COMO UM CACHORRO TIROU A MINHA VIRGINDADE


Click to Download this video!



Amigos, vocês que acompanham os meus relatos há muitos anos sabem que eu sou criterioso em colocar relatos de amigas, primeiro que eu vejo se existe com tradição e a outra que eu vejo a veracidade dos fatos, se existe fantasias ou discrepâncias. Assim como os meus relatos são verídicos, fatos que ocorreram e que ocorrem comigo e com amigas que vem aqui em meu sitio, assim eu também prezo a verdade daquelas amigas que me enviam. Olá meu querido Franco, você ficou muito tempo me insistindo prá eu ti mandar como foi a minha iniciação com cães, e me perdoe à canseira. Sabe, eu relutei muito a ti enviar o que ocorreu comigo devido a muitas coisas envolvidas. Eu não ti mandei porque é um grande segredo meu e de outra pessoa em especial que por infortúnios da vida já foi para o andar de cima.
Mais eu dividindo contigo, e vc publicando, muitos conhecerão a minha história. Vou ti contar em detalhes, e me desculpe, não seu descrever como vc faz com primazia, mais pode contar com as suas palavras e, por favor, não altere em nada porque tudo o que eu vou ti contar é verídico.

Eu me chamo Selma, sou morena bem clarinha, busto médios, uma bunda razoável e particularmente não me acho nem bonita e nem atraente, mais eu me amo e muito e procuro deixar o meu corpo em forma com corridas e academia.
O que eu vou ti contar me aconteceu uns meses antes do meu 19º aniversário, e devido a um acidente com uma fatalidade. O casamento dos meus pais estava em crise, e que por fim vieram a se separar. O meu irmão mais novo ficou com a minha mãe enquanto que fui morar com o meu pai. Combinamos assim porque ele comprou uma casa que ficava perto de minha escola e pra mim era mais cômodo. A minha mãe depois da partilha de bens foi morar na Vila Mariana em um apartamento, e eu num bairro chamado de Pinheiros.
A casa era imensa, onde tinha até uma piscina deliciosa. Ainda bem que fiquei com o meu pai, eu não agüentaria ficar morando em um apartamento por maior que fosse ele. Mas tinha um problema Franco, eu passava o dia todo sozinha, como meu pai era engenheiro só voltava à noite. Só de vez em quando que o meu tio (Irmão do meu pai), vinha em casa nos visitar de vez em quando.
Numa tarde o meu tio chegou com uma surpresa e porque não dizer um presente; com um cachorro pela coleira.
-- Olha Angélica, um presente pra vc.
-- Que lindo tio obrigado.
-- Cuide bem dele. Ele já tem um ano, e vai ser uma boa companhia pra vc.
-- E como ele se chama?
-- Tupã, ele é da raça mix labrador. Cuide bem dele está bem?
E deixando na cozinha um saco de ração que trouxe junto com o cachorro.
Eu fiquei fazendo carinho nele, e em troca ele me retribuindo com lambidas em meu rosto. A empatia foi perfeita Franco. Eu sempre quis ter um cachorro, e esse era bem vindo, e o melhor, eu tinha com quem dividir o tempo livre quando viesse da escola.
Franco uns seis meses depois algo ocorreu que marcou completamente a minha vida. Eu cheguei com muito calor da escola, deixei meus cadernos em cima da mesa depois tirei toda a minha roupa e dei um mergulho na piscina. Como tinha privacidade e os muros era altos eu gostava de nadar assim, em vez de colocar maiô.
Dei um mergulho na água deliciosa e o Tupã ficou do lado de fora me esperando sair, mais uma coisa me chamou a atenção, o Tupã estava com o pau vermelho pra fora da bainha, ele parecia estar excitado. Será que era por eu estar a nua? Meu querido na época eu era inocente e inexperiente quanto a sexo, mais estava me descobrindo depois que dei uns beijinhos suaves até então em um coleguinha da escola que era doidinho por mim.
Daí vi que já tinha me refrescado, peguei uma toalha e comecei a secar o meu cabelo. Como eu estava sentada na cadeira e nua o Tupã veio no meio de minhas pernas, eu o afastei com carinho, mais ele ficou correndo de um lado para outro todo feliz. Daí Franco eu fui tomar um banho de chuveiro, no caminho pra dentro de casa ao me abaixar pra secar as minhas coxas e o meu joelho, eu senti algo estalou como um choque pelo meu corpo. O tupã passou a língua em minha boceta que me arrepiou toda, e isso despertou todos os meus sentidos. O que estava acontecendo? Olhei pra baixo dele meu querido, e o pau estava maior e mais longo do que antes. Aquilo realmente em chamou a atenção e a minha curiosidade de menina... E me perguntei: -- Como seria fazer sexo com um cachorro?
Eu ri de mim mesmo com tamanha idiotice, depois peguei a toalha e fui à direção do banheiro. Franco, não dei dois passos quando escorreguei no piso de cerâmica, como eu estava com os meus pés molhados o tombo foi fatal. O pior foi que bati com a cabeça no corrimão da escada, no momento senti muita dor, e sentei nos degraus da escada pra me recompor, o Tupã estava do meu lado me lambendo como um socorro. Só meu querido Franco que essas lambidas desceram para o meio de minhas pernas já que eu estava sentada e exposta.
Franco, eu era muito nova alem do mais virgem, nunca tinha me relacionado com nenhum menino e isto era uma nova sensação para mim. Ele começou a me lamber, na primeira vez o afastei mais desta vez não fiz nada, eu estava gostando e curtindo essa sensação gostosa e maravilhosa. Então, fiquei de quatro pra me levantar e ele enfiou a língua novamente na minha boceta, meu corpo ficou todo arrepiado com isso.
Eu subi para o meu quarto e ele foi atrás de mim quando sentei na minha cama pra ver se eu tinha me machucado ele voltou no meio de minhas pernas. Dessa vez Franco não pude resistir as suas lambidas e cedi. Abri as minhas pernas e ele lambia com sofreguidão até o meu clitóris, então fiquei de costas pra ele me lamber melhor ( Veja ai a minha falta de experiência, ficar de 4 pra um cachorro, é um convite pra uma relação). Eu senti o peso do Tupã nas minhas costas subindo na minha bunda, daí ele me prendeu com as patas a minha cintura. No começo eu senti uma coisa pontuda acertando a polpa de minha bunda, era quente e carnuda, e estava cutucando o meio de minhas pernas, pensei em sair, mais aquilo estava tão bom que decidi aproveitar, imaginando que não teria grandes conseqüências.
Tudo aquilo era novo pra mim, e até estranha, mais estava muito bom... Então Franco essa brincadeira de prazer... Foi alem do que eu imaginava.
Meu querido senti a primeira pontada na entrada da minha boceta, e num momento de lucidez tentei sair, me desvencilhar do meu cachorro, mais já era tarde demais. Numa outra estocada certeira, ele entrou com todo pau dentro de mim. Foi então que senti meu querido, uma dor enorme com a quebra do meu himem sendo rompida, a minha virgindade sendo perdida com um cachorro. Fiz um esforço tremendo mais foi impossível, ele dava estocadas me segurando forte com as suas patas e puxando para si. A dor era grande com o pau imenso na minha boceta virgem. Franco senti muita dor mesmo, com a ruptura do meu himem e o seu pau que a minha boceta pequena estava suportando.
Minutos depois parou de doer, foi desaparecendo e foi substituindo por uma nova sensação. Senti-o bombando e bombando para dentro, o seu pau engrossava e apertando o meu clitóris mais gostoso ficava aquela bestialidade. Mas a sensação maior foi quando o nó começou a me abrir por dentro, ele estava tomando todos os espaços dentro de mim, e voltei a sentir uma dor aguda, porque o nó estava me abrindo e me preenchendo todos os espaços. A minha boceta estava toda retesada para acomodar um nó que era o dobro do pedaço de carne que já estava todo enterrado em mim e enfiado no meu colo do útero. O Tupã então abrandou os seus impulsos e ficou parado em minhas costas, mais o seu pau continuava preso em minha boceta. Uma boceta virgem sim até a alguns minutos atrás, eu sentia o nó forçar o colo do meu útero e senti o Tupã inundando-me por dentro, a porra dele era quente, e eu sentindo tudo aquilo por dentro não agüentei mais represar o meu gozo, e gritei alto Franco, com o primeiro orgasmo da minha vida.
O Tupã continuava atracado em minha boceta, o meu corpo tremia, e estava ainda sentindo o esperma quente do cachorro invadir as minhas entranhas.
Eu fiquei de cabeça encostada no tapete do meu quarto, quieta respirando cansada de tanto esforço, mas com o nó ainda preso dentro de mim, com uma das mãos passei em minha boceta e senti a base do seu pau.
Minutos depois o Tupã foi ficando de lado, e num impulso para trás conseguiu desengatar de mim, e veio junto com o pau dele e com o nó que não tinha desinchado totalmente, um monte de porra que ensopou as minhas pernas e escorrendo pelo tapete. A porra estava rosada devido à quebra do meu himem. Em cada movimento que eu fazia saia esperma de dentro de mim aos borbotões.
Depois o Tupã levantou-se e veio secar a minha boceta com a sua língua de serpente voraz, eu não consegui suportar e gozei de novo, e esguichando muito gozo. Eu já tinha ouvido das minhas amigas que algumas mulheres esguicham seu gozo, mais eu jamais imaginava ser também uma dessas mulheres.
Naquele dia foram muitas descobertas em se tratando de sexo, a minha cabeça girava em torno do que tinha acabado de acontecer com o Tupã, principalmente em se tratando de sentimentos.
Eu deveria ter vergonha ou nojo?
-- Não Franco, eu estava me sentindo muito bem com tudo, satisfeita e realizada como adolescente que estava descobrindo as delicias do sexo, e agora também como mulher.
Foi quando ouvi um som novo vindo da porta, quando olhei prá cima o meu tio estava na porta do quarto me observado. A minha primeira reação foi de horror, de medo e de vergonha. Coloquei meu rosto entre as pernas e voltei a olhar o meu tio que continuava parado na porta do meu quarto, e só agora que eu percebi um sorriso em seu rosto e vi então que ele estava com as calças arriada, nu e de pau duro na mão se masturbando.
Então eu....
Ah Franco! Na próxima eu ti conto desse meu tio de mim e do Tupã, eu ti prometo
Beijos
Bem meus amigos ai está o relato da minha amiga Selminha. Eu ainda estou no aguardo dela me enviar o que aconteceu com ela e com o tio e com o cachorro, ela me disse que gozou muito com eles. Ela em enviando vocês com certeza saberão como foi.
Amigas se vocês desejarem compartilhar seus relatos de zoofilia, se desejar conselhos sobre esse assunto ou informações sobre zoofilia entrem em contato, me adicionem que responderei a todas.

“ Não se conquista uma mulher apenas uma vez na vida, se conquista sim a mesma mulher todo os dias de nossas vidas “


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


13422 - UMA GRÁVIDA ME INICIOU EM ZOOFILIA - Categoria: Zoofilia - Votos: 6
13450 - BELINHA, COMO PERDI A MINHA VIRGINDADE COM UM CÃO - Categoria: Zoofilia - Votos: 9
13463 - EU VOLTEI A FAZER SEXO ANAL COM MEU CACHORRO - Categoria: Zoofilia - Votos: 8
13582 - UM CAVALO PARA DUAS GAROTAS = PARTE I - Categoria: Zoofilia - Votos: 5
13583 - UM CAVALO GOZOU NA MINHA CUNHADA - PARTE II - Categoria: Zoofilia - Votos: 5
13628 - A MINHA INICIAÇÃO NO ANAL COM MEU CÃO APOLO - Categoria: Zoofilia - Votos: 9
13764 - EU E MINHA IRMÃ,PERDI A VIRGINDADE COM NOSSO CÃO - Categoria: Zoofilia - Votos: 19
13844 - COMO MINHA IRMÃ PERDEU A VIRGINDADE COM NOSSO CÃO - Categoria: Zoofilia - Votos: 5
13880 - QUATRO DIAS,NOVE GAROTAS PARA CINCO CÃES. - Categoria: Zoofilia - Votos: 7
13917 - QUATRO DIAS,NOVE GAROTAS, 5 CÃES. - DIA 1º - Categoria: Zoofilia - Votos: 8
13977 - QUATRO DIAS,NOVE GAROTAS E CINCO CÃES, 1ª noite - Categoria: Zoofilia - Votos: 3
14018 - A MINHA INICIAÇÃO COM O MEU LABRADOR - Categoria: Zoofilia - Votos: 10
14084 - FIQUEI ENGATADA COM UM HOTWEILLER DE UMA AMIGA - Categoria: Zoofilia - Votos: 10
14111 - O HOTTWEILER ENGATOU EM MIM E ME ENCHEU DE PORRA - Categoria: Zoofilia - Votos: 6
14396 - CONTO ESPECIAL=UMA JAPONESA NUM ANAL COM NOSSO CÃO - Categoria: Zoofilia - Votos: 14
14397 - A MINHA INICIAÇÃO COM MEU CACHORRO APOLO - Categoria: Zoofilia - Votos: 7
14398 - EU E A MINHA MÃE TRANSAMOS COM NOSSO CACHORRO - Categoria: Zoofilia - Votos: 10
14497 - O MEU PRIMEIRO ORGASMO FOI COM MEU CÃO - Categoria: Zoofilia - Votos: 7
14762 - INICIEI A UMA ALUNA DE 18 ANOS COM O MEU CÃO - I - Categoria: Zoofilia - Votos: 8
14763 - EU INICIEI MINHA ALUNA COM MEU CÃO = FINAL - Categoria: Zoofilia - Votos: 8
15269 - A MINHA PRIMEIRA VEZ FOI COM UM CACHORRO - PARTE I - Categoria: Zoofilia - Votos: 6
15354 - A PRIMEIRA VEZ COM UM CACHORRO DE UMA AMIGA- FINAL - Categoria: Zoofilia - Votos: 4
15655 - DANIA,APENAS 19 ANOS E INICIADA PELOS NOSSOS CÃES - Categoria: Zoofilia - Votos: 6
15735 - POR CAUSA DE UM FILME EU FUI INICIADA EM ZOOFILIA - Categoria: Zoofilia - Votos: 4
16313 - EU TRANSEI COM O CACHORRO DE MINHA NOIVA - Categoria: Zoofilia - Votos: 7
16643 - A MINHA NOIVA FOI INICIADA COM UM CACHORRO - Categoria: Zoofilia - Votos: 14
16990 - DUAS IRMÃS UMA INICIADA, TRAÇADAS POR UM CACHORRO - Categoria: Zoofilia - Votos: 10
18250 - EU DEI PRA UM CACHORRO POR CAUSA DE UMA M - Categoria: Zoofilia - Votos: 5
19234 - FLAGREI A MINHA ESPOSA ENGATADA COM MEU CACHORRO - Categoria: Zoofilia - Votos: 3
20004 - FLAGREI A MINHA PATROA ENGATADA COM UM DOG - Categoria: Zoofilia - Votos: 31
21338 - UM CAVALO ENCHEU A MINHA ESPOSA DE PORRA - Categoria: Zoofilia - Votos: 26
22340 - O CAVALO ENCHEU A BOCETA DE MINHA CUNHADA DE PORRA - Categoria: Zoofilia - Votos: 18
22870 - A MINHA ESPOSA E MINHA CUNHADA INICIADA COM UM CÃO - Categoria: Zoofilia - Votos: 27

Ficha do conto

Foto Perfil francoebelinha
francoebelinhafranco

Nome do conto:
COMO UM CACHORRO TIROU A MINHA VIRGINDADE

Codigo do conto:
15549

Categoria:
Zoofilia

Data da Publicação:
31/01/2012

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto eroticoevangelica escravamadrastas bebadas contosQuadrinho de porno de estuprohq pornô gay com o professor de violãogay na dupla penetracao so pica negra gg contosContos eróticos de incesto comi minha mae e a minha irmá gostosaquadrinho porno simpsoncontos podolatria cloroformiocontos veridico meu marido e eu pensava que era mulher mais tivemos a supresa era um travesti bem dotadofilhinha querendo dar uma c****** no pinto do paimãe estupra filha e chupa xota afosa porno farol acesocontos erotico meninoconto estrupei minga patroa pirnocontos eroticos novinha arrebentadaContos eroticos com gays e travestis negros dotadosnovinha da a buceta no restaurante na área de repousoconto erotico cumendo empregada pretinha mozçizgi+film+porno noel babacontos de um corninho safado"pedrojrrg"contos eroticos gay putinhacontos erotivos gay tripla penetraçao maconheiroscontos de crentinhanudes+das+mulheris+mais+lunda+do+mundoesposa+corno+e+putaContos eroticos ilutrasdo pauzao gostoso que me fez goza muitoContos erótico despedida de solteiro de meu filhoensinei meu filho de dez anos a bater punhetacontos eroticos comendo o catarro delethe willing ward hq pornocontos eróticos delícia ver outro homem fuder minha esposaContoseroticos no metrôgordinha morta contos eroticosúltimos contos eróticos gaycontos eroticos com fotos de transando com as cunhadas casadas na frente de seus maridosDepois que eu fui embora da praia com a minha sobrinha eu levei ela pra um hotel eu tirei a virgindade da buceta dela e a virgindade do cu dela fiz ela virar mulher conto eroticosou gay e me divirto com meu cão todas as noites engatados contos eróticosconto erotico minha esposa trouxe um travesti pra casasecretarias rabudas contosConto erotico de bucetinha apertadacomi a minha enteada contosFilho come mae bebada historias em quadrinhoscoroas metendo no forum eróticosconto erótico de i****** Comi minha irmãvariedades de conto quadrinho nacional corno manso pornôcontos de tias gostosa com bucetas cabeludas grisalhosmeu amigo enrrabando minha mulhermeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhonyrp contosconto erótico esruprei minha irmãconto de madrasta taradacalsinhamolhada.comquadrinho erotico cristina e o jumentoporno foi so vizitar e nao resistiu ao pirocaocasa dos contos eróticos novinha com filhos pequenos louca por Negrãocontos heroticos de mulheres casadas de manauscontos eroticos gay me apaixonei pelo meu irmaocontos eroticos minha mulher doente comi minha sogra na areaconto erotico gay com goianosmeu pai fez amor comigo na piscina conto erocticoContos eroticos de corno lua de melcontos eroticos em quadrinhos noite de nupciascontos de cdzinhas na fazendaconto sou homem e dei o cu para meu sobrinhosexo anal em quadrinhosxvideo brasileiro coroatraradasex hentai art of jaguarcontos eróticos de negras gordas peitudasconto meu vizinho novinhocontos eróticos de meninas novinha estupradas pelo o capatais da fazenda.contos eroticos mae e filho Mozcontos eroticos de princesas sendo desfloradas fomos no clube so pra ver mas ela deu pro pauzudonora tarada.contos eroticoscontos-gays me caguei todo no pauzao grosso do amigo da faculdadeDesenhos porno de incesto familia favela dividindo o banheirosó homens bonitos batendo punheta falando palavrão hesitante Alto E goza -youtube -site:youtube.comcontoseroricoscomfotostroca casais contosnininhapornoMEDICO TARADO.EM.EXAME NA XOXOTAquadrinhos e contos eroticos filho adotadoConto porno quintalcontos eroticos de mozmeu genro comeu meu cu virgem contoConto erotico marido so olhando outro homem comer a massa de sua esposacontos eroticos dei o meu cu pro pedreiro amigo do meu paicontos erotico arrobaram meu cusinho virgem sem do nem piedade chegou sangrar sem pararquero ver cabacinnha gemer de tesaosendofoto meu marido pauzodo