Luciano, meu amigo sacana.


Click to Download this video!


Luciano e eu éramos vizinhos e logo que nos conhecemos já ficamos amigos. Quase todo final de semana fazíamos churrasco, onde reuníamos nossas famílias. Nessa época eu tinha dezoito anos, era solteiro e morava com meus pais. Luciano tinha vinte e oito anos, era casado com uma morena lindíssima e tinha um filho com ela. Eles moravam numa casa no mesmo quintal que sua sogra, que também era uma pessoa muito legal. Ele era um sujeito muito bacana, mas traia sua esposa sem nenhum remorso e sempre que transava com uma mulher lá vinha ele me contar em detalhes, o que me deixava muito excitado e me rendia gostosas punhetas.

Luciano? Você não tem vergonha em trair sua esposa, cara? – Perguntei uma vez para ele.

Eu não Paulo! Meu fogo é grande e ela não da conta de mim! – Ele respondeu rindo dizendo que era viciado em sexo.

Você é um tremendo de uma sacana Luciano, isso sim!
Num certo final de semana meus pais, sua sogra, sua esposa com o filho foram a um evento social, mas como eu detestava essas reuniões fiquei em casa e chamei Luciano para assarmos “uma carninha”. Compramos a carne e cervejas e ficamos tranquilos, sem o falatório das mulheres e sem choro de criança.

Já havíamos tomado várias cervejas e já havíamos esvaziados os tanques várias vezes, mas teve uma hora em que fui ao banheiro tirei meu pinto por entre as pernas do calção e comecei a urinar, de repente Luciano entra também, abre a bermuda, tira o pau pra fora e começa a mijar junto comigo. Fiquei na minha, acabamos de mijar sacudimos nossos pintos e voltamos para o quintal.
Sentamos-nos de frente um para o outro e continuamos a beber e comer e então ele começou a contar sua última transa com uma loira que havia conhecido na fila do banco. Como sempre ele me contou nos mínimos detalhes e ficamos os dois excitados, como meu calção era de um tecido mole, não tive como esconder meu pau duro. Rimos muito de tudo o que ele me contava e então ele me perguntou se eu toparia vê-lo fuder algum dia.

Opa! Claro que quero Luciano! Mas... Será que ela vai topar?

Besta, ela não precisa saber, você fica escondido. Lá onde eu trabalho tem várias salas com o vidro escuro e ela nem vai saber que você esta lá! – Ele era vigia de um enorme galpão, o lugar estava vazio, mas era necessário um vigia por causa dos vândalos.

Então topo sim! – Respondi todo animado, pois assim teria a oportunidade de vê-lo nu.

No final de semana, seguinte, num sábado, ele me chamou no muro e me disse que já estava tudo acertado, mas eu tinha que ir primeiro para que a mulher não me visse. Ele já havia dito para sua esposa que ia jogar bola e eu disse aos meus pais que iria à casa de um amigo. Luciano me deu uma chave e depois de uns trinta minutos eles chegaram. Mesmo com o vidro escuro fiquei com medo de que ela me visse, mas que nada, de onde eu estava dava para ver tudo, e embora Luciano soubesse que eu estava ali, eles não podiam me ver.

Eles foram entrando e Luciano já foi tirando a roupa e a visão daquele homem corpulento já me deixou excitado. Enquanto ela se despia, Luciano começou a chupar peitos de Renata (depois ele me falou o nome dela), a morena se contorcia, não dava para ouvir os sons, mas com os trejeitos que fazia com a boca dava pra imaginar que ela estava gemendo. Luciano chupava os peitos daquela mulher com maestria e enquanto sugava seus mamilos sua mão acaricia sua buceta depiladinha e a rola dele pingava baba, eu, acomodado em uma cadeira tirei minha roupa e, peladão, comecei a bater punheta. Ele a masturbava chupando seus peitões e apalpando sua bunda, ela se contorcia e mordia o lábio inferior. Depois de um tempinho Luciano a colocou de quatro em cima de uma mesa, abriu sua buceta e meteu a boca e ele a chupava com vontade.

Agora sei por que a mulherada gosta de dar pra Luciano! – Pensei. O cara sabe mesmo dar prazer para elas.

Luciano a fez descer da mesa e ficar com as mãos escoradas nela, ele se acomodou entre suas pernas, encostou a cabeça do pau naquela buceta úmida e foi enterrando a pica, a morena arqueou o corpo quando sentiu a vara entrando e ele atolou até o talo. A visão do pau de Luciano sendo enterrado na buceta me deu vontade de senti-lo dentro de mim e enquanto me masturbava comecei a dedilhar meu cu. Que sensação gostosa! Eu me contorcia na cadeira, queria aquela rola em mim, e em dado momento Luciano falou alguma coisa no ouvido de Renata ela riu e fez um “sim” com a cabeça, ele olhou para onde eu estava e fez sinal com a mão me chamando, meu coração disparou, batia tão forte que sentia meu corpo inteiro pulsando, fiquei observando por alguns instantes para me certificar se ele estava me chamando mesmo e quando ele sinalizou pela segunda vez entrei já pelado na sala onde eles estavam. Renata olhou para mim e sorriu fazendo sinal para que me aproximar.

Aproximei-me dos dois, meu pau latejava, a rola de Luciano estava toda dentro daquela buça gulosa e deu pra perceber que ela estava molhadinha. Encostei meu pau babado na boca de Renata e ela me abocanhou sorvendo cada gota de minha baba, ela me mamava como uma bezerrona e Luciano, atarracado atrás dela, observava e metia devagar. Enquanto ela me chupava eu ficava olhando para o corpo de Luciano, desejando-o, agora ele metia com seu tórax apoiado nas costas de Renata e apertava as pontas de seus peitos, o que fazia aquela safada gemer, rebolar e engolir minha vara até alcançar sua garganta e a cada engolida eu me controlava para explodir em gozo. Luciano, muito sacana e experiente, notando que eu o reparava levou as mãos até meus mamilos e começou a aperta-los. Fechei os olhos e suspirei fundo quando olhei para Luciano e fez sinal que eu fizesse o mesmo com ele. Nem titubeie. Segurei seus dois mamilos e comecei a aperta-los, ele mordeu o lábio e atolou com força na buceta de Renata.

Vem cá Paulo! – Disse Luciano tirando a vara melada de dentro daquela buça. – Atola seu pau no rabo nessa safada!

Acomodei-me atrás de Renata, Luciano abriu a bunda dela para mim, encostei minha rola e fui enfiando, é claro que meu pau era menor que o de Luciano, mas mesmo assim Renata foi gemendo a cada pedacinho que ia entrando e então a segurei palas ancas e comecei a dar estocadas fortes, tirava meu pau e atolava com força. Luciano ficou ao meu lado olhando, punhetando e apalpando as próprias bolas. Aquilo me dava mais tesão.

Agora é meu turno de novo Paulo! – Disse Luciano dando uma pisadinha para mim e pediu para que Renata ficasse de quatro.

Renata ficou de quatro sobre um colchão que Luciano havia levado para lá, ele ficou atrás dela e foi enfiando novamente o pau naquela buceta até ficar só com as bolas de fora e ficou bombando devagar. A morena fogosa não aguentou e despejou um jato de porra misturado com mijo, sentindo aquela goza quente Luciano gemeu, eu, que já estava explodindo me deitei sob o corpo de Renata, na posição sessenta e nove, ele começou a chupar meu cacete e eu meti a boca na xota dela com o pau de Luciano lá dentro. Ela urrou.

Naquela posição eu tinha visão perfeita do caralho de Luciano arrombando a xota de Renata, enquanto ele a fodia e via seu saco enorme e peludo balançando bem perto de meu rosto, chegando a roçar meu nariz e aquele cheiro de porra e mijo de Renata mais o suor de Luciano me deixaram extasiado e sem pudor. Luciano bombava forte na xota de Renata e ela deu outra gozada na vara de Luciano, a goza dela espirrou em meu rosto e escorreu pela buceta e ficou pingando no meu peito, nesse momento Luciano tirou o pau de dentro dela e eu aproveitei e o chupei. Aquele cheiro e o gostinho azedo de pólen me deixaram louco. Luciano tirou o pau de minha boca e enfiou na xota de Renata novamente e assim ficou alterando... Xota e minha boca.

Eu estava com muito tesão e queria Luciano dentro de mim, estão fiquei de quatro ao lado de Renata, oferecendo meu cuzinho para ele. Luciano passou a mão em minha bunda, tocou meu cuzinho e lambeu meu rabo, sua língua brincava em meu cuzinho me deixando lubrificado, depois encostou-se em mim, colocou a cabecinha e deu uma forçada, aquilo doeu, mas aguentei firme, ele parou por alguns instantes e depois enfiou mais um pouco, por fim o tesão falou mais alto e ele atolou tudo, sem dó, senti minhas pregas se rompendo, a dor foi lacerante, mas Luciano não parou, pelo contrário, deu algumas bombadas tirou o pau do meu cu, o que deu um grande alívio, e atolou na buceta de Renata novamente, bombou um pouco e atolou no meu cu de novo, empinei meu corpo quando o caralho e Luciano me rasgou novamente, mas ele me segurou pela cintura e meteu tirando e enfiando devagar.

Ele repetiu novamente várias vezes por fim anunciou que ira gozar, mas queria fazê-lo em nossa boca, então Renata e eu nos viramos, nos ajoelhamos e unimos nossos lábios como se estivéssemos nos beijando e Luciano encostou a cabeça de sua rola em nossa boca e batendo punheta, entre gemidos e urros gozou. Seus jatos, sete ou oito, espirraram em nossos rostos e escorreram por nossas bocas, eu bati um punheta ali mesmo ajoelhado e com o dedo enfiado na xana de Renata e também gozei como nunca, depois Renata e eu, cada um de um lado, lambemos o pauzão de Luciano deixando-o mais ou menos limpo.

Que foda louca! – Disse Luciano olhando para nossos rostos lambuzados com sua porra quente e grossa.

Lavamos-nos e nos deitamos, Luciano no meio, os três no colchão para descansarmos, Renata com a cabeça pousada em seu peito e eu com a minha sobre sua barriga olhando seu pau, agora flácido, e admirado por eu ter conseguido agasalhar aquela vara dentro de meu cu, por fim não aguentei, peguei aquela coisa mole e coloquei na boca, seu gosto de porra me deixaram com tesão novamente e seu pau começou a dar sinal de vida novamente, mas então seu celular tocou, era sua esposa querendo saber onde ele estava, por que ela havia conversado com um amigo dele e descobrira que não tinha tido jogo algum.

Ih, sujou pessoal! – Disse Luciano levantando e se vestindo rapidamente. Por fim fomos embora e não teve segundo tempo...Não naquele dia!


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario jorge brito

jorge brito Comentou em 26/04/2015

Putz!!! tive de parar de pegar no meu pau pois estava para gozar! Que cacete gostoso esse do Luciano!

foto perfil usuario aquarius

aquarius Comentou em 13/08/2013

Fiquei de pau duro. Vocês transaram novamente? Delicia

foto perfil usuario

Comentou em 11/07/2013

adoro a riqueza de detalhes de seus contos!!!

foto perfil usuario macho curte hom

macho curte hom Comentou em 24/06/2013

Véio, que delicia... Queria eu estar nessa suruba... me deu vontade de ter esse Luciano e você,.... Gozei com vocês....

foto perfil usuario macho curte hom

macho curte hom Comentou em 24/06/2013

Cara que delicia... Fiquei doido aqui, forcei uma punheta gostosa... queria estar nessa suruba... Voto dado!

foto perfil usuario bianor

bianor Comentou em 24/06/2013

cara q conto legal




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


29622 - Flanelinha pau grande - Categoria: Gays - Votos: 45
29623 - O vigia do ferro velho - Categoria: Gays - Votos: 39
29733 - Lucio, meu amigo marginal - Categoria: Gays - Votos: 29
29763 - O empregado do sitio de meus avós - Categoria: Gays - Votos: 26
29869 - Lucio, meu amigo marginal (continuação) - Categoria: Gays - Votos: 11
29917 - PUNHETA - Relato rápido - Categoria: Masturbação - Votos: 4
30105 - O empregado do sitio de meus avós (continuação) - Categoria: Gays - Votos: 24
30495 - Meu tio João me arrombou e eu gostei - Categoria: Gays - Votos: 56
31020 - Luciano, meu amigo sacana (parte II) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
31224 - Cuidando de meu irmão mais velho. - Categoria: Incesto - Votos: 30
31225 - Meu tio safadão. - Categoria: Incesto - Votos: 15
31267 - Fodendo o Emo - Categoria: Gays - Votos: 17
31334 - Os filhos de meu padrinho me comeram. - Categoria: Gays - Votos: 33
31881 - Bento, amigo do trabalho viciado em punheta. - Categoria: Gays - Votos: 33
33565 - Comendo meu amigo bêbado com o irmão dele olhando. - Categoria: Gays - Votos: 19
33919 - Um cara que marcou minha vida. - Categoria: Gays - Votos: 12
34523 - Fodido pelo pedreiro de meu pai. - Categoria: Gays - Votos: 33
36523 - Primo sonâmbulo? Rola nele. - Categoria: Gays - Votos: 34
36570 - Enrabado no ônibus por um negro pauzudo. - Categoria: Gays - Votos: 29
95474 - Um vizinho me ensinou a bater punheta - Categoria: Gays - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil gostodepunheta
amigopunheteiro

Nome do conto:
Luciano, meu amigo sacana.

Codigo do conto:
30627

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
13/06/2013

Quant.de Votos:
15

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos boca grandeconto erótico linguada buceta mel esfregar dedoEvangelicas striptease fruta pornocontos de homens casados e suas escapulidastrepei com minha filha contos incestoscontos eroticos na calada danoite com fotosfodi a buceta da mulher uruguaia contospedreiro pelado,negao me coxota roxa escorrendo com bera aberta comcontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mima gp contocontos dei banho na minha filhinhContos eroticos anal de ipatinga mgconto erótico de gay dando o cu pra ubercontos eroticos gay o trote parte IIdesmaiano na siririca sozinhaporno esposa lambe o cuconto de tia gordarevistas em quadrinho porno a sexologa taradasocano muita manteiga no cu e na buseta inteirafilha bunduda nao agguenta ve o cacete do paiconto de incesto com avô e netinhacontos eroticos a travesti transformou e outra travestiContos erótico dei meu cu no estacionamentoasfantazias das mulher de pornocontoeroticoburroConto erotico perdi o cabaco no terracocontos eroticos padrinho agora quer todo diahentae mae e filho 3dcontos erótico campo grandesou puta do meu tiocoroas gostosas da b***** arreganhada que deixa cachorro gozar dentro Sofiacontos pornor de incesto lesbian entre sograsconto erotico dopei minha esposa pra ser cornocontos eroticos com primos npvonhosfotos buceta velhas suja menstruação.contos eróticos professora submissacontos eróticoscomendo a bunda de papaiwww.casadanocio.comcontos eróticoscomendo a bunda de papaiconto erotico carla swing traiçaoConto erotico ela arriou a calcinha e ele chupouContos erotico de titio safado e sobrinha bobinhacontos eroticos vizinha crenteconto erotico num conseguicontos eroticos corno top pag 72contos de taracontos gay me drogou e me vestiu de mulher pra me comerQuadradinho erotico conto 2006comi a avó do meu amigo contos eróticosquadrinhos porno gay dbzgay sex stories pdfxvido novinha chotinho ele comielaFiquei viuva meu amigo veio na minha casa eu disse pra ele me fuder na minha cama conto eroticocontos eróticos com fotos cumi o cuconto erótico por ligaçaomuito sexo e tesaomeu enteado é uma bonequinha linda contos eroticosContos gay pau pequenoHentai porno de quadrinhos de incesto mae gostosa satisfasendo os desejos de seu fihocomercuegostosofiquei sozinha na casa do titio e provoquei ele sem calcinha pornovizinha gostosa gozei dentro contosperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos eróticos de gay comi meu padrinhocontos eroticos experimentei viado amigo gayConto erótico esposa com consoloporno real em Araruama traicoesconto erotico em quadrinho encostando no onibusdesenhos porno negros em quadrinhosconto erotico_tio do meu marido mi comeu na frente dele11 aninho peladinhaquadrinho porno mae e filhocontos eroticos levei minha mulher para fuder com negros roludosamadoras chorou quando pediu pro namorado enfiar so a cabecinha na boca dela mas ele enfiou a rola na garganta e ela engasgoucontos gays de incestos.com/ novinho fui violentado por meu pai me viciei no pau deleconto erotico a menina me chupouporno historias em quadrinho teste para filme porno contoConto gay com motorista de uberQuadradinhoerotico 2014Triste Fim de Jéssica - Capítulo contos eroticos o amigo roludo do meu irmao soco com força a rola no.meu cucontos eroticos a mendiga rabuda hentaiconto gay vizinho cabaçovonto menininha cu relato garotinha cuconto eroticomamando na maninha eo marido dela chupando meu paucontos encoxando rabos enormesConto erotico dentista mete gay afeminado com calcinhaContos eróticos de incesto ai mamae que chupetinha mais gostosa é essahistorias em quadrinhos a comadre gostosa porno