MEU IRMÃO É MEU HOMEM E MEU MACHO - PARTE 1


Click to Download this video!


Olá, meu nome é Suellen, tenho 23 anos, sou bióloga, nascida em Brasília DF, mas moro atualmente em Madri, na Espanha, com um homem que vocês logo saberão quem é. Sou filha de um romeno com uma brasileira e estou aqui para contar um caso verdadeiro ocorrido há exatos 7 anos. Espero que perdoem minha "noite de núpcias" caso a história não fique tão boa.

Somos dois irmãos: eu e o Geraldo mais velho que eu.

Descrevendo-me um pouco, sou branca, cabelos negros, longos e lisos. Alta, tenho 1.70, magra, tenho o corpo de uma brasileira, me acho muito atrante e assim como meu irmão, tenho olhos azuis, herdados do nosso pai.

Geraldo é branco, tem cabelos lisos, fartos, mas não longos, não curte o cabelo comprido em um homem. Olhos muito azuis, um olhar realmente hipnótico, que eu sempre adorei, pois tem um jeito malicioso e safado de olhar as pessoas a sua volta, mesmo sendo uma irmã. Quando eu tinha 12 anos e ele 20, servia-se da desculpa de achar uma roupa minha bonita para passar a mão em mim e enquanto acariciava o tecido de uma blusa, por exemplo, seus dedos tocavam meus seios por dentro da camisa. Mas nessa época jamais havia passado disso. Como irmã mais nova, era normal que eu me sentisse "atraída" por ele e ele, ao invés de encarar isso como um encantamento infantil, aproximava-se mais.

Certa vez, eu havia acabado de completar 16 anos, meus pais viajam em segunda lua de mel para a Romênia, para a cidade do meu pai, ficando eu e meu irmão em casa, sozinhos. Eu era mais quieta, mais caseira, mais estudiosa, praticamente o seu lado oposto.Meu irmão, apesar de ter um caráter meio de vagabundo safado também, preferiu fazer-me companhia uma certa noite. E foi onde tudo começou.

Eu estava com um leve vestido branco, minha cor preferida, que ia até a metade das coxas, muito casual, confortável, com uma cordinha servindo de abotoadora na parte de cima, ou seja, ao invés de botões, era uma fita passando por algumas entradas que fechavam a vestimenta, como um corpete e com uma calcinha fio bem pequenininha. Meu irmão estava de calça jeans apertado e pelo volume estava sem sunga, havia acabado de chegar, sem camisa, todo suadinho e com o peitoral a mostra estava absurdamente gostoso. Ainda é.

Bom, eu estava na cama dos meus pais com meu irmão e ficamos os dois assistindo tv por assinatura. Mudávamos os canais atrás de algo e quando encontrávamos alguma coisa interessante, o outro logo mudava novamente, para irritar um ao outro. Enquanto fazíamos esse joguinho de criança, ele aproveitava para tocar minhas pernas, que estavam a mostra, passava a mão nas minhas coxas, como se fosse sem querer, sempre sorrindo, e eu dando gargalhadas, achando engraçado, como se nada tivesse acontecendo.

Até que ele se aproximou mais, estávamos sentados, encostados na cama, ele chegou-se mais junto a mim, querendo agarrar o controle remoto e eu o escondia, o apertava contra o corpo, fazendo com que ele tivesse de me segurar, me agarrar, para tomar o objeto das minhas mãos. E o fazia, tocando-me toda, todinha e sentia quando suas mãos passavam pela minha barriga, quando apertavam a parte interna das minhas coxas, que delícia de mãos.

Na brincadeira, terminei me deitando, ainda tentando fugir com o controle remoto e ele se curvou sobre mim, com o rosto em meu pescoço, eu virei a cabeça para um lado e me arrepiei ao sentir sua respiração ofegante na minha pele e o toque suave dos seus lábios perto do meu ouvido. Com uma mão ele se apoiava sobre a cama, com a outra tateava sobre meu corpo em busca do controle, que eu mantinha na mão, muito bem preso, embora nenhum dos dois desse maior atenção a isso neste momento delicioso em nossas vidas.

Minhas gargalhadas frenéticas se converteram em sorrisos maliciosos, ofegantes, minha respiração acelerou e eu me pus nervosa. Nunca havia estado com um homem e de repente estava ali, na cama dos meus pais, com meu próprio irmão. Pareceu-me algo inimaginável, mas deixei rolar era delicioso aquele momento. Ele continuou passando os lábios pelo meu pescoço e de repente, senti sua lingua atrás da minha orelha, já perto do cabelo e quando fechei os olhos pelo prazer que sentia, pois nesse momento senti minha buceta completamente molhada, ele mete a mão por baixo do meu vestido e puxa minha calcinha para baixo, tirando-a e a largando no chão. Feito isso, sobe em cima de mim e se deita sobre meu corpo, abrindo minhas parnas com um joelho e eu pude sentir seu pau pulsando, completamente endurecido, forçando minha xota.

Ele ainda estava de calça e não parecia ter pressa em se livrar dela. Acomodou-se sobre mim, apertando-me contra a cama com todo o peso do seu corpo, tomou meus lábios num beijo quente e úmido, sua lingua percorreu todo o interior da minha boca já mole. E enquanto me beijava de modo selvagem, levando-me a loucura, pois eu começei a me jogar contra ele, esfregando minha bucetinha molhadinha naquele pau duro coberto pelo tecido da calça, ele prendeu meus braços na cama, segurando-me pelos pulsos. Foi meu primeiro orgasmo.

Senti que estava com a buceta toda molhada e abri ainda mais as pernas, tentando separar cada vez mais os joelhos para sentír melhor aquela tora e levantava o quadril, fazia movimentos convidativos com a bundinha, tentava rebolar, ainda que fosse quase impossível com tremendo macho em cima de mim. E ele começou a dizer no meu ouvido que sempre me a achou gostosa, que estava só esperando eu ficar pronta para nossa foda, pois ele tinha de ser o primeiro. Eu era sua irmanzinha,que sempre deixava ele de pau duro.

Perguntava se eu estava sentindo o tamanho do seu pau, me chamava de delícia, dizia que era eu quem o deixava louco daquele jeito com as calcinhas e rupas provocantes. E a cada palavra que ele falava eu me sentia ainda mais excitada, ainda mais entregue. Ele desceu a mão e me pegou pela coxa, me puxando mais para cima e encaixando-se melhor entre minhas pernas. E então começou a beijar meus seios por cima da roupa, desatando os laços com os dentes. De repente ele se ergueu um pouco e rasgou a parte de cima do meu vestido com agressividade, expondo meus seios. Nem pequenos nem exagerados, do tamanho certo. Ele disse que sempre tivera vontade de chupar meus peitinhos.

Começou a mordiscar meus seios, um e outro, apertando com força. Sorria malicioso, dizia que eu era uma cachorra, a sua cachorra, que ia arrombar minha buceta de tal modo que depois que terminasse iam caber duas picas dentro.

Então eu senti quando uma de suas mãos me soltou e desceu, colocando-se entre meu corpo e o dele. Seu rosto estava sobre meu rosto, seus olhos nos meus olhos e disse que queria me olhar dentro deles enquanto tirava meu cabaço. Sua mão fazia movimentos embaixo tentando abrir a calça. Senti quando pôs sua pica para fora, não a podia ver, mas senti que era muito grande e grossa. Ele pegou a minha mão, que estava na mesma posição que ele havia deixado, e a desceu até o seu pau, me fazendo tocá-lo. E dizia como um gemido: Pega, agarra com gosto. Tá sentindo bem? Isso vai viciar você e você vai querer todo dia. Duvida?

Eu fiz o que ele mandava, toquei com gosto aquela pica dura, firme, parecia uma rocha de tão grossa que estava. Era capaz de sentir as veias através da pele e pelo tamanho poderia dizer que media uns 18 a 19 cm. Era grande, era deliciosamente grossa. Minha xoxota se umedeceu em seguida ao sentir essa tora toda molhadinha em minha mão e que em alguns segundos eu teria tudo aquilo me fudendo. Ele me tocou com seus dedos experientes, me penetrou com os dedos, massageando lentamente, fazendo meu corpo se arrepiar, pedir pelo dele. Retirou a mão e apertou seu pau contra mim. Já não aguentava mais esperar eu e minha buceta queria demais essa Macho e sua piroca deliciosa. Babava, me sentia nas nuvens, pressa nos braços do meu irmão, do meu homem e que homem gostoso.

Encostou a cabecinha na minha xoxota, que já estava implorando por aquela pica gostosa, grossa, só para mim. E começou a força a entrada, querendo encaixar a cabecinha bem no buraquinho, tudo isso olhando dentro dos meus olhos, meios seios duros estavam contra seu peito másculo, e quando conseguiu entrar, me penetrou de uma vez, meteu tudo lá dentro, rasgando-me completamente. Senti dor misturada a prazer e ele continuava fudendo, me fudendo mais, cada vez mais, já não havia mais pica para entrar e ele seguia empurrando, pude senti suas bolas no meu rabinho que piscava de prazer por seus dedos gostosos.

Eu gozei, fechei os olhos, as lágrimas vieram aos olhos e ele me apertou ainda mais contra a cama, forçando mais ainda sua pica para dentro minha xoxota. Disse que eu era quente, que estava bem molhadinha. Perguntou se eu estava gostando de ter o pau dele dentro de mim e então ele começou a se movimentar, sem pressa e eu sentindo cada centímetro de seu pau delicioso entrar e sair da minha buceta. Não queria que parasse ou acabasse esse momento delicioso que estávamos curtindo.

Ele gemia a cada movimento que me fudia, falava que estava bem apertadinha, que isso o deixava louco. Dizia que estava gostoso, que eu tinha uma xoxota deliciosa, bem gordinha e movimentava-se sem parar, eu sentia sua pica dentro de mim, indo até o fundo da minha buceta e voltando, quase saindo completamente, voltando a entrar com força, penetrando-me com vontade, como se ele estivesse esfomeado, com fome e estava e eu também. Começou a mover-se mais rápido, seguindo seus instintos de macho, atirava-se contra mim com toda força, deitando-se completamente sobre mim e agarrando minhas coxas com os braços, trazendo-as mais para cima, levatando-as, forçando ainda mais a separação entre elas, chupava meus seios de uma forma deliciosa.

Eu sentia minha xoxota completamente arregaçada, e as investidas dele cada vez mais violentas, chegavam a fazer barulho quando batiam contra minha pele. Agarrei-me na cama, meus braços eram as únicas coisas visíveis de minha pessoa na cena. E sua pica entrando e saindo, entrando e saindo, eu sentia meu melsinho me molhando toda por fora, escorrendo pelo meu cuzinho, todo aberto também pela posição em que ele mantinha minhas pernas.

E sua voz rouca em meu pescoço, gemendo palavras desconexas, falava que eu era muito gostosa, que ia comer minha xoxota todo dia a noite, que eu seria sua e que eu devia sempre obedecer por ser meu irmão mais velho. Chamava-me cachorra, putinha, eu sentia meu rabinho piscando de prazer e aquele pau enorme dentro da minha buceta, movendo-se com vontade, umedecendo-me toda. Eu começei a gemer e quebrei o tabu de ser sua irmã e deixei o meu tesão nesse momento se fazer presente e comecei a gemer mais alto, fechei os olhos, pedia para ele meter mais e mais fundo, me come, me fode. Pedia para ele quase chorando: Fode mais, fode com gosto, fode gostoso, mete tudo lá dentro, mete mais, mete mais...

E ele obedecia, gemendo feito louco, aquele gemido de macho no meu pescoço, dizendo que ia acabar com minha buceta, que ia deixar ela todinha aberta, todinha arrombada e metendo gostoso até que me senti estremecer. Ele apertou-me mais contra a cama, empurrando sua pica mais para dentro, quase sem fazer o movimento de vai e vem, movimentando-se rápido, mas sem retirar o pau da minha xoxota completamente molhadinha. Até que ele se espremeu contra meu corpo, quase me matando sufocada, apertou mais minhas pernas, fazendo-me gemer ao mesmo tempo que abria ainda mais querer entrar dentro do meu corpo,da minha buceta.

E eu pude sentir seu leitinho de macho, de homem me invadindo, quentinho, morninho, lá dentro, bem no fundo da minha bucetinha toda arreganhada. Senti que escorria um pouco do lado de fora e me umedecia todinha. Ele ficou ali, caído sobre meus seios durinhos de prazer, gemendo, a respiração acelerada, os batimentos descontrolados, ofegante, como um animal. Eu escutava seus suspiros roucos no meu ouvido, o bafejar quente do seu hálito no meu pescoço e isso me levava á loucura, aquele homem, meu irmão sobe me fuder e bem gostoso.

E então ele me olhou, libertou minhas pernas, deixou-as cair sobre a cama completamente amolecidas, tal como ele estava.Acariciou meu rosto com uma das mãos, retirando alguns fios do meu cabelos, tão negro quanto o seu, do meu rosto. Sua barba, ele sempre deixava a barba com o aspecto de quem não a fazia há dias, havia arranhado de tal forma a minha pele que estava manchada pelo atrito. Aquela barba era minha loucura, dava-lhe um ar selvagem que simplesmente me colocava louca. Geraldo é meu macho em todos os sentidos e é meu irmão.

Me disse malicioso: Olha só o que eu fiz em você! Tocou-me os lábios com os dedos e subitamente tomou minha boca em um beijo avassalador me deixando molhadinha outra vez.

Eu o abracei, enlaçando-o com meus braços pelo seu pescoço, trazendo-o mais para mim, apertando-o contra meu peito. Beijamo-nos por um longo tempo. Então ele, me olha e diz: Você agora é minha para sempre!

E eu nua e bastante molhada o agarrei outra vez nos braços e disse em sua orelha: olha, você é meu irmão, mais agora é meu homem e me macho.

E todas as noites tem sido assim. No meu quarto e de madrugada. Passei a tomar remédio todo dia e fudemos e muito, como cachorros no cio. Minha menstruação veio e pensando que ia ficarmos de folga nas fodas, Geraldo como um verdadeiro macho me revelou as delícias do sexo anal e me pediu para ficar loira.

Mais isso é no Conto seguinte.

Com amor e carinho,
Geraldo e Sellen.

Foto 1 do Conto erotico: MEU IRMÃO É MEU HOMEM E MEU MACHO - PARTE 1


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario lazarocortez

lazarocortez Comentou em 19/01/2014

que delicia de conto gozei juntiho com seu irmão cara sortudo pena minha irmã ser como vc so consegui da umas chupadas bem gostosas

foto perfil usuario delicia 69

delicia 69 Comentou em 31/07/2013

Sou fã de contos incestuoso, eles me deixam com muito tesão. acho que é porque nutro uma atração descomunal por minha irmã caçula. ela por varias vezes já tem me provocado, aparecendo na minha casa com um shortinho jeans apertado que morta sua bucetinha dividida me dá uma vontade de passar a mão nela, por isso gosto de tudo que é incestuoso!

foto perfil usuario mak19x5

mak19x5 Comentou em 22/07/2013

Bem escrito e muito envolvente belo conto tem meu voto linda

foto perfil usuario magnus barbado

magnus barbado Comentou em 15/07/2013

Lindo conto. Leia os meus no blog: magnusbarbado.blogspot. Bjs Magnus e Verônica

foto perfil usuario carloszfonseca

carloszfonseca Comentou em 13/05/2013

Adorei seu conto, ganhou meu voto! Adorarei se você puder ler algum dos meus também, e me escrever contando o que acha.... beijão!

foto perfil usuario stefano

stefano Comentou em 02/04/2013

lendo esse conto parece que revivi os momentos com minha maninha

foto perfil usuario

Comentou em 22/03/2013

Bem escrito e muito envolvente. Recebam meu voto com louvor!

foto perfil usuario apeduardo

apeduardo Comentou em 27/02/2013

delicia de conto, gostei muito. leia os meus.

foto perfil usuario bianor

bianor Comentou em 24/01/2013

muito bom este conto gostei muito bjus na xoxta

foto perfil usuario

Comentou em 23/01/2013

Delícia de conto. Muito excitante e rico em detalhes que nos levam a "ver a cena", como em um filme. Tens meu voto!!!

foto perfil usuario lust52

lust52 Comentou em 05/01/2013

eu queria ter tido assim uma irma.............

foto perfil usuario gatoreno

gatoreno Comentou em 15/12/2012

maravilhoso conto excitante demais vou ler todos devem estar maravilhosos bjs

foto perfil usuario zé123456

zé123456 Comentou em 23/11/2012

Delicia, queria ter uma irmã assim como você,gostosa, bjs...

foto perfil usuario loucoporelas

loucoporelas Comentou em 18/11/2012

adorei seu conto gata..muito excitante detalhado e cheio de tezão. Fiquei de pau duro. Ha se eu tivesse uma irmã gostosa assim.tem meu voto. Leia meus contos sobre minha enteada, se gosta comente e vote bjos linda.

foto perfil usuario tangasexy

tangasexy Comentou em 05/11/2012

Queria ter um irmão desse pra me foder todo dia.Otimo conto nota 10.Beijos molhadso em sua xoxotinha.

foto perfil usuario mark1973

mark1973 Comentou em 04/09/2012

delicia adoraria tc com vc tem msn

foto perfil usuario marcoza

marcoza Comentou em 22/08/2012

Ótimo conto




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


8951 - EU E MEU AMIGO DE INFÂNCIA - Categoria: Gays - Votos: 12
9049 - Meu Grande Amigo! - Categoria: Gays - Votos: 5
18014 - A VISITA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 26
18127 - MEU IRMÃO ME FUDEU FORTE COMO MACHO - Categoria: Incesto - Votos: 34
20484 - Estou Fudendo Com Um Garoto de 18 anos! - Categoria: Fantasias - Votos: 17
24249 - UM ENCONTRO ENTRE AMIGOS AQUI DO SITE! - Categoria: Fantasias - Votos: 26
24974 - TIRANDO A VIRGINDADE DE UM GAROTO GOSTOSO - Categoria: Virgens - Votos: 31
27720 - FUDI MUITO COM MEU VIZINHO GAROTÃO - Categoria: Heterosexual - Votos: 18
28779 - LOIRO, GOSTOSO E SAFADO - Categoria: Heterosexual - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil geraldo paiva
paivasuellen

Nome do conto:
MEU IRMÃO É MEU HOMEM E MEU MACHO - PARTE 1

Codigo do conto:
18083

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
02/07/2012

Quant.de Votos:
49

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


corno mijado contoscontos gay brendoncontos erotico-meu cu é teuConto Erótico Incesto Gay – Meu tio me comeusocando forte nas sogrinha contosputa exibindo contoA filha ninfeta do meu cliente conto eroticovideos de porno primo come prima no quarto escodindocontos eroticos seduzindo meu cachorro e ficando grudada com elecontos eróticomães filhas e vizinhacontos gays do guisouzaDei o cu primeira vez e chorei conto gay com fotoconto gay com bêbadocontos eroticos forcados2017pegava calcinha pequenacontoos simpsons hentaicontos fudi a mulher do meu irmaoconto erotico virgindade pai e filhaconto da casas do contos lesbica de orgia na colegio de mocas sexo anal lesbic com cosolo de cintavelhos trazando com a neta no matoConto gay com motorista de ubercontos de cu de ladinhovirei femeaporno conto erotico abusdo pelo tio e pelo cavaloAFELHADA PELUDA FODENDO COM PADREconto erotico com mulher taradaroberto papaku contos gayMeu filho comeu minha buceta cabeluda casa dos contosfazendo sexo com a secretária janaira contos eróticosTia peladaConto erotico incesto novinho filhinhodesenhos porno negros em quadrinhoscarreteiro sendo comido pelo chupaconto erotico transex virgindadeconto eroticomamando na maninha eo marido dela chupando meu pauconto erotico crente bebendo leitecontos eroticos comi minha empregada na minha camavideos filho virgen sendo arrrgacado pelo pai por dinheiroconto erotico em quadrinho encostando no onibuscontos erotico pai e finho ..chupao rolas e bucetascontos fotos old man pornconto erotico cinderelaconto comi a irma na viagemcontos erótico campo grandecontos erótico esposa passadoContos de mulheres vc arrombo meu cu com esse pau grossocontos minha tia me pediu para enrabalaRecém casadas traindo em contoscontos erotico coroas e meninos gayconto erotico de mamãe puraconto erotico tirei.o cabaçoda moradora derua e de sua amigacontos sexuais minha esposa na baladacontos eroticos comi minha prima brincando de esconde esconde de calca de lycracontoseroticossodomizadacontos eroticos de irma mais velha com irmão de menorConto erótico curitibanalactation porn comicsadora ser enrabada quadrinhoconto de não aguento a pica grande do meu avô no meu cu apertado virgemconto erotico gay maconhaultimos contos sadocontos de dois heteros juntoscontos eroticos com july fotosdesejos de sexo com irmao contoscontos eroticos minha sogra quis eso as gostosa cunhadinha linda. tirando a calcinhamolhadamulhe. fezemno pornoultimos contos sadomasoquistaconto erotico de fudendo bucetuda grundandosobrinho comendo sua tia de sangue conto eroticobaixa filha foi morar com pai virou putinha dele pornoadorador das minhas calcinhas usadas contos eroticoscontos eroticos dei boa cinderela pra minha nene e comi elavedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novosContoseroticosDando o cu para o filhinhoconto erotico dando pro excontos eróticos sobre cunhada bucetudaporno entre casais homosseuais de caminhoneiros saradosmamarna amigo contos eroticos com tios e sobrinhas safadas e putaidosastesaoputinho afeminado dando escolaconto eroticomamando na maninha eo marido dela chupando meu paunegao me estrupou conto erotticoConto erotico - machuquei a mina bebadacoras d buceta peken foder com poneas duas bundinha para o macho contoporno.com negao levanta a saia da gostosa casada enfia até o saco surpresa pra o corninhofui armá por meu padrasto sai de casa e acabei dando par ele incesto contos eróticosimagens de homem macho transando com médico macho em quadrinhosIncesto com a filha no onibus sarrando nela quadrinhosver vidios di pornó meninas sendo estupadra ah força di quatro pociçao di quatro gemendo gostosocontos eróticos a consinheira do quartelos peões da obra me estupraramconto de sexo meu padrinhoconto erotico gay iniciando incesto enganei inocentecontos eroticos negao com pau de 30 cm me rasgo eucasadodei a bucetapromeu filhoMinha namorada deu pro cara do uber conto eróticoConto gay novinho provocando o pastor da igreja