Dando no Rodeio


Click to Download this video!


Oi meu nome é Marcelo eu tenho 17 anos sou branco com 1.65 de altura e 61 kg tenho cabelos castanhos claros e olhos verdes, sou magro mais gosto de malhar. Desde pequeno eu percebi que gostava de homens mais sem comportamento afeminado não. Tenho o corpo bonito me acho bonito, mas sem ser delicado! Estava eu voltando um dia para casa de um passeio que eu tinha dado já era quase 6 da tarde. Quando estou passando na frente de uma loja de materiais de construção quando vejo ele um mulato lindo jovem depois descobri que ele tinha 19 anos, fiquei maluco ele tava carregando coisas para a loja sem camisa todo suado tinha em torno de 1.86 de altura e uns 90 kg. Carregava com a maior facilidade dois sacos de cimento ia e voltava pro caminhão com músculos lindos corpo trabalhado, barriga tanquinho e as cochas que cochas! Tive que controlar pra não babar nele, parei do outro lado da rua e não consegui me controlar fiquei secando ele e o mulato que não era bobo viu que eu não tirava os olhos dele. Quando ele terminou o que tava fazendo pegou uma garrafa d’água pra tomar e derrubou no peito e braços. Quase tive um enfarto ele olhou para mim com um sorriso sacana e acenou com a mão e me chamou. Não tive duvidas fui até ele. Que falou baixo para que ninguém da loja ouvisse. “Estou quase terminando aqui só vou guardar o caminhão nos fundos da loja e to livre. Espera-me lá no fim da rua que quero conversar com você certo!” Respondi rapidamente que esperava sim e fui bem devagar esperar meu moreno gostoso no fim da rua. Não deu nem 10 minutos e ele veio até mim, ainda sem camisa era quente aquele dia. Ele vestia uma calça de brim azul com sapato preto e tinha no ombro uma camisa preta. Eu também tava de calça de brim preta e uma camisa sem mangas colorida, hoje tenho o cabelo curtinho, mas naquele dia tava até no ombro. Perguntei o nome dele que respondeu que era Pedro. Ele perguntou aonde eu ia, disse que tava voltando pra casa ele disse que morava para aqueles lados então fomos indo e conversando. Ele pediu o numero do meu telefone que prontamente lhe dei. Eu falei que amei o corpo dele ele ficou muito feliz e disse que me achou lindinho branquinho com meus olhos verdes. Eu perguntei se ele não queria ir lá em casa naquela hora, pois eu estava muito afim dele e como meus pais só chegavam de noite se ele quisesse. Pedro disse que não, tava suado e sujo do trabalho. Eu não queria perder a chance de perder ele até argumentei que tomasse um banho lá em casa mesmo! Mais ele disse que ia pra casa tomar um banho e me ligava dentro de uma hora. Concordei dei thau e fui pra casa que tava perto e tomei um banho fiz uma duchinha intima caso de acontecer de dar pra ele coloquei uma roupa preta camisa preta e calças de brim preto e um tênis combinado. Mal terminei de me arrumar ele ligou. Tava já perto de minha casa fui lá conversei com ele e ele disse que ficou louco de desejo quando me viu no trabalho dele falou isso e deu uma apertada na mala dele que essas alturas tava enorme eu babei mesmo só de ver isso então sugeri irmos num motel ali perto ele ficou meio sem jeito disse que não tinha dinheiro que só recebia fim de semana. E que naquele dia a gente só podia ficar, eu pedi novamente pra ele ir lá em minha casa, ele se negou de novo tinha medo que meus pais voltassem cedo, eu disse que só vinham de noite. Mais ele não queria dai fomos conversando e indo pro lado de um rodeio que ficava bem próximo de minha casa. Ele me agarrou pela mão e foi me puxando para o meio das árvores, já tinha começado anoitecer estava bem escuro! Ele se ajeitou numa árvore e me tacou um beijo que me tirou o fôlego. Passava as mãos no meu corpo erguia minha camisa e massageava por cima das roupas meu falo. Nossa ele tinha um beijo e aquelas mãos atrevidas me agarrava me apertava à bunda. Eu não agüentei o desejo e abri sua calça enquanto ele me beijava e nossa! Tinha um belo falo bem maior que o meu apertei com as mãos e comecei tocar uma pra ele, enquanto ele me beijava o pescoço e me marcava com seus chupões. Ele abriu minha calça e começou a me masturbar fiquei loco de vontade disse que queria dar pra ele. Pedro disse que eu tinha que aquentar pra outro dia. A gente tava perto de uma rua, mesmo que não passasse caro podia aparecer ele tinha medo. Retruquei que queria muito e ele não ia escapar assim o desejo já me controlava minhas ações arrumei minhas calças ele viu e arrumou a dele. Agora era minha vez de puxar ele pela mão. Disse que tinha um lugar bem lá atrás do rodeio onde tinha umas cabanas que a gente podia ir. Fomos lá pra trás e na primeira cabana que era menor que meu quarto sem janelas e sem porta nós entramos e lá dentro ele me beijou com muita vontade até me machucava os lábios de tanto que me beijava começamos a tirar as roupas e pendurar nos pregos da parede, pois o chão da cabana era imundo tinha muita terra e excrementos na cabana abandonada! Abaixei-me e cai de boca naquele falo bonito era grande e groso nem cabia direito na minha boca, eu chupava com vontade e ele tentava controlar os gemidos mais eu tava com tanto tezão que não queria esperar muito tempo, puxei uma camisinha do bolso da minha calça e botei naquele membro. Ele pediu pra eu ficar de quatro pra ele. Mais olhando o chão eu notei que era muito sujo e disse que não. Ele pegou a camisa dele novinha e botou no chão sujo, estendeu me pegou pela cintura e me deitou de barriga pra cima tipo frango assado guspiu no membro dele e ficou de quatro em cima de mim e começou a me penetrar tive que morder os lábios pra não gritar de dor, pois nunca tinha dado pra um cara com o pau daquele tamanho antes. Parecia que me rasgava. Ele gemia em cima de mim e falava pra eu agüentar a dor só mais um pouco, pedi pelo amor de deus que ele ficasse quieto até eu acostumar com aquele volume ele disse que sim e me beijava com força e desejo mordia meu pescoço, eu gemi alto de dor e prazer em ter aquele pedaço de carne dentro de mim e pelas mordidas que ele me dava no pescoço. Ele não agüentou e começou as estocadas mordia meu pescoço me beijava feito um animal gemia alto e me estocava forte a dor já tinha ate passado um pouco, eu sentia prazer gemia alto junto com ele. Pedro se ergueu um pouco levantou minhas pernas e metia com tudo eu não agüentei segurar e gozei sem nem menos encostar meu pau, ele urrava de prazer em cima de mim parecia um bicho no cio me fodia com vontade gemendo alto. Fiquei ate com medo que alguém o escutasse! Ele ficou um tempão me fodendo sem parar uns 40 minutos eu já tinha gozado duas vezes quando ele deu um urro de animal e gozou dentro de mim na camisinha. Ficamos todos suados e molhados. Ele me ajudou a levantar fiquei meio grogue nunca tinha feito desse jeito selvagem antes. Ele me limpou com o lado ainda limpo da camisa dele, vestiu as calças me deu um enorme beijo disse que amou me comer e queria de novo mais vezes. Eu procurei minha cueca pra por não vi e botei a calça pura no corpo mesmo. Quanto à gente se arrumava ele perguntou se eu não queria morar na casa dele fiquei meio abismado, pois era menor de idade meus pais não iam deixar não. Ele me mostrou a minha cueca que era uma preta cheirou e guardou no bolso de sua calça dizendo ser recordação. Fomos saindo dali ele sem camisa, pois tinha ficado bem suja! Ele tava todo sorriso disse que queria me ver outras vezes. Eu fui pra casa todo melado dolorido e suado mais feliz. Beijos pra vocês!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario brunaocampinas

brunaocampinas Comentou em 10/03/2012

Bom conto. Se você também curte uma boa sacanagem entre machos de verdade, não perca tempo. Clique no meu nome e leia meus contos. Não deixe de comentar. Para o pessoal de Campinas que se interessar, meu e-mail está no final. Curto uma boa pegação com outro macho de verdade. Até mais.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


16073 - Garoto de Programa Parte 1 - Categoria: Gays - Votos: 1
16074 - Agarrado na Biblioteca - Categoria: Gays - Votos: 0
16075 - Dando no Mato - Categoria: Gays - Votos: 0
16076 - Garoto de Programa Parte 2 (final) - Categoria: Gays - Votos: 1
16078 - Vampiro Parte 1 - Categoria: Gays - Votos: 1
16079 - Vampiro Parte 2 - Categoria: Gays - Votos: 2
16080 - Vampiro Parte 3 - Categoria: Gays - Votos: 1
16081 - Vampiro parte 4 (Final) - Categoria: Gays - Votos: 1
16496 - Simon - Categoria: Gays - Votos: 0
17172 - Desejo - Categoria: Gays - Votos: 0

Ficha do conto

Foto Perfil marcos gatinho
marcosgattinho

Nome do conto:
Dando no Rodeio

Codigo do conto:
16077

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
03/03/2012

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eróticos gay cumplices se um resfatevídeo erótico gay com Rodriguinho meu patrãoContos eroticos tia em surub familiaSexo gostoso contoai ui tio safadoestuprado conto eroticoconto erótico ilustradoconto erótico dedo melado grelo meldesejossecretosestupro chupando grelo grande até ferirfamilia sacana "tomando banho com papai"Conto erotico.peguei a minha sobrinha dormindo so de calcinhavizinhainocentecontosconto erotico fudido de bomConto leite da tia pornconto erotico menina senhor barbudosexo em quadradinho de pokemonfilhinha conto eróticopai e filho pelado toma banho com mae conto eroticoAuuu zoofiliafilho dando banho na mae contos eroticosquadrinhos eroticos sado gaycontos peguei a teepada marido filhaconto gay papai e vovôtaxista e seus amigos conto gayfudendo a sogra durmindo em banda desenhadaconto porno ai gostoso enfia no meu cuconto erotico ele bateu punheta p mimConto erotico gay cunhados sexo cueca volume tesão pau suor chupada cama insestocontos eroticossexo crente safadacontos veridico travesti bem dotado,fodi o cu e a boceta da minha irmaconto erótico chocolate enfiado no ânussedutoras e marrentas parte 4 contos eroticosver porno erotico em quadrinhos negao engravidndo a mulher do cornohistorias em quadrinhos porno gay black wade 3Conto porno de incesto mais lido de avó e netacontoeroticotrabalhoporno quadrinhosincestoscontoseroticosporno transando com a sogra gordaconto erotico prima dando para o primoconto erotico incesto com o avôx vidio comtos eroticos flaguei mamãeconto gay papaku fode um pm depravadocoto erotico sou a putinha do papaicontos eroticos velho safadocontos negoes borracheirosdano en sala de aula surubacontos eroticoswww.contos+de+zoofilia+minha+mae+com+meu+cachorro+de+rols+gg.com.brquadrinho erotico a minha vizinha branquelaconto gay cueca aparecendocasada engravidou favela contosengravidando mamãe parte 2contos erotico. vi minha filha transando fodendoquadrinhos eróticos emrabado a viúvacorno manso e puta. contoso cara sarrou na mulher no onibus e ela gostou e gozou conto eroticocontos eroticos gay em hotelcontos eroticos fodendo cu corno papakucontos adoro ficar bem arrombadap********** boa f***.com contos eróticos sogro comendo a noravizinha gosta de Leitinho contoconto erotico lesbica me chupou gozei muito gostoso ai ai aiconto quadrinho engravidando a mamãconto sexo caminhoneiroGozando nas tetinhas contos eróticoscorretora de uma prateleira de um anal para o novinho primeira vezcontos eroticos eu menina meu padrasto me comeuquadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filho parte 1esesto na prai naturista contoscontos fudendo a irmazinhaesposa gozada dentri contosme foderam no quartel contoperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos eroticos de avo e suas netinhascontos eroticos . o namorado da minha amiga gays 2017conto eroticos como conseguir ser cornocarne mijadas casadas conto eroticos com fotosmulher metendo roludo na frente batidocontos de coroas evangélicaContos so gosto roludoCristiani [email protected]casada que fes zoofilia pela primera veshentai contos sexoquadradinho de erotico bom de lerhistória de porno na cantoconto erotico comendo a sobrinha mal humoradacontos eróticos comi o cu estudante pretinha rabuda e novinhaconto chantagem gaycontos minha mulher deu no clube de nudismobuceta da mae com fotos contosComi a coroa sessentona conto erotico