Minha Nora, Um Tesão

Click to this video!


Bem, meu nome é Suzana (fictício), e tenho 39 anos. Vou contar a vocês uma grande aventura proibida que tive com meu marido e minha nora, namorada do meu filho. Vai ser difícil começar sem contar um pouco de minha vida, pois sou prolixa quando escrevo, e isso pode tomar muito tempo e tornar a leitura cansativa. Mas quero dizer que amo sexo, é de família,sou enfermeira e atualmente casada com um negro maravilhoso, Pedro,41 anos, que é segurança do hospital onde trabalho aqui em Salvador. Como não tenho perfil aqui, escrevo através do e-mail de um amigo internauta.

Bom, tudo começou quando meu filho Bruno, me apresentou sua nova namorada, a Camila. Ela é mulatinha, mas aqui na Bahia, ela pode ser considerada branca. Tinha 19 anos, o Bruno tinha 20. Não sou de reparar em mulheres (até então), mas observei que ela tinha uma bunda volumosa, não larga, mas bem cheia. O Bruno é filho de meu ex-marido, e ele se dá muito bem com meu atual.

Geralmente nos domingos eu e minha família sempre nos reunimos na casa de alguém para uma festinha, churrasco, essas coisas. O Bruno é meio paradão, não gosta muito muito dessas festas, ele vai, mas mais pra conversar e beber com os primos. Já a Camila, se sentia mais a vontade, dançava conosco, as mulheres da família são danadas, e sempre ela nessas festas ficava mais comigo e minhas irmãs do que com o Bruno. Tudo corria num clima respeitoso, embora sempre rolasse umas dancinhas mais sensuais.

Pois bem, sempre quando acabavam essas festinhas, eu e Pedro a noite, trepávamos muito gostoso, a coisa pegava fogo.Certa vez, estávamos tão eufóricos que já tarde da noite, nós entramos no nosso apartamento aos beijos, doidos por uma bela foda,rs......Nesse dia, a Camila dormiu lá com meu filho, isso era até comum. Pra vocês terem idéia, começamos a nos despir na sala mesmo, sabíamos que Bruno e Camila estavam provavelmente dormindo no quarto deles. E completamente doidos de tesão, fizemos um 69 na sala mesmo, sem muito barulho, apenas uns dois minutos no máximo, só mesmo pelo fogo que estávamos. Entramos no quarto e trepamos loucamente.

Bem, os dias foram correndo, e eu nem sabia que a Camila tinha visto tudo isso!comecei a descobrir um dia em que estávamos em um aniversario em um sitio, estávamos à vontade e percebi que Camila olhava discretamente a sunga de meu marido. O Pedro é malhadinho, embora esteja um pouco gordo, alias, mais gordo do que malhado, e tem um pau bem grosso, com 21 cm, uma loucura de cassete. Apesar disso não ter acontecido a primeira vez, ao perceber isso me deixou com a pulga atrás da orelha, que safadinha........Deixei pra lá, mas os dias foram passando e fiquei meio que obsessiva em flagra mais olhadas dela....Ela não olhava muito fixamente, mas que seus olhinhos constantemente procuravam o meio das pernas dele, ah isso acontecia. Um dia que estávamos sós, resolvi indagar ela: “Camila, não é por nada não, mas venho reparando que você está olhando o Pedro com um jeito diferente...” Ela ficou sem graça com o comentário. Eu continuei:”não sou menina, sei muito bem que parece que você viu algo....”. Aos poucos, ia apertando ela que procurava mudar de assunto, negando, até que ela soltou que nos viu naquele 69 que descrevi, enquanto tinha se levantado pra beber água, nos viu entrando e se escondeu para que não atrapalhasse, pois percebeu que estávamos excitados. Não sabia o que dizer, ela ficou nervosa, pediu desculpas, mas eu disse que não precisava se desculpar, nós é que devíamos tomar cuidado, pois tinha visita – no caso, ela – em casa. Disse a ela que é normal, pedi pra ela relaxar, e esquecer do assunto. Mas quem não esqueceu, fui eu. Até que em mais uma de nossas quentes trepadas, comentei isso com ele. Ele disse não se mostrou muito surpreso, disse que notou uma vez riu, mas notei que ele ficou mais excitado, e isso me excitou muito também. E gozamos como loucos, até eu me surpreendi. Daí em diante, algumas vezes passei a tocar no assunto, ele se excitava e gozávamos muito, falando o quanto nossa norinha teria ficado impressionada com o pau do Pedro, visto que baseado no meu ex, o Bruno estava longe de ter um pau comparado ao Pedro. Foi numa noite, que me veio na cabeça o Pedro comendo ela, isso não havia imaginado ainda, ficava só pensando na cara dela ao ver a cena, falei isso a ele, o Pedro que ficava só escutando, entrou na jogada e disse que não estava (na fantasia, lógico) comendo só ela, mas nós duas!Nossa, isso foi demais, gozamos como nunca, desde que citávamos isso na nossa transa, não gozávamos tão gostoso. A partir de então, passei mais a observar a Camila, não com desejo no corpo dela, mas como seria ela trepando com o Pedro. Depois, passei a vê-la e imagina - lá conosco, na nosso cama, primeiramente vendo o 69 nosso, e depois participando. Isso passou a fazer parte da minha transa com o Pedro, e estávamos tão eufóricos com esse assunto, que nem nos questionávamos que isso não era certo, batia o tesão e colocávamos essa fantasia. Até que instintivamente, eu e o Pedro começamos a dar sinais a ela, riamos, não deixávamos o Bruno perceber, e ela parece que não entendia, mas nos observava curiosa com esses nossos sinais. Comecei a ver o quanto ele mexia conosco, quando passei a desejar o corpo dela. Nossas trepadas estavam a mil, pois a imagem dela conosco nos deixava em polvorosa. Numa noite de loucura, quase chorei de prazer com Pedro me dizendo que podíamos tentar transformar nossa fantasia em realidade. Era mais forte do que nós, como aquela menina mexeu conosco, meu Deus!

Chegamos ao ápice dos nossos desejos por Camila, quando tramamos passar um fim de semana numa casa de praia que alugamos em Guarajuba. Foi em setembro agora, não tinha muita gente, foi exatamente uma semana depois do feriado da independência. Convidamos ela e Bruno, que ia fazer um concurso no domingo. Eles não queriam ir, pois só iam passar a noite de sexta e teriam que voltar no sábado, mas eu disse que seria melhor que ele fosse pra relaxar. Eles aceitaram. Me vi como uma menina sapeca,pois minha intenção era deixar a Camila conosco......

Comprei um biquíni minúsculo pra mim e pra Camila, e partimos. No sábado ficava fazendo brincadeiras com ela, que não estava tão a vontade no inicio, mas passou a se divertir. Eu e Pedro olhávamos sempre com sorrisos maliciosos, até que percebi que a Camila estava meio que correspndendo e ria também, mas sem malicia, apenas estava ficando convidativa. Mal ela sabia o que pretendíamos. À noite, numa partida de buraco, foi que tomei uma coragem, que não sei de onde tirei. Em um intervalo da partida, falei para Pedro que passaríamos a mão nas pernas dela. Ela àquela altura, ia se dar conta do que estava ocorrendo, e não ia ter uma reação inesperada, era o que eu previa pelo menos.

A partida recomeçou. Eu e Pedro não nos contínhamos ao que estávamos prestes a fazer. Meu coração parecia querer arrombar meu peito. Foi aí que fiz um sinal para Pedro tomar iniciativa. Quando Pedro colocou as mãozonas na perna da Camila, ela ficou surpresa, mas sem grandes reações. Foi minha vez. Comecei a alisar por debaixo do pano a perna direita dela, enquanto o Pedro estava com a esquerda. Ela suava, como se estivesse sem saída, e com certeza ela não gostaria de fazer um escândalo e deixar Bruno em situação constrangedora comigo e Pedro. Bruno, coitado, não percebia, já que é muito concentrado nas coisas que faz, quando lê, essas coisas, e no jogo, sabia que ele não ia se dar conta do que estava havendo, já que Camila se mostrava bem discreta, e quando ele está em situações em que está concentrado, pode cair um avião ali que ele não se dá conta. Começamos a alisar devagar, e piscamos o olho pra ela. Ela então disse que perdeu a vontade de jogar, eu e Pedro também dissemos pra terminar que estávamos com sono, e quando levantamos, coloquei o dedo indicador pra ela em sinal de “silêncio. Fique na sua”.

Trepamos radicalmente essa noite, esperando o que viria no outro dia. Bruno se levantou cedo, a Camila ia com ele, mas pedi a ele que ela ficasse pra arrumar a casa quando partíssemos. Falei com ela “fique Camila, por favor. Preciso de você”. Ela estava tão confusa com toda essa situação, que não disse nada, ficou meio sem jeito e Bruno se adiantou, se despediu, e saiu pela porta. Dei um riso sacana para o Pedro, enquanto eles se despediam. Eu disse “vamos à praia” e entreguei o biquíni que comprei pra ela . Camila em nenhum momento nos perguntou nada, ela parecia querer saber onde tudo aquilo ia chegar, a situação com certeza mexeu com ela, e ela provavelmente se excitou com alguma possibilidade. O pau do Pedro ainda não havia saído da cabeça dela, e ela achou que poderia ver uma transa entre eu e Pedro.

Chegando na praia, disse a ela que passaríamos o protetor nela. Camila não esboçava reação, estava dominada pela incerteza e pelo desfecho de todo esse teatro que estávamos fazendo com ela. Eu e Pedro lambuzamos a mão de protetor solar e passávamos em todo o corpo daquela beldade (o biquíni ficou perfeito nela). Ela se arrepiou quando passei a mão perto de sua bucetinha. Fomos a água ficamos brincando com ela, até que Pedro mergulhou e a abraçou por trás. Eu fui e abracei pela frente, ela ficou entre nós, e eu falei: “Camila, não estranhe tudo isso. Sabemos que o flagra que você nos deu mexeu com você, queremos apenas que você aproveite o que faremos logo mais, pois tudo o que você viu, mexeu conosco também”. Camila finalmente quebrou o silencio: “Dona Suzana, eu sei que vocês estavam meio estranhos, eu nem sei o que dizer, mas estou muito curiosa, não consegui decifrar o que vocês queriam, mas admito que agora sim vocês mexeram comigo”. Pronto!Estava tudo combinado, saímos da agua, fomos pra casa. Tomamos banho no chuveirão, e ainda com roupa de praia, coloquei um som, dancei com Pedro, chamei Camila, ficamos dançando os 3, o Pedro enconchava a Camila que parecia estar morrendo de tesão, cheguei na frente dela e passamos eu e o Pedro a beijar e chupar seu pescoço, até que não agüentamos mais e fomos para o quarto, tiramos a roupa dela, e o Pedro agarrou ela. Ficaram se beijando. Todos estávamos nus. Passamos a chupa-la, o Pedro chupava sua bucetinha, enquanto chupava seus seios médios, ela gemia, e dizia “que loucura!”Passamos a chupar cada seio dela, até que rolou o beijo triplo!As línguas daqueles 3 safados se enroscavam de tesão, as mãos dos 3 passeavam pelos corpos de todos, nossa que tesão!Passei um lubrificante no pau de Pedro, pois Camila não estava acostumada a receber um pau daqueles, ela quando viu Pedro de pau duro, disse; “Que pau gostoso!Como é grandão!”Passou a beijar e chupar Pedro enquanto eu chupava sua bucetinha. Colocamos ela de frango assado, e Pedro raspava a cabeçona da rola na bucetinha apertada dela, e com um pocuco de custo e ansiedade de todos, penetrou aquela xana deliciosa, e foi comendo aos poucos. Ela gemia muito agudo, isso nos deixava loucos, era nosso sonho virando realidade!!Coloquei minha xana na boca de Camila, mas ela nem chupava, só gemia, eu é que esfregava a buceta na cara dela,hummmmmmmmm....Depois ela cavalgou o pau do Pedro ainda receosa do estrago que a pica faria nela, mas depois foi relaxando fechando o olhinho, eu dava tapas na bunda dela dizia “mexe,cadelinha”, lambia suas costas, as coisas passaram a ser mais fortes. Foi a minha vez de sentar naquela rola gostosa, cavalgava e dizia; “ta vendo como é boa?Era isso que queríamos que você experimentasse.....vamos gozar, norinha”. E assim se sucedeu a foda, a primeira grande gozada dela foi de 4, eu estava embaixo dela, o Pedro já metia com vigor nela, eu só gritava “goza cadela, goza pro meu macho e sua sogra tarada!”Não quisemos que ela desse o cuzinho naquela hora. Ela finalmente chupou minha buceta quando fizemos um 69, e então o Pedro se posicionou e comeu meu cu, enqaunto ela embaixo chupava minha buceta enquanto via Pedro furando meu anelzinho....Como eu e Pedro víamos filmes pornôs, o Pedro quando deu sinais de gozo, me levantei, beijei ela num chupão louco, enquanto Pedro gozava horrores nas nossas caras e bocas coladas, rimos muito quando nos vimos com rostos e cabelos cobertos de porra.....Depois disso, ligamos para Bruno (tadinho...) e avisamos que ficou tarde, bebemos muito, e dormiríamos ali......Ele ficou chateado, não é pra menos, sua namoradinha ia passar a noite fudendo conosco, enquanto ele chuparia dedo sozinho. Não precisa dizer que à noite continuamos, Camila estava com o tesão à flor da pele, e confessou que havia sonhado com o 69 que ela viu, mas jamais imaginava que algo assim pudesse acontecer. Dissemos que já que começamos a tarde, continuaríamos naquele ménage naquela noite, seria bom pra ela, persuadimos ela, e mais uma vez transamos os 3 loucamente noite adentro.....Mais uma vez não achei bom o Pedro comer o cuzinho dela, e não foi, em termos de posições e disposições, diferente do que aconteceu à tarde....demais!!!!!!!!

Bem, a Camila contou que não ama menos Bruno por isso, ela gosta muito dele, diz que ele não é mal de cama, e adorou trepar conosco, acha que só com o tempo vai esquecer...Mas que nada, já transamos mais duas vezes desde aquele dia em Guarajuba, a coisa está muito tesuda entre nós 3, a Camila é da minha turma, gosta de uma boa trepada, e a danadinha não tem cumprido a promessa de parar com isso em respeito ao Bruno....nem nós, não é Pedro?


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


15618 - A Transformação de Dona Margarida - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
15703 - Chefe Tarado,Esposa Deslumbrada, e Marido Banana - Categoria: Interrraciais - Votos: 3
15826 - As Mulheres de Junuor Caindo na Putaria - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 0
15827 - As Mulheres de Junior Caindo na Putaria 2 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
15828 - A Grande História de Uma Vingança Cruel - Categoria: Interrraciais - Votos: 1
15829 - Lua de Fel - Categoria: Lésbicas - Votos: 0

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico astrogildo cabe

Nome do conto:
Minha Nora, Um Tesão

Codigo do conto:
15830

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
23/02/2012

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


boa f***.com pornô grátis contos eróticos sogro transando com a noraempregado negro comeu minha mulher na praia de nudismo, contohentai loirinhaacordando a entiada pra fudelaConto eroti o bundao da avo bebadafilho maecanto eroticohq eroticas peofessoras com mulequeContos ensinando a dirigir enteada pornobuceta da bruna lombardelucia e arthur hentaiConto erotico 12 bucetinhacontos de cornos biburbuja bombon bellota comic pornocontos eroticos cheirou o cusinho suado da negrinha e meteu a vara nelaconto de mocinho com assadura pornocontos eroticos vi a minha mulher gigantescobieljr corno Rjconto erotico esposa seios grandefui chantageada contos eroticosContos um caderante estrupou minha bucetawww.contos eroticos sogra gostosa da cu pro genro pauzudo escondido da filhaconto fama ter pau enormeContos eroticos quando depilo meus filhos me assistemcontos heroticos hermafridita quadradinhoscontos eroticos de princesas sendo desfloradas contos eroticos incesto ensinei minha filha fudercontos eroticos dei.o.canecocontos eroticos pelado no troteMãe dopada contos eroticosO pedreiro me estuprou contoswww.madrinha da cu pro afilhado pauzodoultimos contos sadocontos eroticos tesao inocente incestcomi meu tio de 70 anoscontos eroticos trasando a ninfeta da xana inchadaConto erotico teen gay free quinzever conto erotico sob caminhoneiro pirocudocontos eroticos meu corno trabalhandodona terezuda pornohistoria em quadrinhos com sexo gayx porno em quadrinho no campo de refugiadoas duas bundinha para o macho contocontos eroticos esposa exibicionista ficou curiosaporno amador novinha tendo orgasmo prolongadocontos heroticostravesti negaopicudoo peito gostoso quadrinho eroticoconto de encesto filho drogadohistorias em quadrinhos pornograficconto de homens mais velhoporno contos de incestos com sograse maesPedreiro fode a empresaria conto eroticoContos incestos mae com filhinha ainda pequenacomendo gorda conto eroticoContos eróticos gay Novinho maloqueiro chorando na pica tia pelada no banhosexo no mato hentai canssando frutacontos eroticos mimha mae gostozonacontos eroticos meu sogro gozou no meu cu em quanto meu marido cartava a gramaContos gay pau pequenoquadrinhos eroticos bdsmhentai lucia e arthur quadrinho completomacho alfa conto erotico cornochrisrían and pornoViciado em buceta da irmã e chega ao ponto de engravidar conto eróticoMeti.o.pal.no.cu.de.minha.filha.gravida.dormindo.conto comi minha esposa e um casal bixesualme vinguei conto erotico gaycontos eroticos gay o filho novinho do pastorpedra tesão de gayconto loirinha com tesaõ no cu emplora para ser emrrabada pelo paiFilinha putinha dando a bucetinha pro paisinho contos eroticos com fotos e quadrinhos animadoswww.contos eroticos cunhado caçula pauzodo come cu da cunhada gostosacontos eroticos chantageada pelo megadotadozoofilia so fudendo o cu da vadia 696conto suruba com enteadaconto erotico69 chupetatio safado me ensinando dirigircaralhos pretos erotico desenhoscontos rola gigante na bucetinha da esposaxvidio viuva brasireraenteada apaixonada pela lingua contoconto erotico meu marido morre de ciumesfodendo a tia dormindo no dwollandconto erotico fui encoxada no onibusfui pescar com amigos e marido fuderao meu cucontos eróticos ilustradosbuceta na gileteconto irma e irmao dormindo peladoContos eroticos casadas e assediadasnovinha na piscina conto eroticocontos incesto escaldantes mae e filhoContos com fotos de negões gozando dentro das bucetas das vovozinhascontos erotico minha mulher e os fugitivos do presídiocontos incesto escaldantes mae e filhoconto erotico.com furry gayContos eroticos tia em surub familiaquero. ver. homem. fudendocontoerotico sobrinha cabacinha