Na pescaria quem levou vara foi minha esposa


Click to Download this video!


Certa vez resolvi aceitar o convite de um cliente que havia se tornado um amigo e decidi que iria pescar em seu sítio no final de semana prolongado que estava se aproximando.
O que não estava previsto é que minha esposa insistiu que também queria ir também.
Mesmo eu dizendo que o lugar era afastado da cidade e a única diversão no lugar era pegar as piranhas da região.
A Fatima, como se chamava minha mulher, morena, altura mediana, seios fartos, coxas grossas, gostosíssima da cabeça aos pés falou com a maior cara de pau que a única piranha que pegaríamos era ela.
Logo que estávamos saindo para pegar a estrada ainda falei que ela poderia mudar de idéia pois eu não sabia como era o sítio e segundo informações desse meu amigo, ela seria a única mulher no meio de quatro homens pois tinha o caseiro, uma outra pessoa que cuidava dos barcos e o segurança que era irmão do caseiro. Ele, o dono, não estaria mas que podíamos ficar a vontade.
Irredutível ela falou que iria se divertir muito sendo a atração principal do sítio.
No transcorrer da viagem ia alisando os seios maravilhosos e as coxas da Fatima que estava usando uma camiseta de alça e uma saia o que facilitava eu chegar até sua buceta deliciosa.
Quando chegamos ao sítio ficamos admirados com a beleza do local. O único inconveniente era que se chovesse não seria fácil sair dali pois a estrada era horrível e de terra. Pra ajudar o tempo não estava nada promissor. Com certeza viria chuva e não iria demorar. Teríamos que ficar entocado na casa procurando algo para fazer.
Quando falei isso, ela sorriu e falou que já tinha em mente o que fazer no meio de quatro homens em um dia de chuva sem poder colocar o pé para fora de casa.
Não deu outra. Antes de descermos do carro a chuva começou. Cinco minutos mais tarde e não iríamos nos molhar.
Descemos correndo do carro mas, até chegarmos a um local coberto já estávamos encharcados. O fato da Fatima estar sem sutiã por baixo, com a blusa molhada, era a mesma coisa de não estar vestindo nada.
O caseiro que veio nos recepcionar; (um senhor aparentando seus 50 anos; (detalhe) negão de mais ou menos uns dois metros de altura, muito forte) quase não conseguiu se controlar vendo os seios da Fatima com os bicos duríssimos.
Os olhos dele brilhavam de tesão. Como se a muito tempo ele não via um par de seios, em pouco tempo o volume de sua calça começou a crescer fazendo com que a Fatima não tirasse os olhos de seu pau.
Após as apresentações o caseiro acompanhou-nos para mostrar a casa meio que com vergonha pela sua situação.
A casa era muito grande com quatro quartos; suíte, sala, copa, banheiro, cozinha, salão de jogos, etc. Enfim todo o conforto possível de uma casa de cidade grande.
Enquanto estávamos conhecendo a casa, a chuva deu uma parada e aproveitamos para tirar as coisas do carro. O caseiro é lógico se prontificou a nos ajudar e, tenho certeza que foi para apreciar mais os seios da Fatima.
Quando ela abaixava para pegar algo dentro do porta malas, seus seios quase saiam para fora da blusa e isso deixava o negão louco de tesão. Dava para perceber o como ele estava louco para foder a Fatima. Era certo também que ela estava imaginando o tamanho e a grossura da pica do negão. Era mais do que certo que ela estava louca para sentir toda aquela pica enterrada em sua buceta.
Quando terminamos de descarregar toda a bagagem, no corredor que leva ao quarto o negão cruzou com a Fatima que propositalmente como sem querer roçou a mão no seu cacete. O caseiro só faltou agarrar ela ali mesmo e fode-la de todas as maneiras.
Quando ela se desculpou, ele falou que ela poderia ficar a vontade e fazer isso (roçar a mão em seu pau) a hora que quisesse. Com a maior cara de pau ela falou para ele que isso era uma promessa.
Chegando na sala perguntei ao caseiro das outras pessoas que viviam ali e o negão falou haviam ido até a cidade mas que provavelmente não demorariam para chegar .
A Fatima perguntou o que poderíamos fazer naquele momento uma vez que não podíamos sair por causa da chuva e ainda era muito cedo para pensar em jantar.
O negão falou que poderíamos assistir TV mas que a imagem era muito ruim. Outra opção seria jogar baralho.
A Fatima falou que preferia jogar baralho (caxeta) no que concordamos desde que pudéssemos apostar algo que não fosse dinheiro.
O vencedor poderia escolher qualquer coisa de algum participante e a pessoa teria o direito de recusar ou não.
Logo de cara o negão bateu e falou que gostaria de muito dançar com a Fatima pois fazia muito tempo que ele não tinha uma mulher tão gostosa em seus braços. Prontamente foi atendido.
Enlaçando a Fatima pela cintura, começaram a dançar pela sala. O negão não conseguia tirar os olhos de seu decote sentindo os seios da Fatima roçando em seu peito.
Era impossível não ficar de pau duro e em pouco tempo a Fatima estava sentindo o cacete do negão latejar no meio de suas pernas.
Enquanto dançava o negão ia descendo cada vez mais a mão pela costas da Fatima chegando ao começo de sua bunda ao mesmo tempo que falava em seu ouvido: - Dona você vai me desculpar com o que vou falar. – Mas você é muito gostosa!! – Nunca vi ou estive com uma mulher tão gostosa como você!! – Estou louco para te foder aqui na sala mesmo!! – Meu pau esta quase rasgando a calça de vontade de sair para fora e enterrar todinho em sua buceta!!!
Virando-se de costas, ainda dançando a Fatima começou a roçar a bunda no pau do negão que estava duro como pedra.
O negão alisava sua barriga subindo as mãos na direção de seus seios ao mesmo tempo que beijava sua nuca deixando a louca de tesão.
Eu que havia perdido a primeira rodada assistia o desenrolar da dança apreciando os dois loucos para treparem ali mesmo. Quando a musica acabou antes de retornarem a mesa a Fatima falou que na próxima vez que ele ganhasse que aprendesse a cobrar o premio.
Voltamos a jogar e dessa vez quem ganhou foi eu e de imediato tirei a Fatima para dançar.
Falei pra ela o quanto ela era vadia pois só faltou tirar o cacete do negão pra fora e chupar tudo.
Com a maior cara de pau, minha puta falou que era isso mesmo o que ela iria fazer assim que ela ou o negão ganhasse a próxima partida.
Acabou a dança e na outra partida, mesmo estando com o jogo batido nas mãos deixei a disputa entre os dois para ver quem venceria.
Mais uma vez o negão venceu e olhando para a Fatima falou que tinha aprendido a cobrar o premio.
Chegando bem próximo da Fatima falou que estava louco para chupar seus seios e após baixar a alça de sua blusa começou a enfiar os peitos dela quase inteiro na boca. Mordiscava os bicos, arrancando gemidos de prazer da Fatima que descendo as mãos pela perna do negão começou a alisar seu cacete.
Segurava a cabeça do negão para que ele chupasse mais tempo os seus bicos duros ao mesmo tempo que sentia aquele cacete enorme latejar nas suas mãos. Estava louca para sentir aquela pica arrombar sua buceta que nessa hora já estava encharcada de tesão.
Não resistindo mais; a Fatima abaixou-se de quatro e após tirar o cacete do negão pra fora levou um susto com o tamanho e a grossura. Deveria ter mais ou menos uns 28cm de comprimento e era muito grosso. Sua mão mal conseguia envolver o cacete do negão por inteiro.
Sem se intimidar, começou a chupar aquela pica enorme ao mesmo tempo que dizia: - Que pica gostosa!!!! - Como é grande e grossa!!! - Estou imaginando tudo isso enterrado em minha buceta!!! - Enquanto isso goze na minha boca que eu quero tomar toda sua porra!!!!!!!!! - Fode minha boca gostoso!!! - Quero sentir seu pau cuspindo sua porra no fundo de minha boca!! – Com é grande!!! - Que delicia de cacete!!! - Nunca tinha visto algo tão grande assim!!!!
A Fatima chupava avidamente o cacete do negão tentando engolir o máximo que podia mas, só conseguia engolir a cabeça pois o pau do negão era muito grande e grosso.
Enquanto chupava e acariciava aquele pau enorme o negão gemia de prazer falando para ela: - Que delícia!! – Como você chupa gostoso!! – Continua!! – Não para!!!- Que mulher deliciosa!!! - Nunca tive uma puta pra chupar dessa maneira!!! - Olha só, meu amigo, como sua esposa gosta de uma pica preta!!! - Olha só a cara de felicidade dessa vadia!!! - Continua assim puta gostosa!!! - Mostra pro seu marido que você gosta de chupar!!!
Não demorou muito tempo e o negão começou a gemer mais alto e a Fatima vendo que ele estava prestes a gozar começou a acelerar mais as chupadas e a punhetar aquela pica enorme mais rápido.
Em poucos minutos o negão encheu sua boca de porra que ela fez questão de tomar até a última gota enquanto falava: - Que delicia!! – Que porra gostosa!!! – Continua gozando!!! – Quero tomar até a última gota!!! - Esfrega o cacete em meu rosto!!!- Deixe eu chupar um pouco mais!!!!
Depois de certificar-se de não ter perdido nenhuma gota de porra a Fatima continuou a sugar aquele cacete para que ele continuasse duro. Ela já estava pronta para receber tudo aquilo em sua buceta.
Antes que isso acontecesse, pois com certeza o negão iria arrombar a buceta de minha puta, eu que até aquele momento só assistia, não aguentando mais de tesão peguei a Fatima e enterrei a pica em sua buceta enquanto ela falava: - Vai amor!! – Encha a sua puta de porra!! Inunde minha buceta!!!!!! – Vai que estou gozando!!! – Continua querido!! – Não aguento mais esperar para sentir sua porra inundando minha buceta!! – Não aguento mais esperar para sentir a pica do negão arrombando minha buceta!! -Goze com força!! – Lubrifique bem para que depois o negão enterre tudo!!! - Ainda quero sentir a porra dele encharcar minha buceta!! - Continua amor!!! - Fode sua puta!!!
Com o pau enterrado gozei como nunca fazendo com que ela gozasse junto ao sentir o jato de porra.
Tirando o cacete de dentro de sua buceta, grande quantidade de porra escorreu por entre suas pernas até chegar na porta de seu cú, fazendo ela gemer de prazer. Dei meu cacete todo lambuzado de porra para ela chupar e em poucos segundos ele estava limpinho. Ela tinha tomado até a ultima gota. Por sua vez o caseiro mais do que depressa posicionou-se entre as suas pernas e começou a enterrar todo seu cacete na buceta da minha esposa que gemia alto de prazer.
Quando a cabeça da pica do negão entrou ela gritou alto de prazer. Contorcia-se sentindo aquela pica enorme latejar dentro de sua buceta e após alguns minutos parado deixando ela se acostumar com o volume e apreciando a cara de puta que ela fazia o negão começou a enterrar tudo lentamente.
Cada centímetro de pica que ia entrando era um gemido de prazer que ela dava.
Eu, que assistia, não acreditava que ela estava aguentando toda aquela pica. Mas estava. E gemia alto de prazer ao mesmo tempo que falava para o negão: - Que delicia!!! - Que cacete maravilhoso!!! - Como é grosso!!! - Não para meu macho!!! - Continua enterrando!!! - Quero sentir toda essa pica enterrada bem fundo!!!! - Como é gostoso!!!!
O negão também urrava de prazer ao ver seu pau sumir por inteiro dentro da buceta da Fatima e também falava: - Que puta gostosa!!! - Olha só como essa vadia aguenta tudo meu chapa!!! - Realmente você esta de parabéns por ter uma puta dessas pra meter desse jeito!!! -Nem as putas aqui da região metem dessa maneira!!! - Vai sua vadia!!! - Mexe mais!!! - Mostra pro seu marido que você esta adorando tudo isso aqui sua puta!!!
Abrindo mais as pernas a Fatima ia se ajeitando melhor para que o negão socasse tudo.
Quando viu que tinha enterrado tudo voltou a falar entre um gemido e outro: - Olha só sua puta deliciosa!! -Entrou tudo vagabunda!!! - Tenho certeza que seu marido não acreditava que você ia aguentar!! – Vai sua vadia!!! – Abre mais as pernas que vou encher essa buceta deliciosa de porra!!!!! – Olha só como entra gostoso! – Que buceta deliciosa ! – Como é apertadinha!!!!!! – Goza mais sua cadela!!!! – Quero gozar junto com você sua puta!!
Com a pica toda enterrada na buceta da Fatima, o negão ia deixando seu corpo descer em cima dela e ao mesmo tempo chupava seus seios. Começou a dar leves estocadas fazendo seu pau sair quase por inteiro de dentro da buceta da Fatima. Quando estava quase saindo por inteiro ele socava tudo novamente aumentando gradativamente o ritmo das estocada. Gritando cada vez mais alto de prazer a Fatima gozou como nunca tinha gozado antes. Abrindo mais as pernas ela pedia que o negão socasse com mais força. Com as pernas enlaçou a cintura do caseiro fazia com que ele também enterrasse mais fundo urrando de prazer.
Atendendo o pedido da Fatima o negão urrou alto e em uma estocada mais profunda ele gozou abundantemente.
Sentindo a porra do negão inundar por inteiro sua buceta, ela gozou mais uma vez ao mesmo tempo que falava: - Ai que delicia!!! – Que gostoso sentir toda essa porra!!! – Vai mais!!! – Não pare!!!!! - Continua gozando!!!!
O negão continuou fodendo a Fatima tirando toda a sua pica para fora e logo em seguida ia enterrando tudo novamente.
Toda vez que o caseiro enterrava e tirava o cacete de dentro da buceta da Fatima seu pau voltava mais lambuzado de porra que escorria pelo seu rego.
Continuou a estocar dessa forma por vários minutos parando algumas vezes com o pau todo enterrado, deitando-se por cima dela e fazendo ela sentir seu pau latejar dentro de sua buceta ao mesmo tempo que beijava sua boca com volúpia e apertava seus seios com força fazendo ela gemer alto de prazer. Ela segurava o negão em cima de seu corpo para que ele permanecesse mais tempo com o pau dentro de sua buceta. Quando finalmente o caseiro tirou o cacete para fora começando a amolecer, ainda escorria porra da sua pica que ele deu para a Fatima chupar.
Ela fez isso prontamente tomando as ultimas gotas com muita satisfação.
A Fatima quase não teve tempo de se recuperar. Duas pessoas que estavam fora, na cidade, haviam acabado de chegar. Ficamos conhecendo ele naquele instante. Dois negrões de aproximadamente uns dois metros de altura que pareciam um armário.
Um era o vigia do sítio que estava iniciando seu turno da noite e o outro era uma pessoa de confiança do dono que pilotava o barco e levava os pescadores pelo rio acima.
Quando os outros dois negões chegaram não acreditaram no que estavam vendo: A Fatima de quatro pelada; escorrendo porra de sua buceta pelas suas coxas.
Animada perguntou ao dois se iriam participar ou se iriam ficar ali parados olhando para ela.
Os dois mais do que depressa tiraram a roupa e foram em sua direção mal dando tempo para que ela se limpasse.
Em questão de minutos um dos negões com seu cacete quase tão grande, quanto o do caseiro, posicionou-se por traz da Fatima que estava de quatro, e foi enterrando sua pica lentamente.
Como estava completamente lubrificada de porra, seu pau apesar da grossura não teve dificuldades em alojar-se por inteiro dentro da buceta de minha mulher, que apesar de já ter metido bastante, continuava com muito tesão.
Com o pau todinho enterrado dentro da buceta, a Fatima urrava de prazer com as estocadas que o vigia dava.
Entre um gemido e outro ela falava: – Soca mais essa sua pica gostosa!!!!!! – Arrombe também minha buceta!!! - Não pare!!! – Que delícia!! – Que pau enorme!!! – Mais forte!!!! - Enterra tudo com força!!!
O vigia também gemia alto de prazer enquanto a Fatima a cada estocada que levava forçava mais o quadril para traz para que seu cacete entrasse mais fundo.
O negão falava: - Que puta deliciosa!! – Como mete essa vadia!!! – Olha só como entra tudo!!! - Onde foi que você arrumou essa puta meu amigo!!!!
O caseiro falava: - Essa vadia apareceu aqui com o marido querendo levar pica desde o inicio. Nunca tinha visto uma piranha trepar tanto quanto essa. Olha só a cara de felicidade que ela esta com as estocadas que esta levando.
De fato, enquanto o vigia enterrava tudo sem dó na buceta da Fatima, em ritmo cada vez mais rápido ela chupava o pau do outro negão tentando engolir toda sua pica.
Urrava de prazer e a cada estocada que levava, procurava engolir mais o cacete que tinha na boca, deixando o outro negão louco de prazer.
O negão fazia questão de tirar o pau todo para fora e logo em seguida enterrava tudo de uma vez ao mesmo tempo que a Fatima forçava o quadril para traz para que o vigia enterrasse mais fundo.
Seu cacete sumia rapidamente dentro daquela buceta deliciosa, agora totalmente preenchida e sendo arrombada cada vez mais.
Enquanto o vigia socava a pica em ritmo cada vez mais rápido o outro negão tinha seu cacete sugado com avidez pela Fatima que procurava enfiar o máximo que podia dentro da boca saboreando cada centímetro que engolia ao mesmo tempo que alternava uma punheta para o caseiro que já estava ficando em ponto de bala novamente.
Não demorou muito e o caseiro já estava com o cacete duríssimo pronto para voltar a foder a Fatima que urrava de prazer enquanto os negões falavam: - Olha só como fode essa vadia!!! – Nunca comi uma puta tão gostosa como essa!!! – E o melhor é que ela aguenta tudo sem reclamar!! – Olha só que gostoso!!! – Vai sua vagabunda mexe mais!!! – Continua assim que estou quase gozando!!! – Quero encher sua buceta de porra também!!!
E a Fatima continuava a rebolar cada vez mais rápido ao mesmo tempo que os negões iam se revezando em fode-la.
Trocavam várias vezes de posição e ela já estava louca novamente para sentir o jato de porra que iria inundar sua buceta.
Ela falava: - Quero que vocês gozem ao mesmo tempo em minha boca e em minha buceta!!! – Quero sentir o jato de porra de vocês!!! – Continuem!! – Não parem!!!!! – Nunca fui currada desse jeito!! – Como é gostoso sentir esse monte de pica me arrombando de todas as maneiras!! –Encham sua puta de porra!!!! -Quero tomar tudo!!!!
E o negão que estava sendo chupado não resistiu mais e inundou a boca da Fatima que ficou com o cacete quase inteiro dentro da boca tomando toda sua porra.
O negão urrava de prazer enquanto o vigia que estava fodendo ela em uma estocada mais violenta também gozou abundantemente dentro de sua buceta.
A Fatima que gemia alto de prazer tomando as ultimas gotas de porra que saia do pau do negão.
Quando finalmente o vigia tirou o pau pra fora da buceta da Fatima foi muita porra que escorreu pelas sua pernas.
O negão realmente havia inundado a buceta de minha mulher. Após alguns minutos de descanso ela levantou-se e foi ao banheiro tomar banho dizendo que já retornaria pronta para o terceiro tempo.
Segundo seus planos, e a chuva caindo, ela teria bastante tempo para o terceiro o quarto e o quinto tempo nesses dias que ficaríamos ali entocados.
Em breve a continuação desse conto quando os negrões fizeram um sanduiche com a Fatima e também comeram o seu cú. E a vadia aguentou tudo..



Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario a irmandade

a irmandade Comentou em 10/02/2014

Apresentação Carlos um homem bem adiante do meu tempo. Apenas como esclarecimento A Irmandade e grupo fechado para entra depois dos membros fundadores em cada estado só com indicação de um membro digamos um padrinho ou uma madrinha. Abraço Carlos Três amigos Carlos, Marta, Fabiano que curtem sexo, não desejamos expor nossa imagem em casas de swing, clubes ect, porque não expor nossa imagem, c

foto perfil usuario sograrb

sograrb Comentou em 08/02/2014

Adorei. Como gostaria de estar junto de vocês. Como é bom fuder, com negro então, é a melhor coisa que tem.

foto perfil usuario terranova

terranova Comentou em 08/02/2014

Muito bom, detalhado e pleno de sensações. Parabéns

foto perfil usuario linsar

linsar Comentou em 08/02/2014

Delicia de conto muito bom espero continuação Votado

foto perfil usuario sergi

sergi Comentou em 07/02/2014

que putinha tua esposa hummmm

foto perfil usuario art g

art g Comentou em 07/02/2014

Que puta deliciosa emmm




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


39519 - No cinema com a esposa - Categoria: Interrraciais - Votos: 18
39610 - O Corretor e minha esposa - Categoria: Interrraciais - Votos: 10
39611 - O irmão do Corretor e minha esposa - Categoria: Interrraciais - Votos: 8
40967 - Os mecânicos e minha esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
43512 - Segundo dia na pescaria com a esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
46767 - A reforma do Apartamento paga pela esposa puta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
53547 - DESPEDIDA DE SOLTEIRO COM A ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
55061 - Sanduiche com a Esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
58532 - Eu e a esposa dando carona para um negão - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
69853 - Acampamento com a esposa - Categoria: Interrraciais - Votos: 30

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico jesuino

Nome do conto:
Na pescaria quem levou vara foi minha esposa

Codigo do conto:
42351

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
05/02/2014

Quant.de Votos:
13

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Quadrinhoseroticosirmascomi minha cunhadinha virgenengurada ygozandomenino pirocudo casada crente contosquadrinhos eroticos gay chiquititasconto Erotik padastroNamorado vendo namorada emrrabada por dois ao mesmo tempocontos eroticos faladonovinhas sendo a********* por monstros de Picão contos eróticostezao pelo papai incestoswww. pornoscontos eróticos,meu patrão fudeu minha mulher e fez ela dar para um clienteconto comendo o cu do sogrotroca de casal contoscontos esposa sem vergonha no churrascoxxx comics negrosbuceta molhada avomtade xotao enxada pretaquadradinhos erocticos mae de tesaoContos de arreganhou a bunda com raivaconto incesto desabafo de uma mae cap xviirmã da nadinha incestoputa.arrombadacontos eroticos de viadinho fresco sendo arrombado por um cavaloultimos contos erotico perdendo as pregas do cuconto gay urologistaconto erotico rasgada por umconto erotico a excurssao 3gozadas fotos do sapatos de dona laurabeijo de língua peladosmeu neto com um pirocudo comeu o meu cu e a buceta conto.contos d corno bihq porno gaymommy+andptite+fille+love+blacklong+cockxvideos Quadrinho Horny 1conto chupando buceta de bebadaporno da lia as aventuras de lianovinho fazendo sexo com barbeiro contos gayconto erotico com cunhadoconto pornô caralhudoxvideo chavesconto gravida tesao no onibusConto no cu da mamãebuceta na giletequadrinho do papai fabulosoporno congolesContos eróticos adoro da meu cu escondida do meu maridozoofilia a chapeuzinho vermelhocontos eroticos mamei gostosovídeo de pornô de Recife mulher boa para o Pouso da metendo putãoContos eroticos de primas submissa por primos no sexocontos eroticos fudendo a mae travesticontos eroticos compartilhando a esposadeixar papai ver essa bucetinha contos incestoconto erotico filha de empresario ajudano mendigowww conto engravidei a mulre do meu amigocontoeroticodfcontos eroticos sou casada meu marido percebeucontos erotico dopei minha sogra e a depileitaxista e seus amigos conto gaycontos eroticos novinha evangelica na casa do tiocontos eróticos de brigas e reconciliaçãocontos bucetinha da priminha de dez anoscontos eroticos pastoraconto erotico desabafo de gaynegacazadaconto erotico minha namorada dançando forro com meu tioComendo a ex com sacanabem. E fazendo ela peidar em contos eroticosconto erotico o Rei comendo sua prinmenina rabuda indo ao delirio na dupla penetracaoContos sei que meu padrasto me olha pela fschadura do banheiro ai eu provocoContos eróticos chwpa bocetaconto erotico mae cuidando filhofui no quarto do meu irmaozinho e dei a buceta pra elecontos eroticos mae e filho Mozquadri nho porno escritorioxvidio porno nora novinha da para o sogro no dia do seu anivesarioconto erotico com objetoscontoerotico de menina de dez e o mendigomulhe. fezemno pornocontos eróticospai e filha hantai mulher do cornoporn amador pau 22 cm