Eu e minha irmã...


Click to Download this video!


Ainda hoje, aos 32 anos, casado e tudo mais, lembro de minha pré-adolescência e como foi marcada sexualmente falando. Eu tinha meus poucos anos e vivia alugando filmes pornográficos na ficha de meu tio em uma locadora onde a dona era um rolo dele. Acabei sendo muito influenciado na parte sexual por estes filmes. Junto a isso, uma de minhas duas irmãs gêmeas, que estava sempre querendo ficar gostosa e ser reparada por todos os garotos, com seus também poucos anos, começou a se aproximar mais e me perguntar do que eu gostava nas meninas. Desde que isso começou a acontecer e os assuntos eram mais picantes eu chamava ela para falarmos. Eu sempre inventava para minha mãe que eu e ela iríamos ver um filme que passaria mais tarde e ela ía para meu quarto. Minha outra irmã sempre acabava achando chato ficar até tarde acordada e ía dormir cedo. Em uma das conversas com minha irmã ela foi para meu quarto com uma camisola vermelhinha e uma calcinha muito pequena e que desaparecia na bunda. Tinha o tipo de corpo de mulher desenvolvida. Seios grandes, coxas grossas e um rabo muito grande e generoso para a idade dela. Ela chegou no quarto e me perguntou o que eu achava da roupa dela. Eu suspirei e disse: "se eu fosse o Walter eu não sairia de cima de ti" (Walter era namoradinho dela). Ela sorriu e deitou-se comigo em baixo do edredon. Eu acabei ficando de pau duro e de todas as vezes que falamos de sexo essa foi a mais excitante. Ela perguntou: "tá com o ele duro?" E eu respondi que sim. Ela pediu para ver e eu fiquei muito nervoso...meu coração disparou e tudo mais. Falei: "trancou a porta" e ela não havia trancado mas levantou-se para trancar. Olhei ela levantando e como foi saindo da cama meio que de quatro eu encherguei até as pregas do cuzinho e parte da buceta, pois a calcinha ficou meio que dividindo a bucetinha dela. Quando ela voltou veio dizendo: "tá...tira para fora que eu quero ver maninho". Tirei...ela olhou sorrindo e disse: "Nossa! como tem veias hein?..." eu sorri e disse que achava que podia ser maior (tem 15cm duro e meio grosso). Ela disse: "mas eu acho grande e grosso". Eu fiquei louco com isso e propuz que ela fizesse um favor para mim quando eu fizesse um para ela. Ela topou e perguntou: "O que tu quer?" Falei: "Adoro teu corpo todo e te acho muito gostosa mana, mas gostaria de te ver de quatro e sem calcinha. Ela fez aquela carinha que os olhos quase fecham e deu uma rizadinha me chamando de safado...foi para os pés da cama e ficou de quatro. Olhou para trás e começou a dar umas reboladinhas...eu fiquei muito louco e passei a mão...ela suspirou e disse: "ai...isso é bom...". Foi quando tirou a calcinha e empinou bem a bunda. Vi bem o cuzinho e a buceta dela com poucos pelinhos. Eu comecei a tocar meu pau e me aproximei...senti o cheiro do cuzinho com a buceta dela. Foi quando ouvimos uma porta se abrindo. Puxei logo o calção e ela se ajeitou. Abri suavemente a porta e rapidamente também. Minha mãe abriu a porta e fingimos estar vendo o filme. Era tarde e ela mandou minha irmã dormir. Eu fiquei com tanto tesão que bati uma antes de dormir. No outro dia (domingo se não me engando) fomos ao clube de piscinas aqui em porto alegre. Normalmente íamos nós três, mas minha outra irmã ficou resfriada e não foi. Na piscina vocês imaginam como fui provocado...Só não transamos porque ficaria muito na cara. A piscina estava vazia. Ficamos simulando brincadeiras em que eu jogava ela para cima, mas eu colocava as mãos na buceta e cuzinho dela...acariciando. Ela disse que iria no meu quarto denovo pela noite. Conversamos e eu falei que era uma pena não dar para transar por sermos irmãos. Ela falou sobre camisinha e que já tomava pílulas. Mas eu não achava seguro pelo risco. Daí ela tocou em meu ponto fraco. Falou que poderíamos tentar fazer anal. Eu não acreditei e disse que se enfiasse no rabo dela acabaria comendo ela toda. Pela noite ela foi denovo no meu quarto e levou com ela um preservativo. Minha mãe havia ido em uma janta na casa de alguns amigos dela. Minha outra irmã dormindo. Fechamos a porta e ela disse que não poderíamos perder tempo. Eu falei: "como quer começar..eu estou nervoso" ela disse: "eu também estou nervosa...." Deu um sorriso e veio com um shortinho e sem calcinha com um top para a cama. Tocou no meu pau e perguntou o que os homens mais gostavam que uma mulher fizesse. Eu falei que várias coisas mas que quando eu via os filmes achava o boquete e sexo anal um ponto alto nas mulheres safadas. Mas quando elas gostavam pois apenas com dor não curtia. Daí ela baixou meu calção e segurou firme. Falou:"tá saindo uma melequinha...é porra?" Eu sorri e disse que era...ela encostou a língua e falou que era amargo...eu ri denovo...mas ela não ligou e colocou a cabeça inteira na boca. Olhando para mim naquela hora foi difícil segurar o gozo...tive que afastar ela até me acostumar. Ela me chupou muito bem. Eu coloquei depois um filme para ela ver em que aparecia muitas coisas que eu curtia (óbvio..rsrs). Ela disse que já que eu não queria por enquanto enfiar na buceta dela era para eu tentar comer o cuzinho. Respirei e fiz ela ficar de quatro. Quiz fazer sem camisinha no começo. Comecei a lamber o cuzinho dela enquanto ela me chupava. Ela olhava para trás e dizia: "ai...é bom isso....se tu quiser ficar assim um tempo tá bom para mim". Daí chupei ela um tempão...adorei o cheiro e o sabor da buceta e o cú dela. Fiz ela ficar denovo de quatro...empinei a bunda dela e fiz ela baixar as costas para ficar bem aberta. Pincelei e comecei a enfiar. Senti um lance no pau que parecia estar latejando...foi entrando mas não completamente...usei um pouco os dedos...língua...foi quando forçando...forçando...a cabeça passou...ela deu uma contraída e diss:"aiiii....agora entrou...ui..." Perguntei se estava doendo muito e ela disse que um pouco. Daí fiquei imóvel mas ela dava umas forçadinhas para trás...aos poucos ficou bem fácil de tirar e colocar e em instantes eu acabei gozando e esquecendo de colocar a camisinha...eu fiquei sem reação mas com o pau dentro. Ela riu e disse que eu não precisava me preocupar pois ela tinha tomado pilula. Depois de poucos minutos eu estava de pau duro denovo. Coloquei a camisinha e como queria dar o mesmo prazer que ela havia me dado disse que eu comeria a buceta dela...ela adorou e quiz sentar. Quando ela sentou começou a mexer de um jeito que eu tinha que me concentrar muito para não gozar mesmo tendo gozado a pouco tempo. Ficamos quase uma hora brincando...eu comi ela na ponta da cama...em uma cadeira da escrivaninha...ela deixou na mesma noite eu gozar na boca dela e inclusive nesta vez tinha pouca porra acumulada rsrsrs...fizemos isso por quase 2 anos...depois acabamos fingindo que isso nem tinha acontecido...mas ainda hoje olho para ela com tesão.
Espero que tenham gostado pois foi meu primeiro conto. Valeu!
Foto 1 do Conto erotico: Eu e minha irmã...


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico du.montella

Nome do conto:
Eu e minha irmã...

Codigo do conto:
25191

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
27/01/2013

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


hentai gravida de saposhq porno mae gostosa dando gostoso pro filhocontos meu marido gosta quando chamo ele de corno viadinhoSo contos de incestos de filha indo visitar o pai separado da maeContos ninfas no boquete e punhetaporno em quadrinhos pai usando o vibrador na filha adotivaEle me comeu e levou minha calcinha e se meu marido descobrir conto eroticoconto incesto q boceta boaconto erótico mijaramcontos de corninho safadoMendigo pauzudo cabeçaobrincando de verdade ou consequência na roça com os primos e primas conto eroticoContos com fotos magrinha fazendo analestória cu irmãzinhaContos.encesto.relacha.maecontoeroticodffotoseróticos angolanosdei a xana contosQuadrinhos erotico novinho no mato com titioconto erotico esposa entalada até o sacodasarina da reco fudedocontos erticos menino enraba catadora de lixoconto erotico gay: tenho cinquwnta anos e dei meu rabo para um garoto de desessetecontos eroticos velgos de 68anossiririca ba amigas contofiz tatuagem na buceta e mostrei po meu filhoporn comicsme apaixonei pelo um bandido conto heroticofuderdo com merdigovídeo erótico com açougueiro bombadosexo gay piratasporno guey pai acariciano filho lisinhofamília favela fodendo sua madrastaconto erotico viadoultimos conto sadosexo conto erotico incesto tio padrinho avocontos eróticoscomendo a bunda de papaiconto erotico de peguei no pau de um homem sem meu marido percebercontos gay dei pro meu primo marginalconsegui fuder o cu da minha sogra contos pornosexogabibuceta virada moznanda conto 021 997180802fotoamadora relato erotico de mulher 2017deixei meu cunhado gozar na minha bucetadesenho de padrasto pirocudo espiando a enteada dormindo comeuarrombei minha mãeContos bundas de franguinhasvendo mamãe transar no cine porno contos eroticosContos e fotos filhos pauzudosconto erotico cunhada onibuscasada usuaria de droga contos eroticoContos eroticos incesto de carnavalum novinho me fudeu conto gayúltimos contos eróticos gaydei a xana contos eroticoscontos eroticos pai viu a filha tomando banhoflavia mostra calsinha coladacontos eroticos. fodendo com meu filhocontoeroticodevirgemcontos eroticos o meu avôcontos meu genro tesudocontos eroticos de santinhasdesafio ousado queca desafiadaMeu enteado negro dotado. Conto hetersexual.conto gay com entregador de pizza baianovídeos de garotinhas sendo enganadas e perderem seus cabacinhos por parentes incestoconto com foto de mae qierendo da o cucontos e relatos eroticos de traicao peguei minha esposa transando com dois negao dotadoscontos eróticos de amigas de mae rabudascheirinho.gostoso da bucetinha contosporno com varios homens e uma mulher conto eroticocontos eroticos cdzinha fodida