sua mão, apertou forte, olhou para sua buceta que agora estava larga e com um buraco do diâmetro de um copo descartavel pequeno, olhou para mim e disse fessor tu é mto safado ein, segurei meu pau e apontei em direcção a sua boca, rossei a cabecinha nos seus lábios, ela sacou a lingua e começou passando lentamente por cima dele, segurou firme e enfiou na sua boca, e começou a chupalo lentamente ai dizia isso safada, para quem não mama pica até que vc chupa bem ein, ela sorriu e continuava chupando, pedi então para ela chupar com mais força, a medida que ia sentido a quentura da sua boca ia aumentando os movimentos segurando os cabelos dela e fudendo ela na boca então ela fez algo que me fez gozar, retirou lentamente o meu pau da sua boca apertando-a devagar com os dentes e mordeu a ponta da cabecinha, enquanto apertava o meu saco, engoliu todo meu pau num gole de misericórdia neste instante, não aguentei e...Haaammmmmmmmmm... gozei, as minhas pernas treminhas, como na primeira vez, era tanta porraaa que a cara dela ficou encharcada, ela chupou, sorriu, levantou-se e foi se limpar, ai eu me deitei na cama e fiquei a espera dela...ai colocou uma calcinha foi até a sala preparou um jantar que já era pequeno almoço ne, era já manhã, 0h: e poucos minutos, ai trouxe a comida no quarto, convidou-me para comer, mas eu não tinha fome de alimento só de buceta mesmo, quando ela falou olhando para mim o meu pau já começou a ficar duro de novo, foi incrivel, só de ve-la passar de um lado para o outro de calcinha, contemplar aqueles peitos médios duros e aquela barriguinha formatada, já me fazia ficar louco de tesão de novo, eu estava deitado na cama e pelado, ela observa o meu pau todo duro enquanto comia rs, eu ficava so olhando e passando a mão em cima dele, acariciando a cabecinha, cada fatia de batata que ela comia eu imaginava ela engolindo as bolas do meu pau, quando terminou de comer veio até mim e disse prosso sabe que daqui pra frente eu já não vou ser a mesma ne? ai eu disse sei anda cá minha aluna gostosa, ai puxei ela para junto de mim, já fui beijando ela, segurei na sua buceta que já estava em ponto e fui passando a parte grossa do meu pau entre os grandes lábios da buceta dela, a medida que eu pressionava o clictoris ela gemia ofegante, eu demorava para meter pós queria vela implorar para eu por a minha vara dentro dela de novo, ia rossando so na entrada, o clitóris dela movia-se, estava esticadinha, ela tinha vida, ela não aguentava mais aquela situação nem eu, sem mesmo penetra-la eu gozei, bem ao lado da buceta dela, ai como ela estava toda excitada e eu precisava de recuperar a energia, cai de boca na buceta dela, chupei, chupei, chupei, mordiscava de leve o clitóris e empurrava com a língua, com a boca ainda na buceta, fui massageando de lentinho, a entrada do anus, ela relaxava aos poucos e quando senti que já esta pronta enfiei o dedo médio no cu Aiahhmmmmm, a safada adorou, gemendo muito e delirando ia gozando bem minha boca, passei a mão na minha boca retirei o gozo dela e passava de leve na buceta dela arrastando parte até o cuzinho, a esta altura o meu pau já estava novamente em ponto de bala. lhe coloquei na posição papai e mamãe moderno, leventei-lhe um pouco, desci da cama e fiquei em pé enquanto ajeitava a bunda dela para a ponta da cama, lhe abri as pernas e...uiiiiiiiiiiiiii - Ca...ce...te, meti gostoso, ela gemia igual cadela no cio com a boca tapada, para n acordar o muleque, meti-lhe muito naquela posição, ai retirei o meu pau da buceta e pedi para ela ficar de 4 enquanto ficava de 4, fui apertando as suas mamas, ai já de 4 lambia o seu cu massageava e já fui enfiando um dedo, ela gemia e rebola, ai meti o segundo depois o terceiro, então senti que ela já estava relaxada o suficiente para levar vara no cúzinho, retirei os dedos dei 3 estaladas na bunda dela, coloquei um pé na cama e já fui enfiando a cabeça do meu pau naquele cu gostoso, ela não resistiu, ai… devagar, tá doendo! gritou... tira essa porra de mim, ai eu enfiei fundo, ela esguichou e relaxava o cuzinho facilitando a entrada de todo meu pau, quando empurrei todo o pau dentro do cu, ela reanimou, ficou falando sacanagem de todo tipo, segurando-me pelas ancas e dizendo: “filho da... puta fessor gostoso! Come meu cú, vai, Arromba meu cú caraio, toma!” Vez ou outra dava-lhe tapinhas no rabo, e continuava no movimento de vai e vem, até que ela gritou: “Ahhhhh. Estou quase… Quase… Ou… Hum…” E senti meu pau tremer e latejar dentro do cú dela era um tesão inesquecivel gente, fodi aquela buceta e aquele cuzinho de uma forma já mais vista, a pele do meu penis ficou levezinha, q até chegou a me ferir, depois de metermos muito e em todas posições gozamos juntamente igual cachorro não deu pra sair estava sem forças e já era 3 da manhã, quando deu 5h, sai da casa dela e marcamos pra fuder noutro dia que também vou contar aqui se comentarem e votarem...

beijos e lambidas das bucetas e nos cu

Foto 1 do Conto erotico: Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 2

Foto 2 do Conto erotico: Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 2

Foto 3 do Conto erotico: Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 2

Foto 4 do Conto erotico: Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 2

Foto 5 do Conto erotico: Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 2


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario linito

linito Comentou em 08/07/2015

votado! adoro macho do seu jeito; bom demais; meu cu fica piscando querendo dar pra vc.

foto perfil usuario duetto

duetto Comentou em 04/04/2014

Parabéns pelo conto, muito excitante .




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


45019 - Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 1 - Categoria: Masturbação - Votos: 7
50029 - Provou e Gostou - Categoria: Heterosexual - Votos: 14
66970 - Uma noite de Sexo inésquecivel - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
67383 - Parei para fuder, Se fudi! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
69781 - O reencontro com Lena - Perdi a prova mas valeu a transa! ! ! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
83059 - Minha primeira orgia com novinha de 18 anos - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
86626 - Rapidínha das 5h é mais gostoso I - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
86627 - Rapidínha das 5h é mais gostoso II - Categoria: Heterosexual - Votos: 0
86628 - Rapidínha das 5h é mais gostoso III - Categoria: Heterosexual - Votos: 0
96439 - Amigo tambem fura o olho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
96462 - A Última Sessão ño Cinema - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
96555 - Eu e tu – Meu Sonho contigo - Categoria: Fantasias - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil diariodosexxo
carlson

Nome do conto:
Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 2

Codigo do conto:
45261

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
03/04/2014

Quant.de Votos:
12

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


conto corno cachorraconto familia da esposa nudistameu irmão rasgou minha bucetinhaContos eroticos punheteiro de cadeiacontoeroticocasadasafadaporno rijosedutoras e marrentas parte dozeContos sobre beijos e podolatriaincesto minha tia na praia conto com fotosbrcaandradenmoreiracwb45gay vampiro contoamigos e madrasta - conto eroticocorno apanha na cara esposa fad ele chupar a buceta delaa com pau ddentro xvidioContos erótico de menino com impregnada e fotocontos de rasguei o cuzinho da minha avócontos de huum papai metepadastro preconceituoso conto gayconto erotico irmã da namoradaconto erótico chupa grelocaminhoneirocontosnovinhacontoerotico sou uma mulher muito vulgarcontos eróticos minha mãe e sua netasQUADRINHOS GAY BRANQUELO E NEGO SISSY BOY and big blaks cocksna brotheragem com hetero conto erótico[email protected]contos eroticos icesto de estrupoquadradrinho herotico hentai na estradao padrasto tarado ver a enteada se depilando e que fazer sexos30cm em mim contosconto erotico engravidei minha maemuler se a seusta com pirocao no cucontos eróticos seduzindo o sobrinhomulhertrai marido com o pedreiro.conto historicocontos minha irmã me seduziucontos erotico casada com entregadorcantoerotico dei para negrão na praia de nudismoce1 15 a/grande viagemConto porno desdi pequena pai e mae me comebucetinhas saudáveldei meu cu pra uma travesti estupradora casa dos contosContos de corno pede mulher pra usa roupa desenhando a buceta no shorte e dando pra um picao não queriacontos erotics gay como me tornei gay e submisso meu primoContos eroticos.eu e os velhinhos no grupalbucetudas dando explosao de gozadassafada tirando a roupa devagarzinoporno pênis durocap 24 tio eduardoGostosa conto com fotoAi papi vai toma uma sura quadrinhos pornoconto erotico comendo um cuzinho dormindotive a vagina alargada contodesenho em quadrinho pornoconto erotico casada fodendo gostoso com um entregador de gasconto erotico na igrejaeu na minha moto eu levei pro motel a irmã do meu amigo eu tirei a virgindade da buceta dela conto eróticoMinha filha tem buceta bem tufadinha e grandi ve contosdotado gozando na bocafudendo a sogra durmindo em banda desenhadaconto erotico tripla penetraçaocontos eroticos em quadrinho professora doloresohhhh delicia gostoso esse sexocontoeroticodfcontos eroticos gay 2017 primo com primoporn gay padeirocontos eroticos de sogrop********** boa f***.com contos eróticos sogro comendo a noracu invocante 7 hentai quafrinhosconto incesto mãe gravida filhovideos pornol munher olha homem batendo. punheta e olha e estrupada a fossacontos eroticos tava todos na praia eu vim buscar minha tiacantores sertanejo tocando punheta nos showsconto eroticos cumi minhas mulheres a força num assaltoconto o enfermeiro gayPONODOIDO CONTOjovem comedor das mulheres casadas quadradinho erticocontos eroticos engravideiConto erótico menino bate ponheta pensando no Travesti contos eróticos de filha ficou gafida decomi o cu dacostureira casadaminha mae e ninha tia contofilmo a buceta da prima de tualhabriguei com minha namorada no meu quarto e ela na reconciliação mideu a buceta contos eróticosaluna dar abuceti para otro alunaconto erotico tirando o atraso da tia e da maecoroacanto erotico pagando aposta com papaitomates conto heterocordo ama a esposa com a buceta cheia de porra contominha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexo