Travesti, Mãe e Puta de meu Filho


Click to Download this video!


Oi tudo bom com vocês meu nome e Charlene sou travesti desde os 20 anos tive muita sorte, pois aos 22 conheci um homem bem mais velho Ricardo sempre me tratou bem sempre fez meus gostos, por isso resolvi a pedidos dele morarmos juntos ele sempre foi muito bom de cama e sempre me tratou como uma verdadeira mulher, afinal sempre me achei muito bonita apesar de ser um travesti, tenho 1,68 de altura, branca, seios pequenos nunca tive coragem de colocar próteses de silicone, 145 cm de bumbum natural e claro cintura fina quadris largos pernas grossas um pouco de cabelos nas pernas mais todos loiros, cabelos longos e negros bem liso, mas voltando a meu esposo em 2002 ele arrumou um emprego em Caxias no Maranhão e como somos de Teresina Piauí e já estávamos bem estabilizados, e aqui em Teresina tenho um pequeno o comercio propôs eu ficar e ele ir e vir todos os finais de semana aqui em Teresina e muito quente e as mulheres andam sempre seminuas eu mesmo sou adepta de shortinhos minúsculos blusinhas mas sempre fui muito recatada na rua..
No começo das suas viagens ao maranhão tudo bem, mas depois ele me fez muita falta passava noites e noites sozinha e isso me deixou alem de sozinha muito tarada comprei um pequeno consolo, mas não tem nada como um homem tive algumas aventuras que depois conto a vocês, mas ainda me sentia sozinha, descobri que ele tinha uma amante no Maranhão não sabia se era mulher ou um outro travesti ele sempre negou, mas vi várias mensagens em seu celular todas sempre falando de sexo anal do tipo ‘’ adorei seu cacete no meu rabo’’ presumi que era um outro travesti, mas como ele sempre me deixou a vontade e aquilo me excitava saber que meu homem tinha outra igual a mim e até mais nova e mesmo assim não conseguia me deixar me deixa subindo nas paredes.
Pois bem em 2003 ele trouxe um garotinho de 10 anos para a nossa casa para que a gente adotasse a criança disse que era de uma senhora muito pobre do interior do Maranhão e que ela deu a ele, bem a adoção seria apenas no nome dele já que não éramos um casal normal no começo achei estranho, mas tinha um sonho de ser mulher e aquilo me fazia me sentir mais mulher com isso aceitei. Ele conseguiu adotar a criança em 2004 e pos o nome de Felipe e assim cuidei dele com todo carinho de uma mãe a cada dia me sentia mais feliz Ricardo ficou mais caseiro e todos os finais de semana vinha para casa e me senti menos solitária, mas continuava muito tarada em 2009 Felipe fez 18 anos já estava um rapazinho estudava no primeiro ano, todos os dias fechava o comercio ao meio dia e ia buscar ele, quando estava chegando na escola onde Felipe estudava tinha umas garotas caçoando dele, ele entrou no carro muito aborrecido comecei a conversar com ele, mas ele não quis conversa fomos para casa e La ele conseguiu me contar, me falou que foi beijar uma garota e a menina disse que ele só sabia babar.
Quando chegamos em casa disse a ele que ia ensinar ele a beijar, mas ficava difícil para que eu ensinasse ele a beijar se não tocasse nele disse para que ele colocasse a mão em minha cintura apertasse um pouco colocasse a outra mão em minhas costas e beijasse suavemente meu pescoço quando ele fez isso me arrepiei toda, até quando estava digitando esse conto me arrepiei toda só de lembrar, ele então já foi me puxado, disse a ele que tivesse mais calma, pois assim assustaria qualquer garota ele então me beijou a essa altura minha palceta ‘’e assim que meu esposo chama meu pênis rsrsrsrs’’, já estava pulsando e eu não me continha de tanto tesão o segundo beijo dele foi mais suave e mais quente estava a ponto de explodir o meu garotinho sabia como beijar so não tinha se dado conta disso e eu tarada como estava fiquei fora de mim até que voltei a mim e afastei ele, ele ficou com vergonha, mas notei que ele estava muito excitado. Disse a ele que aquilo ficava entre nós e que seu pai não precisava saber ele concordou.
No sábado pela manhã acordei cedo e abri o comércio Felipe sempre acordava mais tarde a moça que me ajudava no comercio chegou e fui correndo para o banheiro tomar um banho por causa do calor quando entrei no banheiro Felipe estava no sanitário, e me disse que sairia logo, mas disse a ele” filho não se preocupa a mamãe vai tomar banho eu fecho a cortina minha bunda e bem grande e a cortina de plástico e um pouco transparente e dava para ver a silhueta do meu corpo notei que Felipe estava demorando sair, Felipe
A noite seu pai chegou e fomos jantar eu estava muito excitada e tratamos logo de nós recolhermos rapidamente tomei um banho fiz a limpeza de meu anus e fui para cama meu esposo já estava roncando mas o acordei e começamos a dar um trepadinha, juro a vocês que fiz amor com ele pensando no nosso filho gritava feito uma louca enfiava cada vez mais fundo o cacete do meu esposo no meu rabo e pulava em cima dele senti seu cacete dar os primeiros espasmos para gozar disse que ele segurasse mais um pouco ou eu mataria ele imaginava sendo puta do meu filho e do meu esposo isso me deixava louca ate que senti seu esperma dentro do meu rabo estava gostoso e quente arranquei o cacete do meu rabo e comecei a chupar ele com muita força e masturbava minha pauceta até que gozei como um vaca.
Meu esposo ficou olhando e disse que a cada dia ficava mais charmosa e gostosa e era por isso que me amava tanto me doeu na consciência, pois aquilo tudo e por que estava pensando em meu filho, olhei para a porta do quarto e vi uma sombra me levantei e fui ver e vi a porta do quanto de Felipe bater era ele estava espiando fui de ponta de pé e fiquei ouvindo ele murmurava alguma coisa não dava para ouvir muito bem, mas me assustei com o pouco que ouvi ‘’caralho se fosse eu fudia o cu da minha mãe com toda força que bunda gostosa’’ ele estava se masturbando pesando em mim aquilo me deixou tão excitada que voltei para cama e fudi a noite toda com meu esposo acordei toda dolorida no outro dia passei o domingo na cama assistindo televisão com os dois, mas notava que sempre Felipe estava olhando para minha bunda.
Na segunda, Ricardo foi trabalhar no maranhão e eu fui deixar Felipe no colégio voltei para casa e passei a manhã cuidando do comercio e da casa, meio dia fui buscar ele na escola e ele muito animado me disse que tinha beijado a mesma menina e ela tinha ficado louca por ele, aquilo incrivelmente me deixou com um pouco de ciúmes, mas não deixei transparecer almoçamos e passamos a tarde assistindo TV no comercio e a noite depois das 22 fomos nos recolher. Começou a chover e a trovejar muito e Felipe desde pequenino tem medo de trovão e foi ate meu quarto e disse se podia dormir na cama comigo. ‘’Claro meu querido vem’’ até então não estava com segundas intenções até mesmo por que aquilo era normal até quando o pai dele estava em casa isso acontecia e Ricardo sempre foi muito compreensivo.
Nisso eu estava com uma calcinha preta muito pequena e vestida apenas com uma camisa transparente amarrada na cintura o que deixava minha bunda bem maior Felipe estava de cueca Box notei que seu penis era bem grande até mesmo quando dava banho nele até os doze anos notava que ele tinha o penis bem avantajado para sua pouca idade, mas agora estava maior, me deitei de ladinho e ele me abraçou por traz isso me fez pirar a cada trovão ele me apertava mais e seu cacete roçava mais na minha bunda eu estava louca e ele esfregava seu cacete no meu rabo comecei a gemer e ele começou a forçar a entrada com calcinha e tudo e eu Não fazia resistência para impedir. Ele segurou a minha cintura com muita força seu cacete escorregou entre a calcinha e meu rabo e começou a entrar em meu cu meu deus eu estava dando o cu para meu filho mesmo adotado, mas eu o criei eu era sua mãe mas a essa hora esqueci tudo e me entreguei ele começou a meter com mais força senti o tamanho era maior que a de seu pai estava bem grossa eu a essa altura já tinha gozado a primeira vez estávamos suando por baixo dos lençóis e agora o que faria, então ele disse o que nunca vou esquecer. ‘’Mamãe a senhora e a mulher mais linda que eu já conheci mesmo não sendo uma mulher de verdade e muito mais mulher que muitas meninas que eu já conheci sempre fui louco para fazer amor com você eu te amo’’
Aquilo me deixou louca ele sempre soube que eu era uma travesti e mesmo assim sempre me respeitou. Com isso me pus de quatro ele colocou a calcinha de lado e enfiou o cacete bem fundo no meu rabo que eu comecei a gritar de tesão, os trovões faziam com que meu gritos fossem abafados ele enfiava com muita força sentia meu cu todo aberto meu garotinho meu bebe era agora um fudedor de carteirinha e estava louca ele me virou de frente e tirou a blusa e a calcinha e disse ‘’mamãe a senhora e linda ‘’ levantou minhas pernas e enfiou novamente era um homem não ficava olhando para minha rola mais sim para meu cu levando aquela pirocona senti seu pau estremecer ele ira gozar dentro de sua mãe e foi isso que ele fez gozou bem gostoso me lambuzou de esperma meu rabo estava latejando. Tirou o cacete para fora e colocou em minha boca começou a fuder minha boca até que senti o esperma em minha boca era quente e gostoso ele desabou do meu lado e ficamos abrasados por mais uma hora e assim a chuva passou e acordamos pela manhã um para um lado e o outro para o outro, acordei ele com um boquete e ele gozou novamente na minha boca pronto tomei meu café da manhã ele se arrumou e fui deixá-lo na escola não comentamos nada daí apara frente nos tornamos amantes fieis e assim estamos até hoje Ricardo não desconfia e somos felizes.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario comedor de cú

comedor de cú Comentou em 26/03/2014

Charlene minha querida,com 145cm de bunda vc tem que dar conta é da família toda,que tesão!Delícia de estória,vc deve ser uma boneca deliciosa,onde passa todo macho deve ficar de pau duro na hora,parabéns!Aposto que sua fantasia agora é trepar com pai e filho,ai vc vai céu!Boa sorte e tudo de bom pra vc gata!Se quiser contato comigo:analtotaloutlook




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico charlene

Nome do conto:
Travesti, Mãe e Puta de meu Filho

Codigo do conto:
25959

Categoria:
Travesti

Data da Publicação:
14/02/2013

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Alyamirantinanecontos eroticos bissexuaisPrimeira vez com meu cão pirocudo contos eroticoscontos eroticos e vidios padrinho coroa enrraba afilhadoContos eróticos de orgias tripla penetraçao com os negaoscontocasadasafadaContos eróticos picantes de gays com fotos ilustrativasconto erotico aposta poliamorrelatos heroticos o meu patrao comprou-meContos de incestos.da mamae cavalona seduzindo filho novinhoconto erotico sou uma secretaria tive que dar meu cuzinho virgem pra dez homens aomesmotempo prapagar minhas contascomveçou cm travestri e depois comeuconto erdico karengibi hental em portugues so com gostosasQuadrinho erotico porno real ajudado a minha sobrinhagorotinho tetudo contos eróticosConto arrombadaconto erotico estava escuro vi minha esposa dando pra outro sem quereMeu filho atrevido hqsogro dorme e genro soca no cu da sograsentindo a vara do vovô contos eroticos de incestotio tarado pega enteadanuahatai minnha mae e muita gostosafamyli business contos eroticosamamentando o vizinho gostosochupando imobiliária conto gayhistória em quadrinho eroticos comadrecontos eroticos a negrinha atolou o cu na pica do cunhado chegou a impolar a bucetinhacontosquadrinhopornoConto erotico negao interracial comeu m mulherpornocontosincestosvelha leve garato novinho pra casa fodercontos eroticos minha sogrinha safadaesposa puta pornconto erotico viadoConto erotico japonesacontos porno machuquei o cusinho delaconto casada engolindo porraporno levei papai em casa xxvideoscontos eroticos de femboy com o paicontos eroticos gaycontos flagrei minha esposa traindo numa festacontos incesto iniciada pelo pai ou padrastoconto gay irmaos gemendo no pirocao do irmao c fotoúltimos contos eróticos gaybucetudas dando explosao de gozadaswww.contos de a primeira gozada no incestocontos de sexo casada traindo com picudo e a filha ouvido tudocontos porno velho da venda come mulher casadacontos eroticos comi o cu da minha irma e da minha mae na praialiberei o cuzinho pra quatro e amei contoconto eroticos cheguei em casa com o cu cheio de porrae arrombadopai e filho porno gay quadrinhoshermafrodita bem dotadoContoeroticos mayara meu namorado pauzudo arronbo minha bucetinhacontos eroticos de pai chupar filha depois veio o vovôcontos eroticos d pai ou irmao vendo a filha ou a irmao transando com o namoradothe willing ward hq pornocontos sexo estupro e sadomasoquismoAsemana do saco cheio 5 quadrinho eroticocontos de casadas caguei o pau do garotoSexo com o pai conto erotecoConto erotico eu e meu marido bolinando nossa filhazoofilha cachorro enfia nu cu daputa encatacontos climax eroticoconto erotico gay pai também não resistiu ao filho safadinhocontos eroticos cheirou o cusinho suado da negrinha e meteu a vara nelaQuadrinhos porno saindo para miharvelho e conto eroticofilho cozando na boca da maecontos dou cu desde novinhocontos eroticos de pezinho dormindorelatos eoricos prgias com negroscontos eroticos com tios e sobrinhas safadas e putacontos eroticos putinhas arronbadas se fazendo de inocente vovo comeuprimo vendo prima no banho e comexvideowww.contoerotico.comcontos com mãe.de.namoradaconto sou novinha e adoro uma picacomedordepassivosconto erótico incesto mesmo grávida de sete meses dei minha bucetinha a meu filhomae si deu mal com o picao nxxmilftoon