Síndrome do "sono profundo".


Click to Download this video!


Eu sei que fui muito filho da puta pra fazer o que fiz. Eu e minha esposa fomos descobrindo aos poucos que nossa filha tinha algum problema. Quando ela dormia, não existia cristo que a fizesse acordar... Seriam 6 a 8 horas direto até ela acordar por si só. Podia sacudi-la e até balançá-la de cabeça pra baixo que nada de acordar. Começamos a levá-la em vários médicos, até que um especialista em neurologia nos disse que ela tinha "síndrome do sono profundo"; e que, somente com o tempo ela deveria voltar ao normal. Ainda pequena, era fácil levá-la no colo da sala até o seu quarto; mas, Shirley foi crescendo e tive que passar a deixá-la muitas vezes dormir no sofá. Quando Shirley começou a namorar, fui virando um pai chato e pegajoso: queria saber onde ela ia com o namorado, horários, e estipulava hora pra voltar pra casa. Mas, não sei se aproveitando o problema que ela tinha, começou a dormir na casa do namorado... Ele ligava dizendo que Shirley tinha caído no sono, mas que estava tudo bem. Shirley estava com 18 anos; mas somente um pai que tenha uma filha bonita e com o corpo igual da minha filha pode entender o meu ciúme... Shirley era do tipo violão: loira, seios médios redondinhos, cintura fina, bundinha grande empinada e um par de coxas longas e bem torneadas. Comecei a ficar imaginando, o namorado metendo na minha filhinha; talvez com o consentimento dela ou aproveitando que ela dormia profundamente. Quando passou a ser muito constante dela ficar na casa do namorado, passei a ter quase certeza que eles estavam transando... Isso me deixava desesperado que cheguei até segui-los de carro (eles numa moto), para ver se estavam frequentando algum motel. Mas das duas vezes que consegui acompanhar a moto, eles entraram no shopping. A merda toda começou quando minha esposa Ana, junto com mais duas irmãs, começaram a fazer revezamento (dois dias cada), pra cuidarem na minha sogra que tinha acabado de fazer uma operação nos quadris devido um tombo que levou no banheiro. Passava das 10 horas da noite quando Shirley veio me dar um beijo de boa noite dizendo que estava com sono. Depois das 11, indo pro meu quarto vi a luz acessa no quarto de Shirley e também a porta um pouco aberta. Bastou olhar pra dentro e vê-la esparramada na cama de camisola, de bumbum pra cima aparecendo a calcinha, pra passar pela minha cabeça um pensamento pra lá de sujo... Que eu poderia examinar a bucetinha da minha filha pra confirmar se ela já tinha perdido a virgindade como eu pensava... Eu ainda achava, que poderia estar enganado mesmo ela tendo mais de 18 anos; ainda era a minha bonequinha. Vou não vou, acabei indo. Sentei na cama, e só pra confirmar sacudi bastante seu corpo antes de levantar um pouco mais sua camisola e começar a puxar a calcinha. Mesmo antes de terminar de tirar sua calcinha, pensei várias vezes em desistir... Mas acabei indo até o fim. Como Shirley estava de bundinha pra cima, a primeira coisa que acabei fazendo foi examinar o seu cuzinho. Abri suas nádegas e senti um baque no coração ao perceber nitidamente que ela já tinha feito sexo anal. Respirei fundo, e mesmo não precisando confirmar na frente, virei-a de barriga pra cima e abrindo um pouco suas pernas deitei me esticando entre elas pra examinar melhor. Abri os lábios vaginais com dois dedos (a bucetinha mais linda que podia existir no mundo), e com a outra mão fui enfiando meu dedo lentamente até colocá-lo todo; depois, enfiei dois de uma vez vendo que não tinha nenhuma resistência. Eu estava chocado com a confirmação de que minha filhinha já não era mais virgem; mas estava tão gostoso bolinar sua bucetinha que fiquei ali brincando com meus dedos por pelo menos uns cinco minutos... Coloquei rapidamente sua calcinha no lugar e fui pro banheiro me masturbar como um adolescente. Minha vontade era de socar a cara do filho da puta do namorado da minha filha, sabendo que ele tava metendo na bucetinha da minha filha e ainda comendo seu lindo cuzinho rosado. Mas bastou chegar o dia seguinte a noite e notar que Shirley estava novamente de camisola, pra eu ter novos pensamentos mais sujos ainda. Esperei passar pelo menos uma hora que Shirley foi pro quarto, pra eu ir e encontrá-la novamente dormindo com a luz do seu quarto acesa. Novamente tirei-lhe a calcinha, coloquei um travesseiro em baixo do seu bumbum, abri suas pernas e passei a lamber sua bucetinha... Que gostinho delicioso. Tive que parar pra tirar meu pau duro pra fora do short do pijama e voltar a chupar minha filhinha. Mas a tentação foi tão grande que acabei ajeitando-a de ladinho, e por trás, levantei um pouco sua perna e fui enfiando minha piroca na sua buceta já bastante úmida com minha saliva... No mesmo instante que eu me achava um canalha, a sensação prazerosa que eu sentia me fazia continuar. Dei várias bombadas na sua bucetinha antes de tirar e gozar aparando uma quantidade enorme de porra com minha bermuda. Coloquei novamente sua calcinha com todo cuidado, e fui dormir... Meu pensamento era que não tinha prejudicado em nada minha filha ao fazer o que fiz. Chegou o sábado e minha esposa teve que voltar novamente pra casa da minha sogra. Achei até que Shirley fosse dormir na casa do namorado, mas ela chegou até que cedo, e tomando um banho veio ficar comigo na sala assistindo um pouco de TV. Ela de babydoll e recostada no meu peito, dava pra perceber que ela não usava sutiã... Tive que me controlar e desviar meus pensamentos pra não ficar de pau duro. Ao vê-la dando umas pescadas, antes que ela acabasse dormindo ali no sofá, peguei-a pelos braços e fui levando-a já cambaleando pro seu quarto. Depois de ajudá-la a se deitar, não deu nem dois minutos pra ela começar até a ressonar. Lentamente fui puxando a alça da sua blusinha até deixar um dos seus peitinhos pra fora... Chupando bem gostoso aquele biquíni rosado, novamente tive que tirar meu pau duro pra fora. Sem controle, fui capaz de tirar seu short e a calcinha pra novamente de ladinho enfiar minha piroca na sua bucetinha. Só que dessa vez, cada socada que eu dava, Shirley soltava um pequeno gemido - "hummm!", hummm!","hummm!". Meu coração disparou achando que ela estava acordando. Tirei meu pau, e chamei-a várias vezes comprovando que ela continuava dormindo profundamente. Tornei enfiar meu pau e fiquei socando lentamente por vários minutos até sentir que ia gozar. Estava tomando café, quando Shirley apareceu na cozinha e me dando um beijo:
- Pai; você foi onde a noite no meu quarto?
Cheguei a engasgar um pouco com o café:
- Ué; você não se lembra que te levei pro quarto pra você não dormir no sofá?
- Ah é!
- Porque você está me perguntando?
- Noooosssa; é que eu tive um sonho dos mais malucos.
- Pode me contar o sonho?
Ela me olhando:
- Hihihihihi! De jeito nenhum; e muito pesado!
Fiquei encucado, pois do jeito que ela falou eu tinha algo haver com seu sonho "pesado". Na próxima oportunidade até achei melhor não me arriscar novamente; mas vendo-a desfilando pela casa com uma camisola curtinha que mais parecia um camisão; não resisti. Esperei, entrei no seu quarto, tirei sua calcinha e cai de boca na sua bucetinha pra deixá-la bastante molhadinha. Eu lambendo, Shirley soltou alguns gemidos... Só não parei porque via que ela continuava com os olhos bem fechados. De ladinho, comecei a meter na sua bucetinha e ela soltou mais alguns gemidos... Eu ficava parado até ela voltar a ressonar, pra continuar socando minha piroca naquela valetinha apertada e quente. Cedo na cozinha, tomando meu café pra ir trabalhar, veio Shirley ainda meio sonolenta.
- Bom dia filha; dormiu bem?
- Muito bem paizinho; melhor ainda com o sonho que eu tive essa noite.
Evitei olhar pra ela, mas não resisti em perguntar:
- Ué; no outro dia você disse que o sonho era "pesado", e hoje você gostou?
- Hihihihihi.. Naquele dia também gostei ué; você entende o que é sonho pesado, né?
Achei melhor até não responder; pois claramente estaríamos falando de sexo. Resolvi definitivamente que não ia mais me arriscar; pois não estava entendendo direito o que minha filha sonhava enquanto eu metia na sua bucetinha com ela no seu "sono profundo". Fui pesquisar na internet o problema que ela tinha, e lendo vários artigos, acabei descobrindo que com o tempo a pessoa com a síndrome ia tendo vários estágios; e um deles, era a de sentir e ouvir o que se passava ao seu redor sem conseguir acordar por completo... Fiquei todo arrepiado em imaginar de ela ter sentido que era eu que estava abraçando-a por trás e metendo na sua buceta; mas só que ela interpretava apenas como sonho. Passava de dois meses, e ainda minha esposa continuava tendo que cuidar da sua mãe... Só que eu não tinha mais ido ao quarto de Shirley. Foi novamente num sábado à noite, que Shirley após colocar novamente uma camisolinha bem curta veio ficar comigo na sala. Conversamos sobre vários assuntos até que ela mesma tocou no assunto dos sonhos, reclamando que fazia tempo que ela não tinha mais daqueles sonhos que ela tanto gostava... Desconfiei que ali tinha alguma coisa a mais do que eu imaginava.
- Ué filha; você quer me contar alguma coisa?
- Não posso pai; só queria voltar a ter aqueles sonhos novamente!
- Aquele tipo de sonho pesado?
- É pai; pesado mas tão gostoso de sonhar.
Como Shirley falava olhando pro meu rosto e sorria, passei a achar que ela de um modo ou de outro sabia o que eu fazia enquanto ela dormia... Resolvi arriscar.
- Posso fazer alguma coisa pra você sonhar de novo?
- Hummmm... Eu acho que pode sim; ir lá fazer um pouco de carinho em mim.
Fiquei mudo, e ela levantando do sofá me dando um beijo:
- Mas não demora não, que hoje eu quero sonhar bem acordada... Hihihihihihi!
Pensei com meus botões: "Caralho; e agora? o que eu faço?"... Fiquei mais perdido que "cego em tiroteio". Resolvi pelo menos ir lá dar um abraço e um beijinho de boa noite na minha filha. Entrei vendo-a deitada de lado com sua maravilhosa bundinha virada pra mim mostrando a calcinha. Reclinei dando-lhe um beijo no rosto:
- Boa noite filha; também vou dormir!
- Não pai, não vai não, fica um pouco aqui comigo.
- Você quer que eu deite ai com você?
- Quero sim; e quero que me abrace bem forte.
Puta que pariu, era muito tentação para um homem como eu, que já era tarado pela filha. Me ajeitei atrás dela fazendo conchinha e apertando-a num abraço contra meu peito. Shirley foi se ajeitando colocando e apertando seu bumbum na minha virilha. Mesmo sentindo meu pau ficando duro, fiquei somente ali travado com receio de fazer algo. Mas foi a própria Shirley que pegou minha mão que estava na sua barriga e foi descendo até colocá-la sobre sua calcinha e xoxota. Como eu continuava com medo de me atrever, ela foi capaz de colocar minha mão pra dentro da sua calcinha; ai não tive como me conter. Passei os dedos sentindo sua bucetinha ficar bastante úmida. Quando ela puxou mais sua camisola pra cima, puxei sua calcinha e ela também ajudou a tirá-la mais rapidamente. Novamente, foi Shirley quem tomou a iniciativa de pegar meu pau entre suas pernas e colocá-la bem na portinha da sua xoxota. Travei sua cintura e fui empurrando enquanto ela mexia seu bumbum pro meu pau entrar mais ainda. Comecei um vai e vem bem ritmado, e Shirley começou a gemer cada vez mais alto.
- Uuuuiiiii! Uuuuiiiiii! Aaaahhhhh! Aaaahhhhh!...
Ao dar uma parada nas socadas pra respirar um pouco, Shirley começou a socar sua buceta na minha pica movimentando sua bunda pra frente e pra trás:
- Huuuuuummm! Huuuuuummmm! Aaaaaahhh! Aaaaaahhhhh!!!!!!
Era ela tendo um orgasmo gemendo como uma gatinha no cio. Por sorte sua calcinha estava ao meu alcance para tirar minha piroca e gozar muito sobre ela. Vendo que Shirley queria continuar naquela posição sem me olhar, dei-lhe um beijinho e sai do seu quarto. No domingo, foi Shirley que acordou bem cedo e fez o café. Ao chegar na cozinha estava todo sem jeito pra encarar minha filha, por causa de tudo que tinha acontecido entre nós dois. Novamente foi ela quem quebrou o clima vindo até a cadeira onde sentei me dando um beijo.
- Adorei ontem a noite; foi maravilhoso!
Fiquei mais descontraído.
- Gostou mesmo filha?
- Nossa pai; foi bom demais.
Shirley demonstrando que estava feliz foi me contando que por duas vezes ela achou que era tudo um sonho quando eu ia no seu quarto. Mas, na última vez, mesmo não conseguindo abrir os olhos, ela sabia e sentia tudo que eu fazia com ela... Exatamente como li no artigo na internet.
Também contei porque acabei fazendo aquilo, quando resolvi examiná-la pra descobrir se ela era virgem ou não, e não resistindo tanta beleza que ela tinha em todo seu corpo... Aproveitei o embalo:
- Você transa muito com o seu namorado?
- Que nada pai... Ele é muito devagar; sou eu que fico provocando ele.
- Poxa filha; até na bundinha você deixou, é?
Shirley arregalou os olhos demonstrando surpresa.
- Nossa pai; até isso você percebeu?
- Perdão filha; não queria te deixar constrangida.
- Tudo bem pai; é até bom que você contou que já sabe também sobre isso.
- Que você deu a bundinha pro seu namorado?
- É... Mas é errado isso pai?
- Se você gosta não é não!!!!...
Ela se ajeitando e sentando em uma das minhas pernas me abraçando.
- Hihihihihi... Nem eu acredito que estou conversando sobre essas coisas com meu próprio pai.
Apalpei seus peitinhos e puxando-a pra ela ficar com sua bundinha bem em cima do meu pau duro.
- Tá sentindo como o papai está?
- Tô sim; tá duro né?
- Muito duro; quer deixar o papai de novo?
Ela me dando um leve beijo na boca.
- Já estou até sem calcinha.
Levantei sua camisola confirmando e passando a mão na sua bucetinha.
- Pô... Então você já estava pensando nisso?
Novo beijo na boca.
- É claro; depois de ontem a noite, acordei pensando nisso aqui, ó!
Falou ajeitando as pernas pra conseguir passar a mão onde estava meu pau duro. Caralho; jamais poderia imaginar que tinha uma filha taradinha como ela... Shirley só podia ter puxado pelo seu pai - rsrsrsrsrs.
E Shirley, como se já fossemos amantes a muito tempo, saiu do meu colo pra abrir minha bermuda e enfiar a mão na minha cueca pra puxar minha piroca... Fiquei simplesmente estupefato quando ela ficou de joelhos pra beijar a cabeça da minha pica e passar a língua como uma gatinha na sua cria.
- Nooooossa; não tô acreditando que é minha filha que está fazendo isso!...
Ela ficando de pé, mas continuando a segurar minha piroca.
- Eu sei que você está gostando pai; meu namorado é que nunca deixou fazer isso com ele.
E a danadinha foi se ajeitando no meu colo de frente pra mim, segurando sua camisola pra cima até conseguir colocar sua bucetinha sobre meu pau... Rebolando foi descendo e engolindo os 18 cms.
- Hhhhhiiiiiiiii! Aaaaaaaahhhhh! Hummmmmmm!!!!!... Iiiiissso é bom demais paaiiiiii!!!!!
Shirley estava superando toda minha tara que eu tinha por ela... Socou sua bucetinha na minha pica até ficar parada e me puxar pelo pescoço e me beijar introduzindo sua língua da minha boca... A danadinha estava tendo um orgasmo. Depois, Shirley saindo do meu colo, ficou do meu lado, voltou a me beijar enquanto ia tocando uma punheta em mim... Explodi num delicioso gozo, no chão da cozinha.
Shirley voltando a sentar no meu colo e rindo:
- Não fica assustado não pai; você não imagina a vontade que eu tinha de fazer essas coisas com você.
- Mas filha, você é muito tarada!
- Tarada só por você paizinho, com meu namorado até que sou muito comportadinha... Hihihiihihihi!!!
Mesmo depois que minha sogra melhorou, eu e Shirley sempre dávamos um jeito de dar uma trepadinha: Quando não dava pra ser em casa, ela ia até meu escritório de advocacia.
Foto 1 do Conto erotico: Síndrome do

Foto 2 do Conto erotico: Síndrome do

Foto 3 do Conto erotico: Síndrome do

Foto 4 do Conto erotico: Síndrome do

Foto 5 do Conto erotico: Síndrome do


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario gabi7485

gabi7485 Comentou em 10/12/2015

Muito legal

foto perfil usuario apeduardo

apeduardo Comentou em 10/01/2015

uma delicia de conto, adorei, vc é um cara sacana e sua filha mais ainda. kkkk

foto perfil usuario c1

c1 Comentou em 21/08/2014

ADOREI!

foto perfil usuario camps

camps Comentou em 22/05/2014

Rapaz!!!! Que excitação.... Adorei!

foto perfil usuario rafa.tatto

rafa.tatto Comentou em 24/10/2013

Nossa adorei deliciosamente tem o meu voto

foto perfil usuario louise

louise Comentou em 11/09/2013

Delícia,o sono sempre dando uma ajudinha entrei papai e filhinha. Adorei.

foto perfil usuario

Comentou em 20/08/2013

muito bom....parabéns escreve muito bem

foto perfil usuario lobo50

lobo50 Comentou em 17/08/2013

Caramba, show seu conto. as fotos são lindas, tá votado.

foto perfil usuario c1

c1 Comentou em 17/08/2013

CARA DE SORTE VOCÊ. MUITO BOM.

foto perfil usuario notório

notório Comentou em 17/08/2013

Sensacional, super excitante e gostoso de ler. O incesto praticado entre pai e filha é gratificante, mesmo que seja apenas uma fantasia. Eu adoro pq já tive uma experiência verídica. Confira ledo meus contos de incesto ¨O tesão peka minha filhinha¨. Acredito que irá gostar, não esqueça de comentá-los. Parabéns pelo conto e pelas fotos !!!!!!!

foto perfil usuario linsar

linsar Comentou em 17/08/2013

Parabéns extremamente exitante votado.

foto perfil usuario brito08

brito08 Comentou em 17/08/2013

mt tesão mesmo cara parabens a vc e a linda filha

foto perfil usuario falcão

falcão Comentou em 16/08/2013

Bem gostoso seu conto ótimo parabéns continue...

foto perfil usuario delicia19

delicia19 Comentou em 16/08/2013

Muito bom...votado!

foto perfil usuario artemis

artemis Comentou em 16/08/2013

ain queria que meu pai fizesse isso comigo rs mas vou conseguir//Votei

foto perfil usuario coxagrossa

coxagrossa Comentou em 16/08/2013

A seu taradinho cara de pau, é sempre assim, todo pai senti tesão pela filha e quando tem uma oportunidade ele manda o pau, depois acostuma né, foi o que aconteceu comigo, pois é gostei do seu conto, fiquei molhadinha....

foto perfil usuario rcautella

rcautella Comentou em 16/08/2013

Muito bom.parabens

foto perfil usuario salinas-vamp

salinas-vamp Comentou em 16/08/2013

Valeu demais ler este conto. Tem meu voto.

foto perfil usuario angelrj6

angelrj6 Comentou em 16/08/2013

Votei! Parabens seu safado...

foto perfil usuario baudoscontos

baudoscontos Comentou em 16/08/2013

Que conto safado hein? As fotos da filhinha são nota 10.

foto perfil usuario cduu_silva

cduu_silva Comentou em 16/08/2013

Parabéns belo conto

foto perfil usuario rickoliveiracb

rickoliveiracb Comentou em 16/08/2013

Cara, muito bom o conto! Votado!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


14516 - Comendo a nora safadinha. - Categoria: Incesto - Votos: 53
15148 - Cunhada amante... - Categoria: Incesto - Votos: 22
15811 - Mulheres, filha e biquinis... Muita tentação. - Categoria: Incesto - Votos: 56
16630 - Eu e meu primo dando pro tio Borges. - Categoria: Incesto - Votos: 25
16762 - Travesti, sou feliz graças ao meu pai. - Categoria: Travesti - Votos: 30
17009 - Uma filha bastante liberal. - Categoria: Incesto - Votos: 43
17110 - MINHA MULHER TREPA E DEPOIS ME CONTA. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
17236 - Sou pai solteiro. - Categoria: Incesto - Votos: 31
17371 - Minha filha é igual a mãe...Também gosta de mulher - Categoria: Incesto - Votos: 29
17610 - Com meu professor, e depois com meu motorista, - Categoria: Gays - Votos: 17
17909 - Ninguem desconfia que dou a bunda. - Categoria: Gays - Votos: 18
17999 - Minha sobrinha é um furacão. - Categoria: Incesto - Votos: 18
18372 - Dando casa, comida e cama pra minha sobrinha. - Categoria: Incesto - Votos: 25
18590 - Milena... Minhas filha gordinha e gostosa. - Categoria: Incesto - Votos: 39
19568 - Amizade com o coroa vizinho. - Categoria: Gays - Votos: 21
19856 - Minha filha mais nova. - Categoria: Incesto - Votos: 33
20124 - Cunhadinha - A Bela Adormecida. - Categoria: Incesto - Votos: 20
20681 - Virei corno e viado no hotel fazenda. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 42
21434 - Dei até banho na minha mãe. - Categoria: Incesto - Votos: 55
22084 - Emprestando até a mulher pro patrão. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 47
23359 - Três homens e um destino - O início. - Categoria: Gays - Votos: 20
25816 - Cuidando da irmã. - Categoria: Incesto - Votos: 66
25865 - Minha filha também sentia tesão por mim. - Categoria: Incesto - Votos: 26
27039 - Minha vida secreta. - Categoria: Gays - Votos: 13
29406 - A FILHINHA DO PAPAI. - Categoria: Incesto - Votos: 67
31069 - Descobrindo a irmãzinha safada. - Categoria: Incesto - Votos: 35
31729 - Não resisti ao ver minha netinha pelada. - Categoria: Incesto - Votos: 38
33646 - Fui a mulherzinha do meu irmão. - Categoria: Gays - Votos: 47
36135 - Duas xoxotinhas caseiras. - Categoria: Incesto - Votos: 20
36679 - Um amigo, um vizinho e um padre. - Categoria: Gays - Votos: 13
37075 - Depois de aposentado, peguei minha sobrinha. - Categoria: Incesto - Votos: 23
39726 - A melhor amante... Minha própria filha. - Categoria: Incesto - Votos: 37
40252 - Comendo a cunhadinha e também sendo corno? - Categoria: Incesto - Votos: 16
41866 - Minha família é do caralho... - Categoria: Incesto - Votos: 44
44187 - Minha mãe é uma deliciosa putinha. - Categoria: Incesto - Votos: 34
46486 - Iniciado pelo professor. - Categoria: Gays - Votos: 13
47050 - Filha casada precisando de um macho. - Categoria: Incesto - Votos: 64
47720 - Sou meio viado só pro meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 54
49856 - Meu padrasto me comeu gostoso. - Categoria: Gays - Votos: 31
51591 - Ganhei o cabacinho da minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 62
52248 - Comenda a tia Julia. - Categoria: Incesto - Votos: 19
57274 - Dei pro tio João. - Categoria: Gays - Votos: 18
58242 - Tudo muito rápido... Meu padrasto me fodeu. - Categoria: Incesto - Votos: 10
58782 - A prostituta do filho. - Categoria: Incesto - Votos: 35
62276 - Engravidando a própria filha. - Categoria: Incesto - Votos: 23
63422 - Os três amigos. - Categoria: Gays - Votos: 22
65714 - Sou casado, viado e corno. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 43
70597 - O delegado e suas duas filhas. - Categoria: Incesto - Votos: 23
71600 - Filha fogosa. - Categoria: Incesto - Votos: 47
72755 - APRENDI SER CORNO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 31
74553 - Na sauna com papai. - Categoria: Incesto - Votos: 32
75127 - Minha vida de universitário. - Categoria: Gays - Votos: 9
75343 - Irmã de bunda gostosa. - Categoria: Incesto - Votos: 55
75802 - Carnaval com minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 52
77035 - Ganhei uma nova família. - Categoria: Incesto - Votos: 38
82468 - Substituindo o consolo de borracha da filha. - Categoria: Incesto - Votos: 40
84159 - Mesmo sendo casado, ainda gosto de uma pica dura. - Categoria: Gays - Votos: 14
84588 - Minha filha, minha paixão. - Categoria: Incesto - Votos: 29
86699 - Minha filha: casada e carente. - Categoria: Incesto - Votos: 24
88391 - Chamais imaginei transar com a minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 27
88445 - Minha mãe é muito gostoza. - Categoria: Incesto - Votos: 38
88488 - Além de ser corno, também gosto de dar... - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
88699 - INCESTO GOSTOSO, COM MEU PAI E MINHA IRMÃ. - Categoria: Incesto - Votos: 15
90332 - Minha filha e sua amiga. - Categoria: Incesto - Votos: 29
91248 - Minha filha é muito putinha. - Categoria: Incesto - Votos: 33
92048 - Meu pai descobriu que eu dava a bunda. - Categoria: Gays - Votos: 36
92293 - Eu e meu amigo Cristiano. - Categoria: Gays - Votos: 23
93154 - Voltando aos velhos tempos. - Categoria: Gays - Votos: 8
93521 - Minha primeira boceta foi a da minha mãe. - Categoria: Incesto - Votos: 31
95122 - MInha filha, minha mulher... - Categoria: Incesto - Votos: 21
97972 - Tentei evitar, mas acabei comendo minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 21
98776 - Não resisti minha irmã boazuda. - Categoria: Incesto - Votos: 28
98977 - Engravidei tia Dalva. - Categoria: Incesto - Votos: 22
100001 - Eu e minha sogra... Minha esposa não pode nem desconfiar. - Categoria: Incesto - Votos: 31
102107 - Trepo com minha filha e também com minha ex-esposa. - Categoria: Incesto - Votos: 29
102365 - FIQUEI LOUCO PELA BUNDINHA GRANDE DA MINHA FILHA. - Categoria: Incesto - Votos: 26

Ficha do conto

Foto Perfil andre.lino
andrelino

Nome do conto:
Síndrome do "sono profundo".

Codigo do conto:
33860

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
15/08/2013

Quant.de Votos:
43

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


contos meu padrasto bate punheta pensando em mimConto gay com motorista de ubercontos sexuais minha esposa na baladaconto eroticominha mulher cavala n praiacontos dando meu cuzinho pra meu sobrinho gozar dentroinstagram raffa_kacontos de buceta com porrapelada de 4 e meu filho viu conto4dedosnocutetraplegico contos eroticosconto enrabada pelo negaoquadrinho erotico pai fudedo com a filhafodendo a xana da minhq enteada contominha primeira transa com meu primoeu sou do riu de Janeiro e a minha mamãe pediu pra que eu gozace dentro da buceta delamulher bezerrinha conhecida vaginas q apertaContos erotico nora novinha ouvindo a sogra chorando no picao do cunhsdoputinhodecuritibaconto o padrasto comeu o meu cu que eu me caqueiaureolasgrandesenegrasContos eroticos de noras novinhas que trai com sogroCú arregaçado.com/sadomazoquismo.perdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos eroticos casadinha e o inquilino viuvofica de quatro vou te enrrabar contosultimos contos sadopriminha gostosa conto eroticocontos - sobrinha tomando leiteconto minha primeira chupadaconto erótico cegoconto erotico minha empregada travestidou a buceta pro meu filho conto eroticomarvel porno em quadrinhosconto vai fode a bucetona da sograminha sobrinha casada do interior puta contoconto gay gesseiroDopei minha mulher e o jorge a comeuporno gay virando femiacorno mijado contosContos eroticos com coroasfogosas do dwollandinaugurando uma novinha contos eroticosPerdi a aposta do meu irmao contos eroticosxvidios1 m sem limitesO danado do sobrinho gemia muito - contos eroticos gay.ALEX_pirocudo.spcontos porno gratis estupro submissãoconvenci minha mulher a dar a buceta pro nosso filho de doze anos contos reais e veridicosfotos recentes de sobrinho beliscando buceta da tia bebadacontos eroticos suruba com a mamãeContos ai meu cu tioConto erotico cinquentona amigos do filhoConto comi minha irmãbucetinha da minha filhacontos gays chiquititassexo cacaCANTOS FOTOS EROTICAS DE COLEGIAS NOVINHAS COM NEGAO PIROCUDOUltimos contos gaysconto erotico esposa calca suplex negromulhuer de fio dental peladascontos eróticos de gay fui dormir na casa do meu amigo de colégioperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos eróticos nóia gayContos eroticos dei a buceta a um.roludoultimos contos sadoumaputagotosacontos evangelicas sendo abusadas em coletivoscontos eroticos sexo com minha mae de bikiniContos que engravidou incesto realmulheres q sao viciadas em zoofiliaconto erotico dando para o namorado da amigaentenda me deu seu cuzinho coroas.10mensagem vc me deixa louca eróticoconto erotico voltando de festa com o paicontos eroticos ebony slim shemalecontos erótico sogra bucetuda só de calcinhavídeos cabelo da bucetas pretimmoreninha contos eróticoscontos eroticos amante bem.maiormae enbedou pai e filha pra os dois fuder vidio sexorabo da minha putaimagens que se mexem pornodedao do pe no meu cuconto erotico de peguei no pau de um homem sem meu marido percebercontos eeoticos minha familia na praia de.turismocontos meu genro tesudocontos eroticos eu e meu pastor alemâopornô entai papai q pau grande" comecei a rebolar no colo do titioconto incesto gaynora safadas descobri que sogro tem a pica enormevideo escorregou e tro errado pornoconto erotico jogando game com o novinhocontos eróticos esposa tentando desvencilharpadeiro pornquadrinho erotico entao negra e mulata dando o cukomik porn illustratedsalão de fazer despedida de solteira,so com os roludo para mulhercanto erotico preto dotadoPunheta traveco tezudo conto eroticodeixo meu irmãozinho bater punheta vendo minha bunda