Eu, e uma familia muito legal!!!


Click to this video!


Olá a todos... bom,... como já me apresentei em meu primeiro conto e também contei nele minha primeira vez, a partir de agora contarei minhas aventuras, reforço que todos meus contos são reais somente altero os nomes dos envolvido ok....

Por causa de meu trabalho, conheço muita gente e acabo fazendo muitas amizades com pessoas do mundo inteiro, assim sendo, há alguns anos atrás quando eu ainda não era casado conheci em uma reunião em São Paulo, um cara muito bacana, brincalhão e muito rico de Fortaleza-CE, seu nome era Mario, tinha 40 anos e me disse que era casado com Carla que tinha 38 anos, na época fiquei encarregado de leva-lo para conhecer SP o que nos tornou grandes amigos.

Após alguns meses, Mario me ligou me convidando para conhecer Fortaleza, dizendo que teria na cidade o carnaval fora de época que era muito famoso e ainda é. Fiquei empolgado, pois iria tirar férias e ainda não tinha decidido para onde ir ainda.

Assim que cheguei a Fortaleza, Mario me pegou no aeroporto e fomos direto para casa dele, quando cheguei me deparei com sua esposa que era linda,uma mulher deliciosa de mais ou menos 1,68 m, pele clara bronzeada de sol, um cabelo castanho claro que ia até os ombros, olhos cor de mel, seios fartos e durinhos, uma bunda maravilhosa e um sorriso espetacular, Carla estava parada na porta da casa que ficava em um condomínio fechado muito bonito, ela se apresentou, muito simpática e receptiva já me convidando para entra.

Assim que entrei vi uma mesa onde estava servido um café da tarde especialmente para mim, na mesa havia outra mulher também maravilhosa que se levantou e se apresentou como Flavia, sendo filha deles, Flavia tinha 19 anos e era quase que idêntica a mãe só se diferenciando pelos olhos que eram verdes e com o corpo mais jovem e malhado, também muito simpática.

Sentei-me a mesa e logo começamos a conversar, me senti em casa, os três eram muito engraçados e sem frescuras, não paramos de rir um só minuto, passamos a tarde conversando e combinando sobre o que faríamos nos dias que eu estivesse na cidade. Assim que escureceu, pedi para o Mario que me leva-se para o hotel que eu havia reservado, pois no dia seguinte sairíamos cedo para conhecer algumas praias e eu estava cansado da viajem, Mario e sua família insistiram muito para que eu ficasse hospedado em sua casa, mas achei melhor ir para o hotel onde eu teria mais privacidade então assim ele me levou.

No dia seguinte de manhã, Mario chegou de carro no horário combinado, na direção estava Carla, de óculos escuro usando um biquíni branco e uma saia jeans bem curta e sempre com um sorriso enorme, Mario estava ao lado só de shorts e no banco de trás a linda Flavia, com um shortinho jeans bem curto e uma camiseta, fomos fazer um city tour por toda a cidade, conheci vários lugares e acabamos parando em uma praia onde havia uma certa estrutura para turistas, com mesas e guarda-sol.

Pegamos uma mesa e Carla já logo abriu uma cadeira de praia, tirou a saia e já se colocou a tomar sol, nossa, ela era uma delicia, podia ver todo seu corpo, através de meus óculos de sol, seu biquíni era pequeno, mas não exagerado ela estava linda.

Flavia sentou ao lado do pai que me perguntou se eu tomaria uma cerveja com ele e eu aceitei....assim que o garçom chegou com a cerveja, Mario foi logo enchendo o copo de todos nós inclusive da filha e disse sorrindo:

-Flavinha você sabe que só pode beber com o papai né.
-Seiiii papai!!!....(Flavia sorrindo)

Após alguns minutos Flavia se levantou e começou a tirar o shortinho dando uma leve rebolada o que me deixou encantado...rsrsr...ajeitou a parte de baixo do biquíni e tirou a camiseta sempre aos olhos do pai...ela era uma gostosa, depois de tirar tudo ela começou a mexer na bolsa tirando um protetor solar e pedindo a sua mãe que passa-se em suas costas, Carla respondeu:

- Haaa filha pede pro seu pai eu to deitada
- O pai me machuca ele não sabe passar (Flavia)
-Então o Marcello passa (Carla)

Nessa hora eu fiquei muito sem graça, pois o Mario olhou pra mim e disse:
-Não....da aqui que eu passo

Vi Mario pegando o protetor e passando nas costas da filha, os três sempre sorrindo e eu preocupado que Mario ficasse ofendido, bravo ou sei lá, mas tudo continuou natural, Flavia se deitou ao lado da mãe e pude ficar olhando aquelas duas beldades em minha frente.

Continuamos conversando quando Carla pede para Flavia acompanha-la em um banho de mar, as duas se levantam e vão, assim que elas estão mais afastadas, Mario se vira pra mim rindo e diz:
-Minha mulher e filha são boas né, você acha que eu ia deixar passar a oportunidade de passar protetor na Flavia.

Eu somente sorri, fiquei sem saber o que fazer ou falar, mas Mario insistiu:
-Meu amigo, pode falar e olhar não tem problema não.
-Cara elas são muito bonitas mesmo, parabéns (respondi)

Então Mario deu uma risada e em um tom cafajeste disse:
-Se eu pego minha filha aaaa...eu acabo com ela (Mario)

Confesso que na hora fiquei abobado, não sabia se ele fala serio ou se estava jogando comigo, fiquei pasmo e mudei o assunto, alguns minutos depois as duas retornaram, Carla se sentou ao lado de Mario e Flavia disse que ia ao banheiro, assim que Flavia se afastou, Mario se virou para Carla que bebia um gole de cerveja e disse rindo:
-Amor o Marcello disse que eu estou de parabéns, porque você e a Flavia são muito gostosas.
-Ooo Mario pera ai o que é issoo? (eu disse em tom serio e ficando em pé)
-Ai Marcello não esquenta não, esse Mario viu!!....não liga pra ele, ele só faz isso porque é tarado (Carla me diz rindo)
-Ué eu só to falando a verdade (Mario)
-Cara assim você me deixa em uma situação complicada (respondi)
-Você falou isso mesmo Ma? (Carla)
-Não, ele falou que vocês eram gostosas e eu respondi que eram muito bonitas mesmo, mas com todo respeito (respondi)
-Humm...obrigada, fico contente em saber disso, um dia Flavia vai gostar de um elogio assim de vocês dois também (responde Carla sorrindo)

Nesse instante Flavia chega e pergunta o que agente estava falado e Carla responde que nada, bobeira, muda o assunto e tanto ela quanto Mario fingem que nada aconteceu.

Mais uma vez eu fico boquiaberto com a situação e sem entender nada.

Passado algumas horas resolvemos ir embora, fomos para a casa de Mario onde após jantarmos, pedi a ele para ir embora e ele me levou de volta ao hotel, não consegui dormir direito naquela noite pensando no que havia acontecido, tentava achar alguma razão para aquilo, mas no fim resolvi bater uma punheta em homenagem as duas e dormi.

No dia seguinte Carla foi me buscar sozinha de carro no hotel, dizendo que estavam todos na piscina, ela estava uma delicia de biquíni com uma canga cobrindo bem pouco de seu corpo, no caminho entre uma conversa e outra ela me diz:
-Marcello, você não ficou chateado com o que eu e o Mario falamos ontem né?
-Não, eu na verdade fiquei sem entender nada, mas tudo bem, vocês são ótimos e muito legais (respondi)
-Que bom, sabe eu e o Mario, estamos passando por uma leve crise e estamos tentando apimentar as coisas entre nós, mas o Mario às vezes se empolga (Carla sorrindo).
-Tudo bem, é bom saber disso assim não fico tão perdido (respondi)
-É, ele tem tara pela Flavia, eu entendo, mas sabemos que isso é errado, ela é nossa filha, então acabamos fantasiando um pouco, finjo ser ela (Carla sorrindo)
-Carla, puts, nem sei o que falar, você me falando essas coisa, fico feliz pela confiança e ao mesmo tempo gostaria de ajudar, mas não sei o que falar (respondi)
-Eu e o Mario gostamos muito de você, fica tranquilo, vamos pensar em um jeito de você nos ajudar (Carla sorrindo)

Chegamos a casa e estavam todos na piscina, ficamos lá o dia todo, bebemorando, comendo, brincando, conversando e pude perceber que logo que chegamos Carla fez um sinal de ok para Mario que abril um enorme sorriso, vi também que por varias vezes Mario em tom de brincadeira acariciava o corpo de sua filha e comecei a perceber que Carla também em tom de brincadeira encostava cada vez mais em meu corpo, ficamos assim o dia todo e a noite saímos para jantar, Flavia disse que estava cansada e não iria, então fomos somente nós.

Após o jantar, ainda sentados a mesa e já amortecidos por algumas taças de vinho, Mario disse que como Carla já havia aberto o jogo pra mim, começou a perguntar sobre minha vida sexual, minhas aventuras, dizendo que aquilo seria bom para eles.

Com a intenção de ajudar, comecei a contar e a falar sem parar e pude perceber que Carla e Mario ficavam cada vez mais encantados e hipnotizados com minhas historias, depois de quase uma hora falando, parei e disse que estava tarde e no dia seguinte seria um dia cansativo, pois começaria o carnaval, então um pouco tristes eles concordaram e fomos embora, mas com minha promessa que depois contaria mais.

Na tarde seguinte, Mario veio me buscar sozinho e estava radiante, disse que tinha tranzado com sua esposa a noite toda por causa das minhas historias, assim conversando fomos para o carnaval que ficava em um espaço fechado onde só entrava pessoas com o “abada”, perguntei das duas e ele me disse que elas iriam nos encontrar lá pois elas estavam na casa de umas amigas fazendo um “esquenta”.

Caramba quando chegamos o local estava lotado e os foliões já pulavam sem parar, começamos a beber e quando dei por mim já estava no meio do trio-eletrico pulando junto com Mario, olhei para o lado e vi Carla vindo em nossa direção, pulando e rindo e assim que olhei para o outro lado para ver o Mario vi que ele estava beijando uma menina, fiquei branco, achei que Carla fosse ficar puta da vida, mas ao contrario ela foi e abraçou Mario e os dois continuaram pulando e se matando de rir, eles vieram em minha direção e quando chegaram Carla disse rindo:
-Porra, eu to lá do outro lado com as meninas, vamos pra lá, chega de beijar essa mulherada.
-Vamos lá deve ter outras mais gatinhas (respondeu Mario rindo)
-Haaa...você quer agarrar todas é, assim não vale eu também quero (Carla rindo)
-Ué cada um faz sua parte (Mario)
-Haaa é, pera ai (Carla)

Nesse instante Carla me abraçou e me deu um beijo na boca que fiquei de pau duro na hora, ela me beijou muito, ficamos alguns segundos beijando até que Mario nos separou e disse rindo olhando para Carla:
-Da pra parar?...assim eu vou quere comer você aqui mesmo

Carla me soltou, pegou eu e seu marido pelas mãos e saímos pulando, após alguns metros chegamos onde estavam a Flavia e mais algumas amigas dela, ficamos ali curtindo, mas sem beijar ninguém, só pulando, quando chegou o intervalo de um “trio” para o outro e as amigas de Flavia foram ao banheiro, Carla nos reuniu em uma roda e disse:
-Poxa filha, você não esta gostando?
-Lógico que eu estou mãe por quê?(Flavia)
-Você não beijou ninguém, ta cheio de gatinhos aqui (Carla rindo)
-Haaa mãe para, olha o que você ta falando na frente do pai e do Ma (Flavia)
-O que tem?....todo mundo já beijou (Carla rindo)
-É mas vocês são casados (Flavia)
-E quem disse que eu beijei teu pai, eu beijei o Marcello e seu pai pegou um monte de periguetes que eu vi (Carla rindo)

Flavia ficou estática olhando para seu pai, que ria muito e disse:
-Filha olha aqui hoje é carnaval (Mario)

Mario puxou Carla e eu e nos uniu em um beijo selvagem e pude ouvir ele dizendo:
-Vem cá para de besteira

Então Mario agarrou sua filha pelo pescoço e lhe deu um beijo na boca que a deixou mais pasma ainda, nessa hora a musica voltou e eu, Mario e Carla começamos a pular como se nada tivesse acontecido, olhei para Flavia que estava com carinha de assustada, mas logo começou a pular também.

Continuamos e quase fomos os últimos a sair do local, sempre brincando, quando chegamos no carro, Flavia pegou a chave dizendo que tínhamos bebido e não estávamos em condições de guiar, eu me sentei na frente com ela e começamos a ir em direção a casa deles, Flavia dizia que eu ia dormir lá hoje pois estava tarde para me levar no hotel que era um pouco mais longe, comecei a sentir alguma coisa batendo no meu banco e quando olhei para traz, Mario e Carla estavam se beijando ferozmente, nessa hora Flavia sorriu e disse que seus pais eram muito loucos, então Mario parou e rindo disse:
-Você acha que agente é louco é filha, pera ai!

Mario me puxou e começou a passar todo desengonçado por cima do banco e me mandando ir para o banco de traz dizendo e rindo muito:
-Marcello continua aqui para mim que eu vou ter uma conversinha com minha filha

Atendi na hora e ouvia a Flavia rindo e dizendo para o pai parar de gracinha, sentei no banco de traz e já comecei a beijar Carla que me apertava contra ela, eu passava minha mão em todo seu corpo e ela passava a mão em meu pau e apertava, Mario começou a beijar o pescoço da filha e a passar a mão em suas pernas, Flavia ria e pedia para o pai parar e tentava se afastar, até que ouvimos Flavia dizer sorrindo:
-Para pai, espera a gente chegar, assim vou bater o carro, a casa já ta ali ó.

Houve nesse momento um silencio, eu e Carla paramos de nos beijar e pude ver os olhos dela brilharem de felicidade, Mario não se continha, parecia que ia explodir de alegria.

Quando Flavia parou o carro, ela abriu a porta e saiu correndo dando gargalhadas, fugindo do pai que correu atrás rindo dizendo que a ia pegar, eu e Carla começamos a ri e saímos do carro, fomos em direção a sala e ali paramos e começamos a nos beijar novamente, derrepente, Mario aparece dando gargalhadas com a filha no colo que esperneava e ria muito, então Mario disse que tinha achado e que ia comer tudinho.

Nessa hora no colo do pai, Flavia parou e puxou a cabeça de seu pai para traz e disse:
-Se a mamãe deixar, olha que eu deixo

Carla me pegou levemente pelo pescoço e com a boca bem pertinho da minha, olhando em meus olhos disse:
-Se o Ma quiser, eu quero...

Sem dizer uma só palavra, abracei fortemente Carla e comecei a beija-la, suas unhas arranhavam minhas costas e começaram a subir minha camiseta, comecei a beija-la no pescoço e subir sua camiseta também, podia sentir nossos corpos suados de tanto pular no carnaval, se encontrando, assim que ela tirou minha camiseta e eu a dela, comecei a beijar sua orelha, pescoço, sua boca e ao mesmo tempo desabotoei seu sutiã e bem devagar fui tirando e o jogando ao chão.

Carla já ofegante colocou as mãos por dentro de minha bermuda pela frente e deslizando para o lado chegou até minha bunda e começou a abaixar jogando ao chão junto com minha cueca me deixando completamente pelado, nessa hora comecei a desabotoar o shortinho jeans que ela estava, mas fui interrompido quando ela lentamente foi me empurrando para o sofá, assim que sentei, ela se sentou em cima de mim, eu abracei suas costas e deslizava minha mão por todo seu corpo, suas coxas, beijava sua boca, seu pescoço, seus ombros, seu colo, até chegar a seus lindos seios o qual eu chupava e mordiscava cada um de seus grandes bicos, eu quase os colocava inteiros em minha boca de tanto apetite, enquanto ela beijava meus ombros e meu pescoço, dando leves gemidinhos, derrepente Carla parou e ficou em pé, nesse momento olhei para o lado e vi Marcos sentado no outro sofá e sua filha Flavia já inteiramente nua abaixando a bermuda dele, assim que a bermuda abaixou vi Flavia segurar o pau de seu pai e começar a chupar a cabeça como se estivesse mamando, Mario com os olhos fechados e a cabeça inclinada para traz gemia alto.

Foi quando eu ouvi um:
-Ei!!! ...pisiu....você quer também é

Era Carla em pé, que com um leve rebolado ia abaixando seu short, ficando somente de calcinha. Eu olhando para ela pisquei e com um sorriso sem vergonha segurei meu pau e a ofereci, na mesma hora ela se ajoelhou, beijou meu umbigo, olhou para mim, sorriu e abrindo a boca inteira colocou quase que todo meu pau na boca, quase chegando em sua garganta, então ela fechou firmemente seu lábios e começou a sugar, e chupar subindo em direção a cabeça, onde ela lambeu, sugou e mordiscou me deixando louco e com o pau latejando.

Após alguns minutos tentei afastar a cabeça dela, pois ia gozar, mas ela segurou firme em meu quadril e assim que comecei a gozar ela sugou toda minha porra, como se estivesse mamando, aquilo me deixou fora do ar, depois de tomar toda minha porra ela subiu me beijando por todo o corpo até chegar bem perto da minha orelha e com um sussurro me pediu:

-Agora deixa eu gozar na sua boquinha deixa..

Atendi o pedido de Carla na mesma hora, coloquei ela de costas pra mim ajoelhada no sofá, retirando sua calcinha, comecei a beijar e morder sua linda bunda, passando meus dedos em sua xoxota que quase pingava, passando a língua em sua bunda, comecei a lamber seu lábios vaginais externos, podia ouvir Carla gemendo, rebolando e mordendo a almofada, ela arranhava e apertava o encosto do sofá, usei meus dedos para abrir sua xoxota e lentamente comecei a lamber e sugar seu clitóris, alternando minha língua entre seu clitóris e a entrada de sua xoxota,passando por toda sua buceta, eu desenhava com minha língua o alfabeto inteiro em sua buceta, enquanto minhas mãos apertavam sua bunda e por vezes eu a espalmava levemente, deslizei meu dedo médio para entrada de sua buceta e o coloquei dentro ao encontro do ponto “G”, o que a fez urrar, quando senti sua buceta se contraindo em um gozo que a fazia tremer, deslizei minha língua para a entrada de seu cuzinho, nessa hora Carla urrou em um gemido, ela se contorcia e eu sentia seu corpo tremendo e o interior de sua vagina contraindo rapidamente em espasmos cada vez maiores.

Pedindo-me para me afastar, eu retribui o que ela havia feito e também a segurei firme pelo quadril e continuei, agora passando minha língua e meus dedos por todo seu anus e vagina, Carla não se conteve e ficou mole se debruçando no encosto do sofá, nessa hora, fiquei em pé, peguei em meu pau e comecei a pincelar a entrada de sua xoxota, Carla gemendo e ainda mole debruçada no encosto do sofá, me pedia para esperar um pouco, olhei para o lado e vi Flavia cavalgando em cima do pau de seu pai, ela gemia alto e com a cabeça para traz, ela deixava a mostra seus lindos seios,

-Haaaa...Maaaa....espera, espera um pouco, assim eu não aguento....haaaaa...(Carla gemia)

Não hesitei e segurando Carla pelo seu cabelos e seu quadril, comecei a empurrar meu pau para dentro de sua xoxota que extremamente molhada e ainda se contraindo, foi abrindo e recebendo todo meu pau até que quando inteiramente dentro dela a ouvi falar:
-Haaaa....haaaaa...isssssooooo....me come, então vai…issoooo(Carla urrando)

Carla empinou a bunda e assim que comecei o vai e vem, sentia ela com uma das mãos segurar minha coxa e ditar um ritmo acelerado, cada vez que eu entrava completamente em sua vagina, a apertava pela bunda e a espalmava, ela gemia, rebolava e gritava:

-Aaaaiiiiii...aiiiiii...que tesãoo....aiiiii....isssoooo...vou gozar ....assimmmm...não paraa

Até que:
-Aiiiii...haaaa...hummmm...hummmm...hummmmm eu ...to....go...goo....haaaaaaaaaa

Sentia sua xoxota comprimindo meu pau, enquanto ela gozava, não aguentei e empurrando inteiramente meu pau dentro dela, gozei também, tudinho dentro, eu estava com tanto tesão que enchi o interior de sua vagina com meu esperma e um pouco ainda escorreu por suas coxas.

Quando tirei meu pau de dentro ela amoleceu no sofá ficando como se estivesse desmaiada, sentei ao lado dela e a puxei em meu colo, ela estava com um sorriso como se estivesse encantada, quando juntos olhamos em direção ao Mario e Flavia, vimos que eles estavam sentados olhando para nós e sorrindo, ficamos os quatro em silencio e com um sorriso babobado no rosto por algum tempo, até que Mario disse rindo:

-Caramba....vocês estão no cio é
-Nossa...ufaaaa....(Carla ainda ofegante)
-Vem aqui vem meu amor (Carla olhando para Mario)
Nessa hora Mario se levantou e veio em direção a nós, pegou Carla no colo e sentou com ela ao meu lado a beijando na boca e com sorrisos eu os ouvi:
-Obrigada, você é o melhor marido do mundo, obrigada pelo meu presente, foi maravilhoso (Carla)
-Gostou...é (Mario)
-A D O R E I...ele foi simplesmente um espetáculo (Carla)
-Aaa...éeeee...muito melhor que eu é?(Mario)
-Não, você é meu homem, meu amor (Carla)
Sai do sofá e me sentei ao lado de Flavia e nus, ficamos juntos olhando e admirando as declarações de amor entre seu pai e sua mãe, a cumplicidade, o companheirismo, o respeito e o amor de um para com o outro.

Não demorou muito e vocês já imaginam né, Mario e Carla começaram a tranzar..... tranzar não,.... fazer amor, pois foi isso que eu e Flavia podemos acompanhar e lógico que também não demorou muito e pude satisfazer Flavia que também já estava totalmente entregue a sua excitação, mas os detalhes e os dias seguinte eu conto em um próximo conto ok...rsrsrsrs

Espero que vocês tenham gostado, pois acreditem ou não é tudo real...

Beijos
Marcello


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario penélope

penélope Comentou em 23/02/2013

!!!!! Tens meu voto! Tenho contos no perfil, leia e comente a vontade... e se gostar, vote! Beijinhos ;)

foto perfil usuario senhora x

senhora x Comentou em 13/02/2013

Que história, hein? Depois que conheci o contoerotico nada mais me surpreende. Claro que acredito que é real. um beijo.

foto perfil usuario paulo-35

paulo-35 Comentou em 08/02/2013

Cara que foda fiquei de pau duro parabens

foto perfil usuario putinha gostosa

putinha gostosa Comentou em 04/02/2013

Que isso hein Má delícia de conto! Levou meu voto!

foto perfil usuario ordau

ordau Comentou em 24/01/2013

Muito bom conto!! muito excitante!!! Conta mais pra gente!!!

foto perfil usuario diego e aline

diego e aline Comentou em 23/01/2013

V tem meu voto.um otimo conto pena que nao falo ainda da flavia

foto perfil usuario mauriciobol

mauriciobol Comentou em 23/01/2013

Bom de mais seu conto fiquei excitado,muito bem detalhado tens meu voto parabéns!!

foto perfil usuario casadobiabc

casadobiabc Comentou em 23/01/2013

Delicia em Marcelo, nossa, isso é que é recepção de amigos kkkk

foto perfil usuario betocris

betocris Comentou em 23/01/2013

Um dos melhores contos que tive a oportunidade de ler aqui, puro tesão do começo ao fim. Estamos esperando o proximo lance com a Flavia essa gatinha gostosa, abraços, beto e cris

foto perfil usuario loba 45

loba 45 Comentou em 23/01/2013

caraca muito bom uns dois melhores conto que eu ja li aqui eu sou uma leitora me axito de ++ esse conto bommmm exitante

foto perfil usuario pueteiro

pueteiro Comentou em 23/01/2013

envolvente, bem escrito só faltou as fotos das minas de calcinha, Deus abençoe

foto perfil usuario brunw

brunw Comentou em 23/01/2013

legal

foto perfil usuario bianor

bianor Comentou em 23/01/2013

Nossa gostei muito deste conto votei nele pois foi muito tesudo abraço.

foto perfil usuario silver

silver Comentou em 23/01/2013

muito bom teu conto

foto perfil usuario

Comentou em 23/01/2013

Obrigado por aceitar as dicas, parabéns, você escreve bem, sabe relatar com detalhes, prometa que vai me avisar quando postar outros contos nota dez, BELA SURUBA

foto perfil usuario ocinho

ocinho Comentou em 23/01/2013

muito bom... adorei.... aguardo os proximos... que familia eh?:rs

foto perfil usuario zeus o gde

zeus o gde Comentou em 23/01/2013

Pois é, meu amigo Marcello! Tudo indica que o convite foi proposital, com toda a engenharia sexual já premeditada. Vc não acha?

foto perfil usuario gatoreno

gatoreno Comentou em 23/01/2013

é cara muito bom mesmo q sorte a sua encontrar uma família assim valeu

foto perfil usuario advogato ldna

advogato ldna Comentou em 23/01/2013

rapaz que tesão ... seu conto mexeu comigo heim ... delicioso !!! A riqueza de detalhes dele permite viajar através dele e imaginar a situação toda ... parabéns !!! continue escrevendo ... to no aguardo pelos detalhes sobre vc e Flávia ... deve ter sido muito bom ... valeu !

foto perfil usuario loucoporelas

loucoporelas Comentou em 23/01/2013

muito bom cara. Bem detalhado seu conto e muito excitante tambem.tem meu voto. Leia meus contos com minha enteada. Comente e vote se gostar.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


24724 - Minha Primeira vez... - Categoria: Virgens - Votos: 13
24995 - Um casal de amigos cuja esposa estava gravida!!! - Categoria: Exibicionismo - Votos: 11
25307 - Realizei um sonho.... - Categoria: Incesto - Votos: 16
25355 - Conheci uma pessoa especial aqui no CONTO EROTICO - Categoria: Fantasias - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil marcello_sp
marcellosp

Nome do conto:
Eu, e uma familia muito legal!!!

Codigo do conto:
24945

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
22/01/2013

Quant.de Votos:
30

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos de velhas sendo fudidasdois pirocudos espludiram a buceta da novinhacu cheio de leite pro corno contosConto erótico comi a cinquentona q eu era apaixonadocontus sou rabuda e 3 me fudeam afosaksado abcsexo com putona de fio dental com argolas na orelhacontos eroticos de homem transando com o padrinho militartaxista e seus amigos conto gaycontos eroticos meu pai e eu nos amamos em segredo e engravidei delefotos em quadinhos porno vigindadetransei com pica gostoso do meu aluno deliciaconto erótico de mulher traindo marido com amigo taradowww.gosto de fuder com dog contofilha minha femea contonegros magros cinquentoes fudendo outroconto porno velho roludodei uma encoxada na esposa do meu amigo contos eroticosconto erotico fazia tudoque meu tio mandavafilhaputacontomeu marido nao apaga meu fogocontos eróticos realizando desejo da esposa grávidamamae que letinho de filhinhohq porno interracialcantores sertanejo tocando punheta nos showsmeu pai é um safado contos eroticos de incestowww.contos eroticos filho caçula pauzudo come cu da mae viuvacontos eroticos convenci minha mulher a usar um biquine fio denta na praiacontos de incesto iniciandoporno beti toparoaquadrinho erotico cercaniasconto erotico de patricinhaboy sex xxxi futoconto erotico vizinha vendedo docemeu sogro me pegou de jeitoconto incesto filho comendo mãe pela primeira vezcontos eroticos meu padrasto me comeu com seu pauzaomae e filho porno em quadrinhocontos eroticos anal emrabando a professora do estágiomamae que letinho de filhinhorelatos sexuais feminino casais jogando strip pokercontos eroticos comi minha prima bricando de esconde esconde so de calca de lycraContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiacontos eróticos 3dcontos traicao sogrocontos ela tapou minha bocawww.contos eroticos cunhado caçula pauzodo come cu da cunhada gostosacuadrinho erotico caique o pedrerocontos eroticos incesto maravilhosocanto erotico olhando vizinha banhadoconto mulher de corno viciada naõ pode ver um macho e cu fica piscando por rolapagamdo calsimha no metroWww.conto eroticomorena no tremzoofiliaboy dog machoeu arreganhei minha bucetafui violentada mas acabei gostandoQuadrinho erptici vovocontos eroticos de esposas que pedem para os maridos vestirem suas calcinhas durante a transacontos eróticos de novinhas dando a b***** para o negãocontos eroticos de patricinhas trasando na praiaPorno em quadrinho freiracontos erotivos comendo sogra e esposa juntasConto erotico de cavalocontos erotivos comendo sogra e esposa juntasconto errotico levei minha amiga para o meu maridoContos e fotos de maes com a buceta gozadahistoria com o'peão pauzudoquadrinhos erotico meninaconto erotico lua de melConto erótico sedução do vizinho traiçãoestoutrando o cabacinho da negrinhasexo casada infiel caiu na labia do amigo