MEU SAFADO PAPAIZINHO


Click to Download this video!


Meu pai é advogado, fui criado pela minha avó, morando junto com ele. Quando ele fez vinte anos entrou na faculdade. Hoje ele tem um pequeno escritório no centro da cidade. Trabalha só, mas de vez em quando faço serviço de boy pra ele. Daqui há um mês faço 16 aos.

Outro dia fui ao centro da cidade comprar um tênis e passei pelo escritório mesmo sem necessidade. Quando cheguei, a sala dele estava com a porta meio aberta e vi meu pai sentado em sua poltrona de calça arriada batendo uma bronha, um punhetão mesmo. Socava com vontade.

Ele é alto, loiro, levemente bronzeado (adora praia), olhos azuis (neto de alemão imigrante), pratica musculação desde os vinte e quatro anos - corpulento - na hora senti vontade de ver o pau que me criou.

Ele estava de pernas abertas com o pau e as bolas tiradas pra fora pela abertura da perna da cueca. De longe o pau dele parecia ter uns 18 cm, pois tinha hora que ele segurava com as duas mão e ficava ainda um naco e a cabeça pra fora.

De olhos fechados ele continuava socando gostoso, mordendo os lábios, hora metendo a língua pra fora como se chupasse um uma buceta (ou um cú...! SERÁ?) Sei lá...!

Fiquei excitado vendo o pau do meu pai duro, nunca tinha pensado nisso ante e aquela visão me deixou duraço também... Queria tirar o meu pra fora e bater, me aproximei da porta, fechei os olhos e comecei a apertar meu caralho por cima da calça.

Derrepente...!

_ Porra meu? Que você tá fazendo aí? Que hora vc chegou?

_ Quase agora! a porta tava meio aberta... e... eu só queria ver pai!

_ Tudo beeem - ele disse, mas não guardou o pau _ Também já quis ver o pau do meu pai quando tinha a sua idade, ele dissea!

_ Grandão heim pai! Será que o meu vai ficar assim também? - eu já estava dentro da sala em pé na frente dele.

_ Porque? o seu não é grade?

_ Igual o seu não!

_ Deixa eu ver!

_ Deixa de bobage sou seu pai! Não fui eu que te ensinei tudo sobre sexo até hoje?... então?

Tirei meu pau pra fora, tava mole e quase sumido, encolhido de vergonha, mais do que quando faz frio. Mas o do papai não, continuava impinadasso, olhando pra mim e sendo alisado por ele que não parou de punhetar, só diminuiu o rítimo.

_ Mole não adianta nada, como vou comparar o seu com o meu desse jeito?

Ele levantou, contornou a mesa e sentou na poltrona destinada aos clientes, sentei na outra em obediência a um sinal dele.

Estávamos de frente um para o otro e ele disse:

_ Vamos juntos...! fechou os olhos e voltou a bater mais ritmado. Como ele estava de olhos fechados perdi um pouco da vergonha e comecei a punheter também, de vez em quando ele abria os olhos e verificava se o meu já estava duro.

Na quarta vez eu olhava pro pau dele admirado e não aguentei:

_ Quanto mede pai? _ Não sei, e o seu? _ Também não sei!

Ele pegou a régua encima da mesa e pôs encima do meu pau, segurou bem firme e falou _ 16, beleza... Meu coração quase saía pela boca. Eu respirava acelerado e não tirava os olhos do caralhaço de papai.

Quando ele acompanhou meu olhar e viu onde meus olhos reclinavam, me estendeu a mão e me deu a régua.

Era tudo tão instintivo e tão rápido... ajoelhei na frente dele, em meio as suas pernas peguei no pau dele por baixo (como era quente, parecia que ia pegar fogo), meti a régua encima com a outra mão......

DEZENOVE CENTÍMETROS, cravados... "Meu cuzinho tá piscando" percebi esse pensamento em meio à confusão de idéias em minha cabeça.

Larguei a régua mas continuei segurando, sentindo o calor daquela clava poderosa e grossa, então papai falou:

_ Chupa...! Continuei de cabeça baixa, não tinha coragem de olhar pra ele, meu peito parecia que ia explodir, meu rosto queimava, separei os lábios, passei a língua neles e lentamente desci até a cabeça da esdrovenga.

Encostei, papai passou sua mão direita em minha cabeça, levou à nuca e puxou, me fazendo engolir um terço do seu maravilhoso membro. O cheiro era estranho, o gosto era estranho era tudo estranhamente delicioso.

_ Lindo filho, lindo, lindo, chupa lindo... Chupei lindo, e cada vez ele puxava mais minha cabeça e cada vez mais rápido e eu deixava, e eu gostava...

Fechei os olhos e só curtia o prazer... apoiei meus braços em suas coxas grossas (ele faz leg press com 120 Kg), quando ele começou a gemer alto, percebi que ia gozar (hän, Hán, uHánn uHán...) tirei a tempo da boca, tempo suficiente para fechá-la e receber tudo na cara, tudo mesmo.

Meu pai me limpoiu, beijou meu rosto e disse _ foi só uma brincadeira, esquece isso.

Jamais vou esquecer, quer saber porque? Leia o próximo conto

Ass. ROLLO



Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


3287 - ANTES DO PAPAIZINHO SAFADO - Categoria: Gays - Votos: 1
3758 - me senti amado de verdade - Categoria: Gays - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico rela251101

Nome do conto:
MEU SAFADO PAPAIZINHO

Codigo do conto:
3272

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
29/10/2004

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos a gostosa e a rola grossaescrava contos eroticossomos um casal bissexual maduro e queremos outro casal bissexual também maduro acima de 48 anos em Nova Friburgo e regiaocontos eroticos com fotos de cunhado transando com a cunhada e com o marido delaconto erotico deixa eu vercontos eroticos velhos picarudosconto erotico evangelica gostosaconto erotico esposa putaultimos contos sadomasoquistaconto primeira suruba com minha esposavidios pornos tia sendo estrupada pelo subrinho na sua fasendacontos eróticos gay guarda florestalcontos eroticos dando pra geral na favelaConto erotico armei para minha mulherConto ui ui mete ui ui filhocontos eróticos deixei minha esposa meter com genro dela na minha frentemoreninha contos eróticoscontos heroticos gay meu primo de dezesseis me comeu quando tinha oito anoscontos eroticos lesbica ginecologistatransei com o meu genroporno da familiapunheta amigos conto eroticocontos comi a gostosa na chantagemcontos eróticos lesbica treme todinhacantos eroticos tres meninos e comeram fe gosaran dentro de mimprimeira. vez dei meu cuzinho pro vigia. xa. obra. guey contos. eroticosContos eroticos menstruadacontos eroticos incesto fiz um bebê na minha filhaViadinho Dei Pro Meu Padrasto Negão Na Guarita Contos Eroticosconto erotico crente greludamendigo gay pornoconto incesto engravidei minha mãe e agora?conto erotico fortão comendo cu no réveillonvedeo porno buceterosdesenho em quadrinho sexocontos gay 2017Sogra viciada no genro contos eroticoscontos erôticos chantagiadas pelos proprio filhosconto erotico meu paisinhoConto Escrava Lillacontos eróticos gay dei o cu para meu padrinhoContos eróticos gay Comido pelo Amigo do meu paicontos erotico fui obrigada atransa ate com cachoroporno gay sexo violentofarra com a esposa do amigo contocotos erotico eu fimji dormi esposa trsanorelatos encoxando a mae na praiaFotos das bucetinhas lizinhas babandocontos eroticos de coroas mulheres que transaram com inquilinosminha esposa arrumou macho chegou mandando em tudo contosContos comendo a vizinha casada barraqueirafotos esposa putaporno conto erotico esposa bondosa e os negrosconto erotico irmaos nucasa dos contos eroticos minha filha mim pediu para chupalaconto erótico bebadoanythingMinha esposa gostou quando eu disse que eu ia fuder o cu virgem da minha filha no motel conto eroticoultimos contos sadoContos erotico engravidei do paiconto erotico gay chantagemcontos eróticos 082 anos chupando o cu e o pinto do velho e idosocontos veridico garotinho mega dotado comeu a vizinha casada escondido do maridocontos eróticos com tiaconto erotico meu tio safadoconto erotico de pai e filha de feriasmeu cunhado abusa de mimcontos eroticos a banda e do papaiconto erotico + filha dando pro encanadorConto eroticos papakuConto erótico gay de um irmão que gozou dentro do cuzinho do irmãoemrrabada por papai na fasenda incrstohistorinha em quadrinho pornowww.contos+de+zoofilia+minha+mae+com+meu+cachorro+de+rols+gg.com.br