Minha primeira transa eu meu corno e meu macho em


Click to this video!


Minha primeira transa eu meu corno e meu macho em nossa cama

Não sou nenhuma gatona deliciosa que aparece nos contos que leio, sou bem normal mesmo, 1, 558 de altura 60 kg, morena queimada de sol, e se não tomar sol fico com a cor meio branca, não tenho nenhum pelo no corpo à não ser uns pelinhos ralinhos na xoxota, olhos castanhos meus cabelos são lisos, minhas pernas são finas e tenho a bundinha magra porém redondinha e durinha com marquinhas de buquines minúsculos que faço questão de usar, meus lábios são carnudos e minhas amigas me chamam de boca de chupar pica", meus cabelos são pintados, ou seja não sou de chamar a atenção, na época do ocorrido eu tinha 47 anos e estava casada com o Carlos, pai do meu filho mas vou deixar de enrolação e contar oque aconteceu, estava casada com o Carlos, apartamento pequeno mas muito aconchegante, todo arrumadinho, trepávamos em todos os lugares. Um final de semana estávamos só nos dois em casa o Carlos colocou um filme de sacanagem pra gente ver, ele sentado no sofá e eu mamando a rola dele, aliás uma bela e deliciosa rola, grande, grossa e esporrenta, ele com os dedinhos na minha xota e meu cuzinho, brincando com eles, eu de ladinho empinando meu rabo, levantei e caí de quatro no tapete de frente pra TV pra ficar levando pica e vendo a sacanagem na tela, ele me comendo devagar e dois caras comendo uma loira no filme, ele falou:
---Tá gostando do que tá vendo?Queria estar no lugar dela?Duas picas pra você?Fala pra mim, queria estar com um pau na xota e outro nessa boquinha gostosa?
Falava e me comia devagar, enfiando tudo e deixando enterrado na minha buceta, me segurando pelo quadril, depois ia tirando devagar e voltava novamente até o fundo da xota, eu adorando, gemendo baixinho e empinando minha bundinha pra ele me comer, olhava pra ele e sorria safadinha, pensando nas trepadas que já dei e também do chifre que coloquei nele com um amante que eu tinha e ele não sabia tirou o pau da minha buceta e sentou no sofá, eu levantei e fui me ajeitando na rola e sentei, ele continuou:
---Responde putinha, têm vontade de ter dois cassetes pra você brincar?
Eu resolvi entrar na brincadeira e ver até onde o Sérgio ia e respondi:
---E você? Quer me ver sentadinha no colo de outro macho? Dando minha bucetinha e achando bom? Pedindo rola? Rebolando com um pau enterrado na xota? Outro me fazendo puta? Me comendo com força?
Falava e meu tesão aumentava, rebolava no caralho do meu marido, nós dois olhando o pau dele todo dentro da minha buceta, eu falava sussurrando baixinho, gemendo com meus lábios encostados aos dele e dando beijinhos gostosos, depois abraçadinha com ele continuei:
----E quando outro estiver me comendo? Me botar pra chupar rola? Estiver se satisfazendo comigo, eu chorando gostoso num caralho diferente, você vai ficar olhando? Ou os dois vão me comer juntos? Igual a sacanagem do filme?.
Ele:
---Os dois, quero ver você dando e quero te comer junto, quero fazer tudo, sei que você é uma putinha safada, te conheço Martha, sei que você tá gostando da ideia, me fala a verdade, você já trepou com dois?
Subindo e descendo na pica dele eu menti Nunca .
Ele :Então me fala, meu amor, quer ou não quer?

Falou me pegando e me virando no sofá, fiquei com as pernas arreganhadas, e ele metendo com tudo, até o fundo, eu segurei minhas pernas e ficamos os dois olhando a rola sumir dentro da minha buceta, tirava e batia com a pica na testa da minha xota e metia tudo de uma vez e falava:
---Fala pra mim, vagabunda, sei que você quer, me responde agora, putinha deliciosa, coisa linda, putinha safada, quero ver você bem puta pra outro macho, quero ver você bem puta, se divertindo gostoso com duas picas só pra você .
Tirou o pau e ficou de pé na minha frente, eu sentada no sofá com as pernas abertas, me ajeitei pra ele do jeito que ele gosta, com a boquinha aberta e gemendo, segurei meus peitos e coloquei minha linguá pra fora, ele esporrou na minha barriga, rosto e boca, me deixou esporrada do jeito que adoro, com aquela porra branca e gostosa dele espalhada no meu corpo enquanto eu falava gemendo:
---Goza meu macho, goza na tua puta, me lambuza toda com essa porra gostosa, deixa tua putinha toda esporrada seu gosto, eu te amo .
Fiquei brincando com a porra olhando pra ele com carinha safada, juntava com os dedos e levava porra pra boca e pra xoxota deixando ela mais meladinha, ele pegava com o dedo oque caiu no encosto do sofá e enfiava na minha boca e eu engolia tudo, depois chupei um pouco mais sua pica esporrada, dando beijos na cabeça melada de porra e fomos pro banho. No banho ele me lavou todinha e eu dei banho nele, namoramos um pouco e ele me falou:
----Eu estava falando sério, meu amor, tenho vontade de te ver trepando com outro, só de pensar já estou com tesão, sei que você é uma safadinha e quero que tenha esse prazer, eu e outro te comendo de tudo quanto é jeito, você peladinha na frente de outro, mostrando essa marquinha de sol linda que você tem nessa bundinha levadora de pica, quero te ver bem satisfeita e contente levando rola de outro homem .Responde AD, me fala que você quer, meu amor.
Eu me abracei com ele e falei em seu ouvido, me esfregando nele
---Quero sim, meu amor, quero dar pra outro na sua frente, ser bem putinha pra te deixar feliz me vendo ser comida por outro homem, chupar ele olhando pra você, é isso que você quer? Ser corninho? Com sua mulherzinha sendo putinha de outro ? Te colocar chifre? Meu amor, eu te amo, me fala .
Fui falando assim e empinando minha bundinha para ele meter o pau que estava super duro, me ajeitei levantando uma perna, ele meteu com carinho, me segurando com força e beijando meus ombros, dando mordidinhas que sabe que eu adoro e fando no meu ouvido :
Sua safadinha linda, eu também te amo, mas quero ser corno, quero te ver gozando em outra pica, quero te ver sendo a putinha de outro macho, ver você levando porra e achando bom, quero muito ser corno, quero levar chifre .
Falando e me comendo gostoso, eu olhava pra ele com carinha de puta, fazendo charminho com meus lábios, gemendo baixinho, com uma mão na parede e a outra abrindo minha bundinha pra ele, ele tirou o pau e meteu o dedo na minha xota, eu reclamei chorosa querendo pau, mas ele me acalmou na hora que tirou o dedo melado da buceta e foi enfiando no meu cu, metendo o pau novamente na buceta da puta dele, e ficamos naquela sacanagem, eu comecei a me masturbar e empinar mais meu rabo, o Carlos enfiou o dedo no meu cu e ficou brincando com ele na minha bunda, eu rebolando devagar, ele com o dedo no meu cu e eu quase gozando, senti ele gozando dentro e não aguentei e gozei gostoso debaixo do chuveiro, ele esporrando na minha xota e eu beliscando o dedo dele com meu cuzinho eu tendo espasmos de gozo, gemendo alto me tremendo toda e ele falando:
----Isso sua puta, é isso que eu quero que você faça, quero te ver gozando igual uma puta, sua safadinha sacana, quero te ver sendo arrombada por outro, me diz que você quer meu amor, diz pra mim que quer dar pra outro diz.
Eu:
---Vou te colocar um belo par de chifre seu corno, do jeito que você quer, na hora que você mandar, eu te amo, meu macho lindo.
Só que agora o Carlos ia ser corno vendo de perto sua esposinha fudendo com outro, estava adorando a situação, meu tesão estava à mil e ansiosa pra acontecer logo a festa, ficava imaginando tudo que eu ia fazer, e fiz questão de falar pro Carlos que queria dar pra outro lá em casa, ele concordou na hora, o meu corninho lindo .
Passaram três semanas e nada, continuamos fudendo e ele falando que quer ser corno, eu já chamava ele de corno na cama, o tesão dele aumentava na hora, num sábado o Carlos foi comprar algo para fazermos um almoço para o domingo eu fiz um bolo e coloquei no forno, fui tomar um banho e pensei comigo que estava um ótimo dia pro Carlos contactar um moreno que conhecemos na net, mas queria que fosse um bem gato, com um belo pau, ficava pensando e me excitava, me sentindo uma putinha safada, isso me deixava mais com vontade de dar, caralho, que tesão que me dava .Tomei meu banho e fiquei cheirosa, passei creme no corpo e no cabelo, coloquei um short largo confortável com uma calcinha toda enfiada na bundinha e uma camisa de manga comprida do Carlos bem larga com os dois primeiros botões aberto e aparecendo o colo dos meus peitos que são um pouco grande e um chinelinho de couro, estava em casa, bem confortável, fiquei no sofá da sala vendo TV, de repente chega o Carlos com um outro cara, um cara mais novo que nos (+ ou - uns 38 anos, adoro homens mais novo)moreno queimado de sol, alto e muito bonito com um belo corpo, uma barriguinha bem definida um belo exemplar de homem, me assustei, pois não esperava que ele fosse trazer alguém em nosso apartamento, mas desconfiei que ele tinha me dito que ia fazer uma surpresa um dia deste que ia trazer um macho para para transar comigo na nossa cama um dia desses na hora eu pensei que ia entrar na rola naquela tarde, fiquei com minha barriga gelada, olhei pro Carlos e me levantei pra beija-lo, dei um beijo em seus lábios e ele falou:
---Oi meu amor, esse é o Oliver, eu sei que vc já o conhece, mas marcamos de qualquer dia a gente passar um fim de semana com agente em uma praia pra gente fazer um churrasco e tomar banho de mar, a mulher dele está viajando com os filhos e convidei ele pra vir aqui pra casa, pra gente comer alguma coisa e beber um bom vinho.
Falou isso me abraçando de lado, e passou a mão na minha bunda .Olhei pra ele e sorri, depois sorri pro Oliver e falei:
---Legal, Oliver sinta-se em casa, vou o vinho, e podem comer o que vocês quiserem, como eu disse, você está em casa.
Estava pegando fogo por dentro, fui na cozinha e o Carlos entrou, me agarrou e disse no meu ouvido :
---Quer dar pra ele AD?
Eu:
---Quero, já falou com ele?Ele já sabe que você quer?
Carlos:
---Não, mas batemos um papo e falamos de sacanagens, e pelo que ele me contou, está doido por uma bucetinha, só fode a mulher dele que está viajando.Adorei você falando que podemos comer o que quisermos, ele me olhou surpreso, acho que está desconfiando.Falei que vou tomar banho, volta lá sozinha e toma conta da situação .Te amo.
Voltei pra sala e servi cerveja pro Oliver, ele sentado no sofá pequeno e eu sentei no sofá grande, encarando ele e falei :
----O Carlos foi tomar banho, e você? Quer tomar um banho? Está muito calor aqui em Salvador,, se bem que eu adoro cheiro de homem, não gosto de "CC", mas cheiro de homem me deixa doida .
Ele:
---É mesmo? Hummm, mas eu não trouxe roupa, vou tomar banho e colocar a mesma roupa suja?
Eu me levantei, como estava sem sutiã, percebi que ele não tirava os olhos dos meus peitos, cheguei mais perto, servi mais o copo dele, bebi um pouco e falei:
---Mais tarde você coloca uma bermuda do Carlos, mas agora não precisa, se quiser podemos tomar banho juntos e ficar sem roupa, que tal? eu não sei onde eu arranjei tanta coragem para falar daquele jeito eu estava com uita saudades de estar nos braços daquele homem que me atraia muito e meu marido sabia disso eu nuca confirmei mais el já tinha pego varias msgs minhas de amor para ele
Ele ficou com os olhos arregalados, mas depois me disse que já desconfiava o que ia acontecer, segurou no meu braço fazendo um carinho e disse :
----E o Carlos? Oque ele vai achar de ver nós dois no banho juntos?
Eu falei com carinha safada:
---Ele vai adorar me ver cuidando de você, te dando banho e outras coisas mais .
Ele ficou de pé e me abraçou, demos um beijo e me virou de costas, sentou na cadeira e eu sentei no colo dele de costas gemendo, ele afastou meus cabelos e beijou meu pescoço, passando as mãos nas minhas pernas e depois colocando por dentro da camisa e apertando meus peitos, que já estavam com os bicos duros, nisso entra o Carlos só de short e fala :
----Hummm espero não estar atrapalhando, que está achando da AD, Oliver? Tá gostando dela?
Pedro :
---Muito, mas quero mais, muito mais .Que mulher cheirosa você tem, que pele macia .
Falou isso tirando minha camisa beijando minhas costas e meu pescoço, eu fiquei só de short, que eu mesma tirei e fiquei peladinha, me levantei e peguei na mão dele e disse:
---Vamos pro banho, meu moreno, quero te dar um banho de chuveiro e depois de lingua, vêm comigo vêm, quero te fazer um carinho gostoso .
Fui andando peladinha, só de chinelo, o Carlos pelado com o pau duro, eu rebolando pro Oliver, ele veio comigo com a mão na minha bunda, no banheiro ele tirou a camiseta suada enquanto eu abria o chuveiro, ele tirou o tênis e ficou de cueca, eu vendo que já estava de pau duro, fiquei de joelhos no tapete do banheiro e tirei a cueca dele, só então pude ver seu pau, lindo, moreno cheio de veias, maior e mais grosso que do meu corninho, mas com uma cabaçona vermelha grande, muito grande aquela cabaçona de rola, o pau torto pra esquerda, segurei e comecei a lavar, olhando pra ele dei um beijo na cabeça e depois passei a linguá da cabeça ate o o final, ele com as mãos na cintura, eu segurando em suas pernas cabeludas, esfregando meu rosto naquele saco peludo, cheirando debaixo do saco igual uma cadelinha no cio, fiquei beijando a rola toda, passando meus lábios e minha linguá de leve, provocando o Oliver e dando meu show pro Carlos, o Oliver começou a me acariciar o rosto e os cabelos, com carinho segurei seu pau e abri a boca, dei uma chupada na cabaçona, ele gemeu alto, eu sorri com o pau na boca, olhei pro Carlos e vi ele alisando seu pau, como o pau do Oliver estava na minha boca, eu fiquei passando as mãos nas pernas dele, no saco dele eu passava minhas unhas com carinho, depois passei minha linguá do saco até a glande do pau dele, passei minha linguá naquela rolona toda, por baixo, por cima, esfreguei na cara, apertei pra sair melzinho da cabaçona e passei nos meus lábios como se fosse batom, o Oliver ficou doido com aquilo e falou gemendo:
Ai caralho que boquinha sacana, que coisinha safadinha, dá beijinho na rola, dá beijinho na rola, moreninha gostosa, que chupada gostosa, continua minha gatinha, continua não pára não .
Escutando isso, eu dei mais uns beijos estalados e uma chupada na cabeça, dei algumas mordidinhas gostosas no caralho, sempre cheirando e beijando, teve uma hora que eu tentei engolir todo mas a posição não ajudava, o banheiro é muito pequeno, e fiquei com medo dos vizinhos escutarem os gemidos do Oliver, me levantei e ele me abraçou, colocou o pau na minha barriga e me colou em seu corpo eu com meu rosto encostado e seu peito cabeludo (o Carlos tem o peito liso)sentindo seu cheiro de macho, entramos no chuveiro, dei um banho nele demorado, lavando seu cassete com bastante espuma, olhava pro Carlos e ele se masturbava com a cena da sua esposa dando banho em outro macho, lavei o Oliver todo, depois ele me deu banho, me fazendo carinho safado, fiquei nas mãos dele, só não molhei o cabelo, pois tinha lavado mais cedo, mas ele me colocou encostada na parede e lavou minha bundinha e minha xotinha por trás, brincou com a mangueirinha do chuveiro, lançando jatinhos no meu grelinho duro e no meu cuzinho, eu adorando a brincadeira, estava bem putinha mesmo, e olhava pro Carlos sorrindo, ele sorria feliz, me vendo sendo putinha de outro, saímos do banho e fomos pra sala, o Carlos tinha fechado as cortinas e tinha ficado escurinho, o Oliver me pegou de frente e me beijou a boca, eu correspondi o beijo e ficamos nos beijando demoradamente, ele me alisando toda e eu pendurada em seu pescoço, mexendo meu quadril de modo que minha xota ficasse em contato com o pau dele, ele me virou de costas e colocou o pau nas minhas coxas, eu me ajeitei pra ficar de frente pro Carlos, pra ele poder ver tudo que o pedro estava fazendo com sua esposinha, o Oliver me encoxava com aquela rola grossa e eu virava meu rosto pra continuar com minha linguá na boca dele, ele me apertava as tetas e me alisava toda, eu com as pernas fechadas ao máximo pra sentir a rola esfregar minhas coxinhas que à essa altura já estavam meladinhas, sentia o pau dele resvalando na entradinha da xota e comecei a facilitar pra ele meter e falei gemendo:
----Quer comer agora? quer me comer a buceta? Vêm me conhecer por dentro, manda na tua putinha, manda que eu obedeço.
Como estávamos de frente pro Carlos que estava sentado no sofá ele me soltou e se abaixou com o rosto na minha bundinha, começou a me chupar a buceta por trás, eu abri as pernas e empinei minha bundinha pra facilitar a chupada abrindo com as mãos meu rabo, ele me segurava pelo quadril e com sua linguá dura alternava entre minha buceta e meu cu, eu delirando com aquilo, ele esfregava a cara na minha bunda, lambia meu reguinho, beijava minha buceta e meu cu, beijava minha bunda toda e depois beijava meu cuzinho enfiando a linguá nele, o Carlos ficou de pé no sofá e eu abocanhei seu caralho meladinho, chupei com gosto o pau do meu marido, ele gemendo, me chamando de puta safada, mandando eu olhar pra ele com o pau na boca, me chamando de vadia, de sem vergonha, e eu arreganhadinha com um macho me chupando gostoso e eu chupando meu marido corno, o Oliver levanta e começa à me dar palmadas na bunda, PLAFT, PLAFT, PLAFT, o Carlos pega no pau e começa à me bater no rosto com a rola, eu gemendo de tesão falo pros dois :
Aiiii caralho que tesão, quero ser puta, podem me bater, quero apanhar dos meus machos, quero chupar os dois juntos quero esses dois caralhos na minha boca agora.
Sentei no sofá e segurei as duas picas, chupei com tudo, abocanhei primeiro o do Oliver, chupei com carinho, de olhos fechados, bati linguinha, lambi ele todinho, dei mordidinhas sacanas, coloquei o caralho na boca e dei voltas com a linguá na cabeçona, engoli até onde consegui e me engasguei na rola dele, passei a lingua na pica lambi o pau todo depois soprei pra ele ficar arrepiadinho, dei risada do jeito que estava conseguindo deixar aqueles dois machos malucos de tesão, o Carlos esfregava a rola no meu rosto e eu engolindo o pau do Oliver quase até o talo, engasgava e cuspia, deixando a baba descer pelo meu queixo e tetas, melando também minhas coxas de baba de puta, depois dei um trato especial no pau do meu corninho, engoli e babei todo, com o Pedro me dando pirocada na cara, estavam saindo lágrimas dos meus olhos, os dois malucos e eu mais ainda, me levantei e fiquei de pé e me olhei, estava toda babada, o Oliver me puxou e beijou minha boca, enfiando a linguá na minha boca sentou no sofá e falou mandando:
Senta aqui gostosa, senta na rola, quero te comer agora, vêm se entregar pro teu macho, quero arrombar essa bucetinha cheirosa, quero te comer bem gostoso.
Me ajeitei no colo do Oliver, coloquei os dois pés no sofá, ele segurando o pau reto pra cima, me apoiei nos ombros dele e fui me encaixando naquela delícia de pau, quando senti a cabeçona na entradinha da minha buceta fui sentando devagar, deixando aquela rola invadir minha xoxotinha safada, sentava olhando a rola sumir dentro de mim, o Oliver gemia alto e eu também estava delirando de tesão, sabendo que meu corno estava vendo sua esposinha sendo devidamente comida no sofá da sala comecei a rebolar no colo do Oliver, mostrando o tanto que estava achando bom fuder com ele, beijando sua boca e seu rosto todo, mordendo suas orelhas e ele as minhas, numa chupação danada, abraçadinha nele, depois comecei a subir e descer no pau dele, ele me ajudando, com as duas mãos na minha bunda, me levantando e me puxando com força, me dando palmadas na bunda cada palmada eu dava um gritinho safado, mostrando que estava adorando apanhar na minha bundinha eu gemia pra ele:
----Come, come, come, fode minha buceta, fode gostoso sua puta, quero rola, me fode me faz puta me faz de sua puta fode, fode fode com tudo, macho pirocudo. tá gostando? Tá? Tá gostando de comer a esposa do corninho na frente dele e na casa dele? Tá gostando de me foder? Por que eu tô adorando, quero rola quero pica na buceta.
O Oliver me comia com força e falava :
----Calho que bucetinha deliciosa vc tem AD, que putinha gostosa, quero te comer toda, pula na rola pula putinha safada, mostra que você é puta mostra .
Eu dava com gosto minha buceta pro Oliver, estava adorando levar pica, o Carlos pertinho e eu olhei pra ele e disse:
---Tá gostando, meu amor? Tá gostando de me ver sendo comida por outro? Tá achando bom ver sua esposinha sendo puta de outro ? Me ver sentada com um pau enterrado na buceta?Me fala, me fala, meu amor, fala pra mim meu corninho lindo, quer ser corno? Gosta de ser corno?
O Carlos meteu o pau na minha boca, me fez chupar ele, depois o saco, chupei as bolas dele, pois sei que ele adora quando ponho suas bolas na minha boca nisso eu sinto que vou gozar, começo a me tremer toda gozando deliciosamente na rola do Oliver chorando gostoso e tendo espasmos (eu gozo demorado me tremendo toda meu maridinho diz que minha buceta dá beliscão quando gozo), beijei seu caralho lindo e ele falou gemendo:
-----Tô adorando te ver fudendo com o Oliver e gozando na rola dele, quero te ver feliz na rola do seu macho, quero ver você sendo puta, sendo vagabunda, ai que tesão, quero te comer também, deixa eu comer essa buceta arrombada por outra pica, você agora têm dois homens pra cuidar, você agora é duplamente puta,
Me puxou e eu deitei de frente pra ele no sofá, ele colocou almofadas no chão e eu abri minhas pernas o máximo, o Oliver ajudando eu abrir as pernas pra ficar bem arreganhada, eu adorando ser tratada como uma puta, o Oliver começou a chupar meu pé, chupando cada dedinho com carinho, lambendo meu pé esquerdo, o Carlos veio e meteu o pau na minha buceta e começou a bombar, eu delirando, o CARLOS pegou meu outro pé e começou a chupar também, o Oliver ficou de joelhos e me deu a pica pra eu mamar, mamei na rola com gosto da minha buceta, meu corninho tinha largado de chupar meus dedos e chupou minha buceta com gosto de outra pica ele chupava de uma maneira que nunca tinha tinha mim chupado e eu já estava dando gritinhos de gozo novamente, meus machos me fazendo gozar bem gostoso e eu me tremendo toda, depois o Oliver ficou de pé no sofá com a rola na minha cara, eu me ajeitei pro Carlos e pedi para ele para de me chupar e vim meter na minha buceta que estava bem larguinha da pica de meu amante e o Oliver segurou meus cabelos e começou a comer meu rosto devagar, enfiando o pau na minha boca até onde eu aguentava, eu engasgava mas adorava a sacanagem, cada vez que ele tirava o pau da minha boca eu babava e deixava meu queixo e minhas tetas babadas, o Oliver e o Carlos adorando, me vendo uma puta safada na mão deles, fazendo tudo, começaram a trocar de lugar, eu com as pernas arreganhadas e eles cada hora um fazendo uma coisa, enquanto um me fodia a xota outro me fudia a boca, ficamos nessa putaria durante um bom tempo, eu adorando ser tratada igual a uma puta o Oliver sentou no sofá, eu me levantei e olhei pro Carlos, ele fez sinal pra que continuássemos, eu sorri pra ele, o Oliver se ajeitou e eu sentei de costas pra ele, sentei e fiquei paradinha, rebolando bem devagar, o Oliver amassando meus peitos apertando meus biquinhos duros, ele fechou as pernas e eu me ajeitei melhor, sentando com as pernas abertas apoiadas no sofá pra mostrar pro Carlos o Pedro com o caralho enterrado na minha buceta, comecei à fazer movimentos pra cima e pra baixo, rebolando com aquele caralho dentro de mim, o Oliver me pegando com força, me puxando pelos ombros pra ficar todo dentro de mim, passando as mãos nas minhas coxas e na minha buceta e o Carlos só olhando e alisando seu kacete olhando sua mulherzinha se deliciando numa pica bem gostoso e sendo preenchida toda, eu levantei e fiquei de frente pro Oliver, sentei na rola dele de uma vez, minha buceta já arrombadinha de levar rola, fiquei abraçadinha no Oliver levando pica, e beijando na boca, sussurrei no ouvido dele :

---Tô adorando dar minha bucetinha pra você, mas a gente também pode se ver sem o Carlos saber, podemos nos encontrar só nós dois pra você fazer tudo que você quiser comigo, vai ser nosso segredinho gostoso, você quer?
Ele respondeu sussurrando dentro da minha boca, nossos lábios se tocando :
---Claro que eu quero te comer muito ainda, mas quando o corno quiser eu venho te comer na frente dele, já que ele gosta tanto .
Eu gemendo falei :
---Então me pega no colo e me leva pro quarto sem tirar o pau de dentro de mim, me come na frente dele um pouco enquanto ele conversa com a mamãe e me come na nossa cama, quero dar pra você na cama lá no meu quarto .
O Oliver me pegou no colo e se levantou, o pau enterrado dentro de mim, ficamos de lado pro Carlos, pra ele ver o pau sumindo dentro de mim, eu com vontade de gritar e mandando beijinhos pro corno, fazendo carinha de puta satisfeita, estava toda entregue na mão do Oliver, pra ele me comer à vontade, fazer oque quiser comigo .
Fomos pro quarto, no corredor ele parou e me comeu na frente do espelho, pude ver a cena, eu estava toda despenteada, com a cara babada e minha bunda vermelha de apanhar do meu macho, ficamos vendo a cena e falei baixinho :
---Me leva pra cama, me come na minha cama e do meu corninho, quando o meu amorzinho corno me comer lá vou lembrar de você me comendo, me faz puta na minha cama, toma conta da sua puta, me come no meu quarto, meu macho comedor, fazedor de corno .
Chegamos no quarto e ele foi sentando na cama sem tirar o pau de dentro, fomos nos ajeitando até ficarmos deitados no meio da cama, eu por cima e ele por baixo, comecei a rebolar no caralho grosso do Oliver, totalmente entalada naquela rola, atreladinha na pica daquele macho tesudo, pulei durante um tempo e não demorou estava gozando de novo, mas desta vez gozei nos braços dele, abraçadinha, e fiquei paradinha me recuperando, tentei sair pra descansar mas ele não deixou e me colocou de quatro, quando meteu a pica em mim, eu de quatro chegou o Carlos, não falou nada, só ficou olhando e com o pau na mão, eu gemendo putinha abri minha boca de um jeito safado e falei :
---Vêm cá meu corno, vêm ver sua esposa levar rola na nossa cama, me dá sua pirocona linda pra eu chupar, vêm me fazer putaa, vêm me fazer puta de vocês .
Eu Me arreganhei toda, empinando minha bundinha pro Oliver me comer a xota, fazendo charminho com minha bundinha queimadinha de sol, o Pedro fazendo carinho na minha bunda e no meu cuzinho, abrindo minha bunda com força, eu sentindo meu cu se dilatar, comecei a piscar meu cuzinho pra ele .
Falei pra ele :
Fica paradinho Oliver fica parado, deixa eu dar minha buceta pra você, deixar eu rebolar pro corno me ver dando pra você, macho gostoso.Deixa eu mostrar pro corno o tanto que eu sou sua puta
Ele ficou parado, comecei à rebolar bem safadinha, indo pra frente e voltando com tudo pra trás, quando escapava eu dava um jeitinho safadinho pra rola entrar de novo, estava adorando dar um show de putaria pros dois, meu novo macho gemendo alto, me chamando de deliciosa, da vagabunda maravilhosa, meu corno com o pau na mão me vendo ser comida por outro na nossa cama, isso porque ainda ia dar pro Oliver sem o Corno saber, enquanto isso chupava o pau do meu maridinho que tanto amo, ele vendo o cassetão sumir todinho e eu gemendo fazendo charminho . o Oliver pegou meus pés e segurou igual um carrinho de mão, eu com os pesinhos esticadinhos e ele segurando com carinho, empurrando o pau dentro da minha buceta.
No alto do tesão eu falei pro corno:
---Quero dar meu cuzinho pro Oliver, meu corninho, quer ver sua esposa sendo enrrabada por outro? Quer aumentar o tamanho do chifre ? Quero levar pau no cu, quero ser enrrabada por ele, meu corninho, fala pra ele me enrrabar com carinho e depois com força, manda ele me encher o cu de porra .quero sentir esse caralhão no meu cuzinho safadinho, deixa ele comer esse cuzinho que é só seu, seu corninho lindo, eu te amo.
O Carlos foi no banheiro buscar o KY, eu sorri safadinha pro Oliver sem falar nada, só empinei minha bunda, mostrando meu cuzinho que ele ia comer naquele momento, ele me deu um beijo e falou baixinho no meu ouvido sem tirar o pau de dentro da minha buceta:
---Você é uma puta muito safadinha, AD, vamos nos divertir muito .
O Carlos chegou e os dois lambuzaram meu cu de creme, o Oliver passou no pau dele e deixei o Carlos cuidar do meu cuzinho com carinho que ele adora comer e encher com a porra dele gostosa, ele colocou dentro do meu cu e enfiou com carinho dois dedos pra alargar um pouco, eu gemendo alto, chorando bem safadinha de quatro, peguei um travesseiro e me abracei nele me arreganhando toda, o mais arreganhada possível, dando meu show pros dois, adorando tudo aquilo e abrindo minha bunda com as duas mãos e falando pros dois:
---Façam com carinho, quero dar meu cu pros meus dois homens, mas tem que começar devagarinho, mas o primeiro a me comer a bunda é o Oliver, hoje ele têm o privilégio de abrir o caminho do meu cuzinho, depois meu machinho chifrudo me enrraba também, quero pau no cu agora .
Falava isso me masturbando, queria gozar com um pau no rabo, estava maluquinha de tesão, já tinha gozado à beça mas queria mais, queria levar porra dos meus machos, o Oliver ficou de pé e eu olhei pra ele fazendo beicinho e carinha de puta, quando encaixou a cabeçona no meu cu eu gritei de susto, a cabeça da rola dele é muito grossa me ardeu muito na hora e eu gritei chorosa:
Calma filho da puta, calma com meu cu, tá doendo calho, sua cabeça é muito grande, não tira não, mas vêm devagar porra .
Ele veio metendo o pau devagar, se apoiou na cama e veio, eu sentindo o pau me arrebentar o rabinho, tentei ir pra frente mas ele não deixou, me segurou no quadril, e o Sérgio mandava ele meter tudo, eu comecei a gostar da brincadeira e já não gritava de dor, sentia as coxas cabeludas do Pedro encostarem nas minhas, nessa hora eu não estava tão arreganhada, mas o Pedro me segurou de um jeito forte e me colocou arreganhada novamente e empurrou tudo, eu gritei alto:
Aai meu cu, ai meu cu, ai meu cu, ai meu cuzinho, seu filho de uma puta, tá me arrebentando com esse caralho grosso e gostsos, tá gostando do meu cuzinho? tá gostando de me enrrabar? Me faz tua puta, me faz sua puta, aie meu cu, que gosto ser enrrabada, come essa bunda, come essa bunda come meu cu.
O Carlos pediu pra ele sair e veio também, como meu cu já estava arrombado, ele meteu tudo, mas devagar com carinho, eu gemendo, estava suada pela enrrabada que estava levando, o Carlos me comeu a bunda gostoso, os dois me enchendo a bunda de palmadas cada palmada eu delirava de tezão e meu cuzinho cheio de rola de, eu adorando ser puta daqueles dois machos, começaram a trocar de lugar, uma hora o Oliver me pegou e meteu tudo de uma vez, eu berrei mas gostei, ele me pegou os cabelos e puxou com força, bombava no meu cu com força e puxava meus cabelos sem parar eu me masturbando gozei de novo, eles continuaram a curra, teve uma hora que resolvi continuar meu show pro corno e falei :
Fica parado Oliver fica paradinho com esse caralho enterrado no me rabinho, quero abraçar seu caralho com meu cu, tá gostando do carinho? tá sentindo meu cuzinho piscando em volta do seu pau gostoso/
Isso foi demais pra ele, ele aguentou pouco, começou a bombar com tudo, me segurando o quadril e metendo com força avisou que ia gozar . eu falei gemendo alto e depois gritando sentindo a porra no meu cu:

Vêm me encher o cu de porra, vai gozar na sua puta? Me enche o rabo de pica e porra, me encharca o cu, me encharca o cu, me encharca o cu de porra, seu safado gostoso piroooocudo, descarrega ese sacão cheio de porra na minha bundinha de puta, tô adorando levar seu pau e sua porra no meu cuzinho, me dá leitinho de pica, me dá leite de homem dentro do meu cu, me enche o rabinho de leite grosso.
E Ele me encheu meu cu de porra, sentia os jatos dentro do meu cu à cada estocada que ele dava dentro do meu cusinho arrombadinho por eles gozei de novo com aquela esporrada dentro do meu cu, nisso o meu corno não aguentou, me deitou na cama e esporrou no meu rosto, eu abria a boca pra levar porra na cara, ele me lambuzou o rostos os ombros, peitos, depois o Oliver veio e deu uma chupada deitada, os dois com os paus na minha carinha esporrada, o Carlos juntava com a pica e levava na minha boca, o Oliver começou à fazer junto com ele, juntando a porra do corno com o pau dele pra eu chupar as duas picas esporradas, nessa hora eu sorri pros dois com a cara toda esporrada, eles ficaram batendo com as picas no meu rosto até amolecerem, eu dando beijinhos estalados e lambidas nas cabeças esporradas .
Ficamos cansados, mas fomos tomar banho, os dois me deram um banho caprichado, meu macho e meu corno que tanto amo, eu me abaixei pra lavar meu cuzinho e eles viram a porra escorrer do meu cu, depois dessa fudemos algumas vezes mais, e continuei me encontrando com o Oliver agora com o consentimento de meu maridinho corninho que amo muito, que adorou me ter como sua putinha, depois eu conto mais coisinhas gostosas que fizemos juntos . Beijos, AD

Foto 1 do Conto erotico: Minha primeira transa eu meu corno e meu macho em

Foto 2 do Conto erotico: Minha primeira transa eu meu corno e meu macho em

Foto 3 do Conto erotico: Minha primeira transa eu meu corno e meu macho em

Foto 4 do Conto erotico: Minha primeira transa eu meu corno e meu macho em

Foto 5 do Conto erotico: Minha primeira transa eu meu corno e meu macho em


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario casalctba12

casalctba12 Comentou em 23/07/2013

Ótimo conto, que parabéns ao casal, que agora tem uma vida sexual muito mais apimentada. Esse é um caminho sem volta! Mas muito gostoso! Votado!

foto perfil usuario ksal c & p

ksal c & p Comentou em 22/07/2013

Hummmm, mto bom, adoramos.Votado. Bjs

foto perfil usuario

Comentou em 21/07/2013

Nossa esse conto é uma tortura sexual, mexeu de mais com meu tesão, adorei tudo, muito bom

foto perfil usuario kaçador.35

kaçador.35 Comentou em 21/07/2013

me adiciona skype wellhston.carneiro fone 0419981712371

foto perfil usuario antoniolobo

antoniolobo Comentou em 21/07/2013

Que delicia de conto! Parabens!

foto perfil usuario richad negao

richad negao Comentou em 21/07/2013

parabéns este e o melhor conto q ja li, tenho 26cm, de pica p vc meu amor, Robert de fortaleza ceará. bjsss.

foto perfil usuario zeus o gde

zeus o gde Comentou em 20/07/2013

Claro que o Carlos gostou, querida! Depois dessa vez, certamente virão outras...

foto perfil usuario edujr

edujr Comentou em 20/07/2013

ótimo!!...excitante e muito prazeroso.

foto perfil usuario terranova

terranova Comentou em 20/07/2013

Gostei de seu conto, parabéns

foto perfil usuario abusadinha

abusadinha Comentou em 20/07/2013

Maravilha!! De deixar louco!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


16825 - Sonhos de ad realizados 1, 2 & 3 - Categoria: Fantasias - Votos: 4
16865 - MEU BAIANO GOSTOSO MIM FUDEU NA PRESENÇA DE MEU CO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
16866 - MINHA ESPOSA GOSTA DE TOMAR LEITINHO DE PICA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
16867 - GOSTO DE REALIZAR AS FANTASIAS DE MINHA ESPOSA COR - Categoria: Fantasias - Votos: 3
16868 - A TRANSFORMAÇÃO PARA UM CORNO MANSO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
23492 - Fantasia da esposa, consentida pelo marido cúmplic - Categoria: Fantasias - Votos: 5
30037 - MEU PRIMEIRO CHIFRE NA LUA DE MEL FOI INEVITAVEL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil edybaiano
edybaiano1962

Nome do conto:
Minha primeira transa eu meu corno e meu macho em

Codigo do conto:
32459

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
19/07/2013

Quant.de Votos:
15

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


contos erotico de animais Zoologicosfreirascontoseroticospego na buchecha da bunda e toco o pau na novinhaconto erótico sogroconto erótico gay. meu amigo gamou no meu paicontos eroticos minha sogra e minha empregadanovos contos eriticos escritos de lactofiliatrai marido com primo deleMelhor fotos perereca cabiluda gostosa[email protected]Contos eroticos gays com peludoconto: gozei feito vadiaContos, de incestos meu filho tem um penis grande e grossoconto erotico armando uma arapucaporno gay hentai quadrinho completocontos eróticos insetos minha tia gostosa e putaconto erotico o bombeirotias do bucetaoconto erotico reais narrado de corno e rabuda ele olhandocontos eroticos com cuidadores de idosaslatinboys.comvideos de sexo tv com sogro incentivando ás noras a trazar com elemaloqueiro doido por gay passivo contoTeacher e cavalo contos eroticoscontos eroticos eu dexei meu marido come nissa filhacontos erótico de casais monogâmicosconto eroticos submissao com meu amigo gayescravizei minha nora contos erotiçoscomto pprno coroasna minha caza meu amigo comeu o cuzinho da minha mulher comto eroticoporn moz esta me machucarnegao para esposas contoscontos.eroticos minha irma di mini saia com um rabao cuzao virgemVendi meu cabaço mas fui arrombada contoscontos eroticos cunhadao pau do meu irmao contosHentai porno de quadrinhos de incesto mae gostosa satisfasendo os desejos de seu fihoEu amo sua bucetaContos porno flagrei meu filhocontos de filhos e mães pelados na praia de nudismocontos eroticos minha tia caboetacontos de corno minha esposa grávida de um velhovideos de sexo de gugagutoContos eróticos gay Machao saradaoComo foi bom comer minha irmacontos eroticos meninos padrinhoprimeira. vez dei meu cuzinho pro vigia. xa. obra. guey contos. eroticosvideo de corno parando o carro em posto de gasolina e os caminhoneiros comendo sua esposacontoerotico sou madura rabao adoro ixibir pra meu filhoquadrinhos porno a medrosaquadrinhos erotico meninaultimos contos sadocontos eroticos de traicao com bem dotadosliga da justiça porno gayrelato i guadrinhoxxvideo curumimporno onibos lotado casada e agarrada por outro na cara do cornocontis eroticos vi meu sobrinho comendo sua irmamerens chupando e tranzando calcinha molhadadei meu cu pra um travesti e le gozou dentro do meu cu e cagei todowww.contos padrasto comendo buceta dentadaconto mulher de corno viciada naõ pode ver um macho e cu fica piscando por rolaconto erótico gaydp porno machuca contos casadasboquete gozada boca contoconto eroticos cheguei em casa com o cu cheio de porrae arrombadoPauzudo alagado a esposa do CornoContos eroticos de primas submissa por primos no sexoconto cesto de calcinhacontos de estrupeicontos eroticos comendo o catarro deleconto de encesto sou filho único mamae e casadaconto de mocinho com assadura pornocontos eroticos gay currado pelo personalmulatinha noiva ninfeta precisando de dinheiro para casamento me ofereceu o cuzinho porque a bucetinha e do noivo contosContos eroticos no onibusconto cunhada sheila adora dar a bunda quando marido sai para trabalharporno meu pai pediuPutinha do papai negro contos eróticoscontos com cinco ano dei bucetaContos eroticos comendo a medicaMeu genro me comeu na casa abandonada contos eroticos femininoquadrinho erotico filho com ciume do amigo da maeconto erotico desejo sem tamanhoconto erotico minha tiagozando muito no trem contosdei o cuzinho bem gostoso contostrai meu marido dando meu cu por dinheiro contos pornocontos de corninho safadometendo a pica no cu dentro do taxi conto erótico heterocontos eroticos das putinhas de ararasconto erotico orgiacontos eroticos de comeram minha esposatesao eroticoler contos eroticos de xoxotinha inchada