Sou amante de um coroa dotadão (conto 1)


Click to Download this video!


Ola amigos, meu nome e renato, tenho 43 anos, casado, sou moreno, cabelos curtos já com alguns fios grisalhos, sou fofinho 1,74 m. sou um cara normal, fora dos padrões de beleza imposta pela sociedade, porém tenho algo que se destaca e deixa os machos loucos, tenho um rabão grande de 112 cm, carnudo e guloso, todo raspadinho o que destaca ainda mais as polpas volumosas de meu rabo, além desse atrativo, adoro usar roupa feminina entre 4 paredes, hoje em dia criou-se um termo chique CROSSDRESSER, mas adoro mesmo e ser chamado de BICHA, VIADO rsrs, desde cedo aprendi a proporcionar ao macho os prazeres que so outro cara passivo e capaz de proporcionar, aprendi que além do prazer do sexo propriamente dito, o tesão do ativo e subjugar outro cara, te-lo alí a sua mercê usa-lo como capaxo tenho total conciençia disso e não me faço de rogado, chupo rola, dou meu rabo independente do tamanho da rola do cara,(mas devo confessar que prefiro os dotados, pois como tenho o rabo bem carnudo meu cu fica bem profundo, ou seja se a rola for pequena não vai fazer nem cocegas kkkkkkkk), deixo o macho gozar na cara, na boca, no cú, não tenho frescura, alias diga-se de passagem o macho tem que ter muita porra, de preferênçia bem grossa, rsrs, tenho uma tara especial por machos rudes de pouca escolaridade, eles quase sempre são bem brutos, metem com força e vontade, deixam o passivo no lugar dele, eles gozam e vão embora sem pegação no pé, tenho um amante fixo, após conhece-lo com seu incentivo fui tomando coragem e me soltando cada vez mais deixando aflorar o lado passivo, nossa combinação foi perfeita e imediata, pois alem dele ser totalmente ativo e dominador ele e super sacana e liberal não me cobra fidelidade e ainda por cima me incentiva a realizar minhas fantasias alem de sugerir que eu tivesse outros machos e em alguns casos participou tambem, vamos chama-lo aqui de ari, ele tambem e casado, negro, 48 anos, nós conhecemos na sala de bate papo uol criada por assinantes, o tema da sala era homens de calcinha (sp), eu entrei com o nick kzadorabão40-z.l, ele 40tãoativoz.l, após esse primeiro contato, trocamos email, e a partir daí iniciamos uma amizade virtual, a foto do meu perfil eu estava de calcinha preta toda socada, a dele sua pica enorme e cabeçuda, tanto eu quanto ele gostamos do que vimos, desde o inicio ele tentava me convencer de conhece-lo, porem depois de casado eu era o tipico enrrustido, nessa epoca, de terça a sexta eu tinha tardes livres, minha esposa no trabalho retornava por volta das 20:00, eu aproveitava para saciar minha tara de putinha passiva, visitava o guarda roupa de minha esposa e usava alguma roupa safadinha, sempre curti o estilo bem putona, prefiria as mini saias ou vestidinhos grudados, por baixo espartilho, meia calça, sem falar nas minusculas calcinhas hiper socadas em meu bundão, nós dias de mais tesão acalmava o fogo do meu rabo com algum pepino ou cenora, rs.
Bom, vamos aos fatos, depois de alguns meses de contato via msn com o ari, trocamos telefone, adorei sua voz, sua atitulde de macho ativo, ele sabia me tratar com autoridade, me xingava de puta, viado, isso me deixava entregue, eu assumia postura passiva e obedecia suas ordens, nossa intimidade aumentava a cada contato, eu o fiz gozar algumas vezes via cel, gemendo e fazendo voizinha delicada de viadinho passivo, ouvia seu urro gozando aquilo me deixava louco de tesão, então concordei em conhece-lo, ressaltando entretanto, que já fazia muito tempo que eu não dava pra ninguem,uns 20 anos, além dele ser muito dotado, eu tinha medo de não suportar uma rola tão grande, ele me tranquilizou dizendo so vai rolar o que eu quizer, e dizia que eu iria adorar, apenas fazia questão que eu fosse usando roupa de putinha por baixo da roupa normal de homem, evidente que concordei !!!!!
Marcamos em uma quinta, o ari era uma especie de gerente de uma imobiliaria em itaquera, combinamos que eu deveria chegar por volta das 18:30,pois as 20:00 eu já deveria esta em casa, eu ligaria em seu celular e ele viria abrir o portão pois ele já estaria aguardando, conforme combinado eu caprixei no visual, criei coragem e comprei um espartilho com meias arrastão pretas, usando a velha desculpa que seria um presente, raspei totalmente o meu bundão,e na frente tambem rs até uma parte das coxas, fiz a tradicional lavagem anal, achei um vestido bem curto e grudado no guarda roupa de minha esposa, ela já não o usava a tempos pois já não cabia nela, escolhi algumas calcinhas preta, porem nenhuma ficou ao meu contento, apesar de bonitas e sexys, não ficaram apertadas e socadas como eu queria, então tive a ideia de cortar um pedaço da lateral de cada lado e costurar, deste modo ficariam menores e mais socadas,separei uma rendada na frente e lycra atras e fiz o reparo e quando provei, ela entrou com extrema dificuldade ficando muito socada, a sensação do tecido pressionando meu cú me deixava com o cu piscando, vesti o espartilho, peguei tambem um sutien preto de minha mulher emprestado, as meias, fui até o espelho contemplar o visual, o meu pau subiu na hora, a imagem do meu bundão raspado com a calcinha hiper socada me deixaram explodindo de tesão, já eram quaze 18:00 horas, recebo uma ligação no cel, era o ari, queria saber se eu já estava a caminho, respondi que quase, conforme combinamos ele estaria esperando, eu deveria ligar em seu cel, e ele logo viria abrir o portão, então acabei de aprontar-me, coloquei uma calça jeans bem folgada para não marcar a calcinha hiper apertada e tambem o elastico da meia calça, em cima como eu estava de espartilho e sutien, coloquei uma camiseta e uma jaqueta já que com o cair da noite fazia um friozinho gostoso, ressolvi de ultima hora pegar um tamanquinho, o unico que serviu mais ou menos foi um vermelho, mesmo assim um parte do pé ficava de fora rs, meu numero e 42, minha mulher e 37, coloquei o tamanco em uma sacola, tomei uma boa dose de whisky cowboy e fui ao encontro do meu comedor, já me sentia submisso, entregue, uma cadela no cio pronta pra ser arrombado pelo seu macho.
Cheguei em frente a imobiliaria, peguei um pouco de transito, já passava das 18:30, liguei em seu celular, o coração quase saindo pela boca, _ oi cheguei tõ aqui em frente ele responde _tô indo ai, espero alguns instantes dentro do carro, ele aparece no portão, era bem mais alto que eu imaginava, peguei a sacola com os tamanquinhos e sai do carro indo ao seu encontro, a calcinha socada em meu rabo causava uma sensação deliciosa de submissão,acho até que rebolei pois já me sentia delicado, submisso ao desejo do meu macho em me possuir, chego diante dele, ele me olha de cima a baixo me senti pelado nesse momento, me comprimenta com o aperto de mão, e manda que eu entre, logo que entrei ele fecha o portão, eu o aguardo logo adiante, algumas pessoas passam na rua, a minha sensação era de que todos que alí passavam sabiam que eu estava alí pra dar meu rabo para aquele homem maduro com cara de senhor respeitavél, entramos na imobiliaria, o ari me conduziu a sua sala, e pediu-me para aguarda-la pois iria apagar algumas luzes, logo voltou sentou-se ao meu lado em um sofá de espera, tirou seu celular do bolso e o desligou, nesse momento fiquei observando-o, ele era bem mais alto e mais forte que a foto que havia visto no msn, dei uma sacada na cintura, o volume já se formava,era visivel que era de fato muito bem dotado, o ari tambem me observa e pergunta _tá usando roupa de puta ?, eu respondo com a cabeça de forma positiva, ele fala _deixa eu ver, tirei a jaqueta, o tênis, a calça, nesse momento ele percebe a meia arrastão e passa a mexer em sua pica por cima da calça, tiro por ultimo a camiseta,dou uma arrumadinha no vestido, que de tão curto mostrava boa parte das polpas salientes de meu rabão, pego o tamanco na sacola e pronto ! estava feito, lá estava eu usando roupa de putinha diante de um macho sedento com a rola durissima louco pra me comer, ele pede para eu ficar de pé,o tamanco de salto me fazia ficar com o rabo ainda mais empinado, eu levanto então pego a minha roupa que estava no chão, ao abaixar-me meu bundão fica exposto, o vestido sobe ainda mais exibindo o rabão raspado com a calcinha toda socada, nesse momento sinto a mão do ari apalpando meu bundão, sinto um frio na espinha, um arrepio indescritivél que me faz empinar automaticamente minha bunda, logo o ari tambem fica de pé, me abraça pela cintura, pressiona sua rola durissima em meu rabo, sinto sua rola, fecho meus olhos, empino ainda mais o rabo, mesmo por cima da calça sinto o quanto sua rola era de fato grande, tomo coragem e conduzo minha mão ao encontro de sua rola, meu deus !! além de muito grande era muito grossa, um misto de temor e satisfação apoderou-se de meus pensamentos, o ari mordiscava minha orelha, meu pescoço, eu gemia baixinho, pois nas vezes que eu o fazia gozar via celular sabia que ele adorava quando eu gemia e ficava bem dengosinho, ele me vira de frente e me tasca um beijo na boca, ele chupava minha lingua com uma força, ao mesmo tempo que apalpava meu bundão, eu passava a mão em sua nuca, no seu rosto sentindo sua barba por fazer, que sensação maravilhosa, eu já estava sedento por sua pica, totalmente entregue aos seus desmandos, o ari então tirou a calça ficando apenas de cueca, senta no sofá, evidente que entendi suas pretenções, ajoelhei-me no meio de suas pernas, puxei a cueca liberando a mosntruosidade de sua rola, _nossa !!! ele fala que foi não gostou, eu respondo _adorei, e do tamanho da foto, mas e bem mais grossa, além, da cabeça roxa enorme,passo a punhetar,sua rola que pulsa em minha mão, o cheiro de pica toma conta do ambiente, mas não havia como voltar atrás, era uma viajem sem volta, então cai de boca, como tava salgado, um mixto de suor com mixo, de certa forma o cheiro de macho me deixou ainda mais submisso, eu chupava e gemia, fazendo carinho no saco, o ari pede pra lamber as bolas, seu saco estava bem suado, tratei de tirar todo suor na ponta da lingua, sua rola era enorme eu não conseguia engolir inteira ele empurrava minha cabeça até eu engasgar_ calma menino vai me sufocar com essa pica, ele ordenou para chupar e batia sua rola em minha cara esfregando a rola babada em toda minha cara me fazendo ficar com cheiro de pica por toda cara rsrsr, o ari gemia e me xingava, eu adora ser xingado e sugava cada vez mais, nessa altura já torcia pra ele gozar em minha boca, porém ele tinha outros planos, ele levantou, pegou meu vestido e o puxou, me deixando apenas com o espartilho, meia calça e a calcinha socada e o tamaco vermelho de minha esposa, agora pela primeira vez ele tinha a visão total de minha bundona, toda raspada, com a calcinha enfiada, ele fica olhando para meu rabo e fala _meu tua bunda e mais bonita que da minha mulher, vou me acabar nela hoje !, ele me conduziu ao sofá, mandou que eu ficasse de 4, fiquei de quatro com o rabo bem empinado, o ari veio por trás, afastou a calcinha de ladinho, abaixou-se e passou a chupar meu cú, nesse momento senti uma das mais gostosas sensações de minha vida, tanto que meu pau ficou duro, tentei me masturbar enquanto tinha o cú ora lambido, ora chupado, mas fui reemprendido pelo ari, deu-me um forte tapa em minha bunda e disse _tira a mão do pau viadinho, aqui só quem goza sou eu, atendi imediatamente sua determinação, em seguida o ari posissiona-se atrá de mim, sinto que a hora do abate havia chegado, sabia que o sofrimento de ter aquela rola cabeçuda dentro de meu rabo, seria proporcional ao prazer de ser passivo para aquele macho estava me proporcionando, o ari da uma cuspida no meu cú, enfia um dedo e faz o tradicional movimento giratorio, eu me contorço, logo ele encosta a cabeçona em meu cú, vai pressionando e tirando, a cabeça logo entrou, a dor estava muito grande, ele me pegava pela cintura com firmeza, pedi para tirar e lubrificar um pouco mais, ele tira a cabeçona da porta de meu rabo, e da outra cuspida agora mais caprixada, coloca novamente a cabeça da rola na entrada e vai socando, agora o cú estava mais lubrificado, o pau entrou, ele passa a fazer movimentos lentos de vai e vem, eu gemendo de dor tendo o cú ardendo, o ari não atendia meus apelos para parar, ele estava tomado pelo tesão e socava ainda mais acelerando os movimentos e a força das estocadas, logo senti seu corpo encostado em minha bunda era o sinal que a rola descomunal havia entrado totalmente em meu rabo, cada vez mais as estocadas eram mais profundas logo senti o rabo laceado, arrombado, a dor já não existia, eu estava acostumando com aquela tora dentro de mim, passei a rebolar e suplicar por mais _vai, negão, soca tudo vai enfia no meu bundão, vai mete ai, fode, come tua puta, o ari pegava nas minhas ancas, dava uns tapas bem dados, enfiava tudo sem dó, eu perdi o controle, aquele macho estava me dando uma surra de pica, ele suava, seu suor cai em cima de meu corpo, eu gemia alto sem nem um pudor, logo senti o ritmo das estocadas acelerar, o ari soltou um urro alucinante alto, nesse momento recebi no fundo de meu rabo uma esporrada cavalar daquele macho, senti as constrações de sua rola despejando toda porra acumulada dentro de mim, ele desfaleceu exausto sobre meu corpo, senti o peso daquele macho grandão sobre meu corpo, sua rola amoleceu dentro do meu rabo, logo ele sentou-se no sofá, eu me recompus, dei uma ajeitadinha na calcinha enfiando novamente em meu bundão arrombado e todo esporrado, sentei do seu lado, e perguntei _ e ai gostou ? ele responde _adorei boneca, mas quero mais, esperei muito tempo pra comer esse seu cú quero bis, meu deus que homem insasiavel, ele vai ate a cozinha bebe agua e trá pra mim um copo, eu tinha o cheiro de sua rola nas narinas, o cu cheio de porra, ele ainda queria mais, já eram quaze 19:30, tentei argumentar, pois eu teria que chegar em casa por volta das 20:00, ele responde _relaxa viadinho, eu gozo rapidinho, vem aqui me chupar, deixa de conversar e vem mamar, atendi prontamente sua ordem, ajoelhei-me novamente e passei a chupar sua rola, o gosto de porra era muito forte, minha boca ficou gosmenta, logo seu pau ficou duro novamente, enquanto eu o chupava ele apertava meu rabo e enfiava sutilmente o dedo em meu rabo arrombado, a porra começava a sair pois ele enfiava o dedo inteiro, o ari manda que eu deite de barriga pra cima no sofá,ele mais uma vez afasta a calcinha de ladinho, ajoelha-se no chão encaixa a rola e enfia em um unico golpe toda a monstruosidade de sua pica rabo a dentro, passa a fazer um vai e vem frenetico, estocando com vigor toda pica em meu cú, logo estou gemendo novamente na rola daquele macho, ele metia sem dó alargando cada vez mais o meu rabo deixando totalmente arrombado, mudamos de posição, ele sentou no sofá e mandou eu sentar em sua rola, pelo estado que meu cú já se encontrava entrou tudo, engoli totalmente a rola do ari, passei a galopar sua rola, ele puxou-me ao seu encontro e me deu outro beijo delicioso, o que me fez galopar com mais velocidade, estava morrendo de tesão, o ari me pegava pela cintura e empurrava meu corpo ao encontro de sua rola, como se quizesse atravessar aquela rola no meu corpo, a porra da primeira gozada lubrificou meu cú, estava todo melado, a porra escorria, eu sentia o cú alargado, a rola entrava e saia com facilidade, sentei na rola dele engolindo totalmente aquela monstruosidade, jamais pensei suportar uma pica tão grande, o ari me beijou mais uma vez, chupava minha lingua com voracidade, empurrou meu corpo ao encontro do seu, e mais uma vez despejou o que ainda lhe restava de porra em meu cú, fiquei assim engatado nele alguns instantes, levantei em seguida, meu cú estava tão arrombado que a porra escorreu pelas coxas, olhei no relogio já eram 20:15, rapidamente guardei o vestido e o tamanco na bolsa, fiquei com espartilho a meia calça arrastão e calcinha, vesti a roupa normal de homem por cima, estava super atrasado, o ari me levou ate a porta da imobiliaria, a medida que eu andava sentia a porra escorrendo, meu rabo estava totalmente laceado, a rua estava deserta, apenas meu carro e o do ari em frente a imobiliaria, ele me dá uma ultima ordem,_ deixa eu dar uma ultima olhadinha nesse bundão, vai viadinho, respondi voçe tá louco ? _ele fala vai logo tõ mandando, deixa de frescura, ví que não tinha escolha, não queria estragar um encontro tão gostoso, então dei uma olhada pros lados, esperei passar um carro e baixei a calça, exibindo meu bundão arrombado vazando porra com a calcinha toda socada e enxarcada de porra, logo percebo a aproximação de uma pessoa e me recomponho rapidamente, espero a pessoa passar, era um senhor, acredito que deva ter visto minha bunda de fora, fiquei morrendo de vergonha, mas com certo tesão tambem, o ari da um tapa em minha bunda e diz até a proxima e vai ser logo heim, adorei te comer, eu respondi,_tambem adorei, vamos conversando no msn, assim que der combinamos, deixa eu me recuperar, voçe me arrombou rsrs. ele sorriu e disse _vai dizer que vc não curtiu ? _ essa resposta deixo pra vcs que estão lendo o conto, rsrsrsr, logo contarei nossos proximos encontros e o inicio das realizações de nossas fantasias, minhas e dele....... ate breve.
Foto 1 do Conto erotico: Sou amante de um coroa dotadão (conto 1)


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario olavandre53

olavandre53 Comentou em 17/09/2018

Renatinha, vc é gostosa demais. Amei seu cinto. Q inveja do Ari. Bjs

foto perfil usuario ronald43

ronald43 Comentou em 21/03/2018

Embora eu não curta ser afeminado, achei o conto super excitante e adoraria dar para o Ari tbm...

foto perfil usuario gordogulososp

gordogulososp Comentou em 21/09/2017

Adoro coroa ainda mais sendo dotado ai viro uma puta empresta ele

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 16/11/2016

Kd o dote do coroa? Mostra! Betto

foto perfil usuario dommonteiro

dommonteiro Comentou em 03/10/2016

gostaria de comer vc em um cine em sp votado

foto perfil usuario nmf

nmf Comentou em 20/11/2015

meu amigo, que rabão gostoso vc tem

foto perfil usuario gugu7l

gugu7l Comentou em 05/11/2014

muito bom seu conto, me deixou de pau duro aqui, que coroa de sorte ter um rabao como o seu ao dispor dele, votado,

foto perfil usuario paty-bibalinda

paty-bibalinda Comentou em 04/11/2014

Parabens, adoreio o seu conto! fiquei com um tesão imensooooo bj

foto perfil usuario pasparakoroa

pasparakoroa Comentou em 24/04/2014

Delicia de conto, me apresenta esse cara....

foto perfil usuario anjo sp zl

anjo sp zl Comentou em 31/10/2013

Delícia este conto, moro em itaquera, se vc quiser

foto perfil usuario silva ou silvia

silva ou silvia Comentou em 30/10/2013

Alice que belo conto muito gostoso. O seu primeiro voto e meu. Leia os meus contos e vote se quiser e comente porfavor.Eu tambem adoro ser uma Putinha para Maduros Ativos. Beijos




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


55811 - Sou amante do coroa dotadão (conto 2) - Categoria: Gays - Votos: 14
55890 - Sou amante do coroa dotadão (conto 3) - Categoria: Gays - Votos: 13
107805 - O inicio das depravações de um viado cd e seu macho (conto 4) - Categoria: Gays - Votos: 11
114689 - Aventuras de um Viado rabudo com 6 desconhecidos num único dia ( conto 5 ) - Categoria: Gays - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil casado rabudo
casadorabudo

Nome do conto:
Sou amante de um coroa dotadão (conto 1)

Codigo do conto:
37534

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
29/10/2013

Quant.de Votos:
23

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


Despedida de Solteira Num Campo de Refugiados 2conto erotico gay uber com fotocontos eroticos fudi tanto a buceta da esposa do meu irmao que ela engravidouConto de putinha objeto de prazer para todos os machosconto erotico com mulher do amigo bebadoconto casada traiulevei chifre contoporno gay quadrinho kakeporno em quadrinhos com negroesconto cesto de calcinhamulher maravilha transandoPornomulher pebada q mexe muitocontos eroticos comi meu vizinho novinhoporno amador novinha tendo orgasmo prolongadocontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimConto eroticos de sogra presenteia genro com uma punhetacontoerotico esposa e o mulequecontos de incestos chupando a bucetinha da filhinha ainda bebeContos eroticos com fotos de meu gay favoritocasa dos contos eroticos o violentador de bucetas caninascontos erotico corno assumidoscontos eroticos gay putinhaconto incesto no busãoconto erotico com chicotadahormonios femininos conto eroticosou viciada em ciriricaxvideis 2017comi a minha tiaGay gosando e punhetiandocontos de lactantesermãgostoza de chotinhocontos eroticos irmmaos engravidando irmascontos eroticos minha sogra e minha empregadaConto erotico me come poe tudocontos eróticos come minha Irma e sua amiga bebacontos eroticos corno do zeladorcontos eróticos gay volta redondaconto erotico orgiacontos eróticos com fotos minha mãe dando pra mimgozou dentro conto gayconto erotico levando pica na bucetacoleira bdsm metalica mulhercontos gay virei transsexual do meu amigoquadrinho porno gay adolecentesconto erotico desejada e enlouquecida com manuela 1-2-8contos eroticos o mecanico.da minha esposacontos eroticos das amigas da escola da minha filhaEle me comeu e levou minha calcinha e se meu marido descobrir conto eroticocasa dos contos gay incesto o filhinho do meu compadreconto erótico traidoraConto erotico padrecontos eróticos meu primo comeu minha b***** no carroContos e fotos de genros gozando nas calcinhas das sograsprincesa de conto de farda pornoporn casal mozambicanocontos meu filho me viu peladamãe e filha rabudas contosContos eroticos flaguei minha mae chupando um pau e fiz chantagemtodo mundo querendo mamar na peituda conto eroticocontos eroticos gay putinhacontos de corno. bipassivosMinha esposa saiu de shortinho socado no rabo contosconto erotico borracheirofilho maecanto eroticolevei minha mulher na casa de swing contosWww contos erotico a madrinha gostosa e o afilhado pirocudo.com.org.Contos e imagens de sexo violento bem exitantescontos eroticos meu tio pegou meu primo me fudendo e me fudeu tambementiadacontoeroticomeu tio me comeu amarrado porno gayflagrei a minha cunhada d********* contosconto porno com obcontos eroticos de Aribjrperdendo as pregas contoscontos eróticos acampando com minha professorasogra fode gostoso nos quadradinjos hentayconto esposa vadia adora ser chingada e marido corno chupador de porracontos eroticos uma piriguete levou minha mulher na praiaPokemon meninas nuas gozandoponheta subrinha gostosa quadrinhos pornoporno gay quadrinhos simpsonsconto erotico Leitadapornocontos heroticos cinco contra umtitia tarada tabooConto porno de avo da minha amiga me comeucontos eroticosmulher com encanador