Fodendo o Emo


Click to Download this video!


Sou um cara safadão. Adoro ler, escrever, ouvir, falar sacanagens e desde que aprendi tocar punheta não parei mais. Falou de sacanagem é comigo mesmo, basta a palavra punheta que já fico com vontade de socar uma e meu pau, desde sempre é babão, basta ficar meia bomba que o bicho expele baba.

Às vezes, depois da meia noite, sentado no portão, em frente minha casa, usando só um calção, sem nada por baixo, fico-me punhetando de boa, tranquilamente. Pois bem, numa noite dessas eu, como sempre estava com muito tesão, então peguei o carro e sai para dar uma voltas na cidade. Enquanto dirigia tirei meu pau por entre as pernas do calção e comecei a tocar uma. Parei em alguns semáforos, num deles um motoqueiro ficou olhando, dei uma balançada no meu cacete para ele, mas não rendeu nada. Rodei mais um pouco e já estava desistindo quando dobrei uma esquina vi um cara, de uns vinte anos, tinha percins nos nariz e nos lábios, usava uma bermuda clara e uma blusa com capuz, ele estava com as mãos nos bolsos da blusa de modo que ficava tampando sua braguilha. Era um emo.

Ascendi a luz interna do carro, passei devagar e deixei que ele me visse. Ele deu uma olhada, mas não parei, dei a volta no quarteirão e voltei, quando passei novamente ele abriu as mãos ainda dentro do bolso e mostrou seu pau que estava pra fora da calça, manobrei e ofereci uma carona, ele aceitou e quando entrou, ele deixou o capuz cair e abriu o botão da bermuda me mostrando seu pau moreno e seus pentelhos. Perguntei seu nome e ele me disse que era Fernando e que tinha dezenove anos. Enquanto eu dirigia, ele me deu umas chupadas gostosas no cacete engolindo minha baba. Quase gozei em sua boca. Depois de um tempo rodando perguntei se ele queria ir para algum outro lugar.

Pode ser pra sua casa? – ele me perguntou.

Parei o carro em frente minha casa e nesse momento ele já estava peladinho, o sacana se despiu dentro do carro. Passamos para o banco traseiro e ai a coisa pegou fogo. Fiquei peladão também, pauzão duro e babando muito e começamos a nos chupar. O pau dele tem uns dezoito centímetros e grosso, seu saco é enorme e fora a virilha o resto estava todo depilado. Abocanhei seu cacetão gostoso e mamei com um bezerro, o lek gemia gostoso e alto. Depois de um tempo, o convidei para entrarmos, já que eu estava sozinho em casa. Descemos do carro pelados, abri o portão e entramos.

Coloquei o moleque sentado no sofá, me ajoelhei entre suas pernas e comecei a chupa-lo novamente. Abocanhei seu pau e o deixei escorregar para dentro de minha boca até minha garganta, ele chiou.

Issssssssssssss... Gostoooso! – ele disse olhando seu cacete dentro de minha boca. Tirei e o engoli novamente, repetindo esse gesto umas cinco vezes. Depois abocanhei o sacão de Fernando, ele gemeu baixinho e quando desci a língua e passei naquele ponto entre o saco e o cu ele fechou os olhos e fez uma careta de tesão e estremeceu pedindo para que eu o penetrasse, era só que eu precisava ouvir. Peguei o KY (sempre tenho), passei um pouco em seu cuzinho e enfiei um dedo, depois enfiei dois e por fim, me ajoelhei entre sua pernas, acomodei meu cacete na entradinha de seu buraquinho e enfiei, no começo ele ficou tenso, mas quando a cabeça passou meu pau foi deslizando para dentro daquele rabo moreno e apertadinho, minha rola foi escorregando devagar até minha cintura ficar encostada em seu saco. A camisinha que eu estava usando era dessas mentoladas e a sensação foi indescritível. Ajuntando o tesão mais a ardência da camisinha parecei que meu pau e o cuzinho de Fernando estava pegando fogo.

Ainda nessa posição, ele deitado no sofá de barriga pra cima e com as pernas arreganhadas para mim, eu atolava e tirava meu pau e ficava olhando minha vara entrando naquele cuzão gostoso observando sua cara de tesão. Da cabeça aos pés, tudo nele me deixava excitado. Fernando estava calçando um All Star preto, surrado e era a única coisa que ele usava.

Enquanto bombava meu pau no cu de Fernando eu ia beijando seus peitos, barriga e pernas e calmamente descalcei em de seus pés. Quase tive gozo antecipado, que pezão lindo, ele calça quarenta e um e seus pés são finos, afilados, com o dedo do meio maior que o dedão e suas unhas bem aparadas e sem nenhum odor, muito pelo contrário, seu pé era cheiroso (depois ele me disse que passava hidratante nos pés). Sem pudor nem receio comecei a beijar seus pés e quando chupei seus dedos ele estremeceu novamente e se contorceu de tesão e eu soquei gostoso. Depois de um tempo, o cu de Fernando já estava lisinho, parecia que ele já havia tido alguns orgasmos por aquele orifício até então apertadinho, então eu e o peguei no colo, sem tirar meu pau de dentro, ele enganchou as pernas em minha cintura eu o levei para o quarto e joguei aquele puto safado em cima da cama de bunda pra cima, meti a língua em seu cu fodido, me deitei sobre ele e atolei novamente. Fernando empinou o rabo para me receber dentro dele, suas pernas estavam abertas e eu entre elas socava fundo, nessa posição meu pau começou a massagear sua próstata e ele grunhiu de prazer e conforme socava seu cu mordia meu pau com piscadas fortes e eu sentia seu cu expelindo um liquido.

Fernando ficou de quatro e eu cravei minhas unhas em sua cintura e mandei ver, atolei gostoso, o putinho gemia e me pedia para foder com força e eu atendia seu pedido, ele já estava uma verdadeira putinha. Eu já estava quase explodindo em gozo, então pedi para que ele ficasse em pé, com o peito apoiado na parede, chupei seu cu e meti minha rola de novo. Eu já estava a fim de gozar, então passei um de meus braços pela cintura de Fernando e o outro eu o segurei pelo tórax e marretei gostoso seu cu até explodir em gozo. Quando sentiu meu pau inchando e latejando dentro dele, Fernando arqueou as pernas e empinou a bunda e eu esporrei muito, fartamente dentro de seu rabo. Ainda com meu pau atolado dentro dele bati um punheta pra ele, segurando seu pau na cabecinha e arregaçando bem aquela vara e não demorou muito para que eu sentisse seu cu mordendo meu cacete e sua porra espirrou, melando a parede e pingando no chão fazendo o barulho típico de liquido caindo (plec, plec, plec).

Depois dessa foda eu o levei até sua casa, quando voltei tomei um banho, isso já era quase quatro horas da manha, então dormi feito um anjo, tendo realizado meus desejos e os desejos carnais de Fernando.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario ronald43

ronald43 Comentou em 28/06/2013

Acho que não tem quem não bata uma bronha gostosa lendo seus contos... Votei tb, e gozei...

foto perfil usuario macho curte hom

macho curte hom Comentou em 28/06/2013

Caralho que Tesão... Tu realmente além de um punheteiro é um fudedor... tive que bater uma gostosa punheta, imaginando essas cenas... Delicia. Votado

foto perfil usuario salexnogueira

salexnogueira Comentou em 28/06/2013

Como não poderia ser diferente, me amarrei em sua estória....Muito excitante e gostoso....Me encheu de tesão... Votado... Parabéns!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


29622 - Flanelinha pau grande - Categoria: Gays - Votos: 46
29623 - O vigia do ferro velho - Categoria: Gays - Votos: 40
29733 - Lucio, meu amigo marginal - Categoria: Gays - Votos: 29
29763 - O empregado do sitio de meus avós - Categoria: Gays - Votos: 27
29869 - Lucio, meu amigo marginal (continuação) - Categoria: Gays - Votos: 11
29917 - PUNHETA - Relato rápido - Categoria: Masturbação - Votos: 4
30105 - O empregado do sitio de meus avós (continuação) - Categoria: Gays - Votos: 25
30495 - Meu tio João me arrombou e eu gostei - Categoria: Gays - Votos: 56
30627 - Luciano, meu amigo sacana. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 15
31020 - Luciano, meu amigo sacana (parte II) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
31224 - Cuidando de meu irmão mais velho. - Categoria: Incesto - Votos: 31
31225 - Meu tio safadão. - Categoria: Incesto - Votos: 15
31334 - Os filhos de meu padrinho me comeram. - Categoria: Gays - Votos: 34
31881 - Bento, amigo do trabalho viciado em punheta. - Categoria: Gays - Votos: 33
33565 - Comendo meu amigo bêbado com o irmão dele olhando. - Categoria: Gays - Votos: 20
33919 - Um cara que marcou minha vida. - Categoria: Gays - Votos: 12
34523 - Fodido pelo pedreiro de meu pai. - Categoria: Gays - Votos: 33
36523 - Primo sonâmbulo? Rola nele. - Categoria: Gays - Votos: 34
36570 - Enrabado no ônibus por um negro pauzudo. - Categoria: Gays - Votos: 32
95474 - Um vizinho me ensinou a bater punheta - Categoria: Gays - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil gostodepunheta
amigopunheteiro

Nome do conto:
Fodendo o Emo

Codigo do conto:
31267

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
26/06/2013

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


incestosinhoporno crentes sainha quadrinhoContos eroticos ultimosContos excitantes dentro de transportes gozou dentromaridinho bobinho contos eroticoscontos gay com montadoresquadrinhos erotico milftoonfilhas gostosas contoscunhado fodendo a cunhadaconto incesto ajudandocontos eroticos novos com fotos traicao um roludo me engravidouNegão conto eróticocontos de fetiches eroticos de incesto entre tia e sobrinhoultimos contos sadomasoquistatrepada travecoacordei de pau duro conto incesto cestomae putinha contosPorno lesbicas doiidaacontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu a forca quando eu tinha oito anosvanessinha.net familia incestuosaconto mama no grelinho dessa vadiazinhadp no cu da cunhada conto,contos de crentes caretesFilha da o cusinho pro paiporno sexo gostoso irmao cubrando o cabaco da sua irma e o seu sexo bomConto erotico mamando gravidasexo gay de tapas na cara catarradasru.confesso vi.homem.mijando.na ruafudendo com mame quadrinhoporno.com gostosa casada deixa seu corno fazer uma surpresa no jantar com o pausadoContos eroticos com bezeirasnegrinha feis sexo com o pai por vingançasconto erotico menina na belicheporno a travesti dos meus sonhosconto erotico gay em bertiogacontos eroticos de incesto pai encoxado a filha de shortinho curto atolado no raboconto ertico com formigasquadrinhos GTa,eroticoconto erotico comedor madrinhas. gostosa com fotosde amigos contos arrombando a filhaboa cona da pastora contoscontos eroticos de noiva rabuda estuprada na praia por garotos cacetudos e noivo vendominha esposa arrumou macho chegou mandando em tudo contosconto erotico ilustrado travesti bem dotado arrombou a buceta da esposa do corno de pau pequenoempregadinha gostosa contospeguei novinha virgem do cuzinho e enfeei o pau grandequal que anime fazendo ponomai brasirera pedi pede para o filhi fudela gostosoquero ver o homem enfiando a mão por baixo da saia da mulher no metrô encoxando por baixo da saia da mulher cochichandoconto erotico meninosdei minha esposa p meu amigo viuvo carente conto eroticocontos gays o andarilhoContos eróticos de incesto ai mamae que chupetinha mais gostosa é essamulher gozando no casete do maridoporno em quadrinho simpsoncontos evangelicas sendo abusadas em coletivosconto erotico traindo meu marido com 3conto erotico consoloBucetas novas com pelinhosContoerotico filinha pré adolecentenua da moz mostra buceta tirando espermaxvideo de zeniho família sacana pornoPau grande e preto no meu c. Conto erotico eterosexual.contos eroticos virei a puta titular da casaConto erotico armei para minha mulhervacilei e engravidei do meu filho conto inceztocontos eroticos de namoro safado e liberalcontos erotico de fio dental na academiaContos e imagens de sexo violento bem exitantescontos eróticos de gay comi o meu enteadocontos eroticos de mozcontos eróticos em quadrinhos lésbicosiririca no ponto G contosporno casadas dona emily quadrinhosContos eroticos meu marido levou varios homens para dividirmos as porras delesconto erotico muito meladaconto gravida tesao no onibus