O Castido De Mary


Click to Download this video!


Bom, pra entender melhor leia o relato "Menina Mulher".

Um pouco antes de eu sair da empresa Vivian me liga chorando dizendo que estava contando a uma amiga (Diana) tudo que fizemos no dia anterior, sua mãe chegou cedo e entrou sem fazer barulho pois o portão estava aberto e escutou toda a conversa pela janela do quarto. Depois de muita bronca e muitos gritos Mary disse que passaria a noite fora e mandou Vivian dormir na casa de uma tia que mora proximo, pois seu irmão não dormiria em casa e Mary não queria sua filha sozinha comigo novamente.

Cheguei em casa um pouco aliviado, pois estaria sozinho e escaparia de uma bronca eterna, pelo menos por hoje. Mas, alegria de pobre dura pouco. Quando cheguei em casa a Tv do quarto de Mary estava ligada e ela estava sentada na cama com uma cara de dar medo, achei que iria me espancar até a morte, ou pelo menos me encher de tapas, mas foi bem diferente do que eu imaginava. Mary apenas me mandou sentar na cama a seu lado. Mary estava de banho tomado, apenas de roupão branco, cabelos molhados e apesar do meu medo ainda pude notar um cheiro delicioso de um olho de banho que ela usa. Ela me encarou por alguns segundos, me mandou tomar um banho e voltar pro quarto. assim que voltei ela começou.

-Eu abri as portas da minha casa quando você precisou, confiei meu carro na sua mão mesmo não tendo idade pra dirigir, te deixei dormir na minha cama e é asim que me agradece? Faendo minha filha de puta?

Tentei de varia formas me desculpar mas Mary erguia o tom da sua voz cada vez mais, sempre me interronpendo e me encarando com um olhar de dar medo. Assim foi indo até que disse que Vivian me ligou e disse o que aconteceu.

-Ela me disse que você escutou a conversa dela com a Diana e que vocês brigaram. só não entendi porque disse a ela que não passaria a noite em casa e agora você esta aqui?

Mary respondeu qualquer coisa que não entendi e foi pra cozinha. Fiquei pensando em tudo e imaginando que ela tinha algo em mente. perguntei:

-Por acaso você fez isso pra ficarmos sozinhos aqui?

-Sim, pois eu queria falar com você à sós.

-Mas precisava ser exatamente em casa e sem ninguem?

-É isso. Não quero que Thomas saiba que sua airmã dele agora é sua puta. respondeu Mary caminhando até o quarto. eu a segui e perguntei:

-Mas pra isso precisamos de uma noite inteira à sós?

Ao ouvir isso Mary me olhou com os olhos arregalados, me deu um tapão violento na cara, me empurrou na cama, subiu em cima de mim, beijou minha boca de um modo que eu sentia dor nos labios e dizendo.

-Era pra eu ser sua puta seu traidor, e não minha filha.

dizia coisas nesse sentido e me beijava como louca.

De inicio fiquei meio em choque, mas logo ja estava correspondendo como podia. Não imaginava que aquilo poderia acontecer pois sempre achei que Mary me tinha como filho, mas eu estava enganado, depois ela me contou que adorava me ver saindo do banho sem camiseta e que sentia tezão por mim, mas prefiria ficar na dela.

Tentei me virar por cima de Mary que respondeu com outro tapa no meu rosto e disse.

-Fica quieto. Aqui quem manda sou eu.

Mary ja notava meu pau duro e rebolava muito em cima dele. Deixei seu rolpão aberto e me deparei com um par de seios enormes, mamava naqueles seios como um bezerro e Mary gemia alto, me chamava de puto, safado e muitas outras coisas.

Logo Mary tirou minha roupa com violencia e me mantia deitadoassim que libertou meu pau, segurou com uma mão e apertou com força, logo ela estava chupando. Ela chupava com muito tezão, gemia, lambia, cuspia nele, batia com ele na sua cara, tentava engolir inteiro, meu pau ia até sua garganta e ela o mantia assim e forçando cada vez mais. Mary chupava minhas bolas enquanto me masturbava, estava tão bom que não pude segurar. Gozei como um louco, e o que anhei? Mais um tapa...

-Quem disse que era pra você gozar agora? hoje você esta nas minhas mãos e vai fazer tudo que eu quero. Eu mando em você.

Aquilo assustava um pouco, mas me enchia de tezão. ela continuou me punhetando e mordendo minha barriga, beijando meu peito e logo iniciamos um 69. Que Traseiro enorme, ela rebolava na minha cara me deixando as vezes sem ar, e eu tentando tentando corresponder a medida que ela me tratava. Chupei sua buceta com vontade, esfregava minha lingua de fora a fora, logo comecei a acariciar seu cuzinho com o indicador no que ela responder com um gemido delicioso, molhei meu dedo em sua buceta e fui enfiando no seu cuzinho que entrou facil. Vendo como isso a escitava comecei a bombar meu dedo no seu cuzinho e com o polegar da outra mão comecei a acaricia seu clitoris colocando cada vez mais presão. Logo Mary chegou a um orgasmo forte, ela gritava e rebolava na minha cara.

-Filho da puta, ta me fazendo gozar seu puto aaahhhhhhh.

Mary se contorcia toda e apertava meu pau com muita força, rebolava na minha cara me lambuzando todo. Assim que se acalmou se deitou o meu lado com uma aparencia feliz. Ela sempre falava que estava carente e precisava de um namorado urgente. Beijei sua boca que me correspondeu de uma forma mais carinhosa. A chamei para tomar um banho e ela disse.

-Que banho o quê? Já disse que quem manda aqui sou eu, você fica quieto e obedece.

Mary foi dizendo essas coisas e se colocando de 4, me proporcionando uma visão incrivel, ela era enorme com aquele traseiro enorme virado pra mim, suas costas estava toda suada e ela me chamando.

-Vem filho da puta. Me fode bem gostoso. Quero ver do que é capaz.

Não pensei duas vezes. Fui pra cima dela e a penetrei de uma vez, ela estava muito molhada e muito escitada. Comecei a bombar forte e ela gemia muito gostoso, o que me deixava mais louco de tezão ainda. as vezes eu parava e ela ergua seu corpo colando suas costas no meu peito, rebolando como uma louca e me enchendo de arranhões. Depois se colocava de quatro novamante e me manda va foder.

-Vai seu puto. Me fode com força. Me arromba todinha. Eu sou sua puta. Fode a buceta da sua puta...

Mary realmente estava precisando daquilo. Logo ela chegou a seu segundo orgasmo, mas não parou ela tirou meu pau da sua buceta e me chupou um pouco me deixando todo babado, enquanto isso ela ja estava com dois dedos no cuzinho. Me mandou deitar e posicionou seus pés um em cada lado do meu quadril, mandou eu segurar meu pau apontando pra ela e foi se abaixando

-Agora quero você fodendo meu cú.

Eu estava nas nuvens. Sempre tive tara por mulheres mais velhas e agora estou sendo escravo de uma.

Ela fo descendo no meu pau que entrou sem muita dificuldade. Logo ela começou o movimento de sobe e desce e as vezes sentava e rebolava como uma louca, arranhando todo o meu peito, me dando alguns tapas na cara (um pouco mais lees agora), dizendo:

-A partir de hoje você é meu e você vai me dar esse pau gostoso sempre que eu quiser.

E cavalgava como uma louca.

-Que delicia esse pauzão no meu cuzinho. Fode meu cuzinho, fode. Me arromba todinha. Come o cú da sua puta. E me perguntava:

-Quem é sua puta? no que eu respondia.

-Você.

-Quem é a sua puta.

-Você é minha puta e eu sou seu puto.

-Isso. Todinho meu.

Ela cavalgava cada vez mais forte que não pude aguentar muito tempo.

Anunciei que ia gozar e ela disse:

-Goza no meu cu seu filho da puta. Goza no cuzinho da sua putinha. Enche o cuzinho da sua putinha de porra.

Gozei como um louco, cheguei a ficar tonto com aquele orgasmo e ela não parava de rebolar.

Ela desceu de cima do meu pau e sugou qualquer resto de porra que ainda havia. Se levantou da cama e me chamou pra tomar um banho pra repor as energias e disse:

-Relaxa. Relaxa por que hoje você vai ter que me foder até eu não aguentar mais.

Durante o banho ela fez algumas perguntas sobre a filha dela. Respondi tudo e sempre puxando sardinha pro meu lado.

Fodemos como um louco a noite inteira. No chuveiro, na mesa da cozinha, no chão, na cama do Thomas, em cima da maquina de lavar

Mary me prometeu repetir a dose por muitas vezs, mas teriamos que tomar cuidado pra seus filhos não descobrir.

Realmente naquela noite Mary me castigou por comer sua filha. Mas eu adorei.

No dia seguinte ligue pra vivian e disse

-Sua mão me humilhou mas não me mandou sair de casa.

-Que bom, mas é melhor deixar essas nossas aventuras de lado pra não termos mais problemas coma minha mãe.

Entre gargalhadas eu disse:

-Nada disso. Estou te ligando pra cobrar o meu premio sobre aquela nossa aposta, você se lembra? E quem ganharia poderia pedir qualquer coisa. Qualquer coisa mesmo. Lembra disso?

-Puta merda, lembro sim. E o que você quer?

-Bom...

Fica pro próximo conto...

Beijos do Edd... Sempre Puto


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario symoninha

symoninha Comentou em 12/05/2015

huumm..vou te castigar.vem..me foder

foto perfil usuario

Comentou em 07/10/2014

Hummmm que delicia...

foto perfil usuario morenamulata

morenamulata Comentou em 02/12/2013

Hummmmm tbm votei nesse conto.

foto perfil usuario deuza

deuza Comentou em 12/08/2013

Muito bomm,Votado

foto perfil usuario zeus o gde

zeus o gde Comentou em 04/04/2013

Cara!!! O pai dela ficou um fera com vc, heim!

foto perfil usuario

Comentou em 05/03/2013

Que castigo show

foto perfil usuario LooBaMel

LooBaMel Comentou em 09/12/2012

AMEI O C0NTO BBZINHO... QUE CASTIGO GOSTOSO.. VOTEI..

foto perfil usuario menina mulher 6

menina mulher 6 Comentou em 21/11/2012

Bb nao consigo esquecer a sua voz me deixou com mto tesao...Reli seu conto e estou com mta vontade de te sentir...bjs pra ti Edd...

foto perfil usuario menina mulher 6

menina mulher 6 Comentou em 20/11/2012

oi Edd adoraria te da um vastigo tb...Bb me liga qro q vc seja meu amante tb...Vou adorar ser sua putinha...Seu conto foi mto excitante pq adoraria ter um homen a meu dispor q fizesse o q eu mandasse...qro vc bjs quentes da Sua Angel...

foto perfil usuario ordau

ordau Comentou em 20/11/2012

O castigo que todo homem deseja!!!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


22305 - Menina Mulher - Categoria: Heterosexual - Votos: 15
22424 - Vivian. Minha Escrava Sexual. - Categoria: Heterosexual - Votos: 16
27677 - Mensagens Trocadas - Categoria: Masturbação - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil edd
eddrost

Nome do conto:
O Castido De Mary

Codigo do conto:
22367

Categoria:
Coroas

Data da Publicação:
18/11/2012

Quant.de Votos:
16

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos de incestos flagrando minha mulherme roubou e arrombou meu cu conto eroticoContos gay pau pequenoamamentando o eletricista contosPresente pro meu corno.conto eróticoMeu vizinho veio trocar o gaz na minha casa e acabou me fidendoConto inseminando a sobrinhashemale nua desenho animadocontos eroticos entre maes raspadinhas e nuas e filhos.conto moleque comeu a sogradormindo sem calcinha contoquadrinhos porno vovo voyeurBaixar foto da cintura para baixo pelada de homemliga dá justiça pornôquadrinho eroticos espiando a tiacontos eroticos uma doce de cunhadahistoria erotica minha mulher deu cu para nosso cazeiro parte2conto dei o bum bum pro cachorrovideo da fabiola rabo de arraia pelada e trepandodona terezuda chupando uma picaGoiânia 2017 cu vigia do conto gayconto sobrinho mamar na tiaConto erotico gay narrado gay dando o cu para o mendigocontos eroticos incesto com avômeu mano novinho pirocudo alagou minha xota, videospunheta sentado no mesmo banco dela no onibusContos gay pau pequenoconto erotico amiga da minha mulhercontos eroticos putinha estuprada e gostandoContos fiquei de pau duro madrastaconto erotico gay menino da o cu no canavialkomiks porn story cartoon momComi o Cu da minha ex com farinha contos eroticospica nu cu e bucetacontoconto erotico sou fisioterapeuta e dei pro meu clientecontos fetiches padrasto mauvadosfilho mimado conto eroticoporn freira omaleycontos eroticos minha bola de voleixvideos miuchaTiazinha PopozudaContos eroticos minha esposa tem a buceta apertadinhaocontos ilustrados,tias transando com sobrinhosvedeo porno inpurrou de uma vez no cu e ela choroufilme porno gay seduzindo o . pedreiro mundo bichacontos eróticos vovó militar dando o cucontos eroticos de meninos gays iniciaçaoquadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filho parte 1contos eroticos gangbangqudrinho erotico refromaContos eroticos mamado e mordedo seiosmae e filha lesbicas esfregandomeu sobrinho toro meu cu virgem. contos eroticossó o meu amante que me satisfaz"regina" download video pornoexplica pornô amanteconhecendo senhora conto eroticocomi a melhor amiga da minha mae vai mete seu puto cotos eroticoputaria doi contoseu minha esposa e uma puta contoconto gay padrinhoultimos contos etoticos virgensContos novinha perdeu cabaço do cu com roludao tremgozou sem querer na buceta da casada contoquero ler conto erótico de primo come a mãe um do outro sendo sua tiapriminha dormindo linda aproveitar beija a buceta delaContos eroticos de travestis do dote avantajado.bunda toda marcada de arranhada e porrada sexo porno branquinhascontos eroticos meu tio me embebedou e me chupou eu dormimdoconto erotico policialultimos contos eroticos 20017contoerotico sou madura rabao adoro ixibir pra meu filhoconto erotico comi o cuzinho de casadagostoso chega com uma camisa de desabotoar aberta e comeca a transar com gay porno gay