Fodendo o Emo


Click to Download this video!


Sou um cara safadão. Adoro ler, escrever, ouvir, falar sacanagens e desde que aprendi tocar punheta não parei mais. Falou de sacanagem é comigo mesmo, basta a palavra punheta que já fico com vontade de socar uma e meu pau, desde sempre é babão, basta ficar meia bomba que o bicho expele baba.

Às vezes, depois da meia noite, sentado no portão, em frente minha casa, usando só um calção, sem nada por baixo, fico-me punhetando de boa, tranquilamente. Pois bem, numa noite dessas eu, como sempre estava com muito tesão, então peguei o carro e sai para dar uma voltas na cidade. Enquanto dirigia tirei meu pau por entre as pernas do calção e comecei a tocar uma. Parei em alguns semáforos, num deles um motoqueiro ficou olhando, dei uma balançada no meu cacete para ele, mas não rendeu nada. Rodei mais um pouco e já estava desistindo quando dobrei uma esquina vi um cara, de uns vinte anos, tinha percins nos nariz e nos lábios, usava uma bermuda clara e uma blusa com capuz, ele estava com as mãos nos bolsos da blusa de modo que ficava tampando sua braguilha. Era um emo.

Ascendi a luz interna do carro, passei devagar e deixei que ele me visse. Ele deu uma olhada, mas não parei, dei a volta no quarteirão e voltei, quando passei novamente ele abriu as mãos ainda dentro do bolso e mostrou seu pau que estava pra fora da calça, manobrei e ofereci uma carona, ele aceitou e quando entrou, ele deixou o capuz cair e abriu o botão da bermuda me mostrando seu pau moreno e seus pentelhos. Perguntei seu nome e ele me disse que era Fernando e que tinha dezenove anos. Enquanto eu dirigia, ele me deu umas chupadas gostosas no cacete engolindo minha baba. Quase gozei em sua boca. Depois de um tempo rodando perguntei se ele queria ir para algum outro lugar.

Pode ser pra sua casa? – ele me perguntou.

Parei o carro em frente minha casa e nesse momento ele já estava peladinho, o sacana se despiu dentro do carro. Passamos para o banco traseiro e ai a coisa pegou fogo. Fiquei peladão também, pauzão duro e babando muito e começamos a nos chupar. O pau dele tem uns dezoito centímetros e grosso, seu saco é enorme e fora a virilha o resto estava todo depilado. Abocanhei seu cacetão gostoso e mamei com um bezerro, o lek gemia gostoso e alto. Depois de um tempo, o convidei para entrarmos, já que eu estava sozinho em casa. Descemos do carro pelados, abri o portão e entramos.

Coloquei o moleque sentado no sofá, me ajoelhei entre suas pernas e comecei a chupa-lo novamente. Abocanhei seu pau e o deixei escorregar para dentro de minha boca até minha garganta, ele chiou.

Issssssssssssss... Gostoooso! – ele disse olhando seu cacete dentro de minha boca. Tirei e o engoli novamente, repetindo esse gesto umas cinco vezes. Depois abocanhei o sacão de Fernando, ele gemeu baixinho e quando desci a língua e passei naquele ponto entre o saco e o cu ele fechou os olhos e fez uma careta de tesão e estremeceu pedindo para que eu o penetrasse, era só que eu precisava ouvir. Peguei o KY (sempre tenho), passei um pouco em seu cuzinho e enfiei um dedo, depois enfiei dois e por fim, me ajoelhei entre sua pernas, acomodei meu cacete na entradinha de seu buraquinho e enfiei, no começo ele ficou tenso, mas quando a cabeça passou meu pau foi deslizando para dentro daquele rabo moreno e apertadinho, minha rola foi escorregando devagar até minha cintura ficar encostada em seu saco. A camisinha que eu estava usando era dessas mentoladas e a sensação foi indescritível. Ajuntando o tesão mais a ardência da camisinha parecei que meu pau e o cuzinho de Fernando estava pegando fogo.

Ainda nessa posição, ele deitado no sofá de barriga pra cima e com as pernas arreganhadas para mim, eu atolava e tirava meu pau e ficava olhando minha vara entrando naquele cuzão gostoso observando sua cara de tesão. Da cabeça aos pés, tudo nele me deixava excitado. Fernando estava calçando um All Star preto, surrado e era a única coisa que ele usava.

Enquanto bombava meu pau no cu de Fernando eu ia beijando seus peitos, barriga e pernas e calmamente descalcei em de seus pés. Quase tive gozo antecipado, que pezão lindo, ele calça quarenta e um e seus pés são finos, afilados, com o dedo do meio maior que o dedão e suas unhas bem aparadas e sem nenhum odor, muito pelo contrário, seu pé era cheiroso (depois ele me disse que passava hidratante nos pés). Sem pudor nem receio comecei a beijar seus pés e quando chupei seus dedos ele estremeceu novamente e se contorceu de tesão e eu soquei gostoso. Depois de um tempo, o cu de Fernando já estava lisinho, parecia que ele já havia tido alguns orgasmos por aquele orifício até então apertadinho, então eu e o peguei no colo, sem tirar meu pau de dentro, ele enganchou as pernas em minha cintura eu o levei para o quarto e joguei aquele puto safado em cima da cama de bunda pra cima, meti a língua em seu cu fodido, me deitei sobre ele e atolei novamente. Fernando empinou o rabo para me receber dentro dele, suas pernas estavam abertas e eu entre elas socava fundo, nessa posição meu pau começou a massagear sua próstata e ele grunhiu de prazer e conforme socava seu cu mordia meu pau com piscadas fortes e eu sentia seu cu expelindo um liquido.

Fernando ficou de quatro e eu cravei minhas unhas em sua cintura e mandei ver, atolei gostoso, o putinho gemia e me pedia para foder com força e eu atendia seu pedido, ele já estava uma verdadeira putinha. Eu já estava quase explodindo em gozo, então pedi para que ele ficasse em pé, com o peito apoiado na parede, chupei seu cu e meti minha rola de novo. Eu já estava a fim de gozar, então passei um de meus braços pela cintura de Fernando e o outro eu o segurei pelo tórax e marretei gostoso seu cu até explodir em gozo. Quando sentiu meu pau inchando e latejando dentro dele, Fernando arqueou as pernas e empinou a bunda e eu esporrei muito, fartamente dentro de seu rabo. Ainda com meu pau atolado dentro dele bati um punheta pra ele, segurando seu pau na cabecinha e arregaçando bem aquela vara e não demorou muito para que eu sentisse seu cu mordendo meu cacete e sua porra espirrou, melando a parede e pingando no chão fazendo o barulho típico de liquido caindo (plec, plec, plec).

Depois dessa foda eu o levei até sua casa, quando voltei tomei um banho, isso já era quase quatro horas da manha, então dormi feito um anjo, tendo realizado meus desejos e os desejos carnais de Fernando.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario ronald43

ronald43 Comentou em 28/06/2013

Acho que não tem quem não bata uma bronha gostosa lendo seus contos... Votei tb, e gozei...

foto perfil usuario macho curte hom

macho curte hom Comentou em 28/06/2013

Caralho que Tesão... Tu realmente além de um punheteiro é um fudedor... tive que bater uma gostosa punheta, imaginando essas cenas... Delicia. Votado

foto perfil usuario salexnogueira

salexnogueira Comentou em 28/06/2013

Como não poderia ser diferente, me amarrei em sua estória....Muito excitante e gostoso....Me encheu de tesão... Votado... Parabéns!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


29622 - Flanelinha pau grande - Categoria: Gays - Votos: 45
29623 - O vigia do ferro velho - Categoria: Gays - Votos: 39
29733 - Lucio, meu amigo marginal - Categoria: Gays - Votos: 29
29763 - O empregado do sitio de meus avós - Categoria: Gays - Votos: 26
29869 - Lucio, meu amigo marginal (continuação) - Categoria: Gays - Votos: 11
29917 - PUNHETA - Relato rápido - Categoria: Masturbação - Votos: 4
30105 - O empregado do sitio de meus avós (continuação) - Categoria: Gays - Votos: 24
30495 - Meu tio João me arrombou e eu gostei - Categoria: Gays - Votos: 56
30627 - Luciano, meu amigo sacana. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 15
31020 - Luciano, meu amigo sacana (parte II) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
31224 - Cuidando de meu irmão mais velho. - Categoria: Incesto - Votos: 30
31225 - Meu tio safadão. - Categoria: Incesto - Votos: 15
31334 - Os filhos de meu padrinho me comeram. - Categoria: Gays - Votos: 33
31881 - Bento, amigo do trabalho viciado em punheta. - Categoria: Gays - Votos: 33
33565 - Comendo meu amigo bêbado com o irmão dele olhando. - Categoria: Gays - Votos: 19
33919 - Um cara que marcou minha vida. - Categoria: Gays - Votos: 12
34523 - Fodido pelo pedreiro de meu pai. - Categoria: Gays - Votos: 33
36523 - Primo sonâmbulo? Rola nele. - Categoria: Gays - Votos: 34
36570 - Enrabado no ônibus por um negro pauzudo. - Categoria: Gays - Votos: 29
95474 - Um vizinho me ensinou a bater punheta - Categoria: Gays - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil gostodepunheta
amigopunheteiro

Nome do conto:
Fodendo o Emo

Codigo do conto:
31267

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
26/06/2013

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos a calcinha da titiaquadrinho sexoseiren eConto erotico meu marido frouxoconto erotico sexo com o noivo no casamentodesenhos eroticos gaysmeu enteado comeu a força meu cuzinho virei viciada em analContos eróticos /estuprada no cuconto erotico di novinha casadaContos gay pau pequenocontos veridico uma maluquice com marido e uma travestimeu irmão gravou orgia com minha mulher contos eróticoscorno manso dedos no cu conto eroticoconto erotico gravida dos piõescontos eroticos com hupadas e amadadconto sobrinha legalcontos de incestos fiz dupla penetraçãomulher fodendo com o ginecologista frente ao seu marido e ele nao reparapai não conia o cu da madrasta eu comi incestoietorias de mulher que deu o cu virgem e nao aguentou o pau no cu com fotosconto erotico sou pai liberal e levei minha filha no ginecologistanovos contos eroticos de pastoresConto erotico pivete pintudo com gostosacontos erotico-você gozando no meu cuzinhoesporraram no meu utero e fiquei com o estomago cheio de porraconto porno me estupraram sem piedadefodendo o rabao da dani peruibeMinha mãe nua contosvedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novosconto erotico tindercontos eroticos amante bem.maiorcomtos eróticos meu pastor mivil me masturbadoconto erótico com pastorporno meu filhinho me engqavidou contoconto erotico em quadrinhõsobrinhacabacinho[email protected],conto erotico gay esperando caminhoneiro para daras heroinas mais gostosas porno lesbo desenhoporinga paoporno entre casais homosseuais de caminhoneiros saradoscontos eroticos de sub 24/7conto erotico conhecwndo meinha mylhertio tarado pega enteadanuaconto de farmaceutico pornocontos eróticos de gay comido pelo padrinhopriminha gostosa conto eroticoContos eroticos de casada puta dos vizinho roludoo corno duplanovinha fazendo sexo peladinha daqui 18 anos bem alegrinhanora tarada.contos eroticoscomiminha irmaluanamulata conto eroticoquadrinhos erotico milftoonMulher pede pro marido do pinto pequeno trazer um negao bem pauzudo cheio de veias grossas pra matar seu tesãotemcurva xvideoConto erotico papaku o meu padrinho comeu meu cucontos eroticos gay dando pro irmaoContos eroticos usando botas cano longoporno contos eroticos pai comeu meu cu numa aposta ,gaysogro corno adora quando seu genro morde o gre da sua mulher sexosogra gordinha nuaminha irma mais nova contosinsinuando pro padrasto com roupa sexo gayquadrinhos eroticos eu no quarto com meu irmaocontos porno maes putas que fumam baseados e.depois dao a bunda pros filhos novinhos e roludosboy gay passivo quer motoqueiro contoconto erotico rabinhoContos de gozadas nas calcinhas das sograsmai brasirera pedi pede para o filhi fudela gostosocontos de cdzinhas na fazendaconto erotico uma depilação atrevidacontos de incesto iniciando