SÔNIA CONTA: PORQUE TRANSEI COM MEU ENTEADO


Click to Download this video!



OLÁ! EU SOU A SÔNIA!
É A MINHA PRIMEIRA PARTICIPAÇÃO NESTE PERFIL E NESTE SITE; AS NOSSAS HISTÓRIAS SEMPRE FORAM CONTADAS POR MEU MARIDO RODRIGO E POR SUA FILHA FERNANDA NO PERFIL DELA.
UMA VEZ QUE FOI EXPOSTO O MEU CASO COM O FILHO DO RODRIGO DALTON, ACHEI MELHOR DAR A MINHA VERSÃO, E MEU MARIDO NÃO SE OPÕE A ISSO, ELE ACREDITA EM LIBERDADE DE EXPRESSÃO!
OBRIGADO PELO ESPAÇO AMOR!
Eu sou amiga da Fernanda e sua colega desde o colégio a faculdade, e sempre fui gamada pelo pai dela Rodrigo,que era pai solteiro de 5 filhos, mas depois descobrimos q só 3 eram filhos naturais dele, ele os criou sozinho, e nossa diferença de idade é de 14 anos, mas em aparência parecemos ter a mesma idade.
Tanto enchi a Fernanda q ela nos aproximou, mas antes disso fletarvamos desde q eu tinha 13 anos, a paquera foi longa e começamos a namorar qdo eu tinha 17 anos, acabou ficando sério e me casei c/ ele qdo fiz 18 anos.
Seu filho(Q Ñ ERA FILHO) mais velho(Paulo) morava e sempre achamos q transava c/ a vadia da mãe, sua filha mais velha foi quase violentada pelo Paulo se mudou e mora no exterior, e c/ Rodrigo moravam a Fernanda, o Dalton e a Solange.
Quando nos casamos sua vida tinha melhorado muito, e tinha uma casa grande com outra casa de hóspedes, q quase sempre estava vazia, ficamos na casa grande e na suite maior, e eu já sabia q a Fernanda havia seduzido opai, mas p/ mim, que seduzi o meu, não era novidade e nos dávamos tão bem q até eu e a Fernanda faziamos brincadeiras eróticas entre nós e depois junto c/ o Rodrigo.
Fernanda se casou c/ o Ronnie, um ex-namorado meu q apresentei a ela, e tudo ia bem, c/ altos e baixos mas terminava bem!
VAMOS AGORA DIRETO AO MEU CASO C/ MEU ENTEADO DALTON:
Desde antes de namorar o Rodrigo, ainda menina, notava q seu filho Dalton, mais novo q eu, me olhava c/ olhares de desejo, qdo eu e a Fernanda ficávamos na piscina, ele ia até um canto para nos olhar e batia uma punheta, soubemos disso porque vimos, mas fingimos q ñ percebemos. Ele se envolvia em nossas brincadeiras s/ ser convidado, e tirava uma"lasquinha" comigo e até c/ a irmã, tipo passar encochando, tocar nos seios, se oferecer p/ passar bronzeador e passar nas coxas até quase tocar nas nossas bocetas e entre outras coisas.
E qdo comecei a namorar o Rodrigo, ele parou c/ as atitudes ousadas comigo, contei ao Rodrigo o q ele fazia antes comigo e Rodrigo me respondeu
-Isso é coisa de moleque mesmo! Assediar vc eu entendo, mas até a Fernanda? E com a Solange, já viu alguma coisa?
-Vi sim!Bolina ela, se esfrega e um dia eles disfarçaram qdo entrei, mas acho q ele estava fazendo sexo oral c/ ela!
-Isso pode dar problema! Mas ele parou de te abordar?
-Agora parou!
-Mas se ele te causar problema, me avise, ou se ele fizer alguma coisa c/ as irmãs!
-Certo! Se ele aprontar eu aviso!
E eu e Rodrigo nos casamos, fui morar c/ ele lá, e quando trasávamos, algumas vezes vimos q alguém nos observava, de dentro do armário-vestíbulo, da entrada q vai co corredor a área do quarto, pela janela, qdo escurecia e ela ficava um pouco aberta e dava p/ a laje do banheiro da piscina, comentamos e como somos liberais, fingiamos q não vimos nada e continuávamos as fodas. E algumas vezes vi o Dalton e também a Solange.
Passou um tempo e a pegação entre os irmãos ficou mais quente, a própria Fernanda sem querer os pegou em plena pegação nus, e num 69.
Agora era a Solange tentando seduzir o pai, indo tomar banho em nosso banheiro qdo eu não estava, e saindo nua pedindo p/ o Rodrigo enxugar suas costas; só que a casa tem 4 suites c/ banheiro, a única diferença é q a nossa era maior e tinha cama de casal.
Deve ter sido nessa época q a Solange chantageou o pai que acabou satisfazendo os desejos da filha. Claro q ele me contou, eu agradeci pela sinceridade, mas sabia q agora Dalton teria a boceta da irmã p/ foder e pensei:"Ver o lado bom! Agora ele me deixa em paz!"
Num dia Rodrigo não estava e tinha alguém tomando banho, pensei q era a Fernanda, que é bem comum e até tomamos banho juntas ou a Solange, entrei no banheiro q estava aberto e deparo c/ meu enteado tomando banho e acho q sabia q eu estava alí, pois estava de pau duro, eu fiquei paralisada olhando aquela pica grande, parecida c/ a do pai só q um pouco menor, ele riu e perguntou:
-Que tal? Gostou?
Eu fiquei c/ vontade de dar um tapa no FDP, mas confesso q sentia minha boceta ficar molhadinha e se fosse nos tempos q era solteira e só amiga da Fernanda, era capaz de ter saido uma transa ali, mas optei em gritar c/ ele:
-Seu pilantra! Não tem banheiro no seu quarto? Nunca mais faça isso, senão eu conto p/ o seu pai!
Ele saiu nu e molhado mesmo e entrou em seu quarto. E eu mandei uma siririca pensando naquilo...parei pensando"Vc está louca? Se masturbando pensando no enteado?" e parei.
Contei p/ o Rodrigo, só q de forma mais amena, ñ falei da forma ousada q ele se dirigiu a mim. De noite Rodrigo falou q não queria mais nenhum dos filhos tomando banho em nosso banheiro, cada um tinha o seu!
Dalton percebeu q eu ñ contei tudo e depois do jantar veio me agradecer por ñ contar ao pai e me deu um beijo no rosto, me abraçando, e eu falei a ele:
-Vê se cria juizo! você é um garoto bonito, e deve ter um monte de gurias a fim de você!
Só q o abraço foi muito próximo, eu estava de blusa fina sem soutien,e c/ aquele toque corporal, meus mamilos enrijeceram, fazendo c/ q ele notasse e imediatamente senti seu pau começar a endurecer em cima de minha boceta, mais uma vez pensei, se fosse solteira...., mas me afastei dele dando outro beijo em seu rosto e sai p/ a sala.
Até que um dia, cheguei mais cedo, entrei em meu quarto e vi uma coisa que não esperava! Era Dalton e Solange em minha cama nus e transando...Aquilo foi demais!
Nessa época, o filho falso, Paulo já estava separado da esposa Débora e Rodrigo é q estava "cuidando" dela que morava conosco; e eu ñ teria liberdade de dizer isso a ela. Procurei a Fernanda, q estava por lá e lhe contei:
-Fernanda! É o Dalton, seu irmão!Entrei no meu quarto e ele e a Solange estavam transando em minha cama, eu achei ruim c/ eles e ele perguntou se eu queria participar, e tirou o pau da boceta da Solange e pediu p/ eu chupar!
-Vc chupou?
-Posso ter ficado excitada, mas ñ sou doida, ñ vou fazer cagada de novo!
-Espere Sonia! Não conte nada p/ meu pai ainda! vamos ver até onde ele vai chegar!
-Fernanda! Já pensou se eu não resistir?
-Fica fria! Meu pai tem os negócios dele, problemas c/ o falso filho Paulo, está cuidando da nora a Débora q está grávida, dá "atenção especial" p/ eu e você, ah! e a Solange agora...; vamos poupar ele, só contaremos se as coisas passarem dos limites.
Acertamos dessa forma, mas mal sabíamos q as coisa iam piorar ao invés de assentar a poeira.

No dia seguinte, qdo eu estava na piscina, ele se ofereceu p/ passar protetor solar em mim, e eu deixei(eu quis provocar mesmo!), mas fingi q ñ vi mal nisso, somos bem liberais, mas ele passou sensualmente p/ me deixar tesuda e eu fingi q ñ sentia nada, mas estava molhadinha, começou nas costas, bunda e eu deixei p/ ver até onde ia, passou nas coxas, no interior das coxas, afastou o bikini na minha boceta enfiou o dedo, viu q estava molhadinha e colocou o pau lá, me levantei correndo, mas ele conseguiu me agarrar por trás e enfiar a cabeça da rola dentro de mim, aí eu sai, e xinguei ele!
Novamente tive de contar tudo a Fernanda, sem saber q Débora tinha visto tudo; a Fernanda me ouviu e perguntou:
-Sonia! Seja sincera...você gostou? Eu teria ficado excitada e teria transado....
-Pior é q gostei, mas não demonstrei, e ñ posso contar p/ seu pai por medo do q ele possa fazer c/ o filho, pode até o expulsar de casa, ou bater, ou coisa pior, mas se não contar, eu estarei escondendo coisas dele! Me ajuda Fê!

-Já sei! Vou falar c/ meu pai e sei como fazer, ele vai te escutar, observar o Dalton e ver a melhor solução, mas, deixa eu te perguntar 1 coisa q meu pai vai perguntar.[.]---Você tem vontade de dar p/ ele? Eu mesma já acabei na cama c/ o safado(bem q eu desconfiava!) e acho q vou ainda mais vezes, meu pai não se incomodou só pede cuidado!
-Confesso! tenho sim! O safado me massageou, me tocou, me deixou molhadinha, enfiou o dedo e o pau em minha boceta e por puco não cedi ...
-Vou contar p/ o papy, e depois vc fala com ele, vai ter uma solução!
Depois q falei c/ a Fernanda ela contou ao Rodrigo q veio conversar comigo:
-Sônia! A fernanda me contou tudo, o safadinho tentou te comer e te deixou excitada, e me parece que agora vc também está a fim, ainda mais qdo você pediu p/ ñ bater nele nem o expulsar, eu prometio q POR ENQUANTO, não farei nada disso, mas seja sincera, ele a deixou excitada?
-Fiquei sim Rodrigo e quase cedi qdo a cabeça do pau dele entrou em minha xoxota..., mas lembrei q quero engravidar de você em menos de 6 meses e, tinha de pedir permissão se fosse transar c/ o Dalton!
-Vamos conversar c/ a Débora a respeito! Vem Soninha!
Por que c/ a Débora? Era quase uma estranha, mas fonos falar c/ ela. Ela nos ouviu c/ atenção e aí soube da vivência e experiências q ela teve, e nos disse:
contamos tudo a Débora e o q ela achava, sua resposta foi bem pensada:
-Meus amores, eu estou aqui a pouco tempo, mas me sinto como tivesse nascido aqui, eu vi qdo o Dalton fez aquilo c/ a Sônia daqui e pensei: "Se ele fizesse isso comigo,acho q acabaria deixando",foi muito intenso, mas ela agiu correto! Você tem uma esposa maravilhosa...; sugiro q segurem as pontas, ou deem vazão ao desejo. Venham aqui e me deem um abraço!
Acabamos os 3 nos acariciando e acabou num ménage à trois, eu adorei a Débora a partir dai, ela me ensinou truques sexuais, e disse p/ vivenciarmos a situação, eu e o Rodrigo, numa espécie de psico-drama-erótico, eu seria eu mesma e Rodrigo seria Dalton!
Eu chamava Rodrigo de filho, enteado,sempre quis dar p/ você e ele a mim de madrasta gostosa, vou te foder sua safada, acabamos abraçando os personagens que personificavam nossos desejos ocultos,e qdo terminamos a foda, Débora disse ao Rodrigo:
-Taí sogrinho! Queriam minha opinião e ela foi demonstrada, acho que é melhor ela dar p/ o Dalton, ela quer isso! e vc deve fingir q não sabe de nada! No lugar dela acho que acharia uma experiência válida e transaria, desde q haja consentimento das partes envolvidas, não é assim?
Eu agora estava mais afim do que nunca em experimentar o fedelho safado me fodendo por completo, só esperava saber o q Rodrigo faria; percebi q ele iria consentir em eu dar p/ o filho dele, mas, FATALMENTE HAVERIA COMPENSAÇÕES QUE ELE EXIGIRIA POR DIREITO DE MIM E DO DALTON, o que se comprovou tempos mais tarde, qdo o Rodrigo fodeu 2 das namoradas do filho, uma delas hoje é noiva do Dalton.
Mas a preocupação principal minha e do Rodrigo é se o taradinho do meu enteado, contasse a amigos, vizinhos ou outros q estava comendo a madrasta! Isso seria uma catástrofe! Outra opção era ele ser incluido em uma troca de casais, inclusive c/ a Solange, digamos, 4 casais, aí acho q não contaria, mas o caso era o agora.

Já no dia seguinte eu o bikini mais escandaloso q eu tinha e fui p/ a piscina, sabia q Débora me veria, mas eu não me importaria c/ isso. Me ajeitei, deixei só os bicos e a racha tampados e esperei a chegada do moleque, q era meu enteado, chegar em mim babando. E logo depois lá estava o Dalton(onde estava a Solange?) de calção largo e ao me ver, a jovem e deliciosa madrasta quase nua, perguntou irônica e safadamente:
-E aí Sô! Quer q te passe o protetor solar caprichado?
Eu respondi malicia e safadamente c/ cara de pura malícia:
-Quero sim Dalton, mas capriche em tudo de verdade! Milimetro por milimetro...você sabe !
Ele disse que sabia que eu estava querendo(sabia mesmo)..., ele começou a esfregar o protetor em meu pescoço, minhas costas, aí eu pedi p/ ele desamarrar o bikini, feito isso suas mãos corriam da cintura até o pescoço e do lado esquerdo junto aos seios até o lado direito, e eu, q a princípio fingia gemer baixinho, agora gemia pra valer, estava com tesão!
Qdo os dedos de Dalton avançavam da lateral dos seios até meus mamilos, eu já estava bem molhadinha e ele sabia disso, mas como eu estava aceitando suas carícias ousadas, ele não teve pressa, estava sentindo, saboreando e explorando cada centímetro de sua deliciosa madrasta, pouco mais velha q ele, eu estava quase tendo um orgasmo, então eu e pedi p/ passar nos pés, pernas coxas e bum bum.

Dalton já estava nas minhas coxas e na bunda, e já era visível que eu estava sentindo tesão e rebolando c/ isso, mas Dalton, ainda sem pressa, levantava o fio dental p/ enfiar o dedo no meu cu, mas estava evitando tocar na boceta c/ as mãos cheias de protetor, só tocava na minha xoxota por cima do pouco pano do bikini, enquanto eu já gemia mais alto, queria q ele me fodesse, já não precisava de mais preliminares.
Então eu me virei e como a parte de cima do bikini estava solta, seus seios ficaram a mostra e a cortininha de baixo só escondia a racha de sua boceta.

Dalton abaixou e beijou seus mamilos e eu gemia mais ainda, e ele continuou a passar o protetor até em volta de minha boceta, me contorcia e rebolava de prazer, então ele limpou as mãos em uma toalha e enfiou o dedo na minha boceta...ah! isso me fez ter meu 1º orgasmo..., gozei sem penetração...e claro que ela viria e teria mais orgasmos!
Dalton continuou esfregando meu clitóris por baixo do bikini mínimo e enfiando o dedo dentro da boceta, eu estava de novo quase tendo um orgasmo, então eu soltou o laço e fiquei nua na frente do meu enteado.
Quando ele foi beijar seus mamilos de novo, eu agarrei sua cabeça e o beijei na boca, minha língua entrava na boca dele, enquanto minha mão arrancava o calção de meu filho postiço, deixando aquela pica dura, na direção de, inha boceta, e ainda o beijando, abri as pernas e a rola dele entrava com facilidade na minha boceta: agora não tinha volta, ninguém pararia aquela foda que se iniciava pra valer!
Sua rola passou da metade e dei um gritinho e aí nenhum de nós se segurou mais. Começou o entra e sai, e socadas...Estava em pleno coito c/ meu enteado Dalton!
Ele bombava e eu rebolava, pedindo p/ ele meter mais fundo, e enrosquei minhas pernas em sua cintura p/ qdo ele fosse gozar eu o seguraria p/ que fosse dentro de mim.
Nem sabia se meu marido estaria nos vendo, mas se estivesse, eu queria que ele visse sua esposa bem puta dando c/ gosto p/ o filho dele, afinal ele engravidou a ex-esposa do outro q julgava filho..., hehehe..., vingança consentida era demais!
Nessa hora Dalton demonstrou um pouco de seu complexo de Édipo escondido:
-E ai Soninha está gostando de ser fodida por mim?
-Ah! Estou querido, estou! Me fode sem dó meu filho putinho!
-Então vou meter sem dó na boceta da minha mãezinha vadia! Sinta meu caralho fudendo sua boceta sua mãe puta! Vou te foder até te engravidar vadia! Meu pai engravidou a vadia da minha cunhada e vou engravidar você!Agora você é minha vaquinha!
-Isso! Me fode, me engravida! Eu sou sua puta agora! Sou a sua vadia e me use como quiser! Que delícia! Devíamos fazer isso a mais tempo meu pauzudo!
-Sabia q vc me queria mãezinha vagabunda! Agora estou aqui e vou gozar dentro de você safada! Vou gozar...
-Goza bem lá no fundo querido, eu vou gozar também...

Ele gozou dentro de mim, sem camisinha, eu sentia as ejaculadas dele dentro de mim! Descansamos um pouco nos beijando e acariciando... eu gostei mesmo daquilo, ele então...!
Aí qdo seu pau amoleceu eu chupei c/ gosto enquanto ele chupava a minha boceta, da qual não parava de sair esperma..., mas ainda tinha mais.
Ele me colocou de 4 e começou a foder de novo a minha xoxota, numa socada ele a penetrou de uma vez, eu dei um gritinho e logo via a foda se intaorou de novo, e ouvia o bater de nossos corpos um contra o outro, e cada vez mais forte estava adorando aquela safadeza meio incestuosa e dizia:
-Me fode amor, capricha na sua putinha, eu quero que foda sua mulher!
-Vou te foder sempre mãezinha putinha! Sempre q eu quizer será minha!
E no auge da foda senti alguém ao lado, era a Solange nos vendo e se masturbando, mas eu não liguei, por mim ela podia até entrar naquela foda maravilhosa, e foi isso que a safada fez! Me ofereceu sua linda e jovial boceta p/ eu lamber, e eu lambi, chupei, suguei, enquanto aquela bela vara me possuia.
Aqueles meus enteados estavam me tornando escrava sexual deles! Mas eu estava a fim de deixar!

Logo o Dalton gozou dentro de mim de novo, e qdo tirou o pau de dentro eu via a porra dele escorrendo da minha boceta, enquanto isso ele levou seu pau a Solange p/ q ela chupasse. Foi nessa hora que vi que a Solange era muito bonita mesmo, seu rosto vagamente lembrava o da mãe, e em nada parecia c/ o Rodrigo.
Meu enteado me colocou na posição, e eu sabia q ele ia foder meu cu!
-Agora vou foder seu cu sua mãe cadela!
-Vai querido, fode meu cu, ele é todo seu!

Eu tinha KY na bolsa e pedi p/ ele passar no meu rabo, ele já meteu 2 dedos besuntados c/ o lubrificante dentro do meu cu, dei um gritinho, ele passou também em sua vara e meteu de uma só vez, doeu muito e gritei alto, a ponto dos 2 caçulas fazerem o pedido de silêncio "psiiiiiiu!", e o safado começou me foder com golpes cada vez mais violentos, enquanto eu dizia:
-Isso!Assim, me arromba! Agora sou sua por inteiro! Minha boceta é sua! meu cu é seu! São seu sempre que quizer!Sou sua, sou sua, me fode, fode esse cu que quer seu caralho!
Enquanto isso a Solange lambia meu grelo da Sonia me levando a loucura, gemia, gritava, gozava, e eu era o brinquedinho sexual dos caçulas!
E foi assim até o Dalton gozar no meu rabo, tirou o pau e eu via o esperma dele correr...
Nos levantamos e fomos tomar banho no banheiro da piscina. Tivemos uma sessão de sacanagens lá enquanto tomávamos banho. Nós 3 saimos de lá nus, sem se preocupar com nada, afinal agora éramos totalmente íntimos, e entramos na casa.
Naquela noite dormimos os 3 em meu quarto, pois o Rodrigo não viria, e teve sexo até pela manhã, entre os 3 e de todas as formas.

No dia seguinte fui a casa de hóspedes, pois Rodrigo tinha dormido c/ a Débora p/ me dar liberdade total, e era hora de contar toda a verdade:
-Eu fui comida por seu filho várias vezes ontem!
-E vc gostou?
-Na verdade gostei, mas ele é muito safado, disse q queria me engravidar e entrei no jogo, e disse p/ ele me engravidar, ele adorou eu falar isso, me chamou de puta, vadia, cadela e mãe e outras coisas.
-E o q vc fez?
-Dei asas a imaginação de nós 2, disse que agora era a puta dele, a mulher dele e que ele poderia me foder sempre que quisesse e do jeito que quisesse. Foi uma loucura sexual, nem eu acredito que fiz tudo aquilo c/ meu enteado e disse tanta safadeza p/ ele. Mas foi bem mais do q estou falando agora! Eu filmei tudo c/ a máquina escondida p/ vc ver e ouvir!
-Bom q tenha gostado...vai foder c/ ele de novo?
-Acho q sim! Eu gostei e quero repetir, mas antes quero que façamos tudo em grupo, aí acho q ele não conta p/ os amigos! Podemos fazer, eu, você, a Débora, a Fernanda, O Ronnie, a Tatiana, o Edmundo e os caçulas,até as minhas amigas q eu apresentei p/ vc foder; que acha?
Ele achou ótimo, e fizemos a suruba, só q os detalhes serão contados pelo Rodrigo ou pela Fernanda, só posso adiantar q dei p/ meu enteado!

Como resultado do DNA, descobriu-se q o maníaco do Paulo e a Solange não eram filhos do Rodrigo, e a partir dai a Solange passou a rejeitar o agora meio irmão DALTON e se aproximar mais ainda do pai que a acolheu sem ser pai natural, e uma consequencia disso foi o Dalton me procurar mais ainda como companheira sexual, então(com o meu marido Rodrigo, a Fernanda e meu namorado-amante Ronnie sabendo) mantive meus relacionamentos sexuais c/ o Dalton, c/ a tolerância e permissão de todos eles, só q a partir dessa data seria só c/ camisinha, pois parei com os contraceptivos e queria engravidar do Rodrigo.
Acabei apresentando a ele, algumas amigas q se interessaram por ele, e ele por elas, mas continuamos nosso relacionamento mesmo qdo ele ficou noivo de uma delas, até ela desconfiar e nos afastarmos.

Julguem como quiserem:
Foi bom para eu e para ele!
Não atrapalhou meu casamento!
Houve consentimento e permissão do marido e de todos os envolvidos, portanto não houve traição!
Hoje ele adora o irmãozinho que é meu filho com seu pai!
Ele ama a Solange não mais como meia irmã, mas como irmã verdadeira e a protege de caras mal intencionados.!
Ele trabalha com o pai e é seu melhor amigo, mesmo eles tendo me dividido e a namoradas e noivas dele, Dalton!

Julguem a mim, julguem a ele, mas não se esqueçam de julgarem suas vidas e de seus parentes! Eu deixo milhares de pedras p/ q atirem em mim!
Beijos a todos!

AGRADEÇO AO RODRIGO, MEU MARIDO, POR PERMITIR COLOCAR A MINHA VERSÃO DOS FATOS E SER A PESSOA MARAVILHOSA QUE ELE É!


Foto 1 do Conto erotico: SÔNIA CONTA: PORQUE TRANSEI COM MEU ENTEADO

Foto 2 do Conto erotico: SÔNIA CONTA: PORQUE TRANSEI COM MEU ENTEADO

Foto 3 do Conto erotico: SÔNIA CONTA: PORQUE TRANSEI COM MEU ENTEADO


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario oseuprazer2015

oseuprazer2015 Comentou em 11/09/2015

Delicioso seu conto...

foto perfil usuario skarlate

skarlate Comentou em 11/07/2015

excelente

foto perfil usuario skarlate

skarlate Comentou em 09/07/2015

excelente

foto perfil usuario casal tarado

casal tarado Comentou em 15/08/2014

Adoramos seus contos, são muito bem escritos e excitantes. Aguardamos seu próximo conto, também temos alguns contos publicados, se puder leia alguns deles e se gostar vote.

foto perfil usuario grisal

grisal Comentou em 04/06/2014

acho que a frase magico deste conto é "consentimento" se isto ocorre entre os envolvidos não cabe aos de fora, como nos, leitores, fazermos qualquer tipo de julgamento

foto perfil usuario fabiordm121

fabiordm121 Comentou em 27/12/2013

conto perfeito excitante. adorei

foto perfil usuario fudedordecu

fudedordecu Comentou em 26/11/2013

sonia voce e muito gata amei

foto perfil usuario gugu7l

gugu7l Comentou em 13/11/2013

fique tranquila, vc é maravilhosa e nao teriam como resistir ao tesao, bjs, amamos seus contos, continue...votado.

foto perfil usuario oliveira58

oliveira58 Comentou em 22/10/2013

concordo, meu voto

foto perfil usuario gozana berenice

gozana berenice Comentou em 19/10/2013

SONIA! ESTOU CONTIGO E SEU MARIDO E NÃO ABRO! VOCÊS FAZEM O Q EU DESEJARIA C/ A BERENICE:SEXO COM CUMPLICIDADE, SINCERIDADE E MUITO AMOR ENTRE OS 2! JÁ AMINHA BERENICE, MENTE, ESCONDE, SAI C/ OUTROS AS ESCONDIDAS E A DROGA DA FAMÍLIA IGNORANTE DELA É CUMPLICE. SÓ Q COMO VÍTIMA... ACABEI COMENDO 3 IRMÃS DELA, 1 SOBRINHA, 3 PRIMAS E VÁRIAS AMIGAS. VOU CONTAR TUDO Q ESSA SAFADA FEZ! BEIJOS SÔNIA!

foto perfil usuario malvada

malvada Comentou em 16/10/2013

Jamais te julgaria.. Afinal queria eu ter uma familia assim... Adorei a sua versao da historia Beijinhos Desejosos da Malvada.

foto perfil usuario apeduardo

apeduardo Comentou em 15/10/2013

Delicia de conto. valeu

foto perfil usuario jordanel

jordanel Comentou em 14/10/2013

Acho que você esta com complexo de culpa. Não esquenta a cabeça o único que poderia te censurar aceitou, que é seu marido, o resto é coadjuvante. Em relacionamento eu não gosto muito das palavras "deixou" e "permitiu" prefiro a palavra "aceitou" porque se minha mulher quiser fazer alguma coisa e eu falar que não deixo ela vai ri na minha cara, eu posso não aceitar e tomar uma atitude em represaria

foto perfil usuario dette e mareco

dette e mareco Comentou em 14/10/2013

A princípio adorei! Mas só darei minha opinião assim que reler as história anteriores, e depois essa! Tanto desse seu perfil como o da sua enteada Fernanda. Seria interessante o Dalton, seu enteado, contar a versão dele, e o "por que?" do assédio a madrasta, deve rolar um C de É! Beijinhos

foto perfil usuario corno da val

corno da val Comentou em 14/10/2013

Eu gostei muito! Excelente! Agora quanto a ter relações c/ enteado q te dá tesão e o marido permite(mas depois fode as namoradas do filho), quem sou eu p/ reprimir:?? Afinal tive caso c/ 1 prima, irmã, cunhada e moro c/ a esposa e outra cunhada q é minha namorada e amante, e todos sabem, mas, nomeu caso, NINGUÉM TEM CORAGEM DE ME CENSURAR! Se leram minhas memórias, sabem porque! Beijos Sonia!

foto perfil usuario bereniceealdemr

bereniceealdemr Comentou em 14/10/2013

Aprovadissima! Concordo c/ a Beni! Gostei, adorei tezudei e gozei! Eu transaria c/ um enteado em condições relatadas idênticas... Beijocas

foto perfil usuario beni casada

beni casada Comentou em 14/10/2013

Adorei! Lavou a alma no final! Hipocrisia e atirar as pedras é fácil. Compreender e ter bom senso é difícil. Até conversei c/ Armando a respeito, ele e eu achamos que se tivéssemos um fato parecido, eu também transaria c/ o enteado se as partes concordassem; desde q não interferisse em meu relacionamento sério. Bjs




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


35692 - Minha filha me seduziu até conseguir . - Categoria: Incesto - Votos: 263
36007 - A Filha+nova;meu Filho+velho e a Nora G.P. (01) - Categoria: Incesto - Votos: 289
36404 - A FILHA, O FILHO E MINHA NORA ex-GP Débora (02) - Categoria: Incesto - Votos: 294

Ficha do conto

Foto Perfil rodrigoesonia
rodrigopaidafernanda

Nome do conto:
SÔNIA CONTA: PORQUE TRANSEI COM MEU ENTEADO

Codigo do conto:
36716

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
12/10/2013

Quant.de Votos:
248

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


sexogabifodendo sobrinha nuaporno gay quadrinho mozto ruvídeo de sexo com iníciado lésbicas contos eroticos minha putinha de onze anoshistorietas porno gratis milftoonContoeroticoputonasexo maninhameu genro pauzudo me rasgou toda flagras reaiscontos eroticos injecao cornoso foto dinovinha querendo xupa como ebunda madrasta contos eróticosnegao para esposas contos[email protected]quadrinhos porno meus dois machos 2 castigada pelo filhaocontos eroticos dois novinho favelado gosarao no meu raboconto erotico comi duas lactantesA filha ninfeta do meu cliente conto eroticocontos eroticos de cornos bebadosCoroa carona rabuda e seus contos eroticosas travestestis mas do rabao do bumbum mas linxovidio porno negro a desvirginar nifetinhascontos e encoxando a tiaputa vendida conto eroticoporno 2013 emsaboando o pau menininhadando um trato a vizinha do lado quadradinho eróticoEu e minha namorada no streep poker contoscomendo a bunda da minha mulhernovinha foi nada na casa do tio e liberopramulher bezerrinha conhecida vaginas q apertaContos erticos de lia traindo o máridocontos eroticos eu menina meu padrasto me comeucontos er?ticos incesto minha cadelinha safadaContos eroticos de travesris lindas do pau gostosos.conto erotico vendo mamae enfiar consolo no cu de papaicontos eroticos traindo marido no festawww.conto erotico ervangelicos porno.comnegro gosando dentro de buceta de mulher casada xvidio tealConto erotico sogra e sogrose eu pudesse fazer sexo anal g****** horasminha esposa com seu cunhado peludao conto corno biconto gay ui caguei no pauconto erotico ia ser corno de qualquer jeitocontos com fotos flagrei meu marido com a viúva do vizinhocontos metendo com ti tianinfomaníaca quadrinhos mãe tarada pelo amigo do filhoconto trepada gostosa com ameliaContos erotico eu e minhas priminhas inocência perdendo a virgindade com un velhoGay picas grandes quadrinhoporno em quadrinhos surpegilporno contos eroticos filhas taradas ppr primascontos+eróticos+de+novinha+com+cadastroo meu vizinho me comeu conto eroticocontos eróticos virgens fudedo com pausadove vidios de xaponezinha dando ate gozascontos-gays me caguei todo no pauzao grosso do amigo da faculdadeo reencontro com minha mãe safada. contos.conto erotico coroa do interiorconto erotico minha prima me seduziucontos eroticos levei minha mulher para fuder com negros roludoscontos porno maes putas que fumam baseados e.depois dao a bunda pros filhos novinhos e roludosporn vidio belinha com calsinha ao lado da vajinaarrombada no quarto contos cornosminha esposs adora ser cornuda contos eroticosxvideo de negao com mulher de4 efiando ate no estomagocontos eroticos de incesto filha casada rabuda chora no cacete do pai de 27cmsficar excitada com historias em quadrinho sacanasconto erotico de pai e filha de ferias[email protected]ultimos contos sadoEstrupada por dois conto eroticoImagensconto erotico rasgada por umpenis preto pra masturbaçaocontosconto erotico deixei o viado sem andarcontos eroticos virei meninaConto erotico comi minha filhinhacontos eroticos fudendo o rabinho da minha avoContos eroticos mamae e filhas gulosas mamando nos seus seis filhos pauzudos em um gang bang no sitoconto estrupo nafrente do maridobusetas gotos domudocontos eróticos caminhoneiiro me fez viadounovinhas virgens viciadas em transa com cachorros pistoludosbucetas escurasconto Vontade de ser corno com o meu amigo!chorou na pica contohentai moms